ABACAXI On-Line - Embrapa Mandioca e Fruticultura

Сomentários

Transcrição

ABACAXI On-Line - Embrapa Mandioca e Fruticultura
Ministério da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento
ABACAXI
On-Line
Informativo Mensal da Equipe Técnica de Abacaxi – ETA
Embrapa Mandioca e Fruticultura
http://www.cnpmf.embrapa.br – [email protected]
Volume 4, Número 3 – Setembro a Dezembro / 2006
Editor: Getúlio Augusto Pinto da Cunha
Pesquisador
Palavra do ‘Editor’
FIM DE ANO, ANO NOVO, ESPERANÇAS RENOVADAS
Mais um ano que se finda. Graças a Deus,
pleno de atividades produtivas. Também com
alguns percalços. Mas, fazem parte da vida.
E por isso mesmo não devemos nos queixar,
apenas aprender com eles.
Estamos um pouco atrasados, conseqüência
dos atropelos de fim de ano. Assim, vamos
aproveitar a oportunidade para desejar que
todos tenham tido um FELIZ NATAL, cheio
de Paz, Harmonia e Alegria. E também, que
2007
seja
UM
ANO
PRÓSPERO
e
ILUMINADO, repleto de Felicidades todos os
dias, e que cada dia seja um novo começo
para melhor ...
Vamos ser mais felizes e produzir mais do
que em 2006. Com muita Saúde, Amor, Fé...
Que 2007 seja de grandes transformações e
realizações para todos nós, incluindo nossos
familiares.
Neste número temos muitas notícias
interessantes
–
eventos,
novidades,
curiosidades...
Tenham uma boa leitura!
Abraços.
EVENTOS
VI SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ABACAXI – “VI INTERNATIONAL PINEAPPLE SYMPOSIUM”
Local: João Pessoa, Paraíba. Data: 18 a 23 de Novembro de 2007.
Todos estão convidados para esse grande evento, promovido pelo “Pineapple Working Group, Section of Tropical Fruits”, da
“International Society of Horticultural Sciences (ISHS)”.
Brasil – o abacaxizeiro nasceu aqui! E aqui nós temos uma grande variabilidade genética, apesar da produção quase exclusiva de
apenas uma variedade, mas um dos mais saborosos frutos para consumo natural: o tradicional ’Pérola’. Porém, nesse evento
vamos conhecer novas variedades!
Teremos notícias do melhoramento genético à pós-colheita, dos múltiplo usos dessa planta e fruto muito especiais – o Rei dos
Frutos Tropicais, com sua esplendorosa coroa! Apareça e compartilhe lindos cenários e aspectos culturais da bela e hospitaleira
João Pessoa. Teremos excursões técnicas e turísticas. Realmente, um programa imperdível!
Para mais informações e detalhes consulte o site do simpósio: www.ipsbrasil2007.com.br
NOVIDADES
CHEGA AO MERCADO NOVA VARIEDADE DE ABACAXI: ‘VITÓRIA’ É O NOME DELA
Em 1984 a Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, localizada em Cruz das Almas/BA, iniciou seu Programa de
Melhoramento Genético do Abacaxizeiro, sob a responsabilidade do Dr. José Renato Santos Cabral, com a efetiva participação
do Dr. Aristoteles Pires de Matos. Desde então, algumas novas variedades têm sido recomendadas e lançadas como novas
alternativas para os produtores de abacaxi, em geral com a colaboração de instituições parceiras. O foco principal desse programa
é a resistência à fusariose, o mais importante problema dessa cultura no Brasil. A nova variedade Vitória é originária do
cruzamento entre a ‘Primavera’ e o ‘Smooth Cayenne’. A planta é vigorosa, de porte semelhante à ‘Pérola’, não tem espinhos nas
folhas, apresenta bom crescimento e desenvolvimento e produção média de 4,2 filhotes. Seu fruto apresenta as seguintes
características: forma cilíndrica; casca amarela quando maduro; peso médio de 1,5 kg; polpa branca; elevado teor de açúcares
(cerca de 15,8o Brix ); acidez titulável de 0,8 (% ácido cítrico); maior resistência ao transporte e manuseio pós-colheita; pode ser
