bibliografia

Сomentários

Transcrição

bibliografia
BIBLIOGRAFIA
LIVROS
ADES, Dawn (1996 [1972]). Photomontage. New York: Thames and Hudson.
AUGUSTO, Rejane Caetano (1989). Computação gráfica. Ciência e ficção. São Paulo:
PUC-SP. [Dissertação de Mestrado]
ARNHEIM, Rudolf (1989). “Em defesa do pensamento visual”. In: Intuição e Intelecto
na Arte. São Paulo: Martins Fontes
____________(1992 [1954]). Arte e Percepção Visual. Uma psicologia da
visão criadora. 7 ed. São Paulo: Pioneira.
BAIRON, Sérgio (1995). Multimídia. São Paulo: Global.
BASTOS, Marcus (1995). Totem e Pagu: uma leitura intersemiótica da Revista
de Antropofagia. Bauru: Unesp. [Relatório de Iniciação Científica]
___________ (1999) “Valêncio Xavier investiga o mistério das páginas sem ordem”.
In: Jornal da Cidade (Bauru). [11 de abril]
BERNARDINI, Aurora Fornoni (1980). O futurismo italiano. São Paulo: Perspectiva.
BOLTER, Jay David (1991). Writing Space: The Computer, hypertext and the history of
writing. Hillsdale (NJ): Lawrence Erlbaum.
____________ (1994). “Topographic writing: hypertext and the electronic writing
space”. In: DELANY, Paul e George P. Landow (Ed.). Hypermedia and literary
studies. Cambridge: MIT Press.
BONETTI, Marco. O computador: próteses sonoras e visuais que dão suporte à
multimídia. São Paulo: PUC. [Dissertação de Mestrado]
BRUNI, Daniela (1996). “Sinestesia e novas tecnologias”. In: revista Comunicações e
Artes, n. 29 (set.-dez.). São Paulo: ECA-USP.
BUSH, Vanevar (1996 [1945]) “As we may think”. In: DRUCKERY, Timothy. Electronic
culture. Technology and visual representation. Quebec: Aperture Foundation.
CAMPOS, Haroldo de (1986 [1977]). “Ideograma, anagrama, diagrama: uma leitura de
Fenollosa”, in: Ideograma. Lógica, poesia, linguagem. 2 ed. São Paulo: Edusp.
CARONE NETTO, Modesto (1974). Metáfora e montagem. São Paulo: Perspectiva.
CARTER, Sebastian (1995). Twentieth century type designers. New York:
W.W. Norton & Company.
CHARTIER, Roger (1997). A ordem dos livros. Lisboa: Vega.
CHIPP, H.B (1980). Teorias da arte moderna. São Paulo: Martins Fontes.
COSTA, Mario (1995). O sublime tecnológico. São Paulo: Experimento.
COTTON, Bob e Richard Oliver (1997 [1992]) Understanding hypermedia 2000.
Multimedia origins, internet futures. 2 ed. New York: Phaidon.
CRAIG, James (1987 [1974]). Produção Gráfica. 4 ed. São Paulo: Nobel.
DELEUZE, Gilles (1974). Lógica do Sentido. São Paulo: Perspectiva.
___________ (1995 [1980]). “Postulados da lingüística”. In: Mil Platôs.
Capitalismo e Esquizofrenia (vol. 2). Rio de Janeiro: Editora 34.
DERRIDA, Jacques (1999 [1967]). Gramatologia. 2 ed. São Paulo: Perspectiva.
DOMINGUES, Diana (1997). A arte no século XXI. A humanização das tecnologias.
São Paulo: Editora da Unesp.
DONDIS, Donis A. (1991 [1973]). Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes.
DRUCKER, Johanna (1994). The visible word. Experimental typography and
modern art, 1909-1923. Chicago: University of Chicago Press.
EISENSTEIN, Sergei (1986 [1977]). “O princípio cinematográfico e o ideograma”,
in: Ideograma. Lógica, poesia, linguagem. 2 ed. São Paulo: Edusp.
____________ (1990 [1947]). O sentido do filme. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.
____________ (1990 [1949]). A forma do filme. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.
> BIBLIOGRAFIA: 87
FARIAS, Priscila (1998). Tipografia digital. Rio de Janeiro: 2AB.
FENOLLOSA, Ernst (1986 [1977]). “Os caracteres da escrita chinesa como instrumento
para a poesia”. In: Ideograma. Lógica, poesia, linguagem. 2 ed. São Paulo: Edusp.
