nocoesgramaticais

Сomentários

Transcrição

nocoesgramaticais
NOÇÕES
GRAMATICAIS
A – ASSISTIR
REGÊNCIA
VERBAL
Q – QUERER
DESEJAR = VTD =
QUERO UM
PRESENTE.
ESTIMAR, AMAR =
VTI = QUERO BEM A
ELE.
P – PAGAR E
PERDOAR
COISA = VTD
ELE PAGOU O SALÁRIO AO
FUNCIONÁRIO.
PESSOA = VTI
PERDOOU OS ERROS AO
AMIGO.
AJUDAR = VTD
A ENFERMEIRA ASSISTE O
MÉDICO.
VER = VTI
ASSISTIMOS AO DEBATE.
VTI – OBEDEÇO ÀS ORDENS
DO CAPITÃO.
CHEGUEI A CAXIAS .
CUSTAR – 3ª PESSOA DO
SINGULAR
CUSTOU-ME ENTENDER O
ASSUNTO.
A - ASPIRAR
RESPIRAR = VTD ASPIRAMOS O
PERFUME FORTE.
DESEJAR = VTI = ASPIRO A UM
CARGO MELHOR.
A - ATENDER
PESSOA – VTD
O MÉDICO ATENDE O PACIENTE.
COISA – VTI
ATENDEU AO TELEFONE.
A - AGRADAR
ACARICIAR – VTD
A MÃE AGRADA SEU FILHO.
SER AGRADÁVEL – VTI O
JOGADOR AGRADOU AO TÉCNICO.
R –RESPONDER
VTI – RESPONDI AO
QUESTIONÁRIO.
V- VISAR
O – OBEDECER
C – CHEGAR
RUBRICAR, MIRAR = VTD
O GERENTE VISOU O DOCUMENTO.
PRETENDER – VTI
VISAVA A UM CARGO DE GERÊNCIA.
I - IMPLICAR =
ACARRETAR = VTD
SUA ATITUDE
IMPLICOU
SUSPENSÃO.
P- PREFERIR
UMA COISA A OUTRA.
PREFIRO ESTUDAR A
TRABALHAR.
OBS = MAIS, ANTES,
MUITO E MUITAS
VEZES – ERRADO.
P - PEDIR = PARA
SUBENTENDE A
PALAVRA LICENÇA.
PEDI PARA SAIR MAIS
CEDO HOJE.
F – FALAR
- QUE
E – ESQUECER
(LEMBRAR)
PRONOME OBLÍQUO - EU ME
ESQUECI DO ASSUNTO.
NÃO TEM PRONOME
EU ESQUECI O ASSUNTO.
P - PROCEDER
REALIZAR = VTI
PROCEDEMOS À
CONVOCAÇÃO DOS
FUNCIONÁRIOS.
TER FUNDAMENTO
SUAS QUEIXAM NÃO
PROCEDEM.
ORIGINAR-SE,VIR DE
ALGUM LUGAR.
MUITAS BRIGAS
PROCEDEM DOS MAUS
TRATOS DE INFÂNCIA.
VERBOS COM
REGÊNCIAS
DIFERENTES,EXIGEM
COMPLEMENTOS
DIFERENTES.
ASSISTI AO FILME E
GOSTEI DELE.
UM MESMO VERBO
JAMAIS VAI TER
COMPLEMENTOS IGUAIS.
INFORMEM –NO O
RESULTADO. - ERRADO
INFORMEN-NO DO
RESULTADO.
INFORMEM-LHE DO
RESULTADO
M –MORAR – RESIDIR
PREP. EM
MOREI EM CAXIAS DO SUL.
N –NAMORAR
VTD - NAMORA PAULA
HÁ TEMPO.
OS VERBOS AVISAR,
INFORMAR, NOTIFICAR,
CIENTIFICAR E CERTIFICAR
ADMITEM 2 CONSTRUÇÕES
AVISEI O RESULTADO AO
ALUNO.
AVISEI O ALUNO DO
RESULTADO.
T – TER – OBRIGAÇÃO.
SIMPATIZAR/ANTIPATIZAR
PREP. DE
TENHO DE ESTUDAR MAIS
TARDE.
PREP.COM
SIMPATIZO COM ADRIANO.
REGÊNCIA NOMINAL
ACESSÍVEL A
ACOSTUMADO A, COM
ADAPTADO A, PARA
AFÁVEL COM, PARA COM
AFLITO COM, EM, PARA, POR
AGRADÁVEL A
ALHEIO A, DE
ALIENADO A, DE
ALUSÃO A
AMANTE DE
ANÁLOGO A
ANSIOSO DE, PARA, POR
APTO A, PARA
ATENTO A, EM
AVERSÃO A, PARA, POR
ÁVIDO DE, POR
BENÉFICO A
CAPAZ DE, PARA
CERTO DE
COMPATÍVEL COM
COMPREENSÍVEL A
COMUM A, DE
CONSTANTE EM
CONTEMPORÂNEO A, DE
CONTRÁRIO A
CURIOSO DE, PARA, POR
DESATENTO A
DESCONTENTE COM
DESFAVORÁVEL A
DEVOTO A, DE
DIFERENTE DE
DIFÍCIL DE

































