nov/dez

Сomentários

Transcrição

nov/dez
O nascimento de Jesus Cristo
Nasce Jesus! Mais do que um fato histórico inegável é esperança e dignidade para a vida humana.
“N
o princípio era aquele que
é a Palavra. Ele estava com
Deus, e era Deus. Ele estava com Deus no princípio.
Todas as coisas foram feitas por intermédio dEle; sem ele, nada do que
existe teria sido feito. Nele estava a
vida, e esta era a luz dos homens. A
luz brilhava nas trevas, e as trevas não
a derrotaram". (Jo 1:1-5)
Na plenitude dos tempos, século
1º da Era Cristã, o Pai olha para a
paupérrima humanidade e se lembra
de suas promessas, dentre elas, a maior: enviar o Salvador do mundo, o
redentor da humanidade, a esperança dos/as oprimidos/as, a alegria dos/
as doentes, o alívio dos/as que sofrem dores, o resgate da dignidade
humana, a justiça para os/as
injustiçados/as, a eternidade para os
temporais, a realização dos sonhos
dos poetas, a verdade dos/as filósofos/as, o mistério dos/as astrólogos/
as. Os anjos se alegram e desejam
participar de tal obra de redenção,
mas quem Deus usa é uma mulher,
um ser humano, uma pessoa simples, de uma simples cidade, de
uma região de simples pastores.
Pode vir alguma coisa boa de
Nazaré? De Belém pode surgir alguma coisa interessante? Sim!
Quando Deus quer e dentro de
seus propósitos, tudo pode acontecer, e de fato tudo aconteceu
como havia sido planejado.
Quem imaginaria que o Rei dos
Reis, o Filho de Deus, haveria
de nascer desta forma e neste
lugar! Maria e José passaram
por tantos lugares interessantes quando foram se alistar
em Belém; passaram por tan-
tas pousadas e residências, mas acabaram se instalando onde se guardavam os animais. Envoltos em cheiros
e palhas, mais que naturais para o lugar em que estavam, trataram de arrumar um cantinho para seus próprios
animais e para si mesmos, todos juntos. Pela realidade humana da época e
pelo egoísmo exacerbado dos/as
conterrâneos/as, não poderia haver lugar melhor, junto da natureza, junto
dos animais. Interessantes os caminhos
de Deus! O fato é que o menino nasce. Tão pequeno, mas já vítima do
egoísmo e desprezo humano! Tão pequeno, porém fruto do amor de Deus
e dos propósitos divinos para toda a
humanidade! Desprezado pelos homens e mulheres em seu nascimento,
no entanto acolhido pelo Pai e pela família no início de sua missão.
Dentre as muitas lições que podemos extrair do nascimento de Jesus,
destacamos algumas pela grande relevância para nossa fé e nossa vida cristã.
1. Jesus veio para revelar o Pai
- "Ninguém jamais viu a Deus; o Deus
unigênito, que está no seio do Pai, é
quem o revelou" (Jo 1:18); "Quem vê
a mim, vê o Pai". (Jo 14:9). Uma das
relações mais importantes para a vida
humana é a relação familiar. O ser
humano não foi criado para viver só,
para viver isolado, para desenvolver a
solidão e o egoísmo. Ele busca e necessita viver em comunidade, principalmente, em família. Jesus revela o
Pai: sua face, seu amor, seu carinho,
sua preocupação, seu plano para o presente e para o futuro, seu perdão, seu
acolhimento, sua graça, sua alegria,
seu poder e até sua eternidade. O fato
de Jesus nascer e viver como um de
nós revela muito das intenções do coração do Pai. Porque Ele enviaria seu
único filho se não tivesse um profundo interesse pela nossa situação? Jesus
demonstra, com seu nascimento e com
sua vida, que de fato o Pai ama e prova que ama, cuida e demonstra que
cuida, liberta e prova que liberta o ser
humano de todos os seus males. Filipe queria ver o Pai; Jesus diz a ele que
sua presença já está manifesta há um
bom tempo e afirma que ver e conviver com Jesus é de fato ver e conviver
com o Pai.
2. Jesus veio para dar dignidade ao ser humano -O fato de Jesus
assumir a forma humana, já revela a
valorização que tem pelo ser humano.
A humanidade vive uma realidade extremamente contraditória: a mesma sociedade que produz a violência é a mesma que se torna refém dela. Enquanto
muitos/as vivem uma vida farta, cercados/as de mordomias, outros/as
milhares passam fome e sofrem o abandono de toda ordem. Vemos também
situações em que pessoas têm tudo na
vida: projeção profissional, titulações,
reconhecimento social, bons salários,
casas confortáveis, no entanto, não têm
alegria nem paz no coração. O mesmo
mundo que demonstra prosperidade e
avanço tecnológico é o que contém um
exército de pessoas depressivas e perdidas: pessoas que não conseguem dar
sentido à sua própria vida. A humanidade experimenta também uma tremenda ausência de padrões morais e
éticos. Vivemos em um mundo do vale
tudo. O que importa é a vantagem pessoal que cada um/a pode tirar das situações: uma verdadeira deformação moral e ética que leva ao distanciamento
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
Informativo Regional | Nº 65 | Novembro e Dezembro de 2007
3. Jesus veio para derrotar o
pecado, a morte e as trevas "Sabeis também que ele se manifestou para tirar os pecados, e nele não
existe pecado"(I Jo 3:5). O mal humano reside em sua natureza pecaminosa. A essência humana está
maculada e contaminada pela maldade, por isso foi necessária a vinda de
Jesus Cristo para remover este pecado da humanidade. O ser humano desenvolve maldades, atos ilegítimos
próprios de sua existência. Na realidade, temos contrariado a vontade de
nosso Criador das formas mais variadas possíveis: atos, pensamentos, reações, posturas, palavras de morte, fugindo aos ideais divinos. Quando a
Bíblia fala de remoção (tirar), fala do
resultado dos atos salvíficos do Pai
manifestados em Cristo. No hebraico
"remover" nos faz lembrar do bode
expiatório: isso sugeria que os pecados deviam ser tirados de um e colocado em outro, e por meio desse animal, o pecado seria tirado da experiência e da consciência dos homens e
mulheres. Isto é muito bonito e profundo, mas um preço alto foi pago a
nosso favor. Jesus nasceu para carregar nosso fardo, nossa dor, nosso pecado, e Ele o fez por amor a cada ser
humano. Hoje podemos sair de uma
vida pecaminosa para uma vida de
santidade; de uma vida derrotada
para uma vida de vitória; de uma vida
limitada para uma vida eterna; de uma
vida pesada para uma aliviada e cheia
de paz. Saímos das trevas para a luz
da vida. É preciso dizer que Jesus se
manifestou para destruir as obras do
diabo.
do Criador. Jesus, o Emanuel, Deus
conosco, não somente veio dar dignidade, mas, além disso, trazer esperança para a efetivação de uma
vida abundante que se estabelece acima da realidade contraditória que a
humanidade vivencia. O cuidado de
Jesus para com as pessoas, durante
seu ministério terreno, demonstrou
o verdadeiro amor Dele e do Pai
para com elas. Este cuidado se expressa quando O vemos quebrando
preconceitos, consolando os/as enlutados/as, curando os/as enfermos/as,
libertando os/as oprimidos/as pelo
diabo e pelos homens e mulheres, falando palavras de vida, perdoando pecados, mostrando o caminho a seguir, enfim , concretizando o que Ele
veio fazer no mundo dos homens e
das mulheres. Ele dá aos homens e
mulheres uma nova possibilidade de
conhecer a Deus de forma simples,
porém profunda e transformadora. A
partir de Jesus Deus se torna conhecido e reconhecido em figura humana, trazendo novas perspectivas para
o ser humano trilhar uma nova
espiritualidade. O que estava previsto nos textos proféticos, a partir da
experiência de Jesus, torna-se realidade concreta; o que era mera religiosidade estéril e excludente, a partir de Jesus, torna-se espiritualidade
engajada e comprometida com as
mazelas da alma humana. O que estava distante, agora está perto. A realidade humana que apresentava sombras de um futuro incerto, agora tem
em Jesus a luz para o caminho e expectativa de uma vida melhor e de
paz. Nossa dignidade está em Cristo
Jesus, portanto, Ele, que já é nascido em nós, agora cresça em nossa
história a cada dia.
. .
.
O nascimento de Jesus Cristo
4. Jesus veio para proclamar
a vida abundante -Jesus proclama
.
E X P E D I E N T E : Quinta Região Eclesiástica da Igreja Metodista
09
Nº 65
Lago
NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2007
.
ANO
DIAGRAMAÇÃO: Cia ALPHA-Z Design (34) 3231-0267 / 9148-0546
.
.
.
CORRESPONDÊN-
.
CIA PARA O INFORMATIVO REGIONAL: Av. Euclides Miragaia, 784 / Cep: 16200-130
Birigüi/SP
(18) 3642-2487 ou 3642-4403
.
e-mail: [email protected]
.
CORRES-
PONDÊNCIA PARA A SEDE REGIONAL: Caixa Postal 220 / CEP 16200-000 / Birigüi /SP
(18) 3642.1198 e-mail: [email protected]
.
.
.
Bispo Adonias Pereira do
EDITORES : Rev. Ivam Pereira Barbosa e revda. Suzel A. Gaeti Barbosa
SITE: www.metodista.org.br/5re
a vida por meio da Sua própria. Ele disse que veio para
dar vida e vida em abundância. Ele é a Palavra que gera,
sustenta e transforma a vida.
Nas trevas não há vida, por isso
elas são derrotadas pela presença da luz. A palavra humana
tem poder destrutivo quando liberada com ódio, desamor, raiva, mágoa, maldade, mas a Palavra de Jesus é geradora de vida e
abençoa as pessoas, pois Ele é luz.
A vida abundante está disponível
para todos e todas; basta buscála no lugar certo e do jeito certo,
a saber, no trono da graça e com
fé. A morte, a dor, a angústia, o
egoísmo, o orgulho, o ódio, a
opressão entraram em nossa história por meio de Adão e Eva,
mas a vida, a paz, o alívio, o amor
e a libertação nasceram com Jesus de Nazaré.
O nascimento de Jesus não
somente divide a história da humanidade, mas distingue a experiência de vida do ser humano
entre o antes e o depois do seu
encontro com Ele. Antes de ter
Cristo a vida humana é uma, depois de ter Cristo a vida é completamente diferente e é bem
melhor. O nascimento de Jesus é
um fato inegável na história da
humanidade, porém o mais importante é o seu nascimento na
vida e no coração das pessoas. A
luz de Cristo precisa continuar
brilhando nos lares, mais que as
luzes enfeitando ruas e árvores no
período natalino. As trevas da
vida familiar podem ser tiradas
pela presença dessa forte e calorosa luz de Cristo. A escuridão
desta perversa sociedade pode ser
transformada pelos raios dessa
Luz intensa e poderosa. Jesus
Cristo nasceu para você, para sua
família, para nossa sociedade,
para todos nós, indistintamente.
Que a luz de Cristo brilhe em
cada coração do povo chamado
Metodista!
Bispo Adonias Pereira do Lago
Igreja Metodista em Pirassununga
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
A) Aniversário da igreja
No mês de julho a IM em Pirassununga, SP, completou 118 anos. Festejou durante todo o mês com a participação dos bispos João Alves de Oliveira Filho e Adonias Pereira do Lago; dos
pastores/as: Eunice de Oliveira (Ribeirão Preto), Jairo Nunes (Lins), Ângela
Pierangeli (Vargem G. do Sul, SP),
Adilsom (Ministério LSD de recuperação em Ribeirão Preto, SP); e o
Grupo de teatro IDE (Ministério Cristo
Vive, de Pirassununga). Contamos com
a presença de grande número de visitantes e de toda a igreja. Foram momentos de muito crescimento espiritual, comunhão e intimidade com Deus.
b) EBF
No período de 26 a 29 de julho/
07 foi realizada a Escola Bíblica de
Férias. Contou com a participação
média de 40 crianças e o tema sugerido pela coordenação serviu de reflexão não só para os pequeninos/as mas
também para toda a igreja. O acontecimento serviu para despertar nossa
comunidade em dois sentidos: no papel que cada um/a tem na preservação dos recursos naturais e na
integração da criança no espaço
cúltico.
Trabalhando na ED com crianças
de um dos bairros da periferia e com
as crianças abrigadas no trabalho da
AMAS, a igreja tem sentido a necessidade de envolver-se mais em amor
com crianças e famílias. O desafio da
ED tem sido proporcionar às crianças, pré-adolescentes e adolescentes a
oportunidade da salvação em Cristo
Jesus e também o de expressar o amor
de Deus. Parte desse amor tem sido
demonstrado nos cafés da manhã
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
distribuídos, no atendimento às suas
necessidades, no auxílio à leitura, na
distribuição de roupas e de cestas básicas. Vale lembrar, a existência de um
grupo de ajuda implantado nas dependências da igreja. Seu trabalho é voltado para as famílias e se propõe
a restaurar os laços afetivos rompidos,
ao encaminhamento de problemas de
dependências, aos vários tipos de abusos e à conscientização do significado
da família. Com o auxílio do grupo
de oração Deus tem feito maravilhas
e cremos que obras maiores acontecerão.
Neste ano a igreja inovou. Acrescentou à Festa da Família, conhecida
como Festa Suzana Wesley, a programação já conhecida como “Chá da cantiga e do humor” - quando a comunidade é convidada para, em uma tarde
descontraída, ouvir bons “causos”,
participar com premiações de brincadeiras, envolvendo músicas e cantigas
do repertório musical brasileiro, tudo
regado a excelentes chás, quitutes e
guloseimas, doados pelas mulheres da
igreja. A revda. Mary fez a parte
devocional cuja meditação versou sobre o texto de Lucas 14-15, 23, e, em
seguida, fez uma oração. Na ocasião
foram vendidos mais de 60kg de mandioca, já descascadas e ensacadas, doadas por um zeloso membro da igreja
que, sem o auxílio da perna direita,
as cultiva num terreno de mais de
50m2.
Com a presença de mais ou menos
80 pessoas, mais uma vez, a igreja
espalha a semente da Palavra como
tem feito há 118 anos!
Mary de Fátima
Santos Agostinho - pastora local
Novo Ponto
Missionário em Brasília
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
No dia 6 de maio/07, a IM da Asa
Sul, em Brasília, DF, autorizou o funcionamento do Ponto Missionário do Lago
Norte de Brasília.
Está localizado em uma linda área
residencial onde não havia trabalho
metodista. Os irmãos que fazem parte
deste trabalho estão alegres, animados e dispostos a seguirem a ordem do
Mestre: ir por todo o mundo e anunciar
o santo evangelho de Jesus. Estão trabalhando incansavelmente, visitando,
orando, pregando e testemunhando a
todos o amor de Deus.
Pedimos aos milhares de leitores de
nosso querido Informativo Regional que
orem por nós para que possamos, em
breve, ver aqui uma igreja forte e animada para honra e glória de nosso Deus
e Pai.
Informou: Odete Fajardo Teixeira
(Evangelista)
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Encontro e Jantar
para Casais na IM em
Penápolis
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
O Ministério da Família promoveu
no dia 11/08/07, um encontro de fortalecimento para casais. O tema abordado foi “Harmonia no Casamento”. Em
seguida, foi servido um delicioso jantar
para todos os convidados.
(site da igreja local)
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
Aconteceu em Bataguassu
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Junho - No mês de junho foram consagrados três evangelistas para a obra do Senhor: Maria Conceição Silva; Iêda
Aparecida Alberto Balbino e Thiago do
Amaral. A prª Kelen preparou uma grande
festa e foi uma bênção! Na ocasião tivemos
a presença do rev. Getro da Silva Camargo,
nosso SD.
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
As escolas do nosso município foram
envolvidas com o Concurso de Redação e
Desenho, sob o Tema: “Primavera: Tempo
de Vida!” Finalizo nossas notícias apresentando a redação vencedora do nosso festival. Foi escrita por uma aluna da 8ª série do
Ensino Fundamental, Talita Karem Campi.
A sua redação transmite uma mensagem
maravilhosa para cada um de nós.
“Primavera: Tempo de Vida”
A primavera é tempo de vida, porque é o
tempo que há mais manifestações na natureza. Às vezes, pela correria do tempo, não percebemos essas manifestações: como nos frutos
que brotam, na brisa suave, enfim, em coisas
tão simples, mas difíceis de perceber. Das quatro estações, a primavera é a mais bonita,
porque colore a terra, perfuma o ar e contagia
os corações sensíveis com sua alegria. A primavera é uma boa época para renovar o espírito,
assim como as flores se renovam. Bom seria se a
primavera acontecesse o tempo todo, em todos
os corações humanos; florescendo na forma de
atos, palavras e pensamentos positivos. Que
bom se cada ser vivente fosse como uma flor bela, pura e cheirosa. Depende de cada um
fazer do próprio coração, a terra. Semeá-lo e
cuidá-lo, para cultivar o espírito da primavera, todo o tempo e em qualquer estação. Talvez se parássemos para perceber essas
pequeninas coisas, talvez seríamos mais felizes e perceberíamos o verdadeiro sentido da
vida.
Outubro - No dia 6 de outubro/07 finalizamos nossa “Celebração de Primavera”
com uma grande concentração em frente
ao templo denominada “Festa da Primavera”. Realizamos também o “Festival da mais
bela Voz Gospel” com o Slogam “Cantando amor, somando irmãos”. Esta festa realizada pela nossa igreja já se tornou tradição
em nossa cidade e região. Nela conseguimos reunir o maior número de evangélicos
e não evangélicos em um só evento. Neste
ano tivemos a participação de mais de duas
mil pessoas. A festa foi prestigiada pelo Prefeito Municipal, João Carlos Lemes; pela
Vice-Prefeita e Secretária da Educação,
Zélia Bonfim das Virgens; por vários vereadores e pelos Secretários Municipais.
A Festa caiu na graça do povo e houve
muitos patrocinadores. Foi uma noite de
muito louvor e adoração ao nosso Deus e
Pai. O povo metodista acreditou, trabalhou
e a vitória veio em nome do Senhor, para
sua honra e glória! Esta festa já é um marco
em nossa cidade e nela estamos “cantando
o amor e somando irmãos”.
Setembro - Mês do aniversário do nosso
templo - 5 anos. Graças aos missionários e
missionárias do 7º Projeto “Uma Semana
pra Jesus” que passaram a fronteira e vieram
nos ajudar. Deus continue abençoando as
Federações da nossa 5ª RE, bem como todo
o nosso povo. Para mostrar gratidão ao nosso Deus pelos maravilhosos feitos, instituímos um mês especial de celebração de aniversário denominado “Celebração de Primavera”. Foi um mês inteiro de cultos especiais sob a direção da pastora Kelen, juntamente com os evangelistas Thiago, Maria
e Iêda. Contamos também com a participação do pr. Gilberto Rehder, da IM em
Pres. Epitácio; do Bispo Emérito João Alves
