Relatório e Contas do 1º Semestre do Exercício 2012/13

Сomentários

Transcrição

Relatório e Contas do 1º Semestre do Exercício 2012/13
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Índice
Pág.
INFORMAÇÃO DO 1º SEMESTRE 2012/2013
o RELATÓRIO DE ACTIVIDADE NOS PRIMEIROS 6 MESES
2
Demonstração dos Resultados comparativa
3
Balanço comparativo
4
Relatório do Conselho de Administração
5
o DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
11
Demonstração dos Resultados
12
Balanço
13
Demonstração de Alterações no Capital Próprio
14
Demonstração dos Fluxos de caixa
15
Notas às Demonstrações Financeiras
16
1
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
RELATÓRIO DE ACTIVIDADE
DO PERÍODO COMPREENDIDO
ENTRE
1 DE JULHO DE 2012
E
31 DE DEZEMBRO DE 2012
2
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Demonstração dos Resultados para os períodos de seis meses findos em
31 de Dezembro de 2012 e 2011
DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS
Variação
EUR'000
EUR'000
31.Dez.12
31.Dez.11
Euro'000
%
Proveitos Operacionais
Prestações de serviços
13.977
16.863
(2.886)
-17,1%
748
5.943
2.711
3.450
617
407
101
1.970
6.202
3.824
3.810
650
363
44
(1.222)
(259)
(1.113)
(360)
(33)
44
57
-62,0%
-4,2%
-29,1%
-9,4%
-5,1%
12,1%
129,5%
3.723
3.824
(101)
-2,6%
1.908
302
156
1.357
1.869
1.065
163
158
248
321
39
(1.065)
(163)
144
(92)
1.036
2,1%
-100,0%
-100,0%
91,1%
-37,1%
322,7%
17.700
20.687
(2.987)
-14,4%
Forneci mentos e Servi ços Externos
Cus tos com o Pes s oa l
Amorti za ções excl ui ndo Depreci a çã o do Pl a ntel
Provi s ões e Perda s por Impa ri da de excl ui ndo Pl a ntel
Outros Cus tos Opera ci ona i s
10.062
21.969
536
214
1.237
9.536
19.341
530
60
1.284
526
2.628
6
154
(47)
5,5%
13,6%
1,1%
-256,7%
3,7%
Custos Operacionais excluindo Custos com Transacções de Passes
de Jogadores
34.018
30.751
3.267
10,6%
(16.318)
(10.064)
(6.254)
62,1%
6.965
4.659
8.514
1.175
(1.549)
3.484
-18,2%
-296,5%
(2.306)
(7.339)
5.033
-68,6%
(18.624)
(17.403)
(1.221)
7,0%
(4.795)
1.581
(4.545)
2.869
(250)
(1.288)
5,5%
-44,9%
(21.838)
(19.079)
(2.759)
14,5%
108
36
72
200,0%
(21.946)
(19.115)
(2.831)
-14,8%
Quoti za ções
Di rei tos Tel evi s i vos
Bi l hetei ra e Bi l hetes de Época
Pa trocíni os e Publ i ci da de
Mercha ndi s i ng e Li cenci a mento
Servi ços Di rectos
Outros
Outros Proveitos Operacionais
Pa rti ci pa çã o na s Competi ções Europei a s
Pa rti ci pa çã o em Competi ções Pa rti cul a res
Pa rti ci pa çã o em Competi ções Na ci ona i s
Benefíci os Contra tua i s
Cedênci a de joga dores
Outros
Proveitos Operacionais excluindo Proveitos com Transacções de
Passes de Jogadores
Custos Operacionais
Resultados operacionais excluindo (Custos)/Proveitos com
Transacções de Passes de Jogadores
Amorti za ções /perda s de i mpa ri da de c/pa s s es de joga dores
(Cus tos )/Provei tos c/tra ns a cções de pa s s es de joga dores
Resultados Operacionais
Cus tos e Perda s Fi na ncei ros
Provei tos e Ga nhos Fi na ncei ros
Resultados Antes de Impostos
Impos to s obre o Rendi mento
Resultado Líquido do Exercício
3
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Balanço em 31 de Dezembro de 2012 e 30 de Junho de 2012
ACTIVO
EUR'000
EUR'000
31.Dez.12
30.Jun.12
Variação
Euro'000
%
Activo Não Corrente
Acti vos fi xos ta ngívei s
Acti vos fi xos i nta ngívei s - Va l or do pl a ntel
Acti vos fi xos i nta ngívei s - Outros
Outros a cti vos nã o correntes - Enti da des rel a ci ona da s
Outros a cti vos nã o correntes - Va l ores a receber
22.168
45.125
39
65.203
-
22.682
40.219
16
61.856
1.663
(514)
4.906
23
3.347
(1.663)
-2,3%
12,2%
143,8%
5,4%
-100,0%
132.535
126.436
6.099
4,8%
9.186
228
1.461
2.580
15.121
64
1.166
1.621
(5.935)
164
295
959
-39,3%
256,3%
25,3%
59,2%
13.455
17.972
(4.517)
-25,1%
Total do Activo
145.990
144.408
1.582
1,1%
Ca pi ta l s oci a l
Prémi os de emi s s ã o de a cções
Va l ores Mobi l i á ri os Obri ga tóri a mente Convertívei s
Res erva s e res ul ta dos a cumul a dos
Res ul ta do l íqui do do exercíci o
39.000
6.500
47.925
(169.018)
(21.946)
39.000
6.500
47.925
(123.071)
(45.947)
(45.947)
24.001
0,0%
0,0%
0,0%
37,3%
-52,2%
Total do Capital Próprio
(97.539)
(75.593)
(21.946)
29,0%
4.282
76.745
42.281
4.319
80.291
39.706
(37)
(3.546)
2.575
-0,9%
-4,4%
6,5%
123.308
124.316
(1.008)
-0,8%
66.596
25.693
2.630
2.177
23.125
36.075
27.738
3.214
3.902
24.756
30.521
(2.045)
(584)
(1.725)
(1.631)
84,6%
-7,4%
-18,2%
-44,2%
-6,6%
120.221
95.685
24.536
25,6%
Total do Passivo
243.529
220.001
23.528
10,7%
Total do capital próprio e passivo
145.990
144.408
1.582
1,1%
Tota l do Acti vo nã o corrente
Activo Corrente
Cl i entes
Ca i xa e equi va l entes de ca i xa
Outros devedores
Outros a cti vos correntes
Tota l do Acti vo corrente
Capital Próprio
Passivo Não corrente
Provi s ões
Dívi da fi na ncei ra
Outros credores nã o correntes
Tota l do Pa s s i vo Nã o corrente
Passivo Corrente
Dívi da fi na ncei ra
Fornecedores
Es ta do e outros entes públ i cos
Outros credores
Outros pa s s i vos correntes
Tota l Pa s s i vo corrente
4
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Relatório do Conselho de Administração
1º Semestre 2012/2013
Senhores Acionistas,
Em cumprimento da legislação em vigor, vimos submeter à apreciação de V. Exas. o Relatório
do Conselho de Administração, o Balanço e a Demonstração dos Resultados e respetivos
anexos reportados ao primeiro semestre do exercício em curso, que compreende o período de
1 de Julho a 31 de Dezembro de 2012.
1.
ACTIVIDADE NO SEMESTRE
1.1
Época 2012/2013
Verificaram-se os seguintes investimentos e movimentações a nível do plantel:
 Contratações: Faustino Rojo (Spartak Moscow), Valentin Viola (Racing Club Asociacion
Civil), Zakaria Labyad (PSV), Gelson Fernandes (SASP ASSE Loire), Kalid Boulahrouz,
Daniel Pranjic, Nii Plange, Jorge Chula, Sunil Chhetri, Luís Almeida e Yang Ruan.
Foram contratados a título temporário, os jogadores Lucas Patinho (Fluminense Football
Club) e Júlio Alves (Besiktas).
 Cedências temporárias de jogadores: Renato Neto ao Videoton; Nuno Reis ao
Olhanense; Evaldo Fabiano, André Santos e Diogo Salomão ao Deportivo da Coruña;
William Owusu ao KVC Westerlo, William Carvalho ao Cercle Brugge, Wilson Eduardo à
Académica de Coimbra, João Gonçalves ao Vitória Sport Clube, Atila Turan ao Oduspor e
Bozhinov ao Hellas Verona.
 Alienações: Do Plantel Principal foram concretizadas as cedências definitivas dos
jogadores João Pereira (Valência), Matias Fernandes (Fiorentina) e Jaime Valdés
(Parma).
Das equipas afetas ao Futebol de Formação foram também concretizadas as seguintes
cedências definitivas dos jogadores Amido Baldé (Vítoria Sport Clube), Edgar Ié e Odiquir
Cá (Barcelona) e João Teixiera (Liverpool).
5
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
 Revogações de Contratos de Trabalho: Foram Revogados os Contratos de Trabalho com
os jogadores Leandro Grimi, Luís Aguiar, Sinama Pongolle, Alberto Rodriguez e Sebastian
Ribas.
 Renovações: Foram renovados os Contrato de Trabalho com os jogadores Rui Patrício,
Adrien Silva, Cédric Soares e Nuno Reis.
Equipa B
A Sociedade optou por inscrever a Equipa “B”, que compete, na presente época, na Liga
de Honra.
1.2
Órgãos Sociais
O Dr. Luís José Vieira Duque, apresentou no dia 22 de Outubro, renúncia ao cargo de
Administrador da Sociedade, renúncia que produziu efeitos no dia 23 de Outubro, face à
cooptação do Dr. José Manuel Morais da Silva e Costa, nos termos do disposto no art.º
404, n.º 2 do Código das Sociedades Comerciais.
1.3
Diretor Geral Desportivo
No dia 22 de Outubro foi também acordada a saída do Diretor Geral Desportivo, Carlos
Freitas, com efeitos imediatos.
1.4
Novas Direções de Futebol da Sporting, SAD
Na sequência dos acontecimentos atrás referidos, foi nomeado o Dr. Paulo Farinha Alves
para o cargo de Diretor do Futebol Profissional, na dependência direta do Presidente,
que assumirá a pasta do futebol.
O Dr. Pedro Cunha Ferreira passou a acumular a função de Secretário-Geral da SAD com
a de Diretor do Futebol de Formação.
1.5
Treinador Principal da Equipa Sénior
No dia 5 de Outubro, o treinador Ricardo Sá Pinto foi afastado do comando da Equipa
Técnica do Futebol Sénior, tendo ocupado interinamente o cargo o treinador Oceano
Cruz.
A 24 de Outubro foi contratado o Senhor Frank Vercauteren para exercer as funções de
Treinador Principal da Equipa Profissional do Sporting, até ao final da época 2012/13.
6
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
1.6
Resultados Desportivos
Liga Nacional
Os resultados ficaram francamente aquém das expectativas.
No final do Semestre em análise (12ª jornada), a equipa somava apenas 12 pontos e
classificava-se em 10º lugar.
A disputa da primeira volta da Liga Nacional terminou a 20 de Janeiro de 2013 (já depois
de encerrado o 1º Semestre). A equipa somava 18 pontos e classificava-se em 8º lugar.
Disputada a 20ª jornada, soma 22 pontos e encontra-se no 11º lugar da classificação.
Liga Europa
A equipa conseguiu o apuramento para a fase de grupos da Liga Europa, tendo
eliminado no Play-Off o AC Horsens da Dinamarca.
Na fase de grupos, o sorteio ditou que a SCP – Futebol, SAD se defrontasse com o
Basileia (Suíça), Genk (Bélgica) e Videoton (Hungria), tendo sido afastada da competição
com apenas 5pontos (2 empates e 1 vitória).
