abfm 31

Сomentários

Transcrição

abfm 31
Janeiro/ Fevereiro de 2011
núcleodamatéria
Célula tumoral de próstata
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
Editorial
Por Cecília Maria Kalil Haddad
Classification of Occupations, a OIT consul-
profissionais de saúde, a Organização pode
O material compartilhado por Fridtjof
tou os técnicos dos países-membros em
propor aos seus governos que o estatuto
Nüsslin e Peter Smith, respectivamente, o presi-
duas oportunidades para saber qual seria
relacionado à profissão seja revisto, sobre-
dente da International Organization for Medi-
a posição correta a adotar.
tudo, após a mudança vista no ISCO-08.
cal Physics (IOMP) e o representante da
Na primeira delas, concluiu-se que o con-
entidade ligado à Organização Internacio-
tingente destes especialistas não justifica-
nal do Trabalho (OIT), descreve que os físi-
va a criação de um grupo específico. Na
cos médicos foram incluídos, pela primeira
segunda audiência, o objeto de avaliação
vez, na edição oito da International Standard Classi-
foi a física médica e em que divisão ela po-
fication of Occupations (ISCO), uma espécie
deria ser enquadrada. As respostas dividi-
de ferramenta que organiza as profissões
ram-se entre a sua colocação na categoria
existentes no mercado e compara o funcio-
dos físicos ou dos profissionais de saúde.
namento delas em cada país.
O documento menciona que “embora os
Por aqui a 18ª Conferência Internacional
de Física Médica está com todos os detalhes acertados. As inscrições para os simpósios e workshops que acontecerão durante o ICMP, além do Curso de Atualização para Técnicos em Radioterapia e do V
Simpósio de Instrumentação e Imagens
Para encerrar a questão, a OIT optou pela
primeira alternativa dando como argu-
físicos médicos não estejam inseridos no
mento, a base de conhecimento exigido
Grupo Subprincipal 22, dos Profissionais
para a área é a física; e mesmo que os es-
de Saúde, aqueles que trabalham nestes
pecialistas atuem na saúde, a qualificação
serviços são reconhecidos como tais”. Há
não é aceita pela ISCO. Os observadores da
ainda uma nota relacionada ao Grupo
entidade ressaltaram que até seria possí-
2111, dos físicos e astrônomos, dizendo
vel incluí-los no Grupo 2269 – dos profis-
que, “os físicos médicos são considerados
sionais de saúde não especificados –, mas
parte integrante da força de trabalho –
isso faria desaparecer todos os experts nas
juntamente com outras ocupações – do
futuras leituras estatísticas.
Grupo Subprincipal 22”.
Em casa
Em resposta, a IOMP enviou recomenda-
Médicas, seguirão até os dias 14 e 15 de
março. Para debater os tópicos sugeridos
pela Comissão Organizadora – Imagens
Médicas, Radioterapia, Dosimetria e temas
gerais da Física Médica –, foram chamados
39 palestrantes que atuam em universidades e hospitais de ponta. Dessa maneira,
aproveitamos esse número do Núcleo da
Matéria para convocarmos, novamente, os
estudantes, pesquisadores, acadêmicos e
especialistas para participarem do encontro. Sejam bem-vindos!
ções para a Organização dos países-
O sistema de classificação é atualizado a
membros, dizendo que os Ministérios ou
cada 20 anos, sendo as últimas versões da-
Departamentos de Saúde de cada região
resol08.doc
tadas de 1988 e de 2008. Acontece que de-
devem observar o aumento da categoria
www.ilo.org/public/english/bureau/stat/isco/
pois de uma requisição feita pela IOMP, em
nos serviços hospitalares e cuidar do reco-
isco08/index.htm
1995, para que os físicos médicos fossem
nhecimento dos mesmos. E, nos municí-
ICMP 2011
adicionados ao International Standard
pios onde eles não são qualificados como
www.pucrs.br/fisica/icmp2011
ABFM 2010-2011
Upgrade
ISCO-08
www.ilo.org/public/english/bureau/stat/isco/docs/
Presidente: Cecília Maria Kalil Haddad [email protected]; Vice-Presidente: Renato Di Prinzio [email protected]; Secretário Geral: Renato Assenci Ros
[email protected]; Tesouraria: Vilma Aparecida Ferrari [email protected]; Diretoria de Radioterapia: Edílson Lopes Pelosi [email protected]; Diretoria de Medicina Nuclear: Lorena Pozzo [email protected]; Diretoria de Radiodiagnóstico: Marcia de Carvalho Silva [email protected]; Secretário regional norte-nordeste: Nilo Antônio Menezes [email protected]; Secretário regional centrosudeste: Carlos Malamut [email protected]; Secretário regional sul: Alessandro André Mazzola [email protected]