FOUCAULT, Michel (1988). Isto não é um cachimbo. Rio de Janeiro: Paz e Terra.
____________ (1989) “Qu´est-ce qu´auteur?”, in: Dits et Écrits. Paris: Gallimard.
FRIEDL, Frederic et alii (1998). Typography. When, who, how. Köln: Köneman.
GABLIK, Suzi (1970). Magritte. New York: Thames and Hudson.
GONÇALVES, Aguinaldo José (1994). Laokoon revisitado. Relações homológicas entre
texto e imagem. São Paulo: Edusp.
GRIFFITHS, Antonhy (1996 [1980]) Prints and printmaking. An introduction to the
history and techniques. 2 ed. Los Angeles: UCLA Press.
GUIMARÃES, Luciano (1999). “Autoria e Interatividade (II). Análise da prosa
na novella O mez da grippe”. In: revista Comunicação e Mídia, v. 1, n.1 (mar.).
Bauru (SP): Unesp.
HAYAKAWA, S.I. (1986 [1977]). “O que significa estrutura aristotélica da linguagem?”,
in: Ideograma. Lógica, poesia, linguagem. 2 ed. São Paulo: Edusp.
HAVELOCK, Eric A. (1996 [1982]). A revolução da escrita na Grécia e suas
conseqüências culturais. São Paulo: Paz e Terra/UNESP.
HURLBURT, Allen (1974). Layout. O design da página impressa. São Paulo: Nobel.
JAKOBSON, Roman (1998). Lingüística e comunicação. 22 ed. São Paulo: Cultrix.
JEAN, Georges (1992). Writing. The story of alphabets and scripts. London: Thames
and Hudson.
JONASSEN, David H. (1989). Hypertext/hypermedia. Englewood Cliffs (NJ):
Educational Technology Publications.
KUHN, Thomas S. (1998 [1962]). A estrutura das revoluções científicas. 5 ed.
São Paulo: Perspectiva.
LANDOW, George P. (1994). “Hypertext, hypermedia and literary studies: the state of the
art”. In: DELANY, Paul e George P. Landow (Ed.). Hypermedia and literary studies.
Cambridge: MIT Press.
_____________ (1994). “The rhetoric of hypermedia: some rules for authors”.
In: DELANY, Paul e George P. Landow (Ed.). Hypermedia and literary studies.
Cambridge: MIT Press.
_____________ (1997). Hypertext 2.0. The convergence of contemporary
critical theory and technology. London: John Hopkins University Press.
LANHAM, Richard (1990). The electronic word. Democracy, technology and the
arts. Chicago: University of Chicago Press.
LAUFER, Roger e Domenico Scavetta (1992). Texte, hypertexte, hypermédia. Paris: PUF.
LEÃO, Lúcia (1999). O labirinto da hipermídia. Arquitetura e navegação no
ciberespaço. São Paulo: Iluminuras.
LÉVY, Pierre (1993). As tecnologias da inteligência. O futuro do pensamento na
era da informática. Rio de Janeiro: Editora 34.
________ (1998). A ideografia dinâmica. Rumo a uma imaginação artificial?
São Paulo: Loyola.
________ (1999). Cibercultura. Rio de Janeiro: Editora 34.
LIMA, Sergio (1984). Collage em nova superfície. Sobre a re-utilização dos resíduos
(impressos) do registro fotográfico. São Paulo: Massao Ohno, Parma e Raul di Pace.
McLEAN, Ruari (1980). The thames and hudson manual of typography. New York:
Thames and Hudson.
McLUHAN, Eric (1998). Electric Language. Understanding the message.
New York: St. Martin´s Press.
> BIBLIOGRAFIA: 88
McLUHAN, Marshall (1969). Os meios de comunicação como extensões do
homem. São Paulo: Cultrix.
_____________ (1977). A galáxia de Gutenberg. 2 ed. São Paulo: Companhia
Editora Nacional.
McLUHAN, Marshall e Quentin Fiore (1996). The medium is the massage.
São Francisco: Hardwired. [Remasterizado digitalmente]
MACHADO, Arlindo (1992-3). “O vídeo e sua linguagem”, in: Revista da USP,
n. 16 (dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
____________ (1996). Máquina e Imaginário. O desafio das poéticas
tecnológicas. São Paulo: Edusp.
____________ (1997). “Hipermídia: o labirinto como metáfora”. In: DOMINGUES,
Diana (org.). A arte no século XXI. A humanização das tecnologias.