Taça de Portugal
O sorteio ditou que o Sporting defrontasse o Moreirense no jogo da III Eliminatória da
Taça de Portugal. O jogo realizou-se em Moreira de Cónegos e a equipa foi eliminada
após o prolongamento.
Taça da Liga
Na fase de grupos o sorteio ditou que a SCP – Futebol, SAD se defrontasse com o Rio
Ave, o Paços de Ferreira e o Marítimo. A equipa acabou a Fase de Grupos em 3º lugar,
com 4 pontos, não se tendo apurado para as meias-finais.
Liga de Honra
A prestação da Equipa B na Liga de Honra, tem sido muito satisfatória, encontrando-se
atualmente (29ª Jornada) no 2º lugar da Competição com 51 Pontos.
7
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
2.
ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA
2.1
Resultados
Os resultados do semestre são negativos em 21.946 milhares de Euros, tendo sofrido
um agravamento semelhante à quebra de Proveitos Operacionais em relação ao mesmo
período do Exercício anterior.
2.2
Proveitos Operacionais (excluindo Proveitos com Transação de Passes de Jogadores)
Situaram-se em 17.700 milhares Euros, o que implica uma quebra de 2.987 milhares
Euros em relação ao 1º semestre de 2011/12.
Esta quebra explica-se por decréscimo de bilheteira (consequência da fraca performance
desportiva), por ausência de receitas na pré-época, e pela mudança na contabilização
das quotas em relação ao 1º semestre do ano anterior (a alteração de 75% para 25% das
quotas totais de sócios do SPC atribuídas à Empresa, ocorreu no final do 1º trimestre do
2011/12).
2.3
Custos Operacionais
Sofreram um agravamento relativamente ao Exercício anterior, fundamentalmente
devido à rubrica “Custos com o Pessoal”, que aumentou 2.628 milhares Euros no
semestre.
No entanto, tal como referido no Relatório do 1º Trimestre, esta situação deverá ser
diluída no 2º Semestre, prevendo-se uma redução dos Custos com Pessoal quando
comparados os Exercícios de 2011/12 e 2012/13 (ver 3.3).
2.4
Situação Patrimonial
2.4.1 O valor do Ativo manteve-se ao nível de 30.06.2012, tendo-se verificado no semestre
um aumento do Passivo de 23,5 milhões de Euros.
2.4.2 O Passivo Financeiro sofreu um acréscimo de 26,9 milhões de Euros, correspondente ao
défice resultante dos Resultados negativos do semestre e à regularização de parte das
contas de Fornecedores.
8
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
3.
FACTOS OCORRIDOS APÓS 31 DE DEZEMBRO DE 2012
3.1
Órgãos Sociais
O Dr. José Manuel Morais da Silva e Costa, apresentou no dia 5 de Fevereiro, renúncia
ao cargo de Administrador da Sociedade, tendo os restantes Administradores Eng.º Luiz
Godinho Lopes e o Eng.º José Filipe Nobre Guedes, apresentado igualmente a sua
renúncia no dia 22 de Fevereiro, produzindo as mesmas efeitos no final do mês
seguinte, nos termos do disposto no art.º 404, n.º 2 do Código das Sociedades
Comerciais, salvo se entretanto forem designados ou eleitos substitutos.
3.2
Treinador da Equipa Principal / Manager
No dia 7 de Janeiro de 2012 o treinador Frank Vercauteren deixou de ser Treinador da
Equipa Principal de Futebol.
O Prof. Jesualdo Ferreira contrato para exercer as funções de manager, passou a
acumular essas mesmas funções com as de Treinador da Equipa Principal do Sporting
Clube de Portugal, SAD, até ao final da presente época.
3.3.
Cedências de Direitos Desportivos de Jogadores
No âmbito das movimentações verificadas na janela de transferência de Janeiro, foram
cedidos a título definitivo os direitos desportivos dos jogadores Daniel Carriço (Reading
FC), Emiliano Insua (Atlético de Madrid), Marat Izmaylov (FC Porto) e Bruno Pereirinha
(Lazio)
Foi contratado a título definitivo o jogador Miguel Lopes ao FC Porto.
Foram celebrados contratos de cedência temporária, até ao final da época, dos
jogadores: Sunil Chettri (Churchill Brothers), Jorge Chula (Moreirense) e Daniel Pranjic
(Celta de Vigo).
O Jogador Elias Trindade foi cedido ao Regatas do Flamengo até 31 de Dezembro de
2013 e Gelson Fernandes ao FC Sion até 30 de Junho de 2014.
Revogou-se o Contrato de Cedência Temporária do jogador Miguel Serôdio com o
Académico de Viseu, tendo o mesmo sido cedido a título de empréstimo até ao final da
época ao Clube Desportivo Cernache.
Foram Contratos a título empréstimo os jogadores: João Reis Graça “Joãozinho” (BeiraMar), Hugo Ventura (FC Porto) e Seejou King (FC Nordsjaelland).
Estas movimentações originarão uma economia de custos durante o 2º semestre do
corrente exercício, na ordem de 3 milhões de Euros.
9
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
4.
EVOLUÇÃO PREVÍSIVEL DA SOCIEDADE
Conforme foi publicamente anunciado, a renúncia dos Órgãos Sociais do Sporting Clube
de Portugal (que detém direta e indiretamente 90% do Capital da SAD) e do Conselho de
Administração da Sociedade, provocou a suspensão das negociações em curso sobre a
reestruturação financeira de todo o universo SCP, onde se incluiu maioritariamente a
Sporting, SAD.
Assim, o processo de recapitalização da Sociedade (incluindo a operação de fusão com a
Sporting Património e Marketing – SPM), só será retomado com a tomada de posse dos
novos Corpos Sociais, os quais só serão nomeados depois das eleições no Sporting Clube
de Portugal que vão decorrer em 23 de Março de 2013.
5.
ACÇÕES PRÓPRIAS
A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – Futebol, SAD não detém ações próprias nem
adquiriu ou alienou ações durante o semestre.
6.
GOVERNO DA SOCIEDADE
Nos termos do artigo 16º do Código dos Valores Mobiliários, apresentamos a lista de
participações qualificadas, com informação sobre o número de ações detidas e a
percentagem de direitos de voto correspondentes, à data de 31 de Dezembro de 2012:
Participações Qualificadas
Sporting Clube de Portugal:
Di recta mente:
- Acções da ca tegori a A
- Acções da ca tegori a B
Atra vés de:
Acções de ca tegori a B
Sporting SGPS
Sporting - Pa tri móni o e Ma rketing, SA
Engº. Lui s Fi l i pe Ferna ndes Da vi d Godi nho Lopes
Dr. Jos é Ma nuel Si l va e Cos ta
Engº. Joã o Ma nuel de Mel o Fra nco
Jos é Ma ri a Es píri to Sa nto Si l va Ri cci a rdi
Aurel i a no Ol i vei ra da s Neves
Ri ca rdo Cordei ro Henri ques Tomá s
Ana Ma rga ri da Mel o de Ca s tro Ul ri ch
Joã o Pedro Ferrei ra Al mei da e Si l va
Joaquim Francisco Alves Ferreira de Oliveira
Atra vés de Sportinves te SGPS, SA
Número
de Acções
% Direitos
de Voto
9.858.745
25,279%
9.849.622
9.123
25,255%
0,023%
24.976.873
24.962.270
100
64,043%
64,006%
0,000%
322
100
22
0,001%
0,000%
0,000%
11.400
100
22
0,029%
0,000%
0,000%
2.500
37
34.835.618
0,006%
0,000%
89,322%
2.134.770
5,474%
10
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
8.
DECLARAÇÃO DO ORGÃO DE GESTÃO
Nos termos do disposto na alínea c) do nº 1 do art.º 246 do Código dos Valores
Mobiliários, o Conselho de Administração declara que, tanto quanto é do seu
conhecimento, as informações financeiras referentes ao primeiro semestre do exercício
2012/2013 foram elaboradas em conformidade com as normas contabilísticas aplicáveis,
dando uma imagem verdadeira e apropriada do ativo e do passivo, da situação
financeira e dos resultados da emitente, e que o Relatório de Gestão intercalar expõe
fielmente as informações exigidas nos termos do nº 2 do mesmo artigo.
Mais declara que o Relatório de Gestão expõe fielmente a evolução dos negócios, do
desempenho da emitente e contém uma descrição dos principais riscos e incertezas com
que se defrontam.
9.
INFORMAÇÃO NÃO AUDITADA
O Conselho de Administração optou, nos termos do disposto no Regulamento da CMVM
nº 3 /2006, por não sujeitar as demonstrações financeiras semestrais ao exame de
auditor pelo que a informação agora divulgada não se encontra auditada.
Lisboa, 28 de Fevereiro de 2013
O Conselho de Administração
_______________________________________
Eng. Luís Filipe Fernandes David Godinho Lopes
_______________________________________
Eng. José Filipe de Melo e Castro Guedes
_______________________________________
Dr. José Manuel Morais da Silva e Costa
11
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
PARA O PERÍODO COMPREENDIDO
ENTRE
1 DE JULHO DE 2012
E
31 DE DEZEMBRO DE 2012
12
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Demonstração dos Resultados para os períodos de seis meses findos
em 31 de Dezembro de 2012 e 2011
Notas
EUR'000
EUR'000
31.Dez.12
31.Dez.11
Proveitos operacionais
Pres ta ções de s ervi ços
Outros provei tos opera ci ona i s
Provei tos opera ci ona i s excl ui ndo provei tos com tra ns a cções
de pa s s es de joga dores
2
3
13.977
3.723
16.863
3.824
17.700
20.687
Custos operacionais
Forneci mentos e s ervi ços externos
Cus tos com o pes s oa l
Amorti za ções excl ui ndo depreci a çã o do pl a ntel
Provi s ões e perda s por i mpa ri da de excl ui ndo pl a ntel
4
5
11
6
10.062
21.969
536
214
9.536
19.341
530
60
Outros cus tos opera ci ona i s
Cus tos opera ci ona i s excl ui ndo cus tos com tra ns a cções
de pa s s es de joga dores
7
1.237
1.284
34.018
30.751
(16.318)
(10.064)
6.965
4.659
8.514
1.175
(2.306)
(7.339)
(18.624)
(17.403)
(4.795)
1.581
(4.545)
2.869
(21.838)
(19.079)
108
36
(21.946)
(19.115)
(0,56)
(0,49)
Resultados operacionais excluindo (Custos)/Proveitos com
Transacções de Passes de Jogadores
Amorti za ções e perda s de i mpa ri da de com pa s s es de joga dores
(Cus tos )/Provei tos com tra ns a cções de pa s s es de joga dores
8
9
Resultados operacionais
Cus tos e perda s fi na ncei ros
Provei tos e ga nhos fi na ncei ros
10
10
Resultados antes de impostos
Impos to s obre o rendi mento
27
Resultado líquido do exercício
Resultado básico por acção (Euros)
18
Pa ra s er l i do com a s nota s a nexa s à s demons tra ções fi na ncei ra s
13
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Balanço em 31 de Dezembro de 2012 e 30 de Junho de 2012
ACTIVO
Notas
EUR'000
31.Dez.12
EUR'000
30.Jun.2012
Activo Não Corrente
Acti vos fi xos ta ngívei s
Acti vos fi xos i nta ngívei s - Va l or do pl a ntel
Acti vos fi xos i nta ngívei s - Outros
Outros a cti vos nã o correntes -Enti da des rel a ci ona da s
Outros a cti vos nã o correntes - Va l ores a receber
11
12
22.168
45.125
39
65.203
-
22.682
40.219
16
61.856
1.663
132.535
126.436
9.186
228
1.461
2.580
15.121
64
1.166
1.621
13.455
17.972
145.990
144.408
39.000
6.500
47.925
(169.018)
(21.946)
39.000
6.500
47.925
(123.071)
(45.947)
(97.539)
(75.593)
4.282
76.745
42.281
4.319
80.291
39.706
123.308
124.316
66.596
25.693
2.630
2.177
23.125
36.075
27.738
3.214
3.902
24.756
120.221
95.685
Total do Passivo
243.529
220.001
Total do capital próprio e passivo
145.990
144.408
13
13
Tota l do Acti vo nã o corrente
Activo Corrente
Cl i entes
Ca i xa e equi va l entes de ca i xa
Outros devedores
Outros a cti vos correntes
14
15
16
17
Tota l do Acti vo corrente
Total do Activo
Capital Próprio
Ca pi ta l s oci a l
Prémi os de emi s s ã o de a cções
Va l ores Mobi l i á ri os Obri ga tori a mente Convertívei s
Res erva s e res ul ta dos a cumul a dos
Res ul ta do l íqui do do exercíci o
18
18
18
18
18
Total do Capital Próprio
Passivo Não corrente
Provi s ões
Dívi da fi na ncei ra
Outros credores nã o correntes
19
20
21
Tota l do Pa s s i vo Nã o corrente
Passivo Corrente
Dívi da fi na ncei ra
Fornecedores
Es ta do e outros entes públ i cos
Outros credores
Outros pa s s i vos correntes
Tota l Pa s s i vo corrente
20
22
23
24
25
Pa ra s er l i do com a s nota s a nexa s à s demons tra ções fi na ncei ra s
14
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Demonstração de Alterações dos Capitais Próprios para o período de seis meses
findos em 31 de Dezembro de 2012, 30 de Junho de 2012 e 31 de Dezembro de 2011
(valores expressos em milhares de euros)
Total do
Capital
Próprio
Saldo em 30 de Junho de 2011
Prémios de
Emissão de
Acções
Capital
Social
Outros
Instrum.