destinado para consumo in natura e para indústria; tem excelente sabor; e, mais importante, É RESISTENTE À FUSARIOSE!
Dispensa, portanto, o uso de fungicidas, o que reduz o custo de produção e, também, o risco de poluição ambiental, e ainda pode
Ab'xi_OL_4-3-06.doc
aumentar a produtividade da cultura em, no mínimo, 30%. A ‘Vitória’ foi lançada no mês de novembro, 2007, no Espírito
Santo, conjuntamente pela Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical e o INCAPER.
Como resultado desse programa existem ainda mais seis híbridos gerados que se mostraram resistentes à fusariose e apresentaram
outras características favoráveis nas condições de Cruz das Almas, BA. Esses novos híbridos se encontram em fase de avaliação
regional, trabalho que é realizado por empresas parceiras da Embrapa e é fundamental para a validação e lançamento de novas
variedades.
NOTÍCIAS 1
EMBRAPA ESTUDA ABACAXI
NA REGIÃO EXTREMO SUL DA BAHIA
Nos dias 22 e 23 de novembro, pesquisadores da Embrapa
Mandioca e Fruticultura Tropical visitaram propriedades nos
municípios de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e
Eunápolis, onde estão sendo conduzidos experimentos de
abacaxi visando o deslocamento da produção para épocas
de melhores preços e testes de variedades resistentes à
fusariose. Estão sendo avaliados cinco híbridos de abacaxi
provenientes do programa de melhoramento da Embrapa.
Além disso, foi instalado um viveiro da variedade de abacaxi
‘Imperial’, que é resistente fusariose e não possui espinhos
nas folhas. Esse trabalho, coordenado pelo pesquisador
José Renato Santos Cabral, visa difundir na região essa
variedade e avaliar o comportamento e aceitação pelos
produtores de abacaxi. Após a fase de viveiro, pretende-se
instalar em campo, a partir de março de 2007, uma unidade
de observação com um produtor de Porto Seguro. Outros
materiais resistentes à fusariose estão sendo avaliados com
os agricultores familiares do Assentamento São Miguel, em
Santa Cruz Cabrália, plantados em junho de 2006. Com
esses agricultores está se avaliando ainda a época de
plantio em janeiro, com dois tamanhos de mudas, de modo a
se estimar o período mais favorável para o plantio do
abacaxi na região e recomendar o manejo adequado para o
deslocamento da produção para épocas de melhores
preços. Na região existe uma propriedade que plantou e já
está colhendo frutos de abacaxi ‘Imperial’, com primeiros
resultados considerados satisfatórios, principalmente com
relação a sabor e resistência ao transporte. Essas ações
fazem parte dos projetos da Embrapa em parceria com
CNPq e BNB e são coordenadas localmente pela
pesquisadora
Arlene
Maria
Gomes
Oliveira
(Embrapa/CNPMF) e o analista Jackson Lopes de Oliveira
(Embrapa/CENARGEN), sediados na Estação Ecológica
Pau Brasil, da Ceplac, em Porto Seguro.
(Fonte: Arlene Maria Gomes Oliveira – Embrapa/CNPMF)
CURIOSIDADE
Igreja Mundial do Grande Abacaxi Carismático
Em 1956, na cidade de Berimbau do Oeste, sul
do Rio Grande do Norte, um grupo de pequenos
agricultores castigados pela seca fizeram uma
série de novenas a Padre Cícero implorando para
que chovesse na região. Como o ‘Padim’ parecia
não atender aos apelos do humilde povo
berimbaurense, muitos desistiram, menos um
casal de lavradores – Robespierre Arruda da
Conceição e Virgulina Capitolina Arruda da
Conceição. Donos de uma fé inabalável, o casal
rogou aos céus que mandassem um sinal divino.
Dois dias depois, quando iam ao açude buscar
um pouco de água para aplacar a sede que os
consumia, os dois
encontraram o ‘Grande
