Universos paralelos: criação da mente fértil dos físicos?

Сomentários

Transcrição

Universos paralelos: criação da mente fértil dos físicos?
A RAZÃO
AGOSTO / 2012
PÁGINA 9
Artigos
Idade e
limitações
físicas
crescem
juntas
Thereza Freire Vieira
O envelhecimento traz
consigo limitações, menores
ou maiores, e não acontece
sempre da mesma maneira
nos vários tecidos, vísceras,
sistemas ou aparelhos. Importante é que, à medida que
as anormalidades vão surgindo, sejam corrigidas.
Há pessoas que relutam
em usar óculos e, mesmo que
para ler tenham que colocar o
jornal ou livro há dois metros
de distância, continuam sem
procurar um oculista. Essas
pessoas preferem, quando vão
à rua e querem ver o nome de
uma peça de teatro ou o filme
que está passando, pedir a
quem está ao lado para ler.
Tinha uma tia que pedia para
quem passasse por perto para
ler o que ela queria saber; um
dia, disse a um rapaz que passava que lesse para ela porque
não sabia ler. O rapaz duvidou, mas atendeu, sorrindo.
Minha tia era dentista e tinha
vergonha de usar óculos, embora não tivesse vergonha de
dizer que era analfabeta.
Com a consulta ao oftalmologista, se poderá saber se
alguma coisa muito grave está acontecendo ou se é um
problema que pode ser resolvido com lentes.
O mesmo pode acontecer
se notar que a audição está
diminuindo. Um otorrino poderá fazer um exame completo
de audiometria e dirá se apenas ouve e não compreende,
pois com o acompanhamento
médico saberá quando será indicada uma prótese auditiva.
Há os que rejeitam o uso
de uma bengala porque têm
vergonha de sair à rua, sentindo-se aleijados, e não compreendem que seria apenas
um ponto de apoio que lhes
daria mais segurança em suas
caminhadas.
Há tantos problemas que
não podem ser corrigidos que
melhor seria ir aos poucos
procurando uma solução, à
medida que os problemas fossem surgindo e acompanhados
por um profissional que ajudasse a resolver o caso.
Estariam facilitando a convivência familiar e poderiam
continuar as suas leituras, pois
quem gosta de música e de ler
tem um maravilhoso passatempo. Tanto melhor quanto
mais independentes forem.
Thereza Freire Vieira é
médica geriatra.
Universos paralelos: criação
da mente fértil dos físicos?
Valdir Aguilera
E
m artigos anteriores apresentamos
a ori gem, desenvolvimento e consolidação da Física Quân tica, única área da ciência
capaz de explicar, a seu modo, a dinâmica e proprie dades do mundo micros cópico. A teoria central da
Física Quân tica é a Mecâ nica Quântica. Essa teoria
teve, e ainda tem, sucesso
por ser capaz de des crever
com muita precisão os fenômenos quânticos.
Embora seja universal mente aceita, não há consenso quanto à sua interpretação. Falamos da Escola de
Cope nhagen, fundada por
Niels Bohr e Werner Heisenberg, que viam na equação
de Schroe dinger uma des crição probabilista dos fenômenos observados, ou seja,
afirmavam que a solução da
equação de Schroedinger é
uma onda de probabilidade
que colapsa quando o fenômeno é observado. O que isso significa, o que se quer
dizer com "colapso" de uma
onda de probabilidade?
Vejamos um exem plo,
bastante grosseiro, concordamos, mas ilustrativo, do
que se entende por colapso
de uma onda de probabilidade. Esse colapso está intimamente ligado à observação
ou mensuração de alguma
coisa. Suponhamos que alguém atire um dado dentro
de uma caixa e não veja o resultado. Ele sabe que a probabilidade de sair o número
2, por exemplo, é um sexto,
definida pela Teoria das
Probabilidades. Os demais
valores têm a mesma chance tado de uma mensuração. A é ganhador, nesse universo,
de sair, mas o valor que sai teoria dos universos parale- e perdedor em todos os deno dado somente é determi- los é uma delas. O que mais. O apostador tem uma
nado quando se olha para propõe essa teoria?
versão de si próprio em cada
ele. É esse olhar que elimina
A teoria dos universos um dos outros cinco univertodos os outros va lores. paralelos – ou Teoria dos sos. Se apostou muito, será
Enquanto não se observa o Mundos Múltiplos, como é rico em um deles e pobre
dado, todos os seis va lores também chamada – não dis- nos demais.
existem ao mesmo tempo, es- corda totalmente da interSegundo essa teoria, não
tão lá esperando que alguém pretação de Copenhagen, há um colapso da onda de
dê uma espiadinha.
mas, em vez sugerir um co- probabilidade, mas uma pasTraçando um paralelo, a lapso da onda de probabili- sagem para um universo
equação de Schroedinger nos dades quando se faz uma que existe paralelamente ao
dá a (onda de) probabilidade medição
(observação), nosso.
de que uma partícula seja en- propõe uma interpretação inDe acordo com a Escola
contrada em determinada dependente do observador. de Copenhagen, as ondas de
