REINO PROTISTA

Сomentários

Transcrição

REINO PROTISTA
REINO PROTISTA
INTRODUÇÃO
O termo protista deriva do grego e significa “ primeiros de todos” , dando a idéia de que eles
teriam sido os primeiros eucariontes a surgir no curso da evolução.
Reino protista
Os protozoários
As algas
Divisão do Reino Protista
• Algas proctotistas
(Autótrofos)
• Euglenophyta (Euglena)
• Pyrrophyta ou DinoPhyta
“algas de fogo”
• Chrysophyta ou Bacillariophyta
(Diatomáceas)
• Phaeophyta (pardas)
• Rhodophyta (vermelhas)
• Chlorophyta (verdes)
Protozoários
(Heterótrofos)
• Amebozoas ou Amebóides
- Sarcodina ou Rhizopoda
- Foraminiferos
- Radiolários
- Helizoários
• Flagellata ou Mastigophora
• Ciliados ou Ciliophora
• Sporozoa ou Apicomplexos
Protozoários
CARACTERÍSTICAS:
-
Organismos unicelulares e eucariontes.
-
Heterótrofos – Digestão intracelular (fagocitose)
organela envolvida na digestão Lisossomos.
-
Vida livre = Paramecium sp, Amoeba proteus.
-
Mutualistas (simbiose) = ciliados x ruminantes,
flagelados x cupins.
-
Comensalistas = Entamoeba coli x intestino .
-
Parasitas = causam protozooses (doenças).
Reprodução:
Assexuada: Bipartição ou divisão binária ou cissiparidade
(longitudinal)
Sexuada: Conjugação (troca de micronúcleos).
Macronúcleo = controle do metabolismo e reprodução
assexuada;
Micronúcleo = reprodução sexuada e assexuada;
Forma de resistência: Cistos
Representantes importantes do Zooplâncton
( + pequenos crustáceos, larvas de invertebrados e de peixes)
Zooplâncton + Fitoplâncton (algas) = Plâncton
Estruturas celulares que participam da ingestão:
Citóstoma ( boca) Citofaringe Fagossomo + Lisossomo Vacúolo digestório Citopígeo ou citoprocto = eliminação dos resíduos;
Organela importante:
Vacúolo contrátil ou pulsátil = controle osmótico – saída do excesso de água que entra
por osmose. Somente em protozoários de água doce.
GRUPOS
rizópodes ou sarcodíneos
flagelados ou mastigóforos
ciliados
esporozoários
Classificação dos protozoários
•Amebozoas ou Amebóides
- Sarcodina ou Rhizopoda
- Foraminiferos
- Radiolários
- Helizoários
Locomoção por pseudópodes.
Nutrição por fagocitose.
Digestão intracelular.
Vida livre (aquáticos) ou parasitas.
Vacúolos Pulsáteis ou Contráteis para controle
osmótico.
Reprodução assexuada por divisão binária.
Nome genérico Amebas.
Ex.: Amoeba proteus (vida livre) e Entamoeba
histolytica (parasita).
- Radiolários possuem
endoesqueleto de sílica, comuns no
zooplâncton
Reticulópodes
Foraminíferos: Têm como esqueleto externo
conchas de carbonato, os quais depois de mortos
formam grandes depósitos no fundo do mar.
axópodes
Helizoários: Alguns possuem exoesqueleto,
vivem junto a raízes de plantas aquáticas.
Movimento por pseudópodes
Flagelados ou Mastigophora
Locomoção por flagelos.
Mutualísticos ou parasitas.
Digestão intracelular.
Reprodução assexuada por divisão binária.
Ex.: Trichonymphas sp. (mutualístico), Trypanosoma cruzi
(parasita), Giardia lambia (parasita), Leishmania brasiliensis
(parasita)
CILIADOS
Nutrição pelo sulco oral.
Digestão intracelular.
Macro e micronúcleo.
Vacúolos Pulsáteis ou Contráteis.
Excreção pelo citoprocto.
Vida livre, mutualísticos ou parasitas.
Reprodução assexuada por divisão binária e sexuada
por conjugação.
Locomoção por cilios.
Ex.: Paramaecium spp (vida livre), Balantidium coli
(parasita).
São os protistas mais complexos.
ESPOROZOÁRIOS
- No grupo dos esporozoários encontram-se os protistas
que não têm qualquer tipo de sistema de locomoção.
-Todos eles são parasitas obrigatórios.
- O nome "Apicomplexos" vêm de uma parte do protista,
responsável pela perfuração da membrana celular das
futuras células hospedeiras.
- Os mais comuns são do gênero Plasmodium, que
causam a Malária, e do gênero Toxoplasma, que causam a
toxoplasmose.
Mal de Chagas
Transfusão de sangue
Congênita
Amamentação
Transmissão por insetos
Percevejo Triatomideos (Barbeiro)
Protozoário (Parasita)
TRANSMISSÃO
No momento em que o barbeiro pica ele também
defeca, a pessoa coça o local da picada se autoinfectando, havendo um novo ciclo dentro de seu
organismo
Sintomas
Fase aguda
febre, hepatomegalia,
miocardia aguda e meningoencefalite
Fase crônica
e megacólon.
cardiomegalia, megaesôfago
