permanganato de potássio - Faculdades Oswaldo Cruz

Сomentários

Transcrição

permanganato de potássio - Faculdades Oswaldo Cruz
Rev. Abril/2003
PERMANGANATO DE POTÁSSIO
2
0
3
1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO
Nome químico: permanganato de potássio
Fórmula química: KMnO4
Sinônimos: nada consta
CAS: 7722-64-7
2. COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE OS INGREDIENTES
Número CAS: 7722-64-7
>99% PERIGOSO
3. IDENTIFICAÇÃO DOS PERIGOS
ESTE COMPOSTO É OXIDANTE E O CONTATO COM MATERIAL COMBUSTÍVEL PODE
PROVOCAR INCÊNDIO. É NOCIVO POR EXPOSIÇÃO AGUDA E APRESENTA GRAVE RISCO
À SAÚDE SE INGERIDO.
EFEITOS POTENCIAIS PARA A SAÚDE
9 POR INGESTÃO: irritação das vias digestivas, náuseas, vômitos, dores abdominais,
hipermotilidade intestinal, diarréia. Coloração violeta-marrom na mucosa bucal.
9 POR INALAÇÃO: tosse, dispnéia, edema pulmonar. A exposição a fumaça de vapores
metálicos pode causar “febre de fumos metálicos” com calafrios, dores musculares e
prostração. O estado febril é resistente ao tratamento com antibióticos.
9 SISTEMA CARDIOVASCULAR: arritmia cardíaca, taquicardia, hipotensão.
9 HIPERCALEMIA compreende parestesia das extremidades, enfraquecimento muscular,
paralisia, arritmia e parada cardíaca.
9 CONTATO COM A PELE E OLHOS: irritações, ulcerações.
4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS
CONTATO COM A PELE: Retire as roupas contaminadas e lave imediatamente com água e
sabão por no mínimo 15 minutos. Se aparecerem sintomas como vermelhidão ou irritação, leve a
vítima para o hospital.
INALAÇÃO: Saia da área contaminada. Leve a vítima para um local arejado. Se a vítima
apresentar dificuldade respiratória leve imediatamente para o hospital.
CONTATO COM OS OLHOS: Cheque se a vítima tem lentes de contacto e remová-as. Lave com
água durante 20 a 30 minutos no lava-olhos.
IMEDIATAMENTE transporte a vítima para o
hospital, se aparecer vermelhidão ou irritação nos olhos.
INGESTÃO: INDUZA O VÔMITO. Se vítima estiver consciente e sem convulsões lave a boca com
água sem engolir e IMEDIATAMENTE leve para o hospital.
5. MEDIDAS DE COMBATE A INCENDIO
INFLAMABILIDADE (Flash Point): 40°C
Não é inflamável nem combustível. Chamas quando envolvem este material podem ser
controladas com pó químico seco, dióxido de carbono, espuma. Pode ser usado spray de água.
Evite que a água penetre no esgoto. Use proteção adequada para evitar respirar fumos tóxicos de
óxido metálico.
6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO E VAZAMENTO
Absorva com areia ou mistura de carbonato de sódio: betonita:areia (1:1:1). Acidifique com ácido
sulfúrico 3M. Adicione bisulfito de sódio (solução concentrada) até que a cor púrpura desapareça.
Neutralize com carbonato de sódio se necessário e despeje no esgoto.
Outra maneira de tratamento: adicione água oxigenada para reduzir a dióxido de manganês.
7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Ao manusear este produto use avental de manga longa, máscara contra pó e óculos de segurança.
Estoque em lugar fresco e arejado afastado de ácidos fortes. Estoque na ÁREA AMARELA do
almoxarifado.
8. CONTROLE DE EXPOSIÇAÕ E PROTEÇÃO INDIVIDUAL
ACGIH: TLV-TWA: 0,2mg/m3
VESTIMENTA MÍNIMA RECOMENDADA: avental de manga longa com prendedor adequado para
as luvas.
LUVAS: borracha descartáveis
MÁSCARA RESPIRATÓRIA RECOMENDADA: não consta referência no Guia de Seleção de
Respiradores. Use mácara contra pó.
9. PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS
Descrição física: pó cristalino, violeta
Odor: inodoro
Massa molecular: 158,04
SOLUBILIDADE:
Água: 7g/100mL @ 20°C
Acetona: solúvel
10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE
Este reagente é sensível ao calor.
Evite aquecimento brusco. Este reagente é incompatível com ácidos fortes liberando halogênios
ou vapores de Mn2O7. Libera gás tóxico com aminas alifáticas e aromáticas, substâncias orgânicas
halogenadas, isocianatos, orgânicos sulfurados, nitrilas, inorgânicos sulfurados, compostos
polimerizáveis. Pode dar misturas explosivas com substâncias combustíveis ou oxidáveis e metais
em pó.
11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS
Tip.dose
Modo
Espécie
Quantidade
LD50
Orl
Rato
1090
CARCINOGENICIDADE: nenhuma evidência
DADOS DE MUTAÇÃO: positivo para microrganismos e células de mamífero
TERATOGENICIDADE: nenhuma evidência
Unidades
mg/kg
12. INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS
ECOTOXICIDADE: LC50 peixes: 1,48mg/L
Biodegrabilidade: sedimentação como MnO2
13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO
Acidifique com ácido sulfúrico 3M. Adicione bisulfito de sódio (solução concentrada) até que a cor
púrpura desapareça. Neutralize com carbonato de sódio se necessário e despeje no esgoto.
Outra maneira de tratamento: adicione água oxigenada para reduzir a dióxido de manganês.
14. INFORMAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE
Não regulamentado.
15. REGULAMENTAÇÕES
NFPA: Saúde:2 Inflamabilidade:0 Reatividade:3
Rótulo: comburente(O) e nocivo (Xn)
ESTE COMPOSTO É OXIDANTE E O CONTATO COM MATERIAL COMBUSTÍVEL PODE
PROVOCAR INCÊNDIO. É NOCIVO POR EXPOSIÇÃO AGUDA E APRESENTA GRAVE RISCO
À SAÚDE SE INGERIDO.
BIBLIOGRAFIA
ARMOUR, M.A. Hazardous Laboratory Chemicals: Disposal Guide. Boca Raton: CRC Press, 1994.
Guia de Seleção de Respiradores 3M. 2001.
http://sirio.bo.cnr.it/schede/IT/ce0285.htm
ELABORADO E REVISADO PELA COORDENAÇÃO DE TRATAMENTO DE EFLUENTES –
PROFESSORA MARIA LUCILA UJVARI DE TEVES

Documentos relacionados

CARBONATO DE POTÁSSIO anidro

CARBONATO DE POTÁSSIO anidro Este reagente é estável em condições normais de estocagem. Não ocorre polimerização. Este reagente é incompatível com água, ácidos fortes, magnésio, trifluoreto de bromo e tricloreto de bromo. 11. ...

Leia mais

acetato de amônio - Faculdades Oswaldo Cruz

acetato de amônio - Faculdades Oswaldo Cruz PRECAUÇÕES NO ARMAZENAMENTO: estoque em lugar seco e ventilado a temperaturas entre +15 - +25°C. Estoque na ÁREA VERDE do almoxarifado, longe de oxidantes e bases fortes. Mantenha as embalagens be...

Leia mais

ácido succínico - Faculdades Oswaldo Cruz

ácido succínico - Faculdades Oswaldo Cruz Recolha o produto derramado para ser reusado. Se o produto estiver em solução absorvê-lo com material poroso inerte (areia, terra, vermiculite). Para pó fino usar aspirador de pó. Após o recolhimen...

Leia mais