DIGNO DE
ENTENDIDO EM
EQUIVALENTE A
ERUDITO EM
ESCASSO DE
ESSENCIAL PARA
ESTRANHO A
FÁCIL DE
FAVORÁVEL A
FIEL A
FIRME EM
GENEROSO COM
GRATO A
HÁBIL EM
HABITUADO A
HORROR A
HOSTIL A
IDÊNTICO A
IMPOSSÍVEL DE
IMPRÓPRIO PARA
IMUNE A
INCOMPATÍVEL COM
INCONSEQUENTE COM
INDECISO EM
INDEPENDENTE DE, EM
INDIFERENTE A
INDIGNO DE
INERENTE A
INSACIÁVEL DE
LEAL A
LENTO EM
LIBERAL COM
MEDO A, DE
NATURAL DE
NECESSÁRIO A
NEGLIGENTE EM
NOCIVO A
OJERIZA A, POR
PARALELO A
PARCO EM, DE
PASSÍVEL DE
PERITO EM
PERMISSIVO A
PERPENDICULAR A
PERTINAZ EM
POSSÍVEL DE
POSSUÍDO DE
POSTERIOR A
PREFERÍVEL A
PREJUDICIAL A
PRESTES A
PROPENSO A, PARA
PROPÍCIO A
PRÓXIMO A, DE
RELACIONADO COM
RESIDENTE EM
RESPONSÁVEL POR
RICO DE, EM
SEGURO DE, EM
SEMELHANTE A
SENSÍVEL A
SITO EM
SUSPEITO DE
ÚTIL A, PARA
VERSADO EM
A CRASE = A+ A = NECESSITA VTI
MACETES
À = PARA A
FUI À PRAIA.
À – FEMININO/AO
MASCULINO
FUIA À PRAIA/AO
CAMPO
FACULTATIVA
PECADOS DA CRASE
DEPOIS DE ATÉ
FUI ATÉ À PORTA.
PRONOMES
PRÓPRIOS E
FEMININOS E DE
POSSE.
REFIRO-ME À SUA
IRMÃ.
1- DIANTE DE NOME
MASCULINO
2- DIANTE DE VERBO
3- DIANTE DE ARTIGO
INDEFINIDO
4- DIANTE DE PRONOME
5- PALAVRAS REPETIDAS =
DIA A DIA
6- A NO SINGULAR DIANTE
PALAVRA NO PLUARAL
7- DEPOIS DE PREPOSIÇÃO
DESDE AS
LOCALIDADES
VOU A
= VOLTO DA – CRASE HÁ
= VOLTO DE - CRASE PRA QUÊ?
OBS: LOCALIDADE ESPECÍFICA
= OBRIGATÓRIA
VOU À BAHIA
VOU À ROMA ANTIGA
VOU A CAXIAS DO SUL
PRONOMES
* AQUELE/AQUELA/AQUILO – A
ESTE, A ESTA, A ISTO
* À QUE = AQUELE...
* QUAL
* PRONOME FEMININO SEGUIDO DE
SUBSTANTIVO
* SENHORA SENHORIDA, DONA
CASOS ESPECIAIS
CASA/ DISTÂNCIA
CHEGUEI À CASA DE
LAURA.
TERRA – OPOSIÇÃO A
“AR” E “MAR” – SEM
CRASE
PÁTRIA COM CRASE.
CHEGUEI À TERRA
NATAL DE MADONNA.
REFERENTE À
* QUANTO À, DEVIDO À = AO
* VALE A PENA - NÃO
*FAZER AS VEZES DE -NÃO
*DADO A -NÃO
* HORAS= SUBSTITUÍVEL
POR AO MEIO DIA.
CHEGUEI ÀS CINCO
HORAS.
LOCUÇÃO ADVERBIAL,
PREPOSITIVA, CONJUNTIVA
– À PROPORÇÃO, À
MEDIDA QUE, À NOITE, ÀS
PRESSAS, À ESQUERDA,À
ESPERA DE , À PROCURA
DE. A FIM DE ( NÃO VAI)
OBS: DE INSTRUMENTO
FACULTATIVA – FERIU-SE À
FACA.
OS PORQUÊS