de Oliveira Filho e do bispo Adonias Pereira do Lago. Neste ano, além da comemora-
○
○
ção dos 5 anos do templo, festejamos também 10 anos de metodismo em Bataguassu.
Relembramos com muita saudade do pastor Gerson Constante de Oliveira (in
memorian), fundador da obra metodista
nesta cidade. Dotado de espírito visionário
e coração incendiado pela paixão
missionária deixou-nos o seu exemplo de
dedicação e amor pela obra e pelo Reino de
Deus neste lugar.
Julho - Foi realizada a EBF coordenada
pela irmã Ana Maria da Silva de Almeida,
coordenadora do Departamento Infantil e
presidente da AMAS de nossa igreja. Foi
uma semana maravilhosa com intensas atividades. Participaram uma média de 40
crianças. Parabéns a todos os que doaram
seu amor e tempo para a realização da EBF!
○
○
Informou: Ministério da Comunicação
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Mensagem da Redação
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
“Rompe a aurora, vai-se embora mais um
ano entre alguns mil...” (HE nº 487)
Este é o último número do IR – Informativo Regional,/2007, por isso queremos
expressar a nossa gratidão aos nossos distintos/as colaboradores e colaboradoras
durante este ano. Mais um ano finda. O
tempo fez a sua trajetória. Vivemos no tempo, no contínuo perpassar dos anos, dos
dias e das horas. Envolve-nos a realidade
temporal do passado, presente e futuro.
O presente já se vai transformando em
passado e antevemos o futuro na radiosa
alvorada de um novo ano. Valemo-nos do
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
ensejo, mercê da graça de Deus, para reafirmar
a certeza de que será um ano cheio de oportunidades, novas perspectivas e muita esperança.
Ano conciliar: tranferências, mudanças.
Emoção da despedida e expectativa sobre a
nova igreja. O Senhor da Seara é fiel. Esteve e
sempre estará ao lado de seus dedicados/as
pastores/as e queridos familiares, proporcionando-lhes a almejada vitória.
Manifestamos a nossa gratidão aos amados/as colegas pastores/as, aos leigos e leigas
que nos enviaram matérias sobre as atividades
de suas igrejas e também aos redatores dos
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
boletins locais, presidentes das Confederações; Federações Regionais dos grupos
societários; aos editores dos periódicos da
1ª, 2ª, 3ª e 4ª Regiões, da REMA e REMNE;
à Unimep; à Umesp; ao Cogeime; ao IALIM
que nos encaminharam, regularmente,
suas publicações e a todos os que, carinhosamente, nos endereçaram palavras de
ânimo e encorajamento para levarmos
avante, com dedicação e muito amor, o
nosso trabalho como redatores e editores
deste valioso veículo regional de informação.
Rev. Ivam e revda. Suzel
○
○
IM em Emilianópolis
completa 77 anos
A IM em Emilianópolis, SP, comemorou,
durante o mês de julho o seu 77º aniversário.
Esteve presente no dia 15, o bispo Adonias
Pereira do Lago trazendo palavras de edificação
e fortalecimento da família metodista incentivando o avanço missionário. Após o culto foi
servido um delicioso bolo para todos os que
estavam presentes. Agradecemos a Deus por
mais esta vitória "até aqui nos ajudou o
Senhor"(1Sm 7. 1'2).
Ubiratan Silva - pastor local
IM em Santa Fé do Sul
completa 58 anos
Nossa igreja, nesta cidade, completou, em
agosto, mais um ano de existência. A convidada especial para a comemoração foi a pastora Railda Marinho de Brito cuja mensagem
foi muito abençoadora.
Esteve presente no culto, além dos membros e convidados a pastora de Lagoa Santa
que sempre comparece em nossos trabalhos
especiais.
Ao final houve uma alegre confraternização e o bolo de aniversário foi oferecido pelo
popular dr. Itamar, Prefeito de nosso município.
Lisete P. R. Silva - pastora local
Metodismo em Piracicaba
126 anos de Vida e Missão
"Quão amáveis são os Teus tabernáculos,
Senhor dos Exércitos!"(Salmo 84. 1)
Os metodistas de Piracicaba, SP, celebram,
com muita alegria, os 126 anos da chegada
do Metodismo. Tudo começou no dia 11 de
setembro de 1881 quando o rev. James
William Koger, missionário americano, organizou a igreja, em um casarão alugado. Os
primeiros membros foram: Frances Koger (sua
esposa), Martha Watts (companheira de missão) e outros irmãos e irmãs transferidos de
Santa Bárbara do Oeste, SP, num total de 9
membros. O trabalho permaneceu por pouco
tempo na referida casa. A 3 de março de
1885 foi lançada a pedra fundamental do primeiro templo da Igreja Metodista em
Piracicaba; terceiro do metodismo brasileiro e
o primeiro dos evangélicos locais. A construção foi concluída em 9 meses, portanto, em
tempo recorde. A sua consagração foi realizada em um culto celebrado no dia 1º de
novembro de 1885. A igreja reuniu-se nele por
44 anos.
No dia 07 de setembro de 1922, após a
aquisição de um terreno, foi realizado o lançamento da pedra fundamental do templo
atual, e, exatamente, sete anos após, no dia
7 de setembro de 1929, foi consagrado e
passou a ser a sede dos encontros dos
metodistas piracicabanos. Em 2006 foi efetuada a
restauração de sua parte interna.
Se hoje existe este espaço belo e formoso, é
porque muitas pessoas se dedicaram à obra de sua
construção e conservação.
Esta pequena parte da história do metodismo
local demonstra a preocupação e o cuidado dos
irmãos para com a "Casa do Senhor" - local dedicado à celebração da vida e da missão recebida de
Deus.
O Metodismo aqui se expandiu, e, atualmente,
além da igreja central, do Matão, Paulista e Betânia;
existe também uma Escola de Música, o Colégio
Piracicabano e a Universidade Metodista de Piracicaba-Unimep.
notícia a partir do boletim local
Dourados - 52 anos de missão e serviço
Foi com grande alegria que a IM Central em
Dourados, MS, comemorou, em agosto, 52 anos
de missão e serviço.
Maior é a nossa alegria de poder compartilhar
com a amada Igreja na 5ª RE as muitas bênçãos
que o Senhor tem nos concedido. Estamos felizes
com o trabalho que Deus nos deu para realizar.
Temos uma congregação em "Laranja Lima", que
conta com a fidelidade e serviço de irmãos e irmãs. O ponto missionário em Vila SEAC, neste ano,
também conta com uma Escola Dominical. O Senhor tem nos honrado com sua fidelidade, e estamos
realizando uma ampla reforma nas dependências
de nossa igreja, fruto do compromisso e fidelidade
dos irmãos/ãs ao trabalho. No dia 11, esteve
conosco, num Culto de Ação de Graças, o SD, rev.
Getro da Silva Camargo e, no dia 12, o bispo Adonias
Pereira do Lago trouxe-nos uma mensagem de esperança e desafio missionário. Tal qual o salmista
podemos também dizer: "Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres"
(Sl 126. 3).
Informou: Ministério de Comunicação
IM em Presidente Prudente
84 anos - Caminhada de fé em
direção ao Reino de Deus
Nos anos 1920, vindos de Santa Cruz do Rio
Pardo, SP, aportaram em Presidente Prudente, SP,
Júlio Braz França, juntamente com sua esposa Ozibia
Ferreira França, alguns de seus irmãos e os filhos,
ainda crianças, Natanael, Mário, Ezequias, Rachel
e Aristides. Traziam no coração o imperativo de
Jesus Cristo - "Ide por todo o mundo e pregai o
Evangelho a toda criatura" (Mc 16.15) - e o espírito
metodista de João Wesley consubstanciado na
frase:"O mundo é a minha Paróquia". Iniciaram o
trabalho evangélico na cidade realizando cultos de
adoração a Deus e Escola Dominical, em
sua residência. O forte espírito missionário
impulsionava-os a compartilharem o Evangelho com as pessoas da comunidade, semeando a Palavra de Deus em todos os cantos da pequena e emergente cidade.
Posteriormente chegou a família Rosa,
trazendo novo alento e entusiasmo à obra
de evangelização iniciada pelos França. Os
França e os Rosa foram os iniciadores do
Metodismo e da primeira igreja evangélica
na cidade. A obra cresceu e o local ficou
pequeno para acomodar os fiéis e os novos
convertidos que iam chegando. Alugaram,
então, um salão.
No dia 7 de setembro de 1923 foi instalada, oficialmente, a Igreja Metodista em
Presidente Prudente, pioneira entre os evangélicos. O primeiro pastor nomeado foi o
rev. Raul Gomes, que recebeu naquele dia,
46 membros. Com a vinda de João Ramos
de Oliveira e sua esposa, a Escola Dominical
foi dinamizada chegando a 220 alunos. 27
pastores, dentre eles os bispos Messias
Andrino e Scilla Franco, estiveram à frente
deste rebanho, dando a sua contribuição
para o crescimento da obra e fortalecimento dos membros. Esta igreja foi, também,
berço dos pastores Messias Freire e João
Alves de Oliveira Filho. Com o crescimento
da obra surgiram vários pontos de pregação
em lugarejos e cidades da região - desde
Presidente Epitácio até Cândido Motta. Como
colaboradores da obra, alguns nomes ficaram marcados pela ousadia e fidelidade:
Afonso de Godoy, Joaquim Pedro de Godoy
Filho, Benedito Canholi, Jacintho Teixeira
Coelho (bisavô do pastor Hebert), Ceciliano
Jardim e tantos outros obreiros valorosos
que semearam a Palavra que frutificou e
continua frutificando até hoje. Com o crescimento da igreja, surgiu a necessidade de
encontrar um local definitivo, próprio e espaçoso para abrigar seus membros. Foi,
então, adquirido um terreno em área nobre
da cidade. Movidos pelo amor intrépido,
ousadia, coragem e com muita fé e trabalho, o grupo de fiéis assumiu ousado projeto
da construção do templo. Mais tarde foi
construído o Prédio de Educação Cristã que
viria proporcionar espaço físico adequado
para a Escola Dominical e outras dependências próprias para a administração, como
zeladoria, secretaria e casa pastoral.
Em 1958, no pastorado do rev. Jorge
Vicente da Silva, foi inaugurado o templo.
Nos anos 2000, no pastorado do rev. Hebert
Junker Silva, o templo foi reformado. Atualmente, conta com a congregação no Bairro
Morada do Sol, onde funciona o Projeto Social PROAMA, e o templo recém-inaugurado no Bairro Jardim Novo Bongiovani.
Abençoados por Deus, e sustentados pela
Sua graça temos, hoje, pastoreando este
rebanho, o rev. Hebert Junker Silva e o pastor Milton Pereira, que têm instruído e sustentado espiritualmente a igreja.
Pr. Hebert Junker Silva
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
Dia 28 e 29 de julho, comemoramos esta data.
Contamos com a presença do pastor Lindolfo de
Oliveira (e família) da IM em Adamantina, SP. O
pastor Lindolfo trouxe sua mensagem com base no
texto de Is 6. 1-8 e sua esposa dirigiu o louvor. Os
irmãos e convidados sentiram-se comovidos pela
pregação e saíram com maior desejo de viverem
uma vida de santidade diante do Senhor.
Após o culto houve um momento de confraternização organizado pela própria comunidade.
A Deus todo louvor e toda honra!
IM em Ponta Porã em festa
Nossa igreja em Ponta Porã, MS, comemorou, com muita alegria, três datas importantes. Nesta ordem cronológica:
a) Páscoa:- No domingo de Páscoa, pela
manhã, as crianças realizaram o culto da
ressurreição utilizando o material da Revista
Recriar - março/07. Foram distribuídas sementes de girassol e incentivado o seu plantio. Ao final, para o encerramento, foi celebrada a Ceia do Senhor. - já há cinco anos,
no primeiro domingo do mês, é feita esta
celebração da Ceia, cujo objetivo é ensinar
às crianças o significado da morte e ressurreição de Jesus-.
b) Culto de Gratidão:- No dia 20 de
maio, a irmã Francisca Rojas completou 100
anos de vida! Ela é ativa nos trabalhos da
igreja, dizimista fiel, participa de todas as
atividades, inclusive dos concílios locais. É
um exemplo de mulher cristã pela sua disposição, determinação e amor á igreja. No dia
de seu aniversário foi realizado um animado e
concorrido Culto de Gratidão. Ao final dos
trabalhos foi servido um gostoso bolo, em sua
homenagem. Parabéns, irmã Francisca, por
tantos anos de vida, vitória e serviço em nossa igreja!
c) Aniversário da igreja:- A igreja comemorou 53 anos da chegada do Metodismo
nesta fronteira Brasil-Paraguai e 14 anos do
início do trabalho no bairro Jardim Ivone. O
casal de missionários, Francisco e Áurea
Brianezzi implantaram-no nesta longínqua região.
Colina Verde -Campinas - SP.
Neste ano de 2007, a IM em Hortolândia,
é pastoreada pelo rev. Fábio Herculano.
As comemorações tiveram as participações do rev.José Ricardo Cardoso e a Equipe
de louvor da IM em Indaiatuba - SP; do
pr.Mauricio Araújo da igreja Presbiteriana Independente - Jundiaí - SP; e; do rev. Nicanor
Lopes - Superintendente do Distrito de Campinas.
A Deus seja toda honra e toda glória pelo
século dos séculos. Amém!
Zenaide Martins dos Reis - pastora local
Ministério da Comunicação
Hortolândia comemora 19 anos
de Metodismo
IM em Paranaíba faz aniversário
A Igreja Metodista em Hortolândia, SP, está em
festa.
Nesse mês de agosto/07, a igreja completa 19
anos de serviços dedicados a Deus e a toda comunidade hortolandense. O início das atividades dessa amada igreja se deu em 13 de agosto de 1988.
Na época, a igreja era Congregação da IM em
Joaquim Inácio - Campinas -SP.
A comissão missionária, então criada, começou as atividades de Escola Dominical, com divisões em classes por faixa etária, com estudos bíblicos e evangelização. Em 1990, foi inaugurado o
templo onde se realiza, atualmente, os cultos. Em
1992, a congregação de Hortolândia, tornou-se
igreja, tendo como primeira pastora Iva Leite
Ferreira.
Hoje, além da igreja central, Hortolândia é responsável pela Congregação Nova Aliança, no Bairro Chácara do Coelho e do Ponto Missionário Bairro
O Metodismo chegou em Paranaíba, MS,
há 41 anos. No final do mês de agosto, a
igreja comemorou a data com uma animada
programação: no sábado, dia 18, à noite,
houve a participação do jovem Renato Silveira
Luz que trouxe uma linda mensagem; dia 19,
domingo, o culto da noite foi o ponto alto da
celebração com uma inspiradora pregação
do bispo Adonias Pereira do Lago, discorrendo a respeito de Ação de Graças.
Além da presença maciça dos membros
e convidados, prestigiaram a solenidade irmãos de Cassilândia e Lagoa Santa, MS.
Ao final de cada dia de trabalho, todos
foram convidados para saborearem gostosas
refeições preparadas com muito carinho.
Lisete P. R. Silva (pastora local)
Inauguração do templo em Jardim Bongiovani
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
No dia 11 de agosto/07, a IM Central em Presidente Prudente, SP, inaugurou um templo, no Jd. Novo
Bongiovani. Como povo de Deus, temos por padrão de conduta o Evangelho de Jesus Cristo, portanto, somos
uma comunidade missionária a serviço do povo. Neste caminhar da fé,
dirigidos e sustentados pelo Espírito
Santo, somos convocados a levar o
Evangelho da salvação a todas as criaturas, para todo lugar onde Deus nos
enviar.
Parafraseando John Wesley e adaptando a sua célebre frase para o nosso
espaço local, dizemos: “Presidente
Prudente é a nossa paróquia” e, assim,
Deus nos colocou neste local porque,
certamente, é aqui que Ele tem sonhos
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
para realizar na busca de novas ovelhas para o Seu aprisco. Deus quer que
homens, mulheres, jovens e crianças,
destas cercanias, entrem no Reino de
Deus. Ele é Senhor de todos, como
diz Paulo: “Porque todo aquele que
invocar o nome do Senhor será salvo.
Como, porém, invocarão aquele em
quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E, como
ouvirão, se não há quem pregue? E
como pregarão se não forem enviados?”. (Rm 10.13-15).
Dentro deste mover do Espírito, o
Senhor da Seara nos enviou, preparou o local e escolheu pessoas responsáveis para esta obra: rev. Hebert, pr
Milton, evangelista Davi, e os irmãos
Barbosa, Marcelo Henrique, Ricardo
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
e Juliano. Sob a direção desses servos
do Senhor, todos os ministérios da
igreja estarão colaborando para o crescimento deste projeto do coração do
Pai. Quis o Senhor que a inauguração
desta obra fosse engalanada com a realização do Conframe – Confraternização Metodista - quando todo o Distrito esteve festejando conosco esta
vitória para a honra e glória de Deus.
A presença do bispo Adonias Pereira
do Lago na consagração de mais um
templo de adoração ao Senhor foi
motivo de muita alegria.
A Deus, pois, sejam dados todo louvor, glória, ações de graças, honra,
poder e a força, hoje e eternamente.
Amém.
○
○
○
○
○
Três Lagoas: Campanha
Nacional de Evangelização
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Aconteceu, nos dias 7. 8 e 9 de setembro/07, a Campanha Nacional de
Evangelização. Realizamos durante o
dia EBF e distribuição de folhetos e
convites no bairro em frente a supermercados e, à noite, cultos
evangelísticos. Foram dias de uma semana abençoada, plenos da presença
do espírito Santo de Deus. Mais uma
vez a semente foi semeada com carinho e dedicação.
Esperamos no Senhor da Vida que, a
seu tempo, a faça crescer e frutificar.
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Nos dias 1º e 2 de setembro/07,
realizou-se a atividade em epígrafe, na
Pousada Alegria.
Esteve conosco, naquele local belíssimo, enviado por Deus para ministrar a Palavra, o rev. Pedro Jorge Gonçalves Magalhães, pastor da IM em
Jaru, RO.
Tivemos momentos de louvor ao
nosso Senhor Jesus Cristo, ministrado pela IM em Vila Virgínia (Ribeirão Preto, SP). Novos membros foram recebidos: seis pessoas se entregaram inteiramente a Cristo, nosso Salvador.
O momento da grande unção de
Deus ficou reservado para o sábado à
noite, pois, tivemos a oportunidade
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Ministério da Comunicação e
Marketing.
Jovens realizam festa dos anos 60
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
No dia 30 de junho/07, os jovens
do Distrito de Araçatuba estiveram
reunidos na IM Central em Araçatuba,
SP, para a realização da Festa dos Anos
60. Estiveram presentes 95 jovens das
cidades de Birigüi, Penápolis e
Araçatuba. No decorrer da festa tivemos momentos de louvor, dinâmicas,
devocional (sob a responsabilidade do
pastor Misael, da IM em Penápolis) e
muita integração. Foram distribuídos
prêmios para os jovens que estavam
mais bem caracterizados. Tudo foi
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
