Exercícios de revisão 31 de maio GABARITO

Сomentários

Transcrição

Exercícios de revisão 31 de maio GABARITO
Exercícios de revisão - gabarito
1 – Numere os parágrafos a seguir, identificando o tipo de redação apresentado:
(1) descrição
(2) narração (3) dissertação
( 2 ) O rapaz, depois de estacionar seu automóvel em um pequeno posto de gasolina daquela rodovia, perguntou a
um funcionário onde ficava a cidade mais próxima. Ele respondeu que havia um vilarejo a dez quilômetros dali.
( 1 ) Nas proximidades deste pequeno vilarejo, existe uma chácara de beleza incalculável. Ao centro avista-se um
lago de águas cristalinas. Através delas, vemos dança rodopiante dos pequenos peixes. Em volta desse lago pairam,
imponentes, árvores seculares que parecem testemunhas vivas de tantas histórias que se sucederam pelas gerações.
A relva, brilhando ao sol, estende-se por todo aquele local, imprimindo à paisagem um clima de tranquilidade e
aconchego.
( 3 ) Acreditamos firmemente que só o esforço conjunto de toda a nação brasileira conseguirá vencer os
gravíssimos problemas econômicos, por todos há muito conhecidos. Quaisquer medidas econômicas, por si só, não
são capazes de alterar a realidade, se as autoridades que as elaboram não contarem com o apoio da opinião pública,
em meio a uma comunidade de cidadãos conscientes.
( 2 ) As crianças sabiam que a presença daquele cachorro vira-lata em seu apartamento seria alvo da mais rigorosa
censura de sua mãe. Não tinha qualquer cabimento: um apartamento tão pequeno que mal acolhia Álvaro, Alberto
e Anita, além de seus pais, ainda tinha de dar abrigo a um cãozinho! Os meninos esconderam o animal em um
armário próximo ao corredor e ficaram sentados na sala à espera dos acontecimentos. No fim da tarde a mãe
chegou do trabalho. Não tardou em descobrir o intruso e a expulsa-lo, sob os olhares aflitos de seus filhos.
( 1 ) Joaquim trabalhava em um escritório que ficava no 12º andar de um edifício da Avenida Paulista. De lá
avistava todos os dias a movimentação incessante dos transeuntes, os frequentes congestionamentos dos
automóveis e a beleza das arrojadas construções que se sucediam do outro lado da avenida. Estes prédios
moderníssimos alternavam-se com majestosas mansões antigas. O presente e o passado ali se combinavam e,
contemplando aquelas mansões, podia-se, por alto, imaginar o que fora, nos tempos de outrora, a paisagem desta
mesma avenida, hoje tão modificada pela ação do progresso.
( 3 ) Dizem as pessoas ligadas ao estudo da Ecologia que são incalculáveis os danos que o homem vem causando
ao meio ambiente. O desmatamento de grandes extensões de terra, transformando-as em verdadeiras regiões
desérticas, os efeitos nocivos da poluição e a matança indiscriminada de muitas espécies são apenas alguns dos
aspectos a serem mencionados. Os que se preocupam com a sobrevivência e o bem-estar das futuras gerações
temem que a ambição desmedida do homem acabe por tornar esta terra inabitável.
2 – A forma que substitui adequadamente a palavra mas, no trecho "compele os homens a se defrontar com a
realidade não do ponto de vista da realização do prazer, mas do dever fazer", mantendo o sentido original, é:
a) senão que também;
b) senão;
c) não obstante;
d) no entanto;
e) quando não.
3 – O pronome sublinhado em "Não surpreende que assim seja, porque desta definição depende em parte o
estabelecimento das credenciais dos atores que hoje estão envolvidos na luta dos negros pelo lugar na sociedade
brasileira que nem a abolição, nem os cem anos que a seguiram lhes propiciaram." está em clara referência ao
termo:
a) negros;
b) atores;
c) credenciais;
d) cem anos;
e) envolvidos.