POR QUE – QUESTIONAMENTO – TROCAR POR POR
QUAL RAZÃO, POR QUAL MOTIVO, PELO QUAL,
PELOS QUAIS, POR QUAL.

POR QUE ACREDITA NELA DEPOIS DE TUDO?

VOCÊ NEM SABE POR QUE ELA SUMIU DAQUELE JEITO.

POR QUÊ – EM PERGUNTAS, NO FINAL

VOCÊ ACREDITA NELE, POR QUÊ?

PORQUE – QUANDO SE EXPLICA ALGO

PORQUE ELA É UMA PROFISSIONAL ÉTICA.

PORQUÊ – FUNÇÃO DE SUBSTANTIVO

AFINAL, QUERO ENTENDER O PORQUÊ DE TANTA DESCONFIANÇA.
NOVA ORTOGRAFIA
LÍNGUA PORTUGUESA
Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e
sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos
vela…
Amote assim, desconhecida e
obscura,
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela
E o arrolo da saudade e da ternura!
Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,
Em que da voz materna ouvi: “meu
filho!”
E em que Camões chorou, no exílio
amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem
brilho!
Olavo Bilac (1865 – 1918)
Noelia Duera
A língua portuguesa que amo tanto
Que canto enquanto encanto-me ao ouvi-la
Em cada canto é fala, é riso, é pranto
E nada há que a cale e que a repila.
É essa língua tórrida e faceira
Inebriante e meiga e doce e audaz
Que envolve e enleia a gente brasileira
E quem a utiliza é quem a faz.
É a língua dos domingos, no barzinho
A mesma das segundas, no escritório
A que fala o andrajoso, no caminho
E o cientista, no laboratório.
É a mesma língua, embora evoluída,
Que veio de outras terras com Cabral
Escrita por Caminha, foi trazida
Na descoberta do Monte Pascoal
Não há quem fale errado ou fale mal
De norte a sul, é belo o que é falado
Na língua de Brasil e Portugal.
Para julgar quem fala certo ou fala errado
Não há no mundo lei, nem haverá:
Quem faz da fala língua, é quem a fala
Gramática nenhuma a calará
Gramático nenhum irá cegá-la!
Oldney Lopes
Noelia Duera
NOVA ORTOGRAFIA – ACENTUAÇÃO
•
CAI ACENTO = DITONGOS ABERTOS “EI” E “OI” EM
PAROXÍTONAS.
ASSEMBLÉIA = ASSEMBLEIA/ HERÓICO = HEROICO
•
AS OXÍTONAS PERMANECEM – CHAPÉU, DÓI, ANÉIS, HERÓI.
DITONGO EU PERMANECE IGUAL – VÉU, RÉU, ARRANHA-CÉU
CAI ACENTO CIRCUNFLEXO DO HIATO “EE” DOS VERBOS
LER,DAR ,CRER E VER E DERVIVADOS
CRÊEM = CREEM/ DESCREEM, LEEM,RELEEM,VEEM,DESDEEM.
