Nº31/2006 - Agricultura e Máquinas

Сomentários

Transcrição

Nº31/2006 - Agricultura e Máquinas
boletim 31:boletim 31.qxd
Nº 31 /2006
3º e 4º Trimestres
21-12-2006
17:18
Page 1
Boletim Informativo do Sector Agrícola do GRUPO AUTO-INDUSTRIAL
Distrib. Gratuita
Tiragem: 3200 ex.
NOVO TRACTOR 936 VARIO TMS
O TRACTOR CONVENCIONAL MAIS POTENTE, MAIS RÁPIDO E MAIS
SOFISTICADO DO MUNDO
• MOTOR de tecnologia 4 válvulas com a potência máxima de 269kW/366cv, a 1800rpm (norma ECE R 24) • SISTEMA DE
INJECÇÃO COMMON RAIL, com pressão de injecção até 1600 bar • CONSUMO ESPECÍFICO ultra-reduzido a 195g/kWh •
VELOCIDADE MÁXIMA de 60km/h, a 2200 rpm • NOVO CONCEITO DE PNEUS, com maior superfície de contacto com o
terreno, para optimizar a transferência de potência do motor até ao solo • NOVO DESIGN, visando um ainda melhor
desempenho do moderno FENDT VARIO TMS • UMA ERGONOMIA IDEAL: o VARIO CENTER integra e centraliza todos
os comandos do tractor ao nível da coluna da direcção e sobre o apoio do braço do condutor • Distinguido com a MEDALHA DE
OURO, no Concurso (Inovação) da AGRITECHNICA 2005, conquistou (Junho de 2006) um dos prémios de desenho mais
prestigiados do mundo, no Concurso Internacional ”RED DOT AWARD PRODUCT DESIGN 2006”. O Júri atribuíu ao novo
FENDT 936 VARIO o galardão “RED DOT: best of the best - o melhor entre os melhores”, pela excelente qualidade do
seu design, incluindo um posto de condução no qual “o operador se sente como num veículo desportivo”.
Numa síntese feliz desta deliberação, uma conceituada revista alemã classificou o novo FENDT 936 VARIO como
”UM AUTOMÓVEL DESPORTIVO NO CAMPO”
A INOVAÇÃO E A QUALIDADE EM TRACTORES
TÊM UM NOME
Editado pelo Grupo Auto-Industrial: Auto-Industrial S.A., Forte Lda, Tractores Ibéricos Lda.
Coordenação Editorial: Engº Fausto Briosa
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 2
CARREGADOR TELESCÓPICO SCORPION
O CONCEITO QUE SURPREENDE: a concepção robusta do braço telescópico permite ao SCORPION movimentar até 4,1
toneladas até à altura de 7, 10m e ser uma alternativa polivalente e económica ao tractor equipado com um carregador frontal.
A BOMBA HIDRÁULICA, com dispositivo de detecção de carga, permite comprimentos
livres importantes e foi dimensionada para poder desempenhar as tarefas mais difíceis.
A GAMA SCORPION compreende 4 modelos, para satisfazer as necessidades de diversos
tipos de exploração e dos prestadores de serviços mais exigentes.
Modelos
Especificações
Capacidade de elevação (kg)
Altura de elevação (m)
Potência do motor *
(kW/cv)
7040
7030
6040
6030
4100
7,10
90 / 122
ou
100 / 136
3200
7,10
75 / 102
ou
90 / 122
3600
6,10
3000
6,10
75 / 102
ou
90 / 122
100 / 136
* ISO 9249
• Excepcional manobrabilidade mesmo em espaços reduzidos: a sua grande
compacidade e o raio de viragem de apenas 3,55m conferem-lhe uma enorme agilidade,
que é ainda melhorada por um comando de joystick ultra-rápido, um accionamento
progressivo e uma visibilidade panorâmica de 360º.
• De 0 a 40km/h, com zero mudanças de velocidade, graças à caixa hidrostática
inteligente VARIOPOWER (única nesta gama de máquinas).
Quando o SCORPION entra a subir num terreno inclinado, diminui automaticamente a sua
velocidade e utiliza apenas a força necessária.
• Óptima distribuição de peso - estabilidade constante
Com o Scorpion, o condutor pode confiar na sua segurança absoluta: um centro de gravidade
muito baixo, um bom desafogo acima do solo e
uma óptima repartição do peso entre os eixos da
frente e de trás (40:60) garantem excelentes
condições de trabalho em qualquer terreno.
- O “JOYSTICK” Scorpio, Tudo na Mão
Apenas com o “joystick” (na mão direita, com a
esquerda livre para segurar o volante) o operador
comanda todas a operações de carga e de
deslocação:
- Marcha à frente/atrás - Estender / encolher o
braço - Ligar / desligar o 3º circuito de controlo
- Levantar / baixar o braço - Engate / desengate
do diferencial do eixo dianteiro
AUTO-INDUSTRIAL S.A. Divisão Agrícola - Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009752 - Fax 214187542 - E-mail: [email protected]-industrial.pt - www.agriculturaemaquinas.com
2
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
EDITORIAL
Quando se procedeu à última
reestruturação do Sector Agrícola do
Grupo AUTO-INDUSTRIAL, foi decidido
que, a partir daquela data, o Boletim
Agricultura & Máquinas, até então
trimestral, passaria a ter uma periodicidade quadrimestral. Como, entretanto,
já tinham sido distribuídos os números 29
e 30 referentes, respectivamente, aos 1º e
2º trimestres de 2006, a presente edição
(Nº. 31) abrange os 3º e 4º trimestres
deste ano, retomando-se a publicação
regular em 2007, com o nº 32,
correspondente ao seu primeiro