4 – A coesão integra um dos requisitos imprescindíveis à construção de todo e qualquer texto. Há, portanto, alguns
elementos que funcionam como principais agentes nesse processo, com vistas a fazer com que a mensagem se
materialize de forma clara e precisa. Assim sendo, o texto que ora se evidencia a seguir carece de tais elementos, e
sua principal tarefa é apontá-los, tendo como base os exemplos sugeridos.
PORQUE – MAS – ELES – POIS – PORTANTO – MAS – ALÉM DISSO – QUE – PORQUE – QUANDO
Muito suor, pouca descoberta
O trabalho do arqueólogo tem emoções, sim. Mas não pense em Indiana Jones, bandidos e tesouros. É verdade que
os arqueólogos passam um bom tempo em lugares excitantes, como pirâmides e ruínas. Mas as emoções
acontecem mesmo é nos laboratórios, quando eles identificam a importância das coisas que acharam nos sítios
arqueológicos. Portanto é preciso persistência para encarar a profissão, porque os resultados demoram, e muita
gente passa a vida estudando sem fazer grandes descobertas. No Brasil, é necessário fazer pós-graduação, pois não
há faculdade de Arqueologia. Além disso, é preciso gostar de viver sem rotina, porque o arqueólogo passa meses
no laboratório e outros em campo. O prêmio é fazer descobertas que mudam a história.
(Super for Kids, nº 1)
5 – Enumere os períodos de modo a constituírem um texto coeso e coerente e, depois, indique a sequência
numérica correta.
(_5__) Por isso era desprezado por amplos setores, visto como resquício da era do capitalismo desalmado.
(_2__) Durante décadas, Friedman - que hoje tem 85 anos e há muito aposentou-se da Universidade de Chicago foi visto como uma espécie de pária brilhante.
(_4__) Mas isso mudou; o impacto de Friedman foi tão grande que ele já se aproxima do status de John Maynard
Keynes (1883-1945) como o economista mais importante do século.
(__1_) Foi apenas nos últimos 10 a 15 anos que Milton Friedman começou a ser visto como realmente é: o mais
influente economista vivo desde a Segunda Guerra Mundial.
(_3__) Ele exaltava a ‘liberdade’, louvava os ‘livres mercados’ e criticava o 'excesso de intervenção
governamental.' (Baseado em Robert J. Samuelson, Exame, 1/7/1998)
a) 4, 2, 5, 1, 3
b) 1, 2, 5, 3, 4
c) 3, 1, 5, 2, 4
d) 5, 2, 4, 1, 3
e) 2, 5, 4, 3, 1
6 – Os fragmentos abaixo, adaptados de VEJA, 13/2/2002, constituem um texto, mas estão ordenados
aleatoriamente.
I. Para chefes, o caso é ainda mais complexo. Os que acham que seus subordinados nunca entendem o que eles
falam precisam ficar atentos à própria conduta. Talvez o problema seja tanto de habilidade quanto de falta de
comunicação.
II. E você? Está pronto para coordenar uma equipe ou para relatar a um grupo as propostas de seu departamento?
Se a resposta é não, cuide-se. Corra atrás de cursos de liderança, compre livros que lhe ensinem a expressar suas
ideias claramente.
III. O caixa da agência bancária é o mais indicado para liderar a equipe que vai propor alteração no desenho da área
de atendimento ao público, onde ficam as filas. O faxineiro deve tomar a frente do pessoal que decidirá o local mais
adequado para estocar material de limpeza.
IV. Competência técnica é só um ingrediente necessário à liderança. Um bom coordenador tem de conseguir
explicar como a tarefa sob seu controle vai contribuir para os resultados da companhia, ou da instituição.
Considerando que a organização de um texto implica a ordenação lógica e coerente de seus fragmentos, julgue os
itens a seguir quanto à possibilidade de constituírem sequências lógicas e coerentes para os fragmentos acima, em
Verdadeiro ou falso:
I, II, IV, III. (_F_)
I, III, II, IV. (_F_)
II, III, IV, I. (_F_)
III, I, II, IV. (_V_)
IV, III, I, II. (_V_)