NOVA SEDE ABFM. Rua Brigadeiro Galvão, 262, Barra Funda, São Paulo, SP. CEP: 01151-000.
2
Foto Divulgação
Astro Rei. A NASA, agência espacial americana, apresentou no dia 6 de fevereiro, pela primeira vez imagens da superfície solar e de
sua atmosfera, fatos que a ajudarão a melhorar os prognósticos climatológicos. O trabalho foi feito por duas sondas solares do Observatório de Relações Solares, enviadas a
pontos diametralmente opostos do Sol para
estudar como afeta o fluxo de energia e de
matéria solar à Terra. Seus instrumentos proporcionaram uma nova visão do sistema solar
e também as primeiras fotografias tridimensionais do Sol. “As imagens ajudarão a melhorar o planejamento de futuras missões de naves espaciais robóticas ou com tripulação para o sistema solar", afirmou a NASA em seu
site.www.nasa.gov
Programe-se
UCFS Radiation Oncology Update: Per-
Short Curse on Introduction to
2nd Workshop on Hadron Beam Therapy –
spectives on New Technologies, Clinical
Monte Carlo Treatment Planning
entre os dias 20 e 27 de maio, na Sicília, Itália. O
Findings and Safety – de 1º a 3 de abril. O
– de 7 a 9 de abril. O objetivo do
programa sugere aos participantes a apresenta-
curso discutirá o uso de robôs e da robótica
encontro é orientar os profis-
ção e a comparação entre os equipamentos utili-
nas terapias contra o câncer e as técnicas
sionais que lidam com o software.
zados atualmente na medicina, a exemplo dos
mais modernas do mercado, caso da
Para participar das aulas é preciso
cíclotrons e dos aceleradores lineares, bem co-
braquiterapia, ConeBeam, Tomossíntese e
apresentar
(Medical
mo a discussão de outros tópicos relevantes, ca-
EPID 2D e 3D. No The St. Regis Hotel, em
Physics
Education
so da dosimetria em tempo real e os sistemas de
São
Credits). Na Filadélfia, Pensilvânia,
transporte
EUA. www.fccc.edu
erice2011.na.infn.it/index.htm
Francisco,
www.cme.ucsf.edu
Califórnia,
EUA.
o
MPCEC
Continuing
e
entrega
de
feixes.
http://
18ª Conferência Internacional em Física Médica –
de 17 a 20 de abril, em Porto Alegre. Esta edição do
ICMP já é considerada o evento mais importante do ano.
A parceria entre a International Organization Medical
Physics (IOMP); a Associação Latino-Americana de Física Médica (ALFIM) e a ABFM foi importante para chancelar o encontro junto às associações de outros países e para alinhar a programação. A organização ficará a cargo da Escola de Física
da Pontifícia Universidade Católica (PUC-RS). Acompanhe ainda o XVI Congresso Brasileiro de Física Médica e o V Simpósio de Instrumentação e Imagens Médicas que também acontecerão durante a Conferência. http://www.pucrs.br/fisica/icmp2011/index.html
3
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
Rastreamento na velocidade da luz
Foto Divulgação
Por Adriana Sanches
Uma nova técnica poderá revolucionar o diagnóstico do câncer - pelo menos, essa é a notícia que circulou nas
últimas semanas nas principais publicações internacionais e também nas
brasileiras. Chamado de HB-Chip, o
exame utiliza uma lâmina de vidro
composta de 78 mil microcanais
“embebidos” de proteínas que atraem
as células da doença.
Para tanto, basta coletar cinco mililitros de sangue, injetá-lo na cânula localizada numa das extremidades da
placa e aguardar as células tumorais
prenderem-se aos marcadores. A melhor vantagem do método, dizem os
pesquisadores do Hospital
Geral de Massachusetts, nos
Estados Unidos, responsáveis
pelo estudo, é a precocidade
do resultado.
Em termos gerais, isso significa que a análise será
eficiente na avaliação do tratamento aplicado ao tumor
primário, na redução do
Mentes brilhantes. Acima, doutores Mehmet
Toner e Daniel Haber, coordenadores do projeto;
detalhe do HB-Chip. Ao lado, sangue testado
número de biópsias e na
detecção anterior a metástase, que, em al-
organismo.
guns casos, demora até uma década para
A ideia, segundo a oncologista Lecia Se-
propagar-se na corrente sanguínea e em
quist, que participa da pesquisa, é de que o
Farber Cancer Institute. No alvo do rastre-
outros órgãos. Vale ressaltar que en-
procedimento seja testado em larga escala
amento estão quatro dos cânceres mais