uma bênção! Começa agora uma nova
história na vida destes jovens. Deus
fez nascer em nós uma grande vontade de seguirmos e servirmos a Deus,
em união!
Agradecemos a todos que colaboraram para o sucesso do evento e, em
especial, destacamos a presença dos/
as pastores/a do Distrito.
Camila Campos Mendes
(SD dos jovens)
Rafaela Ramos Cirilo (SD auxiliar)
○
○
○
de presenciar o mover do poder de
Deus com a Ministração do rev. Pedro. Vimos pessoas se entregando realmente a Deus. Foi algo realmente
maravilhoso.
Foram também realizados a Tarde de
Talento, jogos de futebol e banhos de
piscina, tudo com muita alegria e
descontração.
Queremos agradecer ao nosso convidado por nos honrar com a sua bela
ministração e unção do Espírito Santo, e a todos/as que participaram deste maravilhoso evento.
Que Deus os abençoe muitíssimo!
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
A Associação Vila da Infância, da IM
em Penápolis, SP, completou seu 54º
aniversário em 29 de junho/07. A instituição iniciou seu trabalho na cidade
no dia 29 de junho de 1953. Já há
mais de meio século vem desenvolvendo um dedicado trabalho sócioeducativo, atendendo mais de 120 crianças e adolescentes de 7 a 14 anos.
Parabéns aos irmãos de Penápolis, aos
membros da diretoria, aos funcionários, voluntários, sócios contribuintes e
patrocinadores dos projetos institucionais.
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Escola Bíblica de Férias
em Emilianópolis
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Nos dias 29, 30/06 e 1º/07 a IM em
Emilianópolis, SP, promoveu a Escola
Bíblica de Férias 2007. Participaram,
aproximadamente, 150 crianças. A
programação contou com muitas brincadeiras, deliciosos lanches e gincanas.
A ministração da Palavra de Deus aos
pequeninos ficou por conta de “Márcia
e sua tchurma”, da IM em Cornélio
Procópio, PR, 6a. RE.
Informou: Denise Fagundes/ Ministério
de Trabalho com Crianças
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
ATO EPISCOPAL
○
○
○
Revda. Josélia Mota Pereira Garcia-Ponto
Missionário Regional - Três Lagoas
○
○
Vila da Infância
○
Agradecemos de coração a colaboração dos jovens de Penápolis, bem
como a igreja que incentivou com seu
apoio e financiou o trabalho desses
dedicados irmãos.
Rogamos sobre a vida desses corajosos "missionários" e sobre a amada
Igreja as mais ricas bênçãos das regiões celestiais
○
○
○
IX Aviva Vila 2007
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Birigüi, 28 de agosto de 2007
Nº 003/07
De acordo com minhas atribuições
Canônicas, Art. 97 e Regimentais, nomeio a revda. Maria Imaculada Conceição Costa e rev. Paulo da Silva Costa
para atenderem as necessidades missionárias e pastorais do Campo Missionário Regional, em Bela Vista, MS,
em tempo parcial e sem ônus a partir
de 28 de agosto/07 a 1º de janeiro/
08.
Este ato entra em vigor nesta data.
Bispo Adonias Pereira do Lago
Presidente da 5ª RE
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
Voluntários em Missão: Uma Igreja Viva e Eficaz
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
O título poderia ser tema de um
sermão inspirador ou estudo bíblico.
Poderíamos até dizer que uma igreja
viva está cheia da presença do Santo
Espírito e eficaz, pois o mesmo atua
através dela.
Isso seria teoricamente perfeito,
mas o que vou relatar aos meus irmãos metodistas é que, nos dias 18 a
31 de julho/07, a Missão Urbana da
5ªRE, em Osvaldo Cruz, SP, viveu dias
de corações aquecidos.
A teoria tornou-se ação através dos
Voluntários em Missão, formadores de
uma equipe de irmãos e irmãs norteamericanos da Igreja Metodista Unida, da cidade de Idaro Falls- Idaro/
USA, que deixaram o conforto dos
seus lares e investiram na obra de Deus
em nosso país.
Durante esses dias foram realizados
diversos trabalhos: mutirão na construção do templo, Escola Bíblica de Féri-
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
ram a importância de sermos missionários.
Agradecemos ao nosso Deus maravilhoso por nos proporcionar essa
grande bênção; ao bispo Adonias Pereira do Lago; à Coordenadora Nacional deste projeto - Têca Grathouse;
ao presidente da Fundação Metodista
e nosso amado intérprete - Gordon
Greathouse; à equipe de voluntários:
Natalie Peters, Greg Peters, John St.
Clair, Linda Moore, Tom Moore, Llew
Murphy e a coordenadora regional e
líder dessa equipe, Brenda St. Clair; a
nossa Sede Nacional pelo excelente
trabalho de apoio; e, finalmente, aos
membros de nossa igreja, que participaram ativamente na execução desde
trabalho.
A todos/as o nosso muito obrigado.
Robson José de Jesus - pastor
da Missão Urbana em Osvaldo Cruz
as, testemunhos, evangelismo, etc.
A EBF foi realizada junto à comunidades carentes, durante quatro dias,
com a participação de cerca de 700
crianças. Seguiu-se o tema “Vamos
Socorrer nosso Planeta” e utilizou-se
o material de nossa Sede Nacional,
com excelente conteúdo. Foram distribuídos, gratuitamente, picolés, algodão doce, pipoca e refrigerantes,
além de diversos materiais didáticos.
Como foi gratificante ver o sorriso nas crianças e ver a rapidez com
que aprenderam sobre a necessidade
de se ter uma consciência ecológica!
Logo após a EBF houve uma semana de mutirão para a construção
do templo. Todos estavam animados
e felizes!
Durante as noites foram realizados
cultos de louvor e relatados vibrantes
testemunhos dos nossos irmãos e irmãs norte-americanos/as, que enfatiza-
Vigília Nacional pela Criança: as igrejas dão seu testemunho
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Alegria em Cassilândia
Com a Graça de Deus, tivemos no
último dia 6 de outubro/07 a Vigília
Nacional pela Criança. Recebemos
112 crianças e com elas foram realizadas várias dinâmicas, músicas, teatros
e cama elástica. O Senhor tem nos consagrado para esse ministério tão importante!
Com carinho,
Otávio Morais Caldas - IM em
Cassilândia/MS
Vigília pela criança – Birigüi
Neste ano o tema sugerido pelo
Departamento Nacional de Trabalho
com Crianças, foi “Eco-Missão: aventura em favor da Vida”, tema já abordado nas EBFs. O templo e o salão
social foram carinhosamente adornados com motivos alusivos ao tema
proposto: centenas de bexigas imitavam as copas das árvores e muitos
bichos, confeccionados em isopor,
procuravam imitar a natureza, atraindo a atenção não só das crianças como
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
também dos adultos.
Aproveitando o ensejo foi realizado um Acampadentro.
A Vigília iniciou-se com um maravilhoso e abençoado culto às 19h do
dia 06/10, com a presença das nossas
crianças, seus pais e avós e com o
apoio do Ministério de Ação Intercessória. Durante o culto foram feitas intercessões, não só pelas crianças presentes, como também pelas crianças
no mundo. A mensagem ficou a cargo da irmã Marcia Esly.
Após o culto, foi dado o início ao
Acampadentro.
Compareceram 27 crianças, quatro monitoras e duas cozinheiras. Foi
servido um jantar, realizadas várias
dinâmicas com muita música, e apresentado um DVD com o título
‘Bibliajando”. Antes de dormir foi oferecido um chá com biscoitos. No domingo, durante a Escola Dominical,
as crianças confeccionaram cada uma
o seu “tapetinho da oração”que marcou o encerramento do Acampadentro.
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
A Vigília e o Acampadentro se reverteram em grandes bênçãos para a
vida das crianças. Agradecemos a
Deus por essa oportunidade de convivência com nossas crianças.
Testemunho de uma avó, cujo netinho tem dois anos e meio. Ele participou das atividades (só não pernoitou) e quando chegou em casa, no
domingo, após a ED, colocou o
tapetinho no chão, ajoelhou e fez uma
oração agradecendo ao Papai do Céu
“obrigado pelo papai, pela mamãe, pela
vovó, pelo vovô,..,obrigado pela igrejinha”. Com este testemunho verificamos e testemunhamos que a igreja
e o esforço das responsáveis valem a
pena, pois o texto bíblico nos exorta a
trazer à memória o que nos pode dar
esperança – por isso temos que inculcar nas crianças o amor e o temor a
Deus. E só podemos trazer à memória aquilo que foi vivenciado.
Mônica de Morais Silva
Durante os dias 12 a 14 de outubro/07, foi realizado o 38º Congresso
Regional das Sociedades Metodistas
de Homens e Mulheres da 5ª RE, no
campus Taquaral, da Unimep em
Piracicaba, SP. Presentes 116 delegados - sendo, 86 mulheres e 30 homens.
E também seis pastores; oito pastoras; uma representante da Confederação das Mulheres Metodistas, Anita
Araújo Quaglio de Souza (4ªRE) - Secretária de Atas ; o presidente da Confederação dos Homens - Abidênego
Eugênio (3ªRE); a presidente da Confederação Feminina Metodista da
América Latina e Caribe - Jane Eyre
Silva da Mata (5ªRE); além de outros
visitantes e convidados especiais,
totalizando 146 pessoas.
O tema do Congresso foi "Quero
trazer à memória o que me pode dar
esperança" (Lm 3.21).
Com base no tema a comissão organizadora decidiu homenagear "Homens e mulheres valorosos que marcaram o Metodismo em Piracicaba",
produzindo um livreto com a biografia de cada um/a deles/as. Foi elaborado um banner com todos os nomes
e colocado na entrada da sala de reuniões. Cada sala, cada quarto, enfim,
cada aposento, recebeu o nome de
um/a dos/as homenageados/as.
A instalação do Congresso aconteceu às 16h do dia 12, com a palavra
de saudação dos presidentes das Federações, respectivamente, Domingos
de Souza Guimarães Júnior e Tânia
Mesquita Guimarães. Seguiu-se a
aprovação dos regimentos internos, a
nomeação e eleição das comissões e
uma palestra sobre Educação
Ambiental pela irmã Joceli Cerqueira
Lazier. Destacou ela que cuidar do
meio ambiente (água, ar, terra, mar,
florestas, etc) é responsabilidade nossa como indivíduos e como Igreja.
Apresentou os dez mandamentos ecológicos e ressaltou que, se cuidarmos
do meio ambiente onde vivemos, estaremos melhorando-o e preser-
vando-o para que o nosso futuro seja
menos assustador - "Quero trazer à
memória que as coisas podem ser
melhoradas e preservadas".
O culto de abertura foi celebrado
às 20h, na Capela da Universidade.
Na oportunidade o rev. Paulo Dias
Nogueira trouxe a sua mensagem com
base no texto que foi tema do evento,
destacando que embora o profeta
Jeremias vivesse em um período de
desolação e sofrimento para o seu
povo, reconheceu a infinita fidelidade e misericórdia do Senhor e trouxe
uma mensagem de otimismo que incentivou o povo a trazer à memória o
que podia trazer esperança.
As atividades do dia 13, sábado,
iniciaram-se com uma devocional
dirigida pela SD do Distrito de
Piracicaba, Zoé Pedroso Barbosa. Sua
mensagem, centrada em Isaías 40.31,
mostrou a necessidade que temos de,
como a águia, nos recolher e deixar
que o Senhor tire tudo aquilo que nos
impede de caminhar em nosso viver
como cristãos/ãs e deixar que Ele nos
renove para podermos voar como as
águias.
Logo após, a revda. Ângela Maria
Pierangeli, que é psicóloga, fez uma
palestra discorrendo a respeito da
auto-estima. Com a leitura do texto
de 2Co 2. 14-15 ressaltou que, para
sermos o bom perfume de Cristo, devemos ter uma boa auto-imagem, libertando-nos de todas as formas de
complexos, sentimento de pessimismo, raiva, rancor ou inveja. Devemos
ter a certeza de que Deus nos fez na
medida certa para nos usar em Sua
missão e sermos o bom perfume que
a todos atrai. Se Deus nos desafia é
porque precisa de cada um de nós,
exatamente como somos, e, então, nos
capacita, por isso devemos dizer: eisme aqui Senhor, usa-me a mim.
Durante um dos intervalos, a irmã
Solange Guardiano, de Bauru, apresentou o Projeto “Mulher vigia e ora"
- um chamado para a participação
política da mulher, cobrando resultados dos parlamentares-, já aprovado
pela Confederação das SMMs e pelo
Colégio Episcopal.
Houve também uma palavra da redatora da revista Voz Missionária,
revda. Amélia Tavares e de Mariluse
Helena Maia, trazendo uma bela explanação sobre a revista, especialmente
sobre os 78 anos - "Jubileu de Rosas"enfatizando que a missão da Voz é falar bem alto, manifestando a fragrância do conhecimento de Deus espalhando o bom perfume de Cristo em
um mundo em que se espalha tanto o
cheiro de morte.
A presidente da Confederação Feminina Metodista da América Latina
e do Caribe, Jane Eyre, disse que a
Confederação representa 25 milhões
de mulheres e informou também que
a entidade tem cadeira cativa na ONU
e no CEPAL.
Os redatores do Informativo Regional também tiveram uma palavra
explicativa sobre a importância do
periódico como fator de ligação entre
as igrejas. Agradeceram a colaboração que as sociedades têm encaminhado.
Foi apresentado o temário "O Reino de Deus no cotidiano", elaborado
pela Confederação das SMMs, com
sugestões de atividades e reflexões para
o ano de 2008.
Nas plenárias foi mui expressiva a
participação de todos/as, demonstrando o dinamismo e grande interesse dos
congressistas pelas atividades de ambas
as Federações.
Realizadas as eleições para a composição das Diretorias das Federações
para o biênio 2008-2009, ficaram assim constituídas:
Federação das SMHs:
Presidente: Marcos Néri da Mata
(IM da Asa Norte 406 / Brasília)
1º vice-presidente: Nildon Cezar dos Santos
(IM Taguatinga Centro / Brasília)
2º vice-presidente: Roberto da Silva Monteiro
(IM em Campo Grande / MS)
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
reúne as amigas e vizinhas dizendo:
alegrai-vos comigo porque achei a
dracma que eu tinha perdido". Disse,
em síntese, que no decurso da existência vamos perdendo preciosas
dracmas que foram ganhas graças a
uma vida de obediência a Deus, dedicação à Igreja e de uma relação de
amor cristão para com o próximo.
Não devemos esquecê-las e nem
abandoná-las! Temos trocado, às vezes, dracmas preciosas por moedas
podres e desvalorizadas, isto é,
entregamo-nos aos vícios, à malícia,
à maldade, afastando-nos pouco a pouco das coisas de Deus, praticando as
obras da carne, desprezando os frutos
do Espírito e negligenciando o nosso
compromisso com a Igreja. Instou
que devemos procurá-las, diligentemente, com todas as nossas forças e
recursos até encontrá-las, com o auxílio divino e iluminados pela luz de
Cristo.
Após a mensagem enquanto a congregação cantava o hino 404 -"Vamos
nós trabalhar"-, vieram, em
processional, até ao altar, os membros
das diretorias que deixavam o cargo e
também os novos eleitos. Foi emocionante este momento em que o bispo
agradece pelos serviços prestados e ora
pelos membros da diretoria anterior
e num gesto simbólico, significando a
transmissão do cargo, eles abraçaram
os novos membros. Em seguida o bispo passou para a leitura do ritual, dando posse as novas diretorias e intercedendo por elas. Finalizando o culto foi
celebrada a Ceia do Senhor, presidida pelo bispo e auxiliado por todos os
pastores e pastoras presentes.
presentes a se disporem a acolher a
cada um e a cada uma como estão e
também para entregarem as suas vidas, seu caminho e confiarem nesse
Deus que fez a promessa. Ele é fiel e
restaura a tudo e a todos.
Após a devocional passou-se à reunião de planejamento, com uma retrospectiva sobre o que deu certo e o
que precisa ser reestruturado. Foi
apresentado o Planejamento Regional
para o biênio 2008/2009, elaborado
pela Coream e lideranças da Região,
juntamente com o bispo Adonias e
que será apresentado para aprovação
do Concílio Regional. Este é um planejamento com menos datas e compromissos regionais, mas, mais eficiente. Havia muitas reuniões regionais
e distritais e a igreja local ficava tolhida em suas atividades e programações.
Foi estudada a Carta Pastoral "Testemunhar a Graça e fazer Discípulos" é um programa interativo, embasado
no Plano Nacional Missionário. É preciso ter propostas para que a Missão
seja realizada. A nossa Igreja tem fundamento bíblico-teológico e os seus
membros precisam priorizar seus
Marcos Doutrinários. Todo o planejamento será executado em
conexidade com os Ministérios Regionais, Federações e igrejas locais.
O culto de encerramento teve como
mensageiro o bispo Adonias Pereira
do Lago. Em sua mensagem, com
exegese do texto de Lucas 15.8-10 parábola da dracma perdida -, afirmou
que a mulher da parábola, na busca
do que perdera, "acende a candeia,
varre a casa e a procura, diligentemente, até encontrá-la. E tendo-a achado
Secretário de Atas: Hilkias de Arruda Nicolau
(IM Central em Piracicaba/SP)
Secretário de Correspondências: Osvandir de Brito
(IM Joaquim Inácio, Campinas /SP)
1º Tesoureiro: Francisco Gorgonha
(IM Taguatinga Norte / Brasília)
2º Tesoureiro: Marildo José Martins
(Campo Missionário em Sinop/MT)
Federação das SMMs
Presidente: Kátia Regina Santos Torres
(IM Joaquim Inácio, Campinas/SP)
1ª vice-pres.: Maria Ap. de Araújo Cata Preta
(IM em Uberlândia/MG)
2ª vice-pres: Tirza Lemes de Moraes
(IM em Lins/SP)
Secretária de Atas: Elzi César dos Santos Matos
(IM Taguatinga Centro, Brasília)
Secretária de Corresp.: Ivana Garrido Ywane
(IM Joaquim Inácio, Campinas/SP)
Tesoureira: Tânia Mesquita Guimarães
(IM Central em Uberlândia/MG)
A manhã do domingo foi iniciada
com uma inspiradora devocional
dirigida pela SD do Distrito de Campinas, Kátia Regina Santos Torres, já
eleita presidente para o próximo
biênio. Baseou sua palavra no
versículo 5 do Salmo 37. Fez um breve relato do que este texto foi e é uma
verdade em sua vida e na de seus familiares. Num momento em que estava sem direção e muito carente da
presença de Deus foi acolhida por irmãs da SMM da Vila Joaquim Inácio.
Recebida com carinho e amor por
todos/as, apesar de seus problemas,
sentiu-se acolhida como filha por um
Deus que nem conhecia. Ela conheceu o amor de Deus e a Ele se entregou plenamente. Desafiou a todos os
Palavra dos presidentes das Federações
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
"Entrega o teu caminho ao Senhor,
confia Nele e o mais Ele fará" (Sl 37.5)
Este foi o versículo escrito na dedicatória de
minha primeira Bíblia. Em uma linda tarde de quarta-feira, quando a SMM de Vila Joaquim Inácio
dirigia uma atividade conhecida como Tarde da
Bênção, entrei e conheci mulheres que cantavam,
