gestão inovadora de resíduos sólidos através de

Сomentários

Transcrição

gestão inovadora de resíduos sólidos através de
A otimização da gestão integrada de resíduos é
um desafio-chave para muitas regiões europeias.
Exige a formulação de estratégias abrangentes
de gestão de resíduos, a avaliação das
necessidades de investigação e inovação e a
tomada de decisões informadas sobre as
escolhas de políticas, processos e tecnologias
adequados às circunstâncias regionais
específicas.
O objetivo da WASTECOSMART é contribuir com
soluções para este desafio, aumentando as
capacidades de inovação regionais em termos de
eficiência de recursos e gestão integrada de
resíduos através da cooperação, investigação e
desenvolvimento tecnológico.
O projeto implicou a criação de seis clusters de
hélice tripla (ciência, indústria e sector público)
orientados para a investigação: Paphos (Chipre),
Hungria Central, Piemonte (Itália), Amsterdão
(Países Baixos), Estocolmo (Suécia) e Região da
Cidade de Liverpool (Reino Unido). A
WASTECOSMART também colabora com parceiros
internacionais do Brasil, México e índia para
promover a colaboração internacional e
oportunidades na área de gestão de resíduos.
QUAIS AS
NECESSIDADES DE
INVESTIGAÇÃO E
INOVAÇÃO DA MINHA
REGIÃO?
O QUE PODE A MINHA
REGIÃO APRENDER
ATRAVÉS DA
COOPERAÇÃO
INTER-REGIONAL?
QUAIS AS
TECNOLOGIAS E
PROCESSOS QUE JÁ
FUNCIONAM COM
SUCESSO NO
MERCADO?
QUAL O SISTEMA DE
GESTÃO DE RESÍDUOS
IDEAL PARA A MINHA
REGIÃO?
COMO PODEMOS
AUMENTAR A
COMPETITIVIDADE
REGIONAL NA GESTÃO
INTEGRADA DE
RESÍDUOS SÓLIDOS?
QUE OPORTUNIDADES
DE NEGÓCIO PODEM
SER CRIADAS ATRAVÉS
DA GESTÃO OTIMIZADA
DE RESÍDUOS?
• Estimular e promover a cooperação transnacional de clusters de gestão de resíduos orientados para
a investigação;
• Desenvolver uma Estrutura de Apoio à Tomada de Decisões que apoie a formulação de estratégias de
gestão de resíduos;
• Elaborar um Plano de Ação Conjunto (PAC) e agendas de investigação regionais de acordo com as
necessidades de cada cluster regional individual;
• Definir medidas para a implementação do PAC em cada região;
• Apoiar regiões menos desenvolvidas na gestão de resíduos e desbloquear oportunidades de negócio
nos mercados internacionais.
Impresso em papel reciclado
• Avaliar as necessidades de investigação e inovação regionais no sector de gestão de resíduos;
design: www.formasdopossivel.com
OS PARCEIROS WASTECOSMART
UNIRAM ESFORÇOS PARA:
Este documento reflete apenas as opiniões do autor, não sendo a União Europeia responsável por qualquer uso que possa ser feito da informação nele contida.
OTIMIZANDO A GESTÃO
INTEGRADA DE RESÍDUOS
COMO PODEMOS FORTALECER
A COLABORAÇÃO DA CIÊNCIA,
EMPRESAS E ENTIDADES
PÚBLICAS NA GESTÃO
INTEGRADA DE RESÍDUOS?
CLUSTER DO
REINO UNIDO
University of Central
Lancashire - UCLAN
C-Tech Innovation Ltd.
Merseyside Recycling
& Waste Authority
CLUSTER
SUECO
SP Technical Research
Institute of Sweden
Envac AB
Município de Sundbyberg
CLUSTER
HÚNGARO
Corvinus University of
Budapest - Faculty of
Horticultural Science
CLUSTER DOS
PAÍSES BAIXOS
VU University - Institute
for Environmental Studies (IVM)
Geoview Systems Ltd.
