Newsletter Diária do Sindicato das Seguradoras no RS

Сomentários

Transcrição

Newsletter Diária do Sindicato das Seguradoras no RS
Edição Nº 1.103 | 11 de Maio de 2015 | Newsletter Eletrônica do Sindicato das Seguradoras no Rio Grande do Sul
>> DESTAQUE SINDSEG RS
>>
>>
>> MERCADO REGIONAL/ASSOCIADAS
LUCRO LÍQUIDO DA PORTO SEGURO CRESCE 51% NO 1O. TRIMESTRE DE 2015
A Porto Seguros divulgou lucro líquido de R$ 231 milhões no
primeiro trimestre de 2015, 50% superior ao resultado do mesmo
período do ano anterior, fruto de um melhor desempenho
operacional e financeiro.
As receitas totais e os prêmios de seguros da companhia
cresceram 16% e 14%, respectivamente. Na operação de seguros,
destaque para o crescimento dos segmentos de automóvel e
patrimonial no 1T15 em cerca de 13% e 20%, respectivamente. No
segmento de automóvel da marca Azul e nos produtos Residencial e
Empresarial da marca Porto, os prêmios evoluíram mais de 25%. A
frota segurada atingiu 5,1 milhões de veículos (+8%), um incremento
anual de 377 mil itens e o número de residências atingiu 2,3
milhões, uma evolução de 23%.
Fonte: Sonho Seguro
>>
>>
ÚLTIMA ETAPA DO I FÓRUM DO NORDESTE CONFIRMA POSIÇÃO ESTRATÉGICA NA BAHIA
NOS NEGÓCIOS DA TOKIO MARINE
A última etapa do I Fórum do Nordeste, realizado pela Tokio
Marine Seguradora, aterrissou em terras baiana nesta quinta-feira
(07), com a presença ilustre do presidente da seguradora, José
Adalberto Ferrara, e os executivos da companhia. Prestigiados pelos
mais de 200 participantes do Fórum, a ocasião confirmou a
importância da Bahia para os negócios da Tokio Marine em jantar
realizado no Salão Íris do Fiesta Bahia Hotel, em Salvador, também
em comemoração aos 56 anos do Clube dos Seguradores da Bahia.
Considerando todo o território baiano, as operações têm crescido
a uma taxa de 25% ao ano, nos últimos três anos, e foi considerada
importante pelo presidente da empresa. “A Bahia é uma grande
parceira da Tokio. Nossa projeção é, ao final de 2017, crescer mais
60%. Tudo isso com muita qualidade de entrega, dos produtos e do
time de profissionais da Tokio, que nos ajuda a desenvolver o
mercado aqui na Bahia”, destaca Ferrara. De todas as seguradoras
atuantes na Bahia, a Tokio Marine ocupa a sétima posição, com R$
88 milhões.
Fonte: CQCS
>>
>>
SEGURADORA LÍDER-DPVAT ABRE INSCRIÇÕES PARA TREINAMENTO DE CORRETORES DE
SEGURO E PONTOS DE ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS DPVAT
Nos dias 18 e 19 de junho, no auditório da Fundação Escola
Nacional de Seguros (FUNENSEG), no Rio de Janeiro, a Seguradora
Líder-DPVAT oferecerá aos Corretores do Programa Parceiro DPVAT,
Corretores das categorias 3 e 4, bem como aos responsáveis e
atendentes de todos os pontos de atendimento oficiais, mais um Curso
de Capacitação em 1º Atendimento do Seguro DPVAT.
O Curso permitirá que os alunos tenham pleno conhecimento das
características do Seguro DPVAT, da documentação básica e
complementar para que o beneficiário solicite seu pedido de
indenização.
Além disso, o Curso relembrará as melhores práticas de atendimento e capacitará os participantes a orientar os
beneficiários sobre o correto preenchimento dos formulários específicos do Seguro DPVAT, recepcionando toda
documentação necessária à abertura e/ou complementação dos pedidos de indenização, prestando, assim, um
atendimento de excelência.
Para se inscrever no Curso de Capacitação, presencial ou à distância, em todo o Brasil, basta entrar em contato com a
Seguradora Líder-DPVAT pelo seguinte endereço: [email protected] Após avaliação a inscrição
poderá ser confirmada.
Fonte: Seguradora Líder-DPVAT
>>
>>
>> MERCADO NACIONAL
SITE EXIBE A HISTÓRIA DOS CORRETORES DE SEGUROS
Está no ar o site da exposição “O corretor de seguros
através dos séculos”. O ambiente online tem o seguinte
endereço eletrônico: www.historiacorretordeseguros.com.br. A
iniciativa é do Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado
de São Paulo (Sincor-SP).
