Petroleum Education in Mozambique

Сomentários

Transcrição

Petroleum Education in Mozambique
Petroleum Education
in Mozambique
petroleum
engineering
Faculty of Engineering
Eduardo Mondlane University
M O ZAMB IQU E
Building Capabilities, Changing Lives.
Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, E.P.
Program Inception and Background
In 2011, Mozambican government leaders and Anadarko discussed ways in which Anadarko and its partners could help
build technical skills and sustainable petroleum capabilities for the people of Mozambique. An agreement was reached to
develop and implement a Petroleum Engineering Master’s program at the University of Eduardo Mondlane (UEM) in Maputo.
Mozambique acknowledges that
investments in education are
important to developing a more
technical workforce.
Anadarko and the University of Eduardo
Mondlane establish a memorandum of
understanding aimed at building a
petroleum education program in
Mozambique.
University and industry experts
develop a Master’s program.
2006
2012
2012 - 2015
2005
2016
2010
2013
2014
Anadarko and its partners
announce one of the world’s largest
natural gas discoveries at the
Windjammer prospect.
Inaugural Core Petroleum
Engineering program launches at
the University of Eduardo
Mondlane as a prerequisite to the
Master’s program.
Inaugural Master’s program
launches at the University of
Eduardo Mondlane.
Tripartite Relationship
Academia • Mozambican Government • Industry
1
Sustainability
Long-term sustainability has been the primary focus throughout the development of the Master’s of Science in Petroleum
Engineering at UEM. The Program Development Sustainability Model reflects fundamental elements that support the
Program Development Sustainability Model
viability and future growth of the program.
The Mozambique government’s request that the Master’s program provide petroleum education locally is an example of
Committed
UEM Leadership
and Private
Industry
Support
long-term sustainability planning. To ensure onsite education of students, Anadarko and its partners funded and
managed a construction project that transformed two previously unused UEM teaching spaces into virtual classrooms.
The technology-equipped classrooms enable U.S.-based professors to co-instruct petroleum engineering classes with
their Mozambican counterparts via distance learning. The virtual delivery approach also permits classes to be recorded
for future reference by petroleum engineering students and professors.
Additionally, UEM has appointed a Petroleum Engineering Course Director and a group of professors responsible for
teaching both pre-requisite and Master’s program courses.
The capital improvements, virtual delivery and dedicated professors are important examples of program development for
Virtual
Delivery
Approach
long-term sustainability.
Capable and
Motivated
Students
2
Metric-driven
Project
Management
Dedicated U.S.
and UEM Expert
Faculty
“Fit for
Purpose”
Curriculum
3
Curriculum
The Core Program is a one-year introductory program that presents foundational Petroleum Engineering concepts to
Technical/Research Seminars
Dissertation
students prior to the start of the more rigorous Master’s program. The Core program is a recommended pre-requisite to
the Master’s program.
Students who complete the Core Program or demonstrate appropriate industry experience can apply for the two-year
Petroleum Engineering Master’s Program. The Master’s program is comprised of eight distinct courses, technical and
research seminars, and a research dissertation project.
The Dissertation consists of original research on a topic chosen by the students and their advisors. Topics are focused
on their value to Mozambique exploration, drilling, production, facilities, and oil and natural gas industry infrastructure.
Core Program
Master’s Program
Geoscience for Petroleum Engineers
Drilling and Completion Systems
Reservoir Engineering and Petrophysics
Production Operations and
Facilities Engineering
Phase Behavior
Advanced Drilling Techniques
Applied Mathematics of Fluid Flow in Porous Media
Formation Evaluation
Advanced Production Engineering
Advanced Reservoir Engineering
Integrated Reservoir Management
Reservoir Modeling
In addition to the Core and Master’s curriculum, other skill-building opportunities are included. An English program is
available to enhance English-language proficiency and introduce the students to terminology specific to the oil and
Graduation
natural gas industry. Additionally, math practice is offered to refresh student’s analytical and computational math skills.
