Hoje na Economia 2016_07_26

Сomentários

Transcrição

Hoje na Economia 2016_07_26
Hoje na Economia
Edição 1567
26/07/2016
Mercados operam entre altos e baixos, nesta manhã, sem direcional definido. Nos Estados
Unidos, o índice futuro de ações S&P 500 flutua em torno da estabilidade, no momento. O dólar
recua frente às principais moedas (índice DXY situa-se em 96,950, com queda de 0,36%),
enquanto o juro pago pela Treasury de 10 anos recua 1,97%, situando-se em 1,542% ao ano.
Na agenda de indicadores econômicos, a Markit divulgará o índice preliminar dos gerentes de
compras do setor serviços (PMI-serviços), que deve ter ficado em 52,0 em julho (51,4 em
junho), segundo as estimativas do mercado.
Na Europa, o quadro não é diferente, onde as flutuações no mercado de ações respondem as
reações dos investidores aos resultados corporativos que vem sendo divulgados, nestes dias. O
índice pan-europeu de ações, STOXX600, que iniciou o pregão em alta, registra queda de
0,25%, no momento. Em Londres, o índice FTSE100 sobe 0,13%; em Paris o índice de ações
CAC40 recua 0,40%: em Frankfurt, o DAX opera com discreta queda. O euro é cotado a US$
1,1010, subindo frente ao valor de US$ 1,0992 visto na tarde de ontem.
Na Ásia, o índice regional de ações MSCI Asia Pacific subiu 0,5%, nesta terça-feira. A bolsa de
Tóquio, por sua vez, fechou em baixa, após o iene mostrar forte valorização ante ao dólar em
meio à avaliação de que o governo japonês planeja estímulos menos agressivos do que os
esperados pelos investidores. O índice Nikkei fechou o pregão de hoje com queda de 1,43%. O
dólar é negociado a 104,32 ienes no momento, contra 105,80 no final do dia de ontem. Na
China, o índice Composto de Xangai teve valorização de 1,14%, enquanto em Hong Kong, o
índice Hang Seng subiu 0,62%, reflexos de bons resultados corporativos divulgados para o
setor de jogos.
No mercado de commodities, o índice Bloomberg de Commodity recua 0,25%, com destaque
para queda de metais básicos (-0,24%) e agrícolas (-0,33%). O petróleo tipo WTI, para entrega
em agosto, cai 0,72%, no momento, sendo negociado a US$ 42,79/barril.
Enquanto os mercados internacionais aguardam a reunião de política monetária do Fed,
amanhã, mantendo o dólar na defensiva, aqui a atenção estará na divulgação da ata do Copom,
que deve ecoar, de maneira mais ampla, a mensagem contida no comunicado, onde no cenário
vislumbrado pela autoridade monetária não haveria espaço para início de um ciclo de corte de
juros a curto prazo. A curva de DIs futuros também deve repercutir as preocupações com os
riscos fiscais, decorrentes das divergências, cada vez mais claras, entre o Planalto e o Ministério
da Fazenda.
Superintendência de Economia
SulAmérica Investimentos
Sulamericainvestimentos.com.br

Documentos relacionados

Hoje na Economia 2015_05_21

Hoje na Economia 2015_05_21 indústria alemã, onde o PMI recuou de 54,1 para 52,8 com o dado de maio. O índice STOXX600 apura perda de 0,15%, nesta manhã. Londres opera com discreta queda; Paris recua 0,49% e Frankfurt perde 0...

Leia mais

Hoje na Economia - Sulamerica Investimentos

Hoje na Economia - Sulamerica Investimentos enquanto em Xangai, o índice Composto subiu 1,27%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu 0,46%. No mercado de câmbio, o dólar é negociado a 120,18 ienes nesta manhã, ligeiramente acima de 119,77 i...

Leia mais