oravam e recebiam todos os que por ali passavam.
Eu e meus filhos, Bruna Luiza e Luan Fernando,
ficamos encantados e permanecemos ali até o
final da reunião. Entendemos então que o Jesus
que elas falavam não era aquele Jesus pregado na
cruz que nós conhecíamos, mas um Jesus vivo
que ouve a nossa voz. Pude ver naquelas mulheres
a perseverança no trabalho do Senhor e a alegria
de servi-lo. Nesta tarde, entramos descrentes e
saímos crentes no Senhor Jesus. Em 7 de março
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
de 1993, fui batizada e recebida como membro,
nesta igreja, pelos pastores Olavo Azevedo e Ednei
Reolon. Comecei a caminhar com as mulheres e,
logo, em 1994, fui ao meu primeiro Congresso, em
Brodósqui, SP. Nesse Congresso conheci muitas
outras mulheres perseverantes de nossa Região.
Apaixonei-me pelo lema "Viver para Servir". É lindo
demais e eu, que já tinha vivido de tudo um pouco,
agora tinha a oportunidade de viver para servir só
ao Senhor. Logo depois comecei a acompanhar a
SD do meu Distrito, hoje revda. Sonedil. Em suas
visitas aprendi muito, principalmente a servir, apesar das circunstâncias. Em 1995, após o Congresso em Goiânia, fui eleita secretária do Grupo de
Apoio aos SÓS e cujos encontros me proporcionaram momentos de grande crescimento espiritual.
E 1997, no Congresso em Franca, fui eleita 2ª
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
tesoureira e passei a entender o quanto é importante manter nossos compromissos com nossas
Sociedades, nossa Região e com a Confederação.
Em 1999, no Congresso em Uberlândia, fui eleita
SD do Distrito de Campinas e conheci a SD de
Piracicaba, Zoé Pedroso Barbosa; então nos tornamos grandes amigas e começamos a fazer nossos
encontros bidistritais, nos quais, juntas, aprendemos muito. Em 2001, no Congresso em Goiânia,
fui reeleita SD e em 2003, no Congresso em Brasília,
fui eleita Secretária da Atas e reeleita SD, conhecendo muito mais o meu Distrito e contando sempre com o apoio do SD, rev. Nicanor Lopes. Nesse
ano tive o privilégio de participar do meu primeiro
Projeto Missionário "Uma Semana para Jesus", em
Barra do Garças, MT, quando recebi a confiança
do então Presidente da Federação de Homens,
Marco Néri, para coordenar os transportes internos
do projeto e assim tenho feito até hoje. Este foi
mais um desafio que amei - colocar em prática as
palavras do apóstolo Pedro "Agora que vocês purificaram a sua vida pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração" (1Pe 1.22). Em
2005 no Congresso, em Birigüi, SP, fiz como diz o
Salmista Davi: "Servi ao Senhor com alegria e
apresentai-vos a Ele com cânticos" (Sl 100.2), assim
aceitei novamente continuar como Secretária de
Atas e SD do Distrito Campinas. Em 2007, no Congresso em Piracicaba, tive uma experiência de que
nunca me esquecerei: redigir a Ata em que consta
o resultado da Comissão de Escrutínio lida pelo
bispo Adonias, que dizia: Kátia Torres eleita presidente da Federação de Mulheres da 5ª Região Eclesiástica. Louvo ao Senhor, pois eu e Zoé trabalhamos bastante para a realização deste Congresso e
foi uma honra para nós trazê-lo para tão pertinho
de nós. Nossos presidentes, Domingos e Tânia,
confiaram em nós e tivemos grande colaboração
de homens e mulheres de Piracicaba, que não mediram esforços para nos ajudar. Agradeço a Deus
que me amou e me ama de forma expressiva, aos
meus filhos que são bênçãos de Deus na minha
vida e também ao meu esposo, Américo, que sempre me apoiou - verdadeiramente “eu e minha casa
servimos ao Senhor". Agradeço também aos meus
intercessores, sr. Brito e sua esposa Iracema, e à
Tânia, minha amada presidente, que sempre foi
exemplo de amor à obra do Senhor. Atos 1:8 diz:
"mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em
Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até
os confins da terra"
Esta é a mensagem: "SER TESTEMUNHA DO
SENHOR JESUS".
Kátia Regina dos Santos Rosa Torres
Presidente da FMM da 5ª RE - 2008/2009
"Quero trazer à memória o que
me pode dar esperança" (Lm 3.21)
Este foi o tema do 38º Congresso Regional da
FMM e da FMH da 5ª RE. Tivemos a alegria de
acolher ali, cerca de 146 pessoas inscritas, representantes de todos os Distritos de nossa amada
Região, inclusive duas, representando o Campo
Missionário de SINOP, MT. A programação se iniciou às 16h, do dia 12, com a instalação do Con-
Testemunhar a Graça e fazer Discípulos
"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como
obreiro que não tem de que se envergonhar, que
maneja bem a palavra da verdade." (2Tm. 2.15)
Essa foi a ênfase do planejamento das atividades dos homens metodistas para o biênio 2008/
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
gresso e a primeira plenária realizada conjuntamente. Foram aprovados os regimentos e nomeadas as comissões, e a seguir ouvimos atentamente
a palavra de Joceli Cerqueira Lazier que ministrou
sobre Educação Ambiental.
Destacamos a celebração de abertura, na sexta-feira, à noite. Foram momentos de emoção quando relembramos os 300 anos do nascimento de
Charles Wesley e cantamos hinos de sua autoria,
ao som do piano e do órgão, conduzidos pelo maestro Umberto Cantoni e Vera Quintanilha Cantoni,
respectivamente, dirigidos pela doce voz da Geni
Rodrigues Camargo. A palavra foi ministrada pelo
rev. Paulo Dias Nogueira e na oportunidade, Anita,
representante da Confederação de Mulheres
Metodistas, saudou os congressistas.
Na manhã do sábado, após a devocional, fomos abençoados pela palavra da revda. Ângela
Pierangeli que falou sobre auto-estima. Em seguida, sob a presidência do bispo Adonias foi realizada a plenária para eleição da Diretoria da FMM,
sendo eleita para presidente Kátia Regina dos Santos Rosa Torres. A plenária da FMH, conduzida pelo
rev. Nicanor Lopes, elegeu para presidente Marcos
Neri da Mata, bem como os demais integrantes da
FMH.
Após o almoço foi realizada uma visita ao Centro Cultural Martha Watts, e, às 16h30, deu-se o
início à plenária que elegeu os demais membros
para a nova Diretoria da FMM.
Após a apresentação dos relatórios, foi escolhida, por votação, a cidade de Jardim, MS, para a
realização do próximo Projeto Missionário "Uma Semana pra Jesus", no período de 11 a 19 de julho de
2008. Os planejamentos, para o próximo ano já
foram analisados, uma vez que toda a nossa Região está empenhada em cumprir a ênfase para o
biênio 2008/2009: Testemunhar a Graça e Fazer
Discípulos/as.
Assim, como presidentes do biênio que se encerra, 2006/2007, a nossa oração é para que os/as
novos/as integrantes das Federações, "...sejam firmes, inabaláveis, e sempre abundantes na obra do
Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho
não é vão" (1Co 15.58), e assim, sejam confirmadas
as obras de nossas mãos.
2009, seguindo a orientação do Colégio Episcopal.
Nesse sentido, homens e mulheres, reunidos no
38º Congresso Regional das Sociedades Metodistas,
tomaram ciência do que a IM espera dos leigos e
leigas, através das de reflexões conduzidas pelo
irmão Domingos Guimarães Jr e pelo bispo Adonias
Pereira do Lago.
Na oportunidade, além de participarem de momentos de edificação do corpo e do espírito, juntamente com as mulheres, os homens, em plenárias, identificaram a necessidade de preparar discípulos, líderes em condições de se colocarem à
disposição para levar avante os projetos da Igreja
de Jesus Cristo. Nós, homens metodistas, precisamos nos capacitar para estarmos na liderança das
Sociedades nas igrejas locais, nos Distritos e na
Região.
Além das eleições das novas diretorias e nomeação dos queridos irmãos para Secretários
Distritais, foi definida a cidade de Jardim, MS,
para a realização do próximo Projeto Missionário
"Uma Semana Pra Jesus". As cidades de Três Lagoas - MS e Jaciara - MT ocuparam, respectivamente, as 2ª e 3ª opções para o Projeto em 2008.
Desde já se espera o irrestrito apoio das lideranças clérigas e leigas, em suas respectivas comunidades, para participarem das atividades sob a
responsabilidade dos homens metodistas, como
aquele concedido ao Projeto Missionário "Uma
Semana Pra Jesus", sob a responsabilidade dos
Grupos Societários.
Que nesse próximo biênio possamos dar mais
de nós para alcançarmos a condição de Homem
Metodista Sempre Pronto Para Servir. Que Deus
possa chamar e capacitar a todos os homens de
nossas igrejas locais para amá-Lo e melhor serviLo.
Marcos Neri da Mata P/Diretoria da FSMH - 5ª RE
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Domingos de Souza Guimarães Júnior
Presidente da FMH 2006/2007
Tânia Mesquita Guimarães
Presidente da FMM 2006/2007
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Jubileu de Rosas – Voz Missionária, 78 anos
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
A nossa querida Voz, revista da mulher metodista comemorou neste
ano seu Jubileu de Rosas.
A data foi comemorada no 3º domingo de setembro, com muita alegria, em todas as Regiões Eclesiásticas.
A SMM em Birigüi, SP, organizou um culto especial, seguindo a liturgia
publicada na Voz. A mensagem ficou a cargo da revda. Suzel Aguiar Gaeti
Barbosa.
Atendendo a solicitação do IR a revda. Amélia Tavares C. Neves, redatora da revista em apreço, enviou a seguinte mensagem para as amadas
irmãs e para todos os leitores em nossa Região.
“A revista completa 78 anos de existência – Jubileu de Rosas. As rosas
nos evocam beleza, cor, perfume. Ela exala um perfume muito agradável e
quando pensamos em perfume lembramos que o perfume tem uma característica especial, está presente sem ser visto. O perfume de uma pessoa
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
permanece no ambiente, mesmo depois de sua partida, trazendo a lembrança do portador da fragrância. Saímos de cena, mas nossos atos e
exemplos permanecem indeléveis na mente e na vida das pessoas. Assim
tem sido com a Voz Missionária, ela tem deixado um rastro do perfume de
Cristo através de suas páginas. Vivemos em um mundo que sente o cheiro
da morte, caracterizado pela violência, poluição, guerras etc. Este é o
tempo para espalharmos o bom perfume de Cristo, para sermos o bom
perfume de Cristo que leva vida e muda a realidade. As edições da Voz
Missionária chegam como um aroma de vida e suas mensagens como bom
perfume de Cristo. Por isto, insistimos, sonhamos e continuamos porque,
com certeza, espalhamos o perfume de Cristo.
Contamos com o apoio dos pastores e pastoras da 5ª RE e de toda a
comunidade metodista para continuarmos espalhando o bom perfume de
Cristo.”
Amélia Tavares - Redatora da Voz Missionária
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
DNTC -
Novembro
01 - Pra. Sonedil de Brito da Silva
02 - Pr. Enéas de Oliveira
02 -Pr. Rui Sérgio Santos Simões
03 - Pr. Oady Aredes
03 - Rev. Levi Cachione
03 - Emanuel Jônata O. de Brito (Pres. FMJ)
04 - Rev. Luiz Ferraz dos Santos
04 - Rev. Jessé Martins de Oliveira
04 - Rev. Hebert Junker Silva
05 - Pr. Mauro Rosa
05 - Pr. Virgílio Cezar Henrique P. Torres
06 - Pr. Sérgio de Oliveira Campos
07 - Rev. Nicanor Lopes
09 - Rev. Efraim Sanches Pereira
09 - Bispo Richard dos Santos Canfield
10 - Rev. Ubirajara de Oliveira
10 - Rev. Edemir Antunes Filho
13 - Revda. Roseli Martins
16 - Rev. Misael Lemos Silva
17 - Pra. Iva Leite Ferreira
18 - Pr. Hermes Schembeck
19 - Rev. Nilson da Silva Jr.
23 - Rev. Sérgio Nascimento dos Santos
27 - Pra. Márcia C. Pereira Zanfranceschi
28 - Rev. Enoch Pereira Borges
Dezembro
01 - Pr. Robson José de Jesus
02 - Rev. Euler de Oliveira Alves de Souza
08 - Pr. Eli Pereira dos Santos
09 - Pr. Hermano Moreira da Silva
12 - Pra. Janice Torquette
18 - Rev. Leônidas da Cruz Machado
18 - Rev. José Carlos das Neves
19 - Pra. Ana de Oliveira Cruz
19 - Rev. Nivaldo Francisco Dias
21 - Pr. Ezequiel Gonçalves Inácio
23 - Tânia Mesquita Guimarães (Pres. FMM)
25 - Pr. Manoel Ferreira
25 - Pr. Wladimir Gustavo Belmudes Rossi
25 - Bispo Paulo Ayres Matos
25 - Pr. Dennis Lucas Campos dos Santos
26 - Pr. João Alves de Sousa
28 - Pr. Geraldo Batista Damasceno
29 - Rev. Júlio César Guevara
30 - Pr. Eliazer Bavaresco Calles
Janeiro
02 - Revda. Josélia Mota. P. Garcia
02 - Pra. Maria Angélica Cruz Mazetti
04 - Rev. Paulo Dias Nogueira
05 - Rev. Guaracy Soares Ribeiro
06 - Pr. Sidney Alexandre dos Santos
07 - Rev. Carlindo Teixeira Alves
08 - Pr. Edson Borges da Silva
10 - Pra. Cerlândia A. Barbosa
20 - Rev. Alexander Christian Rodrigues
23 - Revda. Olívia Regina de Lima Freitas
24 - Revda. Luciana Campos Oliveira Dias
25 - Rev. Edeir Lobo
47 - Rev. Reginaldo José de Andrade
25 - Rev. Ricardo de Souza
26 - Any Elise Capel (Sede Regional)
28 - Bispo Paulo de Tarso Oliveira Lockmann
31 - Bispo Adriel de Souza Maia
Departamento Nacional de Trabalho com Crianças
O DNTC - Departamento Nacional de Trabalho com Crianças da Igreja Metodista - é
um órgão da Coordenação Nacional de Educação Cristã (CONEC) e tem a função de
orientar, capacitar, apoiar e dinamizar o trabalho com crianças nas seis Regiões Eclesiásticas, Região Missionária do Nordeste
(REMNE) e na Região Missionária da Amazônia (REMA).
Tem também a tarefa de ser canal e
porta-voz das crianças e das pessoas que
trabalham com crianças junto à CONEC, à
Coordenação Nacional de Ação Missionária
(COGEAM), aos Bispos e Bispa Metodistas
e a toda liderança e autoridades da Igreja. O
DNTC desafia continuamente a Igreja para
um compromisso mais amplo com as crianças, suas necessidades e anseios. Dessa
forma tem buscado servir ao Senhor e à
Igreja.
www.criancas.metodista.org.br
Nova Coordenadora Nacional de Crianças
Elci Pereira Lima é a nova Coordenadora do
Departamento Nacional do Trabalho com Crianças. É uma jovem preparadísima, sob todos
os pontos de vista, para realizar um maravilhoso trabalho de coordenação nacional junto
às crianças. Além de bióloga é pedagoga e fez
um curso técnico em magistério, com a única
finalidade de preparar-se cada vez melhor para
trabalhar com crianças.
Coordenava o Ministério Regional do Trabalho com Crianças na 3ª Região, quando
recebeu o convite para assumir o Departamento Nacional.
Elci foi paroquiana dos editores do IR, na IM
do Belém, Distrito Central de São Paulo desde
seus últimos anos de criança até à adolescência. Lá estivemos por sete anos e a vimos
desabrochar para o trabalho na igreja. Sempre
foi muito ativa. Temos o maior carinho por
aqueles amados irmãos/ãs, e, em particular
por ela e pela sua família.
Parabéns, querida Elci!!
Ficamos contentíssimos com a sua pro-
moção. Foi Deus que a chamou para este
cargo e Ele estará abençoando o trabalho de
suas mãos.
Por ocasião de sua nomeação, respondendo às nossas congratulações, ela nos enviou
a seguinte mensagem:
Queridos amigos e pastores
Rev.Ivam e revda. Suzel
Graça e Paz!
Muito obrigada. Vocês são pessoas muito
importantes pra mim. Realizaram a minha profissão de fé e me ensinaram a paixão pelo
trabalho na igreja. Será um grande desafio na
minha vida e, realmente, estou em oração para
que possa desempenhar bem a liderança com
as crianças e educadores, com certeza, conto
com as suas orações. (...)
Mais uma vez obrigada, muitas saudades
de vocês!
Eu amo vocês, meus pastores do coração!
Abraços e um grande beijo,
Elci
Nova Coordenadora Nacional de Crianças
Tesouraria Regional
Prezados irmãos e irmãs, tesoureiros/as.
Graça e Paz!
A partir de agora teremos mais uma ferramenta de ajuda para orientar o trabalho da
tesouraria. Estaremos mantendo uma página
em nosso site que será sempre
atualizada. Peço que os irmãos e irmãs estejam sempre buscando e usufruindo das informações e também nos enviando sugestões.
Arquivos da tesouraria disponibilizados em
nosso site (http://5re.metodista.org.br), para
Downloads:
1) RAIS: orientações e preenchimento;
2) modelo de Relatório Financeiro;
3) modelo - Balanço Anual;
4) Circular sobre a Base Regional de Subsídio Pastoral para 2007;
5) Orientações para Preenchimento do Relatório;
6)Orientações para Preenchimento do
Balanço.
Marcelo Gonçalves - Tesoureiro Regional
E-mail: [email protected]
MSN: [email protected]
Falecimento
Dia Mundial de Oração
D. Áurea Batista Brianezzi faleceu dia 23 de setembro/07. Era esposa do rev. Francisco Brianezzi, pastor por muitos anos na 5ª Região. Atualmente ela
morava em uma cidade do Pará, um local de difícil
acesso. Que os/as irmãos/ãs orem e intercedam por
sua família e amigos, pedindo a Deus que console e
conforte os corações dos seus familiares.
Recebemos cartas, em julho e setembro, da irmã Esther Susana Manker Henner,
presidente da Diretoria Nacional do DMO (Dia Mundial de Oração), informando que a
12ª Assembléia do DMO aconteceu em Curitiba, PR, no mês de abril/07. Presentes
mais de 50 participantes vindos de vários estados.
Dia 29 de maio a 06 de junho/07, foi realizada em Toronto, Canadá, a Assembléia
Mundial que teve como tema: “Porei em vós o meu Espírito e vivereis” (Ez 37.14)
A irmã Annete Poitier, das Bahamas, foi eleita a nova presidente mundial.
A diretoria do DMO - Brasil esteve reunida nos dias 2 e 3 de julho/07, em São
Leopoldo, RS, tratando de vários assuntos, e disponibilizou um site para consultas:
www.dmoracao.com.br.
A liturgia para o Culto Anual de 2008 veio da Guiana e foi elaborada por uma
equipe ecumênica.
O tema é: “A sabedoria de Deus proporciona novo entendimento”
Leiam no site acima o histórico da Guiana para se inteirarem do contexto em que
vivem as mulheres guianesas e melhor entenderem o espírito da celebração (está
inserido no livro da liturgia). A liturgia das crianças também está à disposição no site.
Ela nos conclama a ensinar às gerações futuras a importância da oração.
Faça seu pedido de Liturgia da Celebração do Dia Mundial de Oração para 2008,
em 07 de março de 2008, até 1º de fevereiro/08. Acesse o site acima e obtenha as
informações necessárias. O DMO-Brasil completará 70 anos em 2008.
Nascimento
Graça e paz em Cristo Jesus!
Foi pela graça de Deus que no dia 17 de setembro de
2007, às 7h58, pesando 3.315 kg, com 50 cm,
nasceu nosso filho Lucca Berteli.
Somos gratos a Deus por mais essa bênção