The vast majority of the literature, standards,
practices and vocabulary in the oil and natural gas
industry is in the English language. Thus, the
need for a petroleum engineer to read, write and
speak English fluently is essential for success.
4
5
Professor Development
Course Development
The capability building of UEM Petroleum Engineering professors is essential to supporting long-term program sustainability
Course development is achieved through collaboration with Anadarko subject-matter experts, U.S. and UEM professors and
and vital to producing skilled and employable Master’s students.
instructional designers.
UEM professor capability building is divided into three phases:
Using this approach, industry representatives and U.S. Petroleum Engineering professors provide technical material, which
is then structured into course content by an instructional designer. Finally, the course content is reviewed by a UEM
Phase One – Professors teach some content with support from U.S. professors.
Phase Two – Professors teach most content, answer questions directly related to the material and explain the content as
presented in the course.
Phase Three – Professors teach all content, analyze and expand on the information, and answer questions by explaining
the underlying principles and related Petroleum Engineering topics.
professor for local relevance.
This course development method creates repeatable learning experiences and enhances UEM professor understanding of
petroleum engineering topics. The engagement of the UEM professor during development is essential to building a
sustainable curriculum.
UEM Petroleum Engineering professors are presented with a variety of opportunities to enhance understanding of the
U.S. Petroleum Engineering
Professors and Anadarko Experts
recommend texts, provide technical
expertise, ensure content accuracy
and provide practical applications.
petroleum industry. These opportunities include knowledge-sharing workshops, apprenticeships with U.S.-based professors
from leading petroleum engineering and geoscience programs, field visits, industry meetings and conferences.
UEM professors attended the Society of Petroleum Engineers (SPE) annual technical conference in New Orleans, Louisiana.
Professors participated in sessions applicable to Mozambique and related to their subject area including: Deepwater
U.S. Petroleum
Engineering Professors
and Anadarko Experts
Exploration and Developments, Optimizing Exploration and Production Learning, Managing Safety and Advances in Well-Test
Analysis for Reservoir Monitoring. Experiences such as these are designed to increase experience with real-world petroleum
industry issues and applications.
The SPE conference was like, "a gigantic classroom full of experiences
from manufacturers and from scientists from all over the world,
gathered under the same roof, merging theory and practice of petroleum
technology, both in technical seminar sessions and in equipment
showrooms. The vast amount of resources and information on up-to-date
technology helped in the understanding and materialization of concepts
especially from drilling and production operations. …”
Instructional Designers
structure objectives, review
content for clarity and help
ensure consistency and
ease of use.
UEM Petroleum
Engineering
Course
Materials
Instructional
Designers
UEM Professors
review materials to ensure
“fit for purpose” for
Mozambique and within the
university environment.
UEM Professors
-Professor Rui Sitoe
6
7
Student Development
The majority of students entering the Petroleum Engineering Master’s program have acquired technical backgrounds
in engineering, geology or natural science; therefore, the students possess many of the fundamentals required of a
Master’s degree. Through a combination of coursework, research, practical industry experience and graduate
advising, these technical students develop into capable and employable petroleum engineers.
Student Capability Model
Petroleum Engineering Coursework
Core & Master’s courses
Technical & Research seminars
Professional
Association/ Industry
Support & Involvement
Field experiences
Industry conferences
Mentors
Work/study or internships
Capable & Employable
Students
Student Development & Support
Graduate advisory program
Research dissertation committee
English & math enrichment
8
Society of Petroleum Engineers (SPE)
A student chapter of the SPE was established at the University of Eduardo Mondlane in 2014. The creation of the
SPE chapter represents a milestone for the Petroleum Engineering students. The association with this international
organization provides significant support for student learning experiences.
9
10
Olhando para o futuro
Esta iniciativa faz parte dos objectivos da responsabilidade corporativa assumida pela Anadarko e respectivos
parceiros, sendo que o programa exigirá um apoio alargado de modo a garantir a relevância da indústria e o
desenvolvimento do programa.
