Release completo - Dança Contemporânea

Сomentários

Transcrição

Release completo - Dança Contemporânea
 ERÊNDIRA – Biblioteca do Corpo – Ismael Ivo
Por – Rosa Hercoles
Coleta de Dados – Fernanda Perniciotti
Erêndira é mais um dos resultados do projeto Biblioteca do Corpo,
assim nomeado em 2013, contudo, iniciado por Ismael Ivo, em 2010,
junto ao Arsenale della Danza, na Bienal de Veneza. Trata-se de um
projeto voltado para a formação e profissionalização de bailarinos.
Em 2011, o Sesc São Paulo junta-se à esta parceria inicial; cinco
bailarinos
brasileiros
são
selecionados
para
participarem
de
workshops na cidade italiana e passam a integrar o elenco de
Babilônia – o terceiro paraíso. Em 2012, a Secretaria de Estado da
Cultura/SP integra a parceria do Sesc-SP com o Arsenale della
Danza, e o espetáculo Biblioteca del Corpo conta com a participação
de oito bailarinos brasileiros. Em 2013, o projeto migra para
Viena/Áustria, mantendo-se as parcerias entre o Sesc-SP, a
Secretaria do Estado da Cultura (por meio da SP Escola de Teatro) e
o ImPulsTanz Festival; nesta edição, dez bailarinos brasileiros foram
contemplados e integraram o elenco do espetáculo No Sacre,
cunhado com referências na Sagração da Primavera, de Vaslav
Nijinski
(1890-1950).
Em
2014,
as
parcerias
estabelecidas
permanecem e Erêndira proporciona a participação de quinze
bailarinos brasileiros.
Todas as edições do projeto se operacionalizam através de um
processo de inscrição de bailarinos interessados em participar. Os
selecionados iniciam um processo de aulas diárias, por duas
semanas, com diferentes professores e suas abordagens técnicas
particulares. Na edição de 2014, os professores convidados foram:
David Zambrano (Voando Baixo); Edilson Roque (Técnica Horton);
Francesca
Harper
(Forsythe
Repertory
&
Improvisação
Technologies); Laura Aris (Ultima Vez Vocabulário); Libby Farr
(Ballet para dançarinos contemporâneos); Marta Coronado (Rosas
Repertory); Shelley Senter (Trisha Brown Repertory & Alexander
Técnica);
Storm
(HipHop);
Alexander
Gottfarb
(formação
contemporânea); e, Anna Nowak (formação contemporânea). Após o
período de aulas, inicia-se o processo de montagem, dirigido por
Ismael Ivo, com estreia agendada no festival ImPulsTanz, em Viena.
Durante o festival, os bailarinos selecionados contam com a
orientação de estudos individualizados.
Erêndira adota o realismo fantástico do autor colombiano Gabriel
García Márquez (1927-2014) como referência, realizando uma
transposição do ambiente literário para o ambiente dança. Todos os
processos criativos que se propõem a realizar a tradução, de uma
forma artística para outra, nos remete as seguintes indagações: O
que a dança pode neste processo de tradução? Quais questões
presentes na obra literária são passíveis de serem discutidas através
do movimento? Dado que, os princípios que constituem a língua são
distintos dos que operam no movimento, processos de tradução são
sempre um desafio em que a possibilidade da literalidade não pode,
nem deve ser ignorada. Mas, por se tratar de um projeto que investe,
sobretudo, na formação de jovens artistas da dança, somente o
tempo nos dirá quais serão os frutos deste plantio. Tratando-se de
algo que irá, ou não, reverberar na trajetória futura desses artistas.
Breve Trajetória de Ismael Ivo: intérprete reconhecido por seus
pares devido a sua carreira Solo, estabelecida em São Paulo. Em
1983, Ismael é convidado para integrar a Cia Jr. do Alvin Ailey
Dancer Center/Nova York. Em 1984, atua como cofundador do
Impuls Tanz, no Vienna Internacional Dance Festival. No período de
1996 a 2000, dirige a Companhia de Dança do Teatro Nacional
Alemão, em Weimar. Entre 2005 e 2012 foi diretor da Bienal de
Dança de Veneza. Em 2009, cria o Centro de Pesquisa de Dança
Contemporânea Arsenale della Danza. Em 2010, inicia o projeto de
formação que mais tarde será chamado Biblioteca do Corpo.
Ficha Técnica
Direção e coreografia: Ismael Ivo. Concepção artística: Ismael Ivo
e Marcel Kaskeline. Cenário: Marcel Kaskeline. Figurinos: Gabriele
Frauendorf. Desenho de luz: Marco Policastro. Assistente de
coreografia: Valentina Schisa, Stefano Roveda. Assistente de
dramaturgia: Catherine Jennings. Interação e dinâmica de grupo:
Cléo Regina Miranda. Atriz convidada: Cleide Queiroz. Dançarinos
convidados: Stefano Roveda, Valentina Schisa. Dançarinos:
Alexandre Cardoso, Alice Vasconcelos, Carolina Vilela Abrão,
Claudia Sibille, Daniel Rolim, Emma Rehnberg, Elayna Waxse,
Felipe Guedes, Kate Page, Letícia Mantovani, Levana Prud’’home, Li
Tuokun, Lindsay Head, Lo Pan Chi Pansy, Lucas Borges, Mainá
Santana, Mayra Maris, Olivia Coombs, Pablo Lozano, Robson
Ledezma, Rony Leão, Thaís Diniz, Vagner Cruz, Vinicius Francês,
Sarah Xiao, Jodie Judy Lu, Ying-Chu e Esl Kim. Direção de
produção artística: Marcel Kaskeline & Karl Regensburger. Projeto
educativo Impuls Tanz: Olivia Schellander. Produção executiva
Brasil: Cena Cult Produções Julia Gomes.