O internauta poderá acompanhar um período de,
aproximadamente, 500 anos de história, retratando as
transformações culturais que permearam a trajetória dos
corretores de seguros no Brasil. Isso desde a primeira
sociedade de seguros brasileira, a Companhia Boa Fé, na
Bahia, criada em 1808 com a vinda família real portuguesa
para o Brasil, até os dias atuais, com especial destaque para a
luta que durou mais de 30 anos e culminou, em 1964, com a
regulamentação da profissão no Brasil.
Fartamente ilustrado, o site traz reproduções de obras de grandes mestres da pintura de alguma forma relacionadas
ao tema de seguros, incluindo também fotos e documentos históricos como uma apólice do século XVIII.
Fonte: Sincor - SP
>>
>>
PROJETO ESTIMULA PATRÃO CONTRIBUIR COM SEGURO DE VIDA DO EMPREGADO
A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei (PL) 10/15,
que altera as regras de seguro de vida com cobertura por
sobrevivência para estimular empregadores a participarem do
custeio desses planos em favor de empregados e dirigentes. Nesse
tipo de seguro, é garantida renda de aposentadoria ao participante
após o período de acumulação ou contribuição.
Pelo texto, a participação do empregador no custeio do seguro
terá os mesmos estímulos assegurados às contribuições de pessoas
jurídicas aos programas de previdência privada, como determina o
Decreto-Lei 2.296/86.
A proposta estabelece que a cota do empregador para os seguros de vida com cobertura por sobrevivência não será
considerada remuneração para efeitos trabalhistas, previdenciários e de contribuição sindical, nem integrará a base de
cálculo para as contribuições do FGTS, como já ocorre com as contribuições para programas de previdência suplementar.
Fonte: Revista Cobertura
>>
>>
PROJETO GAÚCHO DE RECICLAGEM COMPLETA CINCO ANOS E 20 MIL VEÍCULOS
TRITURADOS
Para enfrentar o problema da superlotação dos depósitos de
veículos no Rio Grande do Sul, o Detran/RS iniciou, há cinco anos,
um projeto que já reciclou mais de 20 mil veículos. Desde 2010, as
sucatas abandonadas em depósito há mais de dois anos e que não
podem ser leiloadas são trituradas e transformadas em aço para a
indústria e a construção civil.
Além de liberar espaço nos pátios, a atividade também reduz o
impacto ambiental gerado pelos veículos parados há anos nos
depósitos e impede o uso indevido de peças.
“Nosso objetivo é oferecer nos depósitos um espaço adequado para atender as pessoas, evitar a poluição do solo e a
proliferação de insetos, além de minimizar a poluição visual das cidades”, afirma o chefe da Divisão de Depósitos, Antonio
Carlos Barbará.
Os 180 Centros de Remoção e Depósito em atividade no RS abrigam, atualmente, mais de 95,6 mil veículos, e
aproximadamente 40% (37,5 mil veículos) são classificados como material inservível e estão aptos a ser reciclados.
Fonte: DETRAN RS
>>
>>
ANDRÉ LAUZANA ASSUME A VICE-PRESIDÊNCIA DE CAPITALIZAÇÃO DA SULAMÉRICA
A SulAmérica anuncia a promoção do executivo André Lauzana
para a vice-presidência de Capitalização. Há três anos e meio na
companhia, Lauzana atuava como diretor financeiro.
O executivo, que apresenta grande experiência no mercado
segurador, tendo atuado por mais de 15 anos em posições de
liderança, terá como desafios consolidar a integração das operações
de capitalização, iniciada em 2013 com a compra da SulaCap, e
promover a expansão dos negócios, aproveitando as sinergias com
os demais segmentos de atuação da SulAmérica.
Fonte: SulAmérica
>>
>>
BB E MAPFRE FALA SOBRE SEGURO AGRÍCOLA A PROFISSIONAIS DE MERCADO
Wady Cury, diretor geral de Seguros Habitacional e Rural do
GRUPO SEGURADOR BANCO DO BRASIL E MAPFRE, foi um dos
palestrantes do 3º Encontro de Profissionais de Seguros realizado
pela Funenseg em São Paulo.
O evento, que teve como tema principal o agronegócio e as
políticas agrícolas no Brasil, reuniu 250 profissionais do mercado e
contou com a participação de Luis Carlos Guedes Pinto, ex-ministro
da Agricultura no governo Lula, entre os palestrantes.
Na oportunidade, Cury falou sobre o seguro agrícola como um
dos instrumentos de política agrícola, enfatizando a evolução
histórica do seguro agrícola no país e crescimento futuro.
Fonte: BB e MAPFRE
>>
>>
AUMENTA SINISTRALIDADE DA BB SEGURIDADE NO 1º TRIMESTRE
O primeiro trimestre foi marcado por aumento de sinistralidade
para as coligadas que atuam no ramo de seguros da BB Seguridade.