quanto o HB-Chip não chega ao mer-
no primeiro trimestre deste ano, em três
comuns - próstata, mama, cólon e pulmão.
cado, o PET-CT representa o que há de
centros norte-americanos: o Memorial
mais moderno da leitura metabólica do
Sloan-Kettering, o MD Anderson e o Dana4
www.massgeneral.org/about/pressrelease.aspx?id=1286
5
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
De dentro pra fora. Notadamente importante
Inovações em larga escala
na área de diagnóstico do câncer, o exame feito
Por Ariana Brink
através do PET/CT também pode ser aplicado
As sementes de Iodo-125, aplicadas no tra-
com bastante segurança na neurologia, especial-
tamento do câncer de próstata, poderão en-
mente na diferenciação de demências, doenças
trar em produção comercial ainda este ano.
que atingem cerca de 10% da população acima
O material, que é desenvolvido com o apoio
de 65 anos, sendo que mais da metade dos casos
FAPESP pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), através da tecnolo-
são de Alzheimer. “Identificar qual tipo de moCélula tumoral de próstata
léstia que acomete o paciente permite decidir
gia criada pela física Maria Elisa Rostelato e pela química Constância Gonçalves da
Silva, despertou a atenção da comunidade científica por conta de seus resultados
positivos, dos quais, a eficiência do procedimento e a redução dos casos de impotência que atingem 80% dos pacientes cuidados cirurgicamente. O protótipo nacional foi concebido, segundo Rostelato, para servir de alternativa às sementes importadas e seu custo excessivamente alto – estima-se que por um preço menor,
8.500 unidades brasileiras substituam as 3.500 sementes importadas por mês. Cada cápsula é composta de um tubo de titânio de 01 milímetro de espessura, 4,5 milímetros de comprimento e 0,8 milímetros de diâmetro, cujo interior recebe um fio
de prata revestido com o radiofármaco. Em cada aplicação feita no paciente são
utilizadas, no mínimo, 80 sementes. Vale lembrar que em 2009, o estudo já havia
sido premiado pela American Nuclear Society.
como será o tratamento, acompanhar os resultados e ajudar no prognóstico”, explica Celso Darío
Ramos, presidente da Sociedade Brasileira de
Biologia Medicina Nuclear e Imagem Molecular
(SBBMN). Uma das qualidades dessa tecnologia é
permitir que em apenas 45 minutos exista uma
análise minuciosa do corpo inteiro do paciente,
sem que ele seja submetido a maior exposição
radioativa. Enquanto os métodos convencionais
mostram apenas a anatomia do cérebro, o PET/
CT a destrincha e mostra o seu funcionamento.
No caso de tumores cerebrais, por exemplo, o
www.nukleonika.pl/www/back/abstract/vol53_2008/v53s2p099.htm
PET Scan, pontua a resposta do paciente à cirur-
www.revistapesquisa.fapesp.br/site_teste/?art=3918&bd=1&pg=2&lg=
gia, à radioterapia e à quimioterapia. Esse resultado, mais uma vez, ajuda a direcionar a conduta
Desvendando o Inimigo
do médico, o que na prática significa mais quali-
Um grupo de pesquisadores da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, e
dade de vida, menos sofrimento e até maior so-
do Centro Nacional de Investigaciones Oncológicas (CNIO), na Espanha, publica-
brevida. Além disso, para o sistema de saúde, sig-
ram um artigo na revista “Molecular Cancer Therapeutics”, afirmando terem elimi-
nifica redução de custos com economia de recur-
nado o tumor maligno do pâncreas de Mark Gregore, 65 anos, ao transplantá-lo
sos. Diante desse quadro positivo, a SBBMN vai
num camundongo. Explica-se: de acordo com o PhD Manuel Hidalgo, coordenador
promover a palestra “Aplicações do PET/CT na
do estudo, as células do tumor foram desenvolvidas em cobaias para que os medi-
neurologia”, no dia 14 de março de 2011, às 20
camentos fossem testados sem que o paciente ficasse exposto aos efeitos colate-
horas, no hotel Golden Tulip Paulista Plaza
rais. O médico contou que a diversidade genômica das células tumorais,
(Alameda Santos, 85), em São Paulo. Podem par-
por vezes, impede a definição do tratamento adequado. No caso de Mark ticipar médicos e outros profissionais da saúde,
Gregore, a tipologia do câncer contava com quase cem opções de remédios, daí a como radiofarmacêuticos, químicos, físicos e tecnecessidade de esmiuçar o DNA da doença e personalizar a cura, resumiu Hidalgo.
