Cristiano da Matta diz estra pronto para acelerar

Сomentários

Transcrição

Cristiano da Matta diz estra pronto para acelerar
velocidadesemlimite.com
Cristiano da Matta diz estra pronto para acelerar
Em entrevista ao site do Terra, o Campeão da Fórmula Indy em 2002 e com passagem pela equipe Toyota de Fórmula 1, o
mineiro Cristiano da Matta diz que busca uma nova guinada em sua carreira. Totalmente recuperado de um gravíssimo
acidente sofrido durante um treino há dois anos, o piloto busca um "emprego" na temporada 2009 do automobilismo
mundial.
A vida de Cristiano por pouco não foi interrompida em agosto de 2005. Na ocasião, ele testava no circuito de Elkhart
Lake quando se chocou contra um cervo que invadiu a pista. Ele teve que passar por uma cirurgia de retirada de um
hematoma da cabeça e passou vários dias na UTI do hospital. Porém, gradativamente foi melhorando e hoje está
totalmente recuperado. A volta às pistas se deu este ano, quando ele participou de duas etapas da Grand-Am Series
(Laguna Seca e Salt Lake City), nos Estados Unidos. "Não deu nem para sentir o gosto direito ainda", brincou o piloto,
que está no Brasil para participar das 500 Milhas da Granja Viana, evento de kart promovido por Felipe Massa. "Vou
tentar ver se, no ano que vem, arrumo algo direitinho, mas por enquanto não tem nada certo, só um monte de coisinha
que pode ser", explicou. A possibilidade maior é a de ele permanecer na Grand-Am, onde inclusive fez um teste na
última terça-feira no circuito de Daytona. Mas ele evita falar com otimismo sobre o assunto. "Eu estou em uma fase que,
depois de um ano correndo muito atrás do negócio, se me oferecerem uma corrida de bicicross, de patins, de qualquer
coisa, eu estou aceitando. Não tenho frescura não", afirmou o bem-humorado piloto. O sonho é voltar a correr de
fórmula, mas o próprio Da Matta admite que esta é uma possibilidade remota. "Seria o ideal, mas verdade é que eu estou
com 35 anos e sou considerado meio velhinho para fórmula. Mesmo se voltar, teria no máximo uns quatro anos de
carreira nessas categorias", explicou o piloto. "Se eu quiser continuar correndo muito tempo tenho que ir para protótipo,
GT, qualquer coisa desse tipo", destacou. Cristiano assegura que não tem nenhum medo de voltar a correr em altas
velocidades. "O que aconteceu foi uma fatalidade. Não foi algo no qual eu errei a freada ou que a suspensão quebrou...
Foi uma coisa com a qual eu nunca nem tive pesadelo. A chance de acontecer uma vez já era pequena, duas então é
praticamente zero. Se acontecer duas é porque estava na minha hora mesmo", sorri. De acordo com o piloto, só falta um
pouco mais de treino para ele retornar à melhor forma. "Para o meu ponto de vista, está tudo legal dentro do carro. Lógico
que, como eu fiz duas corridas nos últimos dois anos e as duas nos últimos seis meses, tem um monte de coisinha
que eu só vou conseguir refinar andando, andando, andando e andando. Já consigo colocar tempo para fazer uma volta,
mas para chegar a um nível de campeonato ainda falta quilometragem", avalia. Com muito tempo livre, Cristiano pôde se
dedicar a outra de suas paixões em 2008: a bicicleta. "Nunca estive em uma forma tão boa para bicicleta na minha vida,
afinal eu nunca tive tanto tempo para treinar. Este ano foi fácil cinco ou seis dias por semana só para isso. Mas ainda
está longe de um nível profissional", garantiu Da Matta, que vai disputar as 500 Milhas da Granja Viana pela segunda
vez. "Eu não vinha os outros anos porque, depois de correr de carro o ano inteiro, estava na época de corrida de
bicicleta. Mas como em 2008 eu não corri nada de carro e fiquei o ano inteiro só andando de bicicleta, está o contrário:
deixei a bicicleta para lá e vim correr de kart aqui", finalizou o mineiro.
http://velocidadesemlimite.com/site
Fornecido por Joomla!
Produzido em: 29 September, 2016, 15:54

Documentos relacionados

ruben fontes corre torcendo pela recuperação de cristiano da matta

ruben fontes corre torcendo pela recuperação de cristiano da matta com a equipe, por isso vamos passar o fim de semana torcendo bastante pela recuperação dele”, revela Ruben Fontes. O último contato dos dois antes do acidente foi por telefone, há dois meses, quand...

Leia mais