Nós Apoiamos o Juiz Sergio Moro

Сomentários

Transcrição

Nós Apoiamos o Juiz Sergio Moro
1
Diz: Todo Mundo
Niterói
26/03 a 09/04/16
Gosta
Circula por 15 dias
Edição Online Para Um Milhão e Oitocentos Mil Leitores
Catharina Freitas-Maquiagem Fernanda Moço-produção Janaina Boechat-foto Julio Cerino
www.dizjornal.com
D i r e t o r R e s p o n s á v e l: E d g a r d F o n s e c a
Ano 08
Nº 149
2ª Quinzena
de Março
de 2016
Política:
Temporada
das Traições.
Página 03
16 Mil Exemplares Impressos
Zona Sul, Oceânica e Centro de Niterói
Nós Apoiamos o Juiz Sergio Moro
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
2
Cultura
Niterói
26/03 a 09/04/16
Paulo Roberto Cecchetti [email protected]
www.dizjornal.com
Anuncio Módulo 1A
DIZ pra mim... (que eu conto)
- A Casa dos Budas Ditosos’, texto
do saudoso escritor
baiano João Ubaldo Ribeiro, chega ao
Teatro Municipal de
Niterói (Rua XV de
Novembro, nº 35
- Centro) para apresentação magistral de
Fernandinha Torres
(foto). O espetáculo
poderá ser visto até 27 de março (Quintas e Domingos, às
19 h; sextas e Sábados, às 20 h). Im-per-dí-vel!
- A Biblioteca Pública de Niterói/BPN (Praça da República,
s/nº - Centro), em comemoração aos seus 81 anos de existência e resistência em prol da leitura promove, toda última
Quinta feira do mês o evento AmadureSER. Vale conferir!
- A Academia Niteroiense de
Letras/ANL (Rua Visconde do
Uruguai, nº 456 - Centro) promove, no dia 30 de março, às
17 horas, sessão em homenagem ao centenário de nascimento do saudoso acadêmico
Marcos Almir Madeira (foto).
O orador será o atual ocupante
da cadeira nº 17, Sylvio Lago Jr.
Entrada franca.
- O Cenáculo Fluminense de História e Letras convida para
a posse do novo acadêmico Gentil Moreira de Sousa, dia
1º de abril, às 18 horas, no Salão do Clube Português (Rua
Lara Vilela, nº 176 - Ingá).
- A Academia Niteroiense de Letras/ANL abriu inscrição
para o preenchimento da Cadeira n° 07, vaga com o faleci-
ANUNCIE
AQUI
mento do jornalista e poeta
Luís Antônio Pimentel. Eu, R$ 200,00 Por inserção
ou 12 inserções por
P.R.Cecchetti, acadêmico
R$ 1.080,00
da ANL, estou apoiando
em 6 mensais de
R$ 360,00
a candidatura do também
jornalista, escritor e poeta
Edgard Fonseca para ocupar
esta vaga. Conto com o apoio
dos demais confrades nesta
eleição.
- Dia 07 de abril, quinta feira,
às 18 horas, a Sala Leila Diniz/
Imprensa Oficial (Rua Heitor
Carrilho, nº 81 - Centro - Niterói) apresenta a exposição
“Imagens Poéticas”, com 20
escritores do movimento cultural ‘Escritores ao ar Livro’.
Anna Carolina Peret
[email protected]
N
essa estrada chamada vida, já cometi muitos erros. Alguns, por
acreditar em coisas e em pessoas
que não deveria. Minha ingenuidade, talvez, tenha sido minha grande vilã. Entreguei
meu voto supremo de confiança às pessoas
erradas. Uma pena. Todavia, aprendi, com
esses episódios, que, muitas vezes, precisamos errar para, posteriormente, acertar.
Que, quando nos decepcionamos, estamos,
na verdade, aprendendo, amadurecendo,
evoluindo. Invariavelmente, quem sai perdendo, nesse momento, São as pessoas
que nos decepcionam. São elas que não
merecem a nossa credibilidade enquanto
amigos. São elas que não souberam nos
valorizar. São elas que não nos merecem.
A minha primeira decepção foi marcante.
Aos quatro anos, eu já desconfiava que
havia algo estranho no Natal. Como seria
possível, em pleno verão, um idoso passar
lá em casa, de madrugada, pra me entregar
presentes? E mais: por qual motivo eu deveria negociar os presentes com os meus
pais, se, na verdade, o responsável pela
compra e subsequente logística seria outra
pessoa? Enfim, em meio a intermináveis duvidas, fingi que dormi na noite do dia 24 de
dezembro, e flagrei minha mãe, na sala, arrumando os sapatinhos na janela com meus
presentinhos. Não fiquei triste com ela. A
Até o Fim
mesma, com certeza, me
deu uma boa explicação,
bastante convincente. Tanto que voltei a dormir e
lembro-me que só abrir
meus presentes na manhã
seguinte. Esse caso ilustra
bem uma decepção a partir da qual – mesmo ainda
sendo muito novinha – acabei convertendo um pesar
num saldo positivo para a
minha vida: eu cresci!
Da mesma forma, amadureci quando amigas minhas
mostraram “suas unhas”.
Quando flagrei pessoas
queridas falando mal de
mim pelas costas. Doeu. Nossa, e como!
Mas eu consegui transformar, dentro de
mim, essas maldades em beneficio próprio.
Assim como dores de cotovelo causadas
por decepções amorosas... Nada mais eficaz do que um belo “chute na bunda” para
nos impulsionar para frente, na direção do
aprimoramento pessoal. Acabamos por ficar mais próximos de nós mesmos, pois, no
final das contas, a vida acontece dentro de
nós. Nesse espaço sagrado que chamamos
de corpo. As pessoas podem tentar nos fa-
Anuncio Módulo 1A
ANUNCIE
AQUI
R$ 200,00 Por inserção
ou 12 inserções por
R$ 1.080,00
em 6 mensais de
R$ 360,00
zer mal. Entretanto, a palavra final, que diz
se elas conseguirão ou não atingir seu entendo, é nossa. Exclusivamente nossa!