www.hopkinsmedicine.org e www.cnio.es/es
6
nólogos. Inscrições no site www.sbbmn.org.br.
7
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
Criança surpreende médicos
Foto Divulgação
Por Helen Pessoa
Em dezembro de 2008, a mãe de Aleisha
Hunter constatou um pequeno caroço no
corpo da filha. Preocupada, Melanie levou
a menina a inúmeros médicos, que afirmaram tratar-se de um dos efeitos comuns no
desenvolvimento hormonal feminino. O
abscesso cresceu e passou a provocar dores que impediam a canadense de quase
três anos de realizar tarefas comuns à sua
idade, como brincar e dormir. As duas seguiram então para o McMaster Children´s
Hospital, mas o pediatra relutou em solicitar uma ressonância magnética e disse que
o quadro de Aleisha poderia ser descrito como
uma má-formação dos vasos linfáticos.
Um ano depois da descoberta inicial, o inchaço passou a ter o tamanho de uma ameixa, seguido de descolorações por toda a área afetada. Já no pronto-socorro do Toronto´s
Sick Kids Hospital, Melanie afirmou aos
atendentes que só sairia de lá quando um
especialista no assunto, enfim, encerrasse
a questão. O que os exames clínicos revela-
ram foi um dos casos de câncer de mama
metida à mastectomia e, segundo o
mais raros da medicina, uma vez que este
jornal britânico Daily Mail, dispensada
tipo da doença é comum somente na pu-
da quimioterapia e da radioterapia. Os mé-
berdade ou em mulheres que já passaram
dicos envolvidos no tratamento não acreditam na
dos 30 anos.
reincidência do câncer, mas afirmam que a
Com a detecção do tumor de mais de dois
menina passará por check-ups permanen-
centímetros na mama esquerda e de ou-
tes. Já a reconstrução da mama deve acon-
tros 16 nódulos linfáticos, Aleisha foi sub-
tecer quando ela estiver na adolescência.
Foto Divulgação
>> O congresso da American Society for Therapeutic Radiology and Oncology (ASTRO) aconteceu
no final de 2010, na cidade San Diego, Califórnia, e contou com a presença de médicos e físicos médicos brasileiros que trabalham no setor de Radioterapia. Como é comum, a programação científica
ofereceu dezenas de cursos, sessões plenárias e sessões de temas livres e de pôsteres que abordaram o que há de mais avançado no setor. A feira de equipamentos e tecnologia apresentou os lançamentos que possivelmente preencherão o mercado nos próximos anos, além de oferecer aos visitantes todas as possibilidades de atualização. Maria Cecília Kalil Haddad, presidente da ABFM, aproveitou a oportunidade para realizar uma reunião informal entre os físicos da América Latina
América Latina. Físicos da Argentina, Colômbia, Cuba e Brasil,
num dos momentos de confraternização
que estiveram por ali. *Colaborou Dr. José Carlos da Cruz, do Hospital Israelita Albert Einstein.
O Jornal Núcleo da Matéria é uma publicação da Associação Brasileira de Física Médica [ABFM], distribuída gratuitamente entre profissionais e empresas do setor, com
periodicidade bimensal, em formato digital. Site: www.abfm.org.br. Caixa Postal: 72.002. CEP: 05508-970, São Paulo, SP. Expediente - Supervisão: Cecília Haddad; Jornalistas Responsáveis: Adriana Sanches, MTB: 34.872 e Patrícia Favalle, MTB: 33.548. Reportagens: Ariana Brink, Helen Pessoa, Sandi Dias, Fran de Oliveira e Sérgio
Martins. Estagiária: Luciana Jorge. Fotos: Divulgação. Projeto gráfico: 7ervas. ** Grupo Em Pauta Assessoria de Comunicação Ltda. Tel./Fax: (11) 30316033. Fale conosco: [email protected]
8
Foto Divulgação
Mamografia geral
Por Sandi Dias
qualidade do exame realizado. Um rastrea-
medo pela dor durante processo, há o me-
mento mal feito dá a falsa sensação de se-
do da possibilidade da descoberta de um
gurança à paciente e ao sistema de saúde
câncer (ainda há quem pense que é melhor
Contas da União divulgou relatório sobre
como um todo. Também, para que a execu-
não saber para não fazer), há o medo
a situação dos equipamentos em uso
ção da mamografia de rastreamento traga
de resultados errados, há o medo do
benefícios, um resultado anormal de-
estigma social do câncer.”
No dia Nacional da Mamografia, comemorado em 05 de fevereiro, o Tribunal de
no Brasil. Hoje, são 3.315, sendo que 1.650
deles figuram no SUS e outros 412 são ex-
ve ser seguido de investigação ime-
