semana 18

Сomentários

Transcrição

semana 18
SEMANA 18
CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS
HISTÓRIA
QUESTÃO 1. Interprete as imagens a seguir.
Essas imagens apresentam um dos recursos utilizados pelo stalinismo para a anulação dos "inimigos" do regime
soviético. A respeito do stalinismo na União Soviética, marque a alternativa correta.
a)
Stálin empreendeu um governo autoritário, com características totalitárias, espalhando o terror, massacrando
grupos considerados oposicionistas, cujas práticas foram denunciadas e apuradas após sua morte, o que
desencadeou uma grande crise do socialismo real e do marxismo ocidental.
b)
No plano econômico, foram estabelecidos os chamados Planos Quinquenais, responsáveis pela implementação da
reforma agrária com distribuição de pequenas propriedades aos camponeses e incentivo ao consumo de bens
domésticos que promoveu a melhoria do padrão de vida dos trabalhadores em relação ao mundo capitalista.
c)
A segunda fotografia, ao retirar a figura de Trotsky, demonstra a tentativa de eliminar não só a presença deste líder
dos documentos oficiais, mas a sua própria memória em relação à Revolução Russa, quando defendia que a
revolução socialista deveria ser limitada ao território russo para depois estendê-la a outros países, na chamada
política do socialismo em um só país.
d)
A imagem de Stálin como o grande líder da revolução pode ser atestada pela sua postura diante dos trabalhadores
na foto e pela técnica de adulteração de fotografias que retirou Trotsky da segunda imagem. Estas iniciativas foram
também implementadas nos programas radiofônicos e na produção de filmes pelo governo de Stálin, a fim de
justificar as suas medidas impopulares no chamado "comunismo de guerra".
QUESTÃO 2. O lema dos bolcheviques a partir de abril de 1917 era “Paz, Pão e Terra”, conhecido também como
Teses de Abril. Assinale a alternativa que identifica e justifica corretamente qual entre as palavras do lema tem
correspondência direta com os acontecimentos da Primeira Guerra Mundial.
a)
A palavra é “Paz”, pois reivindicava que a Rússia conduzisse o Tratado de Versalhes, e retirasse vantagens dos
países perdedores.
b)
A palavra é “Terra”, pois reivindicava que a Rússia fizesse reforma agrária nas terras conquistadas durante o conflito.
c)
A palavra é “Terra”, pois reivindicava que a Rússia anexasse territórios para a constituição da União das Repúblicas
Socialistas Soviéticas.
d)
A palavra é “Paz”, pois reivindicava que a Rússia se retirasse imediatamente da guerra, para livrar sua população do
sofrimento e iniciar uma nova ordem socialista.
e)
A palavra é “Pão”, pois reivindicava que a Rússia se retirasse da guerra para cessar o desabastecimento que
ocorreu no país após a invasão alemã.
QUESTÃO 3. Observe a tabela.
Indústria – 1920 – Percentagem por ramos
Produção (valor) %
%
Indústria da alimentação
1.200.118 : 000$
40,2
Indústrias têxteis
825.400 : 650$
27,6
Indústria do vestuário e toucador
246.201: 560$
8,2
Indústria de produtos químicos propriamente ditos e análogos
237.315 : 001$
7,9
Outros grupos industriais
480.141: 070$
16,1
Total
2.989.176 : 281$
100,0
(Recenseamento do Brasil, 1920 Apud Boris Fausto, A revolução de 1930: historiografia e história, 1979, p. 20)
A partir dos dados, é correto afirmar que a indústria brasileira, em 1920:
a)
Concentrava a sua produção em grandes fábricas, especialmente localizadas nas capitais nordestinas, com o
aproveitamento das matérias-primas locais, como a juta.
b)
Apresentava-se como a principal atividade econômica do país, superando as rendas da exportação do café,
prejudicadas pelos efeitos da Primeira Guerra Mundial.
c)
Caracterizava-se pela dependência do setor agrário-exportador e pela presença pouco representativa dos ramos da
infraestrutura industrial, caso da siderurgia.
d)
Representava o sucesso da política federal de apoio à indústria de base, concretizada nas isenções tributárias e nos
empréstimos públicos oferecidos aos industriais.
e)
Revelava um crescimento sólido e surpreendente, porque contou com rígidas leis protecionistas, como a que
restringia a importação de bens de consumo duráveis.
QUESTÃO 4. O Brasil foi um dos países receptores de milhões de europeus e asiáticos que vieram para as Américas
em busca de oportunidade de trabalho e ascensão social. Aproximadamente 3 milhões de estrangeiros entraram no
Brasil entre 1887 e 1914, 72% do total de imigrantes que vieram para o continente americano. É correto afirmar que
essa concentração se explica, entre outros fatores, pela:
a)
Forte demanda de força de trabalho para as lavouras de café.
b)
Vinda de um forte contingente de japoneses fugidos da Primeira Guerra.
c)
Necessidade de mão de obra altamente especializada para a indústria do sul do país.
d)
Política de imigração altamente subsidiada pelos governos italiano e japonês.
e)
Excelente recepção oferecida aos imigrantes pelos usineiros do nordeste.
QUESTÃO 5. Acerca da natureza e dinâmica da economia exportadora brasileira durante o Império (1822-1889) e a
Primeira República (1889-1930), é correto dizer que:
a)
A borracha se tornou não somente o principal produto de exportação da região amazônica, mas o segundo produto
brasileiro da pauta de exportações, apenas atrás do café, sendo a exportação da borracha uma importante
atividade no cenário econômico brasileiro.
b)
Houve a hegemonia da produção açucareira; o açúcar de cana brasileiro foi beneficiado pela expansão de mercados
consumidores europeu e norte-americano, face ao aumento do consumo de cafés, chás e chocolates nos países
desenvolvidos. O açúcar de beterraba de origem russa, entretanto, ocupava uma posição cada vez mais secundária.
c)
Houve o declínio da economia lastreada na cafeicultura por conta do fim da escravidão, uma vez que o trabalho
escravo havia sido o suporte da produção do café, tanto que era comum se dizer que “O Brasil era o café, o café era
o escravo”; consequentemente o Brasil passou à condição de importador do café de origem africana.
d)
Não houve qualquer vínculo entre o processo de industrialização brasileiro e a economia agroexportadora, uma vez
que a indústria no Brasil surgiu do trabalho e de investimentos de imigrantes europeus recém-chegados e
instalados em centros urbanos. Os brasileiros vinculados à economia agroexportadora mantiveram-se, assim,
afastados.
e)
A economia da borracha, apesar de sua importância na geração de riquezas na região amazônica, teve tal
importância restrita ao norte do Brasil, uma vez que entre os principais produtos brasileiros exportados a borracha
ficava entre os últimos, por isso mesmo tornou-se incapaz de gerar recursos para a nação como um todo.
GEOGRAFIA
QUESTÃO 6.
Falha de San Andreas, a maior falha Geológica do Mundo
Sobre a falha Geológica de San Andreas, localizada na Califórnia (EUA), podemos afirmar que:
a)
Ela é resultado dos intensos terremotos que assolam a região.
b)
Sua origem está relacionada ao movimento de colisão e soerguimento entre duas placas tectônicas.
c)
Sua formação não possui relação com a tectônica de placas, uma vez que ela se manifesta apenas na superfície
terrestre.
d)
Ela se formou graças ao movimento de deslocamento tangencial entre duas placas tectônicas.
e)
Foi formada a partir do movimento convergente de placas tectônicas, conhecido como orogênese.