E hoje, venho fazer um paralelo. Uma simples comparação. Assim como milhares de
brasileiros, eu já acreditei na justiça, já acreditei na política, já acreditei na honestidade
inerente em cada ser. Porém, os dias foram
passando, os escândalos foram ocorrendo,
as máscaras foram caindo e, percebo que,
cada vez mais, tenho dificuldade em crer
nas pessoas e nas respectivas instituições
coligadas. Não estou dizendo que todas as maças dessas
árvores estejam podres. Há
lindas e saudáveis exceções.
Entretanto, em sua grande
maioria, vemos a sujeira deteriorando nossa esperança,
nossa fé, nosso futuro...
Espero que, assim como eu
cresci desmascarando o Papai
Noel, o Brasil consiga ir mais
longe após tanta luz ser jogada sobre essa imensidão de
lama que se tornou o nosso país. Não sejamos ingênuos, fingindo não entender. Não
sejamos cúmplices, fingindo não ver. Não
sejamos baratos, nos vendendo por esmolas mensais e pão com mortadela. Não sejamos cínicos, defendendo nossos interesses em detrimento do nosso povo. Vamos
acordar, Brasil. Não da mais para confiar em
ninguém que nos governa hoje. E ter medo
de mudar também não irá ajudar. O sonho
não acabou. Vamos exigir justiça.
Vamos até o fim!
3
Niterói
26/03 a 09/04/16
Documento
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
[email protected]
Política: Temporada de Traições
Muitos dizem que a política é uma arte e que requer sabedoria, tolerância,
prospecção, intuição e determinação. Do ponto de vista acadêmico ela é realmente uma ciência, requisita muito mais do que o conhecimento, mas, a capacidade de reconhecer oportunidades e construir as alianças necessárias ao bom
desenvolvimento das ações para atingir objetivos. Jamais fogem de uma meta:
comandar, que numa síntese prática significa poder.
Apesar de todos os avisos, é preciso uma imensa dose de renúncia pessoal e
saber, como dizia os mais antigos: “engolir sapos”. Esta capacidade de tolerar
e resistir, para alguns, muitas vezes faz incluir nas renúncias, princípios básicos
de existência, como a dignidade e ética.
D
esde a Grécia antiga, passando pelo Equador, Bolívia, Uruguai e até de forma mais
senado Romano, as traições são pre- sutil, o Chile. A Argentina fazia parte, mas
senças constantes em todas as ações devido ao fracasso interno e ao estado de pepolíticas e ao longo dos anos, apesar de dife- núria em que chegaram, conseguiram eleger
renças culturais entre os povos, ela é inserida um governo libertador e estão se recuperando
nos costumes e nas práticas mais elementa- e longe das nefastas práticas Bolivarianas.
res, nas negociações de alianças, que muitas O Brasil foi totalmente aparelhado, da forma
vezes produzem desastres e crimes bárbaros. mais vil e covarde. Eles infiltraram em todas
O que dizer desta infame prática política ar- as instâncias de poder, seus membros, muitos
raigada aos nossos dias brasileiros, encontra- disfarçados e com aparência indecifrável. A
das nas formas mais rudimentares nos mais verdade é que para manutenção do poder esdistantes lugarejos do Brasil, até chegar às tão fazendo qualquer acordo, implicando em
ações sofisticadas nos grandes centros onde traições patrióticas.
brilha o poder mais desejado. Os traidores Em Niterói, por absoluta infelicidade e cumsão elementos da manobra daqueles que co- plicidade de muitos, implantou-se, nos últimandam e dificilmente abrem mão desta “mão mos anos um governo petista. Não é preciso
de obra”, quase sempre venal, sem compos- muito esforço para entender quanto perdeu o
tura e qualquer respeito por quem quer que município, com supostas obras e muito maseja. Eles representam a sórdida parcela suja, rketing, onde a realização da realidade é ainda
inserida em quase todos os acordos.
mais ficcional que se sabe. O prefeito Rodrigo
Esta expressão “acordo” tem uma elastici- Neves, de DNA petista do chamado “Núcleo
dade incalculável, principalmente quando é Duro”, sob o comando do ex ministro José
usada para definir no superlativo uma coop- Dirceu, misturou-se a todas práticas deste
tação coletiva, alimentada por trocas diver- grupo. Endividou o município para os prósas, e muitas vezes pecuniárias. É o chama- ximos 40 anos, distribuiu benesses e cargos
do “acordão”. Ele é usado para manutenção para toda a sua base de sustentação, comprode estruturas de poder que
perderam sua capacidade de
manutenção pelas próprias
pernas. Necessitam para
permanecer no poder, dividir
fatias, muitas vezes a base
de suborno, seja político ou
em valores conhecidos por
diversas alcunhas: grana, pixuleco ou até o mais moderno e depreciativo, acarajé.
Temos uma terra brasileira
afundada na corrupção, na
infâmia, na difamação e na
Carlos Lupi, José Vicente e Jorge Roberto Silveira
total falta de valores éticos e
morais. Um país, que por infelicidade e des- metendo muitos intencionalmente, para poder
vio do voto enganado, colocou no poder uma cooptar, anular, e disfarçar a derrota que foi a
organização, membro do chamado Foro de sua administração sanguessuga. É muito fácil
São Paulo, que é uma associação de grupos fazer “cortesia com o chapéu dos outros”.
de esquerda, pouco importando seus méto- Estes muitos cargos que ele distribui, que são
dos de sobrevivência, (podem inclusive usar inutilidades e que a maioria nem trabalha e
recursos oriundos de crimes, expropriações, nem aparece, estão desviando recursos que
assaltos, tráfico de drogas e assassinatos) poderiam abastecer os postos de Saúde de
unidos e irmanados num projeto continental. medicamentos, as escolas com equipamentos
Fazem parte deste grupo: Cuba, Venezuela, e até uma merenda escolar de qualidade su-
Rodrigo Pessoa e Rodrigo Neves
perior, investimentos reais em segurança (fingem que fazem), em programas esportivos e
de lazer para a população, e um atendimento
social digno (Niterói é a terra dos mendigos
e povo de rua), atendendo a uma infância
abandonada que diariamente comete delitos e
cheira cola no Centro e na Zona Sul.