C.Próprio
Reserva
Legal
Outras
Reservas
Resultados
Acumulados
(29.646)
39.000
6.500
47.925
3.506
(9.133)
(117.444)
Rendimento Integral:
Res ul tado l íqui do do período
(19.115)
-
-
-
-
-
(19.115)
Saldo em 31 de Dezembro de 2011
(48.761)
39.000
6.500
47.925
3.506
(9.133)
(136.559)
(26.832)
-
-
-
-
-
(26.832)
(75.593)
39.000
6.500
47.925
3.506
(9.133)
(163.391)
(21.946)
-
-
-
-
-
(21.946)
(97.539)
39.000
6.500
47.925
3.506
(9.133)
(185.337)
Rendimento Integral:
Res ul tado l íqui do do período
Saldo em 30 de Junho de 2012
Rendimento Integral:
Res ul tado l íqui do do período
Saldo em 31 de Dezembro de 2012
Para ser lido com as notas anexas às demonstrações financeiras
15
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Demonstração dos Fluxos de Caixa para os períodos de seis meses findo
em 31 de Dezembro de 2012 e exercício findo em 30 de Junho de 2012
EUR'000
31.Dez.12
EUR'000
30.Jun.12
Actividades Operacionais:
Recebi mentos de Cl i entes , UEFA e Empres a s do Grupo
17.097
41.863
Pa ga mentos a Fornecedores e Empres a s do Grupo
18.620
35.548
Pa ga mentos a o Es ta do
12.652
17.956
Pa ga mentos a o Pes s oa l
Fluxo Gerado pelas Operações
Outros Rec./Pa g. rel a ti vos à Acti vi da de Opera ci ona l
14.997
24.999
(29.172)
(36.640)
(418)
(450)
(29.590)
(37.090)
Acti vos Inta ngívei s
6.952
7.901
Fundos de Inves ti mentos /Pa rceri a s
3.584
31.989
10.536
39.890
-
432
10.856
19.883
10.856
20.315
(320)
19.575
45.087
62.510
45.087
62.510
11.578
3.435
34.944
624
9.527
15.013
45.095
30.074
17.415
164
(100)
-
8
64
156
228
64
Fluxos das Actividades Operacionais (1)
Actividades de Investimento:
Recebi mentos proveni entes de:
Pa ga mentos res pei ta ntes a :
Acti vos Ta ngívei s
Acti vos Inta ngívei s
Fluxos das Actividades de Investimento (2)
Actividades de Financiamento:
Recebi mentos proveni entes de:
Emprés ti mos Obti dos
Pa ga mentos res pei ta ntes a :
Emprés ti mos Obti dos
Amorti za ções de Contra tos de Loca çã o Fi na ncei ra
Juros e Cus tos Si mi l a res
Fluxos das Actividades de Financiamento (3)
Variação de Caixa e seus Equivalentes (4)=(1)+(2)+(3)
Efeitos das Diferenças Cambiais
Caixa e seus equivalentes no início do período
Caixa e seus equivalentes no fim do período
16
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
1. POLÍTICAS CONTABILISTICAS
a) Introdução
O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – Futebol, SAD (adiante designado apenas por “SCP Futebol,
SAD” ou “Sociedade”), com sede social no Estádio José de Alvalade em Lisboa, foi constituído
por escritura pública de 28 de Outubro de 1997, com um capital de 34,9 milhões de euros, com
apelo à subscrição pública, regendo-se pelo regime jurídico especial estabelecido no DecretoLei nº 67/97, de 3 de Abril.
A Sociedade tem por objeto social a participação em competições profissionais de futebol, a
promoção e organização de espetáculos desportivos e o fomento ou desenvolvimento de
atividades relacionadas com a prática desportiva profissionalizada da modalidade de futebol.
Atualmente, o capital social da SAD é de Euros 39.000 milhares, representados por 39 milhões
de ações com o valor nominal de 1 euros.
b) Bases de apresentação
As demonstrações financeiras agora apresentadas reportam-se ao período de seis meses findo
em 31 de Dezembro de 2012 e foram preparadas de acordo com os IFRS que estão em vigor e
que foram adotados pela União Europeia.
Estas demonstrações financeiras intercalares são apresentadas em conformidade com o IAS 34
– Relato Financeiro Intercalar e não incluem toda a informação requerida para as
demonstrações financeiras completas anuais que serão apresentadas em 30 de Junho de 2013.
As demonstrações financeiras apresentadas foram aprovadas em reunião do Conselho de
Administração realizada em 28 de Fevereiro de 2013.
No âmbito do regulamento nº11/2005 emitido pela CMVM, a SCP Futebol, SAD a partir de 1 de
Julho de 2007 (data de referência do primeiro exercício económico após 31 de Dezembro de
2006) apresenta as suas demonstrações financeiras de acordo com as Normas Internacionais
de Relato Financeiro ("IFRS").
Os IFRS incluem as normas contabilísticas emitidas pelo International Accounting Standards
Board ("lASB") e as interpretações emitidas pelo 'International Financial Reporting
Interpretation Committeé’ ("IFRIC"), e pelos respetivos órgãos antecessores.
As demonstrações financeiras estão expressas em milhares de euros, arredondado ao milhar
mais próximo. Estas foram preparadas, no pressuposto da continuidade das operações, de
acordo com o princípio do custo histórico, com exceção dos ativos e passivos registados ao seu
justo valor, nomeadamente instrumentos financeiros derivados, ativos financeiros ao justo
valor através dos resultados, investimentos disponíveis para venda e ativos e passivos
cobertos, na sua componente que está a ser objeto de cobertura, quando aplicável.
A preparação de demonstrações financeiras requer que a SCP Futebol, SAD efetue julgamentos
e estimativas e utilize pressupostos que afetam a aplicação das políticas contabilísticas e os
montantes de proveitos, custos, ativos e passivos.
17
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
c) Alterações
No período de seis meses findo em 31 de Dezembro de 2012, não se verificou qualquer
alteração de políticas contabilísticas, julgamentos ou estimativas relativas a exercícios
anteriores, nem se procedeu a correções materialmente relevante de erros.
2. PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS
Euros'000
31.Dez.12
Prestação de serviços
Quoti za ções
Di rei tos Tel evi s i vos
Bi l hetei ra e Bi l hetes de Época
Pa trocíni os e Publ i ci da de
Mercha ndi s i ng e Li cenci a mento
Servi ços Di rectos
Outra s
Total
Euros'000
31.Dez.11
748
1.970
5.943
2.711
6.202
3.824
3.450
617
407
101
13.977
3.810
650
363
44
16.863
As prestações de serviços com entidades relacionadas totalizam Euros 1.631 milhares em 31
de Dezembro de 2012, e Euros 3.442 milhares em 31 de Dezembro de 2011. (ver Nota 26)
Por acordo celebrado com o Sporting Clube de Portugal, a SCP Futebol SAD recebe uma
percentagem das quotas cobradas aos sócios do Clube, como contrapartida dos descontos
oferecidos no preço de bilheteira a estes. Esta percentagem foi estabelecida inicialmente em
75% do valor das quotas.
Em Setembro de 2011, o Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal e a administração da
SCP Futebol SAD acordaram a partir de 1 de Outubro de 2012, numa nova percentagem de
25%, baseando-se no facto de nos últimos 5 anos, a contrapartida do desconto efetuado em
bilheteira nunca ter ultrapassado esta percentagem. O efeito desta medida, quando
comparada com igual período do ano anterior, resultou num decréscimo das receitas de
quotização na SCP Futebol SAD no montante de Euros 671 milhares.
Os direitos televisivos incluem, em 31 de Dezembro de 2012, Euros 5.500 milhares (31 Dez 11
– Euros 5.500 milhares) respeitante ao contrato de transmissão de direitos televisivos com a
PPTV, SA, Euros 308 milhares (31 Dez 11 - Euros 432 milhares) relativos ao Market Pool da Liga
Europa, Euros 60 milhares (31 Dez 11 – Euros 150 milhares) referentes à transmissão do jogo
de Play-off da Liga Europa, e Euros 75 milhares (31 Dez 11 – Euros 120 milhares) referentes à
transmissão de jogo particular na pré-época.
18
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
3. OUTROS PROVEITOS OPERACIONAIS
Euros'000
31.Dez.12
Outros proveitos operacionais
Euros'000
31.Dez.11
Pa rti ci pa ções na s Competi ções Europei a s
Pa rti ci pa ções em Competi ções Pa rti cul a res
Pa rti ci pa ções em Competi ções Na ci ona i s
Compa rti ci pa çã o Euro 2012
Benefíci os Contra tua i s
1.908
644
302
1.869
1.065
163
158
Compens a çã o por Forma çã o Des porti va
Cedênci a de Joga dores
Outra s
346
156
367
3.723
248
321
3.824
Total
-
O proveito relativo à participação nas competições europeias refere-se a:

Euros 1.508 milhares de participação na fase de grupos da Liga Europa (31 Dez 11 –
Euros 1.109 milhares);

Euros 400 milhares de prémio de performance (1 vitória e 2 empates) na fase de
Grupos da Liga Europa (31 Dez 11 - Euros 560 milhares - 4 vitórias).
O proveito relativo a compensação por formação respeita ao jogador Diogo Rosado, formado
na nossa Academia.
O proveito relativo ao mecanismo de solidariedade respeita ao jogador Miguel Veloso, pela
sua transferência do Génova para o Dínamo de Kiev.
O proveito de cedência de jogadores resulta da cedência a outros clubes dos jogadores Átila
Turan, Gael Etock, Luka Stajonovick e Wilson Eduardo.
