Artesanato em Macramé é alternativa de renda em Palmeira

Сomentários

Transcrição

Artesanato em Macramé é alternativa de renda em Palmeira
Emater -
Artesanato em Macramé é alternativa de renda em Palmeira
Ponta Grossa
Postado em: 08/07/2016
A produção de fumo e soja são as principais atividades agrícolas no município, mas ultimamente os
produtores estão buscando alternativas como a olericultura, a produção de uva e o artesanato. Em
junho um grupo de 38 mulheres recebeu treinamento em cursos de artesanato em cordas,
conhecido como macramê. Moradoras das comunidades de Campestrinho, Água Clara e Limeira
participaram dos cursos ministrados por Ingo Oscar Bauchrowit, do Instituto Emater.
A produção de fumo e soja são as principais atividades agrícolas no município, mas ultimamente os
produtores estão buscando alternativas como a olericultura, a produção de uva e o artesanato, etc.
Em junho um grupo de 38 mulheres recebeu treinamento em cursos de artesanato em cordas,
conhecido como macramê. Moradoras das comunidades de Campestrinho, Água Clara e Limeira
participaram dos cursos ministrados por Ingo Oscar Bauchrowit, do Instituto Emater. A atividade é
uma resposta à demanda que despontou por meio de um diagnóstico realizado com as famílias
cadastradas no projeto de Sustentabilidade, desenvolvido pelos extensionistas, com recursos do
Ministério do Desenvolvimento Agrário.
As mulheres fizeram trabalhos manuais como suportes para vasos de flores, prateleiras e estantes.
Com o artesanato elas esperam obter uma renda mensal extra na propriedade. A matéria prima para
o curso é de baixo custo, pois os produtores possuem estes materiais na propriedade. São os
mesmos que se utiliza na cultura do fumo. A intenção é fazer com que as participantes aperfeiçoem
seus trabalhos, produzindo uma variedade de outros produtos utilitários e decorativos, como bolsas,
cortinas e outros.
O artesanato está deve ser vendido nas feiras que foram criadas pelo Sindicato dos Trabalhadores
Rurais de Palmeira, podendo expandir para outros pontos de venda. Bauchrowit disse ainda que
além de trazer renda, o artesanato contribui para o aumento da auto estima das mulheres e estimula
as relações sociais entre as mulheres e também delas com a comunidade.
http://www.emater.pr.gov.br
1/10/2016 15:18:17 - 1