Este mesmo governo, sentindo a impossibilidade de continuar enganando sob a égide
do decadente e criminoso PT, agora, numa
manobra espúria, tentou um grande “acordão”. Rodrigo Neves fugiu como um rato que
abandona o navio que naufraga, indo se esconder numa outra sigla partidária. Tentou de
tudo, oferecendo “mundos e fundos” para o
seu principal adversário, o ex-deputado Felipe Peixoto. Primeiro, recorreu aos caciques
petistas para cooptarem (e não seria muito
difícil...) o presidente do PDT, Carlos Lupi.
Buscou o seu ídolo e criador, Jorge Roberto
Silveira, a quem dirigiu ataques de toda espécie nos últimos três anos, para orquestrar
um acordo com Felipe Peixoto, oferecendo-lhe a vice-prefeitura, uma grande secretaria
para comandar, muitos e muitos cargos na administração, direta e indireta, a “garantia” de
recursos e apoio da máquina para eleição de
deputado, e o total apoio para que Felipe se
tornasse prefeito de Niterói em 2020. Rodrigo Neves, trocaria o PT pelo PDT (já acertado com o presidente Nacional), e estaria tudo
como ele planejou. Eliminaria o opositor e se
esconderia atrás da sigla do Leonel Brizola.
Neves já tinha chantageado Jorge Roberto
Silveira recentemente, que teve as suas contas da administração passada rejeitadas pelo
Tribunal de Contas do Estado, e dependia de
aprovação destas contas por parte da Câmara
dos Vereadores, para não ficar inelegível e
responder judicialmente pela rejeição. Como
Rodrigo Neves, controla uma maioria de vereadores, a custa de cargos e “favores”, poderia
impingir a Jorge Roberto a derrota de ter as
suas contas também rejeitadas pela Câmara.
Rendido, Jorge Roberto cedeu aos “apelos”
do seu sucessor e seu maior agressor. Era ceder ou ter a sua vida virada de cabeça para
baixo e ainda ficar com os direitos políticos
suspensos. Intermediou as propostas do
“acordão”, que se Felipe aceitasse, Rodrigo
Neves poderia se reeleger no primeiro turno.
Estaria eliminando, anulando, o seu principal
adversário, que tem toda chance de vencer
esta eleição que virá.
Apesar dos muitos prejuízos pessoais, Felipe
Peixoto, negou-se a admitir esta hipótese.
Disse claramente não a este acordo espúrio.
Poderia, se fosse igual a estes tantos, assegurar conforto econômico e vida mansa na política e na sociedade. Mas, preferiu o caminho
mais difícil; não abriu mão da sua dignidade
pessoal. Sabia que depois de negar este acordo, que a executiva Nacional do PDT não lhe
daria a legenda para concorrer à prefeitura,
pois o acordo com o PT de Rodrigo Neves
fora feito pelos caciques de Brasília. O PDT
é aliado nacionalmente do Governo Dilma.
Rodrigo Neves passando para o PDT, estaria
“tudo em casa”. Ele continuaria petista oculto e envergonhado, mais petista até morrer,
abrigado no seio das traições vulgares, onde
se sente confortável e íntimo.
Felipe desfiliou-se do PDT e escolherá para
que partido irá. Onde quer que vá, irá com o
apoio dea militância verdadeira do PDT. Restarão uns muito poucos “Lupistas”, pessoas
que viveram sempre de expedientes de governos, agarrados a cargos (preferencialmente
onde não se trabalha).
Felipe fundou o primeiro comitê eleitoral do
PDT quando tinha 9 anos de idade. Sempre
pertenceu ao PDT, e gozava do respeito e
admiração de Darcy Ribeiro e Leonel Brizola. Estes oportunistas que “herdaram” a sigla
trabalhista, não fazem jus ao trabalhismo verdadeiro e são desprovidos de qualquer ideologia. São ditos, aliancistas, mas deveria ser
chamados de “negocistas”.
Lamentavelmente...
4
www.dizjornal.com
E
D! Nutrição
Informes
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
[email protected] | Instagram: Clara Petrucci
100 anos do Samba
m homenagem ao centenário do samba
no projeto Arte na Rua, a cantora Tania
Malheiros (foto) faz show no dia 5 de abril,
terça-feira, às 18h, na esquina da Rua Moreira César com Rua Mariz e Barros, em Icaraí.
A niteroiense canta por influência do pai,
o cavaquinhista Mucio de Sá Malheiros. A
proposta é levar o público a uma viagem
pelo mundo do samba, indo do século XIX
ao XXI, interpretando clássicos do gênero.
Obras de Pixinguinha, Ismael Silva, Donga,
Nelson Sargento e Sinhô, fazem parte do repertório, além de composições autorais. Ela terá o acompanhamento de Kiko Chavez no
violão e pelo percussionista Gabriel Buzunga.
A cantora estreou em 2010 com o álbum ‘Deixa eu me benzer’ e está prestes a lançar o
seu segundo trabalho.
15 Anos da Loja Maçônica
A
Loja Maçônica Cláudia Maria Diz Zveiter celebrou 15 anos de fundação no último
dia 15 de março.
O presidente Domingos Antônio D’Almeida organizou uma cerimônia em homenagem à patronesse e a mulher niteroiense, com a presença de presidentes de outras Lojas,
autoridades da Maçonaria Estadual, do Município e personalidades convidadas.
Parabenizando a Loja Cláudia Maria Diz Zveiter por sua atuação em auxílio a instituições de nossa cidade, o vereador Bruno Lessa registrou o importante papel da maçonaria
em nossa história, inclusive de nosso município, de muitas campanhas humanitárias, no
acompanhamento das atividades do Conselho de Segurança e do Legislativo Niteroiense;
contribuindo, mas, fiscalizando sempre que necessário.
Niterói
26/03 a 09/04/16
V
Você Bebe Água?
ocê
saberia
quantificar
o
quanto de água
você bebe por dia? Considera-se uma pessoa
hidratada? Você sabia
que a água é o elemento
mais necessário no nosso corpo?
Muita gente faz dieta,
atividade física, dorme
bem e esquece-se do
básico.
Quer ir além com treinamentos, suplementos, e
a água fica aonde nessa história?
A água é responsável pela hidratação corporal como um todo; produção de secreções corporais, ajuda na digestão, veicula
nutrientes por todo nosso corpo e ainda
desintoxica.