QUESTÃO 7. Em 27 de fevereiro de 2010, o Chile sofreu um terremoto de 8.8 graus na Escala Richter. Esse país
encontra-se em uma extensa faixa da Costa Oeste da América do Sul. A causa desse e de outros terremotos deve-se ao
fato do Chile estar situado:
a)
Na porção central da Placa Tectônica Sul-Americana, zona de constantes acomodações da litosfera.
b)
Na borda ocidental da Placa Tectônica Sul-Americana, junto à Cordilheira dos Andes, dobramento moderno
formado por movimentos orogenéticos.
c)
No limite ocidental da Placa Tectônica do Pacífico, zona de grande intensidade de movimentos orogenéticos.
d)
No limite oriental da Placa Tectônica Sul-Americana, que se afasta da Placa de Nazca, formando grande falha
geológica.
e)
No limite ocidental da Placa Tectônica de Nazca, que se movimenta em sentido contrário ao da Placa do Pacífico,
provocando epirogênese.
QUESTÃO 8. A formação de blocos econômicos tem como principal objetivo a maximização das relações comerciais
entre os países integrantes. Nesse sentido, os países da América do Norte formaram um dos blocos econômicos mais
importantes do planeta. Marque a alternativa que corresponde a esse bloco econômico.
a)
Mercosul.
b)
Apec.
c)
União Europeia.
d)
Nafta.
e)
Comunidade dos Estados Independentes (CEI).
QUESTÃO 9. “… Os produtos finais têm alto valor unitário, o que reduz a importância dos custos de transporte. Por
outro lado, mão-de-obra científica e técnicos altamente qualificados, e intensos investimentos de capital constituem as
exigências cruciais para o sucesso desses empreendimentos. Assim, centros empresariais de alta tecnologia
disseminaram-se por uma grande variedade de novas localizações, distantes das regiões industriais tradicionais. A
eletrônica, a informática, a biotecnologia, a bélica – exemplificam novas localizações.” Essa concentração de indústrias
de ponta pode ser encontrada, principalmente:
a)
No Vale do Silício (EUA).
b)
No Vale do Hoang-hô. (China).
c)
No Chicago District (EUA).
d)
Em Wall Street (EUA).
e)
Em Mumbai (Índia).
QUESTÃO 10. Sobre a urbanização dos EUA, analise o mapa e as proposições a seguir, indicando a mais correta.
a)
Nos EUA, existem mais de 30 áreas metropolitanas com mais de um milhão de habitantes. Estas áreas
metropolitanas, pelo seu tamanho extenso, são chamadas de megalópoles.
b)
A união de várias metrópoles e centros urbanos secundários acaba por forma um corredor urbano, denominado
macrometrópole.
c)
Nova York é a metrópole central de uma imensa megalópole dos EUA, de aproximadamente 700 quilômetros de
comprimento, denominada Boswash, localizada no Nordeste do país.
d)
Os EUA possuem três megalópoles de grande destaque: Boswash, Chipitts e Sansan, localizadas na região mais
habitada do país, a costa Nordeste.
e)
Los Angeles tornou-se a principal metrópole dos EUA a partir dos anos 1990, por conta do declínio financeiro das
metrópoles tradicionais, tais como Chicago, Detroit e Nova York.
FILOSOFIA E SOCIOLOGIA
QUESTÃO 11. Em todas as sociedades as mudanças sociais são percebidas; porém, a diferença entre elas se estabelece
a partir dos ritmos de mudança. Em sociedades simples é lento, em sociedades industriais ou pós-industriais é muito
acelerado. As mudanças ocorrem a partir da ação de forças endógenas ou exógenas. Comumente, as mudanças sociais
promovem transformações nas estruturas e relações sociais. Nos dias atuais, observamos mudanças que estão a se
processar na família, no trabalho, nos meios de comunicação e em outros âmbitos da vida social. Todavia, é importante
salientar que as mudanças na vida material são mais rápidas do que aquelas que tocam os valores morais, a cultura e o
modo de ser das sociedades: a aceitação das relações homoafetivas e o reconhecimento dos seus direitos é um exemplo
disto.
É correto assinalar em consideração as mudanças sociais:
a)
As forças endógenas, em meio à globalização, identificam-se com a difusão cultural.
b)
A influência das redes sociais vem aumentando significativamente nos últimos anos. Em termo de mudanças
sociais, porém, sua ação é reduzida e restrita ao plano cultural.
c)
O tipo mais extremo de mudança social é a reforma.
d)
Os golpes de Estado preservam a ordem social, porém quebram a ordem institucional.
e)
As revoluções não obedecem às regras e normas sociais, invertendo os valores, mas ratificam a ordem institucional
e reconhecem sua legitimidade.
QUESTÃO 12. Micheli (nome fictício) tem 20 anos. Há quatro meses deixou sua cidade natal, no Pará, e desembarcou
na vila de Jaci Paraná, distrito de Porto Velho, Rondônia. Encontrou trabalho e morada em um brega, nome local para
bordel, onde começou ajudando na limpeza. Em duas semanas estava se prostituindo, como “quase todas as meninas”.
Elas estão em Jaci para prestar serviço aos milhares de homens que entram e saem da vila em turnos, às 7 e às 17
horas. São os horários de entrada e saída da construção da usina hidrelétrica de Jirau, uma das maiores obras do
Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em curso no país. A usina cresce em torno de uma barragem no rio
Madeira, no meio da floresta amazônica. A vila de Jaci é o núcleo urbano mais próximo, a 20 quilômetros.
Ana Aranha. Vidas em Trânsito. 07 dez. 2012. Adaptado. Disponível em: <http://apublica.org/2012/12/vidas-em-transito/>. Acesso em 11 dez. 2012.
Em um contexto de globalização, assinale a alternativa que apresenta uma explicação sociológica válida para a situação
apresentada no texto.
a)
O turismo sexual é o principal problema dos grandes centros urbanos, como a vila de Jaci Paraná.
b)
A prostituição existe desde o início da humanidade. Sendo assim, ela não é por si só um problema, estando pouco
relacionada com as ações do PAC.
c)
A preocupação principal do PAC não é com os trabalhadores e suas vidas, mas com o grande capital e com a
produção industrial. É seguindo essa lógica que podemos compreender o estado crítico das pessoas que vivem na
vila de Jaci Paraná.
d)
O grande problema para pessoas como Micheli é a ausência de acesso à renda do Bolsa Família, que seria uma
forma de fazê-la sair dessa situação de marginalização.
QUESTÃO 13.
TEXTO 01
“A insegurança ambiente concentra-se no medo pela segurança pessoal; que por sua vez aguça ainda mais a figura
ambígua e imprevisível do estranho. Estranho na rua, gatuno perto de casa... Alarmes contra assalto, bairros vigiados e
patrulhados, condomínios fechados, tudo isso serve ao mesmo propósito: manter os estranhos afastados. A prisão é
apenas a mais radical dentre muitas medidas — diferente do resto pelo suposto grau de eficiência, não por sua
natureza. As pessoas que cresceram numa cultura de alarmes contra ladrões tendem a ser entusiastas naturais das
sentenças de prisão e de condenações cada vez mais longas. Tudo combina muito bem e restaura a lógica ao caos da
existência.”
