celebrar haydn em alcobaça

Сomentários

Transcrição

celebrar haydn em alcobaça
CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA
Rua Afonso de Albuquerque
2460-061 Alcobaça
Telefones 262 580 890 / 885 / 892
FAX 262 580 891
cine.teatr [email protected]
www.alcobaca.pt
agenda contra-regra
propriedade Municíp io d e Alcobaç a
periodic idade quadrimestral
im pressão Arte At aca
tiragem 5 000 exemplares
Distribuição Gratu ita
N.º 16
set embro . out ubro . novembro . dezembro ’09
editorial
Duas datas simbólicas, que celebram os 65 anos da fundação do Cine-Teatro e os 5 da sua reabertura, cruzar-se-ão nos próximos meses.
Que melhor pano de fundo para a programação que apresentamos neste último quadrimestre?! Espectáculos de
todas as áreas artísticas para todos os públicos. Artistas e
grupos consagrados, projectos emergentes, festivais, entre
outras propostas, coexistem numa programação eclética
que tem sido imagem de marca do CTA.
Num trabalho de divulgação das Artes do Espectáculo e
de formação de públicos, que nunca se encontra concluído, pensamos ter cumprido a missão de mostrar a qualidade do que se faz em Alcobaça e, simultaneamente, trazer algumas das melhores companhias e grupos de teatro,
dança e música a nível nacional e internacional.
Alcobaça tem uma história que nos orgulha, um Mosteiro
que a todos deslumbra e uma vida cultural que, com o
contributo decisivo do Cine-Teatro, saiu da penumbra!
Orgulham o-nos, pois, do Cine-Teat ro de Alcobaça
enquanto "palco aberto para a cultura". Temos a convicção que foi, é, e será, um orgulho para todos.
RUI MOR AIS
26
setembro
22h
SÁBADO
teatro de comédia
I LOVE MY PENIS – O REGRESSO
com Almeno Gonçalves e António Melo
Este espectáculo dá-nos oportunidade de conhecer o que de mais íntimo e
secreto os homens pensam e sentem pelas m ulheres. O sexo, o casamento, o
divórcio, a traição, a amizade e a virilidade não são mais do que pretextos
para uma r eflexão sobre o homem contemporâneo e as suas conquistas.
Marcelo, escritor de 39 anos, divor ciado de um casamento, marca um encontro
estratégico, com o seu melhor amigo Pedro, ar quitecto de 42 anos, divorciado de
três casamentos, num bar da Linha de Cascais que tem o sugestivo nome de
“Lost & Found” (Per didos e Achados).
Mais do que um encontro fortuito ou r otineiro, este tem um carácter de urgência! Marcelo finalmente conseguiu combinar um jantar com uma antropóloga
que persegue há meses, mas depar a-se com um problema: ela está acom panhada por uma amiga do Porto...
Este pretexto é suficiente para que, de uma form a natural e espontânea, a
dinâmica da conversa entre os dois se centre nas suas r elações com as mulheres
e em todos os seus pr edicados.
Nesta comédia vamos ter oportunidade de observar dois “predadores” do
género feminino, com pontos de vista absolutamente diversos. Se por um lado
Pedr o é mais prático e dir ecto nas suas conquistas, por outro Marcelo é mais
exigente e sensível.
autor Carlo Edu ardo Novaes
adap taç ão Almeno Gonçalves e António Melo
encen ação Joaquim Nic olau
com Almeno Gonçalves e An tónio Melo
cenografia e figurinos Sola d o Sapato
selecção mu sical Pau lo Raposo
desen ho de luz Nu no Samora
fotografia de cartaz Pau lo Andrade (Iade)
design gráfico e imagem global Nu no L ima e Sola do Sapato
resp onsável técnico Nu no Samora
operador de luz e som Nuno Figueira, Nuno Moço e Nuno Samora
resp onsável admin istrativa e financeira Mariana Magro
direcção d e produ ção Almeno Gonçalves
produ ção Maria João Alves e Cátia Sousa
G RANDE AUDITÓRIO
P REÇO:
7.5€
10 €
[P LATEIA, CAMAROTES]
[BALCÃO]
D URAÇÃO :
M/ 16
90’
03.04
outubro
*
CTA
fora de portas
música
CELEBRAR HAYDN EM ALCOBAÇA
ENSEMBLE CONTRAPUNCTUS
Comem orando os duzentos anos da m orte de Haydn, o ENSEMBLE CONTRA PUNCTUS apresenta cinco concertos em cinco freguesias do concelho, executando
nove quartetos de Haydn que ilustram diferentes fases do génio inesgotável do
compositor.
Tendo como núcleo de base os membros do Moscow Piano Quartet, o ENSEMBLE
CONTRAPUNCTUS tem uma composição que abrange as m ais diversas formações
da música de câmara, tendo sido convidado pela Antena 2 da RDP a realizar a integral dos quar tetos de cor das de Joseph Haydn em 2009. Entre Outubro e Dezembr o
o grupo traz uma extensão desse projecto ao concelho de Alcobaça.
P RO GRA MA
Quarteto em ré menor op. 9 n.º 4 (1770)
Quarteto em mi maior op. 54 n.º 3 (1788)
Quarteto em dó maior op. 74 n.º 1 (1793)
José Pereira, 1º violino
Arthur Soulès, 2º violino
Alexandre Delgado, violeta
Guenrikh Elessine, violoncelo
* SÁBADO, 3 OUT. - 16H30
Igreja de S. Lourenço - Maiorga
DOMINGO, 4 OUT. - 18H00
Igreja Paroquial de São Martinho do Porto
ENTRADA LIVRE
M/ 6
03
outubro
21h30
SÁBADO
dança . música . multimédia
ASCENSION FROM WATER
Ascension Project
Poderei eu ficar parado no tempo e tentar Ascender as minhas ideias ao topo do meu
cér ebro? “Ascension from water ”? Gostaria simplesmente Ascender de água. De uma
forma simples, natural e pura. Preciso de … “Keep on moving”. Continuar esta caminhada. Eu quero que o r eflexo do m eu outro eu na água, me Ascenda e me faça
entrar em “Transe”. Desejo estar no topo desse r eflexo e que esse outro eu “Look into
my eyes”; me olhe nos olhos e me leve “Beyond ascension”; pra lá d’Ascensão para
“Justify my love?” Justificar o meu amor por ti, por mim, pelo nosso ego. Eu e o meu
outro eu. E que no reflexo dessa água me apercebo que não és mais “My lover ”, meu
amor, “Now it‘s time.” É tempo de simplesmente “Close my eyes…”; fecho os meus
olhos e penso no “Deep fear ”, o medo profundo de me envolver no “Shake” de
emoções. Esta mistura que me afasta do meu eu e me leva a cr iar uma nova personagem, um a nova figur a nesta caminhada, o “Anti - crisis guy”. Sim! Uma personagem anti - crise que me leva ao “Return to essence”.Estou de volta há essência. E de
novo me encontro par ado no tempo em plena “Ascension”.
coreografia E.M., L .S .
