Poetas ibéricos hoje

Сomentários

Transcrição

Poetas ibéricos hoje
Encontros. Poetas ibéricos hoje / LISBOA
Poetas ibéricos hoje
Cinco jovens poetas de Espanha e Portugal recitarão os seus textos e
farão uma reflexão em forma de diálogo sobre a atual situação da poesia
ibérica contemporânea.
Co-organiza: Instituto Cervantes de Lisboa, Biblioteca Nacional de Portugal
Mediadora: Verónica Aranda
Verónica Aranda (Mediadora) . (Espanha)
Licenciada em Filologia Hispânica pela Universidade Complutense, realizou, entre 2006 e 2008, estudos de doutoramento na Universidade Jawaharlal Nehru de Nova Deli. Recebeu os prémios de poesia Joaquín Benito
de Lucas, Antonio Carvajal de Poesia Jovem, José Agustín Goytisolo, Arte
Jovem da Comunidade de Madrid, Margarita Hierro e o Accésit do prémio
Adonáis 2009, entre outros. Publicou os livros de poesia: Poeta en India,
Tatuaje, Alfama, Postal de olvido, Cortes de luz e Senda de sauces e a tradução Poemas de los Himalayas, de Yuyutsu Sharma.
Elena Medel (Espanha)
Publicou os livros de poesia Mi primer bikini e Tara, bem como os cadernos
Vacaciones e Un soplo en el corazón. A sua obra foi traduzida parcialmente
para alemão, árabe, esloveno, inglês, italiano, polaco, português e sueco,
e incluída em inúmeras antologias. Colabora como colunista na edição madrilena de “El País” e, juntamente com a também escritora Alejandra Vanessa, coordena o projeto de agitação cultural “La Bella Varsovia”.
MOSTRA ESPANHA 2011 ENCONTROS
25
Encontros. Poetas ibéricos hoje / LISBOA
Daniel Casado (Espanha)
Poeta, músico e gestor cultural. Em 2002 vence o Prémio de Poesia Cidade
de Mérida com El Largo andar tan breve, ao qual se seguirão El viento y
las brasas (Prémio de Poesia Arcipreste de Hita 2004), El proyector de sombras e Oscuro pez del fondo. Em 2010 é eleito “A voz + Jovem” pela fundação Obra Social Caja Madrid. A partir de 2009, desenvolve a sua faceta
musical através do projeto Pneuma. Na atualidade dirige vários clubes de
leitura e coordena a Área de Animação para a Leitura da Associação de
Gestores Culturais da Estremadura.
Margarida Vale de Gato (Portugal)
Doutorada em Literatura e Cultura Norte-Americana, é Assistente Convidada na área de Tradução na Faculdade de Letras e na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Lisboa. Tradutora de textos
literários de francês e inglês para português, tem vertido autores como
Lewis Carroll, W. B. Yeats, Edgar Allan Poe, Jack Kerouac, Sharon Olds,
Henri Michaux ou Nathalie Sarraute, e é ensaísta nas áreas de literatura
norte-americana, tradução e estudos de recepção. Publicou o livro de poesia, Mulher ao Mar (2010) e, com Rui Costa, a peça de teatro Desligar e
Voltar a Ligar (2011).
Filipa Leal (Portugal)
Formou-se em Jornalismo na Universidade de Westminster, Londres, e
concluiu o Mestrado em Literatura na Universidade do Porto. Atualmente,
é jornalista no Diário Câmara Clara (RTP2) e colaboradora da Casa Fernando Pessoa. Desde 2003 participa em espectáculos de poesia no Teatro
do Campo Alegre (Porto), ciclo Quintas de Leitura, e desde então tem feito
leituras em diversos locais de Portugal. Publicou vários livros de poesia,
de que se destaca A Cidade Líquida e Outras Texturas e A Inexistência
de Eva. Está representada em antologias em Itália, Croácia, Colômbia e
Galiza. Foi finalista do Prémio Literário Casino da Póvoa (Correntes d’Escritas) em 2011, com o livro A Inexistência de Eva.
Onde: Biblioteca Nacional de Portugal.
Campo Grande, 83. 1749-081. Lisboa
Web: http://www.bnportugal.pt/
Mapa: http://tinyurl.com/bibliotecan-lisboa
Quando: 16 de Novembro (18:30 h.)
26
MOSTRA ESPANHA 2011 ENCONTROS

Documentos relacionados