clusivos das Unidades Públicas de Saúde.
diata (com exames adicionais) e trata-
Segundo as organizações internacionais, a
mento apropriado em tempo hábil, entre
distribuição está longe de ser considerada
30 e 40 dias.” De acordo com o INCa, 70%
ideal, já que para cada mamógrafo, a esti-
das brasileiras entre 50 e 69 anos
mativa é contemplar 240 mil pessoas. O
têm acesso à mamografia, no entanto, da-
diretor do Instituto ONCOGUIA, Ra-
dos da pesquisa Avon-IPSOS revelam que
fael Kaliks, avisa que a simples disponibi-
apenas 20% fazem o exame a cada dois
lidade de mamógrafos não garante o im-
anos. A presidente do ONCOGUIA, Luciana
Links Úteis:
pacto do exame na redução da mortalidade
Holtz, reforça que ainda existem inúmeras
www.youtube.com/watch?v=NtwMoWkFloY
por câncer de mama. “Deve-se garantir a
barreiras à aderência das brasileiras. “Há o
9
Quem deve fazer? Pacientes com familiares próximos que tiveram câncer de mama
e/ou ovário em idade precoce (antes dos
50 anos) devem discutir a questão com
seus respectivos médicos. Para estas pessoas, o rastreamento precisa ser iniciado o
quanto antes.
www.netpaper.com.br/pesquisaiavon
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
Amigas do Peito
Por Luciana Jorge
Para diminuir a mortalidade causada pelo
câncer de mama – os dados são assustadores: a cada 36 minutos uma mulher morre
em decorrência da doença –, a Associação Américas Amigas doou um
novo mamógrafo à Clínica de Mastologia do Hospital São Paulo.
O equipamento tem tecnologia de ponta, e
é capaz de diagnosticar com maior preciFoto Divulgação
são possíveis tumores na região, detalhe
que contribuirá na sobrevivência das pacientes, já que 42% dos casos são descobertos tardiamente, o que dificulta a cura.
O Hospital, que pertence à rede SUS, estima que a partir do funcionamento do aparelho, poderá atender mais de mil pessoas
por mês, triplicando a média atual. Desde a
criação da Associação, há apenas dois
anos, 12 mamógrafos já foram instalados
bara Sobel e Andréa Pereira, fundadora e
em diferentes centros de saúde brasileiros.
diretora da entidade, respectivamente,
A cerimônia de entrega aconteceu no dia
além do gestor do Hospital São Paulo,
10 de fevereiro, com as presenças de Bár-
Prof. Dr. Flávio Faloppa.
Tratamento Tridimensional
Por Sandi Dias
das imagens regis-
Direto dos Estados Unidos desembarcou a
tradas justifica a
notícia sobre a liberação dos equipamen-
autorização”, pon-
tos de mamografia 3D. Depois de algum
tuou
tempo sob a análise minuciosa da FDA
Reguladora.
(agência reguladora de remédios e alimen-
gundo especialis-
tos), que questionava a maior emissão de
tas, a máquina a-
radiação do aparelho – se comparado aos
presentada
sistemas convencionais, a novidade eleva
empresa
em 1,5% o risco do aparecimento do cân-
Inc. pode facilitar
cer de mama, levando-se em conta que as
o diagnóstico, e,
chances naturais são de 12% –, finalmente
consequentemen-
foi aprovado o uso do método. “Ainda que
te, o tratamento
a desvantagem pareça evidente, a precisão
mais adequado.
Agência
Se-
pela
Hologic
Equipamento de mamografia 3D
10
Foto Divulgação
a
Foto Divulgação
O que é Notícia
Rock do Bem. Entre os dias 21 e 27 de
março acontece a série de concertos em
prol do Teenage Cancer Trust, no Royal
Abert Hall., em Londres, na Inglaterra.
Neste ano, destaque para as apresentações de Roger Daltrey (vocalista do lendário The Who), que faz show no dia 24,
e para a banda Beady Eye, do polêmico Liam Gallagher (ex-Oasis), que toca no dia 25. Mais informações no site:
www.teenagecancertrust.org
Direto ao ponto. Em apenas dois
anos, de acordo com levantamento
feito pelo INCa, a incidência de câncer
de próstata saltou de 11.955 para
52.350 casos, aumento significativo
de quase 80%. Diante desse quadro
alarmante, mesmo com o assunto cada vez mais divulgado pela imprensa
e também através dos relatos de personalidades que lutam contra a doença, caso de Galvão Bueno e Dennis
Hopper, a relutância dos homens em
irem aos médicos especializados e de
fazer exames preventivos têm se
mostrado recorrentes e, claro, fatais.
A vez do homem. Para conscientizar o time masculino, a Associação Brasileira dos Artistas