CONSÓRCIO
WASTECOSMART
Município do 13º Distrito de
Budapeste, Soroksár
Amsterdam Economic Board
Cidade de Amsterdão, Afval
Energie Bedrijf
CLUSTER
CIPRIOTA
Neapolis University Paphos,
Neapolis Innovation Research
and Development Centre
CLUSTER
ITALIANO
Politecnico di Torino
Atlantis Consulting
Cyprus Ltd.
Ago Renewables SpA
Município de Paphos
Engim San Paolo,
Município de Collegno
ÍNDIA
TaraSpan
BRASIL
Instituto Lixo Zero
Brasil
MÉXICO
Research Institute of
Natural Resources
Contacto:
Coordenadora: Anna Sager
SP Technical Research Institute of Sweden
E-mail: [email protected]
www.wastecosmart.eu
WASTECOSMART significa “Otimização de Estratégias Integradas de Gestão de Resíduos Sólidos para a Maximização da Eficiência de
Recursos” e é financiada pelo Sétimo Programa Quadro da União Europeia para a investigação, desenvolvimento tecnológico e
demonstração ao abrigo do acordo de subsídio nº. 319969.
GESTÃO INOVADORA DE
RESÍDUOS SÓLIDOS ATRAVÉS DE
INVESTIGAÇÃO E COOPERAÇÃO
Maximizar a eficiência dos recursos
nas regiões europeias
www.wastecosmart.eu
CLUSTERS DE HÉLICE TRIPLA MAXIMIZAM
A EFICIÊNCIA DE RECURSOS ATRAVÉS
DA COOPERAÇÃO EM INVESTIGAÇÃO
E DESENVOLVIMENTO
GESTÃO INOVADORA DE RESÍDUOS:
UMA MUDANÇA DE PARADIGMA
NA EFICIÊNCIA DE RECURSOS
Atualmente, o desempenho da economia europeia depende grandemente da
importação de matérias-primas e recursos de outras partes do mundo. Apesar disso,
a Europa perde 60% dos seus 3 mil milhões de toneladas de resíduos sólidos para
aterros e incineradoras em cada ano. A situação atual tem um impacto negativo tanto
no clima como no ambiente. Do ponto de vista económico e ambiental, é urgente uma
mudança de paradigma na eficiência de recursos.
Com a sua iniciativa emblemática “Uma Europa eficiente em termos de recursos” de 2011,
a União Europeia expressou a vontade política de promover e implementar medidas
inovadoras para a eficiência de recursos e de acelerar a investigação e inovação nesta
área. Em particular, a Europa pede às partes interessadas que ajam sem demora e
invistam mais e de forma mais eficaz no crescimento sustentável, com ênfase na eficiência
de recursos1. A gestão inovadora de resíduos sólidos é um fator fundamental para a
eficiência de recursos, afetando não apenas o fornecimento de matérias-primas e energia
mas também a qualidade da água, dos solos e dos ecossistemas.
“Há muito que a procura de
materiais excede a capacidade
da Europa de produzir de forma
independente tudo aquilo de que
precisa. O continente importa mais
de seis vezes mais recursos do que
exporta e a sua economia está
agora ameaçada pela escassez de
matérias-primas que se avizinha”
SUÉCIA
Área: 449,964 km2
População: 9.4 milhões
Quantidade de RSM (2011): 460 kg/capita
CLUSTER REGIONAL DE ESTOCOLMO
Academia: SP Technical Research Institute
of Sweden
Empresa: Envac AB
Entidade Pública: Município de Sundbyberg
1 ‘Contributo da política regional para o crescimento
sustentável na Europa’, SEC (2011) 92 final
Para que a gestão sustentável de resíduos seja bem-sucedida a nível local e regional será
necessária uma nova vaga de inovação que garanta que “os resíduos restantes sejam
quase nulos e que os ecossistemas sejam restaurados”. Algumas regiões europeias já
mudaram o paradigma e poderão indicar o caminho da gestão inovadora de resíduos.