São Paulo: Editora da Unesp.
MARCUS, Solomon (1992). “Signs of Humanity. Research in syntatics after Morris”.
In: Proceedings of the IVth International Congress of the International
Association for Semiotic Studies. Berlin: Mouton de Gruyter.
MARTINS, Wilson (1996). A palavra escrita. História do livro, da imprensa e da
biblioteca. 2 ed. São Paulo: Ática.
MAURER, H. (1993) “Um panorama dos sistemas de hipermídia e multimídia”.
In: THALMAN, Daniel e Nadia Magnet Thalman. Mundos virtuais e multimídia.
Rio de Janeiro: LTC.
MELO E CASTRO, E. M (1988). Poética dos meios e arte high tech. Lisboa: Vega.
_______________ (1993). O fim visual do século XX. São Paulo: Edusp.
MENEZES, Philadelpho (1991). Poética e visualidade. Uma trajetória da poesia
brasileira contemporânea. Campinas: Editora da Unicamp.
_______________ (1994). A crise do passado. Vanguarda, modernidade,
metamodernidade. São Paulo: Experimento.
_______________ (1996). “Poesia visual: reciclagem e inovação”. In: revista
Imagens, n. 6 (jan.-abr.). Campinas: Editora da Unicamp.
_______________ (1998). Poesia Concreta e Visual. São Paulo: Ática.
MERMOZ, Gérard (1998) “Deconstruction and the typography of books”. In: revista
Baseline, n. 25. London: Bradbourne.
MERREL, Floyd (1996). “Order and chaos: signs, science, Borges, Calvino”. In: revista
Face, v. 5, n.1. (jan./jul.). São Paulo: Experimento.
__________ (sem data). Signs for everybody. Or chaos, quandaries and
communication. [Cópia de original fornecido pelo autor]
MICHELI, Mario de (1991). As vanguardas artísticas. São Paulo: Martins Fontes.
MURRAY, Janet (1997). Hamlet on the Holodeck. The future of narrative in
cyberspace. Cambridge: MIT Press.
NÖTH, Winfried (1995). Handbook of semiotics. Bloomington: Indiana University Press.
OLIVEIRA, Marta Kohl de (1992-3). “O verbal e o não-verbal”. In: Revista da USP,
n. 16 (dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
OLIVEIRA, Valdevino Soares (1998). Poesia e Pintura. Um diálogo em três
dimensões. São Paulo: Editora da Unesp.
O´NEIL, Daniel et alii (1996). “Joint venture. Writers, designers andthe new language of
collaboration”. In: revista Emigre, n. 37. Sacramento (CA): Emigre, Inc.
PEREIRA, Uilcon (1976). Escritema e Figuralidade nas artes plásticas
contemporâneas. Assis: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.
PLASTOCK, Roy A. e Gordon Kelley (1991). Computação gráfica. São Paulo: McGraw Hill.
PLAZA, Júlio (1986). Videografia em Videotexto. São Paulo: Hucitec.
> BIBLIOGRAFIA: 89
________ (1989). Tradução Intersemiótica. São Paulo: Perspectiva.
________ (1996). Processos criativos com os meios eletrônicos. Poéticas
Digitais. São Paulo, Hucitec.
POPPER, Frank (1993). Art of the Electronic Age. London: Thames and Hudson.
ROBERTS, Jason e Phil Gross (1999). Director Demystified. The Official Guide to
Internet Shockwave Studio. Berkeley (CA): Macromedia Press.
RUBIN, William (1989). Dada, surrealism and their heritage. 5 ed. New York: MoMA.
SANTAELLA, Lúcia (1989). “Por uma classificação da linguagem visual”. In: revista Face,
v. 2, n. 1. São Paulo: Educ.
____________ (1992-3). “Palavra, imagem & enigmas”. In: Revista da USP,
n. 16 (dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
____________ (1993). Metodologia Semiótica. Fundamentos. São Paulo: USP.
[Tese de Livre Docência]
____________ (1995). A teoria geral dos signos. Semiose e Autogeração.
São Paulo: Ática.
____________ (1996a). Cultura das mídias. São Paulo: Experimento.
____________ (1996b). “Por uma classificação da linguagem verbal”. In: Produção
de Linguagem e Ideologia. São Paulo: Cortêz.
SANTAELLA, Lúcia e Winfried Nöth (1998). Imagem. Cognição, semiótica, mídia.
São Paulo: Iluminuras.