Como todo seu esforço vai funcionar sem
água?
Sem água suficiente nosso intestino resseca, fica preguiçoso, nossa pele e músculos ficam desnutridos, nossas funções
básicas ficam comprometidas, o que nos
deixam apáticos.
Valorização de Professores
O
deputado Comte Bittencourt apresentou emenda para acrescentar
uma faixa salarial exclusiva para os professores de Ensino Fundamental com regime de 40 horas semanais. O objetivo é aumentar o vencimento destes profissionais para R$ 2.135,64, como regulamenta o Piso
Nacional dos professores.
A medida foi necessária, já que a mensagem enviada pelo Executivo à
Alerj previa uma remuneração inferior à determinada na lei federal.
“Reconheço que este valor ainda não condiz com o merecido pela categoria. A melhoria do ensino público passa, necessariamente, pela valorização da carreira dos professores”, afirmou Comte.
Divida seu dia por horas. Se em cada hora
você beber um copo médio de água já estaremos com um bom caminho andado.
Não vou entrar nos parâmetros de ph,
pois este é um assunto bastante extenso.
Vamos começar apenas bebendo água.
Você sabia que a maioria das vezes que
sentimos fome na verdade é sede? O nosso corpo pede a água do alimento!
Procure deixar garrafas de água no carro,
no trabalho. Leve sempre com você uma
garrafa e encha sempre que possível.
Nosso corpo agradece!
Expediente
Edgard Fonseca Comunicação Ltda.
R Otavio Carneiro 143/704 - Niterói/RJ.
Diretor/Editor: Edgard Fonseca
Registro Profíssional MT 29931/RJ
Distribuição, circulação e logística:
Ernesto Guadelupe
Diagramação: Eri Alencar
Impressão: Tribuna | Tiragem 16.000 exemplares
Redação do Diz
R. Cônsul Francisco Cruz, nº 3 Centro - Niterói,
RJ - Tel: 3628-0552 |9613-8634
CEP 24.020-270
[email protected]
www.dizjornal.com
Os artigos assinados são de integral e absoluta
responsabilidade dos autores.
Deputado Comte Bittencourt
DG
Distribuidora Guadalupe
25 Anos de bons serviços
Jornais Alternativos - Revistas - Folhetos - Encartes
Demonstração de Placas Sinalizadoras
Entrega de Encomendas e Entregas Seletivas
[email protected]
[email protected]
99625-5929 | 98111-0289
3027-3281 | 2711-0386
(sec.elet. 7867-9235 ID 10*73448
Niterói - Rio de Janeiro - São Gonçalo - Itaboraí - Magé - Rio Bonito - Maricá - Macaé
5
Internet
Niterói
26/03 a 09/04/16
www.dizjornal.com
Laio Brenner - [email protected]
P
ara que não sabe “meme” vem do
grego e significa imitação. O termo
é muito utilizado na internet referindo-se ao fenômeno de “viralização” de
um vídeo, imagem, frase, ideia, música e
etc. Existem milhares deles e a cada dia
surge um novo. Quando o sucesso é muito grande podem se tornar negócios bem
lucrativos.
Esse é o caso de Tuna, uma cadela Chiweenie de cinco anos que viralizou no instagram é hoje principal fonte de renda de
sua dona. Tuna foi adotada justamente
por sua aparência engraçada.
O fato é que apenas um ano após ter sua
foto divulgada no instagram a cadela é
sucesso de público, tendo um livro com
fotos e a sua história como um best-seller,
além de fazer turnês por livrarias ao redor
dos EUA e do mundo.
Fãs podem comprar uma série de produtos com a imagem do chiweenie, de camisetas a canecas no website oficial. Mas se
o sucesso do cachorro não foi planejado,
ao redor do globo empresas de marketing
de todos os tamanhos trabalham muito
para tentar fabricar o próximo meme.
Virou Meme
Para ser bem-sucedido, um meme precisa
ser de fácil aceitação e compartilhamento
para muitas pessoas. Também precisa ser
legal, de fácil entendimento e direcionado
ao seu público-alvo. A possibilidade de
sucesso não pode ser quantificada, pois o
Clínica
Dr. Helder Machado
ORAÇÃO A SANTO EXPEDITO
Urologia
Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19
Se vc. está com algum Problema Difícil e
aparentemente sem Solução, precisa de
Ajuda Urgente, peça a Santo Expedito. Ele é o
Santo dos Negócios que precisam de pronta
solução e cuja invocação nunca é tardia.
Tratamento de
Cálculo Renal
a Raio Laser
Atendemos UNIMED
ORAÇÃO: Meu Santo Expedito da Causas
Justas e Urgentes, socorrei-me nesta hora
de aflição e desespero. Intercedei junto
ao Nosso Senhor Jesus Cristo! Vós que
sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o
Santo das Causas Urgentes, protegei-me,
ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e
Serenidade. Atendei o meu pedido: (fazer o
pedido) Ajudai-me a superar estas Horas
Difíceis, protegei-me de todos que possam
me prejudicar; Protegei minha família,
atendei o meu pedido com urgência.
Devolvei-me a
Paz
a
Tranqüilidade
Serei grato pelo resto da minha vida
e levarei seu nome a todos que têm fé.
Obrigado.
e Particular
Atendimento 24H pelo tels:
8840-0001 e 9956-1620
Rezar 1 Padre Nosso,1 Ave Maria
e Fazer o sinal da cruz.
“para que os pedidos sejam atendidos
é necessário que sejam justos”.
Rua Dr. Celestino, 26
Centro - Niterói.
Tels: 2620-2084 / 2613-1747
comportamento das pessoas tem mudado
numa velocidade muito grande. Ou seja,
planejar o meme é algo muito difícil.
Santo Expedito
Agradeço a Santo Expedito a Graça Alcançada.
