História Antiga: Exercícios de Egito e Mesopotâmia

Сomentários

Transcrição

História Antiga: Exercícios de Egito e Mesopotâmia
Material de apoio do Extensivo
História
Professor: William Gabriel
História Antiga: Exercícios de Egito e
Mesopotâmia
1. (Enem) O Egito é visitado anualmente por milhões de turistas de todos os quadrantes do
planeta, desejosos de ver com os próprios olhos a grandiosidade do poder esculpida em pedra há
milênios: as pirâmides de Gizeh, as tumbas do Vale dos Reis e os numerosos templos
construídos ao longo do Nilo. O que hoje se transformou em atração turística era, no passado,
interpretado de forma muito diferente, pois:
a) Significava, entre outros aspectos, o poder que os faraós tinham para escravizar grandes
contingentes populacionais que trabalhavam nesses monumentos.
b) Representava para as populações do alto Egito a possibilidade de migrar para o sul e
encontrar trabalho nos canteiros faraônicos.
c) Significava a solução para os problemas econômicos, uma vez que os faraós sacrificavam
aos deuses suas riquezas, construindo templos.
d) Representava a possibilidade de o faraó ordenar a sociedade, obrigando os desocupados a
trabalharem em obras públicas, que engrandeceram o próprio Egito.
e) Significava um peso para a população egípcia, que condenava o luxo faraônico e a religião
baseada em crenças e superstições.
2. (Unesp) Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando
características comuns e peculiaridades culturais. Os Egípcios desenvolveram a prática de
embalsamar o corpo humano porque:
a) Opunham-se ao politeísmo dominante na época.
b) Os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.
c) Depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.
d) Construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.
e) Os camponeses constituíam categoria social inferior.
3. (Puc) O cristianismo, na sua origem, está repleto de heranças (em geral modificadas) da
religião judaica; mas há, também, elementos que não são partilhados por essas duas concepções
religiosas. Dentre eles, podemos destacar:
a) A referência ao Antigo Testamento como escritura sagrada.
b) O conceito de culpa como elemento estruturante da moral religiosa.
c) A fé em um deus único.
d) O alcance universal do ideal de salvação.
e) A adoção de uma moral sexual que valoriza a monogamia.
4. (Uece) O Crescente Fértil, expressão que identifica uma área da civilização antiga, refere-se às
seguintes civilizações:
a) China, Índia e Japão
b) Grécia, Roma e Egito
c) Irã, Palestina e Mesopotâmia
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito.
Todos os direitos reservados.
Material de apoio do Extensivo
História
Professor: William Gabriel
d) Fenícia, Cartago e Roma
5. (Uece) "- Se um arquiteto constrói uma casa para alguém, porém não a faz sólida, resultando
daí que a casa venha a ruir e matar o proprietário, este arquiteto é passível de morte. - Se, ao
desmoronar, ela mata o filho do proprietário, matar-se-á o filho deste arquiteto." O preceito legal
anterior pertence ao seguinte Código:
a) Corpus Juris Civilis.
b) Código de Hamurabi.
c) Código de Direito Canônico.
d) Código Napoleônico.
6. (UFRS) O soberano dividiu o seu império em províncias, chamadas satrapias, sendo a terra
considerada como propriedade real e trabalhada pelas comunidades. Estas características
identificam o:
a) Império dos persas durante o reinado de Dario.
b) Império babilônico durante o governo de Hamurabi.
c) Antigo império egípcio durante a dinastia de Quéops.
d) Reino de Israel sob o comando de Davi.
e) Estado espartano durante a vigência das leis de Dracon.
7. (UFRS) Em relação aos povos da Antiguidade, é correto afirmar que:
a) Os assírios foram submetidos por Nabucodonosor, originando o episódio conhecido como
o Cativeiro da Babilônia.
b) Os fenícios foram os criadores do alfabeto, posteriormente aperfeiçoado pelos gregos e
latinos.
c) Os hebreus criaram um quadro religioso caracterizado pelo politeísmo e a mumificação.
d) Os egípcios estabeleceram, em 300 a.C., o importante Código de Hamurabi, um dos
primeiros códigos jurídicos escritos.
e) Os persas, após derrotarem as tropas de Alexandre, conseguiram anexar o território grego
ao seu império.
8. (Fuvest) A partir do III milênio a. C. desenvolveram-se, nos vales dos grandes rios do Oriente
Próximo, como o Nilo, o Tigre e o Eufrates, estados teocráticos, fortemente organizados e
centralizados e com extensa burocracia. Uma explicação para seu surgimento é:
a) A revolta dos camponeses e a insurreição dos artesãos nas cidades, que só puderam ser
contidas pela imposição dos governos autoritários.
b) A necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar
obras de irrigação.
c) A influência das grandes civilizações do Extremo Oriente, que chegou ao Oriente Próximo
através das caravanas de seda.
d) A expansão das religiões monoteístas, que fundamentavam o caráter divino da realeza e o
poder absoluto do monarca.
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito.
Todos os direitos reservados.
Material de apoio do Extensivo
História
Professor: William Gabriel
e) A introdução de instrumentos de ferro e a consequente revolução tecnológica, que
transformou a agricultura dos vales e levou à centralização do poder.
9. (UFRN) As sociedades que, na Antiguidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates
tinham em comum o fato de:
a) Terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de
grandes civilizações hidráulicas.
b) Serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e
controlavam a produção de cereais.
c) Haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da
necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.
d) Possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que
viabilizaram a formação de grandes impérios milenares.
10. (UFRN) A religião estava presente em todos os aspectos da vida no Antigo Egito. A medicina,
inclusive, era impregnada de elementos mágicos e religiosos. A relação entre religião e medicina
no Antigo Egito era evidente na medida em que
a) As práticas médicas estavam voltadas apenas para o tratamento dos faraós, cuja imagem
era associada aos deuses.
b) As técnicas desenvolvidas na medicina foram estimuladas pela necessidade de preservar o
corpo para a vida após a morte.
c) Os médicos, recrutados entre as mais altas camadas sociais, acumulavam também a
função de promover o culto religioso.
d) Os médicos queriam prolongar a existência terrena, estimulados pelas crenças religiosas
que negavam a imortalidade da alma.
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito.
Todos os direitos reservados.
Material de apoio do Extensivo
História
Professor: William Gabriel
Gabarito:
1. A
2. C
3. D
4. C
5. B
6. A
7. B
8. B
9. C
10. B
Este conteúdo pertence ao Descomplica. É vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito.
Todos os direitos reservados.

