ÁLCOOL n-AMÍLICO - Faculdades Oswaldo Cruz

Сomentários

Transcrição

ÁLCOOL n-AMÍLICO - Faculdades Oswaldo Cruz
Rev. Março/2003
ÁLCOOL n-AMÍLICO
1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO
Nome químico: 1-pentanol
Fórmula química: C5H12O
Fórmula estrutural: CH3-(CH2) 3-CH2OH
Sinônimos: álcool pentílico; n-butilcarbinol; 1-pentanol.
CAS: 71-41-0
2
2
1
2.COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE OS INGREDIENTES
Número CAS: 71-41-0
>=98%
PERIGOSO
3. IDENTIFICAÇÃO DOS PERIGOS
O PRODUTO É INFLAMÁVEL A TEMPERATURA INFERIOR A 55°C. É NOCIVO POR
EXPOSIÇÃO AGUDA E PROVOCA GRAVE RISCO PARA A SAÚDE SE INALADO.
EFEITOS POTENCIAIS PARA A SAÚDE
9 Por inalação: Pode causar irritação para o trato respiratório, tosse, dispnéia, edema pulmonar.
9 Por ingestão: Pode causar irritação das vias digestivas, náusea, dor abdominal, vômito,
hipermotilidade intestinal, diarréia.
9 Contato com a pele: Pode causar irritação.
9 Contato com os olhos: Os vapores podem produzir irritação nos olhos.
9 Possível alteração da função hepática.
9 Sistema nervoso central: cefaléia, depressão geral, tontura, torpor, possibilidade de perda de
memória, dificuldade respiratória.
4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS
CONTATO COM A PELE: Retire as roupas contaminadas e lave imediatamente com água e sabão
por 15 minutos. Se aparecerem sintomas como rubor ou irritação, leve a vítima para o hospital.
INALAÇÃO: Saia da área contaminada. Leve a vítima para local arejado. Se a vítima apresentar
dificuldades respiratórias, tosse, queimaduras na boca, nariz, leve IMEDIATAMENTE para o
hospital e ministre oxigênio. Para entrar no ambiente contaminado proteja-se com máscara para
vapores orgânicos (F)(VO).
CONTATO COM OS OLHOS: Cheque se a vítima tem lentes de contato e remova-as. Lave com
água durante 20 minutos no lava-olhos. IMEDIATAMENTE transporte a vítima para o hospital, se
aparecer rubor ou irritação nos olhos.
INGESTÃO: NÃO INDUZA O VÔMITO. Lave a boca com muita água sem engolir. Pode ser
ministrado óleo de vaselina mineral medicinal; não ministre leite ou gordura animal ou vegetal.
IMEDIATAMENTE leve para o hospital. Se a vítima estiver inconsciente ou em convulsão, não
ministre nenhum líquido, deixando a cabeça de lado abaixo do corpo. IMEDIATAMENTE
TRANSPORTE-A PARA O HOSPITAL.
5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO
INFLAMABILIDADE (FLASH POINT): 48°C
lel: 1,2%
uel: 10%
É inflamável. Chamas quando envolvem este material podem ser controladas com pó químico
seco, dióxido de carbono, espuma. Não use água pois é ineficaz. Proteja-se com máscara
respiratória, se exposto a fumaça. A temperatura de autoignição é 300°C.
6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO E VAZAMENTO
Ventile a área. Remova todas as fontes de ignição. Não fume. Use roupa protetora. Recolha o
líquido derramado em um frasco apropriado. Absorva o líquido com vermiculite, areia seca ou terra
e envie para incineração.
7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Ao manusear esse produto use avental de mangas longas, máscara (F)(VO) e óculos de
segurança.
Coloque em um lugar fresco, seco e ventilado. Separe de incompatíveis. Não fume na área.
Estoque na ÁREA VERMELHA do almoxarifado.
8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL
Limites de Exposições Permitidos: nada consta
VESTIMENTA MÍNIMA RECOMENDADA: avental de manga longa e óculos de segurança
LUVAS: borracha pesada e neoprene.
MÁSCARA RESPIRATÓRIA RECOMENDADA: (F) VO
9.PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS
Descrição física: líquido claro e incolor
Odor: adocicado característico
Massa molecular: 88,17
Densidade relativa: 0,817g/mL
Aparecimento de odor: 1ppm
Ponto fusão: -79°C
Ponto ebulição: 138°C
SOLUBILIDADE:
Água: 27g/L @ 20°C
Solventes : solúvel em todos os solventes orgânicos comuns
VOLATILIDADE:
Pressão de vapor: 1,5mm Hg @ 20°C
Densidade de vapor (Ar=1): 3,04
10.ESTABILIDADE E REATIVIDADE:
Este reagente é estável em condições normais de estocagem e armazenagem. É sensível ao
calor. É incompatível com ácidos nítrico e sulfúrico dando mistura de produtos tóxicos. Evite
contato com material comburente. Pode gerar gás inflamável com metais elementares (alcalinos e
alcalinos terrosos), nitritos e agentes redutores fortes. Pode inflamar-se com agentes oxidantes
fortes.
11. INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS
Tip.dose
Modo
Espécie
LD50
Orl
Rato
LCLo
Inl
Rato
LD50
Skn
Coelho
PODER IRRITANTE: pele coelho: elevado
olho coelho: elevado
MUTAGENICIDADE: positivo em alguns testes
Quantidade
2200
14
3600
12.INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS
DBO5: 46%
DQO: 81%
Biodegrabilidade: remoção de >90% de plantas de tratamento de efluentes.
ECOTOXICIDADE: LC50 peixes: 479mg/L /48h (Leuciscus idus)
LC50 dafnia: 440mg/L/48h
Inibição crescimento algas:
Scenedesmus: > 280mg/L; Microcystis: > 17mg/L
13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO
Unidades
mg/kg
mg/L/6h
mg/kg
Para reuso em laboratório, use destilação fracionada.
incineração.
Para descarte final encaminhe para
14. INFORMAÇÕES SOBRE O TRANSPORTE
Número ONU: 1105
15. REGULAMENTAÇÕES
NFPA: Saúde: 2 Inflamabilidade: 2 Reatividade: 1
Rótulo: líquido inflamável e nocivo (Xn)
O PRODUTO É INFLAMÁVEL A TEMPERATURA INFERIOR A 55°C. É NOCIVO POR
EXPOSIÇÃO AGUDA E PROVOCA GRAVE RISCO PARA A SAÚDE SE INALADO.
BIBLIOGRAFIA
Guia de Seleção de Respiradores 3M. 2001.
http://sirio.bo.cnr.itchede/IT/ce0437.htm
The International Technical Information Institute. Toxic and Hazardous Industrial Chemicals Safety
Manual. Tokyo: 1977.
www.jtbaker.com
ELABORADO E REVISADO PELA COORDENAÇÃO DE TRATAMENTO DE RESÍDUOS PROFESSORA MARIA LUCILA UJVARI DE TEVES