alcançada, pois tudo correu bem.
Pr. Ezio Maurício/ Sonia e Gustavo Berteli
IM em Americana novo endereço
Informo o endereço para correspondência: Rua
Osasco, 132 - Pq. Novo Mundo - Americana - SP
CEP: 13467-512 e o fone: (19) 3407-3115
Pr. Ezio Maurício
Natal 2007 - Faça sua parte!
Achei legal a idéia!!
Quer fazer algo diferente este ano no Natal?
Que tal ir à agência dos Correios e pegar uma das 17 milhões de cartinhas de crianças
pobres e ser o Papai ou Mamãe Noel de uma delas?
Fui informada de que há pedidos inacreditáveis. Tem criança pedindo um panetone,
uma blusa de frio para a avó ou material escolar. Deixo a idéia lançada. É só pegar a
carta e entregar o presente em uma agência do correio até dia 20 de dezembro. O
próprio correio se encarrega de fazer a entrega.
DIVULGUEM PARA CONHECIDOS- Vejam este pequeno texto:
Na vida, a gente passa por 3 fases:
- a primeira, quando acreditamos no Papai Noel;
- a segunda, quando não acreditamos; e,
- a terceira, quando somos Papai Noel !!!
Colaboração: pra. Josélia Mota - Campo Missionário de Três Lagoas
Peixoto de Azevedo
Graça e Paz!
Venho por este informar aos amados irmãos e irmãs
que, de terça a sexta feira, no horário das 18h às
18h50, horário de Mato Grosso (sendo no horário de
Brasília, das 19h às 19h50), a IM em Peixoto de
Azevedo, MT, está no ar pela Radio Atual, com o
programa “Cristo é a Resposta”. Endereço eletrônico:
www.noticiadinamica.com.br (ao acessar clique
no ícone Rádio Atual)
pr. Rogério de Jesus Caputi
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
IV Grande Encontro da Mocidade Metodista da 5ªRE
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Graça e Paz!
As Federações de Jovens e Juvenis agradecem a todos/as que
não mediram esforços para que o IV Grande Encontro, que será realizado nos dias 2 a 4 de novembro/07, fosse uma bênção. Agradecemos
aos/às Secretários/as Distritais e seus auxiliares; aos/às pastores/as
pelo apoio e divulgação; à juventude da 5ªRE que ousou mais uma vez,
abraçar o desafio do Senhor para fazer parte desta alegria no servir; às
pessoas de outras Regiões Eclesiásticas e aos queridos
irmãos estrangeiros que participarão do Encontro, que Deus os abençoe ricamente. A todas as pessoas que nos patrocinaram, pedimos ao
Pai que retribua o dobro em suas vidas. Aos preletores, aos palestrantes,
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
aos intercessores, à equipe de apoio, que são pessoas maravilhosas,
a todos/as nossa gratidão. Nossa gratidão à Sede Regional e ao
Informativo Regional pelo apoio e carinho com que atenderam aos
nossos pedidos. Agradecemos também ao bispo Adonias, pela imensa ajuda nas decisões burocráticas e espirituais do Encontro.
Rendemos graças ao Senhor Jesus, a quem servimos, sem o qual
nada poderá ser feito. A Sua presença é tremenda e só temos uma
palavra a dizer: Obrigado Senhor por sua Fidelidade!
No próximo IR, informações sobre o Encontro.
Com carinho,
Federações Metodistas de Jovens e Juvenis da 5ªRegião Eclesiástica
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Carta de Agradecimento à Igreja Metodista
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Lins, 06 de setembro de 2007.
Aos Irmãos Metodistas da Família da
Fé Cristã, Ialenses e Amigos.
Na carta que recebi do dr.B.P. Bittencourt em 12/
03/1996 ele me disse que "... era a Soberana vontade
de Deus, para que juntos partilhássemos de uma história que se escreveu mais com seus esforços, mas
que tem a glória de haver resgatado a Escola e feito
dela, de novo, um testemunho à glória do mesmo
Senhor". Em outro parágrafo disse-me: "Nem sempre
aceitamos o fato de que Deus tem um plano para os
seus filhos, como igualmente tem um plano para as
famílias, para os povos e nações. O Eterno tem um
plano para a Igreja e para suas instituições, como
nossa Escola. Essa é a minha fé; é a inteligência do
que nos tem acontecido aqui". Repetindo suas palavras digo também: que essa é a minha fé; é a inteligência do que nos tem acontecido aqui.
Inicio os meus agradecimentos à Igreja Metodista,
dirigindo-me irrestritamente a todos os metodistas,
em especial, a todos que, de alguma forma, contribuíram efetivamente com a recuperação do IALIM, nestes 27 anos e 8 meses de que participo ativamente na
administração desta Instituição. Porém o meu desejo
é agradecer a todos: metodistas, ialenses e amigos,
indistintamente, incluindo agora aqueles que, afetivamente, acompanharam e estiveram presentes em
espírito com o seu amor, sua esperança e sua fé, mesmo
que longe e distantes da lida, sustentaram seu voto de
confiança na obra depositada em minhas mãos.
Ao manifestar-me com estes agradecimentos à
amada Igreja, volto humildemente minhas lembranças para a pergunta de Jesus, no episódio narrado em
Lucas 17.11 a 19, sobre o que ocorrera após a cura
dos dez leprosos: "Não eram dez os que foram curados? Não houve, porventura, quem voltasse para dar
glória a Deus, senão este estrangeiro?". A pergunta de
Jesus me sugere o pensamento de que se tratava de
um único samaritano entre os dez e que somente ele
voltara para agradecer-lhe a cura, embora fosse cidadão de raça excluída pelos israelitas. Este episódio
sempre foi marcante para mim e me faz compreender e dar graças por todas as coisas, especialmente
quando ocorrem mudanças nos planos de vida por
divergências ideológicas incompatíveis. É com esta
metáfora bíblica que desejo explicar o meu respeito
quanto aos divergentes conceitos sobre a sucessão,
bem como a metodologia aplicada, para o cargo de
Diretor Geral do IALIM. Fatos que não me impedem de
manifestar amplamente meus agradecimentos e minha alegria de a ele ter servido!
Ao agradecer à Igreja Metodista, também apresento meu relatório de Prestação de Contas desde
1985 até abril de 2007, aos responsáveis estatuariamente constituídos, através de um exame de Auditoria Independente, contratada para elaborá-lo, alcançando o tempo de minha dedicação ao IALIM, ao
qual, inclui-se também o tempo que o dr.B. P. Bittencourt
decisivamente contribuiu de forma marcante para o
soerguimento do IALIM, e os anos de 1980 e 1981
quando respondi pela Coordenação Administrativa Financeira.
Por ser metodista nato, sinto-me privilegiado desde
o berço quanto ao aprendizado duma conduta éticocristã, nos parâmetros da fé e da razão, princípios que
sempre exerci como balizadores de minha ética e
moral em qualquer contexto social que me tem acolhido. Também, privilegiado por ter compartilhado
minha experiência profissional, inicialmente com a
Igreja Metodista Central de Campinas, por volta de
1964, atuando nos primeiros procedimentos para o
encerramento do DGP. Colaborei com os primeiros
passos de criação do COGEIME nas suas atuações
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
junto ao Instituto Educacional Piracicabano (onde servi na década de 70 no seu Conselho Fiscal), e no
Colégio Metodista de Ribeirão Preto, além de outras
Instituições, que me permitiram acumular alguma
experiência que contribuíram para vir para o IALIM em
janeiro de 1980. Considero que fatos ligados a minha
conduta ética e cristã me proporcionaram desfrutar
da confiança e da lealdade dos Bispos e de todo o
clero, especialmente de suas compreensões quando
as minhas atitudes, à frente do comando no IALIM,
necessitavam de serem mais enérgicas e austeras,
porém legítimas e legais, o que me permite expor
com minha costumeira modéstia, honestidade e franqueza que:
Sempre houve a alegria de servir! Minha família
e eu dedicamos nosso tempo e energias à causa do
IALIM, pois as renúncias que fizemos em prol desta
meta, durante todo o decurso do tempo a ele dedicado, foram feitas com amor à causa do Instituto Americano de Lins da Igreja Metodista. Em janeiro de 1985
fomos chamados pela segunda vez para servi-lo, num
momento crucial da história da Instituição e sabíamos
que haveria muitas provações pelo caminho. No entanto, lançamos mão do arado e, sem olhar para trás,
todos, minha casa e eu, procuramos fazer o melhor à
sombra do grande guardião que foi o reverendo e
doutor Benedito de Paula Bittencourt, quem nos acompanhou até os idos de 1997.
Sempre disponibilizei os meus esforços com muita
modéstia, voluntariedade e amor à Igreja Metodista,
porque é ela quem tem dado sentido às raízes da
minha vida, expressão que, cotidianamente, repito no
âmbito da minha família, entre todos os colaboradores do IALIM, quando suscita a oportunidade de lhes
dizer, e a muitos de meus amigos, os quais nem
mesmo são metodistas. As mudanças de cores ideológicas e as alternâncias no exercício do Poder Episcopal, após o último Concílio, não abalam o meu
espírito, porque sei em Quem tenho crido e sei que a
Sua Natureza Divina não se subordina às ações do
plano terreno. Afinal, o metodismo é fidelíssimo à
Igreja Triunfante.
Sempre tive a modéstia como norteadora de
minha conduta social e coletiva. Em todo o tempo me
auto-apreciei como pessoa comum, com possibilidade para exercer os trabalhos que vieram às minhas
mãos e que me foram confiados pela Igreja Metodista.
Sempre cri que permaneceria na lida enquanto Deus
permitisse, orientando meu campo de ação pela fé e
pela moral, de acordo com minha capacidade física
e mental, o que é suficiente para me deixar atento às
novas oportunidades para continuar produzindo, onde
e quando elas surgirem.
Sempre mantive a atenção para ver, no desabrochar ou desenrolar dos fatos da educação, a quem
cabe o mérito de cada ação: aos que planejaram,
burilaram, poliram os planos que fizeram a Instituição
recuperar-se e progredir na sua qualidade, chegando
ao estágio em que está hoje; em condição de ótima
aceitação pelas famílias de nossos alunos, econômica e financeiramente equilibrada, atualizada na sua
organização ao ponto de facilitar, a quem recebê-la,
obter informações e dados administrativos e acadêmicos, simplesmente ligando um cabo de rede em
seu computador, situação diametralmente oposta em
todas as áreas de quando a recebi, pois naquela
época, não havia recursos nem mesmo para efetivar
minha contratação. As dificuldades não eram só econômicas e administrativas, porque além da falta de
recursos financeiros não vislumbrávamos a certeza
de vitória, tamanha era sua falta de credibilidade na
comunidade interna e externa e era grotesca a desarticulação no seu sistema de ensino e no projeto de
Escola. Por isso cito funções e organismos sociais
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
sem nomear pessoas, que ocuparam estas funções,
ao longo destes 23 anos e que contribuíram, intensamente ou de algum modo, com fatores positivos para
a redenção do IALIM e suas Unidades Educacionais,
em Lins, Birigui e Ribeirão Preto: Conselheiros, Pastoral Escolar, Diretores, Professores, Funcionários, Alunos e seus Familiares, Comunidades, Prestadores de
Serviços Autônomos, Entidades Conveniadas, Fornecedores e muitos amigos, entre eles os da Associação de Ex-Alunos. Reitero a todos que ocupam e
ocuparam cargos nestas funções os meus mais sinceros agradecimentos em toda sua amplitude, registrando o reconhecimento de que não realizei a obra
sozinho.
Sempre me mantive consciente de que fazer
acontecer um processo educacional e produzir educação é um inesgotável e permanente ato de iniciar,
por isto incorporei, já há alguns anos o pensamento
de John Dewey; "A educação é um processo social,
é desenvolvimento, não é a preparação para a vida, é
a própria vida". O desenvolvimento de um processo
social sempre suscita novas idéias, novas atitudes,
corajosas e otimistas, novas necessidades, novas estruturas físicas, novas estratégias, etc. Esta foi a minha experiência aqui, diferentemente do que muitos
pensam tratar-se de uma repetição rotineira de um
ano letivo após outros anos letivos. Não se deve tratar
a educação como uma dinâmica estacionária à semelhança da roda d'água que gira sempre na mesma
posição e lugar. Isto é muito pouco para falar sobre o
que deixo por fazer e o que deverá ser feito, mas é
suficiente para dizer conscientemente que há muito
por se fazer e que muito se espera nos anos vindouros. Por muitos anos mantivemos o "slogan" em nossas publicidades de sermos "A Escola que se renova".
Não há vaidade e não há falsa modéstia ao dizer
que deixo nada mais do que o testemunho do dever
cumprido, sustentado no pensamento de Albert
Schweitzer: "Dar o exemplo não é a melhor maneira
de influenciar os outros; é a única". Não há, sob
nenhuma hipótese, qualquer anseio de mostrar ou
demonstrar algum valor especial de quem presta contas, pois meu desejo é de que nela seja incorporada
as palavras de Jesus: "... depois de haverdes feito
quanto vos foi ordenado, dizei: Somos servos inúteis,
porque fizemos apenas o que devíamos fazer" (Lucas
17.10). Sempre cri que a bênção divina atingiu o que
procurei modestamente realizar para a glória de Deus,
pois nossas Unidades Escolares prosperaram
patrimonial e academicamente. Ganharam conceito
como Instituições de qualidade, sendo esta a meta
pela qual a Igreja e os que a servem lutam igualmente. A minha atitude de alegria pelo dever cumprido
soma-se ao prazer de sentir-me gratificado pelo trabalho de todos estes anos, enaltecendo o meu humor
profissional neste período de transmissão do Cargo,
alguma vez não bem compreendido.
Quero fazer das palavras do dr. B.P. Bittencourt as
minhas palavras de encerramento: "Nem sempre
aceitamos o fato de que Deus tem um plano para os
seus filhos, como igualmente tem um plano para as
famílias, para os povos e nações. O Eterno tem um
plano para a Igreja e para suas instituições, como
nossa Escola. Essa é a minha fé; é a inteligência do
que nos tem acontecido aqui". Não há outra inteligência que possa superá-la!
Assim, meu caro leitor, membros da Igreja
Metodista, ialenses, autoridades e amigos do IALIM,
aqui vai meu testemunho e minha consciência de
haver feito o melhor.
Na fraternidade cristã, deixo meu adeus e meu
abraço,
Joaquim de Miranda Rosa Filho
Diretor Geral-IALIM
Datas Comemorativas
○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○○○○○
Dia da Bíblia
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para
os meus caminhos” (Sl 119.105).
A Bíblia foi escrita durante um período de 1500 anos,
por mais de 40 autores de todas as camadas sociais. A
celebração de seu dia teve início em 1549, na Inglaterra.
O segundo domingo de dezembro é dedicado à comemoração do Dia da Bíblia. Esta data é comemorada
em cerca de 60 países. Em nossa pátria, no dia 19 de
dezembro de 2001, o presidente da República, Fernando
Henrique Cardoso, sancionou a Lei nº 10.335, instituindo o Dia da Bíblia no segundo domingo de dezembro, em todo o território nacional. “Essa iniciativa nasce do reconhecimento, por parte do Congresso Nacional e do presidente da República, da fundamental importância da Bíblia como base moral da civilização que
estamos construindo no país”, disse o ministro da Cultura, Francisco Weffort.
No Brasil, esta data passou a ser celebrada em 1850,
com a chegada da Europa e dos Estados Unidos dos
primeiros missionários evangélicos que aqui vieram
semear a Palavra de Deus. Durante o período do Império a liberdade religiosa aos cultos protestantes era
muito restrita, o que impedia suas manifestações publicamente. Por volta de 1880 esta situação foi se modificando e o movimento evangélico, juntamente com
o Dia da Bíblia, se popularizou.
Pouco a pouco, as diversas denominações evangélicas institucionalizaram a tradição do Dia da Bíblia,
que ganhou ainda mais força com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, em junho de 1948.
O desafio da Gráfica da Bíblia é produzir 50 milhões de exemplares. Além de produzir para o Brasil, a
SBB exporta seus produtos para 28 países das América, África e Europa.
Site da Sociedade Bíblica do Brasil: www.sbb.org.br
Dia Mundial da Temperança
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Dia 25 de outubro é o Dia Mundial da Temperança.
A data é oportuna para fazer um breve comentário sobre uma das maiores fontes de infelicidade para as famílias, homens, mulheres e jovens: o álcool.
É uma droga psicoativa com elevado potencial para
provocar dependência. A Organização Mundial da Saúde
atribui ao abuso etílico 3,2% de todas as mortes ocorridas no planeta (cerca de 1, 8 milhão de óbitos anuais).
No Brasil, segundo dados da Secretaria Nacional
Antidrogas, 12,3% da população entre 12 e 65 anos
pode ser considerada dependente
A cerveja é a bebida mais consumida entre as pessoas
que têm uma relação problemática com o álcool. Em
segundo lugar estão os destilados, em terceiro o vinho e
em último lugar as bebidas “ïce”. Um número alarmante
de 33 milhões de brasileiros bebem de modo excessivo!
Pesquisa de 2006 revela que 61% dos motoristas
haviam ingerido bebidas alcoólicas antes do acidente.
Anualmente, o trânsito mata no Brasil mais de 35
mil pessoas.
Somente a indústria de cerveja fatura R$ 20 bilhões ao
ano e investe R$ 700 milhões em publicidade. Os beberrões
e viciados são os pobres bobos da corte, que, voluntariamente, dão este fabuloso lucro a quem os prejudica e
mostra-lhes, diariamente, o caminho da desgraça em forma de acidentes, doenças e mortes. A bebida escraviza a
pessoa e passa a prejudicá-la no seu relacionamento familiar, no trabalho e na saúde, destruindo a sua vida por
completo!
Culto de Vigília
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
O Culto de Vigília é uma ocasião sempre esperada com
emoção pelos evangélicos em geral e, especialmente, por
nós, metodistas. São momentos de reflexão e oração, de
gratidão a Deus pelas bênçãos recebidas durante o ano
que termina e súplicas fervorosas pela Sua Divina orientação para o novo ano que se inicia.
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Dia do/a Pastor/a Aposentado/a
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
No 2º domingo do mês de novembro comemora-se o
