Raízen inicia construção de primeira unidade de etanol de segunda

Сomentários

Transcrição

Raízen inicia construção de primeira unidade de etanol de segunda
Raízen inicia construção de primeira unidade de etanol de
segunda geração
Projeto para o etanol celulósico da companhia prevê oito unidades até 2024
A Raízen iniciou a construção de sua primeira unidade de produção de etanol
celulósico no Brasil. A planta com capacidade para 40 milhões de litros de etanol por
ano será instalada em Piracicaba (SP), ao lado da unidade Costa Pinto.
O biocombustível de segunda geração é produzido a partir do bagaço, folhas, cascas e
outros resíduos da produção de cana-de-açúcar.
Com investimentos de R$ 230 milhões (parte recursos do BNDES), a nova planta já
começou a ser construída e a previsão para entrada em operação é no final do
próximo ano. Aproveitando a sinergia que será possível obter com a unidade de
primeira geração da Raízen, a companhia conseguirá reduzir custos e aproveitar muito
do sistema logístico já existente na região.
“A Raízen aposta fortemente no etanol celulósico para elevar a sua produtividade, sem
aumentar a área cultivada, aproveitando os resíduos da cana”, explica João Alberto
Abreu, diretor de Bioenergia e Tecnologia da Raízen. “Acreditamos que podemos
aumentar em 50% a produção de etanol sem a necessidade de grandes investimentos
na lavoura”, completa.
A dinamarquesa Novozymes será a fornecedora exclusiva de enzimas desenvolvidas
para a produção do etanol de segunda geração na unidade Costa Pinto. Elas são
responsáveis por converter o material celulósico em açúcar, uma das etapas do
processo de fabricação.
Testes no Canadá
Desde 2012, a Raízen, em parceria com a Iogen Corporation, empresa canadense de
biotecnologia, mantém uma planta teste de etanol celulósico na cidade de Ottawa, no
Canadá. O objetivo é adquirir toda a expertise necessária para implementar a primeira
unidade comercial da Raízen no Brasil. “Por ser um negócio novo e desafiador, esse
período de testes é fundamental para que a nossa primeira unidade já nasça operando
de forma sustentável e economicamente viável”, afirma João Alberto.
Até o momento, a companhia já enviou mais de 1.000 toneladas de bagaço de canade-açúcar para o Canadá. Uma equipe da Raízen acompanha in loco o
desenvolvimento do projeto fora do país.
Juntas, Raízen e Iogen Corporation formaram a Iogen Energy, uma joint venture 50% /
50%, detentora da tecnologia de produção do etanol de segunda geração.
Investimentos de longo prazo
Com o aprendizado adquirido durante os testes em sua planta de demonstração no
Canadá, a Raízen acredita que o etanol celulósico é um dos grandes caminhos para
atender a demanda crescente por etanol no Brasil e no mundo.
Por isso, além da primeira unidade em Piracicaba, a companhia prevê mais sete
plantas de etanol celulósico até 2024, todas elas próximas às unidades de produção de
primeira geração já existentes. A expectativa é que, operando com capacidade
máxima, as unidades produzam 1 bilhão de litros de etanol.
Sobre a Raízen
A Raízen é líder em energia renovável no Brasil e primeiro player integrado do setor
sucroenergético, com atuação em todas as etapas do processo: cultivo da cana,
produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de
exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia está entre as cinco
maiores em faturamento do país e conta com cerca de 40 mil funcionários. Com 24
unidades, a Raízen produz 2 bilhões de litros de etanol por ano, 4 milhões de toneladas
de açúcar e gera mais de 900 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-deaçúcar. A empresa também está presente em 54 aeroportos, possui 58 terminais de
distribuição e comercializa aproximadamente 22 bilhões de litros de combustíveis para
os segmentos de transporte, indústria e varejo. Na área de distribuição, a companhia
conta com uma rede formada por 4.700 postos de serviço com a marca Shell e mais de
800 lojas de conveniência Shell Select. A Raízen foi formada em 2011 a partir da
integração de parte dos negócios de Shell e Cosan.
Mais informações:
Máquina da Notícia: (11) 3147-7400

Documentos relacionados

Está no ar a campanha da Shell Select: a “Nobreza do Sanduíche”

Está no ar a campanha da Shell Select: a “Nobreza do Sanduíche” Fritas, Gran Duque Salsicha, Visconde Alface e Mui Honorável Filé. A campanha foi totalmente idealizada e desenvolvida no Brasil pela agência JWT. Ela fica no ar durante todo o mês de novembro, con...

Leia mais

Fundação Raízen promove a 5ª edição do Recicle Fashion em

Fundação Raízen promove a 5ª edição do Recicle Fashion em energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 54 aeroportos, possui 57 terminais de distribuição e comercializa aproximadamente 22 bilhões de litros de co...

Leia mais

Fundação Raízen promove a 6ª edição do evento Recicle Fashion

Fundação Raízen promove a 6ª edição do evento Recicle Fashion A Raízen é líder em energia renovável no Brasil e primeiro player integrado do setor sucroenergético, com atuação em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energ...

Leia mais

Raízen promove espetáculo `As Vogais de Guga` para alunos de

Raízen promove espetáculo `As Vogais de Guga` para alunos de soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 24 unidades produt...

Leia mais