quadrimestre.
Para além da informação tradicional,
relativamente a tudo quanto de relevante
se passa nas três Empresas que constituem o sector Agrícola do Grupo, esta
edição regista e descreve as seguintes
novidades, pela primeira vez divulgadas
entre nós e que, pela sua importância a
nível de Fabricantes, de Distribuidores,
de Concessionários e Utilizadores do
material justificam um destaque particular:
-Divisão Agrícola:
• Nova Gama de Lubrificantes Claas
Select;
• Participação da ceifeira-debulhadora
Lexion 570 numa nova técnica de
colheita do Arroz .
-Tractores Ibéricos:
• Kubota tractor sub-compacto BX 2350
• Kubota-veículo multiusos RTV 900
-Forte, Lda:
A MAIOR APRESENTAÇÃO DE
NOVIDADES, DE TODOS OS
TEMPOS, PROMOVIDA PELA
FENDT
Esta última atraiu uma fantástica
assistência de interessados - cerca de
50 000 - nunca antes vista num evento
deste tipo e teve um impacto mundial
enorme, susceptível de influenciar o
próprio processo de mecanização da
Agricultura, como passa a resumir-se:
Teve início em 30 de Agosto do corrente
ano de 2006, com um programa vasto,
rico e variado, que incluíu:
- uma CONFERÊNCIA DE IMPRENSA,
realizada em Würzburg, que contou com a
presença de 150 jornalistas da imprensa
especializada de todo o mundo e teve
como oradores três altos responsáveis do
Grupo AGCO (Presidente do Grupo
AGCO; Porta-Voz do Conselho de
Administração e Vice-Presidente da
FENDT; Vice-Presidente da FENDT para
Page 3
Vendas e Marketing).
Das suas palavras conclui-se que:
- 2006 será um bom ano para o Grupo;
- a FENDT apresenta magníficos resultados, na linha de um crescimento
continuado;
- o objectivo do Grupo, no médio prazo,
é “duplicar os resultados” e, para o
conseguir, apoia-se no lançamento de
novas gamas e novos modelos;
- no mercado alemão a FENDT detém, no
segmento de tractores acima dos 51cv,
uma quota de cerca de 20% (2º lugar
do”ranking” de penetração) e no dos
tractores acima dos 100cv, após 5 anos de
progressivo aumento, superou os 28% da
quota de mercado (1º lugar).
Terminada a conferência de imprensa, os
assistentes deslocaram-se para a Herdade
do Condado de Wadenbrunn, onde
puderam ver uma exposição estática e
experimentar, no terreno, os 21 modelos
novos e assistir a uma festa esplêndida,
com um jantar que reuniu 3 000 convidados e terminou com um “show”
magnífico.
O 31 de Agosto, desde manhã cedo até à
noite, foi dedicado ao DIA DE CAMPO
FENDT
DIA DE CAMPO FENDT
O DIA DE CAMPO FENDT, que reuniu
cerca de 50 000 assistentes interessados
(uma multidão nunca antes vista num
evento deste tipo) foi uma extraordinária
manifestação de vitalidade da marca e,
também, da própria agricultura alemã.
Efectivamente:
- a FENDT goza da lendária fama (e do
proveito) de ser, a nível mundial, líder
incontestado da inovação em tractores; é
corrente dizer-se que o material FENDT
“anda uma geração à frente”, o que aliás
é confirmado pelo facto dos tractores da
marca serem os mais premiados nos
grandes Concursos Internacionais de
Criatividade e de se distinguirem também
por muitos outros atributos positivos,
como robustez, fiabilidade, rendimento,
economia de combustível, encargos de
funcionamento reduzidos, conforto de
condução e de operação, comodidade e
segurança, elevado valor de revenda,
etc…
A apresentação de uma só realização
FENDT, nova, chegaria para atrair muita
gente interessada; no caso presente, 21
modelos novos, de uma só vez, criaram
uma expectativa enorme entre Concessionários alemães e de numerosos outros
países para onde a FENDT exporta, e
agricultores interessados (com predomí-
3
nio esmagador, como é natural, para os
alemães) e contribuíram para a assistência “record” antes referida;
- por outro lado, a fantástica multidão
estimada significa que a agricultura
alemã está viva e fortemente motivada
para fazer investimentos no Sector e
comprar material actualizado. Na
verdade, seria muito difícil fazer comparecer numa manifestação desta índole
agricultores desiludidos, descapitalizados
e sem alternativas viáveis à vista.
Para compreender melhor a euforia
relativa dos agricultores alemães,
transcreve-se, da página 5 do presente
Boletim, o seguinte trecho do discurso
proferido, em nome do Governo da
Baviera e perante 50 000 assistentes, pelo
Ministro Josef Miller, no início do DIA
DE CAMPO EM WADENBRUNN:
“…a subida dos preços das matériasprimas contribui para que se esteja
tentando fomentar, de forma especial, a
área agrícola. Globalmente, Miller vê
aqui uma oportunidade de futuro para a
agricultura alemã, não só como
geradora de energia mas também como
produtora de alimentos”
Sem entrar, por agora, em muitos
considerandos sobre a falta de
perspectivas para grande percentagem