As oportunidades para um futuro envolvimento poderão incluir:
Software e pacotes programáticos afins
Experiências no campo
Salas e laboratórios
Estágios
Especialização do professor no estrangeiro
Parcerias com a Universidade
Bolsas de estudo para o estudante
Patrocínios da indústria
Software and other program materials
Contactos do Programa
Field experiences
Patrocínio do Programa
Labs and classrooms
Informações da Indústria
Internships
Dr. Alberto Tsamba
[email protected]
Dr. Alberto Tsamba
[email protected]
Professor study abroad
Antonio Sevilla
[email protected]
Antonio Sevilla
[email protected]
University partnerships
Registo Académico
Program Sponsorship
Student scholarships
Dr. Rui Sitoe
[email protected]
Dr. Rui Sitoe
[email protected]
Prospective Students
Industry Inquiries
Program Contacts
Industry sponsorships
Opportunities for future involvement could include:
require broad support to ensure industry relevance and program growth.
This initiative is part of the corporate responsibility goals set forth by Anadarko and its partners, and the program will
Going Forward
10
Desenvolvimento do Estudante
A maior parte dos estudantes inscritos no curso de Mestrado em Engenharia de Petróleo deverá ter adquirido
conhecimentos técnicos em engenharia, geologia ou ciências naturais; portanto, o estudante já possui muitos dos
fundamentos exigidos no grau de Mestrado. Através de uma combinação de trabalhos de curso, pesquisa, experiência
industrial prática e bases adquiridas no nível de graduação, estes estudantes técnicos progridem para o nível de
engenheiros de petróleo capazes e empregáveis.
Modelo de Capacitação do Estudante
Trabalho de Curso de Engenharia
de Petróleo
Tronco Principal & Curso de Mestrado
Seminários Técnicos & de Pesquisa
Estudantes Capazes
& Empregáveis
Associação Profissional/
Apoio & Envolvimento
Industrial
Experiências no campo
Conferências sobre a
indústria
Mentores
Trabalho/estudo ou
estágio
Ordem dos Engenheiros do Petróleo (SPE)
Desenvolvimento & Apoio ao Estudante
Abriu-se um capítulo do estudante da SPE na Universidade Eduardo Mondlane em 2014. A criação do capítulo da
Programa de assessoria ao graduado
Comissão de pesquisas e dissertações
Enriquecimento do inglês & matemática
SPE representa um marco importante para o estudante de Engenharia do Petróleo. A associação a esta organização
internacional presta um apoio significativo às experiências de aprendizagem do estudante.
8
9
Usando esta abordagem, os representantes da indústria e os professores de Engenharia de Petróleo dos EUA fornecem o material
A capacitação do professor da UEM compreende três fases:
UEM e autores de planos temáticos.
a longo prazo e é vital para a produção de estudantes do Mestrado suficientemente competentes e empregáveis.
O desenvolvimento do curso é alcançado através da colaboração com peritos da Anadarko na matéria, professores dos EUA e da
A capacitação de professores do curso de Engenharia do Petróleo da UEM é essencial para suportar a sustentabilidade do programa
Desenvolvimento do Curso
Desenvolvimento do Professor
Fase Um – Ensino de determinados conteúdos pelos professores com o apoio de professores dos EUA.
Fase Dois – Ensino da maior parte dos conteúdos, resposta as questoés directamente relacionados com o material e explicação
técnico, o qual é então estruturado em conteúdo do curso por um autor de planos temáticos. Finalmente, o conteúdo do curso é
revisto por um professor da UEM em relação à sua relevância local.
durante o desenvolvimento.
os tópicos relacionados com a Engenharia de Petróleo.
tópicos da Engenharia de Petróleo. Para constituir um currículo sustentável é indispensável o envolvimento do professor da UEM
Fase Três – Ensino de todos os conteúdos, análise e expansão da informação e resposta as questoés explicando os princípios e
Este método de desenvolvimento do curso cria experiências repetitivas e relança a compreensão do professor da UEM sobre os
dos conteúdos apresentados no curso pelo professor.