músic a L.S. , Rodrigo Lem os , Madonna, Side Kick, Svetlana Lob oda
figu rinos L.S., E.M., A.F.
vídeo L .S ., Migu el Queiroz
fot ografia Joan a Fadigas
maquilhagem/ design cabel os Álvaro Franco, Su si Brás
design gráfico Rodrigo Moreira
intérpretes Ana Dinis, Carolina Monteiro, E liana Mota, Luís Sousa, Tom é Simão
GRANDE AUDITÓ RIO
7.5 €
5€: MENORE S DE 18, MAIORES
PREÇO:
DE 65 E GRUPOS + 10 PESSOAS
DURAÇÃO:
M/ 6
55’ [s/ i nt. ]
© GÉMEO LU ÍS
S E RVI ÇO
05
E D U C AT I V O
outubro
15h 18h
SEGUNDA
música . oficina
OFICINA DE DJING
Susana Menezes [Portugal]
Pequena introdução ao djing/turntablism/scratch. O que é um setup standart, diferença entr e os diferentes mater iais. Elucidação das funções mais básicas da mesa de
mistura/gira-discos. Quais as principais marcas de mesas/gira-discos, diferenças
entre elas, qualidade/preço, etc... D ifer enças entre os diversos estilos musicais, Hip
Hop, Funk, Soul, Br eakBeat, House, Drum ‘n Bass. Primeiras noções básicas de mistura, BPM’s, etc.. Diferenças entre misturar com vinil, com CD ou com software.
Diferença entre vinil/cd. Vantagns e desvantagens do uso do vinil/cd ou softwar e.
Utilização dos auscultadores, munição, cue. O que é o “Scratch”. Diferentes técnicas
e potencialidades do Scratch. D iferença entre DJ, Tur ntablist e Scratch.
Producer/musician. Noções de beat jugling/pass pass e como incor porar estas técnicas num dj set. Exemplos/showcase das técnicas mais básicas. Noções básicas sobre
softwae de mistura [tr aktor], final scratch/rane Serato e gravação/produção: ableton
live, adobe audition. As diferenças entre pôr som VS tocar VS live act/performance.
Parte prática.
número de participantes 15 (mínimo 6)
monitor DJ Ride
oficina associada ao espectáculo FRACTAL
Compagnie Fractal [França]
PREÇO: 2 €
[S/ DES CONTOS ]
D URAÇÃO :
M/ 16
120’
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
IN SCRIÇÕE S LIMITADAS
S ER V IÇ O
10
ED U C AT I V O
outubro
9h00
SÁBADO
workshop
TÉCNICA VOCAL PARA DOCENTES
por Rosalina Machado
I. RE SPIRAÇÃO E VOZ
O uso da voz durante muitas horas seguidas exige variações de altura e intensidade frequentes, o que obriga a comportamentos mais vigiados. O trabalho regular de técnica
vocal visa melhorar o controlo fono-respiratório. Assim, nestes workshops pretende-se
aprofundar os conhecimentos da voz e do sistema de ressonância, transfor mando a estrutura laríngea para uma boa emissão sonor a.
Inscr ições e informações: Academia de Música de Alcobaça
(TLF.: 262 597 611)
residente
ARTISTA
10
outubro
21h30
SÁBADO
música
2 EM 1
Estreia mundial de uma obra original (para tuba, trompa, piano, vibrafone/marimba
e guitar ra) par a a junção dos dois trios + guitarra de Paul Mitchell-Davinson
Trio XL
Sérgio Carolino, tuba
Jeffery Davis, vibr afone e mar imba
Telmo Marques, piano
Trio Tu B'Horn
Sérgio Carolino, tuba
José Bernardo Silva, trompa
Telmo Marques, piano
convidado especial
Paul Mitchell-Davinson, guitar ra e composição
GRAN DE AUDITÓ RIO
PREÇO: 5€
M/6
[S / DE SCO NTOS]
© FOT OGRA FIA HENRIQUE DELGA DO E SUSANA NEVES
E S P E CTÁCU L O
13
PA R A
outubro
C R I A N Ç A S :)
14h30
TERÇA
teatro de marionetas . festa da marioneta
POLEGARZINHO
Teatro de Marionetas do Porto
Tr ês vezes
Crescerá e minguará
A lua
E depois uma criança nascerá
A força do gigante
E a bravura do leão
Ela terá
E ainda que não seja
Maior do que o polegar
Dela se falará
Até ao fim dos tempos
en cenação, texto e cenografia João P aulo Seara Card oso
marionetas, figu ri nos e ilustrações Jú lio Vanzeler
músic a Roberto Neulichedl
desenho de l uz Jorge Costa
produção Sofia Carvalh o
interpretação Ed gard Fernandes, Sara Henriqu es, Sérgio Rolo, S hirley Resende [pianista]
operação de som e luz Ru i Pedro Rod rigues
pint ura de marionet as Em ília Sousa
assistent e de p rodu ção Paula An abela Silva
técnicos de const ru ção Vitor S ilva [coord en ação], Filip e Garcia, Tânia Pinheiro [estagiária]
construção de cenografia Américo Castanh eira, Tudo Faço
coordenação de guarda-roupa Cláudia Ribeiro
Assist ente de guarda-rou pa Catarina Barros
mestre costureira Celeste Marin ha
aderecist a Dora Pereira
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
PREÇO: 2€
DURAÇÃO:
M/4
[ S/ D ES CONTOS ]
50’ [s/ i nt.]
INSCRIÇÕES LIMITADAS
ES P E C T ÁC U L O
16
PA R A
outubro
C R I A N Ç A S :)
14h30
SEXTA
marionetas . festa da marioneta
EGGBIRD E OUTRAS HISTÓRIAS
DE MARIONETAS
Stephen Mottram [Inglaterra]
Uma caix a de Pandora de surpresas mágicas, com bonitas marionetas, que
tomam vida serem tocadas. Uma carinhosa mãe-pássaro com o seu ovo, uma
mosca dançante, um mister ioso circo e um comovente conto de fadas, completado com um príncipe e uma princesa.
Uma hora bem passada, com uma história de drama e comédia, apresentada
por um mestre da marioneta de fios.
concepção e m anipu lação S tephen Mottram
PREÇO : 2 €
DURAÇÃO:
M/ 4
[S/ DES CONTOS ]
60’ [s/ int.]
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
INSCRIÇÕES LIMITADAS
16
outubro
21h30
SEXTA
marionetas . festa da marioneta
IN SUSPENSION
Stephen Mottram [Inglaterra]
O incrível mundo de IN SUSPENSION está cheio de surpresas, desde os
momentos mais ternos até aos mais m acabros. Elegante na sua simplicidade,
joga com os nossos sentidos, transpor tando-nos para um engraçado e poético
mundo alternativo, onde as r egras parece terem sido alteradas.
A música – de Glyn Perrin, Simon Waters e Pete McPhail – envolve a hipnótica
coreografia de Stephen Mottram como um casulo e as mar ionetas tornam-se perturbador amente independentes do artista que as manipula.
