FISPQ

Сomentários

Transcrição

FISPQ
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
1 de 9
1. Identificação
Nome da substância ou mistura (nome comercial): Acritec H45
Principais usos recomendados para a substância ou mistura: Para uso industrial
Código interno de identificação da substância ou mistura: Não aplicável
Nome da Empresa: Produquimica Industria e Comércio S.A.
Endereço: Rua Pedro Rachid, 846
Complemento: Santana, São José dos Campos, SP – CEP: 12211-180
Telefone para emergências: (12) 3202-9666
2. Identificação de perigos
Classificação da substância ou mistura: Toxicidade aguda - Oral: Categoria 3 - Toxicidade aguda - Dérmica:
Categoria 4 - Toxicidade aguda - Inalação: Categoria 4 - Corrosão/irritação à pele: Categoria 2 - Lesões
oculares graves/irritação ocular: Categoria 2B - Sensibilização à pele: Categoria 1 - Mutagenicidade em células
germinativas: Categoria 1B - Carcinogenicidade: Categoria 1B - Tóxico à reprodução: Categoria 2 - Toxicidade
para órgãos-alvo específicos - Exposição repetida: Categoria 1
Elementos de rotulagem do GHS
Palavra de advertência: Perigo
Frase(s) de perigo: H301 - Tóxico se ingerido . H312 - Nocivo em contato com a pele . H332 - Nocivo se
inalado . H315 - Provoca irritação à pele . H320 - Provoca irritação ocular . H317 - Pode provocar reações
alérgicas na pele . H340 - Pode provocar defeitos genéticos . H350 - Pode provocar câncer . H361 - Suspeitase que prejudique a fertilidade ou o feto. H372 - Provoca danos aos órgãos.
Frase(s) de precaução:
•
Geral: Não apropriadas
•
Prevenção: P264 - Lave cuidadosamente após o manuseio., P270 - Não coma, beba ou fume
durante a utilização deste produto., P280 - Use luvas de proteção/roupa de proteção/proteção
ocular/proteção facial., P261 - Evite inalar as poeiras/fumos/gases/névoas/vapores/aerossóis., P271
- Utilize apenas ao ar livre ou em locais bem ventilados., P272 - A roupa de trabalho contaminada
não pode sair do local de trabalho., P201 - Obtenha instruções específicas antes da utilização.,
P202 - Não manuseie o produto antes de ter lido e compreendido todas as precauções de
segurança., P260 - Não inale as poeiras/fumos/gases/névoas/vapores/aerossóis.
•
Resposta à emergência: P301 + P310 - EM CASO DE INGESTÃO: Contate imediatamente um
CENTRO DE INFORMAÇÃO TOXICOLÓGICA/médico/..., P330 - Enxágue a boca., P302 + P352 EM CASO DE CONTATO COM A PELE: Lave com água e sabão em abundância., P312 - Caso
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
2 de 9
sinta indisposição, contate um CENTRO DE INFORMAÇÃO TOXICOLÓGICA/médico..., P304 +
P340 - EM CASO DE INALAÇÃO: Remova a pessoa para local ventilado e a mantenha em repouso
numa posição que não dificulte a respiração., P332 + P313 - Em caso de irritação cutânea:
Consulte um médico., P362 + P364 - Retire toda a roupa contaminada e lave-a antes de usá-la
novamente., P305 + P351 + P338 - EM CASO DE CONTATO COM OS OLHOS: Enxágue
cuidadosamente com água durante vários minutos. No caso de uso de lentes de contato, removaas, se for fácil. Continue enxaguando., P337 + P313 - Caso a irritação ocular persista: consulte um
médico., P333 + P313 - Em caso de irritação ou erupção cutânea: Consulte um médico., P308 +
P313 - EM CASO DE exposição ou suspeita de exposição: Consulte um médico., P314 - Em caso
•
•
de mal-estar, consulte um médico.
Armazenamento: P405 - Armazene em local fechado à chave.
Disposição: P501 - Descarte o conteúdo/recipiente em …
Outros perigos que não resultam em uma classificação: Não se aplica.
Outras informações: Não se aplica.