região (sua posição). A obser- Propõe que os resultados probabilidade não têm exisvação, ou mensuração, deter- possíveis não têm apenas tência real, são possibilimina apenas uma
dades matemátidas possibilidades
cas, abstratas.
contidas na so Na teoria dos
lução da equação
mundos paralede Schroedinger.
los as possibiliA aleatoriedade aparente
A Teoria das
dades são reais,
ocorre porque falta
P ro b a b i l i d a d e s
cada resultado
nos dá a chance
tendo seu munintroduzir na Mecânica
de sair um nú do próprio.
Quântica alguma variável
mero, entre os
Em resumo,
que ainda permanece
seis possíveis, do
o colapso da ondado. Observar o
da de probabilidesconhecida dos humanos.
dado determina o
dade da Me resultado. É a obcânica Quântica,
servação que eliconsiderado artimina as ou tras
ficial e inventapossibilidades, fazendo a on- uma probabilidade associada do com o único propósito de
da "colapsar" para apenas a cada um deles, mas têm explicar um resultado, impliuma realidade, fazendo as de- existência em universos pró- ca que o observador, de
mais desvanecerem.
prios. Dependendo do resul- manei ra inexplicável, interEssa postura não era tado, penetra-se num ou fere no resultado de uma excompartilhada pelo próprio noutro desses universos.
periência. Essa espécie de
Schroe dinger, criador da
Voltemos à experiência conluio não é aceito na teoequação que leva o seu no- do lançamento de um dado. ria dos universos paralelos.
me. Ele imaginou experiên- De acordo com a teoria dos Fazer uma medição (obsercias (a experiência do "gato universos paralelos, há um vação) não força a ocorrênde Schroedinger", por exem- universo associado a cada cia de um resultado em
plo) com que pretendia ques- um dos seis valores do da- detrimento dos demais postionar a interpretação da Es- do. Quando sai o número 2, síveis. Um processo aleatório
cola de Copenhagen, consi- entra-se no universo corre- faz com que o universo se
derada artificial e ad hoc.
spondente e os aconteci- divida em múltiplas cópias.
Houve outras dissidên- mentos seguintes são de Vemos, então, que essas
cias tentando eliminar o pa- finidos nesse universo. discussões – colapso da onpel do observador no resul- Quem apostou no número 2 da de probabilidade, divisão
do universo em muitos ou tros –, sempre têm como
base um suposto comportamento aleatório da natureza,
comportamento este não
aceito por Einstein e muitos
outros. Na natureza não há
lugar para o acaso, tudo
ocorre sob leis imperiosas.
Essa aparente aleatoriedade
ocorre porque falta introduzir na Mecânica Quântica
alguma variável, que ainda
permanece desconhecida dos
humanos.
Vamos dar um exemplo
simples, embora não precisamente exato, que mostra como a introdução de uma variável pode eliminar o ca ráter aleatório de uma situação. Imaginemos que alguém está comprando uma
passagem de ôni bus. Quer
saber quanto tempo demora
para chegar à cidade de seu
destino. Como o bilheteiro
não co nhece o conceito de
velocidade, responde que tarda duas horas, pois assim
tem sido durante muitos
anos. Se ele tivesse usado o
conceito de velocidade, responderia que tarda duas horas porque o ônibus viaja
com velocidade tal e a distância até aquela cidade é
tal. Dividindo a distância
pela velocidade, tem-se o
tempo da viagem. Uma teoria, antes probabilista, tornase uma teoria causal.
Concluindo, a teoria dos
universos paralelos, apesar
de autoconsistente, pode ser
fruto da ignorância humana
e de sua fértil imaginação.
Valdir Aguilera é professor
de Física.
A vida fora da matéria
23ª edição
Livro essencial
da doutrina racionalista cristã está sendo reeditado com
textos e gra vuras
atu alizados e explicativos dos fenômenos abordados,
cada qual identificado na pu blicação
como tema, não
mais como capítulo.
Os temas são tratados de forma objetiva, clara e
com grande profundidade. O livro está disponível na
Casa-Chefe e pode ser adquirido também pelo telefone (21) 2117-2100 e pelo e-mail casa chefe @ra
cionalismocristao.org.
Cada exemplar custa R$ 30,00
Kit de suspensão
Nacionais e Importados
SEJA UM DISTRIBUIDOR EM SUA CIDADE
Estamos nomeando representante comercial
em todo o território nacional
Telefone: (21) 2594-6522
E-mail: [email protected]
VALE A PENA OUVIR O QUE É BOM NO RÁDIO
SAUDADE, TEU NOME É MÚSICA
(DOMINGO - 9H DA MANHÃ)
CRIAÇÃO E
APRESENTAÇÂO
DE
ZAIR CANÇADO
RELEMBRANDO OS IMORTAIS
CANCIONEIROS
E INSTRUMENTISTAS
DE VÁRIAS DÉCADAS
DISTINGUIDO
COM
CONDECORAÇÕES
DAS
FORÇAS ARMADAS
E ENTIDADES CIVIS
VAMOS OUVIR A BANDA
(DOMINGO AO MEIO-DIA)
UM VETERANO COMUNICADOR
COM TODAS AS BANDAS DE
AUDIÊNCIA LÍDER
MÚSICA CIVIS E MILITARES,
EM MAGNÍFICAS INTERPRETAÇÕES.
O VERDADEIRO SOM DAS BANDAS
Telefone: (21) 2543-1360
RÁDIO BANDEIRANTES – 1360 AM
ACESSE
NA INTENET
O YOUTUBE,
O GOOGLE
E O WIKIPÉDIA E
VEJA ESTE
RADIALISTA.