dos agricultores portugueses, deixa-se
aqui apenas uma pergunta: Se a fórmula
citada é válida e atractiva para os
agricultores alemães, porque não tentar
implementá-la no nosso País?
Manuel Martha
SUMÁRIO
Pág.
FENDT - Novo tractor VARIO TMS
CLAAS - Carregador Telescópico
SCORPION
Editorial
FENDT - Maior Apresentação de
Novidades de Todos os Tempos
CLAAS - Nova Técnica de Colheita
do Arroz
CLAAS SELECT - Nova Gama de
Lubrificantes
KUHN - Equipamento para
Produção Animal
LEMKEN - A Marca dos Campeões
KUBOTA - Tractor Sub-Compacto
BX 2350
KUBOTA - Veículo Multiusos
RTV 900
1
2
3
4
6
8
9
10
11
12
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 4
— MAIOR APRESENTAÇÃO DE NOVIDADES DE TODOS
OS TEMPOS
Nos dias 30 e 31 de Agosto do corrente ano de 2006, na Herdade do Condado de WADENBRUNN, próximo de WÜRZURG, a
FENDT apresentou o seu maior programa de novidades de sempre, constituído por 21 modelos de tractores de 73 kW (99cv)
a 269 kW (366cv), que são o reflexo da lendária determinação e da capacidade há longos anos demonstradas para inovar e
“criar horizontes”, assim distribuídos:
4 modelos série 300 VARIO, 5 modelos série 400 VARIO, 4 modelos série 700 VARIO, 2 modelos série 800 VARIO,
6 modelos série 900 VARIO.
Do interessantíssimo e bem elaborado programa, rigorosamente cumprido à boa maneira da FENDT, há dois pontos que merecem
particular destaque:
- a CONFERÊNCIA DE IMPRENSA AGCO/FENDT
- a um nível superior, quer pelo efeito mobilizador de uma multidão de assistentes nunca antes vista, quer quanto à forma
exemplar como decorreu, o DIA DE CAMPO
CONFERÊNCIA DE IMPRENSA AGCO/FENDT
Foram apresentados e debatidos, com os 150 jornalistas da imprensa especializada de todo o mundo presentes, os 3 temas
seguintes: (DESENVOLVIMENTO DO GRUPO AGCO (responsável MARTIN RICHENHAGEN - Presidente de AGCO
CORPORATION); DESENVOLVMENTO DA FENDT (responsável HERMANN MERSCHROT - Vice-Presidente e Porta-Voz do Conselho de Administração da FENDT); NOVOS PRODUTOS FENDT (responsável METER J. PAFFEN - Vice-Presidente da FENDT para Vendas e Marketing).
GRANDE DIA DE CAMPO EM WADENBRUNN - Record de Visitantes
Da esquerda para a direita Meter J.
Paffen; Martin Richenhagen e
Hermann Merschrot
Mais de 20 000cv mostraram a sua
potência num campo de demonstrações de 100ha de superfície.
O dia de campo, organizado pela
FENDT e pela SAATEN-UNION,
celebrou-se pela sétima vez nesta
Herdade.
Os
visitantes
que
participaram no evento vieram da
Alemanha e de outros países e o seu
elevado número - 50 000 - constitui
um record absoluto e é também um
indicador claro da impressionante
combinação de tecnologia, variedade de maquinaria e entretenimento que se pode contemplar aqui.
Além disso, pela primeira vez,
assistiram ao evento responsáveis de
vendas da FENDT de 36 países.
HERMANN MERSCHROT (Vice-Presidente e Porta - VOZ do
Conselho de Administração da
FENDT) HANS-FRIEDRICH FINK
(Director – Geral da Saaten-Union,
na qualidade de representante dos
organizadores) e o Conde Von
Shönborn, anfitrião do evento,
deram as boas vindas a todos os
assistentes. O ministro Joseph
Miller, em nome do Governo da
Baviera, expressou os seus maiores
desejos para o DIA DE CAMPO.
Pormenor do jantar de dia 30 de
Agosto, que reuniu 3 000 convidados
FORTE, Lda.
Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide - Tel 21 000 97 72 - Fax 21 418 75 42
E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
4
Continua na pág. 5
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 5
Continuação da pág. 4
DIA DE CAMPO EM WADENBRUNN
No seu discurso o ministro Miller sublinhou que, nos últimos
tempos, se está a notar um ambiente de esperança, com
boas possibilidades de investimento no Sector Agrícola. A
subida dos preços das matérias-primas contribui para que
se esteja tentando fomentar, de forma especial, a área
agrícola. Globalmente, Miller vê aqui uma oportunidade de
futuro para a agricultura alemã, não só como geradora de
energia mas também como produtora de alimentos.
TAREFAS DE CULTURA COM 20 000cv
Depois, deu-se início à apresentação de 20 000cv nas
superfícies de demonstração. Quase 100 tractores de rodas e
de lagartas mostraram a sua destreza com 180 máquinas
operadoras. Entre eles encontravam-se, naturalmente, as 5
novas séries, com um total de 21 modelos novos.
A série 300 VARIO foi completamente desenvolvida de novo:
todos os tractores estão equipados com a transmissão contínua
VARIO, o que significa que a FENDT aplicou a tecnologia
VARIO também na sua série compacta de 4 cilindros. Estas
vigorosas máquinas mostraram a sua capacidade real na
prática. Desde o início dos trabalhos ficou patente a excelente
manobrabilidade das mesmas, graças às suas dimensões