4. FORNECIMENTOS E SERVIÇOS EXTERNOS
Euros'000
31.Dez.12
Fornecimentos e serviços externos
Subcontra tos
Tra ba l hos es peci a l i za dos
Orga ni za çã o de Jogos , des l oca ções e es ta di a s
Honorá ri os
Comi s s ões
Seguros
Equi pa mentos Des porti vos
Publ i ci da de e Propa ga nda
Outros FSE
Total
5.219
356
959
681
1.342
260
514
167
564
10.062
Euros'000
31.Dez.11
5.473
236
1.178
635
821
237
321
140
495
9.536
A rubrica subcontratos inclui transacções com entidades relacionadas no montante de Euros
3.915 milhares em 31 Dezembro de 2012 (31 Dez 11 - Euros 4.239 milhares) (Ver Nota 26).
19
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
A rubrica “comissões” inclui os gastos suportados com a negociação da cedência de jogadores
a outros clubes (Euros 100 milhares), com a negociação da revogação de contratos de
jogadores (Euros 400 milhares) durante a presente época, com a negociação de contratos de
parceria (Euros 201 milhares) e com a celebração de um contrato relativo aos Bilhetes de
Época (Euros 530 milhares).
A rubrica “outros FSE” inclui os seguintes custos: combustíveis e outros fluidos, comunicações,
rendas e alugueres e conservação e reparação.
5. CUSTOS COM PESSOAL
Euros'000
31.Dez.12
Custos com o Pessoal
Remunera ções Orgã os Soci a i s
Remunera çã o do Pes s oa l
Indemni za ções
Enca rgos com remunera ções
Seguros
Outros
Total
Euros'000
31.Dez.11
118
17.793
2.021
1.215
774
48
21.969
166
16.914
195
1.395
597
74
19.341
A rubrica de “Indemnizações” reflete os custos incorridos com rescisões de contratos de
trabalho.
6. PROVISÕES E PERDAS POR IMPARIDADE (EXCLUINDO CUSTOS COM
TRANSACÇÕES DE JOGADORES)
Provisões e perdas por imparidade excluindo custos com
transacções de jogadores
Euros'000
Euros'000
31.Dez.12
31.Dez.11
Provi s ão para compl emento de Pens ões de Reforma
60
Outras provi s ões para ri s cos e encargos
Total
60
154
-
214
60
A provisão para Pensões de Reforma foi efectuada com base no Relatório Atuarial reportado a
30 de Junho de 2012.
7. OUTROS CUSTOS OPERACIONAIS
Euros'000
31.Dez.12
Outros custos operacionais
Des pes a s com Tra ns ferênci a s de Joga dores
Quoti za ções
Impos to de Sel o
Mul ta s e outra s pena l i da des
Pros pecçã o de Merca do
Des contos de pronto pa ga mento concedi dos
Outros
Total
Euros'000
31.Dez.11
161
393
114
283
14
93
148
294
357
7
279
1.237
13
365
1.284
20
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
A rubrica “Multas e outras penalidades” inclui o valor de Euros 78 milhares referentes a multas
diversas aplicadas pela UEFA e pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
8. AMORTIZAÇÕES E PERDAS DE IMPARIDADE DO PLANTEL
Amortizações e perdas por imparidade do plantel
Euros'000
Euros'000
31.Dez.12
31.Dez.11
Amorti zações do exercíci o - Futebol profi s s i onal
Perdas por i mpari dade - Futebol profi s s i onal
Total
6.965
8.514
6.965
8.514
9. (CUSTOS) / PROVEITOS COM TRANSACÇÕES DE JOGADORES
Euros'000
Euros'000
31.Dez.12
31.Dez.11
(Custos) / Proveitos com transacções de jogadores
Abate de di rei tos des porti vos
Cedênci a de di rei tos económi cos ao Sporti ng Portugal Fund
Venda de di rei tos des porti vos
1.578
3.081
4.659
Total
(16)
1.331
(140)
1.175
Os proveitos com cedência de direitos económicos ao Sporting Portugal Fund resultam do
reconhecimento linear do proveito gerado com as cedências efetuadas ao fundo, ao longo do
período de contrato de trabalho desportivo que os jogadores celebraram com a Sociedade.
Os proveitos com transações de jogadores, nomeadamente com a venda de direitos
desportivos, resultam essencialmente das alienações dos jogadores Odiquir Cá, Edgar Ié e
Matias Fernandez.
Os custos e proveitos com transacções e abates de jogadores e corpo técnico, são analisados
como segue (ver Nota 12):
31.Dezembro.2012
Alienações
Total
Euros'000
Euros'000
V.Venda
Valor Bruto
4.419
4.419
Euros'000
V.Venda
31.Dezembro.2011
Abates
Alienações
Total
795
795
5.285
5.285
Euros'000
Valor Bruto
16.356
6.893
23.249
Euros'000
Amortiz.
Acumul.
(3.947)
(3.947)
Euros'000
Amortiz.
Acumul.
(16.340)
(5.958)
(22.298)
Euros'000
Euros'000
Valor Liq.
+/- Valia
1.338
1.338
Euros'000
Valor Liq.
16
935
951
3.081
3.081
Euros'000
+/- Valia
(16)
(140)
(156)
21
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
10. CUSTOS E PROVEITOS FINANCEIROS
Euros'000
31.Dez.12
Custos e proveitos financeiros
Euros'000
31.Dez.11
Custos e perdas financeiras:
Juros s uportados :
Emprés timos ba ncá ri os
(1.708)
(1.334)
(1.127)
(570)
(1.119)
(744)
Outros
Des conto Fi na ncei ro
(460)
(257)
(526)
-
Di ferença s de câ mbi o des fa vorá vei s
Comi s s ões Ba ncá ri a s
(116)
(296)
(489)
(304)
(261)
(4.795)
(29)
(4.545)
1.154
1.152
319
108
1.581
245
1.472
2.869
(3.214)
(1.676)
Emprés timos obri ga ci oni s tas
Des conto de títul os
Outros cus tos e perda s fi na ncei ra s
Total
Proveitos e ganhos financeiros:
Juros obtidos
Di ferença s de câ mbi o fa vorá vei s
Des conto Fi na ncei ro
Total
Resultado Financeiro
Os proveitos associados ao desconto financeiro referem-se à actualização financeira das
dívidas de médio e longo prazo, relacionadas com prémios de assinatura a pagar aos jogadores
e dívidas a pagar a terceiros resultantes de aquisições de jogadores (ver Nota 21).
A rubrica de “Juros obtidos” diz respeito a encargos com o desconto de letras recuperados
junto de clientes e à remuneração da dívida de longo prazo das empresas do Grupo Sporting
Clube de Portugal à Sociedade, cujo plano de pagamentos foi contratualizado no final de
Setembro de 2011, com efeitos a 1 Julho de 2011. (ver Nota 13)
11. ACTIVOS TANGÍVEIS
Euros'000
31.Dez.12
Activos Tangíveis
Euros'000
30.Jun.12
Val or Bruto
25.637
25.615
Amorti z. Acumul adas e Perdas p/Impari dade
(3.469)
22.168
(2.933)
22.682
Total
22
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Os movimentos verificados nos Activos Tangíveis estão demonstrados nos quadros que se
seguem:
31.Dezembro.2012
Valor Bruto
Terrenos
Edi fi ci os e Outra s Cons truções
Equi pa mento Bá s i co
Equi pa mento Tra ns porte
Equi pa mento Admi ni s tra tivo
Outros Activos Ta ngívei s
Amortiz. Acumuladas e Perdas p/Imparidade
Edi fi ci os e Outra s Cons truções
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
30.Jun.12
Aumentos
Alienações
Abates
Imparidade
Regulariz
31.Dez.12
1.379
-
-
-
-
-
1.379
21.710
1.749
22
-
-
-
-
21.710
1.771
358
297
-
-
-
-
-
358
297
122
25.615
22
-
-
-
-
122
25.637
(1.592)
(410)
-
-
-
-
(2.002)
Equi pa mento Bá s i co
(681)
(97)
-
-
-
-
(778)
Equi pa mento Tra ns porte
Equi pa mento Admi ni s tra tivo
(288)
(272)
(18)
(5)
-
-
-
-
(306)
(277)
(100)
(2.933)
(6)
(536)
-
-
-
-
(106)
(3.469)
22.682
(514)
-
-
-
-
22.168
Outros Activos Ta ngívei s
Valor Líquido
30.Junho.2012
Valor Bruto
Terrenos
Edi fi ci os e Outra s Cons truções
Equi pa mento Bá s i co
Equi pa mento Tra ns porte
Equi pa mento Admi ni s tra tivo
Outros Activos Ta ngívei s
Inves timentos em Curs o
Amortiz. Acumuladas e Perdas p/Imparidade
Edi fi ci os e Outra s Cons truções
Equi pa mento Bá s i co
Equi pa mento Tra ns porte
Equi pa mento Admi ni s tra tivo
Outros Activos Ta ngívei s
Valor Líquido
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Euros'000
30.Jun.11
Aumentos
Alienações
Abates
Imparidade
Regulariz
30.Jun.12
1.379
-
-
-
-
-
1.379
21.626
1.611
32
138
-
-
-
52
-
21.710
1.749
358
290
120
7
2
-
-
-
-
358
297
122
28
25.412
42
221
-
-
-
(70)
(18)
25.615
(772)
(820)
-
-
-
-
(1.592)
(495)
(253)
(186)
(35)
-
-
-
-
(681)
(288)
(256)
(97)
(1.873)
23.539
(16)
(3)
(1.060)
(839)
-
-
-
(18)
(272)
(100)
(2.933)
22.682
12. ACTIVOS INTANGÍVEIS - VALOR DO PLANTEL
Euros'000
31.Dez.12
Valor do Plantel
Valor Bruto
Amortiz. Acumuladas e Perdas p/Imparidade
Total
66.800
(21.675)
45.125
Euros'000
30.Jun.12
72.436
(32.217)
40.219
23
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Os movimentos verificados nos Ativos Intangíveis estão demonstrados nos quadros que se
seguem:
Euros'000
30.Jun.12
31.Dezembro.2012
Valor Bruto
Amortiz. Acum. e Perdas p/Imparidade
Total
72.436
(32.217)
40.219
Total
Euros'000
30.Jun.11
77.425
(44.065)
33.360
30.Junho.2012
Valor Bruto
Amortiz. Acum. e Perdas p/Imparidade
Euros'000
Aumentos
13.685
(6.965)
6.720
Euros'000
Alienações
Euros'000
Abates
Euros'000
Imparidade
Euros'000
31.Dez.12
(5.285)
3.947
(1.338)
(13.615)
13.139
(476)
(421)
421
-
66.800
(21.675)
45.125
Euros'000
Euros'000
Aumentos
Alienações
32.547
(17.009)
(16.643)
12.531
15.904
(4.478)
Euros'000
Abates
(20.527)
20.511
(16)
Euros'000
Imparidade
(4.551)
(4.551)
Euros'000
30.Jun.12
72.436
(32.217)
40.219
Os valores líquidos contabilísticos dos jogadores, que incluem os direitos desportivos, direitos
de imagem, prémios de assinatura, comissões e mecanismos de solidariedade, são agrupados
da seguinte forma:
Valor líquido contabilistico de Jogadores
31.Dez.12
Nrº
Euros'000
Jogadores
Valor Total
30.Jun.12
Nrº
Euros'000
Jogadores
Valor Total
Inferi or a 1 000 000 Euros
30
6.156
33
Entre 1 000 000 e 2 000 000 de Euros
4
5.472
6
4.873
7.675
Superi or a 2 000 000 de Euros
Totais
9
43
33.497
45.125
7
46
27.671
40.219
Em 31 de Dezembro de 2012, o plantel das equipas de futebol profissional (Equipa A + Equipa
B) registado na Liga Portuguesa de Futebol Profissional é composto por 42 jogadores.
Nos primeiros seis meses da presente época 2012/2013 destacam-se as seguintes ocorrências:

Contratações: Faustino Rojo (Spartak Moscow), Valentin Viola (Racing Club Asociacion
Civil), Zakaria Labyad (PSV), Gelson Fernandes (SASP ASSE Loire), Kalid Boulahrouz, Daniel
Pranjic, Nii Plange, Jorge Chula, Sunil Chhetri, Luis Almeida e Yang Ruan.