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
6
Edgard Fonseca
Niterói
26/03 a 09/04/16
[email protected]
A Candidatura do Bem Contra o Mal
E
sta semana que passou foi
para a cidade de Niterói
um marco de referência e
amostragem da atual política que
vivemos. As notícias caíram como
chuva de verão nas mais desencontradas e perversas versões a
respeito das mudanças de partido
que envolvia o prefeito Rodrigo
Neves e o ex-deputado Felipe Peixoto. Plantaram nas redes sociais,
especialmente no Facebook, notícias que o prefeito seria incorporado ao PDT e que Felipe Peixoto
seria o vice na chapa desta situação. Perfídias, pura má fé e mostra o desespero que se encontra
o Rodrigo Neves. Primeiro, pelo
fato de tentar neutralizar o opositor mais forte, reconhece a grave
possibilidade de perder a eleição.
Tentar cooptá-lo com ofertas desmedidas, na natural megalomania
perniciosa, entregando o que o
Felipe pedisse, desrespeitando outros acordos da indicação do vice, e colocando o Axel Grael como massa
de manobra, excluindo-o do cargo e noticiando que ele
seria candidato a vereador. Completamente injusto com
o Axel, que cumpriu com dignidade seu lugar de vice-prefeito.
Felipe Peixoto, como não poderia de deixar de ser, repudiou as benesses e facilitações para um “acordão”
antiético.
Tudo mostra como o atual dirigente do município se
comporta. Desrespeita os habitantes da cidade, quase
todos os eleitores locais, e especialmente aqueles que,
por interesse, desvio de conduta ou inexperiência, votaram nele. É o retrato da falta de importância do desejo
do eleitor. É como se dissesse: vocês não significam nada
para mim, além de um instrumento para minha desmedida ânsia de poder e ascensão. Minto como for conveniente e subestimo a percepção de todos. Eu sou o
centro do mundo, no meu narcisismo doentio e desesperado.
Para lavar a nossa alma e provar que nem tudo está perdido, como um homem de bem que é, Felipe Peixoto
deu exemplo de como se deve comportar um político de
verdade. Um homem, e não um ratinho de esgoto que
negocia e come migalhas sujas. Disse não em grande
Edgard Fonseca
grito de repúdio.
Conheço Felipe desde a sua infância, sua família integra, seus
princípios e dignidade. Tive a
emoção de vê-lo emocionado
ao declarar a seus militantes e
aliados, dentro do partido, a
sua decisão de deixar o PDT,
onde desde criança faz parte.
Se elegeu vereador aos 23
anos, se reelegeu como o mais
bem votado de todos os tempos na cidade; foi deputado
estadual, secretário de Pesca e
Abastecimento e secretário de
Saúde.
E este último cargo que só lhe
rendeu aprendizado e muito
desgaste, especialmente por
sua lealdade ao governador,
por sua conduta mansa e ética. Outro qualquer revelaria as
Chorando, Felipe Peixoto anuncia saída do PDT. Família o abraça. rasteiras, as mazelas, traições
e infidelidades, plantadas no seu caminho durante
a gestão como secretário de Saúde; por não ceder
aos corruptos, mercenários e pseudo gestores que
se utilizam das instituições públicas para próprio benefício. Felipe aguentou calado todas as agressões
por pura lealdade. Qualquer outro rebateria com a
verdade a respeito de todas as armações que fizeram
para descredenciá-lo e desmoralizá-lo. Já havia um
pacto sinistro das forças aliancistas para desconstruí-lo e deixar o caminho livre para Rodrigo Neves.
Emocionei-me com a sua emoção ao se despedir do
partido que ele ajudou a construir. Olhos marejados
e apoio incondicional da sua família, ali abraçada a
ele, enquanto o plenário lotado gritava o seu nome.
Mostrou a força que tem e que emana da dignidade
e fidelidade à verdade. Basta olhar a cidade que todos entenderão.
Agora vai escolher o caminho que for melhor para
cidade. Será no próximo pleito o candidato do bem
contra o mal. Vai ser prefeito de Niterói. O prefeito
do bem.
Eles (petistas) que tanto gostam de falar do “nós
contra eles”, que gostam de dividir para reinar, vão
experimentar o gosto do próprio veneno: está será a
candidatura do “Bem Contra o Mal”.
E o bem vence sempre!
Felipe Peixoto o pai dedicado e carinhoso
7
Niterói
26/03 a 09/04/16
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
E Por Falar do Bem...
Professoras: Aidyl da Carvalho Preis e Ismênia Martins
R
Enfermeira Eliza Klem Folly, Rita e Tarcísio Rivello
ita Rivello, presidente da ACUAP – Associação dos Colaboradores do Hospital
Antonio Pedro, para angariar fundos para o hospital promove almoços beneficentes. Aproveita a oportunidade para homenagear e reconhecer méritos de
pessoas do bem.
Utiliza com frequência as instalações da Casa da Amizade, leia-se Rotary Club, onde
ela já foi presidente, e eu tive o prazer de ser presidente do Rotary, concomitantemente, onde estabelecemos muitas parcerias em projetos diversos.
Recentemente foi a vez de homenagear a professora Aidyl de Carvalho Preis e a enfermeira Eliza Klem Folly. A festa ficou belíssima. Ficou tão bonita que pessoas desavisadas fizeram comentários sobre o alto custo da decoração e aluguel dos móveis (por
sinal de altíssima qualidade). Estranharam uma festa beneficente gastar tanto quando
o objetivo é arrecadar. Só para esclarecer: quando o evento é do bem, tudo conspira
a favor. Os móveis e a decoração, incluindo as flores, pertenciam a outro evento, já
acontecido nas vésperas do almoço da ACHUAP. Foram apenas reaproveitados, pois
a empresa locadora dos móveis ainda não havia retirados e as flores (do bem) estarem
vivas e bonitas. Não custaram nada, apenas os curiosos comentários. Como disse a
Rita: “foi presente de Deus!”
Cegueira Partidária
E
Paulo Roberto Costa
stou muito preocupado com esta doença chamada “petismo”. É que existem
pessoas cultas, do bem, amigos de longa data, mas, ficam repetindo, feitos uns
papagaios embriagados, que tudo que aí está, a evidente roubalheira é invenção
da grande imprensa e armação “dos coxinhas”.
É inacreditável a perda da visão. Só se explica como doença.
Luiz Inácio Lula da Silva foi a pior coisa que aconteceu a esta nação. Este projeto de
poder, que inclui o auto-beneficiamento e enriquecimento ilícito destes integrantes da
grande quadrilha, que berram contra os ricos, mas é com eles é que fazem os pactos
de assalto às empresas públicas.
