Café Portugal.net , 21-06-2010 Qualifica

Сomentários

Transcrição

Café Portugal.net , 21-06-2010 Qualifica
Café Portugal.net , 21-06-2010
Qualifica - «Prove Portugal esqueceu o património cultural da gastronomia portuguesa»
Prove Portugal. Assim se chama o novo programa do Turismo de Portugal cujo objectivo passa por aumentar a visibilidade e
reconhecimento, nacional e internacional, da gastronomia portuguesa. Ana Soeiro, responsável pela Qualifica, diz que o
projecto é curto e é pura propaganda.
Ana Clara | segunda-feira, 21 de Junho de 2010
Pura propaganda. É desta forma que Ana Soeiro, da Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização
e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses (Qualifica) caracteriza o programa Prove Portugal, impulsionado pelo
Turismo de Portugal em parceira com a Academia Portuguesa de Gastronomia.
Desejo que este projecto corra bem, mas a verdade é que faltam aspectos básicos da nossa cozinha cultural, critica,
lembrando que o património cultural da gastronomia portuguesa, que tem dez anos de papel, foi esquecido.
Ana Soeiro considera que esta área não tem de ser tratada pelo Governo mas sim pela sociedade civil e não tem dúvidas que
o Prove Portugal é um projecto curto e está dirigido a uma elite específica e que apenas cinco por cento dos restaurantes
portugueses estão aqui contemplados. E vinca: os produtos tradicionais portugueses não estão incorporados e, nessa medida,
estamos perante mais uma oportunidade perdida na promoção da nossa gastronomia tradicional e cultural.
Na apresentação pública do programa Prove Portugal, o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, frisou que
este projecto visa dar um novo impulso ao produto turístico gastronomia. Este programa é um ponto de partida que pretende
ser requalificador da nossa oferta turística, tendo a gastronomia e vinhos como papel de destaque, reforçou.
O governante afirmou que a ideia nasceu, sobretudo, porque os produtos como o vinho e a gastronomia geraram, nos
últimos anos em Portugal, um forte crescimento deste produto turístico.
O programa Prove Portugal, iniciado este ano, é coordenado pelo presidente da Academia Portuguesa de Gastronomia, José
Bento dos Santos, que, na sua intervenção na apresentação pública do projecto, salientou a importância do património
culinário que o País possui.
A nossa cultura exprime-se através da nossa gastronomia. E temos uma grande oferta nesta área, adiantou. Contudo,
reconheceu que não é essa a imagem que passa, muitas vezes, no estrangeiro. Por isso mesmo, Bento dos Santos realçou que
este património tem que ter uma imagem para atrair mais turistas ao nosso País.
É esse, segundo o Turismo de Portugal, um dos grandes objectivos deste programa que pretende garantir a qualidade dos
produtos nacionais, da restauração, vinhos e da diversidade culinária.
Também o ministro da Economia e Inovação, Vieira da Silva, presente na apresentação no Palácio de Queluz, referiu que
este projecto representa um momento de viragem e mudança no posicionamento do turismo interno e da oferta do mercado.
Valorizar a gastronomia é fundamental, frisou, acrescentando que as actividades económicas associadas ao turismo são
fundamentais à escala macro-económica.
O ministro salientou ainda que o programa Prove Portugal tem a ambição de colocar a capacidade da gastronomia e dos
vinhos no centro da diversificação turística. Uma ambição, com o selo da tutela e de dezenas de entidades ligadas ao
turismo.
A formação é outra das vertentes do Prove Portugal. As escolas do Turismo de Portugal terão um papel fundamental ao
oferecerem novos cursos de gestão e produção de pastelaria, gestão e formação em restaurantes de referência. Haverá
também programas de especialização nas escolas em vinhos, azeites, confecção de peixe, para alunos profissionais e não
profissionais.
Associado a este projecto está, também, disponível um novo site, dedicado à gastronomia e vinhos nacionais que
disponibilizará informação sobre as regiões nacionais com denominação de origem, variedade de vinhos, percursos
gastronómicos, pratos típicos, entre outros aspectos.
Este programa envolve organismos oficiais, as entidades regionais de turismo, as regiões autónomas, os municípios,
empresas, a Confederação do Turismo Português, associações empresariais e profissionais, associações de produtores,
empresários da hotelaria e chefes de cozinha.
No âmbito deste programa será, ainda, criado um roteiro gastronómico, com guia de restaurantes e vinhos, numa parceria
entre o Turismo de Portugal e a Galp.
De acordo com o ministério da Economia, o orçamento para o programa Prove Portugal é de 350 mil euros.
ID: 30673781
19-06-2010
Tiragem: 26368
Pág: 48
País: Portugal
Cores: Cor
Period.: Diária
Área: 9,23 x 14,64 cm²
Âmbito: Economia, Negócios e.
Corte: 1 de 1
Meios & Publicidade
ID: 30662616
18-06-2010
Tiragem: 2500
Pág: 16
País: Portugal
Cores: Cor
Period.: Semanal
Área: 23,52 x 30,63 cm²
Âmbito: Outros Assuntos
Corte: 1 de 2
Meios & Publicidade
ID: 30662616
18-06-2010
Tiragem: 2500
Pág: 1
País: Portugal
Cores: Cor
Period.: Semanal
Área: 7,55 x 5,61 cm²
Âmbito: Outros Assuntos
Corte: 2 de 2