Plásticos de Colagem (ABAPC) entrou na campanha contra o câncer de próstata desde janeiro de 2009. Foram escalados três artistas – Adriana Rizkallah, Nino Millán e Carlos Dercoles –, que usaram diferentes materiais e técnicas para sensibilizar o público sobre o assunto. A peça publicitária intitulada “A Cueca” é 100% virtual, repassada via e-mail através
de uma lista de contatos. “Nas diversas exposições que vimos fazendo utilizando cuecas
customizadas e chamando a atenção sobre esse tipo de doença, que é uma das mais agressivas, percebemos, no contato com os voluntários da ABCâncer e pela reação dos homens que
visitaram as mostras, que o câncer de próstata ainda é praticamente desconhecido da maioria”, diz Robert Richard, presidente da associação. A doença se desenvolve principalmente
em homens com idade superior a 50 anos ou naqueles que possuem casos de tumor na família. Para detectá-lo, a pessoa deve se submeter ao exame de toque retal e ao PSA
(dosagem do antígeno prostático específico). Esses exames também identificam outros problemas na região da próstata.
O câncer de próstata está em segundo lugar, só perde para o de pulmão, no ranking das doenças
do homem. Quanto maior a idade, maior é a incidência dessa doença, portanto, homens acima
de 50 anos devem ir ao urologista regularmente. Somente 5% dos casos se manifestam clinicamente e há uma evidência de que os tumores descobertos incidentalmente se comportam mais
benignamente. Existe a disseminação dessa doença pelas vias venosas e linfáticas e por isso aparecem as metástases ósseas, apesar de nem sempre ocorrerem. Os sintomas principais são:
maior frequência de micções, sangue na urina, afilamento e perda do jato urinário, maior dificuldade no ato de urinar. Há algumas maneiras de tratamento: cirurgia (nos casos iniciais
quando a extensão do tumor ainda é pequena); radioterapia; ingestão de hormônio feminino. O
urologista é quem saberá indicar o procedimento correto. Como o câncer de próstata é de evolução lenta, é fundamental o acompanhamento médico. O diagnóstico precoce previne a doença
ainda na sua fase menos agressiva. É recomendável a ingestão de pouca gordura animal e de
uma abundante alimentação vegetal, além do uso de vitaminas A, D e selênio.Alimentação saudável e atividades físicas reduzem o risco de câncer de próstata. A próstata faz parte do sistema
reprodutivo masculino. É uma glândula que está localizada no interior do púbis e acima do reto,
tem o tamanho aproximado de uma noz.
11
Núcleo da Matéria - Número 35, Ano VI - Janeiro/ Fevereiro 2011. Publicação Bimensal
Alta incidência
Por Helen Pessoa
Foto Divulgação
Top fashion das mais seguidas do globo,
Gisele Bündchen arranca suspiros dentro e
fora das passarelas. Quase sempre, a modelo rouba aplausos por causa de suas passadas envolventes, detalhe que desapareceu durante o lançamento da sua nova
marca de cosméticos, a Sejaa. No batepapo com a imprensa brasileira, Gisele admitiu que dispensa o uso do filtro solar
quando vai à praia. "Chego às cinco da manhã e saio às oito horas", disse. A declaração pegou mal para a moça, que além de
ser rosto conhecido de diferentes campanhas de produtos de beleza, é também exemplo para uma legião de aspirantes ao
mundinho da moda. Vale lembrar que o
Brasil registrou 120 mil casos de câncer de
pele em 2010, sendo que a maior parte era
de melanoma. “Os grupos de maior risco
são aqueles que possuem pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros”, diz Dolival Lobão, chefe da seção de
dermatologia do INCa. Para ilustrar, a maior
prevalência da doença acontece na região sul –
onde La Bündchen nasceu. O médico
explica que evitar o sol entre 10h e
16h é importante para evitar os raios UVB, mas alerta que os raios UVA,
que têm a mesma intensidade o dia inteiro,
são coadjuvantes dos raios UVB e provocam o envelhecimento da pele. “Evitar a
exposição somente na hora do almoço,
cm². Para facilitar, alguns especialistas
tes de se expor ao sol e reaplicar a cada
portanto, não basta. Não existe bronzea-
falam em 5 colheres de chá para o corpo
duas horas, ou depois de mergulhar na água ou
mento saudável”, enfatiza.
todo (meia colher só para o rosto). É im-
suar excessivamente. E não se esqueça de pés,
Regras de ouro: Use 2 mg de protetor por
portante aplicar o protetor meia hora an-
mãos, costas, orelhas e pescoço.
12
13

