Actualidades - CCD Porto

Сomentários

Transcrição

Actualidades - CCD Porto
As montanhas de Gorringe nasceram com o Atlântico, começando a formarse no final do Jurássico, com o movimento das placas tectónicas da América
do Norte, África e Eurásia. Com 5 000 metros de altura, os cumes de
Gorringe, a 300 quilómetros da costa portuguesa, alojam uma variada fauna
e flora graças à sua ampla distribuição batimétrica. Os picos Gettysburg e
Ormonde chegam quase à superfície, permitindo o assentamento de grandes
comunidades de algas, incluindo os bosques de kelp. Nas suas encostas,
agregações de esponjas, jardins de corais e fundos detríticos dão lugar a
ecossistemas de alta complexidade, enquanto que nas suas águas se
encontram grandes espécies pelágicas, como baleias, tubarões, peixes
espada e aves marinhas. Em outubro de 2012, a Oceana, que tem vindo a
colaborar nos últimos anos com a Universidade do Algarve, levou a cabo a
sua última expedição a Gorringe, na qual encontrou espécies nunca antes
observadas nestas montanhas, como tubarões sapata, esponjas ninho e
diversos corais negros. Portugal propôs a expansão da plataforma
continental com integração na rede natura destas montanhas submarinas.
Fontes: naturlink e www.emepc.pt
Estão entre os animais multicelulares mais simples. Vivem normalmente fixas em
substratos duros, sendo a maioria marinhas. Alimentam-se por filtração, fazendo
entrara a agua pelos diversos poros inalantes que possuem na superfície do seu corporetendo assim partículas orgânicas e expelindo-a pelo ósculo. Apresentam-se em
varias formas, cores e tamanhos.
Conseguimos finalmente voltar ao mar, fomos até Bueu no dia 21 de Abril com os nosso
novos companheiros de mergulho. No dia 20, a convite da Submania, passamos uma tarde
bem divertida na piscina da Sra da Hora em mais uma serie de baptismos DDI.
Boletim | Abril 2013
Locais de mergulho – montanhas de Gorringe
Actualidades:
Parque marinho da Arrábida.
Conferências do Mar da
Arrábida. Temas: Valores
naturais e resposta das
comunidades biológicas aos
efeitos de proteção do
Parque Marinho 15 de Maio
Museu Oceanográfico Portinho da Arrábida.
Dia 20 de Maio – dia Europeu
do Mar assinalado este ano
em La Valetta – Malta na
Conferencia Europeia do dia
Europeu do mar
Fonte: http://www.icnf.pt

Documentos relacionados

Leia a notícia na integra

Leia a notícia na integra “Eu diria que uma ameaça tão grande como a pesca é o nosso desconhecimento acerca da dinâmica daquelas comunidades e dos factores responsáveis por eventuais alterações”, sublinha Frederico Almada. ...

Leia mais

Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint  Grupos particulares: algas, cnidários, ascídias  Programas de monitorização de longo prazo  Recuperação da habitats degradados  Distribuição e variação populacional das macroalgas  Hidrodinam...

Leia mais

Correio Mar 35

Correio Mar 35 constitui o parque exibe as rochas vulcânicas, em torno das quais os corais formam uma franja viva. A larva de coral cresce do fundo para a superfície formando um cogumelo com o topo aplainado em f...

Leia mais