Tr abalhando à vista do público num pequeno palco aberto com mar ionetas de fio,
Stephen Mottram capta o seu público numa mágica e inesper ada experiência. A
música especialmente é composta para envolver a coreografia hipnótica de
Mottram, de forma a criar um a forte atmosfer a teatral, que persegue os espectadores mesmo depois do espectáculo ter terminado.
IN SUSPENSION baseia-se na observação precisa dos detalhes do m ovimento
humano. Elegante na sua simplicidade, joga com as nossas percepções do quotidiano, como a gr avidade e o equilíbr io. Pouco a pouco, o espectador é atraído para
um engraçado e poético mundo alternativo onde as r egras par ece ter em sido
alteradas.
concepção e m anipu lação S tephen Mottram
músic a original Glyn P errin, Sim on Waters e Pete McP hail
GRANDE AUDITÓ RIO
PREÇO: 5€
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
DURAÇÃO:
M/12
67’ [s/ i nt. ]
17
outubro
21h30
SÁBADO
teatro de marionetas . festa da marioneta
LENHEIRAS DE CUCA MACUCA
Teatro e Marionetas de Mandrágora
“Lenheiras, mulheres que carr egam lenha é uma viagem para a construção de uma identidade.
A escavação por dentro daquilo que “parece ser ” para tornar visível o invisível. Esteticamente
é um tempo e espaço de ambiguidade, provocador de descobertas, reconhecimento e recr iação
por par te do espectador. Conhecedores que são destas lendas os espectador es sentir-se-ão de
cer ta for ma incluídos nela atr avés do seu im aginário e da proposta cénica que deix ará espaços
em branco onde o público possa inscrever o seu texto interior.
As duas personagens transportam os dois feixes de lenha, duas pequenas máquinas de cena
que se desdobram teatralmente nas várias cenogr afias e ambiências do espectáculo. Feix es que
contém toda a matéria do sonho e da realidade cénica, objectos metamorfos que são fontes
sonoras, complementos dos figurinos e apetrechos na construção das for mas animadas.
O espectáculo é atr avessado por narr ativas interrompidas pelas nar rações sonoras e visuais,
com pequenos diálogos essenciais na progressão dramática e pelo movim ento das actrizes e
das formas animadas que criam um outr o tipo de diálogos, remetendo para o metatexto simbólico. A valorização da tradição é a intenção maior do trabalho mas ao mesmo tem po articula-la com a nossa contemporaneidade deitando um novo olhar aos fantasmas da nossa identidade.” J OSÉ C ALDAS
en cenação José Caldas
text o João P edro Méss eder
dramat urgia José Caldas, Clara Ribeiro e Filipa Alexandre
apoio à pesqui sa Serafim Ges ta
interpretação Clara Rib eiro, Filipa Alexandre
marionetas E nVide nefelibata
cenografia Marta Fern an des d a Silva
figu rinos e d esign gráfic o P atríc ia Costa
desenho de l uz João Abreu
músic a de cena Hu go Moran go
operação de luz Iren e Almeida
página web enVid e neFelibata
produção Clara Ribeiro, Filip a Alexan dre
apoio à produção Món ica Ribeiro
Apo io Câmar a Municipal de Gondo mar, Trigo Lim po Teatr o - ACERT
Patrocínio Nalu spor ts
Agradecimentos C entro C ultur al Amália Rodrig ues - Rio Tinto ; Escola Dram ática
e Musical de Valbo ense; Companhia Quinta Parede; José Machado, Sér gio Mo ra,
Maria João Trindade, Sylvan Pecker
GRANDE AUD ITÓRIO
PREÇO: 8 €
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
DURAÇÃO:
M/ 6
[S / DE SCON TO S]
60’
24
outubro
15h00
SÁBADO
música . comemorações do dia da terceira idade
NUNO DA CAMARA PEREIRA
"Nuno da Cam ara Pereira preenche o lugar do Fado. Fá-lo com toda a alma, sem
falsas vergonhas ou refractárias reformas. A sua bonita voz está devoluta a um sentimento enorme de saudade, entregue ao espírito das ruelas e das pátrias - cada
nota é uma pequena história de passadas grandezas. Nuno da Camara Pereira é
com toda a força, a continuação jovem, senão mesmo a renovação do Fado."
M IGUEL E STEVES CARDOSO
Nuno da Camara Per eira dispensa apr esentações. O fado corre-lhe nas veias.
Para a comemor ação do Dia da Terceira Idade, o Município de Alcobaça traz à
cidade o fadista para um espectáculo a não perder. Um concerto de apresentação do
novo álbum “Lusitânia”, com produção e ar ranjos musicais da r esponsabilidade de
Custódio Castelo. Tr ata-se do regresso ao bom gosto musical pela voz inconfundível
de um dos maiores fadistas nacionais e que dispensa apresentações.
Ao longo destes últim os 25 anos, Nuno da Câmara Pereira atingiu com os seus discos números de vendas que apenas se julgavam acessíveis a grupos de Pop e Rock,
tendo mesmo recebido o galar dão de Duplo Disco de Platina.
Nuno d a Camara P ereira, voz
Cus tódio Castelo, gu itarra
Carlos Garcia, viola
Fernand o Calado, baixo/ percussão
GRAND E AUDITÓRIO
PREÇO: 5€
DURAÇÃO:
M/ 6
[ S/ D ESCO NTOS]
120’ [c / int.]
31
outubro 21h30
SÁBADO
dança
3 COMPANHIAS PORTUGUESAS
DE REPORTÓRIO
CeDeCe | QUORUM BALLET | CPBC
Um espectáculo forte no âmbito da Dança Contemporânea, através de dif erentes
intérpretes e com a vontade de conhecer melhor o "outro" e a sua for ma de trabalhar porque o diálogo intercultural que a Europa nos permite, pode e até talvez,
deva começar em "casa".
URGÊNCIA ADIADA (UNDRINGLICHKEIT)
coreografia Jochen Heckmann
Urgência Adiada procur a dar uma visão de vár ias perspectivas focando alguns
espaços vivenciais, observando-os a partir de vários ângulos … através de um
ponto de vista sensível e de preferência sensual - ou talvez mesmo - humorístico!
JO CH EN HECKMANN
ideia original e coreografia Jochen Hec kmann
músic a Meredith Monk, Robert Moran, Zoe Keating
desenho de l uz António Rod rigues , Jochen Heck man n
bail arinos Patrícia Silva, Catarina Correia, Joan a Pu ntel,
Van essa Vieira, Rafaela Reis, Maria Diogo
GRAFFITI
coreografia Daniel Cardoso
Este espectáculo explora as caracter ísticas desta arte, hoje em dia considerada como for ma
de expressão integrada no âm bito das artes visuais, ligando-as à dança e à música, dando
or igem a um a peça única e multidisciplinar que leva o público ao encontro de um mundo
cheio de cor, ritmo e beleza.
coreografia e concepção Daniel Cardoso
bail arinos In ês Pedruco, Els on Ferreira, Filipe Narciso, Lara Seefeldt, Han nah Lagerway
desenho de l uz Mário Pereira, Jh oken Pas ternacki
vídeo E duard o Ulrich
figu rinos Hugo Franco, Dan iel Cardoso
som Bru no Oliveira
cenografia Hugo Fran co
CHERCHÉ, TROUVÉ, PERDÚ
coreografia Patrick Delcroix
Che rcher: Procurar. Esforçar-se para descobrir, para encontrar alguém, alguma coisa.