PERMANECEM OS ACENTOS QUE DIFERENCIAM OS VERBOS
TER E VIR E DERIVADOS.
ELE TEM, ELES TÊM/ ELE PROVÉM,ELES PROVÊM
•
CAI O ACENTO CIRCUNFLEXO DO HIATO FINAL “OO”
ABENÇÔO = ABENÇOO/ENJOO, PERDOO, ENTOO,MOO,VOO
•
CAI O ACENTO NAS PAROXÍTONAS COM “I” E “U” TÔNICOS
PRECEDIDOS DE DITONGO
BAIÚCA – BAIUCA/ FEIÚRA – FEIURA/ CAUÍLA- CAUILA/ PIAUÍ/GUAÍBA
NOVA ORTOGRAFIA
•
– HÍFEN COM PREFIXOS
SEMPRE NOS PREFIXOS - ALÉM/ AQUÉM/ RECÉM/ SEM/ PRÉ/
PRÓ/ PÓS/ EX/ VICE/ GRÃO/GRÃ/ SOTA/SOTO
ALÉM-MAR, AQUÉM-FRONTEIRAS, EX-ALUNO,EX-VICE-DIRETOR, GRÃ-BRETANHA, GRÃO-MESTRE, PÓS-GRADUADO, PÓS-OPERATÓRIO, PRÉ- CONTRATO, PRÉ-DATADO,PRÓ-ALIADO, PRÓ-SAÚDE, RECÉM-CASADO,SEM-TERRA, SEM-VERGONHA, SOTA-COCHEIRO, SOTO-PILOTO, VICE-MINISTRO.
•
QUANDO O RADICAL INICIA POR H
ANTE-HISTÓRICO, ANTI-HERÓI, ANTI-HORÁRIO, ARQUI-HIPERBÓLICO,
AUTO-HIPNOSE, BEM-HUMORADO, CONTRA-HARMONIA, ENTRE-HOSTIL,
EXTRA-HOSPITALAR, HIPER-HIDRATAÇÃO, INFRA-HEPÁTICO, INTER-HEMISFÉRICO, INTRA-HISTÓRICO, MAL-HUMORADO, MINI-HOTEL,
MULTI-HORÁRIO, NEO-HEBRAICO,PAN-HELÊNICO, PROTO-HISTÓRICO,
PSEUDO-HERMAFRODITA, PSEUDO-HIPÓTESE, SOBRE-HUMANO,
SÓCIO-HISTÓRICO, SUB-HEPÁTICO, SUPER-HOMEM,SUPRA-HUMANO,
ULTRA-HONESTO.
NOVA ORTOGRAFIA
•
- ACENTUAÇÃO
CAI O ACENTO DIFERENCIAL
MAS VOCÊ NÃO PÁRA ( ANTES) PARA ( AGORA) QUIETO!
ELE SE PÉLA (ANTES) PELA (AGORA) DE MEDO.
EXISTEM PÊLOS (ANTE) PELOS (AGORA) NO SOFÁ.
ELE MORA NO PÓLO(ANTES) POLO (AGORA) NORTE?
A PÊRA (ANTES) PERA (AGORA) ESTAVA DELICIOSA.
VOCÊ CÔA (ANTES) COA (AGORA) O CAFÉ?
PERMANECE NAS PALAVRAS PÔDE E PÔR
ONTEM ELE NÃO PÔDE./ HOJE, PODE?
ONDE VAI PÔR ISSO?/ VENHA POR AQUI,POR FAVOR!
•
FACULTATIVO FÔRMA
A FÔRMA/FORMA DE BOLO//VOCÊ SE FORMA QUANDO?
DE QUE FORMA FAZ ISSO?
•
NÃO SE ACENTUA O U DOS GRUPOS GU E QU
APAZIGUE, ARGUI, ARGUEM, AVERIGUE, REDARGUIS
NOVA ORTOGRAFIA
•
– HÍFEN COM PREFIXOS
QUANDO A ÚLTIMA LETRA DO PREFIXO E A PRIMEIRA DO
RADICAL FOREM IGUAIS
ANTI-INFECCIOSO, ARQUI-INIMIGO, CONTRA-ARGUMENTO, EXTRA-ABDOMINAL,HIPER-REATIVO, HIPER-RESISTENTE, INTER-RELACIONADO, MICRO-ONDAS, MULTI-IMERSÃO,SEMI-INTERNATO,
SOB-BOSQUE,SUB-BASE, SUL-LATINO, SUPER-REALIDADE, SUPER-ROMÂNTICO, TELE-ENTREGA, TELE-EDUCAÇÃO.