SCHNAIDERMANN, Boris (1992-3). “O mez da grippe — um coro a muitas vozes”.
In: Revista da USP, n. 16 (dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
TUFTE, Edward R. (1997). Visual explanations. Images and quantities, evidence and
narrative. Cheshire (CO): Graphics Press.
XAVIER, Valêncio (1992-3). “Babylonia babilônia”. In: Revista da USP, n. 16
(dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
___________ (1998). O mez da grippe e outros livros. São Paulo: Companhia
das Letras.
______________ (1999). Meu 7º Dia. São Paulo: Ciências do Acidente.
WILLERMART, Philipe (1992-3). “As múltiplas funções da imagem no manuscrito”.
In: Revista da USP, n. 16 (dez.-jan.). São Paulo: Edusp.
YANKELOVICH, Nicole et alii (1994). “Reading and writing the electronic book”.
In: DELANY, Paul e George P. LANDOW (Ed.). Hypermedia and literary studies.
Cambridge: MIT Press.
> BIBLIOGRAFIA: 90
OUTRAS FONTES
ANAIS da Semana de Criação do Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação
e Semiótica da PUC-SP. [18 a 27 de junho de 1997]
ADELMAN, Ian e Paul Kahn (1995). Memex Animation. [www.dynamicdiagrams.com]
ANDERSON, Laurie. Puppet Motel. Voyager. [CD-ROM]
BASTOS, Marcus (1998). “Simultaneidades da escrita digital”, in: XXI Intercom. GT de
Semiótica. [CD-ROM]
BERNSTEIN, Mark. “RE: Bolter´s Writing Space”. [E-mail enviado ao autor, em 26 de julho
de 1999].
BUREAUD, Annick (1998). “Por une typologie de la création sur Internet”. In: OLATS.
L‘Observatoire Leonardo des Arts et des Techno-Sciences. [www.olats.org/OLATS/
livres/etudes/index.shtml]
COMMUNICATION ARTS (1997). Interactive design annual 3. Palo Alto (CA):
Communication Arts. [CD-ROM]
DALI MONUMENTAL. Magellan Produções.[CD-ROM]
DYNAMIC DIAGRAMS [www.dynadag.com]
EASTAGATE SYSTEMS [www.eastgate.com]
GOIFMAN, Kiko (1998). Valetes em slow motion. [CD-ROM]
__________ (1999). Rizoma. [http://200.231.246.32/sesc/frame_hotsites.htm]
KENDALL, Robert (1996). “A life set for two”, in: The eastgate quarterly review of
hypertext, v.2, n.4. Watertown (MA): Eastgate Systems
___________ (1999). Advanced Hypertext Fiction and Poetry. Curso Online.
[http://dewey/idalnsea.edu]
KOLBS, David (1994). Socrates in the labyrinth. Watertown (MA): Eastgate Systems
LAURENTIZ, Silvia. Econ. [www.pucsp.br/~cos-puc/interlab/in4/entrada.htm]
MENEZES, Philadelpho (1997). Globalização da cultura e nova religiosidade.
[Curso oferecido no Programa de estudos pós-graduados em Comunicação
e Semiótica (PUC-SP)]
_______________ (1998). Texto e Cultura Digital. [Curso oferecido no Programa
de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica (PUC-SP)]
_______________ (1998). “From visual to sound poetry: the technologizing of the
word”, in: revista Face Online, n. 2. [www.pucsp.br/~cos-puc/face/s1_1998/
poesia2.htm]
________________ (2000). Interpoesia. [CD-ROM]
MOULTHROP, Stuart (1991). Victory Garden. Watertown (MA): Eastgate Systems
NELSON, Theodore (1999). Literary Machines. Versão JFAX
[www.xanadu.com.au/ted/TN/PUBS/LM/LMpage.html]
ROSENBERG, Jim (1993). “Intergrams”, in: The eastgate quarterly review of
hypertext, v.1, n.1. Watertown (MA): Eastgate Systems
____________ (1996). “The barrier frames”, in: The eastgate quarterly review of
hypertext, v.2, n.3. Watertown (MA): Eastgate Systems
____________ (1996). “Diffractions Through”, in: The eastgate quarterly review
of hypertext, v.2, n.3. Watertown (MA): Eastgate Systems
SANTAELLA, Lúcia (1999). Três matrizes do pensamento e linguagem: sonora,
visual e verbal. [Curso oferecido no Programa de Estudos Pós-graduados em
Comunicação e Semiótica (PUC-SP)]