Tanto a SH1, com foco em vida, habitacional e rural, como a SH2,
que atua em danos e automóveis, tiveram piora na frequência de
sinistros em relação ao quarto trimestre do ano passado.
O índice de sinistralidade da BB Mapfre SH1 foi a 32,8% no
primeiro trimestre, aumento de 8,2 pontos porcentuais em relação
aos três meses anteriores.
A coligada Mapfre BB SH2 registrou sinistralidade de 59,5% ao final
de março, aumento de 2,0 p.p. em relação a dezembro e de 3,8 p.p.
em um ano.
O total de prêmios emitidos nos ramos de danos e auto atingiu R$ 2,1 bilhões no primeiro trimestre, volume 4,5%
superior ao visto em um ano, impulsionado tanto pelo ramo de automóveis (+8,5%) como pelo ramo de danos (+10,3%). A
Mapfre BB SH2 registrou lucro líquido de R$ 98,8 milhões no período, avanço de 14,6% em um ano.
Fonte: Isto É Dinheiro
>>
>>
>> ENTIDADES DO MERCADO
SINCORRS PROMOVE PALESTRA SOBRE NOTA FISCAL ELETRÔNICA
>>
SUSEP ALTERA PRAZO E PERIODICIDADE DE NOVOS QUADROS DO FIPSUSEP
A Susep postergou a entrega dos novos quadros 404 a 409
do FIPSUSEP, relativos aos registros oficiais dos resseguradores
locais. A entrega das informações relativas ao primeiro trimestre
de 2015 poderá ser feita junto com as informações do segundo
trimestre, em 8/9/2015.
Além disso, a periodicidade de envio dos dados para o
cálculo do capital de risco referente ao Risco de Mercado foi
alterada enquanto o mesmo não seja efetivamente cobrado, ou
seja, até dezembro de 2016. Desta forma, os quadros 419 a 423
do FIPSUSEP deverão ser enviados para as datas-bases
junho/2015, dezembro/2015, junho/2016 e dezembro/2016,
passando a ser trimestral a partir desta última data.
As decisões foram tomadas após a análise dos pleitos encaminhados pela FENABER e CNSeg, respectivamente.
Fonte: Susep
>>
CERTIFICAÇÃO TÉCNICA EM CINCO CIDADES
Com o objetivo de aprimorar e atualizar as competências de
profissionais de corretoras de seguros e de seguradoras, a
Escola Nacional de Seguros está oferecendo cursos para
certificação técnica em cinco cidades: Rio de Janeiro (RJ), Porto
Alegre (RS), Recife (PE), Campinas (SP) e Anápolis (GO).
Os funcionários de seguradoras da capital fluminense
poderão obter certificação nas áreas de Atendimento ao Público
(segmentos Seguros, Vida e Previdência e Seguro DPVAT),
Controles Internos e Regulação e Liquidação de Sinistros
(segmentos Automóveis, Seguros RE Massificados e Multirriscos
e Vida e Previdência). Já em Porto Alegre as opções são nas
áreas de Atendimento ao Público (segmentos Seguros e Vida e
Previdência) e Controles Internos.
Para colaboradores de corretoras de seguros a oferta é na área de Atendimento ao Público, nos segmentos
Seguros e Vida e Previdência (Recife) e Seguros (Anápolis, Campinas e Rio de Janeiro).
O investimento varia entre R$ 270,00 e R$ 665,00, de acordo com a área e o segmento escolhidos. Mais
informações podem ser encontradas no www.funenseg.org.br, onde é possível realizar as inscrições.
Fonte: Escola Nacional de Seguros
>>
>> MERCADO INTERNACIONAL
MARCO ANTONIO ROSSI É DESTAQUE EM CONGRESSO NO MÉXICO
O segundo dia da 25ª Convensión Aseguradores de México,
que aconteceu ontem (07/05) na Cidade do México, deixou claro
que o mercado segurador ainda tem muito o que crescer em todo
mundo e as boas experiêncidas devem ser compartilhadas em
benefício de um setor que protege o sonhos e conquistas das
pessoas. A primeira apresentação do dia foi bem “abrasileirada” e
ficou a cargo do presidente da Fides, CNseg e Bradesco
Seguros, Marco Antonio Rossi, que fez uma explanação sobre o
mercado de Seguros do Brasil, mostrando todos os desafios que
o país superou para subir do 24º lugar para o 12º maior mercado
de seguros do mundo.
Rossi abordou as dificuldades que ainda o setor precisa superar para desenvolver o potencial: “Ainda temos muitos
desafios na área de desenvolvimento de produtos e em como transformar o seguro em uma coisa ainda mais presente
na vida dos brasileiros”.