(Zygmunt Bauman. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999)
TEXTO 02
“Depois de vinte anos sem prestar atenção nas consequências sociais e humanas de um capitalismo global incontido, o
presidente do Banco Mundial chegou à conclusão de que, para a maior parte da população mundial, a palavra
‘globalização’ sugere ‘medo e insegurança’ em vez de ‘oportunidade e inclusão’.”
(Eric Hobsbawn, Globalização, democracia e terrorismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2007)
TEXTO 03
“Entre os jovens, cada vez mais prevalece o ‘cada um por si’. Mais do que a amizade, são redes de cumplicidade que
orientam a busca da sobrevivência, a abstenção da balbúrdia política. A sociedade pretensamente sem classes resulta
num egoísmo cheio de cautela. Tal como o capitalismo. Isso significa que as ‘derivações’, para falar como Pareto, têm
pouca influência e o homem continua a ser o que é (mais hobbesiano e menos rousseauísta), sejam quais forem o
sistema político e a ideologia que o legitimam.”
(Gerard Vincent, Uma história do segredo? São Paulo: Companhia das Letras, 2009)
A cultura contemporânea é marcada pelo medo do outro, pelo egoísmo e pela intolerância; é possível identificar, ainda,
uma ideologia que é caracterizada pela ausência de fraternidade, pela desintegração dos laços humanos e pela solidão.
Entre as principais críticas relacionadas a essa problemática (guerra civil, democracia e exclusão) estão as queixas ao
sistema representativo, as queixas de direito e justiça, as queixas econômicas. Sobre o tema assinale a alternativa
incorreta.
a)
O ceticismo quanto à política – sobretudo a democracia – acompanha esta mesma linha de raciocínio. As relações
autônomas minoram a criação de uma identidade e os direitos já reconhecidos, poucas vezes são efetivados. A
solidão cresce na mesma proporção da atitude cética.
b)
Embora haja medo do outro, as culturas de um modo geral estão se abrindo para acolher o diferente, e isso pode
ser percebido tanto na Europa, com relação ao mulçumano, quanto no Brasil, com relação aos negros e indígenas,
por exemplo.
c)
As queixas de representatividade se dirigem tanto às distorções de representação internas de cada Estado, quanto
externas, voltadas a atacar as distorções de representatividade existentes na Organização das Nações Unidas, por
exemplo.
d)
As queixas de direito e justiça ocorrem porque, a despeito de serem frequentemente reconhecidos nas
constituições nacionais, não são efetivados especialmente no tocante aos grupos minoritários, isso tanto no mundo
desenvolvido quanto no mundo subdesenvolvido, o que tem colaborado para o aumento do número de
movimentos que têm por escopo a reivindicação de direitos, ou da efetivação dos já reconhecidos.
e)
Quanto às queixas econômicas, diga-se que estão relacionadas ao alcance da pobreza no mundo de hoje. Embora
presente no mundo todo, ela é distribuída de forma desigual, de acordo com critérios de raça, etnia e gênero. Por
exemplo, encontram-se no sul da Ásia e na África subsaariana aproximadamente 70% da população mundial que
vivem com menos de um dólar por dia.
QUESTÃO 14. A vida social requer regras e tradições. Há renovações políticas, desacordos, transgressões, mas a ética
deve alimentar a convivência e a construção de valores que transcendam a desigualdade entre as pessoas. Nessa
perspectiva, a conquista da cidadania é:
a)
Fundamental para criar condições de convivência social equilibrada e incentivar movimentos de solidariedade.
b)
Generalizada nas sociedades democráticas modernas, mas tem os limites impostos pela economia capitalista,
predominante no mundo contemporâneo.
c)
Marcada pela luta política, tendo como base as ideias da modernidade, que rompem com os ideais do mundo
greco-romano.
d)
Indispensável para o crescimento das liberdades sociais que existiram, de forma ampla, nas sociedades do século
XX.
e)
Ligada ao fim dos governos autoritários, embora suas propostas tenham-se afirmado apenas com a globalização da
economia.
QUESTÃO 15. No Brasil, a condição cidadã, embora dependa da leitura e da escrita, não se basta pela enunciação do
direito, nem pelo domínio desses instrumentos, o que, sem dúvida, viabiliza melhor participação social. A condição
cidadã depende, seguramente, da ruptura com o ciclo da pobreza, que penaliza um largo contingente populacional
formação de leitores e construção da cidadania, memória e presença do PROLE.
Rio de Janeiro: FBN, 2008.
Ao argumentar que a aquisição das habilidades de leitura e escrita não são suficientes para garantir o exercício da
cidadania, o autor:
a)
Crítica os processos de aquisição da leitura e da escrita.
b)
Fala sobre o domínio da leitura e da escrita no Brasil.
c)
Incentiva a participação efetiva na vida da comunidade.
d)
Faz uma avaliação crítica a respeito da condição cidadã do brasileiro.
e)
Define instrumentos eficazes para elevar a condição social da população do Brasil.
CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
QUÍMICA
QUESTÃO 16. A chuva ácida é um tipo de poluição causada por contaminantes gerados em processos industriais que,
na atmosfera, reagem com o vapor d’água. Dentre os contaminantes produzidos em uma região industrial, coletaram-se
os óxidos SO3, CO, Na2O e MgO.
Nessa região, a chuva ácida pode ser acarretada pelo seguinte óxido:
a)
SO3.
b)
CO.
c)
Na2O.
d)
MgO.
QUESTÃO 17. Segundo pesquisa recente do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), nas redes de fastfood, certos sanduíches fornecem 80 % da quantidade necessária de sódio por dia. Esse elemento compõe a substância
cloreto de sódio, que é um dos principais compostos presentes no sal de cozinha. O sal de cozinha pode ser obtido a
partir da água do mar, em salinas, por evaporação. A condenação desse composto pelos médicos está associada a uma
série de problemas, entre eles a hipertensão, hoje em dia comum até entre crianças e adolescentes. Com base no
exposto e considerando o conceito de mistura e de substância pura, pode-se afirmar que:
a)
O sal de cozinha, considerado substância pura, é encontrado na natureza.
b)
O cloreto de sódio puro é considerado uma mistura das substâncias puras cloro e sódio.
c)
O sal de cozinha é uma mistura que contém, entre outras substâncias, o cloreto de sódio.
d)
O sal de cozinha, obtido em salinas por evaporação, é cloreto de sódio puro.
e)
Os sanduíches, em especial das redes fast-food, contêm 80% do sal recomendado por dia.
QUESTÃO 18. O elemento X forma com o oxigênio um óxido básico de fórmula XO, enquanto o elemento J forma com
o oxigênio um óxido ácido de fórmula J2O. O composto formado pelos elementos X e J é:
a)
Metálico e apresenta fórmula mínima XJ.
b)
Molecular e apresenta fórmula molecular X2J3.
c)
Molecular e apresenta fórmula molecular XJ2.
d)
Iônico e apresenta fórmula mínima X2J.
e)
Iônico e apresenta fórmula mínima XJ2.