3. Composição e informações sobre os ingredientes
Tipo de produto: Substância
Nome químico comum ou nome técnico: Acritec H45 ou Acritec H45 A
Sinônimo: Monômero de Acrilamida Inibida.
N° CAS: 79-06-1
Impurezas que contribuam para o perigo:
Nome químico comum ou técnico
Nº CAS
Acrilamida
79-06-1
Concentração ou faixa de
concentração (%)
-
4. Medidas de primeiros socorros
Medidas de primeiros socorros
•
Inalação: Leve a pessoa para ar fresco. Se não estiver respirando, forneça respiração artificial. Se
houver dificuldade de respiração, forneça oxigênio. Chame um médico imediatamente.
•
Contato com a pele: Despir imediatamente todas as vestimentas contaminadas. Lavar-se
imediatamente com bastante água e sabão. Procurar assistência medica.
•
Contato com os olhos: Lavar imediatamente com água em abundância, por no mínimo 15 minutos e
procurar socorro médico imediato.
•
Ingestão: Procure atendimento médico imediatamente.
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
3 de 9
Sintomas e efeitos mais importantes, agudos ou tardios: Irritação das mucosas, tosse e dificuldade em
respirar; Risco de absorção cutânea. Perigo de sensibilização da pele; Irritante para os olhos.
Notas para o médico: Tratamento sintomático e acompanhamento.
5. Medidas de combate a incêndio
Meios de extinção apropriados: Para pequenos incêndios, use vaporizador de água ou dióxido de carbono
para combatê-los. Para grandes incêndios, use vaporizador de água ou atomizador ou pó químico. Combata o
incêndio da máxima distância possível ou use porta-mangueira não tripulado.
Meios de extinção inadequados: Não aplicável.
Perigos específicos da substância ou mistura: Não combustível. Possibilidade de formação de fumos
perigosos (Óxido Nítrico) em caso de incêndio.
Medidas de proteção da equipe de combate a incêndio: Na ocorrência de fogo, use roupas de proteção
total e aparelho de respiração autônoma com máscara facial completa operando na pressão exigida ou outro
modo de pressão positiva.
6. Medidas de controle para derramamento ou vazamento
Precauções pessoais, equipamentos de proteção e procedimentos de emergência
•
Para o pessoal que não faz parte dos serviços de emergência: Evite contato com a pele e olhos,
inalação e ingestão. Use EPI.
•
Para o pessoal do serviço de emergência: Não tocar em embalagens danificada ou material
derramado a menos que esteja usando equipamento de proteção apropriado. Use proteção facial total,
equipamento autônomo pressurizado para respiração, vestimenta de duas peças de PVC com capuz ou
capa de PVC com capuz, luvas de borracha impermeável ou plástica (ex. neoprene, polietileno, PVC), e
botas de borracha ou neoprene.
Precauções ao meio ambiente: Não permita que o produto derramado atinja esgotos, bueiros, cursos d’água
e solo. Contate autoridades de segurança local.
Métodos e materiais para o estancamento e a contenção: Interromper o vazamento se possível, e se puder
ser feito sem risco. Cobrir o líquido derramado com material absorvente inerte. Secar e colocar em uma
embalagem para descarte. Não permitir que o líquido derramado seque.
Isolamento da área: Tomar somente ações defensivas. Deixe a reação seguir seu curso. Assim que a reação
estiver completa, devem ser seguidas as precauções normais para acrilamida. Isole e sinalize a área
contaminada.
Métodos e materiais para a limpeza: As áreas não completamente limpas reterão um resíduo de acrilamida
seca depois da evaporação da água. Este resíduo é extremamente solúvel em água e deve ser removido
novamente da área com bastante água como descrito acima. Represe a água para descarte posterior. O
resíduo pode ser descontaminado usando uma solução 1,6% de Persufato de Potássio e uma solução de 1,6%
de Metabissulfito de Sódio.
7. Manuseio e armazenamento
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
4 de 9
Precauções para manuseio seguro
•
Prevenção da exposição do trabalhador: Utilize os materiais de segurança especificado na seção 8.