Recebi um WhatsApp com a lista dos duzentos e tal denunciados na lista da Odebrecht. O meu amigo petista me perguntava: Você viu o nome da Dilma ou do Lula
nesta lista? Eu respondi: “Não! Chefes de quadrilha não entram na lista. São eles que
elaboram as listas e comandam o roubo”.
E tenho dito!
Ícones da Moda
Julio Cerino
Rafaela Dormas, Amanda Leckar,Mellody Bessa.
Renda Fina
Aniversário de Marcia Pessanha
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
8
Niterói
26/03 a 09/04/16
Um Baile dos Anos Dourados
Aldo e Marcia Pessanha
Marcia Pessanha, Mirtedis e Assis Venâncio
Artur Marques da Mata, Silvia Márcia Venâncio, Maria Luiza Petrucci da Fonseca e Marcia Pessanha
Paulo Roberto, Dora Cecchetti e Marcia Passanha
Aniversariantes da Edição
Natália Mota
Luiz Antonio Barros
Fátima Fernandes Christo
Ricardo Teixeira
Andrea Gomes Canella
Marco Aurelio
9
Niterói
26/03 a 09/04/16
Conexões
E! Games
[email protected]
[email protected]
Jêronimo Falconi
U
Bueiros Entupidos na R.O.
É claro que obras provocam transtornos,
mas quem executa uma obra tem que cuidar dos resíduos e do entulho, colocando
tudo no lugar certo. Esta obra da Transoceânica na R.O. está transtornando a região
com grandes prejuízos para o comércio e
para moradores. O pior de tudo é que
quando chove os bueiros entupidos com
restos da obra, impedem que a água escorra e aí alaga tudo e representa todo tipo
de risco, inclusive doenças. Esta obra que
nunca fica pronta e pelo visto, não vai ficar
tão cedo, só está atrapalhando a vida de
todos nós. Ao invés de ser um elemento de
descongestionamento, serve de obstáculo.
Tudo porque não fazem nada direito.
Loteamento de Vagas
de Carros
Agora virou vício. A prefeitura está botando placas de estacionamento em tudo
quanto é lugar, onde podem faturar, naturalmente. Em Icaraí é impossível encontrar
um lugar para estacionar que não seja pago.
Avançam por Santa Rosa, Cubango e não
sei onde vai parar. Eles são os donos das
ruas. Pagamos para licenciar o carro e ainda
temos que pagar para estacionar. Que fúria
é essa? O negócio faturar? Podemos dizer
que a prefeitura de Niterói é inimiga dos
motoristas. Esse tal de “Never”...
Cemitério de Carros
Abandonados
Enquanto a prefeitura reboca repetidamente (faturando e fazendo reboques faturarem) na Zona Sul e Centro, deixa de
fiscalizar a Região das Praias da Baía. Próximo do Clube Naval (Charitas- Jurujuba),
na estrada principal, existe um verdadeiro
cemitério de carros abandonados. Estes,
eles não rebocam. Afinal, não vão faturar nada.
Inclusive, fica a dúvida:
estes carros abandonados
são carros roubados que
foram “depenados”? E
quem são os donos destes carros abandonados?
Ninguém é responsável
por estas sucatas? Se a
prefeitura não dá a mínima atenção, os infratores
ficam à vontade. Largar
carro em Charitas pode.
Lá ninguém vai rebocar...
www.dizjornal.com
Coisa de Menininha
ma pesquisa realizada pela Game Brasil
apontou que 52,6% do
público que joga algum tipo de
game no Brasil são mulheres; ou
seja: segundo a pesquisa, game
é coisa de menina também. Elas
são a maioria jogando, independente da plataforma.
O que se viu após a publicação
do estudo, em muitos comentários nas redes sociais, foi muita
gente falando que a pesquisa
está errada. Mas, não porque
detectaram uma falha, e sim,
porque (e seria um “absurdo”), as mulhe“ não serem “gamers”. Afinal, elas “só
res
jogam” games de celular.
O resultado da pesquisa realmente é uma
surpresa, mas esse tipo de reação traz
questões. Por que você precisa ser “gamer” para ser considerada uma pessoa que
joga e gosta de games? Qual é o problema
se as mulheres forem maioria? E por que jogar no smartphone tem esse teor “vira-lata”
quando comparado a jogos de consoles?
‘Mobile’ é coisa séria!
Não é porque o game é simples que ele
é menos game. Não existe essa diferenciação entre desenvolvedores. Ser simples e
eficaz é a fórmula que impulsiona grandes
desenvolvedoras como Blizzard e Riot Games. Jogos como “Overwatch” e “League
of Legends” são elementares em seus fundamentos, mas somam, com maestria, camadas de conhecimento, o que agrada a
novatos e veteranos. Então qual o motivo
da “antipatia”?
‘Gamer’, essa palavra!
O emprego da palavra “gamer” é o motivo
de discussão há anos em comunidades de
desenvolvimento de games justamente por
carregar uma conotação pejorativa, pois
surgiu como um termo de marketing para
classificar quem gostava de jogar videogames na época. Pois, sugeria que a pessoa ficava trancada no quarto o dia inteiro jogando, brincando com um produto de criança,
sem outras preocupações e sem vida social.
Esse conceito mudou, porém ainda está impregnado no subconsciente de muitos.
Aqueles 11%.
Gostar de jogar games – seja por meia
hora, cinco horas diárias ou no fim de semana – não pode mais ser algo que inclui
alguns, e dispensa outros. Você tem o direito de discordar da pesquisa, mas, não pode
tomar sua opinião uma verdade absoluta. E
outra: a Game Brasil 2016 fala que apenas
11% dos entrevistados se diz “gamer” – e
que o resto são jogadores causais.
Jogar videogame foi por muito tempo uma
atividade de nicho, e que sofreu bastante
com preconceitos. Não seja um “noob”;
afinal jogar por diversão, também é jogar.
Módulo PB
Anuncie
Aqui
R$ 240,00
Por inserção
ou 12 inserções por R$ 2.590,00
em 6 mensais de R$ 432,00
www.dizjornal.com
Fernando de Farias Mello
Fernando Mello - [email protected]
10
Niterói
26/03 a 09/04/16
Todo Mundo Bandido
N
Se não houvesse liberdade de imprensa,
jamais existiria qualquer processo contra
Dilma porque as notícias não conseguiriam
chegar a todos com a relevância e detalhes
necessários para a opinião pública conseguir opinar.