Dia do/a Pastor/a Aposentado/a. Nesta data homenageamos a todos/as pelos anos de trabalho, de amor e consagração, dedicados a nossa amada Igreja Metodista. Somos gratos por estas vidas e pelas quais devemos sempre
estar intercedendo.
Nós, da Redação do IR, enviamos aos/às queridos/as
colegas aposentados/as as nossas mais cordiais congratulações. Nosso Deus, a quem dedicaram para sempre as
suas vidas, derrame suas copiosas bênçãos sobre todos/
as, juntamente com os seus queridos familiares.
Dia Nacional de Ação de Graças
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
"Graças dou por esta vida, pelo bem que revelou.
Graças dou pelo futuro e por tudo que passou.
Graças pelo azul celeste e por nuvens que há também,
Pelas rosas do caminho e os espinhos que elas têm.
(...)"
Nesta data, todos devemos interromper, por alguns momentos, nossas frenéticas atividades do quotidiano para
agradecer a Deus por tudo que Ele fez, está fazendo e fará
a nosso favor. A gratidão é a maior virtude do ser humano e também uma postura ética, cultural e religiosa.
No Brasil, a idéia de se comemorar este dia, vem desde Joaquim Nabuco, embaixador do Brasil nos EUA, mas
somente no dia 19 de novembro de 1965, foi regulamentada pelo nosso governo.
O Dia Nacional de Ação de Graças é comemorado,
anualmente, na quarta quinta-feira do mês de novembro.
No episódio da cura dos dez leprosos, um deles, "vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta
voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus,
agradecendo-lhe..." (Lc 17.11-19). Na seqüência da narrativa, Jesus perguntou onde estavam os outros nove. Eles
não voltaram para agradecer! Quem acha que não é necessário agradecer uma bênção recebida, não merece
recebê-la.
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Em todos os momentos, e por tudo devemos dar graças a
Deus. O apóstolo Paulo orienta seus filhos na fé, dizendo:
"Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em
Cristo Jesus para convosco" (1 Ts 5.18).
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
verdadeira ‘produção’ de quilombos, sem paralelos com os
dos tempos da escravidão. 120 anos depois da Lei Áurea, o
Brasil produz quilombolas como nunca. A origem desta grande expansão quilombólica está, sem dúvida, no Decreto nº
4.887 de 2003, que, entre outras coisas, estabelece que a
caracterização dos remanescentes das comunidades dos
quilombos será atestado mediante autodefinição da própria
comunidade”.
Hoje, há 3.524 comunidades que pedem títulos de propriedade no País. A Fundação Palmares já oficializou 1.170
delas (oportunamente, quando dispuser de mais espaço, será
feito um comentário mais amplo a respeito do fundamento
legal destas reivindicações).
20 de novembro - Dia da Consciência Negra
○
○
○
Ao ensejo desta data não pretendemos relembrar os motivos de sua instituição nem todas as justas reinvindicações
dos afrodescendentes, pois já o fizemos em outras vezes. Vamos abordar apenas um assunto, atualmente, objeto dos veículos de comunicação: Os Quilombolas.
Quilombo, por definição, é uma comunidade formada e
organizada por escravos africanos fugitivos em luta pela liberdade. Esses redutos foram a base da resistência contra a
escravidão. Em qualquer lugar do Brasil onde prevalecessem
as relações escravistas surgiam quilombos. Dentre eles o mais
famoso foi o Quilombo de Palmares, surgido no estado de
Alagoas. Durou 65 anos e foi destruído em 1695.Os moradores destas comunidades eram chamados quilombolas. O
jornal, “O Estado de São Paulo”, em sua edição de 10/07/
07- A3, comenta que “atualmente no País passou-se a uma
1º De Janeiro - Dia Mundial da Paz
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
O 1º dia do ano é dedicado à confraternização universal.
Que a paz e a harmonia reinem, soberamamente, neste mundo tão carente de compreensão e amor. A guerra é a prova
máxima, irrefutável e incontroversa da rendição, incondicional, do ser humano ao pecado. Roguemos ao nosso Deus e
Pai em favor de todas as nações e, especialmente, por aquelas
que estão em guerra.
CALENDÁRIO REGIONAL DE ATIVIDADES :: NOVEMBRO E DEZEMBRO :: 2007
FEDERAÇÕES DE JOVENS E DE JUVENIS
FMJu | Reunião da Mesa | Objetivo: Realização do Relatório dos Trabalhos efetuados no Biênio (2006/7). | Data: 8 de dezembro | Local: Araçatuba/SP
SEMINÁRIO REGIONAL
Curso para Formação de Evangelistas | Objetivo: Qualificação de leigos(as) na evangelização
Data: mensalmente| Locais: Penápolis/SP; Campinas/SP; Presidente Prudente/SP; Goiânia/GO e Distrito Federal/DF
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Ore pela Paz em todos os idiomas, em nome do Príncipe da Paz
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Primeiro domingo do Advento
Nós, que somos parte da família Metodista Mundial, somos chamados,
nestes dias de tanta insegurança, violência e guerras, a juntar nossas mãos,
mentes e corações, como discípulos do Príncipe da Paz para orarmos pela
paz. Em Mateus 5:9, encontramos a base para nossa busca pela paz: “Bemaventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus”.
O Messias foi anunciado pelo Profeta Isaías como o “Príncipe da Paz”.
Quando nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo veio a este mundo como o
bebê de Belém, o anjo declarou: “Eu trago boas novas de grande alegria para
todas as pessoas”, e o coro celeste cantou: “Glória a Deus... e paz na
terra...”. Nós, que somos seguidores de Jesus Cristo devemos falar e
espalhar a mensagem de paz centralizada na sua mensagem, na sua vida e
no seu ministério.
Vivemos num mundo complexo, preso num ciclo interminável de desentendimentos, conflitos e guerras. Não há respostas simples para perguntas
complexas no que se refere à necessidade de justiça, vista sob diferentes
perspectivas, povos, culturas e nações. A esfera política freqüentemente
falha em seus esforços pela paz. Este é um momento em que os seguidores
de Jesus, devem declarar claramente sua confiança e esperança de que
acreditando no Deus Vivo poderão ter paz no mundo.
“A paz é um objetivo nobre”, escreveu o Presidente Boris Trajkovski, da
República da Macedônia, ganhador do Prêmio Mundial Metodista da Paz,
numa reflexão para o No Cenáculo. Ele citou o Salmo 85.10: “Encontraramse a graça e a verdade, a justiça e a paz se beijaram”, e ele concluiu dizendo
que a paz vem da verdade: “Se nós estivermos realmente interessados em
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
alcançar a paz, a harmonia, a tranqüilidade e acabar com as guerras e suas
conseqüências destrutivas, devemos perseguir a verdade. Apenas quando
nossos corações, mentes e ações estiverem focadas em Jesus Cristo é
que nós construiremos uma paz duradoura.” (No Cenáculo, Maio – Junho
2005, pág.16).
Desta forma, o Evangelismo Metodista Mundial, o Concílio Metodista
Mundial conclama a Família Metodista Mundial a Orar pela Paz, em todas
as línguas, em nome do Príncipe da Paz, no primeiro domingo do Advento,
durante todos os anos do próximo qüinqüênio, começando no dia 2 de
dezembro de 2007. Mantendo o propósito e o ministério deste Concílio e
dos nossos amigos ao redor do mundo, vamos separar um tempo sagrado
para orar fervorosamente pela paz neste mundo e por toda a humanidade.
Juntos oraremos pela:
Paz com Deus em nós mesmos
Paz para nossas famílias e amigos
Paz em nossas igrejas
Paz em nosso bairro, nossa comunidade e em nossa cidade
Paz em nosso país
Paz entre as nações
Paz para toda criação de Deus.
Nossa oração é para que o sino da paz ressoe por todo o mundo.
Evangelismo Metodista Mundial / Concílio Metodista Mundial
Este texto é uma convocação do Concílio Metodista Mundial para que metodistas
do mundo inteiro orem pela paz no primeiro domingo de Advento. Este material está
sendo divulgado pelo Expositor Cristão e no site www.metodista.org.br
Carta PPastoral:
astoral: "A Igreja e a questão dos demônios"
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
A. Introdução: Por que este assunto?
Cresce em nosso meio o número de pessoas convertidas, vindas de cultos dedicados ao diabo, de
centros de umbanda, macumba e outras instituições
religiosas denominadas de "espíritas". Cresce também o número de pessoas oprimidas e dominadas
por espíritos malignos, à semelhança do homem que
se encontrou com Jesus na sinagoga de Cafarnaum
(cf. Mc 1. 21-26). Tem crescido também a identificação por alguns grupos de que comportamentos como
agressividade, erro doutrinário, vícios, linguagem obscena, oposição ao Espírito Santo, nervosismo exagerado, vozes roucas, etc, tratam-se de opressão e
possessão demoníacas.
Esta Carta Pastoral tem o objetivo de esclarecer o
nosso povo, em meio a tantas opiniões, sobre a abordagem bíblico-teológica correta desse tema. Têm se
introduzido em nosso meio práticas e conceitos de
toda ordem, encontrando, em alguns momentos,
nossas igrejas despreparadas para tratar do assunto.
Reconhecemos que esta Carta Pastoral tem limites.
Na verdade ela é uma introdução, mas com orientações claras do que a Bíblia diz, de como a Igreja
Metodista interpreta tal assunto e de como devemos
proceder.
B. A visão bíblica sobre o assunto
No Antigo Testamento, o diabo é identificado pelo
termo satã. Como pessoa, ele é mencionado explicitamente em alguns textos provenientes da comunidade judaica pós-exílica. Tais citações (1Cr 21,1; Zc
3,1-2) são feitas a partir do desenvolvimento teológico, fruto das influências persas no pensamento do
povo de Deus que reconstruiu Jerusalém, o templo e
sua vida social e religiosa na Palestina a partir de seu
retorno de Babilônia.
A outra citação explícita no Antigo Testamento
(Jó 1,6ss) embora apareça em nossas versões bíblicas
de forma a caracterizar nome próprio, por causa das
dificuldades de interpretação vem sempre acompanhada nas Bíblias em inglês, espanhol e alemão, de
uma nota explicativa sobre o termo satã, assinalando
que pode ser também traduzido simplesmente como
"o adversário".
Implicitamente, o personagem malígno está presente em textos como Ex 4,24-26;12. 29 e 2Sm 24,1617, não sendo nomeado, simplesmente por não haver a preocupação teológica de identificar a origem
do mal no período pré-exílico. As ações descritas
nestes textos seriam mais próprias, teologicamente
falando, de um ser devotado ao mal.
A tradição da igreja, inclusive ensinada por João
Wesley, interpretou os textos de Is 14,12-15 e Ez
28,12-15 como a descrição de Satanás, um anjo
criado por Deus, decaído e rebelado contra Deus,
arrastando em sua loucura outros anjos, formando as
hostes infernais.
O Novo Testamento descreve de maneira bem
específica que o confronto com Satanás ou diábolos
é freqüente no ministério de Jesus. Logo após o batismo, Jesus se retira para o deserto para jejuar e orar,
preparando-se para cumprir o seu ministério; ali é
tentado pelo diabo (cf. em Mt. 4. 1-11). O objetivo da
tentação foi provocar Jesus para que ele atendesse
aos apelos do tentador e assim abandonasse o Plano
de Deus.
Temos que levar em conta que Jesus não foi tentado apenas neste seu momento no deserto. Durante
sua vida e ministério a tentação sempre esteve presente: Em João 6. 15 a multidão quer aclamá-lo rei;
em Mateus 16. 1 os fariseus e saduceus pedem um
sinal; em Lucas 11. 16 a multidão pedia um sinal; em
Marcos 8. 32 Pedro repreende Jesus depois de ter
anunciado sua morte na cruz; em João 18. 10, por
ocasião da prisão de Jesus, Pedro usa a espada para
impedir sua prisão; em Mateus 26. 27-28 os soldados
cuspiram e bateram em Jesus e desafiaram-No a
descer da cruz e, em Mateus 27.40, um dos ladrões,
na cruz, desafia Jesus. Estes que tentavam a Jesus
não tinham nenhum compromisso com sua mensagem e com o Reino de Deus. As tentações de Jesus
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
nos apontam as três principais áreas em que os cristãos são tentados pelo diabo:
1) Necessidade física, de subsistência, que todos
têm. Ele sabia que Jesus, depois de tantos dias em
jejum, tinha fome. Então propôs que transformasse
as pedras em pão. Jesus afirma que não só de pão
vivemos, mas da palavra que vem da boca de Deus;
2) Necessidade de sustento para nossa alma, nossas carências emocionais internas. Jesus estava só.
Muitos, em solidão, necessitam de alguém que tenha
interesse por eles, que cuide deles; foi nisso que o
diabo tentou e Jesus respondeu: "Não tentarás o
Senhor teu Deus". Em Deus podemos esperar, confiar, por mais só que estejamos;
3) Necessidade de coisas para a nossa vida, como
roupa, casa, saúde, dinheiro suficiente para a sobrevivência, emprego; então, em cima disto, vem a tentação da cobiça de ter cada vez mais, não importando os meios. Na tentação Jesus ouviu esta proposta:
"Te darei todos os reinos e suas riquezas, se prostrando me adorares". Jesus o repreendeu e o expulsou,
dizendo: "Está escrito: ao Senhor teu Deus adorarás e
só a Ele darás culto".
Jesus ensinou o caminho para que seus discípulos
resistissem a tais tentações:
1) "Vigiai e orai, para que não entreis em tentação;
o espírito na verdade está pronto, mas a carne é
fraca" (Mt). 26. 41). Sem uma vida de oração e
vigilância espiritual o cristão se torna presa fácil nas
mãos do tentador. Pedro advertiu: "O diabo, nosso
adversário, anda em derredor como leão que ruge,
procurando alguém para devorar" (I Pe 5. 8);
2) "Jesus foi guiado pelo Espírito ao deserto. . . ".
Não é possível vencer o adversário na força da carne:
o diabo é espírito e deve ser vencido pela força e
discernimento do Espírito Santo em nós; foi assim
com Jesus e deve ser assim conosco;
3) "Jesus, porém, respondeu: Está escrito. . . ".
Jesus usou, sempre, neste confronto as Escrituras
Sagradas, a Bíblia. A Bíblia é uma arma do crente no
seu confronto com a tentação posta pelo diabo. Devemos ter cuidado e discernimento, pois uma das
estratégias de Satanás é trazer descrédito à autoridade da Bíblia, porque ele sabe que dela vem conselho
e força de Deus. Em todas as reformas em Israel, a
redescoberta da Palavra de Deus foi instrumento básico (II Cr 34. 14-21); o mesmo aconteceu com a
reforma liderada por Lutero;
4) "... esta casta não se expele senão com oração
e jejum" (Mc 9. 29). Esta expressão aponta uma ação
de ataque às cidadelas do diabo na vida de pessoas.
Neste tipo de confronto, o cristão precisa de uma
preparação espiritual, em que entram a oração e o
jejum e a disciplina espiritual.
C. Como a Igreja Metodista
considera este assunto
Vejamos uma das abordagens do rev. João Wesley,
fundador do Metodismo, sobre so confronto com o
diabo e seus demônios. A primeira afirmação contida
no Sermão de Advertência Contra o Sectarismo, onde
Wesley comenta a palavra de Jesus a João, quando
este informava terem proibido alguém de expelir demônios em nome de Jesus, visto este não fazer parte
do grupo de discípulos: "Disse-lhes João: Mestre, vimos um homem que, em teu nome, expelia demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque
não seguia conosco. Mas Jesus respondeu: Não lho
proibais; porque ninguém há que faça milagre em
meu nome e, logo a seguir, possa falar mal de mim"
(Mc 9. 38-39). Vejamos o que Wesley disse: "Quero
mostrar, primeiro, em que sentido os homens e mulheres podem agora expelir demônios, e de fato o
expelem. Para que se tenha um conceito claro no
tocante a este assunto, lembrarei que (segundo os
registros bíblicos) como Deus vive e opera nos filhos
da luz, o diabo vive e opera nos filhos das trevas.
Como o Espírito Santo possui a alma dos bons, assim
o espírito mau possui a alma dos ímpios. Porque o
diabo não é para considerar-se apenas como um leão
rugindo, não meramente como um inimigo sutil que
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
se lança de improviso sobre as pobres almas e leva-as
cativas à sua vontade, mas como o que nelas anda,
que governa as trevas ou a maldade deste mundo
(dos homens do mundo e todos os seus tenebrosos
desígnios e ações), tomando posse de seus corações,
ali estabelecendo seu trono e reduzindo todo pensamento à sujeição. Está continuamente operando nos
filhos da desobediência" 1.
João Wesley estabeleceu duas formas de possessão ou dominação do diabo sobre as pessoas e as
estruturas sociais. Diz ele:
"É, pois, uma verdade inquestionável, que o deus e
príncipe deste mundo ainda possui a todos que não
conhecem a Deus. Somente a maneira pela qual ele
agora os possui difere do processo dos tempos antigos. Então, com freqüência, lhes atormentava o corpo assim como a alma, e isto abertamente, sem
qualquer disfarce; agora, ele lhes atormenta apenas a
alma (salvo raras exceções), e fá-lo tão veladamente
quanto possível. É clara a razão de semelhante diferença; seu objetivo era então levar a humanidade à
superstição, por isso operava tão abertamente quando podia; agora, porém, seu objetivo é induzir-la à
infidelidade, por isso age tão cautelosamente quanto
pode, mais disfarçado se apresenta, mais avassalador
se torna. "2.
1. Wesley, João, Sermões, volume II, pg. 233,
Imprensa Metodista, São Paulo.
2 Wesley, João, Sermões, volume II, pg. 234, Imprensa Metodista, São Paulo.
Assim, muitas outras orientações são dadas por
João Wesley, mas aqui foi apresentado o essencial.
D. Orientações práticas sobre o assunto
1) Não se vence os ataques do diabo com amuletos
e rezas. É muito freqüente a influência mística cristã,
quando se pratica o exorcismo com objetos e rezas
mágicas. Estas práticas são totalmente sem fundamento bíblico, e procedem de religiões pagãs. Assim
também, o uso da Bíblia na cabeça do endemoniado,
ou a Bíblia aberta nos cômodos da casa, por si só, não
produzem efeito algum; o mesmo se dá em relação à
cruz, tão usada em filmes de vampiros e demônios,
não possuem poder por si mesmas. Rezas repetidas
também carecem de eficácia em si mesmas. Esses
ataques se vencem pela fé em Jesus Cristo.
2) A Bíblia recomenda que resistamos ao diabo e
ele fugirá de nós (Tg 4. 7). Esta resistência é um ato
de perseverar na fé redentora em Cristo Jesus, que
veio com poder para destruir as obras do maligno. O
diabo é espírito maligno que não pode ser vencido por