Agora, o desafio reside em difundir as estratégias e boas práticas inovadoras de gestão de
resíduos sólidos por toda a Europa.
REINO UNIDO
Área: 243,610 km2
População: 62.2 milhões
Quantidade de RSM (2011): 518 kg/capita
CHIPRE
Área: 9,251 km2
População: 819.100 (correspondente apenas à
área efetivamente controlada pela República de
Chipre)
Quantidade de RSM (2011): 658 kg/capita
CLUSTER REGIONAL DA CIDADE DE
LIVERPOOL
Academia: University of Central Lancashire
(UCLAN) – Centre for Waste Management
Empresa: C-Tech Innovation Ltd.
Entidade pública: Merseyside Recycling &
Waste Authority
ASCENDENDO NA
HIERARQUIA DE RESÍDUOS
A legislação europeia é um fator fundamental para a gestão
inovadora de recursos, com forte ênfase na redução da
produção de resíduos. Na sua Diretiva-Quadro sobre
Resíduos, a União Europeia definiu uma hierarquia de gestão
de resíduos de cinco níveis que indica a prevenção como a
opção preferencial, seguida da reutilização e reciclagem, de
forma a alcançar o nível máximo de recuperação de recursos.
Finalmente, a eliminação de resíduos - em aterros, por
exemplo – é considerada a opção menos desejável, a ser
utilizada apenas quando outras opções não sejam possíveis.
O consórcio WASTECOSMART junta esforços para elevar a
gestão de resíduos a nível regional na pirâmide da hierarquia de
resíduos. O conhecimento e as competências são partilhados
entre os clusters regionais da WASTECOSMART a fim de definir
as estratégias mais eficientes de gestão de recursos sólidos que
possam ajudar as autoridades locais e regionais a prevenir a
produção de resíduos.
Academia: Neapolis University Paphos,
Neapolis Innovation Research and Development
Centre
Empresa: Atlantis Consulting Cyprus Ltd.
Entidade pública: Município de Paphos
OPÇÃO
PREFERENCIAL
PAÍSES BAIXOS
Área: 41,543 km2
População: 16.8 milhões
Quantidade de RSM (2011): 596 kg/capita
No entanto, muitos países europeus estão a começar do fundo da
pirâmide e dependem fortemente da deposição em aterros e da
incineração, sendo necessário um esforço significativo para
avançar em direção a uma gestão de resíduos mais sustentável.
O principal enfoque é colocado na implementação da prevenção
de resíduos através de técnicas modernas de produção, design
ecológico, redução de embalagens e colaboração com a indústria
e consumidores para a criação de produtos mais ecológicos.
CLUSTER REGIONAL DE PAPHOS
OPÇÃO
MENOS
DESEJÁVEL
PREVENÇÃO
PREPARAÇÃO PARA REUTILIZAÇÃO
RECICLAGEM
ENERGIA E OUTRAS FORMAS DE RECUPERAÇÃO
ELIMINAÇÃO
CLUSTER REGIONAL DE AMSTERDÃO
Academia: VU University – Institute for
Environmental Studies (IVM)
Empresa: Amsterdam Economic Board
Entidade Pública: Cidade de Amsterdão,
Afval Energie Bedrijf
ITÁLIA
Área: 301,338 km2
População: 60.7 milhões
Quantidade de RSM (2011): 535 kg/capita
CLUSTER REGIONAL DE PIEMONTE
Academia: Politecnico di Torino
Empresa: Ago Renewables SpA
Entidade pública: Engim San Paolo,
Município de Collegno
HUNGRIA
Área: 93,030 km2
População: 10 milhões
Quantidade de RSM (2011): 382 kg/capita
CLUSTER REGIONAL DA HUNGRIA CENTRAL
Academia: Corvinus University of Budapest – Faculty
of Horticultural Science
Empresa: Geoview Systems Ltd.
Entidade pública: Município do 13º Distrito de
Budapeste, Soroksár

Documentos relacionados