PREFIXOS AB, AD, OB, SOB SEGUIDOS DE B, D,H E R.
AB-ROGAR, AB-REAÇÃO, AD-RENAL,OB-REPÇÃO,OB-ROGAR.

PREFIXO SUB SEGUIDO DE RADICAL QUE INICIA POR R, H E B.
SUB-REGIONAL,SUB-HUMANO, SUB-BRASILEIRO.
•
PREFIXOS CIRCUM E PAM QUANDO O RADICAL INICIA POR
VOGAL, “H”, “M” OU “N”
CIRCUM-ESCOLAR, CIRCUM-HOSPITALAR, CIRCUM-MURADO, CIRCUM-NAVEGAR, PAN-AMERICANO, PAN-HISPÂNICO, PAN-MÁGICO, PAN-NEGRITUDE.


•
EXEMPLOS SEM HÍFEN = MALCHEIROSO, MALCOMPORTADO,
MALNASCIDO, MALPASSADO, MALRESOLVIDO, MALTRABALHADO,
MALVESTIDO, MALGOVERNADO, MALFEITO, MALJEITOSO, MALSOANTE.
MAL COM O SENTIDO DE DOENÇAS ESCREVE-SE COM HÍFEN: MAL-CANADENSE (SÍFILIS), MAL-DE-AMORES, MAL-DE-GOTA,MAL-DOS-CHIFRES, MAL-MORFÉTICO.
O ADVÉRBIO BEM COM RADICAL INICIADO POR VOGAL E H
E EM ALGUNS CASOS DE CONSOANTE (DÚVIDAS – DICIONÁ)
BEM-HUMORADO, BEM-NASCIDO, BEM-CRIADO, BEM-AVENTURADO,
BEM-ESTAR, BEM-DITOSO, BEM-FALANTE, BEM-MANDADO, BEM-SOANTE, BEM-VISTO.
•
NÃO SE EMPREGA HÍFEN QUANDO O PREFIXO TERMINA POR
VOGAL E O RADICAL INICIA POR “S” OU “R”.
– DOBRA-SE O S OU O R.
ANTERREPUBLICANO, ANTESSALA, ANTIRREAL, ANTISSOCIAL,
ARQUIRROMÂNTICO, ARQUISSECULAR, AUTORRETRATO, AUTOSSERVIÇO,
CONTRARREGRA, CONTRASSENSO, CORREDATOR, CORRESPONSÁVEL,
COSSEGURO, EXTRARREGULAR, EXTRASSENSORIAL, INTRARRACIAL,
INTRASSÔNICO, MINIRREBOQUE, MINISSAIA, NEOSSOCIALISTA,
NEORREPUBLICANO, PROTORRELIGIÃO, PSEUDOSSIMETRIA, PSEUDORREAÇÃO,
SEMIRRETA, SEMISSOBERANIA, SOBRERRODA, SOBRESSINAL, SUPRARRENAL,
SUPRASSOLAR, ULTRARRÁPIDO, ULTRASSENSÍVEL.
NOVA ORTOGRAFIA
•
– HÍFEN COM PREFIXOS
NÃO SE UTILIZA HÍFEN QUANDO O PREFIXO TERMINA POR
VOGAL E O RADICAL INICIA POR VOGAL DIFERENTE.
AUTOACUSAÇÃO, AUTOANÁLISE, AUTOESCOLA, AUTOESTIMA,
AUTOINFECÇÃO, AUTOINDUÇÃO, BIANUAL, BIATLETA, BIOENERGIA,
BIOVULADO, COAUTOR, COAVALISTA, COEDIÇÃO, COEDUCAÇÃO,
CONTRAEMBOSCADA, CONTRAESTIMULAÇÃO, CONTRAINDICAÇÃO,
CONTRAINFORMAÇÃO, CONTRAOFERTA, CONTRAOFENSIVA,
EXTRAESCOLAR, EXTRAOFICICIAL, EXTRAUTERINO, INFRAESTRUTURA,
INTRAESTELAR, INTRAUTERINO, MICROANÁLISE, NEOELEITORADO,
NEOIRLANDÊS, PROTOIMPRESSOR, PSEUDOAROMA, SEMIOVAL
RETROESCAVADEIRA, SUPRAORBITAL, ULTRAOBSCURO.