Locais preferidos por barbeiros
DOENÇA DE JÓ
(música: escravos de jó).
Doença de chagas
Destrói o coração
O barbeiro
Faz a transmissão
Trypanosoma cruzi, que causa a lesão.
Medida preventiva é a detetização.
Doença de Chagas - Flagelado = Trypanosoma cruzi (fezes do
Barbeiro ou chupança = percevejo -Triatoma) = coração.
Leishmaniose tegumentar
ou Úlcera de Bauru
Agente etiológico
Vetor
Leishmania brasiliensis
(Mosquito-palha ou biringüi :
Flebótomo – gênero Lutzomyia)
O aparecimento dos sintomas variam de algumas
semanas até meses
Feridas (ulcerações) graves na pele
Feridas na região nasal (interna e externamente), faringe.
Giardíase
• Parasita : Giardia lamblia
• Hospedeiro definitivo: Ser humano
• Local do parasitismo: intestino delgado
Ciclo de vida
SINTOMAS
• Náuseas
• Azia
• Diarréia
• Perda de apetite
• Irritabilidade
• Fezes com odor
fedido
acompanhada de
gases.
Amebíase
• Agente etiológico: Entamoeba Histolytica;
• O homem é o hospedeiro principal, a Entamoeba
encontra-se na forma ativa (trofozoíta) no intestino
grosso, ou como cisto nas fezes.
• Transmissão: se dá por meio de cistos eliminados nas
fezes , ingeridos através de água ou alimentos
contaminados.
• O s cistos atingem o intestino delgado onde se
transformam em amebas ativas que migram para o
intestino grosso;
• As amebas alimentam-se fagocitando glóbulos
vermelhos. Atingindo vasos sangüíneos ou linfáticos,
disseminam-se para quase todos os órgãos e tecidos.
TRICOMONÍASE
Causador: Trichomonas vaginalis
Transmissão: É considerada doença sexualmente transmissível,
embora raramente, possa ser transmitida por vias não sexuais,
como por exemplo, objetos contaminados (toalhas, vasos
sanitários de locais públicos etc.)
Sintomas No homem, a sintomatologia é mais discreta:
corrimento uretral, geralmente pela manhã, antes da primeira
micção, bem como irritação da uretra. Na mulher, corrimento
abundante, amarelo ou amarelo-esverdeado, com mau cheiro;
vaginite e uretrite, etc
Maré vermelha
A super população de dinoflagelados, como
Gonyaulax catenela e Gymnodinium breve
provocam o fenômeno das
“marés vermelhas”.
Nessa circunstância, a grande quantidade de
catabólicos tóxicos eliminados na água por esses
protistas provoca a morte de peixes, crustáceos,
tartarugas, focas e etc.
Produtos fabricados
com o diatomito
Rocha formada pelo depósito das
carapaças (Frústulas) de diatomáceas
Agar
Retirado de algas vermelhas do grupo
das Rodófitas.
Balas de Gelatina
a base de agar.
Placas de Petri com agar para a
cultura de bactérias e fungos
Sushi
Prato típico japonês a base de
arroz recheado com peixe cru e
envolto por algas marinhas
Phaeophyta
Parede celular com Algina:
Extração de CARRAGENANA e ALGINATO
-Espessante de sorvetes e cremes
- Modelos odontológicos
Carragenana : Espessante de sorvetes e cremes
Alginato: Modelos odontológicos
Os alunos deverão formar grupos de no máximo 04(quatro) alunos e
pesquisar sobre as demais protozooses não apresentadas:
Malária,
Doença do sono,
Leishmaniose visceral americana ou calazar,
Toxoplasmose.
O grupo deverá enviar para o email [email protected]hotmail.com, sua
pesquisa em forma de slides de PowerPoint, contendo:
Agentes etiológicos, características da protozooses, modo de
transmissão e medidas de prevenção. Deve constar, ainda, imagens do
ciclo de vida dessas protozooses.
O trabalho somente será aceito por email e até a data:
03/05/2010
Maria CHAGAS faz TRICÔ ULtimamente em BAURU para GIAna e AMEniza a
TOXOPLASMOSE E LEISHMANIOSE com SONO.
Maria = Malária
Chagas = Doença de chagas
TRICO = Tricomoníase
ULtimamente BAURU = Úlcera de Baurú
GIAna = Giardíase
AMEniza = Amebíase
TOXOPLASMOSE
LEISHMANIOSE
SONO = Doença do sono

Documentos relacionados

Baixe o arquivo aqui.

Baixe o arquivo aqui. para controle osmótico. Reprodução assexuada por divisão binária. Nome genérico  Amebas. Ex.: Amoeba proteus (vida livre) e Entamoeba histolytica (parasita).

Leia mais

CAPÍTULO 4 – p.60 REINO PROTISTA

CAPÍTULO 4 – p.60 REINO PROTISTA – macronúcleo, de tamanho maior, responsável pelo controle do metabolismo; – micronúcleo, envolvido na reprodução por conjugação. – Além disso, os ciliados realizam reprodução assexuada por divisão...

Leia mais