QUESTÃO 19. Em um experimento, alunos associaram os odores de alguns ésteres a aromas característicos de
alimentos, como, por exemplo:
Analisando a fórmula estrutural dos ésteres apresentados, pode-se dizer que, dentre eles, os que têm cheiro de:
a)
Maçã e abacaxi são isômeros.
b)
Banana e pepino são preparados com álcoois secundários.
c)
Pepino e maçã são heptanoatos.
d)
Pepino e pera são ésteres do mesmo ácido carboxílico.
e)
Pera e banana possuem, cada qual, um carbono assimétrico.
QUESTÃO 20. Solubilidade, densidade, ponto de ebulição (P.E.) e ponto de fusão (P.F.) são propriedades importantes
na caracterização de compostos orgânicos. O composto 1,2-dicloroeteno apresenta-se na forma de dois isômeros, um
com P.E. 60ºC e outro com P.E. 48ºC. Em relação a esses isômeros, é correto afirmar que o isômero:
a)
Cis apresenta P.E. 60°C.
b)
Cis é o mais solúvel em solvente não-polar.
c)
Trans tem maior polaridade.
d)
Cis apresenta fórmula molecular C 2 H 4 Cℓ 2 .
e)
Trans apresenta forças intermoleculares mais intensas.
QUESTÃO 21. A “violeta genciana” é empregada, desde 1890, como fármaco para uso tópico, devido a sua ação
bactericida, fungicida e secativa. Sua estrutura é representada por:
Em relação à violeta genciana, afirma-se:
I. Apresenta grupos funcionais amina e radicais metila.
II. Apresenta carbono quiral.
III. Forma ligação de hidrogênio intermolecular.
É correto apenas o que se afirma em:
a)
I.
b)
I e II.
c)
I e III.
d)
II e III.
e)
III.
QUESTÃO 22. Depois de voltar a se consolidar no mercado brasileiro de combustíveis, motivado pelo lançamento dos
carros bicombustíveis, o álcool pode se tornar também matéria-prima para a indústria química, para substituir os
insumos derivados do petróleo, cujos preços do barril alcançam patamares elevados no mercado internacional. Algumas
empresas não descartam a possibilidade de utilizar, no futuro próximo, a alcoolquímica no lugar da petroquímica. As
mais atrativas aplicações do álcool na indústria química, porém, serão voltadas à produção de compostos oxigenados,
como o ácido acético, acetato de etila e butanol. Na tabela, são apresentadas algumas propriedades do 1-butanol e de
certo álcool X. Os produtos da oxidação destes álcoois não pertencem à mesma classe de compostos orgânicos.
a)
Forneça o tipo de isomeria que ocorre entre 1-butanol e o composto X. Dê a fórmula estrutural do composto Z.
b)
Escreva a equação balanceada da reação de oxidação do 1-butanol, sabendo-se que são produzidos ainda K2SO4,
MnSO4 e H2O.
FÍSICA
QUESTÃO 23. Para impedir que a pressão interna de uma panela de pressão ultrapasse um certo valor, em sua tampa
há um dispositivo formado por um pino acoplado a um tubo cilíndrico, como esquematizado na figura abaixo. Enquanto
a força resultante sobre o pino for dirigida para baixo, a panela está perfeitamente vedada. Considere o diâmetro
interno do tubo cilíndrico igual a 4 mm e a massa do pino igual a 48 g. Na situação em que apenas a força gravitacional,
a pressão atmosférica e a exercida pelos gases na panela atuam no pino, a pressão absoluta máxima no interior da
panela é:
Note e adote:
 π = 3.
 1 atm = 105 N/m2.
 Aceleração local da gravidade = 10 m/s2.
a)
1,1 atm.
b)
1,2 atm.
c)
1,4 atm.
d)
1,8 atm.
e)
2,2 atm.
QUESTÃO 24. Em um recipiente de vidro, coloca-se água aquecida a 80°C, até 90% do volume do frasco. Logo após, ele
é tampado com uma tampa não deformável, a qual não é rosqueada, e sim facilmente encaixada. Tal tampa possui
apenas um anel de vedação, que não permite a troca entre o ar externo e interno. Após deixar o frasco por um certo
tempo à temperatura ambiente de 25°C, ao se tentar retirar a tampa, percebe-se que ela não mais se solta facilmente.
Com base no descrito, a dificuldade em retirar a tampa ocorre porque houve:
a)
Uma pequena contração volumétrica do frasco, aumentando sua pressão interna.
b)
Aproximadamente uma transformação a volume constante, reduzindo a pressão interna no frasco.
c)
Aproximadamente uma transformação isobárica, mantendo a pressão interna no frasco.
d)
Uma pequena dilatação do volume de água do frasco, passando a haver maior ação da gravidade sobre ele.
QUESTÃO 25. Considere que uma prensa aplica sobre uma chapa metálica uma força de 1,0⨯106N, com o intuito de
gravar e cortar 100 moedas.
Supondo que cada moeda possui raio igual a 1 cm, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, a pressão total
da prensa sobre a área de aplicação na chapa.
a)
104
Pa

b)
106
Pa

c)
108
Pa

d)
1010
Pa

e)
1012
Pa

QUESTÃO 26. A figura abaixo mostra, de forma simplificada, o sistema de freios a disco de um automóvel. Ao se
pressionar o pedal do freio, este empurra o êmbolo de um primeiro pistão que, por sua vez, através do óleo do circuito
hidráulico, empurra um segundo pistão. O segundo pistão pressiona uma pastilha de freio contra um disco metálico
preso à roda, fazendo com que ela diminua sua velocidade angular.
Considerando o diâmetro d2 do segundo pistão duas vezes maior que o diâmetro d1 do primeiro, qual a razão entre a
força aplicada ao pedal de freio pelo pé do motorista e a força aplicada à pastilha de freio?
a)
1/4.
b)
1/2.
c)
2.
d)
4.
QUESTÃO 27. A Constelação Vulpécula (Raposa) encontra-se a 63 anos-luz da Terra, fora do sistema solar. Ali, o
planeta gigante HD 189733b, 15% maior que Júpiter, concentra vapor de água na atmosfera. A temperatura do vapor
atinge 900 graus Celsius. “A água sempre está lá, de alguma forma, mas às vezes é possível que seja escondida por
outros tipos de nuvens”, afirmaram os astrônomos do Spitzer Science Center (SSC), com sede em Pasadena, Califórnia,
responsável pela descoberta. A água foi detectada pelo espectrógrafo infravermelho, um aparelho do telescópio
espacial Spitzer.
Correio Braziliense, 11 dez. 2008 (adaptado).
De acordo com o texto, o planeta concentra vapor de água em sua atmosfera a 900 graus Celsius. Sobre a vaporização
infere-se que:
a)
Se há vapor de água no planeta, é certo que existe água no estado líquido também.
b)
A temperatura de ebulição da água independe da pressão, em um local elevado ou ao nível do mar, ela ferve
sempre a 100 graus Celsius.
c)
O calor de vaporização da água é o calor necessário para fazer 1 kg de água líquida se transformar em 1 kg de vapor
de água a 100 graus Celsius.
d)
Um líquido pode ser superaquecido acima de sua temperatura de ebulição normal, mas de forma nenhuma nesse
líquido haverá formação de bolhas.
e)
A água em uma panela pode atingir a temperatura de ebulição em alguns minutos, e é necessário muito menos
tempo para fazer a água vaporizar completamente.
