Press Release – 10 de abril de 2013

Сomentários

Transcrição

Press Release – 10 de abril de 2013
Press Release – 10 de abril de 2013
O Instituto Sacatar tem a satisfação de anunciar a chegada de um novo grupo de seis artistas
premiados, cada um, com um período de residência de oito semanas de duração em sua sede, na ilha
de Itaparica, Bahia. Os futuros residentes chegarão à Bahia no dia 6 de maio de 2013 e ficarão no
Sacatar até o dia 1 de julho, data final da sessão.
O Instituto Sacatar dá as boas-vindas a seus novos artistas em residência.
- Sessão de 6 de maio de 2013 até 1 de julho de 2013 Daniel Gwirtzman – EUA – Coreógrafo
Magnolia Wilson – Nova Zelândia – Escritora
Nerize Portela – Brasil – Artista Visual
Tendai Huchu – Zimbábue – Escritor
Veronny Odili – Nigéria – Cantora e Compositora
Vilma Samulionyte – Lituânia – Fotógrafa
Daniel Gwirtzman – EUA – Coreógrafo
O coreógrafo, dançarino e professor norte-americano Daniel Gwirtzman é diretor da Daniel Gwirtzman
Dance Company, uma aclamada companhia de dança moderna de Nova York, que celebra o seu 15°
aniversário em 2013. Daniel foi residente do Sacatar em 2003 e a partir daí ele afirma ter se apaixonado
pela Bahia. Neste retorno a Itaparica ele pretende criar coreografias para teatro e cinema/vídeo, tanto em
estúdio quanto em site specific, e espera colaborar com indivíduos e organizações que trabalhem com a
música (compositores, músicos) e cinema/vídeo. Daniel também tem interesse em ministrar oficinas de
dança para adultos e estudantes de todas as idades. O artista gostaria também de encontrar um ou dois
estagiários que possam colaborar com a produção de suas filmagens. Para conhecer um pouco mais
sobre Daniel Gwirtzman e seu trabalho, é só acessar www.GwirtzmanDance.org.
Magnolia Wilson – Nova Zelândia – Escritora
Magnolia Wilson é uma poeta da Nova Zelândia selecionada para uma sessão de residência no Sacatar
através do UNESCO/Aschberg Bursary Programme for Artists 2013. Sua escrita normalmente traz
reflexões sobre preocupações típicas dos poetas, como a natureza da existência, a perda, a dor, o amor
e a beleza que surge de todos os grandes sentimentos e as emoções que os humanos passam durante
a sua experiência de vida. “Na Bahia eu gostaria de aprender sobre as crenças locais em torno da
morte”, revela Magnolia. Durante a residência, a artista também tem interesse em realizar oficinas de
escrita criativa. Acesse o site www.cargocollective.com/sugarmagnolia e conheça mais sobre o
trabalho da escritora Magnolia Wilson.
Nerize Portela – Brasil – Artista Visual
A artista visual Nerize Portela, nascida em Minas Gerais, recebeu em 2012 o Prêmio Residência do
Sacatar através da Bienal do Recôncavo, São Félix, Bahia. Nerize reside na Bahia há mais de 20 anos,
na cidade de Cachoeira, e ultimamente tem pesquisado bastante sobre a cultura baiana, que segundo
ela “possui uma riqueza imensa de histórias, rituais e heranças africanas de valor incontestável”. A
artista acredita que esta pesquisa se alinha totalmente com o contexto da Ilha de Itaparica, “que por sua
história e memória oral local, será um território fértil para a produção de uma vídeo-arte ou animação”,
afirma.
Tendai Huchu – Zimbábue – Escritor
Tendai Huchu é um romancista do Zimbábue que mora em Edimburgo, Escócia. Ele foi selecionado para
uma sessão de residência no Sacatar através da parceria entre o Instituto Sacatar e a instituição sulafricana Africa Centre. O artista afirma estar “muito feliz por estar vindo para a Bahia em um momento
em que o Brasil está em ascensão no mundo”, pois, segundo ele, até então a maioria de suas influências
tem origem na África e na Europa. Tendai acredita que a Bahia e sua cultura influenciarão seu trabalho
em um momento no qual ele está experimentando diferentes técnicas e estruturas narrativas em sua