compactas. Por outro lado, o manejo através do joystick
VARIO foi um jogo de crianças que até resultou divertido.
As novidades da FENDT causaram sensação e captaram a
curiosidade de todos os assistentes
SÉRIE 400 AMPLIADA
Com a nova série 400 VARIO, a FENDT apresentou 5
tractores. Estão equipados de série com uma técnica avançada,
podem utilizar-se de forma muito versátil e, quando se desejar,
podem ser equipados com a tecnologia de ponta das grandes
máquinas.
Os 50 000 visitantes dispersaram-se pelo amplo recinto de
Wadenbrunn e puderam
contemplar com calma os
produtos FENDT
Em Wadenbrunn também se
exibiram tractores de lagartas
de borracha
O TRACTOR CONVENCIONAL MAIS POTENTE E
MAIS RÁPIDO DO MUNDO
A série 900 VARIO apresentou-se em Wadenbrunn com uma
imagem totalmente renovada. Trata-se de 6 modelos com uma
potência máxima de 220 a 366cv e uma velocidade máxima de
60km/h. Equipados com motores Deutz com dispositivo de
economia de combustível e um novo sistema de pneus, estes
tractores oferecem um alto nível de rendibilidade e uma
excelente força de tracção.
A TECNOLOGIA DE COLHEITA EXPERIMENTA UM
DESENVOLVIMENTO POSITIVO
Todas as máquinas puderam ser observadas e avaliadas
durante o trabalho, o que constitui uma enorme ajuda para o
agricultor que está em vias de tomar uma decisão de compra.
Na conferência de imprensa anterior, Martin Richenhagen,
Presidente e Director-Geral da AGCO, anunciou a intenção
da Empresa de desenvolver e construir colhedores de
forragens automotrizes. Quanto a ceifeiras-debulhadoras,
Meter J. Paffen comunicou que a previsão de vendas em 2006
era de 150 unidades e que a colaboração com a LAVERDA tem
dado os frutos esperados: a ceifeira-debulhadora híbrida
FENDT encontra-se ainda em testes mas esperam tê-la
disponível para venda na campanha 2007/2008.
75 anos a abrir os caminhos da
inovação em tractores
FORTE, Lda.
Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide - Tel 21 000 97 72 - Fax 21 418 75 42
E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
5
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 6
NOVA TÉCNICA DE COLHEITA DE ARROZ
O AGRUPAMENTO DE PRODUTORES DE ARROZ DO VALE DO
SADO, LDA. - APARROZ -, com sede
em Alcácer do Sal, ensaiou pela primeira
vez na campanha de 2005 e começou a
aplicar no corrente ano uma nova técnica
de colheita de arroz, visando aumentar
a velocidade de trabalho da ceifeiradebulhadora, com os consequentes
reflexos na redução dos tempos
efectivos da operação e no abaixamento
dos custos do produto. Para conhecer e
divulgar um resumo da história do
APARROZ e das iniciativas promovidas
por aquele Agrupamento para melhorar as
tecnologias utilizadas na cultura do arroz,
Agricultura & Máquinas (A&M)
entrevistou, em 9 de Novembro de 2006,
um dos seus sócios, o Engº. Electrotécnico José Coelho (JC) e o Gerente
Engº. Agrónomo João Reis Mendes
(JRM) com os quais travou o seguinte
diálogo:
A&M - Quando e com que objectivos
foi criado o APARROZ e como se tem
processado a sua evolução?
JC e JRM - O APARROZ nasceu em
1998/99, por vontade de 20 sócios
fundadores.
Quanto à sua evolução, podemos
distinguir 4 fases:
- 1ª (inicial): começou por ser uma
central de vendas, destinada a vender, em
conjunto, o arroz de todos os sócios, da
ordem dos 5/6 milhões de quilogramas. O
objectivo principal era obter melhores
preços, pelo efeito quantidade, e foi
plenamente alcançado;
- 2ª fase (2/3 anos mais tarde): agregação
à central de vendas de uma central de
compras, para aquisição em comum de
factores de produção para fornecer aos
sócios;
- 3ª fase (início em 2002/2003):
assistência técnica aos agricultores
associados, nomeadamente nas áreas da
protecção integrada e depois na da
produção integrada.
Actualmente dispomos de quadros
próprios, conseguimos ser uma das
primeiras Associações a alcançar
reconhecimento para a finalidade em
causa e prestamos assistência a cerca de
7000ha de arroz (de sócios - aproximadamente 1200ha - e não sócios) em
vários locais e também, como actividade
esporádica, a outras culturas, nomeada-
mente milho, sorgo e cereais de Outono /
Inverno;
- 4ª fase - 2005: entrámos na prestação
de serviços de colheita - compra de um
trem de lagartas de borracha, de
origem italiana, e uma frente especial
para arroz de 6,60m de largura (que
julgamos ser a primeira a trabalhar no
nosso País) fabricada em Inglaterra e
constituída por um tambor rotativo que
destaca apenas as espigas e deixa a
quase totalidade da palha em pé sobre o
terreno.
Estes dispositivos foram aplicados numa
máquina de aluguer, que se mostrou
didade e segurança. Todas estas características técnicas, associadas a uma boa
relação qualidade/preço e à garantia de
uma assistência pós-venda profissional,