Foram contratos a título temporário os jogadores Lucas Patinho (Fluminense Football
Club) e Júlio Alves (Besiktas).

Cedências temporárias de jogadores: Renato Neto ao Videoton; Nuno Reis ao Olhanense;
Evaldo Fabiano, André Santos e Diogo Salomão ao Deportivo da Coruña; William Owusu
ao KVC Westerlo, William Carvalho ao Cercle Brugge, Wilson Eduardo à Académica de
Coimbra, João Gonçlaves ao Vitória Sport Clube, Atila Turan ao Oduspor e Bozhinov ao
Hellas Verona.

Alienações: Do Plantel Principal foram concretizadas as cedências definitivas dos
jogadores João Pereira (Valência), Matias Fernandes (Fiorentina), Jaime Valdés (Parma) e
Daniel Carriço (Reading). Das equipas afetas ao Futebol de Formação foram também
concretizadas as seguintes cedências definitivas dos jogadores Amido Baldé (Vítoria Sport
Clube), Edgar Ié e Odiquir Cá (Barcelona) e João Teixeira (Liverpool).
24
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________

Revogações de Contratos de Trabalho: Foram ainda Revogados os Contratos de Trabalho
Desportivo com os jogadores Leandro Grimi, Luís Aguiar, Sinama Pongolle, Alberto
Rodriguez e Sebastian Ribas.

Renovações: Foram renovados os Contratos de Trabalho Desportivo com os jogadores Rui
Patrício, Adrien Silva, Cédric Soares e Nuno Reis.
Direitos económicos de passes de jogadores detidos pela Sociedade
Em 31 de Dezembro 2012, a Sociedade detinha os seguintes direitos económicos dos
jogadores da equipa principal (incluindo os jogadores temporariamente cedidos):
Nome do Jogador
Fim contrato
Adrien Silva
André Carrillo
André Martins
André Santos
Atila Turan
Bruno Pereirinha
Cedric Soares
Daniel Pranjic
Diego Capel
Diego Rubio
Elias Trindade
Emiliano Insua
Evaldo Fabiano
Fabian Rinaudo
Faustino Rojo
Gelson Fernandes
Jeffren Suarez
Khalid Boulehrouz
Marat Izmailov
Marcelo Boeck
Oguchi Onyew
Ricky van Wolfswinkel
Rui Patrício
Santiago Arias
Stephanus Schaars
Valentim Viola
Valerei Bozhinov
Zakarias Labyad
2017
2016
2016
2014
2016
2013
2016
2015
2016
2016
2016
2016
2014
2015
2017
2016
2016
2014
2015
2016
2014
2016
2018
2016
2014
2017
2016
2017
% Direitos
Económicos
50,0%
30,0%
35,0%
25,0%
90,0%
100,0%
80,0%
100,0%
75,0%
25,0%
50,0%
35,0%
90,0%
35,0%
25,0%
65,0%
75,0%
100,0%
100,0%
65,0%
80,0%
35,0%
65,0%
46,0%
37,5%
32,0%
75,0%
35,0%
25
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
13. OUTROS ACTIVOS NÃO CORRENTES
Outros activos não correntes
Val ores a receber de enti dades rel aci onadas (ver nota 26)
Val ores a receber de Vendas de Jogadores
Euros'000
31.Dez.12
65.203
-
Euros'000
30.Jun.12
61.856
1.663
65.203
63.519
Total
O Conselho de Administração da Sociedade contratualizou em final de Setembro de 2011, com
o Sporting Clube de Portugal, o plano de pagamentos de longo prazo da dívida do grupo, o
qual inclui uma remuneração à taxa Euribor a 6 meses acrescida de um “spread” de 2,35%, em
que se estabelecem os termos e condições de reembolso do referido montante, com efeitos a
partir de 1 de Julho de 2011 (ver Nota 10).
14. CLIENTES
Euros'000
31.Dez.12
Clientes
Euros'000
30.Jun.12
Clientes Conta Corrente
Valores a receber de vendas de jogadores
4.160
5.026
8.580
6.541
Clientes cobrança duvidosa
6.008
6.108
(6.008)
9.186
(6.108)
15.121
Perdas por imparidade
Total
Todos os clientes de cobrança duvidosa estão integralmente provisionados, não se tendo
registado qualquer perda por imparidade no 1º Semestre de 2012/13.
Os movimentos incorridos em perdas por imparidade são os seguintes:
Euros'000
30.Jun.12
31.Dezembro.12
Perdas por imparidade
Total
Perdas por i mpari dade
Total
Euros'000
Redução
6.108
-
6.108
-
Euros'000
30.Jun.11
30.Junho.12
Euros'000
Aumentos
Euros'000
Aumentos
Euros'000
Dif.Cambial
-
Euros'000
Redução
Euros'000
31.Dez.12
(100)
6.008
(100)
6.008
Euros'000
Dif.Cambial
Euros'000
30.Jun.12
5.656
173
-
279
6.108
5.656
173
-
279
6.108
26
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Os principais saldos de Clientes c/corrente e valores a receber de vendas de jogadores são os
seguintes:
Euros'000
31.Dez.12
Clientes
Actividades comerciais correntes
Euros'000
30.Jun.12
PT Corpora tivo
4.160
1.076
8.580
1.251
Uni cer
Puma
123
1.027
1.173
769
589
320
175
850
589
320
3.724
754
Vendas de Jogadores e Mec. Solidariedade:
Rea l Za ra goza
5.026
333
6.541
1.333
Genoa Cri cket
Va l ênci a
Ni ce F.C.
110
1.750
1.000
2.086
1.750
1.000
Bl a ckburn Rovers FC
Fi orentina SpA
181
1.490
372
-
162
9.186
15.121
Federa çã o Angol a na de Futebol
Lei s ton
PPTV, SA
Di vers os
Di vers os
Total
15. CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA
Euros'000
31.Dez.12
Caixa e equivalentes de caixa
Depós itos bancários à ordem
Total
Euros'000
30.Jun.12
228
64
228
64
16. OUTROS DEVEDORES
Euros'000
31.Dez.12
Outros devedores
Es tado e outros entes públ i cos
Outros devedores
Total
373
1.088
1.461
Euros'000
30.Jun.12
336
830
1.166
A rubrica “Estado e outros entes públicos” correspondem essencialmente a pagamentos
especiais efectuados por conta de IRC no montante de Euros 372 milhares (30 Jun 12 - Euros
336 milhares).
A rubrica de Outros devedores inclui um saldo da Federação Portuguesa de Futebol de Euros
213 milhares (30 Jun 12 – Euros 218 milhares).
27
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
17. OUTROS ACTIVOS CORRENTES
Euros'000
31.Dez.12
Outros activos correntes
Euros'000
30.Jun.12
Acréscimos de rendimentos
Pa troci ni os e Publ i ci da de
125
22
Meca ni s mos de s ol i da ri eda de
113
113
Ma rket Pool
200
-
Prémi os de pa rtici pa çã o na Li ga Europa
400
-
30
-
868
135
519
1.193
302
1.184
Sub-total
1.712
1.486
Total
2.580
1.621
Outros
Sub-total
Gastos a reconhecer
Pa trocíni o e publ i ci da de
Outros
Os acréscimos de rendimentos incluem transações com entidades relacionadas no montante
de 13 milhares de Euros (30 Jun 12 – Euros 22 milhares). (Ver Nota 26)
Os gastos a reconhecer associados a Patrocínio e Publicidade incluem transações com
entidades relacionadas no montante de Euros 519 milhares (30 Jun 12 – Euros 302 milhares).
(Ver Nota 26)
18. CAPITAL PRÓPRIO
Euros'000
31.Dez.12
Capital próprio
Ca pi ta l Soci a l
Prémi os de emi s s ã o de a cções
Res erva s
Va l ores Mobi l i á ri os Obri ga tóri a mente Convertívei s
Res ul ta dos a cumul a dos
Res ul ta do l íqui do do exercíci o
Total
39.000
6.500
(5.627)
47.925
(163.391)
(21.946)
(97.539)
Euros'000
30.Jun.12
39.000
6.500
(5.627)
47.925
(117.444)
(45.947)
(75.593)
A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – Futebol, SAD (adiante designado apenas por SCP Futebol,
SAD ou Empresa) foi constituída por escritura pública de 28 de Outubro de 1997, com um
capital de Euros 34,9 milhões, com apelo à subscrição pública, regendo-se pelo regime jurídico
especial estabelecido no Decreto-Lei nº 67/97, de 3 de Abril.
Por escritura pública realizada em 31 de Julho de 2001, o capital social da sociedade foi
elevado de Euros 34,9 milhões para 54,9 milhões. Este aumento foi concretizado por
conversão de créditos detidos pelo Sporting Clube de Portugal e SPORTING – Sociedade
Gestora de Participações Sociais, SA, nos montantes parciais de Euros 3,05 milhões e 16,95
milhões, respetivamente.
28
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Foi por escritura pública realizada em 31 de Julho de 2001 redenominado o capital social para
Euros, mediante a aplicação do método padrão, convertendo o valor nominal de cada ação de
mil escudos para 4,99 euros, com arredondamento para o cêntimo de euro mais próximo e
consequente aumento de capital de Euros 22.230 milhares (Esc. 4 456 980), por contrapartida
de resultados transitados, ascendendo o capital social da Empresa a Euros 54,9 milhões. A
operacionalização da redenominação do capital foi concretizada em 11 de Outubro de 2001.
Em 2 de Setembro de 2002 foram admitidas à negociação no Segundo Mercado as 4 milhões
de ações correspondentes ao aumento do capital social atrás mencionado.
Por escritura pública realizada em 30 de Junho de 2004 o capital social foi reduzido de Euros
54,9 milhões para Euros 22 milhões, sendo a importância da redução de Euros 32,9 milhões
destinada a cobertura de prejuízos da Sociedade verificados nos exercícios anteriores,
efetuada de forma proporcional, mediante a redução do valor nominal das ações de 4,99 euros
para 2 euros.
Por escritura pública realizada em 31 de Março de 2005 o capital social foi elevado de Euros 22
milhões para Euros 42 milhões. O aumento de capital foi efetuado mediante a emissão de 10
milhões de novas ações escriturais nominativas, com o valor nominal de 2 euros e um ágio de
0,65 euros cada.
Em 2 de Dezembro de 2010, procedeu-se ao registo comercial da deliberação de redução do
capital social da SCP Futebol - SAD aprovada na Assembleia Geral da Sociedade de 9 de
Setembro de 2010, de redução do capital social da Sporting, Futebol SAD para euros 21
milhões, representado por 21.000.000 de ações, com o valor nominal de 1 euro cada.
Finalmente, por escritura pública realizada em 17 de Janeiro de 2011, o capital social foi
elevado de euros 21 milhões para Euros 39 milhões, mediante novas entradas em dinheiro
através da emissão de 18 milhões de novas ações ordinárias, escriturais e nominativas, com o
valor nominal de 1 Euro cada, tendo o Sporting Clube de Portugal subscrito a quase totalidade
das ações.
Em 14 de Janeiro de 2011 foi igualmente concluída a Oferta Pública de Subscrição respeitante
à emissão de 55 milhões de Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (“VMOC”) com
o valor nominal de um 1 Euro, a qual foi integralmente subscrita.
A componente de capital desta emissão, líquida de comissões, é de Euros 47.925 milhares e a
componente de passivo financeiro é de Euros 5.551 milhares (ver Nota 20). Os custos
incorridos com a operação de oferta pública de subscrição foram igualmente separados e
contabilizados em componentes de capital e de passivo.