Documentos relacionados

Julho/ Agosto de 2011

Julho/ Agosto de 2011 Atendimento ampliado. Há pouco mais de um mês, durante a abertura do Congresso Mundial de Patologia Cervical e Colposcopia, que aconteceu no Rio de Janeiro, representantes do INCa (Instituto Nacion...

Leia mais

núcleodamatériaJaneiro/ Fevereiro de 2012

núcleodamatériaJaneiro/ Fevereiro de 2012 técnicos de enfermagem e agentes comunitários, para realizar o exame preventivo do câncer do colo do útero em mais de 80 mulheres, moradoras das áreas rurais da cidade. Batizada de Útero é Vida, a ...

Leia mais

núcleodamatéria

núcleodamatéria SUCESSO EM DOSE DUPLA Acima, o jantar de confraternização une representantes de diversas gerações da ABFM. Na seqüência, os trabalhos expostos no XI Congresso de Ribeirão Preto, recebem atenção esp...

Leia mais

núcleodamatéria Setembro/ Outubro 2012

núcleodamatéria Setembro/ Outubro 2012 das por Franco Bui, da Università di Padova, as aulas incluirão matérias como PETMetodologia, Biologia Molecular em Nefro-Urologia, Radioproteção, Cardiologia Pediátrica, Terapia Radiometabólica, E...

Leia mais

Ilustração do núcleo do átomo de urânio utilizado para

Ilustração do núcleo do átomo de urânio utilizado para O Jornal Núcleo da Matéria é uma publicação da Associação Brasileira de Física Médica [ABFM], distribuída gratuitamente entre profissionais e empresas do setor, com periodicidade bimensal, em forma...

Leia mais

núcleodamatéria

núcleodamatéria [email protected]; Diretoria de Medicina Nuclear: Lorena Pozzo [email protected]; Diretoria de Radiodiagnóstico: Marcia de Carvalho Silva [email protected]; Secretário regional n...

Leia mais

Edição Maio/ Junho 2015

Edição Maio/ Junho 2015 (MAST), oferece atividades gratuitas e voltadas aos progressos da tecnologia, com exposiçoes, observaçao do ceu atraves de potentes telescopios, visitas guiadas, filmes e planetario. www.mast.br

Leia mais