eficiente e rápida, quer da parte da
ACAILAGRO, Concessionária, quer do
Distribuidor Geral, foram determinantes
na preferência pela CLAAS.
A&M - É legítimo afirmar que os
resultados obtidos confirmam as V.
melhores expectativas?
JC - A máquina ainda só colheu cerca de
200ha e, portanto, entendemos que é cedo
para nos pronunciarmos sobre algumas
características fundamentais da sua
Foto 1 - Manobra para mudar de faixa
demasiado frágil para suportar a dureza
das condições de trabalho.
Em 2006, com 28 sócios no activo, o
APARROZ comprou uma ceifeira-debulhadora CLAAS LEXION 570
(equipada com motor Caterpillar C 12,
de 292 kW/397cv) transferiu para ela os
equipamentos anteriormente referidos
(trem de lagartas e frente de ripagem de
espigas) e, com a colaboração técnica do
Concessionário regional da marca,
ACAILAGRO, e do Distribuidor Geral,
DIVISÃO AGRÍCOLA DO GRUPO
AUTO-INDUSTRIAL, procedeu às
alterações adequadas para melhorar o
rendimento e minimizar as perdas de
grãos.
A&M - Quais as razões que os levaram
a optar pela marca CLAAS?
JC - É uma marca de referência, em
termos comerciais a Nº. 1 da Europa em
ceifeiras-debulhadoras, e o seu material
distingue-se pela inovação, robustez,
fiabilidade, polivalência, rendimento e
qualidade do trabalho, ergonomia, como-
eleição. Podemos no entanto afirmar que,
até agora, a CLAAS 570:
- teve zero avarias e mostrou robustez
suficiente para suportar as dificílimas
condições do seu emprego;
- trabalhou, com folga, em 2ª velocidade,
a 5-6 km/h (a que corresponde um
rendimento cronometrado - dependente
das condições de operablidade do terreno
e da dimensão e configuração dos
canteiros - da ordem dos 15ha em 6h 30
minutos);
- com a aplicação, em 9 de Novembro de
2006, de um sensor especial, montado
por técnicos da ACAILAGRO e da
DIVISÃO AGRÍCOLA, vai poder
trabalhar em 3ª velocidade a cerca de
9km/h, com o inerente acréscimo de
rendimento;
- outro aspecto que me apraz registar com
conhecimento de causa, (porque tenho
conduzido, desde há já vários anos,
ceifeiras-debulhadoras de diversas marcas
na colheita do arroz), respeita à cabina,
Continua na pag. 7
AUTO-INDUSTRIAL S.A. Divisão Agrícola - Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009752 - Fax 214187542 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
6
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Continuação da pag. 6
que é um local de trabalho perfeito, que
satisfaz as maiores exigências e é o sonho
de qualquer condutor, em termos de:
comodidade, conforto, visibilidade,
ergonomia, com tudo à mão, comandado pela alavanca multifuncional ergonómica, que regula a velocidade de
avanço e controla o mecanismo de corte,
etc.
Conduzir uma CLAAS LEXION 570 é
uma experiência única e agradável para
a qual só encontro um qualificativo:
FANTÁSTICO!
A&M - Estão também satisfeitos com o
dispositivo de ripagem das espigas e
com o sistema de lagartas?
JC - Como V. já referiram, e muito bem ,
na introdução, o objectivo do dispositivo
de ripagem das espigas era aumentar o
rendimento efectivo, através da redução
da quantidade de material ingerido pela
máquina e do consequente acréscimo de
velocidade de avanço.
A prática confirmou que assim era na
verdade, em condições normais de
trabalho; contudo houve problemas no
aproveitamento completo das espigas em
plantas acamadas, este ano em maior
percentagem do que é costume, devido às
anormais precipitações caídas no mês de
Outubro e que estão a prolongar-se por
Novembro.
Quanto ao sistema de lagartas, julgamos
que até ao presente está a funcionar bem e
a cumprir a função de reduzir danos na
estrutura do terreno e evitar atascamentos.
A&M - Perspectivas para o futuro do
APARROZ?
JC e JRM - Num programa de curto /
médio prazo, pretendemos:
- melhorar a qualidade dos serviços
tradicionais que prestamos a sócios (e
também, nalguns casos, a não sócios)
designadamente:
• venda e compra em comum de arroz e de
factores de produção, respectivamente;
• assistência técnica à cultura do arroz e
outras de interesse económico que, em
escala com algum significado, se praticam
na Região;
• prosseguir esforços para resolver alguns
problemas já detectados, sobretudo com a
campanha do corrente ano, nomeadamente nas seguintes áreas:
Page 7
- planificação, até onde for possível, da
calendarização das operações culturais
associadas ao arroz (desde a sementeira à
colheita) em ordem a reduzir os tempos
improdutivos na deslocação do material
poração no terreno dos restolhos altos
resultantes do método de colheita
adoptado.
A&M - Agradecendo a V. disponibilidade
para responder às nossas perguntas,
Foto 2 - Início do trabalho num canteiro
até às parcelas de trabalho;
- desenvolvimento de um programa de