PREFIXO CO- AGLUTINA-SE EM GERAL MESMO INICIADO POR
“O” E RADICAL INICIADO POR “H”
COOBRIGAÇÃO, COOCUPANTE, COORDENAR, COOPERAR,
CO-HERDEIRO, CO-HOMENAGEADO.
NOVA ORTOGRAFIA
•
– HÍFEN COM PREFIXOS
NOS DEMAIS CASOS, NÃO SE EMPREGA HÍFEN. QUANDO O
PREFIXO TERMINAR POR VOGAL E O RADICAL INICIAR POR
CONSOANTE DIFERENTE DE “H”, “R” E “S”.
AEROTROPIA, AMBIDESTRO, ANEMOFOBIA, ANFITEATRO, ANGIOTROPIA,
ARTEREOGRAFIA, ARTROLOGIA, ARQUEOGRAFIA, AUDIOVISUAL, AURICULIFORME,
BACTERIOFAGIA, BINACIONAL, BRAQUICÉFALO, CARDIOPATIA, CEFALOGRAMA,
CEREBROMETRIA, CERVICOFACIAL, CICLOFALIA, CISTOCELE, CITOMETRIA,
CRONOFOTOGRAFIA, EGOCENTRISMO, ELETROCARDIOGRAMA,
ENDOVENENOSO,EPIGLOTE, EQUIDISTANTE, ESFEROMETRIA, ETNOLINGUISTA,
FARINGOLARINGITE, FISIOTERAPIA, FOTOCENTRISMO, GLOSSOLOGIA,
GEOLINGUISTA, GRAFOTÉCNICO, HANGIOTERAPIA, HEMODIÁLISE,
HEPTACAMPEÃO, HETERONÍMIA, HIDROFOBIA, HIPERATIVO, HIPODERME,
IDEOLETO, INTRAMUSCULAR, JUSTAPOSIÇÃO, MACROMERCADO, MEGAFONE,
MEGALOMANIA, MINIMERCADO,MICROMERCADO, MORFOLOGIA, MULTINACIONAL,
NECROLOGIA, NEUROLINGUISTA, ONIPRESENTE, OFTALMOMICROSCÓPICO,
ORTOMOLECULAR, PARANORMAL, PENTACAMPEÃO, PREDISPOSIÇÃO, RADIOTÁXI,
QUADRIMESTRE, SOCIOLINGUÍSTICA, SOCIODISCURSIVO, SUPRACITADO,
SUPRAPARTIDÁRIO, TELENOVELA, TETRACAMPEÃO, UNIDERICIONAL,
XILOMANCIA, ZOOMORFIA.
O USO DO HÍFEN – OUTROS CASOS
•
COM SUFIXOS AÇU, GUAÇU, MIRIM
AMORÉ-GUAÇU, ANAJÁ-MIRIM, CAJÁ-AÇU, CAPIM-AÇU,TAMANDUÁ-MIRIM
•
HÍFEN NAS TRANSLINEAÇÕES
----------------------------------------------------------------------------------------------------MICRO-ONDAS--------------------------------------------------------------------------------------------------•
COM PRONOMES ÁTONOS ( ÊNCLISES E MESÓCLISES)
OUÇAM-ME, PEÇO-LHE , ENVIAR-LHE-EMOS , VIVE-SE.
•
COM PALAVRAS COMPOSTAS
ESPÉCIES BOTÂNICAS = BOCA-DE-LEÃO, ERVA-MATE, COUVE-FLOR, ABÓBORA-MENINA, ERVA-DOCE, PATA-DE-VACA,BICO-DE-PAPAGAIO. BICO DE PAPAGAIO ( DEFORMAÇÃO NAS VÉRTEBRAS).- SEM
ESPÉCIES ZOOLÓGICAS = ANDORINHA-DO-MAR, BEM-TE-VI,
COBRA-D’ÁGUA, LESMA-DE-CONCHINHA,POMBA-ROLA,URUBU-REI,
OLHO-DE-BOI. OLHO DE BOI ( ESPÉCIE DE SELO).
•
PALAVRAS IGUAIS OU QUASE IGUAIS SEM ELEMENTO DE
LIGAÇÃO. RECO-RECO, TICO-TICO, PINGUE-PONG,
PEGA-PEGA, ZIGUE-ZAGE, TIQUE-TAQUE,BLÁ-BLÁ-BLÁ, ZUM-ZUM.
•
NÃO SE USA HÍFEN EM COMPOSTOS COM ELEMENTOS DE
LIGAÇÃO. DIA A DIA, PÉ DE MOLEQUE, PONTO E VÍRGULA, CARA DE
PAU,CAMISA DE FORÇA, FIM DE SEMANA,OLHO DE SOGRA,LEVA E TRAZ,
FAZ DE CONTA, COR DE BURRO QUANDO FOGE, DEUS NOS ACUDA.