BIOLOGIA
QUESTÃO 28. Além de apanhar e sair das lutas com muitos hematomas, os atletas que praticam MMA (Mixed Martial
Arts) exibem certa particularidade estética que, muitas vezes, impressiona quem não está acostumado com o esporte:
as orelhas deformadas. De acordo com os especialistas, o trauma contínuo das lutas faz com que as orelhas fiquem
dessa forma. Dentro do vocabulário médico, o problema também é conhecido como “pericondrite”. O cirurgião plástico
Alexandre Barbosa, da Clínica de Cirurgia Plástica de São Paulo, afirma que isso ocorre porque com os atritos e
esmagamentos constantes sofridos nas orelhas durante treinos e lutas, contra o chão, o braço do adversário, e outros,
aparecem hematomas entre a cartilagem e o pericôndrio, tecido que fica entre a pele e a cartilagem e que é
responsável pela nutrição da região. “É comum a inflamação naquele espaço em função do trauma. A falta de
suprimento sanguíneo pode conduzir a uma necrose que resulta em reação fibrosa severa, ou seja, uma 'nova'
cartilagem é construída para preencher aquele espaço lesionado. Cada vez que ocorre a inflamação, um pouco de
cartilagem se forma. Assim, esse aspecto se torna inevitável”, explica.
Adaptado de: <http://saude.terra.com.br/doencas-etratamentos/entenda-por-que-orelhas-dos-lutadores-ficamdeformadas,7eef6dd57f167310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html>. .Acesso em: 20.09.2014
No texto, o termo pericondrite diz respeito a uma inflamação no pericôndrio. Que tecido forma o pericôndrio?
a)
Tecido conjuntivo denso.
b)
Tecido cartilaginoso.
c)
Tecido epitelial.
d)
Tecido conjuntivo frouxo.
e)
Tecido muscular.
QUESTÃO 29. Aquiles, guerreiro mitológico e um semideus, é o maior dos heróis gregos, sétimo filho de Peleu, rei dos
Mirmidões, com Tétis, a mais bela das nereidas, ninfa marinha e neta da Terra e do Mar. Uma das versões correntes
conta que, inconformada com a mortalidade dos filhos que gerava, Tétis mergulhou seu filho nas águas do rio Estige, o
rio infernal, segurando-o pelo calcanhar, para torná-lo invulnerável. Assim, este ponto ficou vulnerável, visto que não
havia sido mergulhado naquelas águas imortalizantes. Aquiles cresceu e se tomou um dos principais heróis gregos da
Guerra de Troia, sendo, ao final, atingido e morto por Páris, com uma flecha no calcanhar. Daí se falar hoje em tendão
de Aquiles, uma denominação vulgar para o tendão calcâneo, que se encontra na parte inferior e posterior da perna.
Do ponto de vista histológico, o tendão calcâneo é formado por:
a)
Tecido conjuntivo fibroso.
b)
Tecido conjuntivo denso modelado.
c)
Tecido conjuntivo cartilaginoso.
d)
Tecido conjuntivo frouxo.
e)
Tecido conjuntivo ósseo.
QUESTÃO 30. Na investigação de paternidade por análise de DNA, avalia-se o perfil genético da mãe, do suposto pai e
do filho pela análise de regiões do genoma das pessoas envolvidas. Cada indivíduoi apresenta um par de alelos, iguais
ou diferentes, isto é, são homozigotos ou heterozigotos, para cada região genômica. O esquema representa uma
eletroforese com cinco regiões genômicas (classificadas de A a E), cada uma com cinco alelos (1 a 5), analisadas em urna
investigação de paternidade:
Quais alelos, na sequência das regiões apresentadas, filho recebeu, obrigatoriamente, do pai?
a)
2,4,5,2,4.
b)
2,4,2,1,3.
c)
2,1,1,1,1.
d)
1,3,2,1,3.
e)
5,4,2,1,1.
QUESTÃO 31. Chegou ao mercado o primeiro medicamento de terapia gênica – um marco na história da medicina. A
droga é a esperança de uma vida sem sofrimento para milhares de pessoas que possuem uma doença genética rara,
caracterizada por um defeito no gene que determina a produção da enzima lipase, responsável pela digestão de
gorduras.
Disponível em: <http://www.istoe.com.br/reportagens/270736_A+REVOLUCAO+ DA+TERAPIA+GENETICA.>. Acesso em: 18 fev. 2013.
O uso de terapia gênica em indivíduos portadores dessa doença tem por objetivo:
a)
Impedir a absorção de lipídeos.
b)
Inserir uma cópia do gene saudável.
c)
Introduzir formas funcionais da enzima.
d)
Corrigir o defeito no gene que degrada a gordura.
e)
Ativar outros genes codificadores da mesma enzima.
QUESTÃO 32. Alguns grupos de pesquisa brasileiros estão investigando bactérias resistentes a íons cloreto, como
Thiobacillus prosperus, para tentar compreender seu mecanismo de resistência no nível genético e, se possível,
futuramente transferir genes relacionados com a resistência a íons cloreto para bactérias não resistentes usadas em
biolixiviação (um tipo de biorremediação de efluentes), como Acidithiobacillus ferrooxidans. Considerando as principais
técnicas utilizadas atualmente em biologia molecular e engenharia genética, a transferência de genes específicos de
uma espécie de bactéria para outra deve ser feita através:
a)
De cruzamentos entre as duas espécies, produzindo um híbrido resistente a íons cloreto.
b)
Da transferência para a bactéria não resistente de um plasmídeo recombinante, que contenha o gene de interesse
previamente isolado da bactéria resistente, produzindo um Organismo Geneticamente Modificado (OGM).
c)
Da transferência de todo o genoma da bactéria resistente para a nova bactéria, formando uma espécie nova de
bactéria em que apenas o gene de interesse será ativado.
d)
Da simples clonagem da bactéria resistente, sem a modificação da bactéria suscetível a íons cloreto.
e)
Da combinação do genoma inteiro da bactéria suscetível com o genoma da bactéria resistente, formando um
organismo quimérico, o que representa uma técnica muito simples em organismos sem parede celular, como as
bactérias.
LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS
LÍNGUA PORTUGUESA
QUESTÃO 33. Assinale a alternativa em que a palavra onde funciona como pronome relativo:
a)
Não sei onde eles estão.
b)
"Onde estás que não respondes?"
c)
A instituição onde estudo é a UEPG.
d)
Ele me deixou onde está a catedral.
e)
Pergunto onde ele conheceu esta teoria.
QUESTÃO 34. Observe:
Reclinada molemente na sua verdejante colina, como odalisca em seus aposentos, está a sábia Coimbra, a Lusa Atenas.
Beija-lhe os pés segredando-lhe de amor, o saudoso Mondego. E em seus bosques, no bem conhecido salgueiral, o
rouxinol e outras aves canoras soltam seus melancólicos trilos. Quando vos aproximais pela estrada de Lisboa, onde
outrora uma bem organizada mala-posta fazia o serviço que o progresso hoje encarregou à fumegante locomotiva,
vede-la branquejando, coroada do edifício imponente da Universidade, asilo da sabedoria.