Fonte: CQCS
>>
>>
ZURICH E MUNICH RE DIVULGAM RESULTADOS
A Zurich divulgou os resultados do primeiro trimestre do ano,
com lucro operacional de U$1,29 bilhão, queda diante do
resultado de U$1,38 bilhão do mesmo período do ano passado.
As vendas também registraram queda, de US$ 19,3 bilhões para
US$ 18,7 bilhões nos período analisados. A Munich Re divulgou
lucro líquido de € 790 milhões no primeiro trimestre do ano,
queda de 16% frente aos € 941 milhões do mesmo período em
2014. Os prêmios ultrapassaram € 13 bilhões no período, pouco
acima dos € 12. ,9 bilhões do primeiro trimestre do ano passado.
O lucro alvo para o ano está mantido entre € 2,5 bilhões e € 3
bilhões.
Fonte: Sonho Seguro
>>
>>
AMEAÇA VELADA ÀS OPERADORAS DE SAÚDE AMERICANA
Assim como o Blockbuster, aquele império que antes de ruir
chegou a ter 60 mil funcionários e 9 mil pontos em seu melhor
momento, também há o risco de companhias de seguros de
saúde desaparecem abruptamente do mercado americano nos
próximos anos, afirma Steven Brill, empresário e jornalista. "Eu
vejo as companhias de seguros como os jogadores fracos" no
sistema de saúde dos EUA. Tal risco deve-se à consolidação dos
hospitais americanos e, mais recentemente, à criação de planos
próprios de saúde suplementar por alguns deles. “As empresas
de seguro saúde podem seguir o caminho da Blockbuster”, eis o
título provocador de artigo escrito por Wendell Potter, exexecutivo da Cigna, no site do Center for Public Integrity.
Fonte: CNseg
>>
>>
>> DICAS DE SEGURANÇA - Por Favor, Observe-As
Brigada Orienta (Dicas e Medidas de Segurança)
Em Veículos
• Nunca dê caronas a estranhos;
• Cuidado com falsos mecânicos, sempre solícitos, que aparecem quase que "milagrosamente" para ajudá-lo em
locais ermos, tão logo seu carro entre em pane;
• Em caso de pane, sinalize seu carro e peça apoio a primeira patrulha policial que cruzar por você, ou entre em
contato pelo telefone de emergência;
• Nunca entregue as chaves do seu carro a desconhecidos;
• Cuidado com lavadores e guardadores, ou com pessoas que, sobre o pretexto de comprar seu veículo, pedem
para dar uma voltinha;
• Use aparelhos de CD/DVD, GPS e rádios, de gavetas ou que possam serem removíveis. Muitos ladrões estouram
o vidro do carro ou o painel para levar os aparelhos;
• Não deixe o carro estacionado na rua, principalmente durante a madrugada;
• Desligue o carro, retire a chave do contato e tranque o veículo ao estacionar, mesmo que por poucos minutos;
• Estacionar sempre que puder, em lugar movimentado, visível e iluminado, preferencialmente em locais vigiados
durante todo o dia e noite;
• Ao descer, leve com você embrulhos, bolsas, pacotes e roupas, assim como documentos do carro;
• Evite namorar ou ficar conversando dentro do carro em locais desertos, ermos ou à noite;
• Ao estacionar, levante os vidros e tranque as portas, mesmo que seja apenas por um instante;
• Acostume-se a trancar as portas e não deixar as janelas abertas durante o deslocamento;
• Use, se possível, sistema de alarme, chave-geral e corrente na direção;
• Evite armas e documentos no porta-luvas;
• Ao estacionar ou parar em cruzamentos, principalmente à noite, observe pessoas suspeitas nas proximidades;
• Caso você tenha que ficar aguardando em seu veículo, estando estacionado, não fique no interior do mesmo,
feche-o e saia do seu interior, fique observando e aguardando a distância. Se possível, junto a postarias ou locais
iluminados, mas sempre a uma distância relativa;
• Ao parar em semáforos ou outros sinais, fique atento ao retrovisor e mantenha o veículo engatado em 1ª marcha e
distante do carro da frente o suficiente para arrancar em caso de suspeitas;
• As chaves sobressalentes nunca devem ser guardadas no interior do veículo;
• Antecipe-se e sinalize todas suas intenções;
• Em caso de assalto, NÃO REAJA.
Fonte: Brigada Militar RS
>>
>>
>> AGENDA MAIO SINDSEG RS
14 – 12h – Almoço Sindseg RS
25 – 9h – Reunião Diretoria Sindseg RS
25 – 16h45 – Encontro de Amigos
27 – 9h – Workshop Sindseg RS
28 – 19h – Workshop Sindseg RS – Novo Hamburgo
>>
>>

Documentos relacionados