sensibilização dos interessados para
melhoria da configuração dos canteiros
(forma desejável rectângulo alongado) e
confessamos o quanto nos impressionou a
vitalidade do APARROZ e o espírito
associativo dos Sócios (a que não é
certamente alheio o nível cultural médio
de todos eles).
Foto3: Volta numa cabeceira: atente-se nas dificílimas condições de operabilidade
do nivelamento dos terrenos de cultura,
continuação das experiências de sementeira directa e realização de ensaios de
técnicas destinadas a reduzir a acama;
- estudo de formas viáveis de incor-
Desejamos que o Vosso ambicioso
programa venha a cumprir-se na ìntegra e
estamos certos de que, com CLAAS,
mesmo para as situações mais difíceis, a
marca tem sempre a solução adequada.
- O SEU ESPECIALISTA DE COLHEITA
AUTO-INDUSTRIAL S.A. Divisão Agrícola - Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009752 - Fax 214187542 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
7
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 8
SELECT
- A NOVA GAMA DE LUBRIFICANTES
A TOTAL é líder europeu em capacidade de refinação e em vendas de
produtos derivados do petróleo bruto e o 4º. a nível mundial.
Em Portugal, a Organização TOTAL está certificada segundo a norma ISO
9001:2000 (Qualidade) abrangendo todas as actividades a operar no nosso
País.
VANTAGENS DA NOVA GAMA DE LUBRIFICANTES CLAAS SELECT
Para os Concessionários:
- aumento do volume de negócios;
- proporcionando contactos mais frequentes com os
utilizadores de máquinas CLAAS, contribui para a
fidelização dos clientes da marca;
Para os Clientes:
- garantia de utilização de lubrificantes da melhor
qualidade,
em
conformidade
com
as
especificações técnicas determinadas pela
CLAAS, idênticos aos que abasteciam a máquina
quando da sua entrega;
- certeza de que a lendária fiabilidade do material
CLAAS não será afectada por insuficiências no
desempenho dos lubrificantes nem por erros na
escolha dos tipos aplicados nos diferentes órgãos.
Dois parceiros de peso e grande prestígio mundial
(CLAAS e TOTAL) fizeram um contrato para
desenvolver e comercializar, através da rede
europeia CLAAS, uma gama de lubrificantes
CLAAS SELECT.
A CLAAS:
- É o Nº. 1 entre os fabricantes europeus de
ceifeiras-debulhadoras e Nº. 1 mundial no
fabrico e comercialização de colhedores de
forragens automotrizes;
Em
2003
comprou
a
RENAULT
AGRICULTURA, completando assim a sua carteira
de material agrícola;
- A partir de 1992 tem mantido um crescimento
anual de cerca de 12% e desde aquela data o seu
volume de vendas mais que triplicou.
+
=
SELECT
AUTO-INDUSTRIAL S.A. Divisão Agrícola - Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009752 - Fax 214187542 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
8
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 9
- EQUIPAMENTO PARA PRODUÇÃO ANIMAL
UMA VASTA GAMA DE MÁQUINAS DE SUPERIOR QUALIDADE COMERCIALIZADA E ASSISTIDA POR
UMA REDE DE CONCESSIONÁRIOS PROFISSIONAIS
EMPALHADOR – PICADOR 2060 H – O EMPALHADOR DE REFERÊNCIA
A carga (neste caso um fardo redondo)
O empalhado (numa vacaria)
• Admite todos os formatos de
fardos (redondos, até 2m
diâmetro) e paralelepipédicos
(até 1,5m de largura).
• Carregamento fácil, através do
taipal traseiro de comando
hidráulico, a partir do solo.
• Projecção da palha em forma
de chuva, até 18m de distância.
• Camas (em vacarias, aviários,
etc.) homogéneas e confortáveis.
• Economia de palha até 25%.
MISTURADORES-DISTRIBUIDORES DE ALIMENTOS
IDEAIS PARA A PREPARAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE RAÇÕES RICAS EM FIBRA
EUROMIX I 870, DE EIXO VERTICAL
• Sem-fim de mistura
accionado por uma caixa
de 90º (exclusiva KUHN)
• 2 contra-facas para um
recorte acelerado e mistura
homogénea
• Capacidade de mistura 8m3
• Distribuição à direita e à
esquerda
• Balança electrónica IND
900, de série.
EUROMIX I 870, vendido por Concessionário FERSILCA (Sócio-Gerente Snr. Fernando Campos, o
segundo a contar da direita).
EUROMIX II 1460 DE 2 TRANSPORTADORES SEM-FIM HORIZONTAIS
A carregar fardos paralelepipédicos
A distribuir cordões de palha, para alimentação
de ovinos
• Sem-fim c/ facas para
acelerar o recorte de
produtos fibrosos
• Capacidade de mistura –
14m3
• Distribuição regular e
simultânea à esquerda e à
direita
• Sistema de pesagem
electrónica IND 900
• Pesagem programável
IND 360, para a preparação
de 15 diferentes tipos de
rações balanceadas com até
15 ingredientes
EUROMIX II 1460, vendido pelo Concessionário MAQUIGUARDA
Atrás da máquina, à direita, na foto de carga, proprietário Snr. PAULO CUNHA (Monte dos Atoleiros - Ladoeiro) acompanhado
pelo Snr. Leonel, vendedor da MAQUIGUARDA.