Trouver: Encontrar. Aperceber-se de algo, alcançar aquilo que se procurava ou que se
desejava ter.
Perdre: Perder. Deixar de ter em sua posse ou à sua disposição alguma coisa ou alguém.
coreografia Patrick Delcroix
músic a Arvo Pärt
figu rinos Patrick Delcroix
desenho de l uzes P atrick Delcroix
intérpretes Cláu dia Sam paio, Fábio Pinheiro, Gu stavo Oliveira, Isadora Rib eiro,
Jose Román, Ricard o Freire, Rita Reis, Susana L ima
GRANDE AUDITÓ RIO
PREÇO:
10 €
50% DESCONTO: ESTUDAN TES DE DANÇA
E MÚSICA; MAIORES D E 65 ANO S.
NA COMPRA DE 3 O FERTA DE 1 B ILHETE.
(DESCO NTOS NÃO ACUMULÁVEIS)
M/ 6
01
novembro 21h30
DOMINGO
música
BRAD MEHLDAU TRIO
Brad Mehldau r egressa a Portugal com o trio habitual para pr omover o seu último
trabalho Brad Mehldau Trio Live que lhe valeu a nomeação para o Grammy de
"Best Jazz Instrumental Album, Individual or Group".
Músico aclamado mundialmente, Brad Mehldau é consider ado unanimemente pela
crítica um dos mais importantes pianistas do panorama musical actual, gozando de
um enorme estatuto e reconhecimento também no nosso país, onde esgota habitualmente as salas por onde passa. Brad Mehldau tr az consigo a Lisboa dois velhos
companheiros de estrada com quem partilha gostos, sonoridades e performances há
vários anos. São eles o contrabaixista Larr y Grenadier e o baterista/per cussionista
Jeff Ballard. É em formato trio que Mehldau explora mais pr ofundamente a sua
paixão pelo jazz, trabalhando a sua vertente mais pura, de que são prova os vários
volumes da série de álbuns Art of the Trio. Portugal já ansiava pelo tr io de Brad
Mehldau desde a sua última actuação em 2006.
Brad Mehldau, piano
Jeff Ballerd, percussão/bateria
Larry Gr enadier, contrabaixo
GRANDE AUDITÓRIO
PREÇO:
16 €
18 €
[P LATEIA, CAMAROTES]
[B ALCÃO]
DURAÇÃO:
M/ 6
90’
07.08
novembro
*
foraCTA
de portas
música
CELEBRAR HAYDN EM ALCOBAÇA
ENSEMBLE CONTRAPUNCTUS
Comemorando os duzentos anos da morte de Haydn, o ENSEMBLE CONTRAPUNCTUS apresenta cinco concertos em cinco freguesias do concelho, executando nove quartetos de Haydn que ilustram difer entes fases do génio inesgotável
do compositor.
Tendo como núcleo de base os membros do Moscow Piano Quartet, o ENSEMBLE
CONTRAPUNCTUS tem uma composição que abr ange as mais diversas formações
da música de câmara, tendo sido convidado pela Antena 2 da RD P a realizar a integral dos quartetos de cordas de Joseph Haydn em 2009. Entre Outubro e Dezembro
o grupo traz uma extensão desse projecto ao concelho de Alcobaça.
P ROG RAMA
Quarteto em ré menor op. 42 (1785)
Quarteto em lá maior op. 55 n.º 1 (1788)
Quarteto em fá maior op. 74 n.º 2 (1793)
José Pereira, 1º violino
Arthur Soulès, 2º violino
Alexandr e Delgado, violeta
Guenrikh Elessine, violoncelo
* SÁBADO, 7 NOV. - 18H00
Igreja Nª Senhora da Graça - Póvoa
DOMINGO, 8 NOV. - 18H00
Igreja Nª Senhora dos Prazeres - Aljubarrota
ENTRADA LIVRE
M/ 6
© GUSTA VO OLIVEIRA
11.12
novembro
QUARTA . QUINTA
dança . 5º aniversário da reabertura do cine-teatro
UM ENCONTRO DE PERSONAGENS
DAS FÁBULAS DE LA FONTAINE
pela CeDeCe – Companhia de Dança Contem porânea
Fábulas de La Fontaine “dançadas”…., A Cigarra e a Formiga, A Lebre e a
Tartaruga, A Raposa e o Corvo…., Um verdadeiro encontr o das personagens que
poderão até decidir contar a sua história à sua maneira!
O desenvolvimento desta ideia, conta com coreografia de Daniel Cardoso, Iolanda
Rodrigues, Fernando Duarte e ainda António Rodrigues.
Um concepção que tocará o imaginário infantil e “joga” entre a realidade e a utopia.
desenho de luz e vídeo António Rodrigues
figurinos João Taborda
concepção e texto mb
elenco Patrícia Silva, Catarina Correia, Joana Puntel,
Vanessa Vieira, Rafaela Reis ou Maria Diogo
11 NOVEMBR O
10h30 e 14h00 » público escolar
12 NOVEMBR O
21h30 » público geral
GRAN DE AUDITÓRIO
PREÇO DIA 11: 3€ [ESCOLAS]
PREÇO DIA 12:
10 €
50% DESCO NTO: ESTUDANT ES DE DANÇA
E MÚSICA; MAIORES DE 65 ANOS.
NA COMPRA DE 3 OFERTA DE 1 BILH ETE.
(D ESCON TOS NÃO ACUMULÁVEIS)
M/ 3
residente
ARTISTA
15
novembro 18h00
DOMINGO
música
MR SC & THE WILD BONES GANG
TUBA E ENSEMBLE DE TROMBONES
Música original encomendada por, escrita para e dedicada a Sérgio Carolino
pelos compositores Paul D . Hanmer (África do Sul), Patrick Vidjeskog
(Finlândia), James Meador e Jim Self (EUA), János Mazur a e Roland Szentpáli
(Hungria) e Jorge Prendas (Portugal)
GRAND E AUDITÓRIO
PREÇO A DEFINIR
M/ 6
SE RVI ÇO
E DU CATI VO
17.18
novembro
TERÇA. QUARTA
oficina . escrita . expressão dramática
AS PESSOAS DO PESSOA
Susana Menezes [Portugal]
Conhecer um pouco m elhor Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis e a
relação que cada um deles estabeleceu com os diferentes lugares ou cidades.
A ideia de heter ónimo com o espaço de liberdade para a existência de um outro eu
num outro pequeno mundo.
De quantas pessoas é feita uma pessoa? Quantos temos dentro de nós? Seremos
diferentes em diferentes cidades? E casas? E lugar es?