escrita. Durante a sessão de residência, ele pretende conhecer poetas, escritores, dançarinos,
escultores, pensadores ou qualquer artista com quem ele possa trocar idéias.
Veronny Odilli – Nigéria – Cantora e Compositora
Veronny Odilli é uma cantora e compositora nigeriana selecionada para uma sessão de residência no
Sacatar através do UNESCO/Aschberg Bursary Programme for Artists 2013. A artista gostaria de fazer
experiências com os sons indígenas da Bahia e do Brasil. “Quero colaborar com instrumentistas,
cantores e artistas que tenham interesse em trabalhar com outros músicos”, afirma Veronny.
Paralelamente, ela tem interesse em realizar oficinas de música e dança para crianças e jovens de
Itaparica.
Para
conhecer
um
pouco
do
trabalho
da
artista,
basta
acessar
www.reverbnation.com/veronnyodili.
Vilma Samulionyte – Lituânia – Fotógrafa
A fotógrafa lituana Vilma Samulionyte, também selecionada para uma sessão de residência no Sacatar
através do UNESCO/Aswchberg Bursary Programme for Artists 2013, costuma usar como temática para
seus trabalhos a sociedade, a identidade e os sinais de interação. Durante sua estada em Itaparica, ela
gostaria de desenvolver diversos projetos: o primeiro é intitulado "Looking for Brazil in Brazil" e tem o
enfoque na questão da identidade, com base em pesquisas feitas pela artista na Lituânia; o segundo
projeto envolve fotografia e as raízes da aparência de cada um dos membros da comunidade que
estejam interessados em colaborar com a artista; Vilma pretende ainda tirar fotos de lugares onde são
realizados casamentos, dando continuidade a seus projetos anteriores realizados na Arábia Saudita e
Lituânia. A fotógrafa também interesse em conhecer lendas locais.
O Instituto Sacatar e seus programas
Muitos dos artistas mencionados acima precisarão de colaboradores, aulas, espaços de galeria, museus,
teatros, músicos, escolas públicas ou privadas, etc. e o valor das experiências dos artistas correlacionase diretamente com sua integração à comunidade baiana em todos seus aspectos. Para informações
sobre como trabalhar com um artista residente do Sacatar, por favor, escreva para [email protected] ou
telefone para (71) 3631-1834 e pergunte sobre nosso programa ‘Sacatar Faz Amigos’.
O Instituto Sacatar, localizado na ilha de Itaparica, é uma organização sem fins lucrativos que premia
pessoas criativas e artistas de todas as idades, disciplinas e nacionalidades, oferecendo tempo e espaço
em sua quinta à beira-mar para dedicarem a suas produções, de forma que possam trabalhar dentro do
contexto cultural da Bahia. O Sacatar fornece passagem aérea, estúdio, quarto e alimentação a artistas
escolhidos através de concorridos processos seletivos, como o UNESCO/ Aschberg Bursary for Artists
Programme 2013, que premiará 03 artistas internacionais nesta sessão.
A sede do Instituto Sacatar, estrategicamente situada à beira-mar, anteriormente era a casa de praia do
Instituto Feminino da Bahia, de Henriqueta Catharino. Hoje, a propriedade conta com cinco suítes e sete
estúdios, destes quatro são mais utilizados por artistas visuais, um por escritores e um por músicos e/ou
compositores. Há ainda um estúdio para dança e/ou performance, que conta com um camarim e um
palco para apresentações. Para agendar uma visita ao Sacatar e conhecer nossas instalações, favor
entrar em contato por telefone ou e-mail.
O benefício da troca de experiências culturais através de uma residência internacional não pode ser
subestimado. Para artistas brasileiros interessados em experiências internacionais, além dos programas
que o Sacatar mantém (www.sacatar.org), há muitas oportunidades a pesquisar nas páginas da internet
da Res Artis (www.resartis.org), Transartists (www.transartists.nl) e UNESCO/Aschberg
(http://www.unesco.org/new/en/culture/themes/creativity/aschberg-bursaries-for-artists).

Documentos relacionados