Com mercado em alta, Gattai se destaca com reconhecimento como

Сomentários

Transcrição

Com mercado em alta, Gattai se destaca com reconhecimento como
Com mercado em alta, Gattai se destaca com
reconhecimento como “Boutique do Aço”
Por Antônio Gattai
Concentrado na Ásia, a indústria siderúrgica é forte principalmente na China e
Japão, os maiores produtores de aço. No Brasil, o mercado apresenta um
crescimento favorável com 29 usinas e o país é o maior produtor do material da
América-Latina, o sexto maior exportador líquido de aço (4,4 milhões de
toneladas) e o 17º em aço bruto.
O mercado do aço está em um momento favorável depois de superada a crise
econômica, que movimentou o cenário mundial em 2008. Neste período, o
segmento teve uma queda, ainda em decorrência do ano anterior. A partir de
2010, o mercado culminou em números que seguem até hoje, oscilando entre
32 e 35 milhões toneladas produzidas. No ano de 2013, o recuo foi de 1% em
relação a 2012 e, mesmo com a queda do ano passado, o país se manteve
como o nono maior produtor mundial.
Um dos setores que mais utiliza o aço é a construção civil (38%) e segundo as
estimativas oficiais, o setor crescerá 6% nos próximos anos. O grande desafio
será o de investir R$ 2 trilhões em infraestrutura até 2022. Com tudo isso esses
números só tendem a crescer, principalmente em função dos eventos que o
país receberá em 2016. A exemplo, a sede do Comitê Organizador dos Jogos
Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro, chama atenção pela inovação.
Foram usados 1.368 módulos habitacionais, cada um com 6 x 2,44m e possui
estruturas de aço pré-moldadas. Isso possibilitou uma construção três vezes
mais rápida e com o mínimo descarte de entulho.
Além disso, a usabilidade do aço na construção civil também reduz o custo das
edificações, já que o material que não for utilizado pode ser reciclado de forma
a ser destinado para outros fins. As obras feitas com aço reciclado podem
economizar em até 40% o investimento nas mesmas.
As construções feitas com aço são duradoras, pois o material é resistente à
corrosão, aumentando a longevidade do projeto. Quanto à flexibilidade, de alto
valor à praticidade de instalação, é de fundamental auxílio em caso de
adaptações ou reformas e torna mais fácil a passagem de recursos como água,
gás e ar condicionado.
O menor prazo de execução também atrai os investidores, já que isso está
relacionado com menos tempo de mão de obra empregada e
consequentemente o capital investido é recuperado. A utilização do aço ajuda
ainda na preservação do meio ambiente, já que ela é menos agressiva, pois
diminui a emissão de partículas e poluição sonora gerada.
A Gattai está no mercado de aço há mais de três décadas e, juntamente com a
matéria-prima, teve significativo crescimento. Com estruturas metálicas
projetadas pela própria empresa e por arquitetos parceiros, desenvolvemos
projetos de alto padrão e valor agregado para as mais diversas áreas, de
residências a empreendimentos comerciais. A exemplo disso, participamos
recentemente de dois grandes eventos, a Casa Cor 2014 – pelo décimo ano
consecutivo - e a Casa Amaury, em Campos do Jordão.
É importante citarmos, para conhecimento de nosso campo de atuação, que
fomos responsáveis por três grandes projetos na Casa Cor. Foram implantadas
estruturas auxiliares - de forro para o projeto do arquiteto Bruno Gap,
responsável pela conceituada Adega Gourmet e de piso elevado de mármore,
no Estúdio Gourmet realizado por Ricardo Rossi – e estruturas das coberturas
de vidro do espaço Badebec, idealizado pelo renomado Gustavo Paschoalim.
Quanto a Casa Amaury, de alto padrão também, a Gattai fez uma excelente
parceria com a Visa e desenvolveu um trabalho de serralheria artística,
utilizando como base, perfis de chapas dobradas para a arquibancada do
Espaço Infinite.
Reconhecida nacionalmente como a “Boutique do Aço”, a Gattai é referência
em alta qualidade e soluções inovadoras. A empresa atende clientes de todos
os portes e participa ativamente de cada etapa dos projetos: da concepção até
a fabricação e montagem das estruturas de aço.
Acompanhando o crescimento do mercado, o nosso também vem em uma
curva ascendente com mais de 300% de aumento nos lucros. Saltamos de R$
100 mil/mês há dez anos e hoje faturamos na margem de R$ 300mil/mês. Isso
se deve ao fato de termos reposicionado a marca no mercado.
Com o aço sendo mais rentável e rápido na construção, economiza tempo e
dinheiro dos investidores. O mercado vem crescendo gradativamente e a Gattai
vem acompanhando essa alta, investindo sempre em novas técnicas e
fidelização dos clientes.

Documentos relacionados