Os professores de Engenharia de Petróleo da UEM tem ao seu dispor uma diversidade de oportunidades para aumentarem a sua
Professores de Engenharia do Petróleo
dos EUA e Peritos da Anadarko
recomendam textos, providenciam
conhecimentos tecnicos, garantem a precisão
do conteúdo e fazem aplicações práticas.
compreensão sobre a indústria de petróleo. As referidas oportunidades compreendem seminários de troca de experiência,
aprendizagem recíproca de interacção com os professores baseados nos EUA a partir de programas cimeiros na área de engenharia
de petróleo e geociência, visita ao campo, reuniões e conferências industriais.
Os professores da UEM participaram na conferência técnica anual da Ordem dos Engenheiros de Petróleo (SPE) em Nova Orleães,
Professores de
Engenharia do
Petróleo dos EUA e
Peritos da Anadarko
Louisiana. Os Professores participaram em sessões aplicáveis a Moçambique e relacionadas com as respectivas disciplinas
incluindo: Exploração e Desenvolvimentos em Águas Profundas, Optimização da Exploração e Aprendizagem sobre a Produção,
Gestão da Segurança e Avanços na Análise do Teste do Poço para a Monitoria do Reservatório. Experiências do género ajudam a
aumentar conhecimentos através do contacto com o mundo real da indústria do petróleo e aplicações afins.
A conferência da SPE emerge como, “uma gigantesca sala de aula
cheia de experiências dos fabricantes e dos cientistas de todas partes de
mundo, reunidos debaixo do mesmo tecto, teorias emergentes e práticas
das tecnologias do petróleo nas sessões técnicas do seminário e nas
Autores de Planos Temáticos
estruturam objectivos, fazem a
revisão do conteúdo para uma
maior clareza e ajudam a manter a
consistência e facilidade de uso.
salas de exposição do equipamento. A vasta gama de recursos e
Materiais do Curso
de Engenharia
de Petróleo
da UEM
Autores de Planos
Temáticos
informações sobre a tecnologia mais recente ajudou a compreender e
materializar conceitos principalmente os inerentes à perfuração e às
Professores da UEM
revêem os materiais para garantir
a sua condição de “talhados” para
Moçambique e próprios para o
ambiente universitário.
Professores
da UEM
operações de produção. …”
-Professor Rui Sitoe
6
7
Currículo
O Tronco Principal do curso consiste numa parte introdutória de um ano, a qual apresenta aos estudantes os conceitos
fundamentais da Engenharia de Petróleo antes de entrar na parte mais rigorosa do curso de Mestrado. O Tronco
Seminários Técnicos/de Pesquisa
Dissertação
Principal é um pré-requisito recomendado do curso de Mestrado.
Os estudantes que concluam o Tronco Principal do curso ou demonstrem experiência industrial compatível podem
inscrever-se ao curso de dois anos de Mestrado em Engenharia de Petróleo. O curso de Mestrado compreende oito
cadeiras distintas, seminários técnicos e de pesquisa e um projecto de dissertação sobre pesquisa.
A Dissertação compreende uma pesquisa original sobre um tema escolhido pelo estudante e respectivo tutor. O tema
há-de ter enfoque no valor que tem para Moçambique a exploração, a perfuração, a produção, as instalações e as
Tronco Principal
Geociência para Engenheiros de Petróleo
Sistemas de Perfuração e Acabamento
Engenharia de Reservatórios e Petrofísica
Operações de Produção e Engenharia do
Aprovisionamento
infra-estruturas da indústria de produção de petróleo e gás natural.
Para além do Tronco Principal e do currículo de Mestrado, farão parte do curso outras oportunidades de
Curso de Mestrado
Graduação
Comportamento da Fase
Técnicas Avançadas de Perfuração
Matemáticas Aplicadas a Fluxos de Fluidos e Meio Poroso
Avaliação da Formação
Engenharia Avançada de Produção
Engenharia Avançada de Reservatórios
Gestão Integrada de Reservatórios
Modelagem do Reservatório
desenvolvimento de aptidões. Existe à disposição um curso de inglês para melhorar a proficiência na língua inglesa e
familiarizar o estudante na terminologia específica da indústria de petróleo e gás. Além disso, é oferecida prática em
matemáticas para actualizar o estudante em matemática analítica e computacional.
