Folheto Museu Municipal Máquina Escrever

Сomentários

Transcrição

Folheto Museu Municipal Máquina Escrever
A Máquina de Escrever
Apenas nos últimos anos do séc. XIX, a utilização das máquinas
de escrever (através das máquinas Remington) se começou a
generalizar, a par da entrada no mercado de marcas como a
Underwood, a Smith Corona, a Hammond, entre outras, que
temos a oportunidade de apresentar neste Museu. A máquina
de escrever tornou-se indispensável no mundo dos negócios
e surgiu como um instrumento das novas oportunidades de
emprego, sobretudo da emancipação da mulher no mercado
de trabalho. Com um maior acesso à escolaridade, assistiu-se
à criação de profissões femininas socialmente consideradas,
em que o curso de datilografia [do grego “dactilo” = dedo e
“grafia” =escrita] isto é, a ciência e arte de digitar textos com
os dedos através de um teclado, era ministrado para o uso das
máquinas de escrever. A configuração mecânica e o aspeto
formal definitivo da máquina de escrever portátil, que tornou
viável o seu uso em qualquer lugar, veio pela Standard, em
1907. Diversos modelos de diferentes fabricantes, pelo mundo,
foram criados e desenvolvidos objetos de design – ícones dos
anos 60 do séc. XX - principalmente italianos e americanos.
Hoje (2013) com mais de 200 anos, e quase desconhecida dos
mais jovens, a máquina de escrever transformou-se em peça de
antiquários e objeto de Museu, sendo abril de 2011, a data que
simboliza a finalização da sua produção, com o encerramento
da multinacional Godrej & Boyce com sede em Bombaim (Índia).
Museu Municipal
da Máquina de Escrever
Golegã
Museu Municipal da Máquina de Escrever
Biblioteca Municipal da Golegã
Rua da Oliveira - 2150 Golegã

Telef: +351 249 979 126
[email protected]
www.cm-golega.pt
Escola Steno-Dactylografica, Antunes, Herbert & Oliver (...), Rua da
Prata, Lisboa c.1908-10
[CMG/MME/CDOC/CARTAZES]
Município de Golegã
Câmara Municipal
Pelouros da Cultura e do Turismo
2016
Corona Special
Blinckensderfer
Adler nº.7
O Museu Municipal da Máquina de Escrever (MME) está
integrado na Rede de Museus da Câmara Municipal e instalado
no edifício da Biblioteca Municipal da Golegã (piso superior).
A coleção, constituída por mais de 300 máquinas de escrever, é
variada e incluí exemplares fabricados em todo o mundo, entre
o final do séc. XIX, nas décadas de 80 e 90, e durante quase
todo o século XX, até às décadas de 1960 e 1970. O objetivo
deste Museu é dar a conhecer esta coleção composta por
máquinas produzidas por diversos fabricantes, abrangendo os
séculos XIX e XX, a partir de países como Estados Unidos, Japão,
Alemanha, Suíça, Itália, Portugal, Inglaterra, Suécia, França,
Rússia, Eslovénia, Áustria, entre outros. A coleção contém pelo
menos uma máquina de escrever de cada década, desde 1880,
e permite fazer uma leitura da evolução tecnológica e de fabrico
como expressões de valorização do património industrial, ao
nível dos bens de produção, de consumo e do produto final em
Portugal e no mundo. Para além das máquinas, a coleção incluí
ainda um acervo documental de grande interesse, composto por
postais, livros de instruções e manuais de utilização, cartazes
de propaganda, faturas, livros de apoio ao consumidor, para
Remington nº.11
Imperial B
além de um vasto espólio de acessórios utilizados na manutenção e
funcionamento das máquinas, como fitas, bobines, pincéis, caixas
de papel químico, tintas, óleos de limpeza, borrachas e outros. A
máquina de escrever a nível do avanço das tecnologias de fabrico,
de inovação, comercialização e concorrência, é uma expressão da
modernização técnica e tecnológica e um marco incontornável da
história da tecnologia da humanidade.
Olivervisible nº.3
Olivetti Valentine
Horário
Terça a Sábado, das 09h30 - 13h00 e das 14h00 - 17h30.
Encerra Domingo Segundas e Feriados.
Última visita até às 16h30. Duração: 30 min
Visitas Guiadas de Grupo
Máximo de 20 pessoas por grupo.
Marcação prévia.
Acessibilidades
Acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida. Elevador
no interior.
Estacionamento
Próprio, com cerca de 20 lugares. Gratuito.
Informações Úteis
Como chegar: A1 (Lisboa/Porto). Saída em Torres Novas.
Coordenadas: Latitude: 39°24’15.66”N
Coordenadas: Longitude: 8°29’5.83”W

Documentos relacionados

11. Agenda de novembro de 2013

11. Agenda de novembro de 2013 montar a cavalo, uma mulher vai à procura de um homem conhecido pelos seus dons de comunicação com cavalos e por ser capaz de os fazer ultrapassar certos traumas. O romance nasce entre os dois, tra...

Leia mais

09. Agenda de outubro de 2015

09. Agenda de outubro de 2015 Divisão Intervenção Social Serviço Cultura

Leia mais