O capital Social é composto por:
Categoria das Acções
Nrº. Acções
%
Categoria A
9.849.622
25,26
Categoria B
29.150.378
74,74
Total
39.000.000
100,00
29
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
O Sporting Clube de Portugal é titular da totalidade das ações da Categoria A (9.849.622
ações), auferindo dos seguintes direitos especiais:
(a) A Assembleia Geral não poderá funcionar nem deliberar, em primeira convocatória,
sem que esteja representada a totalidade das ações da Categoria A;
(b) É necessária a unanimidade dos votos correspondentes às ações da Categoria A para se
considerarem aprovadas as deliberações da Assembleia Geral sobre temas como:
 Alienação ou oneração, a qualquer título, de bens que integrem o património
imobiliário da Empresa;
 Criação de novas categorias de ações;
 Cisão, fusão, transformação ou dissolução da sociedade, aumento ou redução do
capital social, outras alterações dos estatutos e supressão ou limitação do direito de
preferência dos acionistas;
 Distribuição de bens aos acionistas que não consista em distribuição de dividendos;
 Eleição dos membros dos órgãos sociais, salvo o disposto no nº8 do artigo 392 do
Código das Sociedades Comerciais;
 Emissão de obrigações ou outros valores mobiliários, ou autorização para a mesma,
remição de ações preferenciais e amortização de ações;
 Mudança da localização da sede da sociedade ou consentimento para a mesma.
(c) O titular destas ações terá o direito de designar um dos membros do Conselho de
Administração, o qual terá direito de veto sobre as matérias referidas no ponto
anterior;
(d) As ações da categoria A só são suscetíveis de apreensão judicial ou oneração a favor de
pessoas coletivas de direito público.
Quando as ações da categoria A mudarem de titular passarão a ser ações da Categoria B.
Não existem acordos parassociais.
Os membros do Conselho de Administração e Conselho Fiscal da SCP Futebol, SAD detêm à
data de 31 de Dezembro de 2012 ações da própria sociedade, assim distribuídas:
Membros dos Corpos Sociais da Sociedade detentores de Acções
Número
de Acções
Membros do Conselho de Administração:
Engº. Lui s Fi l i pe Ferna ndes Da vi d Godi nho Lopes
322
Dr. Jos é Ma nuel Si l va e Cos ta
100
Engº. Jos é Fi l i pe Mel o e Ca s tro Guedes
-
Membros do Conselho Fiscal:
Engº. Joã o Ma nuel de Mel o Fra nco
Dr. Pa ul o Jorge Dua rte Gi l Ga l vã o André
Dr. Jorge Sa l ema Ga rçã o Jos é de Mel l o
Dr. Jos é Ma ri a Es píri to Sa nto Si l va Ri cci a rdi
22
11.400
Sociedade de Revisões Oficiais de Contas:
KPMG & As s oci a dos - SROC S.A.repres entada por Dr. Vi tor Ri bei ri nho
-
30
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
As participações qualificadas são as constantes do seguinte quadro:
Número
de Acções
Participações Qualificadas
Sporting Clube de Portugal:
Directamente:
- Acções da categoria A
- Acções da categoria B
Através de:
Acções de categoria B
Sporting SGPS
Sporting - Património e Marketing, SA
9.858.745
25,279%
9.849.622
9.123
25,255%
0,023%
24.976.873
24.962.270
100
64,043%
64,006%
0,000%
322
100
22
11.400
0,001%
0,000%
0,000%
0,029%
100
22
2.500
0,000%
0,000%
0,006%
37
34.835.618
0,000%
89,322%
2.134.770
5,474%
Engº. Luis Filipe Fernandes David Godinho Lopes
Dr. Jos é Manuel Silva e Cos ta
Engº. João Manuel de Melo Franco
Jos é Maria Es pírito Santo Silva Ricciardi
Aureliano Ol iveira das Neves
Ricardo Cordeiro Henriques Tomás
Ana Margarida Melo de Cas tro Ulrich
João Pedro Ferreira Al meida e Silva
Joaquim Francisco Alves Ferreira de Oliveira
Através de Sportinves te SGPS, SA
% Direitos
de Voto
19. PROVISÕES
Euros'000
31.Dez.12
Provisões
Provis ão p/ Complementos de Pens ões de Reforma
Provis ão para outros ris cos e encargos
Euros'000
30.Jun.12
1.289
2.993
4.282
Total
1.263
3.056
4.319
O movimento ocorrido em provisões consta do seguinte quadro:
Euros'000
30.Jun.12
31.Dezembro.12
Euros'000
Aumentos
Euros'000
Redução
Euros'000
Utilização
Euros'000
31.Dez.12
Provi s ã o p/ Compl em. Pens ões de Reforma
1.263
60
-
34
1.289
Provi s ã o pa ra outros ri s cos e enca rgos
3.056
4.319
154
214
-
217
251
2.993
4.282
Total
30.Junho.12
Provi s ã o p/ Compl em. Pens ões de Reforma
Provi s ã o pa ra outros ri s cos e enca rgos
Total
Euros'000
30.Jun.11
874
5.353
6.227
Euros'000
Aumentos
466
1.228
1.694
Euros'000
Redução
Euros'000
Utilização
-
77
3.525
3.602
Euros'000
30.Jun.12
1.263
3.056
4.319
31
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
20. DÍVIDA FINANCEIRA
A dívida financeira da Sociedade, relativamente à sua natureza e maturidade, encontra-se
descriminada no seguinte quadro:
Euros'000
31.Dez.12
Dívida financeira
Medio e Longo Prazo
Emprés timo Obri ga ci oni s ta
Va l ores Mobi l i á ri os Obri ga tóri a mente Convertívei s
Euros'000
30.Jun.12
20.000
4.306
20.000
4.306
(174)
24.132
22.835
27.492
4.394
(2.108)
52.613
76.745
(333)
23.973
22.835
31.860
4.394
(2.771)
56.318
80.291
1.245
(318)
6.031
16.665
7.000
36.142
1.245
(318)
6.177
5
10.000
9.000
10.226
Total a curto prazo
(169)
66.596
(260)
36.075
Total
143.341
116.366
Comi s s ões
Sub-Total
Emprés timo Ba ncá ri o
Letra s /Ga ra ntia s Ba ncá ri a s Des contada s
Fa ctori ng
Lea s i ngs
Juros
Sub-Total
Total a médio e longo prazo
Curto Prazo
Va l ores Mobi l i á ri os Obri ga tóri a mente Convertívei s
Comi s s ões
Emprés timo Ba ncá ri o
Lea s i ngs
Fa ctori ng
Letra s /Li vra nça s /Ga ra ntia s Ba ncá ri a s Des contada s
Des coberto ba ncá ri o
Juros
As principais condições contratuais dos financiamentos em vigor à data de 31 de Dezembro de
2012 são as seguintes:
Euros'000
31.Dez.12
Leasings
Medio e Longo Prazo
BCP Lea s i ng
Curto Prazo
BCP Lea s i ngs
Total
Euros'000
30.Jun.12
4.394
4.394
4.394
4.394
-
5
5
4.394
4.399
Taxa de Juro
Maturidade
Euri bor a 3 mes es + 2,15%
25-Ma r-17
32
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Euros'000
31.Dez.12
Dívida financeira
Euros'000
30.Jun.12
Taxa de Juro
Maturidade
FINANCIAMENTOS BANCÁRIOS
Medio e Longo Prazo
Emprés timos Ba ncá ri os :
BES
BCP
BCP
BES
Outros Fi na nci a mentos :
BCP/BES - Fa ctori ng
Emprés timo Obri ga ci oni s ta
Va l ores Mob.Obri g.Convert. - Componente Dívi da
Curto Prazo
Emprés timos Ba ncá ri os :
BES
Outra s Ins titui ções Fi na ncei ra s
BCP/BES - Des conto Ga ra ntia s
Letra s /Li vra nça s /Ga ra ntia s Ba ncá ri a s Des contada s
Des coberto ba ncá ri o
Outros Fi na nci a mentos :
Va l ores Mob.Obri g.Convert. - Componente Dívi da
BCP/BES - Fa ctori ng
Total
5.010
9.990
5.010
9.990
Euri bor a 3 mes es + 1%
Euri bor a 3 mes es + 1%
30-Jun-14
30-Jun-14
5.013
2.822
5.013
2.822
Euri bor a 3 mes es + 1%
Euri bor a 3 mes es + 1%
29-Dez-16
29-Dez-16
27.492
20.000
4.306
74.633
31.860
20.000
4.306
79.001
4,99%
9,25%
3,00%
31-Dez-14
22-Nov-14
19-Ja n-15
3.000
3.031
3.000
3.177
Va ri á vel
6,75%
Revol vi ng
Revol vi ng
7.000
36.142
2.000
7.000
10.226
7,00%
Va ri á vel
15-Jun-13
1.245
16.665
67.083
1.245
10.000
36.648
3,00%
Va ri á vel
19-Ja n-13
31-Dez-13
141.716
115.649
Leasings Pagamentos futuros
Prestações
Euros'000
2013
2014
2015
2016
2017
1.022
1.022
1.022
1.673
Juros
Euros'000
162
147
115
80
6
TOTAIS
4.740
510
No âmbito do contrato de abertura de crédito em conta corrente com o BES e Millenniumbcp
foram prestadas garantias de créditos de bilheteira, créditos de garantia e créditos de passe.
Em relação aos créditos de passe, estão incluídos os direitos desportivos detidos ou a deter
pela SCP - Futebol, SAD relativa aos jogadores de futebol que tenham com ela celebrado um
contrato de trabalho, sujeitos à regulamentação específica da FPF, LPFP, UEFA e FIFA, e que
não estejam ou sejam dados em penhor ao abrigo do contrato de associação em Participação.
21. OUTROS CREDORES NÃO CORRENTES
Euros'000
31.Dez.12
Outros credores não correntes
Va l ores a pa ga r de a qui s i ções de joga dores
Outros credores nã o correntes - a s s oci a çã o em pa rti ci pa çã o
Fornecedores
Outra s opera ções com o pes s oa l
Total
Euros'000
30.Jun.12
3.191
4.714
34.653
28.875
4.015
5.871
422
42.281
246
39.706
A rubrica “Outros Credores não correntes – Associação em participação” diz respeito a
montantes já recebidos referentes à partilha do valor resultante de alienações futuras de parte
dos direitos económicos de alguns jogadores.
33
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
A rubrica de “Fornecedores” respeita a comissões de intermediação, aquisição de direitos
desportivos e económicos a terceiros (não clubes de Futebol) e ainda a direitos de imagem de
jogadores.
A rubrica “Outras operações com pessoal” refere-se a prémios de assinatura a pagar a
jogadores ainda não vencidos e com vencimento superior a um ano.
Os valores das rubricas de “Valores de aquisição de jogadores”, “Fornecedores” e “Outras
operações com pessoal” encontram-se registados ao custo amortizado, de acordo com a
política contabilística adotada em períodos anteriores.
As rubricas de “Valores a pagar de aquisições de jogadores” e “Fornecedores” respeitam às
seguintes entidades:
Euros'000
31.Dez.12
Valores a pagar de aquisições de jogadores
Euros'000
30.Jun.12
Valores a pagar de aquisições de jogadores
Conta Corrente:
Cl ube Atl éctico de Ma dri d, SAD
Spa rtak Mos covo
Pa rma
Sub-Total
2.000
2.000
3.000
800
3.800
Sub-Total
1.500
1.500
1.250
1.250
Sub-Total
320
187
295
660
220
1.265
70
1.548
4.565
123
250
426
225
360
660
280
1.495
140
35
2.094
6.088
Sub-Total
-
556
556
(859)
(1.109)
Total
7.206
10.585
Letras a Pagar:
Cl ube Atl éctico de Ma dri d, SAD
Futebol Cl ube de Ba rcel ona
Fornecedores Gerais
C/Corrente
Gestifute
Palomba Sports management
Gondry Financial Services
Interfootball - Management
Jeffrensport
Laco Investments
SBASS Ltd.