•
Prevenção de incêndio e explosão: Não aplicável.
•
Precauções e orientações para o manuseio seguro: Abrir a embalagem com cuidado de modo a
evitar que o produto se espalhe. A área de trabalho deve ser restrita às pessoas que utilizam o
equipamento de segurança adequada ao manuseio do produto. Evite contato do produto com a pele e
olhos. Não respirar ou ingerir o produto.
•
Medidas de higiene
•
Apropriadas: Manter o local de armazenamento sempre limpo, seco, desobstruído, bem
ventilado e sinalizado. Lave as mãos, rosto, antebraço e onde mais existir áreas expostas
•
Inapropriadas: Comer, beber ou fumar no local de trabalho., Levar a contaminação de roupas,
calçados e luvas para ambientes limpos, com possibilidade de atingir outras pessoas.
Condições de armazenamento seguro
•
Condições adequadas: Para prevenir polimerização acidental, as soluções de acrilamida são inibidas.,
Tanques de estocagem devem ser ventilados com ar para manter os níveis de oxigênio dissolvido., Um
tanque de 4m3 deve ser ventilado numa taxa de pelo menos 300L/hora, um tanque de 40m3 deve ser
ventilado numa taxa de pelo menos 600L/hora., Manter uma faixa de pH entre 5,2 e 6,0 para evitar a
desestabilização da solução (alto pH causará precipitação do inibidor íon cúprico causando sua
ineficiência, enquanto um baixo pH reduzirá a estabilidade da solução)., As temperaturas de
armazenagem devem ser mantidas abaixo de 32ºC e acima do ponto de cristalização (a estabilidade da
acrilamida diminui a temperaturas elevadas. Baixas temperaturas podem desestabilizar a solução se
cristais de acrilamida separarem da solução)., A temperatura do ar ambiente no local de armazenagem
pode exceder 32ºC por pequenos períodos, mas nunca exceder 45ºC., Soluções de acrilamida que não
estejam contaminadas e mantidas adequadamente (i.e. areadas e com o pH/temperatura controlados)
podem ser armazenadas com segurança em temperaturas de até 32ºC por 9 meses. As embalagens de
solução de acrilamida devem ser consumidas seguindo-se a data de entrada.
•
Condições que devem ser evitadas, incluindo qualquer incompatibilidade: Mantenha afastado das
fontes de calor ou luz solar direta. Evitar temperaturas acima de 32 ºC e abaixo do ponto de
cristalização. Evitar perda de oxigênio dissolvido. Manter os níveis de oxigênio dissolvido insuflando com
ar.
•
Materiais para embalagem
•
Recomendados: Não disponível.
•
Inadequados: Não disponível.
Outras informações: Não aplicável.
8. Controle de exposição e proteção individual
Parâmetros de controle
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
•
•
•
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
5 de 9
Limites de exposição ocupacional: 0,3mg/m3 (TWA) - OSHA/PEL; 0,3mg/m3 (TWA) - NIOSH.
Indicadores biológicos: Não disponível.
Outros limites e valores: Não aplicável.
Medidas de controle de engenharia: Um sistema de ventilação local e/ou exaustão geral é recomendado
para proteger os funcionários. Mantenha lava-olhos e chuveiro de segurança no local de trabalho.
Medidas de proteção pessoal
•
Proteção dos olhos/face: Use óculos de proteção química e/ou máscara facial onde espirros de
soluções são possíveis. Mantenha lavadores de olhos e facilidade de molhar-se na área de trabalho.
•
Proteção da pele: Usar roupas de proteção, incluindo botas, avental de PVC ou capa de proteção
apropriada, cobrindo o corpo inteiro.
•
Proteção respiratória: Para condições de uso onde a exposição a vapores/névoas é aparente e o
controle de engenharia não for possível, um respirador individual com filtro para gases orgânicos deve
ser utilizado. Para emergências ou instantes onde o nível de exposição não é conhecido, use uma
máscara de rosto completa com pressão positiva, respirador fornecedor de ar.
•
Proteção das mãos: Luvas de borracha ou PVC.
•
Perigos térmicos: Não aplicável.