Abacaxi’ que brotara na curva da estrada.
Maravilhados com a descoberta, viram na
incomensurável fruta a mão de Deus.
Levado para
a
igreja da cidade, logo o
‘Grande Abacaxi’ começou a realizar milagres.
Choveu durante 3 meses na região, alagando
ruas, transformando Berimbau do Oeste na
"Veneza da Caatinga". Mulheres solteiras, que
nunca haviam estado com homens, começaram
a engravidar e o fenômeno foi atribuído aos
poderes do ‘Grande Abacaxi’. Seu suco,
abundante,
realizou
curas
espantosas,
sobretudo no campo da virilidade masculina.
Com o passar dos anos, a adoração ao ‘Grande
Abacaxi’ cresceu espantosamente, chegando aos
cinco continentes. Milhões de adeptos em todo o
mundo celebram cultos em templos erguidos em
sua
honra.
Atualmente,
o
Abacaxismo
Carismático é a religião que mais cresce no
planeta. Teólogos acreditam que até o ano de
2050 a Revelação Hortifrutigranjeira atingirá o
coração de todos os infiéis. Saiba mais sobre a
doutrina
do
Abacaxismo
Carismático,
Manuscritos de Alexandria. Postulados do
Abacaxismo Carismático. Patriarca Robespierre
da Conceição/Templo Mundial do Grande
Abacaxi Carismático.
(Fonte: e-mail: [email protected])
NOTÍCIAS 2 – Abacaxi Ecológico
Associação de Produtores Agroecológicos Margem Esquerda – APAMI, localizada na zona tropical da Bolívia e
formada por 42 sócios, está há três anos em processo de conversão para produção ecológica de abacaxi. Em 2006
obtiveram certificado de produção orgânica e colheram os primeiros frutos nesse processo, mediante indução
natural. Mas, a indução natural limita a oferta de frutos para a indústria de desidratação. Estão enfrentando
dificuldades com a indução artificial por não ser permitido o uso do carbureto de cálcio na produção orgânica
naquele país. Estão buscando informações sobre a possibilidade de uso do etileno.
(Fonte: Serafin Vidal Ponce – Assistente técnico da APAMI/F. Agrecol Andes)
INFORMAÇÕES TECNOLÓGICAS:
1. PRODUÇÃO IN VITRO DE MUDAS DE ABACAXI ORNAMENTAL
Ab'xi_OL_4-3-06.doc
O Banco Ativo de Germoplasma de Abacaxi da Embrapa
Mandioca e Fruticultura Tropical possui 111 acessos de
várias espécies e variedades botânicas que são utilizados em
programa de melhoramento genético e, atualmente, alguns
estão sendo usados como plantas ornamentais, por sua
beleza e exoticidade. O ‘Curauá Roxo’ e ‘FRF-1387’ são da
espécie Ananas comosus var. erectifolius e se caracterizam
pela alta produção de fibras e, recentemente, pelo grande
valor econômico como ornamentais. Essas plantas
apresentam porte médio, folhas retas sem espinhos e frutos
pequenos que são apropriados para o uso em ornamentação.
A propagação vegetativa utilizando técnicas de cultura de
tecidos pode ser um valioso instrumento na propagação
clonal rápida dessas plantas, em larga escala.. A avaliação
de perdas por contaminação e da taxa de multiplicação de
cada acesso mostrou que não houve nenhum tipo de
contaminação nos explantes. Os materiais apresentaram alta
taxa de multiplicação, não apresentando nenhum problema
de propagação em meio de cultura.
(Fonte: Fernanda V. Duarte Souza e outros / Embrapa Mandioca e
Fruticultura Tropical)
2. ADUBAÇÃO DO ABACAXIZEIRO ‘PÉROLA’ EM SOLO DE TABULEIRO COSTEIRO
Para proporcionar produção de frutos de valor comercial, o abacaxizeiro demanda quantidades de nutrientes que a
maioria dos solos cultivados não consegue suprir integralmente. Como os solos dos tabuleiros costeiros são
normalmente de baixa fertilidade natural, o suprimento de nutrientes, via adubação, é uma prática muito frequente na