TRACTORES IBÉRICOS – Portela da Ajuda – 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009728 - Fax 214243943 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
9
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 10
– ESPECIALISTA DE SEMENTEIRA E LÍDER DE VENDAS DE MÁQUINAS DE PREPARAÇÃO
E TRABALHO DO TERRENO NO EXIGENTE MERCADO ALEMÃO
GRADES
ROTATIVAS
DE
EIXO
VERTICAL
(ROTOTERRAS) Série "ZIRKON": 7 modelos rígidos, c/ larg.
de trabalho de 2,5m a 4,5m; 4 modelos dobráveis
hidraulicamente, para larguras de 4 a 6m. Concebidas para
combinar com semeadores montados e com rolos de vários tipos.
CHARRUAS REVERSÍVEIS VARI-EUROPAL, de largura
variável (regos estreitos, para sementeira imediata; regos
largos, como na figura, para lavouras de Inverno e sementeira
na Primavera).
CULTIVADORES DE RELHAS PÉ DE PATO E DISCOS
CÔNCAVOS SMARAGD: óptimos para romper restolhos,
incorporar matéria orgânica no terreno e realizar a primeira etapa
da próxima colheita; combinados com uma grade de gaiolas
rolantes, podem, em certas condições, fazer uma "mobilização
mínima" e deixar, numa só passagem, a terra pronta para ser
semeada.
CULTIVADORES DE DISCS RECORTADOS (de montagem
individual e dupla obliquidade) RUBIN 9, para altos
rendimentos; ideais para incorporar e misturar na camada
superficial do solo restolhos e outros resíduos orgânicos e para a
preparação da cama de sementeira de terras previamente
lavradas.
THE AGROVISION COMPANY
A MARCA DOS CAMPEÕES
VENCEDORA DE 4 CAMPEONATOS
MUNDIAIS DE LAVOURA:
1992; 1993; 1996; 2000
SEMEADOR PNEUMÁTICO SOLITAIR combinado com uma
ROTOTERRA "ZIRKON", para sementeira directa ou sobre
restolhos e larguras de trabalho de 3 a 4,5m.
Pode trabalhar só ou com RUBIN, SMARAGD, etc; o dispositivo
electrónico LEMKEN Solitronic controla todas as funções.
AUTO-INDUSTRIAL S.A. Divisão Agrícola - Portela da Ajuda 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009752 - Fax 214187542 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
10
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 11
NOVO TRACTOR SUB – COMPACTO
BX
BX 2350
Um tractor sub – compacto desenhado e construído para qualquer
trabalho de jardinagem e manutenção de espaços verdes
POTÊNCIA
TRACTOR SUB-COMPACTO
BX 2350
CONFORTO
VERSATILIDADE
Os novos tractores Kubota BX 2350 combinam o desempenho e a
versatilidade de um tractor compacto com a agilidade e a facilidade de
operação de um corta-relvas automotriz profissional, graças à incorporação,
como equipamento de série, de: um sistema hidráulico completo; um engate
de 3 pontos, traseiro, tipo 1; uma tdf independente (traseira: 540rpm - e
ventral: 2500rpm); uma direcção hidrostática
Corte e recolha de relva
Trabalho com carregador frontal
OUTRAS CARACTERÍSTICAS
• Potência do motor: 23cv (17,2 kW);
• Transmissão hidrostática, gamas Hi-Lo (2F/2R); Velocidades
(km/h): F (0-13); R (0-10);
• Tracção: 4 RM;
• Engate 3 pontos e tdf frontais, para accionamento de máquinas
à frente (opcionais)
Preparação do terreno:
• Largura de trabalho: 800mm
• Profundidade de trabalho: até 140mm
TRACTORES IBÉRICOS – Portela da Ajuda – 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009728 - Fax 214243943 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
11
boletim 31:boletim 31.qxd
21-12-2006
17:18
Page 12
VEÍCULO MULTIUSOS
RTV 900
ATRAVES DA EUROPA, PESSOAS DE TODOS OS MODOS DE VIDA UTILIZAM OS SEUS
KUBOTA RTV 900 DE INUMERAS FORMAS.
NOVO
Todo o terreno ou na estrada
A homologação estrada do RTV 900 oferece-vos a melhor das combinações. Dotada
de características que satisfazem as normas CE, a versão homologada estrada
permite utilizá-lo como todo o terreno ou conduzi-lo na estrada, segundo o vosso
desejo.
Fig. 1 - Todo o terreno-estrada
A SÉRIE RTV 900 COMPREENDE 5
MODELOS
RTV 900 G/W/R
Não homologação estrada
• Motor Diesel, 3 cilindros; 21,9cv (16,1kW);
898 cm3
• Transmissão: hidrostática, 3 gamas de
variação contínua
• Velocidade máxima: 40km/h
• Capacidade de carga: 770 a 790kg
RTV 900 EC/R EC
Homologação estrada
• Motor Diesel, 3 cilindros; 21,9cv (16,1kW);
898 cm3
• Transmissão: hidrostática, 3 gamas de variação
contínua;
• Velocidade máxima: 40km/h
• Capacidade de carga: 695kg
Fig. 2 - Kit caixa de carga basculante hidráulica
Se ainda não conhece o RTV 900, peça uma demosntração ao seu
Concessionário KUBOTA e ficará convencido de que este veículo multiusos
pode chegar a qualquer sítio e é a ferramenta que lhe faltava.
RTV 900R - Lazer (ex. caça)
TRACTORES IBÉRICOS – Portela da Ajuda – 2790-194 Carnaxide
Tel. 210009728 - Fax 214243943 - E-mail: [email protected] - www.agriculturaemaquinas.com
12
Palma - Tel. 244 447 120 - Mira de Aire
Legenda dos modelos:
G – geral
W – estaleiro
R – lazer (ex. caça)
CE – homologação estrada