Outras informações: Não aplicável.
9. Propriedades físicas e químicas
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Aspecto
Estado físico: Líquido; Forma: Límpido; Cor: Incolor a amarelado
Odor: Inodoro
Limite de odor: Não disponível
pH: 5,5 – 6,5 a 25ºC
Ponto de fusão / ponto de congelamento: Não disponível
Ponto de ebulição inicial: Não disponível
Faixa de temperatura de ebulição: Não disponível
Ponto de Fulgor: 138 °C Ensaio: vaso fechado (substância pura)
Taxa de evaporação: Não disponível
Inflamabilidade (sólido; gás): Não aplicável
Limite de inflamabilidade ou explosividade inferior: Não aplicável
Limite de inflamabilidade ou explosividade superior: Não aplicável
Pressão de vapor: Não disponível
Densidade de vapor: Não disponível
Densidade relativa: Não disponível
Solubilidade(s): Todas as proporções (água)
Coeficiente de partição - n-octanol/água: Não disponível
Temperatura de autoignição: Não disponível
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
•
•
•
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
6 de 9
Temperatura de decomposição: 200 °C
Viscosidade: Não disponível
Outras informações: Não aplicável
10. Estabilidade e reatividade
Estabilidade química: Estável em condições normais. Contém monômeros reativos.
Reatividade: Temperaturas elevadas ou contaminação podem ocasionar polimerização do material causando
aumento de pressão que pode romper violentamente tanques ou containers. Caso este material comece a
polimerizar, isole a área, use neblina d’água ou “spray” para controlar os vapores. Apenas tome ações
defensivas. Permita que a reação siga seu curso. Assim que a reação estiver completa, as precauções normais
para acrilamida deverão ser tomadas.
Possibilidade de reações perigosas: Pode liberar fumos perigosos (Óxido Nítrico) em caso de incêndio.
Condições a serem evitadas: Mantenha afastado das fontes de calor ou luz solar direta. Evitar temperaturas
acima de 32 ºC e abaixo do ponto de cristalização. Evitar perda de oxigênio dissolvido. Manter os níveis de
oxigênio dissolvido insuflando com ar. Manter uma faixa de pH entre 5,2 e 6,0.
Materiais incompatíveis: Evitar contato com materiais como persulfatos, bisulfitos, peróxidos e compostos
azo. O inibidor íon cúprico presente na solução de acrilamida poderá se tornar não efetivo através de agentes
complexantes e precipitantes por cobre. Evitar contato com materiais com EDTA, polifosfatos, sulfetos,
carbonatos, etc., Cobre metálico, alumínio, latão, bronze e ferro causarão lenta polimerização na área de
contato com a solução de acrilamida.
Produtos perigosos da decomposição: Em caso de combustão pode se formar COX, NOX, amônia e óxidos
de nitrogênio. Não respirar a fumaça ou vapores.
11. Informações toxicológicas
Toxicidade aguda: Para acrilamida (sólido): DL 50 oral (rato): 124mg/kg; DL50 dérmica (coelho) 252mg/kg
Corrosão/irritação da pele: Causa irritação.
Lesões oculares graves/irritação ocular: Causa irritação ocular grave.
Sensibilização respiratória ou à pele: Pode causar uma reação alérgica na pele.
Mutagenicidade em células germinativas: Para acrilamida (sólido): Teste em céluas de mamíferos:
Micronucleos positivo - Bacteriana (ensaio em células de mamíferos) - positivo. Pode causar efeitos genéticos.
Carcinogenicidade: Para acrilamida (sólido): Pode causar câncer.
Toxicidade à reprodução: Para acrilamida (sólido): Suspeita-se que prejudique a fertilidade.
Toxicidade para órgãos-alvo específicos - exposição única: Não está classificada como tóxido específico
Toxicidade para órgãos-alvo específicos - exposição repetida: Para acrilamida (sólido): Causa dano aos
órgãos através de exposição repetida ou prolongada
Perigo por aspiração: Os critérios de classificação não foram satisfeitos com respeito aos dados disponíveis.
Outras informações: Tóxico a saúde humana por ingestão ou contato com a pele.