Assim, mesmo tendo no comando do Congresso o Eduardo Cunha, um deputado totalmente envolvido e enrolado no esquema
de corrupção e respondendo a processos
no STF, o processo de impeachment de Dilma prosseguirá.
Neste blá-blá-bla político partidário que
nos envolve em qualquer lugar onde estejamos, uma amiga me perguntou: onde estará Fernando Collor de Mello? Todo mundo
quis responder e alguns arriscaram dizer
que ele estava sumido, desaparecido, acuado no seu canto.
Afinal, Collor já foi protagonista do impeachment, não é? Deve passar por momentos
desagradáveis neste momento especial do
nosso Brasil. Ter que atender a jornalistas
nesta altura do campeonato será o mesmo
que os jogadores da Seleção passarem a
dar entrevistar após a vergonhosa derrota
para a Alemanha por 7 a 1.
Minha cabeça voou. Onde
estará o Collor nesse momento? Não tenho visto o
“corajoso e violento quando é culpado” senador,
com aquele olhar ameaçador e que caiu em desgraça por causa de um carro.
Um Fiat Elba que ganhou
de presente. Um simples
carro.
Chegou o aplicativo Carteirada do Bem.
Hoje, Collor deve ser motiLei Estadual 2424/95: “Bares e restaurantes estão obrigados
vo de chacota lá no Senado
a oferecer água filtrada de graça quando solicitada pelo cliente.”
ou na Câmara dos Deputados. Um carrinho derrubar
um presidente da RepúbliAlerj.
ca, comparado com os alAqui você
tíssimos valores da corruptem poder.
ção de hoje é tratado como
“amador” e “fichinha” pelos colegas.
esse período pré-impeachment de
Dilma, percebo com facilidade que
ela está fritando nas mãos do Congresso, num processo lento e que poderá
ser ineficaz.
Lula hoje se transformou numa célula cancerígena e todo mundo disfarça e reza para
manter a distância.
O tal grampo de ligações que, em minha
opinião, foi regular, já que o grampeado
Lula é quem estava recebendo as ligações.
E, por acaso, foi a Dilma que ligou para
um notório investigado pela polícia e para
tratar da maneira de escapar do processo
criminal, já que a nomeação como ministro
de Estado lhe daria status para foro privilegiado.
Ou seja, Dilma ligou para Lula para combinar a forma de ludibriar o judiciário. É crime. E todo crime deve ser noticiado.
Então, para o processo de impeachment,
pergunto se esse nosso Congresso está pleno de bons e honestos deputados, com reputação ilibada e suficiente para impedir o
prosseguimento do mandato de Dilma? Ou
eles estão “coagidos” pela opinião pública.
As leis da Alerj
servem para quem
tem sede de justiça.
Ou só sede, mesmo.
Baixe na
ATENÇÃO PARA A MUDANÇA
Novos e-mails do Jornal Diz
Redação
[email protected] | [email protected]
Editoria
[email protected]
Mete o Pé.
Os Homens
Estão Aí..
Está Apostado!
Quem Contar
A Maior Lorota
Ganha!
Somos Todos
Inocentes!
Collor deve ter imaginado que o que aconteceu com ele serviria como lição para que
os futuros corruptos não se arriscassem em
roubar a Nação.
Mas, como percebemos, nada disso adiantou. O impeachment do Collor não serviu
como lição (nem para ele também), mas
como referência ou como ponto partida
para os malfeitores iniciarem suas trajetórias no mundo do crime.
Hoje, claro, Collor está defendendo Dilma
e ao lado de Paulo Maluf.
Esse tipo de notícia prova que está tudo
muito errado neste país, não é?
Todos que estão no poder, seja no executivo ou legislativo, estão com processos importantes e quase perdendo seus mandatos
por conta de irregularidades e crimes. Só
para lembrar que Renan Calheiros, Eduardo
Cunha e Dilma estão quase sendo fisgados
do poder pelos próprios atos ilícitos que
praticaram.
Uns são piores que os outros. Eduardo
Cunha vai deixar sua esposa e filha possivelmente nas mãos de Moro. O inquérito
contra Renan Calheiros já foi autorizado
pelo STF.
A conclusão é que a Lava Jato e outras tantas operações que correm no seio da Polícia
Federal ainda não intimidaram os políticos
e empresários corruptos. Muitos ainda esperam obter um aditivo no seu contrato de
construção de estradas e etc.
Bom mesmo seria ver todos os corruptos
na prisão. Haja espaço nas prisões para
todo mundo. Uma ideia seria transformar
metade do inútil estádio Arena Amazônia
em presídio e colocar os corruptos lá, desde que pagassem uma gorda quantia mensal
pela “estadia”.
Fernando Mello, Advogado
www.fariasmelloberanger.com.br
e-mail: [email protected]
11
Pela Cidade
Niterói
26/03 a 09/04/16
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
DETRO e o Combate
ao Aedes Aegipti
C
om objetivo de ajudar no combate ao mosquito
Aedes Aegypti, o Departamento de Transportes
Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Transportes, lançou campanha para reforçar a conscientização da população sobre as formas para se remover os
criadouros do inseto. Conforme determinação do Detro,
a partir de abril, os 9.745 ônibus e 543 vans que operam as linhas regulares e os 3.211 veículos autorizados
a fazer fretamento intermunicipal deverão afixar cartazes
da campanha “10 Minutos Salvam Vidas” no seu interior, pelo período de um ano.
O cartaz mostra o passo a passo para acabar com os
criadouros domésticos e pré domésticos, já que o inseto
responsável pela dengue, chikungunya e zika vive
e se reproduz, em geral, dentro e no entorno das
residências. A estimativa é que uma média mensal
de cerca de 56 milhões de passageiros visualizem
a campanha.
Nos veículos urbanos, o adesivo deverá ser afixado
no painel frontal superior interno e, nos rodoviários,
na divisória fixa instalada atrás da poltrona do motorista. Já nos casos do transporte complementar,
será utilizado uma das partes envidraçadas traseira.
