Página 2

Сomentários

Transcrição

Página 2
4
Domingo, 23 de março de 2014
Rola o papo
Atraídos pelo Egito
Cercadas de dúvidas e lendas, as pirâmides
fascinam os homens há milhares de anos. E a
gente continua tentando entender essa história!
Marco Aurélio Vigário
Mistééério… Quem construiu as
pirâmides do Egito? Para que elas
serviam? O que representavam?
Milhares de anos depois de
construídos, esses grandes
monumentos ainda despertam
dúvidas e polêmicas entre os
arqueólogos e muita curiosidade
em todo mundo.
A fama dessas construções
fascinantes e de suas múmias
lendárias começou a correr o
mundo séculos atrás, ainda na
Idade Antiga, quando a Grande
Pirâmide (ou Pirâmide de Quéops)
foi incluída na lista das Sete
Maravilhas do Mundo pelo poeta
grego Antípatro de Sídon. De lá pra
cá, muita gente se sentiu atraída
pela terra dos faraós - dos grandes
filósofos gregos a Napoleão
Bonaparte, de D. Pedro I aos mais de
10 milhões de turistas que visitam o
Egito todos os anos.
A Grande Pirâmide tem mais de
4.500 anos de idade e é a única das
Sete Maravilhas do mundo antigo
que continua de pé. Ela faz parte da
chamada Necrópole de Gizé, um
conjunto que tem ainda outras duas
pirâmides bem conhecidas (Quéfren
e Miquerinos) e a Grande Esfinge,
entre outros pontos interessantes.
Fica pertinho da cidade do Cairo,
capital do Egito - a apenas 25
quilômetros de distância.
Quéops, Quéfren e Miquerinos
tinham originalmente 146, 143 e 66
metros de altura - a maior delas do
tamanho de um prédio moderno de
49 andares. Como essas enormes
estruturas foram construídas? A
verdade é que ninguém tem certeza.
Há várias teorias - e algumas
incluem até discos voadores e
mamutes pré-históricos.
“A mais aceita”, diz a arqueóloga
Márcia Jamille Costa, “é que rampas
de adobe (material feito de terra
crua, água e palha e outras fibras)
foram construídas ao lado das
pirâmides e por elas arrastadas as
pedras que compunham os
edifícios”. Essas pedras, que pesam
toneladas, podem ter sido levadas
até as rampas em trenós sem rodas
ou com o uso de toras de madeira no
lugar das rodas - empurradas por
mãos humanas. “Mas não foram
construídas por escravos. Isso é
lenda”, alerta Márcia. Ela se refere a
crenças antigas superadas por
descobertas recentes. Essas
descobertas indicam a presença de
trabalhadores livres em obras no
Antigo Egito - eles recebiam
salários, matavam serviço de vez
em quando e até faziam greves.
Além das três mais famosas, o
Egito tem hoje quase uma centena
de pirâmides catalogadas. E novas
construções são encontradas de
tempos em tempos. No início de
2014, por exemplo, cientistas
americanos reportaram a
descoberta de uma estrutura de
4.600 anos no Sul do Egito. Ela foi
batizada de Pirâmide de Edfu.
Marcelo Chaves
Olha aí a Grande Esfinge e as três pirâmides do Platô de Gizé

Documentos relacionados

Egito Antigo, terra de pirâmides, templos e dos grandes faraós

Egito Antigo, terra de pirâmides, templos e dos grandes faraós A pirâmide de Quéops Esta é a maior pirâmide do Egito Antigo (foto ao lado). Ela tinha 147 metros de altura quando foi construída por volta de 2560 anos antes de Cristo. Hoje tem 138 m devido ao de...

Leia mais

Egito.

Egito. •A Grande Pirâmide era originalmente revestida externamente com pedra calcária polida, fazendo ela brilhar com a luz do sol e tornando-a visível a quilômetros de distância. Tal revestimento foi saq...

Leia mais