12. Informações ecológicas
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
7 de 9
Ecotoxicidade: Para acrilamida (sólido): CL50 Lepomis macrochirus (peixe): 100mg/L – 96h, CE50 Daphnia
magna (crustáceo): 98mg/L – 48h..
Persistência e degradabilidade: A acrilamida é facilmente biodegradável. DBO28: 1.35 g/g (100% DOT).
Resultados do teste DBO5 estão entre menos de 10% e mais de 70% DOT. Dependendo da adaptação
(aclimação) da biomassa. As plantas de tratamento de esgotos com biomassa bem adaptada podem atingir
100% de remoção por biodegradação., Este material é prontamente biodegradável., Acrilamida é prontamente
biodegradável. O teste DBO5 resulta em uma faixa entre menos que 10% até mais que 70% DOT, dependendo
da adaptação (aclimação) da biomassa. Plantas de tratamento de água com biomassa bem adaptada podem
alcançar 100% de remoção por biodegradação.
Potencial bioacumulativo: Coeficiente de partição (n-octanol/água) - Log Pow: -1,24 (experimental) (IUCLID)
não se prevê qualquer bio-acumulação.
Mobilidade no solo: Não disponível.
Outros efeitos adversos: A descarga ao meio ambiente deve ser evitada.
13. Considerações sobre destinação final
Métodos recomendados para destinação final
•
Produto: Dispor o material de acordo com a legislação local, estadual ou federal.
•
Embalagem usada: Seguir a rotulagem da embalagem, ou seja, NÃO REUTILIZAR PARA
QUAISQUER FINS, assim tais embalagens, devem ser destinadas em conformidade com as exigências
ambientais locais.
14. Informações sobre transporte
Regulamentações nacionais e internacionais:
Terrestres:
•
ONU: 2074
•
Nome apropriado para embarque: ACRILAMIDA
•
Classe / Subclasse: 6.1 - Substâncias tóxicas
•
Número de Risco: 60
•
Grupo de Embalagem: III
•
Nome Técnico: Acrilamida
•
Perigoso para o meio ambiente: Sim
•
Regulamentação terrestre: Decreto nº 96.044, de 18 de maio de 1988: Aprova o Regulamento
para o transporte Rodoviário de Produtos Perigosos e dá outras providências., Agência Nacional de
Transportes Terrestres (ANTT): Resolução nº 420/04, 701/04, 1644/06, 2657/08, 2975/08 e
3383/10.
Hidroviário:
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
•
•
•
•
•
Aéreo:
•
•
•
•
•
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
8 de 9
IMDG/GGVSea/ONU: 3426
Classe / Subclasse: 6.1
Nome Técnico: ACRYLAMIDE SOLUTION
Poluente marinho: Sim
Regulamentação hidroviária: DPC – Diretoria de Portos e Costas (Transporte em águas
brasileiras), Normas de autoridade Marítima (NORMAM), NORMAM 01/DPC: Embarcações
Empregadas na Navegação em Mar aberto, NORMAM 02/DPC: Embarcações Empregadas na
Navegação Interior, IMO – “Internetional Maritime Organization” (Organização Marítima
Internacional), International Maritime Dangerous Goods Code (IMDG Code) – Incorporating
Amendment 34-08; 2008 Edition.