Através da escrita e da expressão dramática vamos fazer uma viagem ao interior de
um escritor/jornalista/publicitário/empreendedor e am ante.
Como é que tantas pessoas cabem dentro de uma só?
pú blic o-alvo alunos do ensino secundário
lotação m áxima: 1 turma
monitor Catarina Requeijo
oficin a associada ao esp ectáculo DESASSOSSEGO
Teatro d a Comuna [Portugal]
© GÉ ME O LUÍS
PREÇO: 2€
[S / DE SCO NTOS]
DURAÇÃO:
M/14
120’
ESTRU TU RA FI N AN CI A DA PO R
IN SCRIÇÕ ES LIMITADAS
E SP E CTÁ CUL O
19
novembro 14h
P ARA
C R I A N Ç A S :)
QUINTA
teatro de marionetas . festa da marioneta
PALAVRAS DE CARAMELO
Títer es de María Parrato [Espanha]
Uma exploradora conta-nos a histór ia de Kori, um menino sur do, e de Caramelo,
um jovem camelo.
Através desta amizade Kori descobre a poesia.
Do modo de contar esta história evoca-se uma forma de vida exemplar como é a
dos Sahar auis, nómadas do deserto.
Os espaços, as formas, as personagens, equipam-se com os objectos da sobr evivência diária, com latas e palitos cinzelados pelo ar.
A terra sempre presente,
O vento move a areia em forma de chuva,
Só nos deixa o leite e a carne.
Tudo volta à terra...
a partir da obra d e Gonzalo Moure
aut oria Maria Jos é Frías
encenação Maurício Zabaleta
música Kim Warsen
desenho de luz Marin o Zabaleta
fotografi a Chema Castelló
interpretação/manipulação Maria José Frías
operação de lu z e som M. Zabaleta
produção Títeres d e Maria Parrato
apoio INAEM e jun ta d e Castilla y León
Prémio Melh or E spectácu lo do FETEN 2009
[Feira Europeia de Teatro p ara Crianças]
lotação máxima 100 espectadores
púb lico alvo familiar
PREÇO: 2 €
D URAÇÃO :
M/ 6
[S / DE SCON TO S]
60’ [s/ int.]
E STRU TU RA FI NA N CI AD A PO R
INS CRIÇÕES LIMITADAS
S E RV IÇ O
20
ED U C AT I V O
novembro 10h30
SEXTA
oficina . construção
O CORPO COMO UMA MARIONETA
Susana Menezes [Portugal]
Vamos explorar novas possibilidades de ex tensão do movimento do nosso corpo no
espaço e em alguns materiais como o papel, car tão ou fios de lã. Partimos de ideias
e sensações que se prolongam em marcas e desenhos e que vir ão a transformar-se
através de construções simples em novas e divertidas par tes de um corpo cer tamente original!
monitor Yola Pinto
oficina associad a ao espectáculo
PALAVRAS DE CARAME LO
Títeres de Maria Parrato [E spanh a]
lotação máxima 1 turma
faixa etária 3 aos 5 anos
© GÉ ME O LUÍS
PREÇO: 2 €
[S / DE SCON TO S]
D URAÇÃO :
M/ 3
90’
E STRU TUR A FI NA N CI AD A PO R
IN SCRIÇÕE S LIMITADAS
20.21.22.23
novembro
cinema documental
DOCLISBOA 2009 EXTENSÃO ALCOBAÇA
VII FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE LISBOA
"Doclisboa has established itself as one of the world's leading
documentary film festivals"
JAMES NORTON - VERTIGO
"The selection at doclisboa shows that there is a festival?
that selects films for their artistic value"
ULLA JACOBSEN - D OX
"Acontece, mas não muitas vezes, que tenhamos a sensação de que
um festival foi feito para nós, onde a selecção de filmes casa com a
nossa visão do documentário e com o nosso gosto pessoal.
No doclisboa 2008 acont eceu exact amente isto."
TUE STEEN M ULLER - DOX
É o acontecimento do ano no cam po do documentário: a sétima edição do doclisboa
continua a trazer-nos o melhor do documentar ismo nacional e internacional e promete, mais uma vez, mostrar-nos de que "matéria" é feita o "cinema do real".
Constituindo o único festival de cinema em Por tugal exclusivamente dedicado ao
documentário, o doclisboa tem apostado nos últimos anos na capitalização do renovado interesse dos espectadores portugueses pelo géner o documental, conseguindo
tr azer às salas da Culturgest, do Cinema Londres e do Cinema São Jorge, um público muito numeroso e entusiasta. Mais uma vez no Cine-Teatro de Alcobaça, o
doclisboa pr omete também aqui r evelar uma nova consciência da enor me riqueza,
diversidade e potencialidades do documentário.
Programação
Relativam ente ao programa previsto da extensão do doclisboa 2009 em Alcobaça,
não é possível adiantar qualquer conteúdo de programação dada a natureza de
actualidade do festival. Só no final de Setembr o será conhecida toda a programação
do doclisboa e apenas depois do festival poderão ser feitos os anúncios concretos
dos títulos previstos. O que se pode garantir desde já é a manutenção da filosofia e
da "imagem de marca" do festival: um programa de qualidade e capaz de alcançar
públicos muito diversos.
01
dezembro 16h00
TERÇA
oficina . dança
OFICINA DE HIP HOP
Susana Menezes [Portugal]
S ER V IÇ O
ED U C AT I V O
Inclusão da Dança na biografia da Cultur a Hip Hop.
Base técnica par a as 4 vertentes da Dança HH
[Popping, Locking, Newschoo, e Breakdance].
Aliar o estilo House e partilhar técnicas utilizadas no HH.
Construção coreográfica baseada nas 4 ver tentes da Dança HH.
monitor Nelson Lu cas
oficina associad a ao espectáculo
FRACTAL Cie. Imp act [França]
lotação máxima 20
© GÉMEO LU ÍS
PREÇO: 2€
[ S/ D ESCO NTOS]
DURAÇÃO:
M/12
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
120’
INSCRIÇÕES LIMITADAS
04
dezembro 21h30
S EXTA
música
SARAU MUSICAL
Espectáculo de angariação de fundos para abertura da Loja Social de Alcobaça.
Solidariedade ao Som da Música!
A Comissão de Humanização do CHON/Hospital de Alcobaça convida-o a assistir ao
Sarau Musical que visa a angariação de fundos para a abertur a de uma Loja Social em
Alcobaça. Esta loja destina-se à atribuição de alguns bens, (vestuário, ar tigos de
higiene pessoal, algum equipamento doméstico e outros) a todas as pessoas que numa
situação de emergência fiquem a descoberto pelos Serviços já existentes.
Venha e traga um amigo, seja solidário.
O repertório será anunciado poster iorm ente, mas desde já r ecomendamos!
GRANDE AUDITÓRIO
or ganização
apoio Município de Alco baça
PREÇO:
10 €
DURAÇÃO:
M/ 6
[S/ DES CONTOS ]
120’ [c / int.]
