universo – universidade salgado de oliveira curso

Сomentários

Transcrição

universo – universidade salgado de oliveira curso
UNIVERSO – UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA
CURSO DE ENFERMAGEM
GILVAN SALES DO NASCIMENTO
RESENHA DO FILME
UMA MENTE BRILHANTE
SALVADOR –BA
2011
UNIVERSO – UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA
CURSO DE ENFERMAGEM
GILVAN SALES DO NASCIMENTO
RESENHA DO FILME
UMA MENTE BRILHANTE
Resenha do Filme uma Mente Brilhante
apresentado à Universidade Salgado de
Oliveira, disciplina Enfermagem e saúde
mental, solicitado pela Professora: Ana
Conceição Ureta
SALVADOR –BA
2011
Filme “Uma mente Brilhante”
Este trabalho trás a analise do filme “Uma mente brilhante” fazendo uma
comparação aos transtornos sofridos pelo individuo que sofre de esquizofrenia,
identificando causas, conseqüências e tratamento desta.
O presente texto tem por finalidade analisar a esquizofrenia, seus sintomas,
causas, tipos de tratamentos, baseando-se no filme “Uma mente brilhante” direção
de Ron Howard e roteiro de Akiva Goldsman.
A esquizofrenia é definida como uma desordem cerebral crônica grave e
incapacitante. É comum aos indivíduos que a possui ter idéias delirantes, podendo
ouvir vozes, acreditando que estão sendo vigiada ou mesmo perseguidos.
As alucinações ocorrem em várias modalidades sensoriais, sendo que a
auditiva é mais comum, sempre caracterizada muitas vozes conversando umas com
as outras.
No decorrer do filme “Uma mente brilhante”, John Nash depara-se com várias
alucinações auditivas e visuais, vivendo em constantes alucinações e acreditando
que trabalhava para o governo decifrando códigos secretos, chegando mesmo a
visualizar pessoas e acontecimentos. No pensamento, ele tinha idéias delirantes,
que consistem em falsas crenças, não corrigidas pela confrontação com a realidade,
que tendem a se difundir e ir tomando conta da mente.
Vários autores e pesquisadores vêm defendendo que a idéia de que o
pensamento desordenado é a característica mais pertinente da esquizofrenia. Os
primeiros sintomas desta, pode surgir quando ocorrem alterações a nível social. A
pessoa ao mudar de ambiente, como exemplo de escola, cidade etc... tende a isolarse, e ausentar-se do meio social.
As perturbações da esquizofrenia
dividem-se em sintomas negativos,
sintomas positivos e sintomas cognitivos; dos sintomas negativos fazem parte a
apatia, o discurso fora de hora e sem nexo,
a falta emocional aparente, e por
conseqüência não é possível se perceber o que realmente sentem, pois a
intensidade do individuo que possui esquizofrenia é praticamente nula.
Nos sintomas positivos, tanto no pensamento quanto no movimento, existem
percepções diferentes, como as alucinações, desordens e delírios.
Os sintomas cognitivos são tênues e só se conseguem destacar através de
testes neuropsicológicos. Estes baseiam-se na incapacidade de interpretação de
informações.
No filme as idéias persecutórias de John Nash passaram a ditar os seus
pensamentos e comportamentos, o que levou a afastar-se do convívio com as
pessoas, pensando que elas estavam envolvidas com seus inimigos. O filme trata a
esquizofrenia do ponto de vista do esquizofrênico. Todas as visões que ele tem e
que parecem ser perfeitamente reais são inicialmente apresentadas como fatos
plausíveis. Assim, é possível entender o drama do personagem porque o roteiro faz
o espectador acreditar nas suas visões. Quando está no auge de seu problema
psiquiátrico, Nash, acredita estar trabalhando para o serviço de inteligência contra os
comunistas. Assim, nada mais parece ter importância, nem a família, nem a
continuidade de sua vida acadêmica. Tudo o que ele quer é descobrir uma bomba
que vai explodir em qualquer lugar os EUA.
As causas de esquizofrenia resultam da combinação entre fatores genéticos
e ambientais. O autor John
Nash foi
submetido ao tipo de tratamento eletro
choque, o qual era visto como anulado de quase toda a vida. Psíquica do sujeito,
substituindo as graves manifestações de psicose natural pelo aniquilamento artificial
da vida psíquica.
Atualmente usa-se determinadas substâncias químicas como os antipsicoticos, os quais tentam reduzir muitos dos principais sintomas da esquizofrenia,
tal como a perturbação do pensamento e alucinações.
No entanto, não existe um consenso geral relativamente sobre como a
esquizofrenia
se
manifesta,
os
estudiosos
dizem
que
podem
aparecer
repentinamente e irromper numa crise excessiva, como surgir lentamente sem
apresentar mudanças no quadro psíquico do individuo.
Embora a esquizofrenia cause impacto social relativamente forte, está
perturbação psicológica pode ser acompanhada por sentimentos como culpa,
vergonha etc., no entanto o apoio da família e sociedade é fundamental para o
controle e evolução bem como no tratamento e aceitação desta doença. O filme trás
questões a refletir como o preconceito que as pessoas sofrem ao deixar
transparecer seus sintomas de psicoses.
O filme segue uma trajetória repleta de desafios, onde Nash luta, não só
contra a esquizofrenia, mas também contra todos aqueles que não acreditavam na
sua recuperação. Terminando com o reconhecimento pelo qual Nash tanto ansiava:
o Prêmio Nobel de Economia em 1994, pelo seu contributo na Teoria dos Jogos.
O filme trouxe para mim enquanto acadêmico e profissional da área de saúde,
a clareza de entender que em todas as doenças e perturbações psíquicas o mais
importante acima de tudo é o apoio da família, e o tratamento devido ao qual o
paciente tem direito. A esquizofrenia é um mal que assola a sociedade de forma
calada e quieta, muitas vezes por vergonha de assumi-la no centro da família, além
da falta de aceitação do próprio individuo que sofre com esse mal.