nossa força carnal, mas pela força e poder do Espírito
de Deus que opera em nós e através de nós. Nossa fé
em Cristo, nossa vida verdadeira, íntegra e santa é
algo que o diabo não pode enfrentar. Basta fé, unção
do Espírito de Deus, coragem para enfrentar o diabo,
e ele fugirá de nós. Devemos lembrar que Jesus conferiu essa mesma autoridade sobre espíritos malignos
aos seus discípulos (cf. Mt 10. 1; Lc 10. 17).
3) Nunca, sob hipótese alguma, podemos permitir
que o diabo, ao atormentar uma pessoa, interrompa
nosso culto a Deus. Havendo uma manifestação, não
deixemos que isto vire um show e atrapalhe o culto
que é devido a Deus. Imediatamente, irmãos e irmãs
fiéis e idôneos devem retirar a pessoa oprimida ou
possessa para um lugar reservado, ajudá-la a libertarse da opressão e tratá-la com todo amor e carinho.
Enquanto isso, o culto deve prosseguir normalmente,
valorizando-se a ação da Graça e do Espírito Santo de
Deus e não a experiência de opressão maligna.
4) Devemos distinguir, através do dom de
discernimento do espírito, se a manifestação é de
fato possessão demoníaca, pois há diversas enfermidades psíquicas que produzem reações que podem
ser confundidas com possessão demoníaca. Tal confusão pode ser altamente danosa para a pessoa atingida. Devemos ser humildes e reconhecer que algumas pessoas precisam de acompanhamento profissional de um psicólogo ou psiquiatra. Nesses casos
precisamos reconhecer também que existem paralelamente necessidades espirituais e estas devem ser
Informativo Regional | Nº 65 | novembro e dezembro de 2007
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
tratadas pelo pastor ou pastora em aconselhamento
pastoral.
5) Devemos, ainda, sublinhar a todas as pessoas
que a vitória sobre as forças do diabo se dá através
de uma contínua confissão de pecados e compromisso com Jesus e o Evangelho do Reino de Deus.
As palavras do Wesley, João, Sermões, volume II,
pg. 233, Imprensa Metodista, São Paulo. O apóstolo
João nos dá esta orientação: "Filhinhos, não vos
deixeis enganar por ninguém; aquele que pratica a
justiça é justo, assim como ele é justo. Aquele que
pratica o pecado procede do diabo, porque o diabo
vive pecando desde o princípio. Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.
Todo aquele que é nascido de Deus não vive na
prática de pecado; pois o que permanece nele é a
divina semente; ora, esse não pode viver pecando,
porque é nascido de Deus. Nisto são manifestos os
filhos de Deus e os filhos do diabo: todo aquele que
não pratica justiça não procede de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão " (I Jo 3. 7- 10).
NATUREZA DA CONSULTA: COMPOSIÇÃO DA
CODIAM QUANTO À PARIDADE ENTRE LEIGOS E CLÉRIGOS, DIREITO À FÉRIAS REGULAMENTARES DO MISSIONÁRIO DESIGNADO E REPRESENTATIVIDADE
NO CONCÍLIO REGIONAL DAQUELES DISTRITOS FORMADOS, EM SUA MAIORIA, POR MISSIONÁRIOS
DESIGNADOS.
CONSULENTE:
DISTRITO DO MATO GROSSO DO SUL
Em 21 de julho de 2007 recebi e-mail enviado pelo Presidente da Comissão Regional de
Justiça, Dr. Achile Mario Alesina Junior, nos
termos de sorteio prévio realizado, passando a
incumbênica de analisar a consulta formulada
pelo Distrito do Mato Grosso do Sul, representado pelo Rev. Osvaldo Elias de Almeida.
R E L AT Ó R I O :
Inicialmente alega o consulente que em função das mudanças canônicas ocorridas no último Concílio Geral da Igreja Metodista alguns
pontos estariam à mercê de esclarecimentos,
conforme síntese abaixo:
1) Composição da CODIAM, especialmente
no tocante à paridade e levando em conta que
os aspirantes ao pastorado e presbiterado estão atualmente na condição de leigos;
2) O Missionário Designado, obreiro de dedicação exclusiva não possui direito a férias regulamentares de 30 (trinta) dias?
3) Prejuízo quanto à representatividade no Concílio Regional, com a exemplificação do que
ocorre atualmente nos distritos de Mato Grosso
e Mato Grosso do Sul, tendo em vista que nesses distritos a liderança das Igrejas está, em
sua maioria, sob a responsabilidade de Missionários Designados, estes considerados leigos.
PARECER:
Para fins didáticos, responderei aos
questionamentos conforme ordem formulada.
1) Inicialmente é preciso destacar que nos
termos dos arts. 26, § 3º e 36, § 4º dos Cânones
2007, consta que os(as) aspirantes à Ordem Presbiteral e Pastoral respectivamente, quando nomeados(as) continuam na condição de membros leigos não tendo os mesmos direitos dos (as) Presbí-
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
6) Textos para ler e meditar: Mt 8. 28- 34; Mt 9.
32-34; Mt 10. 1; Mt 12. 22-32; Mt 12. 43-45; Mt 17.
14-21; Mc 1. 21- 28; Mc 1. 32-34; Mc 3. 7-12; Mc 9.
24-29; At 13. 4-12; At 19. 13-17; II Co 10. 3-5; Ef 2. 13; Ef 6. 11-18. Em que áreas da vida Jesus foi tentado
pelo diabo? Quais recursos Jesus utilizou para vencer
as tentações do diabo? Quais as maneiras pelas quais
o diabo atua, segundo João Wesley?
E. Conclusão
Ao concluirmos esta carta pastoral queremos lembrar que a missão primeira da igreja é fazer discípulos
de Jesus Cristo. O trabalho de libertação da opressão
e possessão demoníacas deve ser visto sempre a
partir da perspectiva: permitir que a pessoa possa
fazer uma opção consciente pela fé em Jesus Cristo,
aceite-o como Salvador e Senhor de sua vida, e se
envolva no projeto do Reino de Deus. Essa tarefa, ou
qualquer outra que fizermos em nome de Jesus, não
poderá ser realizada por nossa própria força ou sem
discernimento espiritual.
teros(as) e Pastores(as). Desta forma, encontrandose nessa condição, na composição do Concílio Distrital eles(as) farão parte como leigos(as) e não como
pastores(as) conforme parece crer o consulente. O
art. 115, itens V e VI dos Cânones 2007 estabelece a
composição do Concílio Distrital, não mencionando
que os(as) aspirantes são “pastores(as)”, mas sim
ASPIRANTES. Neste caso a Igreja para a qual tem
sido nomeado(a) terá somente representantes leigos
(as).
Posto isso e respondendo ao questionamento
do consulente, creio sim existir um contra-senso,
mas não uma ilegalidade. Os Distritos que não contam com clérigos em seus quadros vêem-se impossibilitados de cumprir a exigência regimental da 5ª
Região Eclesiástica, com composição limitada de
3 (três) leigos mais o Superintendente Distrital, devendo essa decisão ser remetida ao Revmo. Bispo
Presidente da Região para que avalie a pertinência
de apresentar ao próximo Concílio Regional proposta de alteração do Regimento, sem prejuízo de
outros interessados também provocarem tal procedimento, visto a publicidade da presente decisão e
a liberalidade de oferecimento de propostas no
plenário de nossos Concílios;
2) Para responder à segunda indagação, faz-se
necessário destacar a regulamentação do ministério do Missionário Designado. Os Cânones 2007, no
seu art.15, § 3º, afirma que: “Para atender a eventuais necessidades dos campos missionários locais,
distritais, regionais e nacionais, os(as) evangelistas
podem ser designados/as, mediante votos religiosos, como missionários/as”. Além do mais, existe o
Regulamento da Igreja Metodista para o Ministério de Evangelistas Designados como
Missionários, aprovado pelo Colégio Episcopal em
18 de março de 2003, o que atende a disposição
dos Cânones de 2002 (art. 11,§ 2º), sendo justamente nesse documento, especificamente em seu
item II, “5”, que há previsão de que o Missionário
Designado não faz jus aos mesmos direitos de pastores (as) e presbíteros (as), dentre os quais as
férias, pelo fato de encontrarem-se na condição
de leigos da Igreja.
Portanto, não há que se falar em direito a férias
regulamentares ao Missionário Designado, a não
ser que o Regulamento seja revisto e novas regras
sejam editadas pelo Colégio Episcopal;
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
○
Assim, como pastores e pastoras da Igreja, oramos para que o Espírito Santo continue capacitando
os irmãos e irmãs para o exercício dos ministérios que
Deus tem confiado a cada um e a cada uma.
No amor de Jesus, São Paulo, 5 de agosto de 2007.
Bispo João Carlos Lopes (Pres. CE)
Bispo Luiz Vergilio B. da Rosa (Vice Pres. CE)
Bispo Adonias Pereira do Lago (Secretário CE)
Bispo Adolfo Evaristo de Souza
Bispo Adriel de Souza Maia
Bispa Marisa Freitas Coutinho
Bispo Paulo Tarso de Oliveira Lockmann
Bispo Roberto Alves de Souza
Bispo João Alves de Oliveira Fº
Bispo Josué Adam Lazier
Bispo Geoval Jacinto da Silva
Bispo Nelson Luiz Campos Leite
Bispo Paulo Ayres Mattos
Bispo Richard dos Santos Canfield
Bispo Rozalino Domingos
Bispo Stanley da Silva Moraes
3) Quanto ao último questionamento, que
diz respeito à perda de representatividade dos
Distritos do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
em função da nova regra canônica, tendo a
concordar com o consulente, reforçando que
não só esses Distritos saem enfraquecidos, mas
outras Igrejas que contavam com maior participação nos Concílios Regionais. É fato, porém, que decisões foram tomadas no último
Concílio Geral e, infelizmente, a Igreja deve
assumir o ônus por ela mesmo provocado, pois
respeitados os trâmites nas esferas locais, regionais e geral.
Portanto, os missionários designados, assim como os aspirantes ao pastorado e presbiterado não devem compor o quadro de delegados ao Concílio Regional, tendo em vista a
nova legislação vigente, inclusive quanto ao
rol taxativo de composição do Concílio, nos
termos do art. 93 dos Cânones da Igreja
Metodista – 2007.
É meu entendimento quanto ao teor da
consulta formulada.
Diante da presente DECISÃO, deverá a
Sede Regional da Igreja Metodista da 5ª Região Eclesiástica publicar a presente no próximo Boletim Regional, assim como remeter
cópia via AR ao Rev. Osvaldo Elias Almeida,
que fica desde já responsável pela devida ciência ao Superintendente Distrital do Mato
Grosso do Sul.
Piracicaba, 29 de setembro de 2007.
Dr. André Araujo de Oliveira – RELATOR
PARTICIPARAM DO JULGAMENTO:
Dr. Achile Mario A. Junior (Presidente)
Rev. Osvaldo Elias de Almeida
Rev. Paulo da Silva Costa
Rev. Misael Lemos Silva
VOTOS:
VOTARAM COM O RELATOR:
1 Dr. Achile Mario Alesina Junior
2 Rev. Osvaldo Elias de Almeida
3 Rev. Paulo da Silva Costa
ABSTÊM-SE DE VOTAR:
1 Rev. Misael Lemos Silva
"Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu ... e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz" (Is 9.6).
D
ivinamente inspirado e profundo conhecedor da história e da vida política de sua
época, em magnífico estilo, sete séculos
antes, o profeta Isaías anunciara a vinda
ao mundo do Príncipe da Paz.
Zacarias, no século sexto, profetizara: "... Ele
anunciará paz às nações; o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o Eufrates até à extremidade da terra" (Zc 9.10) e Miquéias, o profeta, no
oitavo século, escrevera: "Ele será a nossa paz" (Mq
5.1).
A paz era ansiosamente desejada, pois o mundo que O precedera era palco de desordens, acirradas discórdias, violências, conflitos e guerras. O
profeta Ezequiel, também no sexto século, advertira: "Faze cadeia, porque a terra está cheia de crimes de sangue, e a cidade cheia de violência" (Ez
7.23).
No hebraico, língua do Antigo Testamento, a
violência é designada pela palavra hamas para caracterizar um ato de extrema crueldade dirigido contra
o ser humano. A violência é uma ação perversa e
manifesta uma atitude ostensiva de oposição a Deus
e à sua Criação.
O nascimento do Menino Jesus em Belém de
Judá foi anunciado aos pastores pelo anjo e saudado por uma multidão da milícia celestial que louvava a Deus e dizia: "Glória a Deus nas alturas e paz
na terra entre os homens a quem ele quer bem" (Lc
2.14).
A presença de Jesus entre os homens é a expressão da benignidade divina que se propõe a estancar a torrente de perversidade e violência, que
procede dos corações alienados de Deus, a destronar o ódio e a entronizar o amor.
O tempo continua a fluir com celeridade, enquanto os séculos e os milênios vão se sucedendo.
Nosso calendário romano já registra o terceiro milênio e o judaico assinala o ano 5778. Impossível
deter o tempo! Novas gerações vão ocupando os
seus espaços e o pecado, crudelíssimo algoz, continua escravizando, em lastimosa progressão,
impiedosamente, o ser humano. As guerras e a
violência de todas as formas e sob todos os pretextos, continuam incontroláveis espalhando pelo mundo inteiro, seus inexoráveis efeitos!
"Homo homini lupus"- O homem é o lobo do
homem - proclama a célebre frase do filósofo inglês, Thomas Hobbes. O homem sempre fez guerra
com a malévola intenção de prejudicar e exterminar
o próximo, se necessário, para satisfazer suas
ambições e egoísmos desenfreados. Desde a antiga Roma até o presente momento histórico já fo-
ram travadas mais de 140 guerras. No século
XX, em diferentes partes do mundo, os homens
já se envolveram em cerca de 36 guerras. As
duas grandes guerras mundiais (1914-18; 193945) respectivamente, deixaram atrás de si um
séquito macabro de dor, desespero, lágrimas,
destruição e morte: 60 milhões de homens, mulheres e crianças foram as vítimas fatais, e, restaram, acima de 100 milhões, os mutilados, feridos, desabrigados e refugiados. A atual guerra
no Iraque já ceifou milhares de vidas, causou
incalculáveis prejuízos materiais ao país e cerca
de US$ 100 bilhões de despesas aos invasores.
Os recursos financeiros gastos com os conflitos
seriam suficientes para dar moradia, alimento e
vida digna para os 850 milhões de famintos que
vivem em condições de penúria e extrema carência no mundo. O crime organizado, para os seus
já conhecidos objetivos, movimenta a fabulosa
soma de US$ 2 trilhões. A insaciável corrupção,
de todos os tipos e dimensões, corre impune em
todas as camadas da sociedade onde encontra
pessoas sem caráter e sem o mínimo de dignidade. A multiforme miséria reinante no mundo não
pode ser atribuída a Deus, mas, unicamente, à
persistente teimosia e estupidez humana.
Indiferentes aos desígnios de Deus, os obreiros da iniqüidade prosseguem em sua obstinada
marcha destruidora. O pecado da desobediência
à lei do amor, consubstanciada na pessoa do
Filho de Deus, permanece presente e atuante
nesta geração. A sagacidade e a astúcia da serpente, mencionada no Gênesis, ainda fascina
enganosamente, ilude e induz os humanos a erro.
O paraíso concebido pela mente de Deus, a criatura o transformou em sanguinária arena de luta
fratricida!
"Si vis pacem para bellum"- se queres a paz
prepara-te para a guerra - era a divisa do poder
político e militar de Roma. As temíveis Legiões
Romanas compostas, em média, por seis mil
legionários cada uma delas, mantinham-se em
permanente prontidão à espreita dos inimigos para
subjugá-los e aniquilá-los em qualquer parte do
mundo. Era o predomínio do império da imposição
e da força.
A divina criancinha nascida na manjedoura,
ao contrário, inaugura o império do amor e da
paz, pois ela é a própria encarnação do amor, "a
revelação do mistério que estivera oculta dos séculos e das gerações" (Cl 1.26). Todos os que
recebem em seus corações esta suprema dádiva
de Deus, que buscam e querem a paz, semeiam-
na, preparam-se para recebê-la e também para levála a outros. Envoltos e seduzidos pelas artimanhas
e ciladas do tentador, homens e mulheres, ainda
não convertidos, não conseguem vislumbrar a luz
do evangelho, do amor e da paz que, na plenitude
dos tempos, fora anunciada aos pastores. A voz
mansa e suave do Príncipe da paz torna-se inaudível
ante o som horrendo e tenebroso da voz do príncipe
das trevas expressa numa pequena discussão, numa
intriga, no sibilar das balas e até no estrondo das
bombas e no troar dos canhões.
Superar toda forma de violência e construir a
paz, entrar e habitar amorosamente nos corações é
o projeto de Deus na santidade dessa criança. Veio
para estabelecer o shalom, preconizado pelo Velho
Testamento e para derrubar o muro de separação
que havia entre a criatura e o Criador. Este termo
hebraico, de natureza abrangente, traz implícito o
sentido de reciprocidade e significa bem-estar, prosperidade, felicidade, saúde, segurança, fraternidade,
harmonia com Deus e paz.
Natal renova o sublime propósito divino de
fraternidade, de reconciliação entre Deus e o homem e do anseio incontido e ardente de felicidade e
paz para todos.
Natal faz vibrar com ternura os nossos corações, e desperta dentro de nós os mais nobres
sentimentos e valores que estavam indolentes e
adormecidos em nosso ser. Tão majestoso gesto
enaltece, dignifica e restaura a condição humana,
ferida e humilhada pelo aguilhão do pecado.
Celebremos, pois, este Natal com hosanas, regozijo, alegria imensa, profundo reconhecimento e
glorificando a Deus nas maiores alturas. Este é o
fato mais extraordinário acontecido na História: a
vinda de Jesus ao mundo para nos salvar no tempo
e na eternidade.
Seja nosso supremo desejo buscar e semear;
semear o amor e colher a paz, inclinando-nos em
adoração, gratidão, reverência e submissão diante
do divino Infante de Belém, Jesus, o Príncipe da
Paz.
Rev. Ivam Pereira Barbosa
Redator do IR - Informativo Regional da 5ªRE
Bibliografia: Diccionario de La Biblia - Barcelona
Editorial Herder - 1963; O Novo Dicionário da Bíblia
- Edições Vida Nova - 2002; Vocabulário Bíblico Aste-São Paulo; Folha de São Paulo, julho/2007; O
Estado de São Paulo, setembro/2007; Vicentino,
Cláudio - História Geral - Editora Scipione- 1977;
Magnoli, Demétrio Martinelli - O mundo contemporâneo - Editora Ática -São Paulo - 1990; Anotações, do autor, em aulas de Latim - Unesp/Franca.
Este Informativo Regional é patrocinado por:
Instituto Americano de Lins - IAL
Rua Campos Sales, 389 | Cep: 16400-055 | Lins/SP | (14) 3533-5500 | www.ial.br
Instituto Noroeste de Birigüi
Rua 9 de julho, 175 | Cep: 16200-060 | Birigüi/SP | (18) 3642-3481 | www.noroeste.br
Colégio Metodista de Ribeirão Preto
Rua Florêncio de Abreu, 714 | Cep: 14015-060 | Ribeirão Preto/SP | (16) 4009-0271| www.colegiometodista.edu.br
Faculdade Metodista de Ciências Humanas e Exatas
Rua 9 de Julho, 175 | Cep: 16200-060 | Birigüi/SP | (18) 3642-3481 | www.faculdademetodista.edu.br