06 dezembro 18h
DOMINGO*
foraCTA
de portas
música
CELEBRAR HAYDN EM ALCOBAÇA
ENSEMBLE CONTRAPUNCTUS
Comemorando os duzentos anos da morte de Haydn, o ENSEMBLE CONTRAPUNCTUS apresenta cinco concertos em cinco freguesias do concelho, executando nove quartetos de Haydn que ilustr am dif erentes fases do génio inesgotável
do com positor.
Tendo como núcleo de base os membros do Moscow Piano Quartet, o ENSEMBLE
CONTRAPUNCTUS tem uma composição que abr ange as mais diversas formações
da música de câmara, tendo sido convidado pela Antena 2 da RD P a realizar a integr al dos quartetos de cordas de Joseph Haydn em 2009. Entre Outubro e Dezembro
o grupo traz uma extensão desse projecto ao concelho de Alcobaça.
P ROG RAM A
Quarteto em lá maior op. 9 n.º 6 (1770)
Quarteto em si bemol maior op. 55 n.º 3 (1788)
Quarteto em sol menor op. 74 n.º 3, "O Cavaleiro" (1793)
José Pereira, 1º violino
Arthur Soulès, 2º violino
Alexandre Delgado, violeta
Guenrikh Elessine, violoncelo
* IGREJA Nª SEN HORA
DA CONCEIÇÃO - ALCOB AÇA
ENTRADA LIVRE
M/ 6
08
dezembro 18h30
TERÇA*
foraCTA
de portas
teatro visual . música
CHARANGA
Circolando [Portugal]
Espectáculo poético e visual, “Charanga” parte de dois objectos sim bólicos, a bicicleta e a fanfar ra. Par te das entranhas da ter ra para desejar os elementos ali
ausentes: luz, ar, viagem… Procura a solidão, a nostalgia dos mineiros… e inventa
par a eles um sonho de criança. Um sonho de fuga e evasão em círculos de um carrossel. Um sonho que se conta com música. A música de uma pequena filarmónica
de sopros.
O espaço de sonho tem a forma de um círculo. Um círculo de terra com uma enigmática peça de ferro ao centro. Antes, houve uma vida dentro da terra fria e longas
viagens por estr adas sem fim . Histórias de um antes de ali chegarem que o que abre
o espectáculo transpõe para a tela.
cri ação Colectiva
direcção artística An dré Braga e Cláudia Figueired o
interpret ação And ré Braga, Brun o Martelo, Hugo Almeida,
João Vladim iro, P atric k Murys e Pedro Amaro
direcção André Braga
dramaturgia C láu dia Figueiredo
composição mu si cal Alfredo Teixeira
direcção p lásti ca João Calixto
realização vídeo João Vlad imiro com a c olaboração de Ana Carvalhosa
coordenação técni ca Cristóvão Cunh a
direcção d e cena An a Carvalhosa
construção da cenografia e object os d e cena Circolando
e Tud o Faço / Am érico Castanheira
concepção de sistema d e ilumin ação Anatol Wasch ke
manu tenção Nu no Gued es e Hugo Alm eid a
direcção d e produção Ana Carvalhosa
montagem vídeo Ana Carvalh os a e João Vladimiro
câmara João Vlad imiro
segunda câm ara Duarte Costa
cri ação em residência de co-produção com o Teatro Viriato
estr utura subsidiada po r Ministério da Cultura / Direcção Geral das Artes
apo ios F undação Calouste Gulbenkian, IEFP/Cace Cultur al do Por to,
Universidade Cató lica Por tuguesa e Light Box
pr odução executiv a Co rr opio, Lda.
* ZO NA ENVOLVENTE AO
MO STEIRO DE ALCOB AÇA
EN TRAD A LIVRE
ESTR UTU RA FI N AN CI A DA P OR
D URAÇÃO :
M/ 6
40’ [s/ int.]
© ROY BELL AR D
11
dezembro 21h30
SEXTA
música . angariação de fundos
JOSÉ CID
José Cid apresenta ao vivo os seus maiores êxitos. Com uma carreira multifacetada, que vai das baladas ao fado, do rock progressivo ao jazz e à música popular,
José Cid vem participar num concerto de recolha de fundos para a Associação
Humanitária dos Bom beiros Voluntários de Alcobaça.
Da memór ia colectiva fazem parte temas como "A Lenda de El-Rei D. Sebastião",
"Uma Rosa que te Dei", "No Dia em que o Rei Fez Anos", "Ontem, Hoje e Amanhã",
"Na Cabana Junto à Praia", "Como o Macaco Gosta de Banana", "Mosca Superstar"
ou "Cai Neve em Nova York". Temas que irão certamente ser recordados num concerto de encenação simples onde José Cid será piano e voz.
José Cid é, decididamente, um cantor popular. Como ele gosta de dizer, "eu canto
com o cor po todo e poucos têm o swing que eu tenho, por isso é que o público
gosta de ouvir os meus temas".
Considerado um dos m aiores impulsionadores da música por tuguesa nos anos 70,
com uma carreira multifacetada onde mantém intactas a sua criatividade musical e
poética aliada à r ebeldia, José Cid irá recordar os seus maiores êxitos num concer to
obrigatór io.
José Cid voz e piano & amigos
GRAND E AUDITÓRIO
org anização Bomb eir os Voluntários de Alcobaça
apo io Município de Alcob aça
PREÇO:
15 €
18 €
[PLATEIA, CAMAROTES]
[BALCÃO]
[S / DE SCON TO S]
DURAÇÃO:
M/ 6
180’ [c/ interv. ]
ESPECTÁCULO PARA FAMÍLIAS :)
13
dezembro 11h
DOMINGO
teatro em patins
BRANCA DE NEVE
NA FLORESTA ENCANTADA
Um espectáculo pleno de magia, cor, luz, movimento e muita alegria, proporcionado por um talentoso conjunto de actores e patinadores profissionais.
Num reino fantástico de alegria e cor, vivia com o seu pai uma linda princesa de
cabelos negros e branca como a neve. Todos eram felizes até à chegada de uma
misteriosa mulher que consegue cativar o amor do Rei. A sua inveja e maldade vão
levar a que Branca de Neve viva peripécias e aventur as inimagináveis na companhia de alguns novos amigos.
“Branca de Neve na Floresta Encantada” é uma criativa fusão da beleza da
patinagem com diver sas áreas artísticas, em que cada cena ganha vida com a
leveza dos patinadores, e onde a surpresa é uma constante.
direcção técn ica Fred erico Sá
produção Frederico Sá e Dian a Caetano
en cen ação Júlio Migu el
coreografia Lídia Mendonça
cenografia Rend ilogo
au diovis uais EDDE
figurinos e ad ereços Paula Pires
baseado na hi st ória ‘Branca de Neve’
(peça d e teatro dos Irmãos Grim m)
www.palcopartilhado.p t
G RANDE AUD ITÓRIO
PREÇO: 12€ [PLATEIA, CAMAROTES]
10€
[B AL CÃO]
D URAÇÃO :
M/ 4
70’
19
dezembro
21h30
S ÁBADO
música
CONCERTO DE NATAL
+ 50 ANOS DO ÁLBUM ‘KIND OF BLUE’
pela Academia de Música de Alcobaça
Como vai sendo tradição, a Academia de Música de Alcobaça apresenta um concerto dedicado à época natalícia.