EXCEÇÕES = ÁGUA-DE-COLÔNIA, ARCO-DA-VELHA, COR-DE-ROSA, MAIS-QUE-PERFEITO, PÉ-DE-MEIA, AO DEUS-DARÁ, À QUEIMA-ROUPA.
•
PALAVRAS LIGADAS POR ARTIGOS = BAÍA-DE-TODOS-OS-SANTOS, ENTRE-OS-RIOS, TRÁS-OS-MONTES,MONTEMOR-O-NOVO.
•
USA-SE HÍFEN QUANDO UMA PALAVRA TEM APÓSTROFO.
GOTA-D’ÁGUA, COBRA-D’ÁGUA, PÉ-D’ÁGUA.
•
PREFIXO MAL ANTES DE VOGAL, H E L.
MAL-HABITADO, MAL-ACABADO, MAL-ELABORADO, MAL-LEGADO.
•
TOPÔNIMOS ( NOMES DE LUGARES) INICIADOS POR VERBO
ABRE-CAMPO, PASSA-QUATRO,QUEBRA-COSTAS, TRINTA-FORTES.
•
PALAVRAS COMPOSTAS POR JUSTAPOSIÇÃO (DÚVIDA - DICI)
AFRO-ASIÁTICO, AFRO-LUSO-BRASILEIRO, ALCAIDE-MOR,AMOR- PERFEITO, ANO-LUZ, ARCEBISPO-BISPO, ARCO-ÍRIS, AZUL-ESCURO,CONTA-GOTAS, DECRETO-LEI,
ÉS-SUDESTE,FINCA-PÉ, GUARDA-CHUVA, GUARDA-NOTURNO, LUSO-BRASILEIRO,
MATO-GROSSENSE, MÉDICO-GIRURGIÃO,NORTE-AMERICANO, PORTO-ALEGRENSE, PRIMEIRO-MINISTRO, PRIMEIRO-SARGENTO, RAINHA-CLÁUDIA,
SEGUNDA-FEIRA, SUL-AFRICANO, TENENTE-CORONEL, TIO-AVÔ, TURMA-PILOTO.

EXCEÇÕES: MANDACHUVA, PARAQUEDAS, PARAQUEDISTA, GIRASSOL,
MADRESSILVA, PONTAPÉ.
•
ENCADEAMENTOS VOCABULARES OCASIONAIS
PONTE RIO-NITERÓI, RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO, COMÉRCIO
MERCOSUL-UNIÃO EUROPÉIA, ENSINO-APRENDIZAGEM.
O USO DA TREMA
•
NÃO SE EMPREGA MAIS NO GRUPO QU E GU
AGUENTE, BILINGUISMO, CONSEQUÊNCIAS, DELINQUENCIA,
ELOQUENTE, ENXÁGUE,PINGUIM, TRANQUILO, QUINQUÊNIO,
SEQUESTRO.LINGUÇA, SAGUI.
PERMANECE = MÜLLER,MÜLLERIANO.