As cidades de Odila Mestriner

Сomentários

Transcrição

As cidades de Odila Mestriner
ARTES PLASTICAS
José GERALDO VIEIRA
As cidades de Odila Mestriner
U á artistas que mesmo confinados em seus atelies, moram por
imaginação em cidades que eles inventam graficamente como seu recinto de menagem. Conhecemos bem, nesse sentido, as
cidades fantasticas do pintor Monsu Desiderio, os portos solitários
do pintor Carzou. E muitos desenhistas mesmo leigos e empíricos
desdobram em sua art-e uma vocação para a arquitetura e o urbanismo, elaborando projetos, planos e "décors" tanto para a
Cidade de Deus, de Santo Agostinho, como para a Cidade Antiga, de Fustel de Coulanges.
Agora, por exemplo, está ex- pelo menos romanica, muito
pondo na Galeria da FOLHA aquém ainda do gotico. Certos
a artista de Ribeirão Preto desenhos seus têm impacto
Odila Mestriner, ex-aluna de mistico pela solidão do espaço
Domenico Lazzariili. É quase urbano sem criaturas, sem podesconhecida nás rodas plasti- pulação, sem transito, quais cicas, muito embora já tenha dades abandonadas ou à espeexposto na Bienal e nos Salões ra- do milagre. Ou amaldiçoaPaulistas de Arte Moderna. das, às vesperas da invasão.
Todavia se trata duma grafica Um de seus desenhos poderia
com particular pendor para o ilustrar na vida de Santo Agosdesenho arquitetônico e talvez tinho a cidade de Ostia, onde
mesmo para composições ceno- ele e Santa Monica tiveram o
graficas. Lembrei-me de Mauro extase.
Francini ao -ver certos deseOdila Mestriner desenha fanhos, de Odila, que me parecem chadas,
porticos, timpanos,
cenários para peças classicas.
portais, peribolos, atrios. Cons- ,
Odila Mestriner imaginou a trói com nanquim templos que,
"sua cidade" que é de impor- estando no papel alvo, todavia;
tação arquitetônica romana ou nos transportam para Ravena,
—
Assis e Arezzo. A artista tanto
poderia fazer cenografias para j
peças medievais classicas, como,
fugindo para um polo oposto e j
bem moderno,,, fazer cartazes, j
Sua vocação muito particular
é a dum temperamento solitário, mas não confinado. Duma criatura sozinha na sua
cidade, como Monsu Desiderio
entre as ruinas de Gomorra;
como Karzou em seu porto que
parece venezia.no. Trata-se
dum desenho que a bem dizer localiza numa cidade ro-.
manica como arquitetura, e
mistica como ambiencia, o trajeto invisível dum remanescente humano atacado de poética e ineansavel apodemialgia.
EXPOSIÇÕES
EM S Ã O PAUI.O:
Galeria de Arte da "Folha" —
Alameda Barão de Limeira, 425:
Gravuras de Isabel Pbns, desenhos de Odila Mestriner telas de
Maria Helena Mota Pais, Çid
de- Sousa Pinto e Mario G r mezzano.
Galeria São Luís, av. São
Luís, 130: Desenhos e gravuras de Darei.
Galeria Sistina — rua Augusta, 1791: Telas de Gum.
KLM — Avenida São Luís,
120: Telas de Sérgio Milliet.
Pinacoteca do Estado — Praça da Luz, ST: Acervo.
Fundação Alvares Penteado
— rua Alagoas, 903: Desenhos
infantis.
EM CAMPINAS:
Galeria Marear — Aquarelas
de Moria Gorovitz.
EM SANTOS:
VIII salão de Belas-Artes.

Documentos relacionados