Na segunda parte deste concerto será apr esentada uma homenagem ao ábum mítico
do jazz ‘Kind of Blue’ de Miles D avis (foi editado há precisamente 50 anos) com
arr anjos de Hugo Trindade para guitarr a eléctrica e Or questra de Sopr os.
Orquestra d e Sop ros d a Ac ademia de Música de Alcobaça
GRANDE AUDITÓ RIO
Hugo Trin dad e, guitarra eléc trica
PREÇO: 3€
[S/ DES CONTOS ]
ENTRADA LIVRE A SÓ CIOS
M/ 6
S E RVI ÇO
20
E D U C AT I V O
dezembro
DOMINGO *
foraCTA
de portas
música
HISTÓRIAS, CONTOS, MÚSICA & BARULHOS
11H00 E 14H30: OS TRÊS PORQUINHOS
11H45 E 15H30: O CAPUCHINHO VERMELHO
Espectáculo musical baseado em contos adaptados para as crianças
e recomendados pelo Plano Nacional de Leitura.
Um contador de histórias e um músico juntam-se em palco.
A história toma forma de filme sem imagem , a banda sonora e elementos sonoplasticos
estim ulam o imaginário, sendo os elementos cénicos de cada história exclusivos de imaginação de cada espectador. O narrador e o m úsico tornam-se então meros componentes de
estím ulo para cada quadro da histór ia que é criado na mente de
cada miúdo ou gr aúdo.
* AUD ITÓRIO DA ESCOLA ADÃES
BERMUDES - ALCOB AÇA
Rita Vieira Marqu es, narrad or
Mário Marques, saxofones, pré-gravados e sonoplastia
faixa etária 3 aos 5 anos (acompanhad os pelos pais)
ENT RADA L IVRE
DURAÇÃO:
M/ 3
20’
SES SÃO
26 a 30
dezembro
música
I CURSO DE PERCUSSÃO
PROF.: MANUEL CAMPOS
PROF.: RUI GOMES
PARTICIPAÇÃO DO G RUPO D E PERCUSSÃO DA ESMAE
MASTER-CLASS
RECITAIS
OFICINA DE CONSTRUÇÃO D E BAQUETAS
CONCERTOS
Este cur so tem como objectivos promover, dinamizar e incentivar a troca de conhecimentos e ex periências artísticas entre percussionistas.
Nas aulas pretende-se abordar a ver tente solística do intérprete através da análise
que incidir á em obras a apr esentar pelos participantes. Também será realçada uma
vertente orquestral que contextualiza a componente histórica de alguns instrumentos, as suas técnicas, som, afinação, tipos de baquetas e ainda a ex plicação e audição
de alguns excertos orquestrais.
Destina-se a alunos de qualquer escola de música, profissionais e/ou simpatizantes
do mundo da Percussão, que queiram alar gar o seu leque de conhecimentos através
da partilha de experiências com outros músicos.
Inscr ições e informações: Academia de Música de Alcobaça
Telf.: 262 597 611
FADO PATRIMÓNIO
22 SETEMBRO :: 14H30 FADO CAPITAL
realiz. Lourenç o Hen riqu es | prod. Blast Produções | 2003 | 86'
06 OUTUBRO :: 14H30 CARLOS DO CARMO: O FADO DE UMA VIDA
realiz. Rui Pinto de Almei da | prod . Cu te e B raveant | 63'
03 NOVEMBRO :: 14H30 MARIZA AND THE STORY OF FADO
realiz. Simon Broughton | prod. BB C | 60'
15 DEZEMBRO :: 14H30 FADOS
realiz. Carlos Saura | prod. Fado Filmes | 2007 | 90'
Depois do ciclo de cinema: 'Amália - A Diva do Fado', o Cine-Teatro recebe agora quatro
filmes dedicados ao Fado, patrim ónio central da matriz identitária portuguesa, no
âmbito da sua candidatura a Património Mundial. O ciclo inicia com o filme 'Fado
Capital', e prossegue nos meses seguintes com os filmes 'Carlos do Carmo: O Fado de
uma Vida', 'Mariza and the Story of Fado' e 'Fados'. Estes ciclos f oram inicialmente pensados para o público sénior, mas estão abertos tam bém à população em geral.
A apresentação dos trabalhos desenvolvidos para a candidatura do Fado a Património
Mundial da Humanidade, da r esponsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa e a
EGEAC- Empr esa Municipal encarregada da anim ação cultural, foi feita a 30 de Junho
último, resultado de cinco anos de trabalho. O Município de Alcobaça associa-se a esta
ideia, e na sequência do ciclo 'Amália - A Diva do Fado', que decorreu durante o primeiro
semestre de 2009, apresenta o ciclo ‘Fado Património’.
O pr ogr ama arranca já no dia 22 de Setembro com "FADO CAPITAL", realizado por
Lourenço Henriques em 2003, onde o Fado é apresentado como uma linguagem artística
profundam ente ligada a Portugal [...]. Este filme [...] é uma viagem através das ruas de
Lisboa e dos meandros do Fado, destinada não só a aqueles que já descobr iram neste estilo musical um a paixão inquietante, mas também a todos os que desejam encontrar na
canção lisboeta, capital espiritual de toda a arte portuguesa, um amor para toda a vida.
O Outono tr az no dia 6 de Outubro o filme "CARLOS DO CARMO: O FADO DE UMA
VIDA", realizado por Rui Pinto de Almeida. Uma homenagem a Carlos do Car mo que faz
com que no Fado, a mesma m elodia, a mesma poesia, nasça sempre diferente, de cada vez
que a guitarra e a viola rompem o silêncio com os primeiros acordes.
Em Novem bro, Simon Br oughton apr esenta "MARIZA AND THE STORY OF FADO",
um documentário de 60 minutos que cr uza a história de Mar iza com o Fado. O filme
inclui belíssimos excertos de concertos da fadista, apresentações intimistas em Casas de
Fado, um século de gravações de arquivo e a gloriosa cidade de Lisboa onde a música floresce.
Em época de festejos natalícios, a Autar quia agendou par a 15 de Dezembro "FADO", de
Carlos Saura que, usando Lisboa como cenár io, explora as relações pr ofundas entre a
música, a cidade e a evolução do Fado ao longo da sua história, desde as suas origens
africanas e br asileiras até aos Fadistas m odernos. O docum entário junta fadistas e bailar inos de renome, oriundos de Portugal, Brasil, México e Cabo-Verde. Do alinhamento principal constam interpretações contem porâneas de Fados clássicos, na voz de Mariza, Carlos
do Carmo e Amália Rodr igues, aqui r ecor dada em imagens de ar quivo, Chico Buarque,
Lura, entre outros.
