polo argentino

Сomentários

Transcrição

polo argentino
POLO ARGENTINO
A nossa cria de cavalos de polo teve inicio de forma muito despretensiosa em meados
dos anos 70 , quando as primeiras éguas boas que tivemos, sendo algumas argentinas e
outras uruguaias, começaram a envelhecer ou também por lesões, deixaram de jogar.
Usei neste primeiro momento praticamente só garanhões Puro Sangue Ingles (PSI), todos
filhos de Ariosto com éguas de excelente papel os quais o Sr. João Matas Solés nos presenteou.
Eis alguns PSIs que usei na cria e que deixaram bons descendentes:
Populis
Grito Nativo - filhos de Ariosto
Resulta Que
Locris - filho de Locram
El Keats – filho de Keats.
Tarugo - filho de Comedatore
Thunder of Fire - filho de Oromo
Ao redor de 1999 comecei a usar um filho de uma excelente égua de polo com o El Keats que se
chama Itapitocai Facundo que o fiz jogador e inscrito na Asociación Argentina de Criadores de
Caballos de Polo -AACCP )
Em 2000, foi a grande mudança na cria, quando o Angelo Antonio foi administrar a estância e
este segmento virou uma das prioridades.
Simultaneamente, tivemos a sorte de encontrar excelentes domadores, que logo aprenderam a
domar para o polo e também contratamos bons pilotos.
Esta mão de obra qualificada e permanentemente treinada foi decisiva para que animais de nossa
cria chegassem a ser da elite do que temos jogando.
Em 1999 compramos na Argentina um cavalo chamado Ytacuá Carocal, irmão de uma egua que
foi por algumas temporadas eleita melhor egua no Aberto de Palermo (Bengalita). Esse cavalo
permaneceu e deu inicio a nossa cria na Argentina.
Éramos 3 donos: Francisco Bargallo, José Tejera e Maragata.
Exportei nesta ocasião 4 das melhores eguas que tinhamos na cria para cruzar com este cavalo.
Ele produziu com a Cicatriz, égua comprada do Tijolinho, entre outros, dois animais, a Itapitocai
Koca e a Itapitocai La Tijocicatriz, ambas jogaram Palermo com o melhor jogador do pólo mundial,
Adolfo Cambiaso (Koca 2007 e Tijocicatriz 2008).
A La tijocicatriz está jogando Palermo 2010 com o brasileiro Rodrigo Andrade e deverá ir com ele
para EEUU disputar o U.S Open. Neste inicio de 2000, já associado da AACCP, compramos através do apoio de Bill Buchanan e Francisco Bargallo, um potro de 18 meses chamado Ellerstina
Elegante cria do Sr. Gonzalo Pieres, um dos mais competentes criadores desta raça.
O Elegante é filho de Ellerstina Pícaro, cavalo que foi Grande Campeão da Exposição Rural de
Palermo, e Mercedes (PSI da Nova Zelândia), melhor animal duas temporadas seguidas na Inglaterra.
Ellerstina Picaro, o pai do Elegante, é sem duvida, um dos principais da raça Polo Argentino,
tendo nos últimos Abertos que se jogam na Argentina, dezenas de filho competindo.
Em 2007 compramos éguas dos principais criatórios mundiais e que reforçou ainda mais nossa
cria Argentina, e fez com que construíssemos lá uma estrutura independente, chamada La Correntina onde hoje estão os ventres. Tiramos embriões com cavalos da cria Tanoira e Heguy e
Pieres , e estamos usando também um cavalo que me emprestou o Adolfo Cambiaso chamado
Dolfina Caardenal filho de Aiken Cura melhor cavalo 2 anos consecutivos jogando com ele em
Palermo.
Neste momento no Brasil, estamos usando o Itapitocai Minuano (primeira geração em doma), um
filho de Raibow Corner (PSI , propriedade de Gonzalo Pieres ) com uma egua jogadora nossa.
Eles esteve em São Paulo jogando e agora está somente na cria.
A grande satisfação nestes últimos anos é ver o resultado destes investimentos em eguas, garanhões, domadores, pilotos e muito em infra-estrutura (pastagens, centros de doma, embriões, etc)
jogando com os meus filhos os mais importantes torneios do país. Estamos jogando praticamente
em 40% animais da cria.

Documentos relacionados