Documentos relacionados

Igreja Metodista :: Quinta Região Eclesiástica

Igreja Metodista :: Quinta Região Eclesiástica tornar novas todas as coisas. O que me anima e renova a esperança é a certeza da presença deste Deus na vida daqueles/as que se apresentam aprovados/as diante dEle, sem terem do que se envergonhar ...

Leia mais

5ªRE . ANO 16 . Nº90 . Janeiro e Fevereiro de 2012

5ªRE . ANO 16 . Nº90 . Janeiro e Fevereiro de 2012 portanto ame e não divida. Não fira, não machuque, e, se alguém fizer isso a você, ame e perdoe, pois certamente irá cancelar o mal com o bem. Em quinto e último lugar, porém não menos importante...

Leia mais

ir 111 - Final - Igreja Metodista

ir 111 - Final - Igreja Metodista toda a 5ª Região, chegou-se à conclusão de que poderíamos avançar no propósito de multiplicação, formando mais uma Região em toda essa vasta e bela Região. Assim foi aprovada pela Coream, em 25 de ...

Leia mais

IR 106-revisão 2.cdr

IR 106-revisão 2.cdr E X P E D I E N T E : Quinta Região Eclesiástica da Igreja Metodista • ANO 17 • Nº106 • NOVEMBRO E DEZEMBRO DE 2014 • Bispo Adonias Pereira do Lago • REDAÇÃO E EDIÇÃO: Rev. Ivam Pereira Barbosa e r...

Leia mais