GRAN DE AUDITÓRIO
PREÇO: 1€ [S/ DESCONTOS]
M/ 12
cinema: matinés
ciclo de cinema
informações gerais
CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA
Rua Afonso de Albuquerque
2460-061 Alcobaça
Telefones 262 580 890 / 885 / 892
FAX 262 580 891
cine.teatr [email protected]
www.alcobaca.pt
BILHETEIRA/RECEPÇÃO
Terça a Sexta > 13h30 às 18h00
Sábado, Dom ingos e Fer iados > 15h00 às 18h00
[Encerra no mês de Agosto e nos seguintes feriados: Ano Novo,
Terça-feir a de Car naval, Sexta-feira Santa e Natal]
Dias de espectáculo:
Espectáculos à tarde: das 15h até 30 minutos após o início do
espectáculo.
Espectáculos à noite: das 19h até 30 minutos após o início do
espectáculo.
Dias de Cinema:
Domingos e Segundas-feiras > 20h00 às 22h00
HORÁRIO DO CINEMA
Domingo: 17h00* e 21h30 // Preço: 4 €
Segunda-feira: 21h30 // Preço: 3 € [s/ descontos]
* [Nos meses d e Ju nho e Julho não h averá a sessão d as 17 horas, except o
quando houver cinem a infantil]
HORÁRIO DO BAR
Dias de espectáculo:
20h00 até ao início do espectáculo e no intervalo (ou no fim do
espectáculo, quando não houver intervalo)
Dias de Cinema:
Domingos a partir das 16h00 e no intervalo / a partir das 20h30
e no intervalo;
Segundas-feiras a partir das 20h30 e no intervalo.
VENDA DE BILHETES
- Bilheteira do Cine-Teatro de Alcobaça;
RESERVAS
Telefone 262 580 890 / 885
(dentro do horário de funcionamento da bilheteira)
Espectáculos: as r eservas só são válidas até 48 horas antes do
início do espectáculo.
Cinem a: as reservas são válidas até 30 minutos antes do início
do filme.
ENTRADAS LIVRES
Não há r eservas. O levantamento do bilhete (que dá dir eito à
entrada) só poderá ser efectuado no próprio dia do espectáculo
ou do filme. Máximo de 6 bilhetes por pessoa.
SERVIÇO EDUCATIVO: ESPECTÁCULOS E OFICINAS
Os espectáculos e oficinas requerem m arcação prévia.
A marcação é feita pelo telefone 262 580 885, pelo fax 262 580 891, pelo
email [email protected] e está sujeita a confir mação.
GRUPOS ES COLARES Enviar as infor mações o m ais completas possíveis, indi-
cando o nome da escola, nome do responsável pela marcação e respectivos contactos, bem como a designação da actividade e nível de ensino.
Solicitamos a comparência cerca de 15 minutos antes da hora mar cada
para o inicio da actividade.
As desistências deverão ser comunicadas com a máxima antecedência,
até 10 dias antes da data da actividade. A programação está sujeita a
alterações.
DESCONTOS
Espectáculos (quando aplicável):
20% DESCONTO
- menor es de 30 anos;
- maiores de 65 anos;
- pr ofissionais das ar tes do espectáculo;
- grupos de 20 ou mais pessoas (quando organizados por Escolas ou
outr as Instituições)
- detentores do Cartão de Crédito Classic
e Car tão de Crédito Premier
Cinema (nas sessões de domingo):
10% DESCONTO:
- menor es de 12 anos;
- estudantes;
- grupos de 10 ou mais pessoas.
NOTA: é obrigatório a apresentação do B.I., ou do documento refe-
rente ao desconto, sempr e que solicitado. A não apresentação do
mesmo implica a perda do desconto, tendo de adquirir novo bilhete.
(descontos não ac umuláveis)
INF ORMAÇÃO
- Só se vendem bilhetes para o balcão e camar otes quanto se
esgotarem os lugares na plateia (excepto em eventos em que haja
difer enciação de preços plateia/balcão).
- Não se efectuam tr ocas ou devoluções de bilhetes.
- Acesso facilitado a deficientes motores.
- A CMA r eserva-se o direito de alterar a data e hora dos espectáculos publicitados.
RECOMENDAÇÕES AO PÚBLICO
- Não é per mitida a entrada nas salas depois do início do espectáculo (DL 315/95 de 28 de Novembro), salvo indicações dos assistentes
de sala;
- Não é per mitido fotografar, fazer gravações sonoras ou filmagens
dur ante os espectáculos, salvo indicações dos assistentes de sala;
- Desligue o seu telemóvel do início ao final do espectáculo;
- Não é per mitido fumar, comer ou beber dentr o das salas de espectáculo;
- Conser ve o seu bilhete até ao final do espectáculo.
EQUIPA
vereadora Alcina Gonçalves programação ger al Rui Morais
programação de dança CeDeCe coordenação/marketing Isabel
Martins pr odução/serviço educativo Joana Bártolo produção
Rosário Ribeiro, João Paulo Santos design/comunicação Ana Alves
técnico de som Álvaro Costa técnico de luz Luís Costa técnico de
palco Daniel Santos projeccionista Élio Rodr igues bilheteira /
recepção Ana Santos assistentes de bilheteira Paula Amorim, Isabel
Fernandes, João Paulo Santos bengaleiro Nélia André fotogr afia
Josézinha Vasco e Jor ge Vasco
96 LUGARES
64 LUGARES
2.ª PLATEIA
1.ª PLATEI A
219 LUGARES
Já recebe a programação
do Cine-Teatro de Alcobaça?
Os interessados em receber grat uitamente a programação do Cine-Teatro
devem preencher este cupão e enviá-lo para:
Cine-Teatro de Alcobaça
Rua Afonso de Albuquerque, 2460-06 1 Alcobaça
Fax 262 580 891 | cine-t [email protected]
NOME
MORADA
CODIGO POSTAL
TELF.
E-MAIL
Pret endo receber a agenda contra-regra
via correio
via e-mail
Quais as áreas de preferência (ordene 3 opções, sendo a mais importante a 1ª e
a com menos importância a 3 ª)
MÚSICA CLÁSSICA
MÚSICA POP/ROCK
MÚSICA LIGEIRA
ÓPERA
JAZZ
TEATRO
REVISTA
STAND UP COMEDY
SUGESTÕES
DANÇA CLÁSSICA
DANÇA CONTEMPORÂNEA
CINEMA COMERCIAL
CINEMA ALTERNATIVO
NOVO CIRCO
SERVIÇO EDUCATIVO
OUTRA ___ _____ _____ _____ ______ _
patr ocínio da contra-regr a
Caixa Agrícola - Alcobaça
patr ocínio (decoração)
Taróca - mobiliário&decoração
Florista Trevo
outros patrocínios
Challet Fonte Nova | Tomaz Marques, Lda.
apoios à divulgação Rádio Cister | Rádio Benedita FM
Panorama - Agenda Cultural www.panoramanet.info
www.orelhas.pt | Gazeta das Caldas | 94 FM | Dom Fuas FM