A portaria terá validade de 12 meses, podendo ser
estendida por prazo indeterminado. A multa para
quem não cumprir a determinação do Detro é de
R$ 2.657,97.
Seresteiros no Solar
do Jambeiro
S
erão as atrações especiais do projeto “Seresta ao Solar”, as cantoras
Adélia Dias e Glória Salgueirinho, no
próximo dia 30 de março, quarta-feira, a
partir das 19h30, no Solar do Jambeiro,
com entrada franca, com duração de 90
minutos e classificação livre.
Nesta edição, o grupo de seresteiros niteroienses formado por Celso Rufino, Ângela Silva, Edinho Borges, Luana D’ Angola,
Jorge Sun, Sérgio Velho, além dos músicos
Lênio Araújo (violão), Dílson Tavares (cava-
quinho e pandeiro), e Manoel Moraes (Bandolim), vai interpretar grandes sucessos que
marcaram as últimas décadas.
Com produção de Ermínio Rezende, o encontro tem como objetivo promover a troca
de experiências musicais entre os artistas e
o público, fomentando ainda mais as tradicionais serestas da cidade.
O Solar do Jambeiro fica na Rua Presidente
Domiciano, 196, Boa Viagem – Niterói. Informações: (21) 2109-2222.
Radar Fixo na Ponte
A
té o fim de maio a Ponte Rio-Niterói receberá radares fixos. Em cada sentido
ao longo de toda a via serão quatro aparelhos. O contrato de concessão da
ponte prevê que a instalação seja feita pela Ecoponte em pontos estratégicos,
embora, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) ficará responsável pelos equipamentos,
para punir o excesso de velocidade, que é apontado como uma das principais causas
de acidentes.
A ANTT definiu, em contrato de concessão, que a empresa que administra a ponte,
atualmente a Ecoponte, deverá instalar os aparelhos nos locais de maior ocorrência
de acidentes. Numa pesquisa, dois locais foram detectados dois locais como maior
incidência de risco: a Grande Reta, no sentido Rio de Janeiro, e próximo à Praça do
Pedágio. Os demais pontos que receberão os radares fixos não foram divulgados pela
concessionária.
O contrato ainda prevê que a instalação deve ser feita até junho. Entretanto, de acordo
com a Ecoponte, os radares serão instalados até o fim de maio para agilizar o processo.
Em Foco
O Sonho da Montaria
Edição na internet para Hum milhão e 800 mil leitores
www.dizjornal.com
12
Niterói
26/03 a 09/04/16
O cavalo é um animal maravilhoso e interagir com uma espécie
como este é uma experiência muito gratificante. Já pensou em
fazer um curso de equitação? Montar com segurança, dominar
a cavalgada? Aprender a lidar com o animal é possível e com
um custo menor que se imagina. Na Sociedade Hípica Brasileira funciona a Escola de Equitação Hermes de Vasconcelos,
que atende a sócios e não sócios da SHB. Possui capacidade
máxima para oito alunos por turma, a partir de sete anos de
idade. Os professores são experientes cavaleiros, que participam de campeonatos e transmitem as mais modernas técnicas
nesta modalidade de esporte.
A
infraestrutura da escola oferece
picadeiro coberto, sala climatizada para pais e responsáveis para
que possam assistir as aulas, dois professores por turma, e o mais importante: animais treinados exclusivamente para
utilização nas aulas.
No curso o aluno aprende passo a passo,
desde o contato com o animal, os primeiros comandos, até atingir níveis capazes
para disputar torneios. Inclui-se o conhecimento do manejo, do trato e a rotina
dos animais nas cocheiras.
Como a escola é aberta para sócios e não
sócios, a Hípica realiza torneios e rankings de salto para alunos da escola em todas
as categorias. São divididas em: iniciante
e intermediária. Os alunos participam do
Picadeiro Coberto
ranking e das provas da Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro. A escola
oferece a todos uma aula experimental
gratuita, onde o aluno aprende a posição
(postura correta) dos primeiros comandos (andar, parar e virar) à introdução do
trote elevado, saindo desta aula com as
primeiras noções básicas.
Importante frisar a duração do curso,
onde o primeiro ano é de aprendizado
inicial. Neste período o aluno aprende os
comandos básicos, posições de montaria corretas, trote elevado, sentado e na
posição esporte; além de trotar na diagonal certa. Aprende exercícios de equilíbrio; controlar o cavalo fazendo círculo,
diagonal da pista, meia volta, meia volta
invertida e cortar o picadeiro pela linha
do meio; alongar e reunir trote; galope;
partida do galope na mão certa; saltar galopando; fazer o animal mudar de mão no
galope e receber do salto na mão certa.
Para se inscrever é necessário: fotocópia
da identidade, CPF e comprovante de residência do responsável (em caso do aluno ser menor de idade). Avaliação médica
da SHB (custa 50,00) e apresentar carteira de vacinação e tipo sanguíneo.
A mensalidade para sócios é de: duas
vezes por semana: R$330,00, e quatro vezes por semana, R$550,00. Para
não sócios existe uma taxa de matrícula
de R$440,00; e duas vezes por semana:
R$660,00, e quatro vezes por semana,
R$880,00.
Para a prática das aulas é obrigatório o
uso do uniforme da escola: camisa polo
(50,00) ou camisa de malha (30,00);
capacete, culote azul marinho, bota ou
perneira.
A duração das aulas é de 45 minutos. As
aulas deverão ser agendadas com antecedência. As inscrições podem ser feitas
na Comissão Esportiva da Sociedade Hípica Brasileira (Av. Borges de Madeiros,
2.448 – Lagoa - Rio de Janeiro. CEP
22470-050- Tel:(21) 2156-0156. De
terça à sábado: das 08 às 12h, e de 13 às
17h. (Gabriela).
Mais informações:
escoladeequitaçã[email protected]

Documentos relacionados

Itacoatiara Pro 2016

Itacoatiara Pro 2016 R Otavio Carneiro 143/704 - Niterói/RJ. Diretor/Editor: Edgard Fonseca Registro Profíssional MT 29931/RJ Distribuição, circulação e logística: Ernesto Guadelupe Diagramação: Eri Alencar Impressão: ...

Leia mais