Ser Robinho é o sonho de Ritchelly

Сomentários

Transcrição

Ser Robinho é o sonho de Ritchelly
Ser Robinho é o sonho de Ritchelly
Com apenas 12 anos,
Ritchelly Oliveira é o mais
festejado jogador da categoria Dente do Campeonato Estadual da Secretaria de Esportes . O garoto é atleta do São
Francisco FC de Heliópolis e
vem se despontando como um
atleta de talento.
Atuando como atacante, ele
é o principal artilheiro da chave com 12 gols marcados. O
time, inclusive, está invicto
conquistando vitórias de goleada variando entre cinco a
12 gols. Filho do casal João
Santos e Telma Oliveira, ele
começou a jogar aos oito anos
no Círculo Militar, mas o pai
lembra que antes já atuava nos
campos da região de
Heliópolis, onde mora.
Ritchelly conta que jogou
três anos no Clube Atlético
Ypiranga (CAY), onde sagrouse vice-campeão interclubes,
foi artilheiro do time e eleito
o melhor jogador, recebendo
medalhas.
Também disputou campeonato pelo Mauá, de São Caetano do Sul, em 2004, e no
Democrático do Ypiranga participou das equipes de futsal.
O seu maior sonho é um dia
vestir a camisa sete ou nove
de uma grande equipe profissional de São Paulo.
Fã de Ronaldinho Gaúcho e
Robinho, o artilheiro do São
Francisco diz que seu estilo
de jogo se assemelha mais ao
de Robinho. Essa também é a
opinião do pai do garoto, que
dá todo apoio ao projeto do aspirante a craque
Ritchelly, com o pai e a irmã Aliyne, exibe seus troféus e medalhas
Domingo é dia
de futebol
Ipiranguistas amantes do futebol
que têm se reunindo aos domingos
para a prática desse esporte criaram o grupo Pessoal de Domingo
F.C. do Ipiranga. “Verificamos que
através da amizade e do esporte poderíamos praticar a solidariedade”,
explica Régis Abboud, lembrando
que a agremiação foi fundada em
1985 e de lá para cá vem promovendo torneios internos de futsal de
caráter beneficente nos quais se arrecadam alimentos para várias entidades filantrópicas do bairro.
Régis informa que nesses mais
de 20 anos de existência, o Pessoal
de Domingo FC do Ipiranga sempre contou com apoio de ex-jogadores de futebol, políticos, modelos, empresas e clubes, citando o
Clube Atlético Ypiranga (CAY),
que cedeu duas vezes dependências ao grupo. Outras informações
no site www.pdfc.kit.net.