Trindade & Trindade
Lineroom
Sebastien Thiery
Outros
Letras a Pagar:
Credigold
Desconto Financeiro
22. FORNECEDORES
Euros'000
31.Dez.12
Fornecedores
Fornecedores conta corrente
Va l ores a pa ga r de a qui s i ções de joga dores
Fornecedores Letra s a Pa ga r Aqui s i çã o Joga dores
Fornecedores Letra s a Pa ga r Outros
Total
Euros'000
30.Jun.12
11.251
17.082
4.932
6.570
2.411
6.310
2.940
25.693
1.935
27.738
Os principais saldos em dívida apresentados referem-se fundamentalmente a comissões de
intermediação, aquisição de direitos desportivos e direitos de imagem de atletas, entre outros.
34
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Os principais saldos de fornecedores respeitam às seguintes entidades:
Euros'000
31.Dez.12
Fornecedores
Euros'000
30.Jun.12
Fornecedores - Valores a Pagar de Aquisição de Jogadores
C/Corrente
Spa rta k Mos cow
2.000
-
Pa rma Footba l l Cl ub, SPA
962
798
PSV
500
-
Futbol Cl ub Ba rcel ona
235
320
FC Porto SAD
205
823
Li verpool FC
200
-
Pa l mei ra s
179
-
Des porti vo Bra s i l
120
-
77
18
77
305
436
4.932
88
2.411
Cl ube Atl écti co de Ma dri d, SAD
Ra ci ng Cl ub
2.500
1.520
2.000
-
Futbol Cl ub Ba rcel ona
Sevi l l a FC
1.250
1.000
1.250
2.000
Ma ríti mo Futebol Cl ube
Cl ub Atl ecti co Sa rs fi el d
300
6.570
360
700
6.310
E7 As s es s ori a Es porti va
Gondry Fi na nci a l Servi ces
943
1.091
805
778
Corbroker Medi a dores As s oc Seguros
La co Inves tments
LMP Bomore
1.013
294
605
440
-
Jeffrens port
Pa l omba Sport Ma na gement
275
500
260
500
SBASS Ltd.
Ges ti fute
260
425
200
756
Interfootba l l Ma na gement
For Gool
Hency Tra di ng Ltd
160
325
300
350
325
-
Es s el Sports Ma na gement
Gol Footba l l Luxemburg
300
280
-
Li neroom
L & M Gl oba l Ri gths
208
261
277
326
Nes ca r Sports
225
250
Onegool
Sport Promoti on, B.V.
180
167
250
Jorge Pi res Serra l hei ro
SP Interna ti ona l Sports Ma na gement
123
120
-
Zora n Stoja di novi c
Eurofoot BV
120
110
120
10
Pres ti ge
Soccer Vi s i on, B.V.
Corvi no Romua l do
50
50
-
400
250
300
-
634
175
2.866
556
9.120
11.251
17.082
Ata l a nta SPA
Vi l l a rea l C.F.
Di vers os
Sub-total
Letras a Pagar:
Sub-total
Fornecedores Gerais
C/Corrente
Invers i ons Na za Sports Ltda
Lex & Foot Ltd
Na tura l a rt
Outros
Sub-total
Letras a Pagar:
Credi gol d
1.201
556
Convergence Ca pi ta l Pa rtners , B.V.
Cos mos Vi a gens e Turi s mo
300
388
900
-
Ma rmequer
Ba rra quei ro
146
81
-
Lex & Foot Ltd
Pa l omba Sport Ma na gement
Na tura l a rt
200
125
92
-
407
2.940
25.693
479
1.935
27.738
Di vers os
Sub-total
Total
35
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
23. ESTADO E OUTROS ENTES PÚBLICOS
Euros'000
31.Dez.12
Estado e outros entes públicos
Retenção na fonte de IRS efectuada a tercei ros
Impos to s obre o val or acres centado
Taxa s oci al uni ca
Impos to s obre o rendi mento
Total
Euros'000
30.Jun.12
1.286
758
362
224
2.630
1.262
754
1.082
116
3.214
24. OUTROS CREDORES
Euros'000
31.Dez.12
Outros credores
Outras operações com o pes s oal
Outros credores
Total
Euros'000
30.Jun.12
1.318
859
2.987
915
2.177
3.902
A rubrica “Outras operações com o pessoal” refere-se a prémios de assinatura a pagar a
jogadores ainda não vencidos e com vencimento inferior a um ano.
25. OUTROS PASSIVOS CORRENTES
Euros'000
31.Dez.12
Outros passivos correntes
Acréscimos de gastos
Féri a s , s ubs ídi o de féri a s e s ubs ídi o de na tal
Euros'000
30.Jun.12
462
575
4.104
96
2.481
4.146
2.235
964
525
874
969
470
282
9.506
8.677
57
319
Bi l hetes de época
Pa trocíni os , publ i ci da de e Roya l ties
Cedênci a temporá ri a de joga dores - Sporting Portuga l Fund
1.626
2.389
7.023
2.655
1.845
8.600
Di rei tos Tel evi s i vos
Outros
2.003
521
2.070
590
Sub-total
13.619
16.079
Total
23.125
24.756
Indemni za ções
Seguros
Remunera ções a l i qui da r
Prémi os a pa ga r
Comi s s ões de Intermedi a çã o a l i qui da r
Outros
Rendimentos a reconhecer
Quotiza ções
36
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Os rendimentos a reconhecer associados a Publicidade, Patrocínios e Royalties, incluem
transações com entidades relacionadas no montante de Euros 2.512 milhares em 31 de
Dezembro de 2012 (30 Jun 12 – Euros 2.389 milhares). (ver Nota 26)
Os rendimentos a reconhecer relativamente à cedência temporária de jogadores respeitam à
cedência dos direitos desportivos de alguns jogadores ao Sporting Portugal Fund (ver Nota 9).
26. OPERAÇÕES COM ENTIDADES RELACIONADAS
Euros'000
31.Dez.12
Operações com entidades relacionadas
SCP
Fornecimentos e serviços Externos (Nota 4)
Renda Es tádi o
Renda Es cri tóri os
Pa trocíni os + Publ i ci da de
Roya l ties
Redébi to de Cus tos Pa rtil ha dos
Ga b.Imprens a
Rel . Públ i ca s
Opera çã o/Ma nutençã o
Redébi to Cus tos
Total
Prestação de serviços (Nota 2)
Quotiza çã o
Pa troci ni os + Publ i ci da de
Roya l ties
Bi l hetes de Época
Redébi to Cus tos
Total
Proveitos e ganhos financeiros (Nota 10)
Juros obtidos
Outros Activos não correntes (Nota 13)
Va l ores a Receber
Outros Activos correntes (Nota 17)
Acrés ci mos de Rendi mentos
Ga s tos a Recenhecer
Outros Passivos correntes (Nota 25)
Acrés ci mos de Ga s tos
Rendi mentos a Reconhecer
SPM
SGPS
MM
Outras
Total
328
12
54
28
22
103
547
2.500
4
303
33
304
224
3.368
-
-
-
2.500
4
631
45
358
28
22
327
3.915
161
161
485
500
390
27
1.402
-
68
68
-
646
568
390
27
1.631
813
265
25
8
-
1.111
813
265
25
8
-
1.111
45.108
18.567
1.305
195
28
65.203
45.108
18.567
1.305
195
28
65.203
313
13
206
-
-
-
13
519
313
219
-
-
-
532
4
57
448
-
2.007
-
4
2.512
61
448
-
2.007
-
2.516
37
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Euros'000
31.Dez.2011
Operações com entidades relacionadas
SCP
Fornecimentos e serviços Externos (Nota 4)
Renda Es tádi o
Renda Es cri tóri os
Pa trocíni os + Publ i ci da de
Roya l ties
Redébi to de Cus tos Pa rtil ha dos
Ga b.Imprens a
Rel . Públ i ca s
Opera çã o/Ma nutençã o
Redébi to Cus tos
Total
Prestação de serviços (Nota 2)
Quotiza çã o
Pa troci ni os + Publ i ci da de
Roya l ties
Bi l hetes de Época
Redébi to Cus tos
Total
Proveitos e ganhos financeiros (Nota 10)
Juros obtidos
SPM
SGPS
Outros Activos correntes (Nota 17)
Acrés ci mos de Rendi mentos
Outros Passivos correntes (Nota 25)
Rendi mentos a Reconhecer
Outras
Total
461
15
20
16
3
51
566
2.500
4
549
20
303
297
3.673
-
-
-
2.500
4
1.010
35
303
20
16
3
348
4.239
1.970
14
1.984
471
500
390
7
1.368
-
90
90
-
1.970
471
590
390
21
3.442
1.056
-
-
-
-
1.056
1.056
-
-
-
-
1.056
Euros'000
30.Jun.2012
Saldos com entidades relacionadas
Outros Activos não correntes (Nota 13)
Va l ores a Receber
MM
41.958
18.435
1.265
183
15
61.856
41.958
18.435
1.265
183
15
61.856
-
22
-
-
-
22
-
22
-
-
-
22
319
-
-
2.070
-
2.389
319
-
-
2.070
-
2.389
Legenda:
SCP (Sporting Clube de Portugal)
SPM (Sporting Património e Marketing, SA)
MM (Sporting Multimédia, SA)
SGPS (Sporting, SGPS)
Fornecimentos e Serviços Externos:
Renda do Estádio - Foi celebrado com o Sporting Património e Marketing, SA (SPM) um contrato de cessão do
direito de utilização do novo estádio, o qual garante à SCP Futebol, SAD o direito de utilização do estádio por 25
anos. Decorrente deste contrato é debitado pela PM à SCP Futebol, SAD uma renda anual de Euros 5.000 milhares,
com início em 01/JAN/2007.
38
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Renda da Academia - O Sporting Clube de Portugal (SCP) cedeu à SCP Futebol, SAD o direito de exploração da
Academia de Alcochete, tendo esta sociedade como objetivo a rentabilidade deste espaço, através de diversas
iniciativas, cabendo à SCP Futebol, SAD reconhecer todos os proveitos assim obtidos. O SCP debitava à SCP Futebol,
SAD uma renda anual pelo direito de exploração, no montante de Euros 1.020 milhares. Com o trespasse da
Academia para a Sporting Futebol SAD este débito extinguiu-se.
Patrocínios e Publicidade - Os contratos de patrocínio e publicidade celebrados com clientes, por vezes, contêm
contrapartidas para o SCP e para a SPM. Estas sociedades debitam à SCP Futebol, SAD as contrapartidas
contratualmente definidas.
Royalties - O Sporting Clube de Portugal recupera junto da SCP Futebol, SAD, 25% dos royalties cobrados por esta
sociedade à PUMA.
Serviços de operação e manutenção - No decurso da sua atividade o SCP incorre em custos com a operacionalidade
e manutenção da Academia que são re-debitados à SCP Futebol, SAD no âmbito do contrato de cedência do direito
de exploração.
Re-débito de Custos Partilhados - No exercício da sua atividade a SCP Futebol, SAD recorre aos serviços de suporte
partilhados e disponibilizados pela estrutura da SPM, sendo debitado em valores mensais.
Prestações de Serviços:
Quotização - Por acordo celebrado com o Sporting Clube de Portugal, a SCP Futebol, SAD recebeu 725% da
quotização cobrada aos Sócios do Clube até 30 de Setembro de 2011, tendo o percentual passado a ser de 25%
após essa data.