(O primo Baíilio. São Paulo, Abril Cultural, 1979)
Os pronomes, cuja função essencial é denotar ou determinar os seres, funcionam também como elementos coesivos,
isto é, estabelecem a ligação entre os elementos de uma frase ou de um texto, a fim de manter a sua unidade. Leia o
texto acima e marque a alternativa em que o termo referente não é retomado pelo pronome indicado.
a)
“vede-la” — o pronome oblíquo “a” retoma o substantivo próprio “Coimbra”.
b)
“onde” — o pronome relativo retoma o seu termo antecedente “estrada de Lisboa”.
c)
“seus bosques” — o pronome possessivo refere-se a “saudoso Mondego”.
d)
“que” — o pronome relativo refere-se ao termo antecedente “serviço”.
e)
“lhe” - o pronome pessoal refere-se a “saudoso”.
QUESTÃO 35. Assinale o período em que foi empregado o pronome relativo inadequado:
a)
O livro a que eu me refiro é Tarde da Noite.
b)
Ele é uma pessoa de cuja honestidade ninguém duvida.
c)
O livro em cujos dados nos apoiamos é este.
d)
A pessoa perante a qual comparecemos foi muito agradável.
e)
O moço de cujo lhe falei ontem é este.
QUESTÃO 36. Assinale a opção em que o pronome lhe apresenta o mesmo valor significativo que possui em: “uma
espécie de riso sardônico e feroz contraía-lhe as negras mandíbulas”.
a)
A mãe apalpava-lhe o coração.
b)
Aconteceu-lhe uma desgraça.
c)
Tudo lhe era indiferente.
d)
Ao inimigo não lhe rogo perdão.
e)
Não lhe contei o susto por que passei.
QUESTÃO 37. Em "O casal de índios levou-os à sua aldeia, que estava deserta, onde ofereceu frutas aos convidados",
temos:
a)
Dois pronomes possessivos e dois pronomes pessoais.
b)
Um pronome pessoal, um pronome possessivo e dois pronomes relativos.
c)
Dois pronomes pessoais e dois pronomes relativos.
d)
Um pronome pessoal, um pronome possessivo, um pronome relativo e um pronome interrogativo.
e)
Dois pronomes possessivos e dois pronomes relativos.
QUESTÃO 38. Assinale o item em que não aparece pronome relativo:
a)
O que queres não está aqui.
b)
Temos que estudar mais.
c)
A estrada por que passei é estreita.
d)
A prova que faço não é difícil.
e)
A festa a que assisti foi ótima.
QUESTÃO 39. Assinale o item em que há erro no emprego do pronome demonstrativo:
a)
Paulo, que é isso que você leva?
b)
“Amai vossos irmãos”! são essas as verdadeiras palavras de amor.
c)
Trinta de dezembro de 1977! Foi significativo para mim esse dia.
d)
Pedro, esse livro que está com José é meu.
e)
Não estou de acordo com aquelas palavras que José pronunciou.
QUESTÃO 40. Assinale a opção em que todos os movimentos artísticos listados, façam parte da Vanguarda Europeia.
a)
Simbolismo, Cubismo, Dadaísmo, Expressionismo e Realismo.
b)
Realismo, Cubismo, Simbolismo, Impressionismo e Futurismo.
c)
Surrealismo, Cubismo, Naturalismo, Expressionismo e Futurismo.
d)
Surrealismo, Cubismo, Dadaísmo, Expressionismo e Futurismo.
e)
Surrealismo, Romantismo, Realismo, Expressionismo e Futurismo.
QUESTÃO 41. Em 1924, os surrealistas lançaram um manifesto no qual anunciaram a força do inconsciente na criação
de novas percepções. Valorizavam a ausência de lógica das experiências psíquicas e oníricas, propondo novas
experiências estéticas. Sobre o Surrealismo, é correto afirmar:
a)
Acredita que a liberação do psiquismo humano se dá por meio da sacralização da natureza.
b)
Baseia-se na razão, negando as oscilações do temperamento humano.
c)
Destaca que o fundamental, na arte, é o objeto visível em detrimento do emocionalismo subjetivo do artista.
d)
Concede mais valor ao livre jogo da imaginação individual do que à codificação dos ideais da sociedade ou da
história.
e)
Busca limitar o psiquismo humano e suas manifestações, transfigurando-os em geometria a favor de uma nova
ordem.
QUESTÃO 42. As figuras, a seguir, mostram pinturas expostas por Anita Malfatti. Com base nas figuras e nos
conhecimentos sobre as obras de Anita Malfatti que manifestam um dos estilos característicos da Arte Moderna,
assinale a alternativa que contempla o estilo e sua descrição correta:
A Boba
O Torso
O Homem Amarelo
a)
Impressionismo. Caracterizado pela diluição das figuras por meio da luz e da cor.
b)
Cubismo. Observação do modelo por diversos ângulos, fragmentação das figuras e da cor.
c)
Expressionismo. Afastamento das figuras do mundo natural e uso arbitrário da cor.
d)
Futurismo. Uso temático do movimento pelos gestos, figuras e traços marcados na distribuição das linhas e cores.
e)
Construtivismo. Uso de figuras geométricas e seu desenvolvimento no espaço.
LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
Argentina defaults – Eighth time unlucky
Cristina Fernández argues that her country’s latest default is different. She is missing the point.
Aug 2nd 2014
ARGENTINA’S first bond, issued in 1824, was supposed to have had a lifespan of 46 years. Less than four years
later, the government defaulted. Resolving the ensuing stand-off with creditors took 29 years. Since then seven more
defaults have followed, the most recent this week, when Argentina failed to make a payment on bonds issued as partial
compensation to victims of the previous default, in 2001.
Most investors think they can see a pattern in all this, but Argentina’s president, Cristina Fernández de Kirchner,
insists the latest default is not like the others. Her government, she points out, had transferred the full $539m it owed
to the banks that administer the bonds. It is America’s courts (the bonds were issued under American law) that blocked
the payment, at the behest of the tiny minority of owners of bonds from 2001 who did not accept the restructuring
Argentina offered them in 2005 and again in 2010. These “hold-outs”, balking at the 65% haircut the restructuring
entailed, not only persuaded a judge that they should be paid in full but also got him to 1freeze payments on the
restructured bonds until Argentina coughs up.
Argentina claims that paying the hold-outs was impossible. It is not just that they are “vultures” as Argentine
officials often put it, who bought the bonds for cents on the dollar after the previous default and are now holding those
who accepted the restructuring (accounting for 93% of the debt) to ransom. The main problem is that a clause in the
restructured bonds prohibits Argentina from offering the hold-outs better terms without paying everyone else the
same. Since it cannot afford to do that, it says it had no choice but to default.
Yet it is not certain that the clause requiring equal treatment of all bondholders would have applied, given that
Argentina would not have been paying the hold-outs voluntarily, but on the courts’ orders. Moreover, some owners of
the restructured bonds had agreed to waive their rights; 2had Argentina made a concerted effort to persuade the
remainder to do the same, it might have succeeded. Lawyers and bankers have suggested various ways around the
clause in question, which expires at the end of the year. But Argentina’s government was slow to consider these options
or negotiate with the hold-outs, hiding instead behind indignant nationalism.