A vasta gama de literatura, padrões, práticas
e vocabulário próprio da indústria de petróleo
está disponível em inglês. Daí a necessidade
de o engenheiro de petróleo ser fluente no
inglês lido, falado e escrito como condição
essencial para o sucesso.
4
5
Sustentabilidade
A sustentabilidade a longo prazo tem sido o enfoque primário durante o desenvolvimento do curso de Mestrado em
Ciências de Engenharia Petrolífera na UEM. A sustentabilidade do modelo de elaboração do curso reflecte os elementos
Modelo de Desenvolvimento Sustentável do Programa
fundamentais que sustentam a viabilidade e o futuro desenvolvimento do programa.
A exigência do Governo de Moçambique de o curso de Mestrado em petróleo ser ministrado localmente é um exemplo
de planificação da sustentabilidade a longo prazo. Para garantir a formação do estudante no local de trabalho, a
Anadarko e respectivos parceiros fundaram e geriram o projecto de construção que transformou dois espaços não
usados na UEM em salas de aulas virtuais. As salas tecnologicamente equipadas permitem que professores baseados
nos Estados Unidos possam de lá realizar o co-ensino dando aulas de engenharia do petróleo em coordenação com as
Cometimento da
Direcção da UEM
e Suporte do
Sector Industrial
Privado
contrapartes moçambicanas via ensino à distância. O modelo de ensino virtual permite igualmente que as aulas sejam
registadas para futura referência pelos estudantes e professores de engenharia de petróleo.
Além disso, a UEM acaba de nomear um Director do Curso de Engenharia de Petróleo e um grupo de professores
responsável pelo ensino nos cursos de pré-requisitos e Mestrado.
Modelo Virtual
de Ensino
As melhorias em destaque, o ensino virtual e a competência dos professores constituem exemplos importantes da
componente desenvolvimento do programa para uma sustentabilidade a longo prazo.
Gestão do
Projecto segundo
Métricas de
Desempenho
Estudantes
Capazes e
Motivados
Especialistas
Universitários
Competentes dos
U.S. e UEM
Currículo
“Talhado para o
Efeito Desejado”
2
3
Introdução do Programa e Antecedentes
Em 2011, os governantes moçambicanos e a Anadarko discutiram as formas a partir das quais a Anadarko e os
respectivos parceiros poderiam ajudar a construir capacidades técnicas e aptidões no ramo do petróleo de forma
sustentável a favor do povo moçambicano. Foi alcançado um acordo de desenvolvimento e implementação de um curso
de Mestrado em Engenharia de Petróleo na Universidade Eduardo Mondlane (UEM), Maputo.
2012
2006
A Anadarko e a Universidade Eduardo
Mondlane assinaram um memorando
de entendimento destinado a introduzir
o curso de formação em petróleo em
Moçambique.
Moçambique reconhece que o
investimento na educação é
importante como forma de
desenvolver uma força de
trabalho tecnicamente mais apta.
A Universidade e peritos
industriais comprometem-se a
elaborar o curso de Mestrado.
2012 - 2015
2005
2016
Curso inaugural de Mestrado é
lançado na Universidade
Eduardo Mondlane.
É feito o lançamento inaugural do
Núcleo de Engenharia do Petróleo
na Universidade Eduardo
Mondlane como pré- requisito para
o curso de Mestrado.
A Anadarko e respectivos parceiros
anunciam uma das maiores
descobertas de gás natural do
mundo na prospecção Windjammer.
2014
2013
2010
Relação Tripartida
Academia • Governo Moçambicano • Indústria
1
petroleum
engineering
Faculty of Engineering
Eduardo Mondlane University
MOZAMB IQ UE
Formação em Petróleo
em Moçambique
Capacitação, Mudança de Vidas.
Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, E.P.