Direitos Televisivos - Foi celebrado em 2001 com a Olivedesportos, SA, em regime de exclusividade, um contrato
sobre os direitos de transmissão televisiva para as épocas de 2001/2002 a 2007/2008. Até ao exercício transato, o
pagamento dos direitos televisivos, por parte da Olivedesportos, era efetuado diretamente à SPM, debitando a SCP
Futebol, SAD a SPM por esse mesmo montante. A partir do exercício de 2008/2009, a SCS debita diretamente os
direitos à Olivedesportos, e a SAD recupera junto da SCS 30% dos mesmos a título de recuperação de despesas. A
partir de Julho de 2010, a Olivedesportos foi substituída pela PPTV, SA, mantendo-se a recuperação de 30% pela
SCP Futebol SAD junto da PPTV. Com a aquisição e fusão da SCS na SCP Futebol SAD, esta operação extingue-se,
passando a SCP SAD a ser titular do contrato de direitos de transmissão televisiva celebrado com a PPTV.
Patrocínios e Publicidade - Ficaram estabelecidos em alguns contratos de publicidade e patrocínios, que a SCP
Futebol, SAD tem direito a uma parte destes, pelo que debita a SPM e o SCP pelos respetivos valores.
Royalties - Foi celebrado um contrato entre a Sporting Multimédia, o SCP e a SCP Futebol, SAD de cedência, por 30
anos, de um conjunto de direitos a serem explorados através do site do Sporting. Como contrapartida desses
direitos o SCP e a SCP Futebol, SAD terão direito a receber, conjuntamente, 52,5% das receitas anualmente obtidas
pela Multimédia, sendo que destes 15% são devidos ao SCP e 85% à SCP Futebol, SAD.
Foi igualmente cedido à TBZ um contrato de cedência de exploração comercial, em regime de exclusividade da
marca Sporting. Na sequência da venda da DE, a SAD recupera junto da SCS 30% do valor anual (Euros 1.000
milhares) deste contrato. O contrato foi rescindido com a TBZ em Dezembro de 2008, passando a gestão do mesmo
a ser efetuado pela SPM, nas mesmas condições. Com a aquisição e fusão da SCS na SCP Futebol SAD, esta operação
extingue-se, passando a SCP SAD a ser titular do proveito proveniente da SPM.
Bilhetes de Época - Uma das componentes do preço definido para os Camarotes e Business Seats são os Bilhetes de
Época, sendo esta receita da SCP Futebol, SAD. Assim, é efetuado um débito pela SCP Futebol, SAD à SPM,
correspondente ao valor de Bilhete de Época incluído nas vendas Lugares Especiais.
Outros Ativos Não Correntes e Credores Não Correntes:
Valores a receber e pagar - Os saldos a receber e a pagar ao SCP, da SPM e da MM resultam das diversas operações
correntes desenvolvidas entre a SAD e estas empresas e também de operações pontuais de apoio de tesouraria O
Conselho de Administração da Sociedade irá finalizar a contratualização, até ao final de Setembro de 2011, com o
Sporting Clube de Portugal, o plano de pagamentos de longo prazo, incluindo uma remuneração à taxa de mercado,
já aprovada à data deste relatório, de modo a estabelecer os termos e condições de reembolso do referido
montante, com efeitos a partir de 1 de Julho de 2011.
39
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
27. IMPOSTOS
A sociedade está sujeita a impostos sobre lucros em sede de Imposto sobre o Rendimento de
Pessoas Coletivas à taxa de 25%, acrescida de Derrama (1,5%).
Os prejuízos fiscais decorrentes da atividade da SAD são os seguintes:
Exercicio Fiscal
2007/08
2008/09
2009/10
2010/11
2011/12
Total
Euros'000
Euros'000
Euros'000
Prejuizo Fiscal
Gerado
(3.792)
(14.151)
(27.733)
(26.411)
(37.974)
(110.061)
Utilizaçoes
Efectuadas
-
Saldo por
Utilizar
(3.792)
(14.151)
(27.733)
(26.411)
(37.974)
(110.061)
Data de
Vencimento
30-Jun-14
30-Jun-15
30-Jun-16
30-Jun-15
30-Jun-16
Uma vez que não se encontram disponíveis planos de negócio que permitam sustentar a
recuperabilidade destes prejuízos fiscais, por questões de prudência, o Conselho de
Administração, da SCP, Futebol SAD entendeu não proceder ao registo de impostos diferidos
ativos desta natureza. Pela mesma razão, também não foram reconhecidos quaisquer outros
impostos diferidos ativos.
A reconciliação da taxa efetiva de imposto, é como segue:
Reconciliação da taxa efectiva de imposto
Res ul tado a ntes de i mpos to
Correcções Fi s ca i s
Mul ta s , coi ma s e juros compens a tori os
Ajuda s de cus to e des l oca ções
Provi s ões nã o dedutívei s nos l i mi tes l ega i s
Correcções rel a ti va s a exercíci os a nteri ores
Outros Cus tos ou Perda s Extra ordi ná ri a s
Ma i s va l i a s
Res ul tado Fi s ca l
Impos to com ba s e na taxa es tatutári a
Prejui zos Fi s ca i s Deduzi dos
Util i za çã o de Impos to di feri do a ctivo
Impos to a pura do
Tri butações a utonoma s
Impostos diferidos e correntes
Euros'000
Euros'000
31.Dez.12
Va l or
(21.838)
(21.838)
31.Dez.11
Ta xa %
25,00%
Va l or
(19.079)
(19.079)
Ta xa %
197
88
1.776
73
99
(66)
2.167
0,90%
0,40%
8,13%
0,33%
0,45%
0,30%
10,53%
164
57
60
192
844
1.317
0,86%
0,30%
0,31%
1,01%
0,00%
4,42%
6,90%
(19.671)
-
90,08%
0,00%
0,00%
0,00%
(17.762)
-
93,10%
0,00%
0,00%
0,00%
108
0,49%
36
0,19%
108
0,49%
36
0,19%
25,00%
40
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
28. GARANTIAS PRESTADAS
No âmbito do contrato de abertura de crédito em conta corrente com o BES e Milleniumbcp
foram prestadas garantias de créditos de bilheteira, créditos de garantia e créditos de passe.
Existem clausulas de “cross default” nos financiamentos bancários obtidos no âmbito do
Project Finance.
Em relação aos créditos de passe, estão incluídos os direitos desportivos detidos ou a deter
pela SCP, Futebol – SAD, relativos aos jogadores de futebol que tenham da FPF, LPFP, UEFA e
FIFA, e que não estejam ou sejam dados em penhor ao abrigo do contrato de associação em
Participação.
No dia 3 de Dezembro de 2010, a Sporting – SGPS, SA e a Nova Expressão, SGPS, SA
comunicaram à Sporting Clube de Portugal Futebol, SAD o aumento da participação qualificada
da Sporting – SGPS, SA de 52,268% para 63,935%, na sequência da aquisição, por operação
fora de bolsa, datada de 3 de Dezembro de 2010, de 2 465 000 ações de categoria B
(correspondentes a 11,667% do capital da Sporting Clube de Portugal, SAD) à Nova Expressão,
SGPS, SA, pelo preço total de € 4 930 000,00, a ser pago pela Sporting, SGPS em cinco
prestações anuais, de Dezembro de 2010 a Dezembro de 2014. Decorrente do contrato de
compra e venda de ações da Sporting Clube de Portugal, Futebol – SAD, celebrado entre o
Sporting SGPS, SA e a Nova Expressão SGPS, SA, a SCP Futebol – SAD prestou a constituição de
penhor sobre os direitos desportivos e económicos de um jogador, para garantia do pontual
cumprimento das obrigações de pagamento da Sporting SGPS no âmbito deste contrato.
Existem ainda garantias bancárias prestadas no montante global de Euros 1.368 milhares a
favor de várias entidades decorrentes da normal atividade da Sociedade.
29. FACTOS SUBSEQUENTES
Órgãos Sociais
O Dr. José Manuel Morais da Silva e Costa, apresentou no dia 5 de Fevereiro, renúncia ao cargo
de Administrador da Sociedade, tendo os restantes Administradores Eng.º Luiz Godinho Lopes
e o Eng.º José Filipe Nobre Guedes, apresentado igualmente a sua renúncia no dia 22 de
Fevereiro, produzindo as mesmas efeitos no final do mês seguinte, nos termos do disposto no
art.º 404, n.º 2 do Código das Sociedades Comerciais, salvo se entretanto forem designados ou
eleitos substitutos.
Treinador da Equipa Principal / Manager
No dia 7 de Janeiro de 2012 o treinador Frank Vercauteren deixou de ser Treinador da Equipa
Principal de Futebol.
O Prof. Jesualdo Ferreira contrato para exercer as funções de manager, passou a acumular
essas mesmas funções com as de Treinador da Equipa Principal do Sporting Clube de Portugal,
SAD, até ao final da presente época.
41
SPORTING CLUBE DE PORTUGAL - Futebol, SAD
Relatório e Contas - Não Auditado
1º SEMESTRE 2012/2013
_____________________________________________________________________________________
Cedências de Direitos Desportivos de Jogadores
No âmbito das movimentações verificadas na janela de transferência de Janeiro, foram
cedidos a título definitivo os direitos desportivos dos jogadores Daniel Carriço (Reading FC),
Emiliano Insua (Atlético de Madrid), Marat Izmaylov (FC Porto) e Bruno Pereirinha (Lazio).
Foi contratado a título definitivo o jogador Miguel Lopes ao FC Porto.
Foram celebrados contratos de cedência temporária, até ao final da época, dos jogadores:
Sunil Chettri (Churchill Brothers), Jorge Chula (Moreirense) e Daniel Pranjic (Celta de Vigo).
O Jogador Elias Trindade foi cedido ao Regatas do Flamengo até 31 de Dezembro de 2013 e
Gelson Fernandes ao FC Sion até 30 de Junho de 2014.
Revogou-se o Contrato de Cedência Temporária do jogador Miguel Serôdio com o Académico
de Viseu, tendo o mesmo sido cedido a título de empréstimo até ao final da época ao Clube
Desportivo Cernache.
Foram Contratos a título empréstimo os jogadores: João Reis Graça “Joãozinho” (Beira-Mar),
Hugo Ventura (FC Porto) e Seejou King (FC Nordsjaelland).
Foi celebrado com o Fundo “SPORTING PORTUGAL FUND – Fundo especial de investimento
mobiliário fechado”, um contrato de investimento relativamente ao jogador Cédric Soares e
Nuno Reis, com a cedência de 25% e 15% de direitos económicos respetivamente.
Reestruturação financeira
Conforme foi publicamente anunciado, a renúncia dos Órgãos Sociais do Sporting Clube de
Portugal (que detém direta e indiretamente 90% do Capital da SAD) e do Conselho de
Administração da Sociedade, provocou a suspensão das negociações em curso sobre a
reestruturação financeira de todo o universo SCP, onde se incluiu maioritariamente a Sporting,
SAD.
Assim, o processo de recapitalização da Sociedade (incluindo a operação de fusão com a
Sporting Património e Marketing – SPM), só será retomado com a tomada de posse dos novos
Corpos Sociais, os quais só serão nomeados depois das eleições no Sporting Clube de Portugal
que vão decorrer em 23 de Março de 2013.
Valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis (VMOC)
Nos termos previstos do ponto 14.5.5 do Prospeto de Oferta Pública de Subscrição e Admissão
à Negociação de valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis em ações da Sociedade
(VMOC) designada por “Valores Sporting 2010”, foi exercido pelos respetivos titulares a opção
de vencimento antecipado de 8.278 VMOC na data de pagamento de juros correspondentes
ao Cupão n.º 2 dos “Valores Sporting 2010”, ocorrido em 17 de Janeiro de 2013.
42

Documentos relacionados