Ms Fernández is right that the consequences of America’s court rulings have been perverse, unleashing a big
financial dispute in an attempt to solve a relatively small one. But 3hers is not the first government to be hit with an
awkward verdict. Instead of railing against it, she should have tried to minimize the harm it did. Defaulting has helped
no one: none of the bondholders will now be paid, Argentina looks like a pariah again, and its economy will remain
starved of loans and investment.
Happily, much of the damage can still be undone. It is not too late to strike a deal with the hold-outs or back an
ostensibly private effort to buy out their claims. A quick fix would make it easier for Argentina to borrow again
internationally. That, in turn, would speed development of big oil and gas deposits, the income from which could help
ease its money troubles.
More important, it would help to change 4perceptions of Argentina as a financial rogue state. Over the past year
or so Ms Fernández seems to have been trying to rehabilitate Argentina’s image and resuscitate its faltering economy.
She settled financial disputes with government creditors and with Repsol, a Spanish oil firm whose Argentine assets she
had expropriated in 2012. This week’s events have overshadowed all that. For its own sake, and everyone else’s,
5
Argentina should hold its nose and do a deal with the hold-outs.
(http://www.economist.com/news/leaders/21610263. Adapted)
QUESTÃO 43. The excerpt from the reference 2 – had Argentina made a concerted effort to persuade the remainder
to do the same, it might have succeeded. – denotes an idea of:
a)
b)
c)
d)
e)
Obligation.
Ability.
Completion.
Hypothesis.
Necessity.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO
Read the article below and answer the question(s) that follow.
Virtual people, real friends
by Anna Pickard (The Guardian)
The benefits of forming friendships with those we meet online are obvious, so why is the idea still treated with
such disdain?
Another week, another survey claiming to reveal great truths about ourselves. This one says that people are
increasingly turning “online friends” into people they’d think worthy of calling real-life friends. Well, that’s stating the
obvious, I would have thought! If there’s a more perfect place for making friends, I have yet to find it. However, when
surveys like this are reported in the media, it’s always with a slight air of “it’s a crazy, crazy world!” And whenever the
subject crops up in the conversation, it’s clear that people look down on friends like these. In fact some members of my
family still refer to my partner of six years as my “Internet Boyfriend.”
It’s the shocked reaction that surprises me as if people on the internet were not “real” at all. Certainly, people
play a character online quite often – they may be a more confident or more argumentative version of their real selves –
but what’s the alternative? Is meeting people at work so much better than making friends in a virtual world? Perhaps,
but for some a professional distance between their “work” selves and their “social” selves is necessary, especially, if
they tend to let their guard down and might say or do something they will later regret.
Those people disapproving of online friendships argue that the concept of “friendship” is used loosely in a world
driven by technology, in which you might have a thousand online friends. They make a distinction between “social
connections” – 1acquaintances who are only one click away – and meaningful human interaction, which they say
requires time and effort. They note that for many Facebook “friends,” conversation is a way of exchanging information
quickly and efficiently rather than being a social activity.
However, I’ve found that far from being the home of oddballs and potential serial killers, the internet is full of
like-minded people. For the first time in history, we’re lucky to enough to choose friends not by location or luck, but by
those who have similar interests and senses of humour, or passionate feelings about the same things. The friends I’ve
made online might be spread wide geographically, but I’m closer to them than anyone I went to school with, by millions
miles. They are the best friends I have.
Obviously, there will be concerns about the dangers of online friendship. There are always stories buzzing
around such as “man runs off with the woman he met on Second Life” or people who meet their “soulmate” online and
are never seen again. But people are people, whether online or not. As for “real” friendship dying out, surely, is social
networking simply redefining our notion of what this is in the twenty-first century? The figures – half a billion Facebook
users worldwide – speak for themselves. And technology has allowed countless numbers of these people to keep in
close contact with their loved ones, however far away they are. Without it, many disabled or household people might go
without social contact at all. Call me naive, call me a social misfit, I don’t care. Virtual people make best real friends.
Adapted from http://www.theguardian.com/commentisfree/2009/jan/02/internet-relationships
QUESTÃO 44. Which alternative contains the correct conditional to complete the gap below?
He would have chatted with his Facebook friends last night if he ___________ so busy.
a)
Hadn’t been.
b)
Wasn’t.
c)
Weren’t.
d)
Hasn’t been.
QUESTÃO 45.
Which sentence is grammatically correct about the picture above?
a)
If the 2 lions had been taller, they wouldn’t have to had helped each other.
b)
If one lion was bigger, the other wouldn’t be help him.
c)
Had one lion taller, the other would have helped him.
d)
Should a lion be bigger, the other have helped him.
e)
If one lion were taller, the other one wouldn’t have had to help him.
LÍNGUA ESTRANGEIRA - ESPANHOL
QUESTÃO 46.
El robo
Para los niños
anchos espacios tiene el día
y las horas
son calles despejadas
abiertas avenidas.
A nosotros, se estrecha
el tiempo de tal modo
que todo está apretado y oprimido.
Se atropellan los tiempos
Casi no da lugar un día a otro.
No bien ha amanecido
cae la luz a pique
en veloz mediodía
y apenas la contemplas
huye en atardeceres
hacia pozos de sombra.
Dice una voz:
entre vueltas y vueltas
se me fue el día.
Algún ladrón
oculto roba mi vida.
MAIA, C. Obra poética. Montevidéu: Rebecalinke, 2010.
O poema El robo, de Circe Maia, poetisa uruguaia contemporânea, trata do(a):
a)
Problema do abandono de crianças nas ruas.
b)
Excesso de trabalho na sociedade atual.
c)
Angústia provocada pela fugacidade do tempo.
d)
Violência nos grandes centros urbanos.
e)
Repressão dos sentimentos e da liberdade.
TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES
Ciencia y Progreso de la Humanidad
La ciencia nos abre un abanico de posibilidades, y es demasiado tentadora, ya que al hablar de ella uno se pone
a pensar en el futuro, y en todo lo que ella nos brindará y permitirá.
Pero es claro que no todo lo científicamente posible es ético y lícito. Una gran inteligencia se puede emplear en
crear un mundo de mafia, de extorsiones o de asesinatos. 1Hitler empleó adelantos científicos para los horrores de la
muerte de los campos de exterminio. La energía nuclear es bipolar: puede ayudar a detectar y curar enfermedades pero
también puede servir para exterminar a la humanidad con bombas en la industria bélica.
3
El progreso científico está ordenado al progreso humano, no a la “superación del hombre y de su ética”. Por
eso será verdadera ciencia si le hace al hombre mejor y más feliz. Una parte de esa felicidad es el conocimiento, otra el
bien obrar, otra el equilibrio en sus afectos, y la reducción del dolor.
Pero no olvidemos que ese 2hombre es “transeúnte”, parte de su felicidad está en conexión con la solución del
problema de su muerte. Y ahí es donde comienza otro problema, que es el del hombre a creerse Dios, la religión nace a
partir del miedo a la muerte. Pero, ¿qué pasa cuando en lugar de la creación de mundos imaginarios en el “más allá”, el
ser humano comienza a poder plantearse seriamente la perspectiva de una vida eterna en el más acá? ¿Debe el ser
humano ser amo fiel de su destino? Para mí no, puesto que la perspectiva de la muerte es justamente lo que nos hace
humanos. El jugar a ser Dios no traerá ninguna consecuencia positiva a este mundo, y un mundo lleno de frankenstein
no me parece algo deseable.
