MASTERCLASS – CURRÍCULOS DOS PALESTRANTES: Marcelo

Сomentários

Transcrição

MASTERCLASS – CURRÍCULOS DOS PALESTRANTES: Marcelo
MASTERCLASS – CURRÍCULOS DOS PALESTRANTES:
Marcelo Gomes
É Cineasta, nascido em Recife, em 1962, teve seus primeiros contatos com o cinema
como participante de um cineclube que criou em sua cidade natal. Em 1991, ganhou
uma bolsa para estudar cinema na Universidade de Bristol, Inglaterra. Dois anos
depois, voltou ao Brasil e fundou a produtora Parabólica Brasil, onde realizou curtas e
vídeos ao lado de Adelina Pontual e Cláudio Assis. Em 1995, dirigiu o curta-metragem
"Maracatu, Maracatus", que recebeu os prêmios de melhor filme, ator e som no
Festival de Brasília. Em 2002, foi corroteirista do longa-metragem "Madame Satã", de
Karim Aïnouz. Em 2005, lançou seu primeiro longa-metragem, "Cinema, Aspirinas e
Urubus", selecionado para a mostra "Um Certo Olhar" do Festival de Cannes. Desde
então, escreveu roteiros de vários filmes e dirigiu longas-metragens selecionados para
mostras internacionais e premiados em festivais nacionais. Em 2012, dirigiu e
roteirizou "Era uma vez eu, Verônica", filme vencedor de sete prêmios no Festival de
Brasília do Cinema Brasileiro do ano, incluindo os Candangos de melhor filme, roteiro,
fotografia (para Mauro Pinheiro Jr.) e trilha sonora.
François Sauvagnargues
É Diretor Artístico do Festival Internacional de Programas Audiovisuais de
Biarritz – FIPA. Entre vários projetos para televisão, é produtor da série "Carlos",
dirigida por Olivier Assayas, que estreou em 2010 no Canal+, e também de "L'Affaire
David Kelly" e "The Promise", ambos de autoria de Peter Kosminsky pelo Channel
4. Foi Coordenador da Oficina franco-brasileira de Roteiro no Festival Varilux de
Cinema
Francês. Começou sua carreira na Société Française de Production. Em 1984, ele se
juntou à France Media International, onde ocupou sucessivamente várias posições no
âmbito dos programas de vendas e co-produção para televisão pública. Em 1992,
foi Diretor do Departamento de Ficção na ARTE France, onde contribuiu para a
produção de mais de 400 filmes e séries produzidos para a televisão.
Lars Lundström
Sueco, é autor da série "Real Humans", que estreou na Suécia em 2012, chegando ao
Brasil em janeiro deste ano pelo canal HBO Max, e já está na segunda temporada. A
série "Real Humans" faz parte de um conjunto de inovadoras produções audiovisuais
para tv e contribue para a construção da nova cena de realizações nesta área na
Suécia e no mundo. Lars também é criador e roteirista das séries: "Wallander" (20082010), "Labirinto" (2007), "Poliser" (2006) e "Tusenbröder" (2000-2007). É sócio da
Produtora Matador Film, junto com o produtor Henrik Widman, especializada em séries
para televisão. Ainda lecionou na Berghs School of Film & Communication e
na Swedish Academy for Dramatic arts em Estocolmo.