Documentos relacionados

ENEM 2014 (Questões 2, 6, 15, 16)

ENEM 2014 (Questões 2, 6, 15, 16) 2. (Questão 6) Ao deflagrar-se a crise mundial de 1929, a situação da economia cafeeira se apresentava como se segue. A produção, que se encontrava em altos níveis, teria que seguir crescendo, pois...

Leia mais

Exercícios de Intertextualidade 1

Exercícios de Intertextualidade 1 propaganda requer do leitor a) A identificação com o público-alvo a que se destina o anúncio. b) A avaliação da imagem como uma sátira às atrações de terror. c) A atenção para a imagem da parte do ...

Leia mais

Exercícios Análise de Discursos Textuais

Exercícios Análise de Discursos Textuais c) Explique o sentido do paradoxo presente no 3º- verso da 3ª- estrofe. 4. ―Afinal de contas a Maria sempre era saloia, e o Leonardo começava a arrepender-se seriamente de tudo que tinha feito por ...

Leia mais

ENEM 2015 (Questões 96 a 105)

ENEM 2015 (Questões 96 a 105) O texto tem objetivo educativo. Nesse sentido, além do foco no interlocutor, que caracteriza a função conativa da linguagem, predomina também nele a função referencial, que busca a) despertar no le...

Leia mais

Exercícios – Questões Inéditas Modelo ENEM

Exercícios – Questões Inéditas Modelo ENEM A partir da leitura da letra de Luiz Gonzaga, pode-se afirmar que: a) em sua sequência, é feita a soletração do alfabeto, registrando as particularidades e diferenças nas formas de uso do alfabeto ...

Leia mais