Por último, pero no menos importante, está el problema de la ciencia aplicada a la economía. No debemos
olvidarnos al hablar de ciencia que vivimos en un mundo capitalista, cuyo estandarte de lucha es el consumismo
obsceno por el sólo consumismo obsceno.
La ciencia ha pasado a ser una simple herramienta usada para crear computadoras más rápidas y chips más
pequeños, aunque, creo yo, la ciencia no es causante de este mal, sino una mera protagonista más, en una realidad
donde distintos actores convergen para crear un caos, donde no se sabe el porqué ni el cómo, pero se debe comprar;
4
olvidándonos del daño que le causamos al planeta, ya sea en el abuso de la materia prima que éste nos puede brindar o
en los estragos que hace la contaminación que producimos para crear los lujos que con tanto ánimo adquirimos.
Disponível em: <http://www.taringa.net/comunidades/nogod/56721/Ciencia-y-progreso-de-la-humanidad.html>. Acesso em: 01 set. 2010. (Texto adaptado)
QUESTÃO 47. En el fragmento “Hitler empleó adelantos científicos para los horrores de la muerte de los campos de
exterminio” (ref. 1), la expresión adelantos científicos quiere decir:
a)
Procedimientos científicos.
b)
Dilaciones científicas.
c)
Ventajas científicas.
d)
Desarrollos científicos.
e)
Méritos científicos.
QUESTÃO 48. En el texto, el fragmento “El progreso científico está ordenado al progreso humano, no a la “superación
del hombre y de su ética”.” (ref. 3)
a)
Indica que la ciencia debe favorecer al hombre.
b)
Presenta diferentes puntos de vista sobre lo que le hace al hombre más feliz.
c)
Señala lo positivo de la ciencia.
d)
Expresa ideas hipotéticas acerca del futuro de la ciencia.
e)
Esclarece que el progreso de la humanidad necesita de ética.
MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS
QUESTÃO 49. (UNIFOR 2014) Na figura abaixo, temos a representação geométrica do gráfico de uma parábola, cuja
equação é y  ax2  bx  c .
Para esta parábola representada no gráfico abaixo, os sinais dos produtos a  b , a  c e b  c são, respectivamente:
a)
Negativo, negativo e positivo.
b)
Negativo, positivo e negativo.
c)
Negativo, negativo e negativo.
d)
Positivo, positivo e positivo.
e)
Positivo, negativo e negativo.
QUESTÃO 50. (IFCE 2014) Seja f :

uma função quadrática dada por f(x)  ax2  bx  c, onde a, b, c 
constantes e cujo gráfico (parábola) está esboçado na figura.
É correto afirmar-se que:
a)
a  0.
b)
b  0.
c)
c  0.
d)
b2  4ac.
e)
f(a2  bc)  0.
são
QUESTÃO 51. (UEPB 2014) O gráfico da função f :R  R dada por f(x)  mx2  nx  p com m  0 é a parábola esboçada
abaixo, com vértice no ponto V. Então podemos concluir corretamente que:
a)
m  0, n  0 e p  0
b)
m  0, n  0 e p  0
c)
m  0, n  0 e p  0
d)
m  0, n  0 e p  0
e)
m  0, n  0 e p  0
QUESTÃO 52. (ENEM 2013) A parte interior de uma taça foi gerada pela rotação de uma parábola em torno de um eixo
z, conforme mostra a figura.
3
A função real que expressa a parábola, no plano cartesiano da figura, é dada pela lei f(x)  x 2  6x  C, onde C é a
2
medida da altura do líquido contido na taça, em centímetros. Sabe-se que o ponto V, na figura, representa o vértice da
parábola, localizado sobre o eixo x.
Nessas condições, a altura do líquido contido na taça, em centímetros, é:
a)
1.
b)
2.
c)
4.
d)
5.
e)
6.
QUESTÃO 53. (INSPER 2013) No gráfico estão representadas duas funções: f(x) do primeiro grau e g(x) do segundo
grau.
O gráfico que melhor representa a função h(x) = f(x) + g(x) é:
a)
b)
c)
d)
e)
QUESTÃO 54. (EPCAR (Cpcar) 2013) Lucas e Mateus são apaixonados por futebol. Eles praticam futebol no quintal de
casa, que é totalmente plano e possui uma rede de 3m de altura.
Numa brincadeira, Mateus posiciona a bola a 4m da rede e Lucas varia sua posição em lado oposto à rede,
aproximando-se ou afastando-se dela, conservando uma mesma linha reta com a bola, perpendicular à rede.
Mateus lança a bola para Lucas, com um único toque na bola, até que ela atinja o chão, sem tocar a rede.
Considere um plano cartesiano em que:
 Cada lançamento realizado por Mateus é descrito por uma trajetória parabólica;
 Lucas e o ponto de partida da bola estão no eixo Ox ;
 A posição da bola é um ponto (x,y) desse plano, onde y  f  x  é a altura atingida pela bola, em metros, em relação
ao chão;
Assinale, dentre as alternativas abaixo, aquela que tem a lei de uma função f que satisfaz às condições estabelecidas na
brincadeira de Lucas e Mateus.
a)
b)
c)
d)
x2
2
8
3x2
f x  
3
16
x2 x  15
f x   
16
4
2
f  x   0,1x  0,2x  4,8
f x  
QUESTÃO 55. (FUVEST 2015) No triângulo retângulo ABC, ilustrado na figura, a hipotenusa AC mede 12cm e o cateto
BC mede 6cm.
Se M é o ponto médio de BC, então a tangente do ângulo MAC é igual a:
a)
2
7
b)
3
7
c)
2
7
d)
2 2
7
e)
2 3
7
QUESTÃO 56. (ESPCEX (Aman) 2013) Os pontos P e Q representados no círculo trigonométrico abaixo correspondem
às extremidades de dois arcos, ambos com origem em (1,0), denominados respectivamente  e , medidos no sentido
positivo. O valor de tg    é:
a)
3 3
3
b)
3– 3
3
c)
2 3
d)
2 3
e)
1  3
QUESTÃO 57. (ITA 2011) Num triângulo ABC o lado AB mede 2 cm, a altura relativa ao lado AB mede 1 cm, o ângulo
mede 135° e M é o ponto médio de AB . Então a medida de
a)
1
.
5
b)
1
.
4
c)
1
.
3
d)
3
.
8
e)
2
.
5
QUESTÃO 58. (MACKENZIE 2009) Na figura, tg â é igual a:
a)
16
81
b)
8
27
c)
19
63
d)
2
3
e)
1
4
+
, em radianos, é igual a:
QUESTÃO 59. (CFTCE 2005) Considere tg á e tg â raízes da equação 2x2 - x + 1 = 0. Se 0 ≤ á + â ≤ ð, á + â é igual a:
a)
0
b)
ð/6
c)
ð/4
d)
ð/2
e) ð

Documentos relacionados

semana 16

semana 16 Por mais que retrocedamos na História, acharemos que a África está sempre fechada no contato com o resto do mundo, é um país criança envolvido na escuridão da noite, aquém da luz da história consci...

Leia mais