abacaxicultura conduzida nesse ecossistema. As doses crescentes de N influíram positivamente na produção e peso
médio do fruto e reduziram a sua acidez. Quanto ao potássio, observou-se influência positiva apenas em relação ao
peso médio do fruto. Não obstante o teor baixo do fósforo disponível no solo, não se verificou efeitos das doses deste
nutriente nas variáveis analisadas. Os sólidos solúveis totais não foram influenciados por nenhum dos nutrientes.
(Fonte: Luiz Francisco da S. Souza e outros/ Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical)
3. ANÁLISE MULTIVARIADA NA CARACTERIZAÇÃO DE GERMOPLASMA DE ABACAXI
Foram caracterizados 67 acessos da espécie Ananas
obtenção de genótipos com características superiores. As
comosus var. comosus do Banco Ativo de Germoplasma de
variáveis que mais contribuíram para a identificação da
Abacaxi da Embrapa Mandioca e Fruticultura. Foi possível
variabilidade observada entre os acessos foram o diâmetro
encontrar ampla variabilidade genética entre os acessos
do pedúnculo, comprimento do fruto, peso do fruto, número
dessa espécie, o que indica que os mesmos podem ser
de filhotes, largura da folha e acidez titulável.
utilizados em programas de melhoramento com vistas à
(Fonte: José Renato S. Cabral e outros).
RAPIDINHAS
1. 1º FESTIVAL DO ABACAXI DE ODILÂNDIA – Santa Rita /Paraíba
No período de 02-03/12/2006, foi realizado o festival de abacaxi de Odilândia, cuja Programação constou de:
Abertura pelo Prefeito Marcus Odilon, Palestra sobre a cultura do abacaxi (Leôncio Vilar, EMATER/PB), Coquetel, Concurso de
comidas derivadas do abacaxi, Brincadeiras e Sorteios de Prêmios com crianças da Comunidade, Desfile para escolha da ‘Garota
Abacaxi 2006’, Shows de Banda e Grupo de Pagode, Passeio ciclístico, Apresentação de Grupo de dança.
2.CAI PRODUÇÃO DE ABACAXI NO HAVAÍ
A Del Monte deixará de produzir abacaxi no Havaí entre 2007 e 2008. Parece que não é mais economicamente
viável produzir abacaxi naquela ilha paradisíaca. Vários fatores contribuem para isso, dentre eles: volume de
produção abaixo do esperado; custo alto de mão-de-obra e terra. Mas, ainda ficarão no Havaí a Dole Food Co. e a
Maui Pineapple Co. (Fonte: http://biz.yahoo.com/ap/061118/del_monte_hawaii.html?.v=2)
3. POEMA!
“Das fructas do paiz a mais louvada
É o régio ananás, fructa tão boa
Que a mesma natureza enamorada
Quiz como a rei cingil-a da coroa”
(Fonte: Poema “Caramuru”, 1781. Autoria de Santa Rita Durão)
4. ABACAXI NO MARANHÃO
O município de São Domingos, no Maranhão, ensaia exportar abacaxi para outros estados por meio da Bolsa
de Hortifrutigranjeiros de Pernambuco. Nesse município, o principal problema da cultura do abacaxi também
é a fusariose. Os produtores efetuam o tratamento artificial da floração fora do período das chuvas, numa
tentativa de amenizar o problema.
QUER SABER MAIS SOBRE ABACAXI?
Consulte o novo site da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, nos links:
http://www.cnpmf.embrapa.br/abacaxi.htm
http://www.cnpmf.embrapa.br/abacaxi_produtor_pergunta.htm
http://www.cnpmf.embrapa.br/publicacoes.htm
onde você poderá obter inúmeras informações importantes a respeito do agronegócio de Abacaxi.
=================================================================================
Ab'xi_OL_4-3-06.doc

Documentos relacionados

ABACAXI on line - Embrapa Mandioca e Fruticultura

ABACAXI on line - Embrapa Mandioca e Fruticultura Com as sucessivas e fortes quedas na área produzida no Estado nos últimos três anos, o abacaxi vem perdendo sua condição e reduzindo sua participação no valor bruto da produção mineira. Em contrapo...

Leia mais