Pessoa, Saúde, Ambiente e Enfermagem

Сomentários

Transcrição

Pessoa, Saúde, Ambiente e Enfermagem
Pessoa, saúde, ambiente e enfermagem
Esta linha está especialmente vocacionada para apoiar estudos que visem expandir o
conhecimento da ciência de enfermagem e recolher dados que permitam compreender as
situações de saúde doença, tal como percepcionadas pelas pessoas que nelas participam.
Incentiva e dá apoio ao desenvolvimento de estudos relacionados com o ser humano através
de uma abordagem holística. A linha visa essencialmente incentivar investigadores que
pretendam estudar assuntos que estejam para além da mensuração e quantificação,
especialmente os relacionados com significados, experiências e valores humanos relacionados
com a saúde e a enfermagem. A linha irá fornecer orientação para o desenvolvimento de
estudos de investigação em áreas tais como: sentimentos, emoções, experiências corporais ou
existenciais e relações interpessoais enfermeiro/utente, nos contextos de saúde doença em
que ocorrem. Procura dar especial atenção a aspectos que têm vindo a emergir mais
recentemente e assumir uma importância científica assinalável. Refere-se, nomeadamente: (1)
aceder ao mundo interior vivido pelas pessoas para descrever a sua essência, permitir uma
melhor compreensão do que é Ser humano, e identificar as necessidades de cuidados de
enfermagem na perspectiva da pessoa individual ou do grupo (família e comunidade),
perseguindo os mais elevados níveis de satisfação; (2) produzir "guidelines" baseados na
evidência
científica;
Esta linha assume claramente dois eixos estruturantes nos objectivos que persegue:
Objectivos:
Considerar os quatro conceitos do metaparadigma de enfermagem como unidades de análise
privilegiados para o desenvolvimento de projectos de investigação;
Aplicar os contributos específicos das teorias de enfermagem, nas perspectivas dos diferentes
paradigmas na prática da investigação.
Áreas prioritárias:
Experiências de saúde doença na perspectiva dos utentes e dos prestadores de cuidados de
saúde; Necessidades de saúde sentidas pelos indivíduos, famílias e grupos específicos;
Desenvolvimento de "guidelines" promotores de boas práticas baseadas na melhor evidência
científica; Metodologias de investigação qualitativa e quantitativa.
Estudos
A experiencia de sentir-se respeitada durante o trabalho de parto no hospital
Necessidades do idoso dependente no domicílio após alta hospitalar
A construção atitudinal de jovens em contexto de acolhimento
Relação enfermeiro-idoso: valores e crenças
Sem Rótulo – Atitudes estigmatizantes dos estudantes do 1º Ciclo de Estudos do Curso de
Licenciatura em Enfermagem, face à doença mental