Documentos relacionados

Nº32/2007 - Agricultura e Máquinas

Nº32/2007 - Agricultura e Máquinas a melhorar a qualidade de rolamento das bolas, nos relvados naturais. Participaram na Convenção cerca de 350 pessoas (das quais 40 eram Concessionários portugueses) distribuídas em grupos de 50. O ...

Leia mais

Nº 37/2008 - Agricultura e Máquinas

Nº 37/2008 - Agricultura e Máquinas Modelos: M6040; M7040; M8540; M9540 Com o fim de dar a conhecer a história dos quatro modelos de grande versatilidade e de preço razoável da nova série M 40, a KUBOTA TIMES (KT) - Publicação do Gru...

Leia mais

Nº28/2005 - Agricultura e Máquinas

Nº28/2005 - Agricultura e Máquinas melhorar consideravelmente o rendimento de trabalho

Leia mais

Nº 36/2008 - Agricultura e Máquinas

Nº 36/2008 - Agricultura e Máquinas ENTREGA DE TRACTOR M 108 S (79,8kW / 108,5 cv) Cliente: Sr. José António Leitão – Casével – Santarém A venda do tractor em referência foi promovida por M. J. NALHA, Lda., com sede na Chamusca; esta...

Leia mais

Nº 35/2008 - Agricultura e Máquinas

Nº 35/2008 - Agricultura e Máquinas Reino Unido) os Distribuidores de Portugal e da Grécia e dos demais países Europeus. A sessão de abertura foi presidida por algumas das mais importantes personalidades da Kubota Corporation (nomead...

Leia mais

powermondial - Agricultura e Máquinas

powermondial - Agricultura e Máquinas equipado com uma transmissão contínua neste segmento de potência. Os Engenheiros da FENDT conseguiram integrar as tecnologias das gamas VARIO de grande potência num tractor muito polivalente e de t...

Leia mais

novo tractor kubota m 105 dtq

novo tractor kubota m 105 dtq • SISTEMA DE ENGATE DE TRÊS PONTOS: - os circuitos hidráulicos (3 versões + 6 packs de distribuidores) dão resposta a todas as necessidades; - relativamente ao circuito de 3 bombas (único no mercad...

Leia mais