ICAO/IATA/ONU: 3426
Classe / Subclasse: 6.1
Nome Técnico: ACRYLAMIDE SOLUTION
Perigoso para o meio ambiente: Sim
Regulamentação aérea: DAC – Departamento de Aviação Civil: IAC 153-1001. Instrução de
Aviação Civil Normas para o transporte de artigos perigosos em aeronaves civis., IATA –
“International Air Transport Association” (Associação Internacional de Transporte Aéreo),
Dangerous Goods Regulation (DGR) – 51th Edition, 2010, ICAO – “International Civil Aviation
Organization” (Organização Internacional de Aviação Civil), DAC – Departamento de Aviação Civil
(Civil Aviation Department): IAC 153-1001. Instrução de Aviação Civil (Civil Aviation Instruction);
Normas para o transporte de artigos perigosos em aeronaves civis (, DAC – Departamento de
Aviação Civil (Civil Aviation Department): IAC 153-1001. Instrução de Aviação Civil (Civil Aviation
Instruction); Normas para o transporte de artigos perigosos em aeronaves civis (
Regulamentações adicionais: Não aplicável
15. Informações sobre regulamentações
Regulamentações específicas de segurança, saúde e meio ambiente para o produto químico:
Decreto Lei nº 96.044 de 18/MAI/1988, que trata da regulamentação do transporte de produtos perigosos
Decreto Federal nº 2.657, de 3 de outubro de 1998
Resolução nº 420 de 12/FEV/2004 da ANTT, que trata de instruções complementares ao regulamento do
transporte terrestre de produtos perigosos
NBR-7500 da ABNT, que normatiza os símbolos de riscos e manuseio para o transporte e armazenagem de
materiais
NBR-7501 da ABNT, que normatiza a terminologia utilizada no transporte de produtos perigosos
NBR-7502 da ABNT, que normatiza a classificação do transporte de produtos perigosos
NBR-7503 da ABNT, que normatiza a ficha de emergência para o transporte de produtos perigosos –
características e dimensões
NBR-9735 da ABNT, que normatiza o conjunto de equipamentos para emergências no transporte de produtos
Ficha de informações de segurança de produtos químicos
(FISPQ)
Data da última revisão
06/01/2014
Nome da substância ou mistura: Acritec H45
Versão:
FISPQ Nº
3
48
Página
9 de 9
perigosos
ABNT NBR 14725:2009
Adoção do Sistema Globalmente Harmonizado para a Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos, ONU
Norma ABNT-NBR 14725-2:2009 versão corrigida 2010
Norma ABNT-NBR 14725-4:2012
16. Outras informações
Informações importantes, mas não especificamente descritas às seções anteriores:
Esta FISPQ foi elaborada baseada nos conhecimentos atuais do produto químico e fornece informações
quanto à proteção, à segurança, à saúde e ao meio ambiente.
Adverte-se que o manuseio de qualquer substância química requer o conhecimento prévio de seus perigos
pelo usuário. Cabe à empresa usuária do produto promover o treinamento de seus empregados e contratados
quanto aos possíveis riscos advindos do produto.
Referências: [ABNT] ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR 14725-Parte 2:2009,
adoção do GHS.
[BRASIL - RESOLUÇÃO Nº 420] BRASIL. Ministério dos Transportes. Agência Nacional de Transportes
Terrestres, Resolução Nº 420 de 12 de Fevereiro de 2004.
ACGIH (Conferência Americana de Higienistas Industriais Governamentais).
Manual de Auto Proteção para Manuseio e Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos.
Norma regulamentadora número 15 (Ministério do Trabalho e Emprego).
The Merck Index – 12ª Ed. – 1996
Legendas e abreviaturas: ACGIH - American Conference of Governamental Industrial., BCF - Bioconcentratio
factor., CAS - Chemical Abstracts Service., ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre., CL 50 –
Concentração Letal (Concentração capaz de matar 50% da população exposta)., DL 50 – Dose Letal (Dose
capaz de causar a morte de 50% da população de cobaias expostas)., EPI – Equipamento de Proteção
Individual., IARC – International Agency for Research on Cancer., IUCLID – International Uniform Chemical
Information Database., MTE – Ministério do Trabalho e Emprego., NFPA – National Fire Protective Agency.,
NR – Norma Regulamentadora., NBR – Norma Brasileira (ABNT)., NTP – National Toxicology Program., ONU
– Organização das Nações Unidas., OSHA – Occupational Safety and Health Administration., PEL Permissible Exposure Limit (Limite de Exposição Permissível)., TLm – Limite Médio de Tolerância., TLV –
Threshold Limit Value (Menor nível capaz de produzir efeitos tóxicos).

Documentos relacionados

FISPQ

FISPQ Apropriadas: Manter o local de armazenamento sempre limpo, seco, desobstruído, bem ventilado e sinalizado., Lave as mãos, rosto, antebraço e onde mais existir áreas expostas

Leia mais