Documentos relacionados

álcool isoamílico - Faculdades Oswaldo Cruz

álcool isoamílico - Faculdades Oswaldo Cruz Use máscara de segurança (F)(VO) e óculos de segurança, para manusear esse produto. PRECAUÇÕES NO ARMAZENAMENTO: Coloque em um lugar fresco, seco e ventilado. Separe de incompatíveis. Não fume na á...

Leia mais

acetato de amônio - Faculdades Oswaldo Cruz

acetato de amônio - Faculdades Oswaldo Cruz EFEITOS POTENCIAIS PARA A SAÚDE • Por ingestão: irritação das vias digestivas, náuseas, vômitos, hipermotilidade intestinal, diarréia. • Por inalação: irritação das vias respiratórias, tosse, dispn...

Leia mais

ácido succínico - Faculdades Oswaldo Cruz

ácido succínico - Faculdades Oswaldo Cruz VESTIMENTA MÍNIMA RECOMENDADA: avental de manga longa com prendedor adequado para as luvas e óculos de segurança. LUVAS: borracha ou polietileno descartável MÁSCARA RESPIRATÓRIA RECOMENDADA: másca...

Leia mais

ácido salicílico - Faculdades Oswaldo Cruz

ácido salicílico - Faculdades Oswaldo Cruz VESTIMENTA MÍNIMA RECOMENDADA: avental de manga longa e óculos de segurança LUVAS: de borracha ou polietileno descartáveis MÁSCARA REPIRATÓRIA RECOMENDADA: máscara para pó. Não consta referência no...

Leia mais

ácido acetilsalicílico - Faculdades Oswaldo Cruz

ácido acetilsalicílico - Faculdades Oswaldo Cruz armazenamento. Estoque na ÁREA VERDE do almoxarifado. 8. CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL Limites de Exposição Permitidos: ACGIH: TLV: 5mg/m3(TWA) valor teto/concentração média diária VE...

Leia mais

ácido clorídrico - Faculdades Oswaldo Cruz

ácido clorídrico - Faculdades Oswaldo Cruz 4. MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS CONTATO COM A PELE: Retire as roupas contaminadas e lave a pele, imediatamente com água. Neutralize com solução de trietanolamina a 5%. Se aparecerem sintomas como ...

Leia mais

acetanilida - Faculdades Oswaldo Cruz

acetanilida - Faculdades Oswaldo Cruz 12. INFORMAÇÃOES ECOLÓGICAS ECOTOXICIDADE: LC50 pesca: 100mg/L96h (Lepomis macrochirus) Biodegrabilidade: DBO5: 52% 13. CONSIDERAÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO Para reuso em laboratório use a r...

Leia mais

óxido de magnésio - Faculdades Oswaldo Cruz

óxido de magnésio - Faculdades Oswaldo Cruz INGESTÃO: Faça bochechos com água, sem engolir. Não provoque o vômito. 5. MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO Não é inflamável nem combustível. Chamas quando envolvem este material podem ser extintas com...

Leia mais