Edição 01/2013 - Dia de Reis

Сomentários

Transcrição

Edição 01/2013 - Dia de Reis
04 de janeiro de 2013 - Edição 01/13
Dia de Reis
No dia 6 de janeiro comemora-se a chegada dos Três Reis Magos à Manjedoura. Guiados pela
estrela de Belém, Melchior, rei da Pérsia, Gaspar, rei da Índia, e Baltazar, rei da Arábia, os Santos
Reis, levaram presentes à Jesus - ouro, incenso e mirra -, que simbolizam, respectivamente, as
Suas realeza, natureza divina e imortalidade.
Pela tradição, o dia também é dedicado para guardar a árvore de Natal e presentear. Algumas
culturas privilegiam esta data ao Natal, como fazemos por aqui, e se deliciar, porque não? Junte
os amigos e a família e enquanto desmonta a árvore aproveite a ocasião para os presentes de
última hora, mais um brinde e até um acepipe.
Epifânia, no sentido religioso, significa aparição, manifestação divina, como o acontecimento de
Belém. A palavra vem do grego e significa “epi”, em cima, e “phanos”, aparição: a manifestação
de Cristo a todos os povos, representados pelos Reis Magos.
Popularmente uma intuição, um pensamento iluminado. Os ingleses costumam dizer I just had
an epiphany, quando a ficha cai. Do jeito como as coisas estão mudando, me pergunto quanto
tempo mais esta expressão fará sentido. Não vejo mais orelhões pelas cidades e você?
A Folia de Reis é a forma como o folclore nacional homenageia a data, festejo de origem
portuguesa que remete à minha avó paterna. Todos os anos ela oferecia alguns trocados e
comida para o Terno de Reis, como também é conhecida a festa, um tipo de procissão musical.
Se ela estivesse passando na porta da nossa casa, eles entravam e cantavam um pouco para a
família e como era divertido!
Na Itália acabou, por meio de uma corruptela, virando Bifana, que, segundo a lenda, é uma
bruxa que leva presentes às crianças que tiveram bom comportamento no ano. Estas recebem
doces, enquanto as mal comportadas, carvão. Se esta prática for adotada por aqui temo pela
floresta amazônica.
Em toda a França é tradição comemorar o Dia de Reis com a Galette des Rois (Bolo de Reis),
hábito que já atingiu diversos países, incluindo o nosso. Trata-se de uma torta de massa folheada
crocante com creme de avelãs, acompanhada de uma coroa dourada colocada em cima e um
pequeno boneco de louça, escondido na massa. Cortada em pedaços é servida aos convidados e
aquele que encontrar, ou “mastigar”, o souvenir será rei ou rainha por um dia, comerá o pedaço
com a coroa na cabeça, terá sorte e riqueza no ano que se inicia, mas para fazer jus deverá
pagar a Galette do ano seguinte aos convidados. Nem tudo é perfeito, não é?
Pois é, I just had an epiphany! Vou encomendar, agora, a minha Galette e, quem sabe, viver um
dia de rei junto de meus amigos, familiares e uma taça de Cattacini. Corra que você ainda pode
fazer o mesmo!
Saúde e paz!

Documentos relacionados

O Dia de Reis celebra

O Dia de Reis celebra Os Reis Magos fazem parte das tradições de Natal em quase todos os Países da Europa e são figuras que animam os presépios. Os Reis vieram do Oriente para conhecer o Menino Jesus. O nome dos três Re...

Leia mais