Jornal SJT_8.indd - Diocese de Petrópolis

Сomentários

Transcrição

Jornal SJT_8.indd - Diocese de Petrópolis
de Jovens da Comunidade Mater
Dolorosa de Jerusalém.
- Os cursos da Nova Evangelização, com excelentes frutos: Jesus
nos 4 Evangelhos (março) e Emaús
(agosto).
- A investidura de novos MESC’s
da Paróquia, em abril.
- As diversas celebrações de 1ª
Eucaristia, com a destacável dedicação dos catequistas da Paróquia.
EDITORIAL
O BOM ANO DE 2011
V
amos chegando ao final de mais
um ano, com muitos motivos
para agradecer a Deus. Lembramos
alguns dos muitos fatos que marcaram a paróquia neste ano:
- No começo do ano, novo horário de Missa no domingo, agora
com 3 missas dominicais na Matriz.
- As comunidades estão cada vez
mais unidas entre si. As reuniões
do Conselho Pastoral Paroquial têm
demonstrado isso, assim como do
Conselho de Administração Financeira, com boa participação e integração.
- As atividades em comum, como
a Festa Junina, além das atividades
pastorais, como o Crisma, acontecido no último dia 13 de novembro,
com 69 crismandos das várias comunidades.
- As excelentes festas dos padroeiros, particularmente em outubro
último (S. Francisco, Na. Sra. Aparecida, Sta. Edwiges e S. Judas Tadeu),
com excelente intercâmbio entre as
comunidades.
- As grandes obras em andamento: salão de Na. Sra. Aparecida, na
Fazenda Inglesa; salão e sala de catequese na Sta. Luzia (Bataillard);
muro lateral, com portões e grades
na Matriz de S. Judas Tadeu; etc.
Nosso obrigado aos benfeitores.
- As missões realizadas em outubro, pela Escola de Evangelização
- As Missas de Louvor, na segunda quinta-feira de cada mês, com
participação viva de tantos fiéis,
além da Missa da Família, Missa
Votiva de S. Judas e Adoração na
primeira sexta-feira do mês.
- A belíssima realização do
2ºECC paroquial em julho, aumentando cada vez mais a consciência
da necessária evangelização das
famílias através da valorização do
sacramento do matrimônio, do diálogo, da missão na educação cristã
dos filhos etc.
- O empenho em caminhar
ouvindo “o que o Espírito diz às
Igrejas”, através do Plano Pastoral
de Conjunto, na participação das
Assembleias, Romaria Diocesana,
alimentando a cultura missionária
e de comunhão em cada discípulo
do Senhor da nossa paróquia.
- Os mutirões de confissões para
a Páscoa e Natal. A maior consciência da importância do Sacramento
da Reconciliação na busca da santidade.
- O frutuoso encontro de jovens
(Ânima) e a perseverança de jovens
e adolescentes em seus grupos.
Muita coisa para fazer em 2012.
E agradeçamos a Deus pelo belo
2011. Como também a tantos
que, com boa vontade, têm colaborado.
Um bom Natal (com Cristo, claro) a todos. E que 2012 seja repleto
do senhorio d’Ele sobre nós!
Pe. Luis Mello
Palavra do Papa Bento XVI
Queridos irmãos e irmãs!
A Palavra de Deus nos adverte sobre a transitoriedade da existência
terrena e convida-nos a vivê-la como
uma peregrinação, mantendo os olhos
fixos na meta, o Deus que nos criou. E
porque nos fez para si (cf. Santo Agostinho, Conf 1.1), é o nosso destino último e o sentido do nosso viver. Passo
necessário para alcançar tal realidade
definitiva é a morte, seguida pelo Juízo Final. O apóstolo Paulo nos lembra
que “o dia do Senhor virá como um
ladrão de noite” (1Ts 5,2), ou seja, sem
aviso prévio. A consciência do retorno
glorioso do Senhor Jesus nos encoraja
a viver em uma atitude de vigilância,
à espera da sua manifestação na constante memória da sua primeira vinda.
Na famosa parábola dos talentos
(Mt 25,14-30), Jesus conta a história de
três servos que o patrão, ao sair para
uma longa viagem, confia seus próprios
bens. Dois deles se comportam bem,
porque trazem o dobro dos bens recebidos. O terceiro, ao contrário, esconde o dinheiro recebido num buraco.
Retornado à casa, o patrão pede contas aos servidores de quanto tinha confiado a eles e, enquanto se congratula
com os dois primeiros, fica decepcionado com o terceiro. O servo, de fato,
que tinha mantido escondido o talento sem valorizá-lo, calculou mal: agiu
como se seu patrão não voltasse mais,
como se não houvesse um dia em que
iria pedir-lhe contas do seu trabalho.
Com esta parábola, Jesus quer ensinar
aos discípulos a fazer bom uso de seus
dons: Deus chama cada homem à vida
e lhe dá certos talentos, dando-lhes ao
mesmo tempo uma missão para realizar. Seria tolice pensar que estes dons
nos são devidos, bem como abster-se
EXPEDIENTE
PARÓQUIA SÃO JUDAS TADEU
Rua Mosela 1445, Mosela - Petrópolis - RJ
contato: sjudastadeu@diocesedepetropolis.org.br
de usá-los seria
uma negligência
com relação ao
objetivo da própria existência.
Comentando
esta página evangélica, São Gregório Magno nota que
o Senhor não deixou ninguém sem o
dom da sua caridade, do amor. Ele escreve: “É necessário, portanto, meus
irmãos, que vocês coloquem todos
os esforços na custodia da caridade,
em toda ação que devam cumprir”.
E depois de afirmar que a verdadeira
caridade consiste em amar tanto amigos, quanto inimigos, acrescenta: “Se
alguém não tem essa virtude, perde
tudo de bom que tenha, fica privado
do talento recebido e é jogado fora,
nas trevas”.
Queridos irmãos, acolhamos o
convite à vigilância, à qual repetidamente nos lembra a Sagrada Escritura!
Essa é a atitude de quem sabe que o
Senhor vai voltar e vai querer ver em
nós os frutos do seu amor. O amor é o
bem fundamental que ninguém pode
deixar de fazer frutificar e sem o qual
todo outro dom é vão (cf. 1Cor 13,3).
Se Jesus nos amou até o ponto de dar
sua vida por nós (cf. 1Jo 3,16), como
podemos não amar a Deus com todo
o nosso ser e amar-nos com verdadeiro
coração uns aos outros? (Cf. 1Jo 4,11)
Somente praticando a caridade, também nós poderemos participar da alegria de nosso Senhor. A Virgem Maria
nos seja a mestra de operosa e gozosa
vigilância no caminho para o encontro
com Deus.
Papa Bento XVI, Angelus, 13/11/11
Projeto gráfico e diagramação
Daniel Sant’Anna
PASCOM
Pastoral da Comunicação
Direção - Pe. Luis Mello
Equipe da Pascom
Natalia, Alan, Patricia, Daniel, Leonardo
Sant’Anna, Rosângela, Rosário, Leonardo Laia,
Michele, Adriana, Elisete e Monique.
Impressão
Editora Gráfica Jornal da Cidade
Colaboradores
Denise Marques, Elaine Pereira, Irmã Verônica
Comercial
Renato Wendling
Editora de texto
Natalia Zimbrão

Documentos relacionados