Demonstrações Financeiras em Padrões Internacionais

Сomentários

Transcrição

Demonstrações Financeiras em Padrões Internacionais
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações financeiras intermediárias em
30 de setembro de 2015 e relatório dos
auditores independentes
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de
dezembro de 2014
Conteúdo
Relatório de revisão dos auditores independentes sobre as
demonstrações financeiras intermediárias. .....................................2
Balanços patrimoniais .....................................................................4
Demonstrações dos resultados e outros resultados abrangentes ....6
Demonstrações das mutações do patrimônio líquido ...................11
Demonstrações dos fluxos de caixa ..............................................13
Demonstrações dos valores adicionados ......................................17
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias .19
2
Relatório dos auditores
demonstrações financeiras
independentes
sobre
as
Aos Acionistas, Conselheiros e Administradores
Cosan S.A. Indústria e Comércio
São Paulo - SP
Introdução
Revisamos as informações contábeis intermediárias, individuais e consolidadas, da Cosan S.A.
Indústria e Comércio (“Companhia”), contidas no Formulário de Informações Trimestrais - ITR
referente ao trimestre findo em 30 de setembro de 2015, que compreendem o balanço patrimonial
em 30 de setembro de 2015 e as respectivas demonstrações do resultado e do resultado
abrangente para os períodos de três e nove meses findos naquela data e das mutações do
patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o período de nove meses findo naquela data,
incluindo as notas explicativas.
A administração da Companhia é responsável pela elaboração das informações contábeis
intermediárias individuais de acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 21(R1) Demonstração Intermediária e das informações contábeis intermediárias consolidadas de acordo
com o CPC 21(R1) e com a norma internacional IAS 34 - Interim Financial Reporting, emitida
pelo International Accounting Standards Board - IASB, assim como pela apresentação dessas
informações de forma condizente com as normas expedidas pela Comissão de Valores
Mobiliários, aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais - ITR. Nossa responsabilidade é
a de expressar uma conclusão sobre essas informações contábeis intermediárias com base em
nossa revisão.
Alcance da revisão
Conduzimos nossa revisão de acordo com as normas brasileiras e internacionais de revisão de
informações intermediárias (NBC TR 2410 - Revisão de Informações Intermediárias Executada
pelo Auditor da Entidade e ISRE 2410 - Review of Interim Financial Information Performed by
the Independent Auditor of the Entity, respectivamente). Uma revisão de informações
intermediárias consiste na realização de indagações, principalmente às pessoas responsáveis pelos
assuntos financeiros e contábeis e na aplicação de procedimentos analíticos e de outros
procedimentos de revisão. O alcance de uma revisão é significativamente menor do que o de uma
auditoria conduzida de acordo com as normas de auditoria e, consequentemente, não nos permitiu
obter segurança de que tomamos conhecimento de todos os assuntos significativos que poderiam
ser identificados em uma auditoria. Portanto, não expressamos uma opinião de auditoria.
3
Conclusão sobre as informações intermediárias
Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar
que as informações contábeis intermediárias incluídas nas informações trimestrais acima referidas
não foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, de acordo com o CPC 21(R1) e o IAS 34
aplicáveis à elaboração de Informações Trimestrais - ITR e apresentadas de forma condizente
com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários.
Outros assuntos
Demonstrações do valor adicionado
Revisamos, também, as demonstrações do valor adicionado (DVA), individuais e consolidadas,
referentes ao período de nove meses findo em 30 de setembro de 2015, preparadas sob a
responsabilidade da administração da Companhia, cuja apresentação nas informações
intermediárias é requerida de acordo com as normas expedidas pela CVM - Comissão de Valores
Mobiliários aplicáveis à elaboração de Informações Trimestrais - ITR e considerada informação
suplementar pelas IFRS, que não requerem a apresentação da DVA. Essas demonstrações foram
submetidas aos mesmos procedimentos de revisão descritos anteriormente e, com base em nossa
revisão, não temos conhecimento de nenhum fato que nos leve a acreditar que não foram
elaboradas, em todos os seus aspectos relevantes, de forma consistente com as informações
contábeis intermediárias individuais e consolidadas tomadas em conjunto.
Valores correspondentes
As informações contábeis intermediárias, individuais e consolidadas, correspondentes ao
exercício findo em 31 de dezembro de 2014 apresentadas para fins de comparação foram
anteriormente auditadas por outros auditores independentes que emitiram relatório datado em 18
de março de 2015 que não conteve qualquer modificação.
A revisão das informações contábeis intermediárias, individuais e consolidadas, relativas ao
período findo em 30 de setembro de 2014, preparados originalmente antes da cisão parcial da
Companhia e incorporação pela Cosan Logística da parcela cindida que corresponde às suas
atividades de logística, descritos na nota 2.3, foram conduzidos sob a responsabilidade de outros
auditores independentes, que emitiram relatório de revisão sem modificações, com data de 5 de
novembro de 2014. Como parte da nossa revisão das informações contábeis intermediárias do
trimestre findo em 30 de setembro de 2015, revisamos os ajustes nos valores correspondentes das
informações contábeis intermediárias de 2014 e não temos conhecimento de nenhum fato que nos
leve a acreditar que tais ajustes não foram efetuados, em todos os aspectos relevantes, de forma
apropriada. Não fomos contratados para auditar, revisar ou aplicar quaisquer outros
procedimentos sobre as informações contábeis intermediárias referentes ao trimestre findo em 30
de setembro de 2014 e, portanto, não expressamos opinião ou qualquer forma de asseguração
sobre eles tomados em conjunto.
4
Os valores correspondentes relativos às Demonstrações do valor adicionado (DVA), individuais e
consolidadas, referentes ao período de nove meses findo em 30 de setembro de 2014, foram
submetidos aos mesmos procedimentos de revisão por aqueles auditores independentes e, com
base em sua revisão, aqueles auditores emitiram relatório reportando que não tiveram
conhecimento de nenhum fato que os levasse a acreditar que a DVA não foi elaborada, em todos
os seus aspectos relevantes, de forma consistente com as informações contábeis intermediárias
individuais e consolidadas tomadas em conjunto.
São Paulo, 10 de novembro de 2015
KPMG Auditores Independentes
CRC 2SP014428/O-6
Carlos Augusto Pires
Contador CRC 1SP184830/O-7
5
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Balanços patrimoniais
em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais - R$)
Nota
Ativos
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Contas a receber de clientes
Instrumentos financeiros derivativos
Estoques
Recebíveis de partes relacionadas
Imposto de renda e contribuição
social
Outros tributos a recuperar
Outros contas a receber
Dividendos a receber
Outros ativos
Ativos disponíveis para venda
Ativo circulante
Contas a receber de clientes
Imposto de renda e contribuição
social diferidos
Recebíveis de partes relacionadas
Imposto de renda e contribuição
social
Outros tributos a recuperar
Depósitos judiciais
Outros contas a receber
Instrumentos financeiros derivativos
Outros ativos
Investimentos em associadas
Investimentos em controladas
em conjunto
Propriedades para investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo não circulante
Total do ativo
4
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
40.313
398.820
47.912
376.004
6.059
29.413
1.865.000
214.890
862.131
462.899
392.141
85.912
1.540.192
149.735
822.424
30.069
347.903
51.387
8.930
3.741
76.445
79.392
28.068
683.621
36.081
91
69.683
47.425
131.748
696.504
86.099
96.483
76.445
212.938
65.383
289.295
4.709.616
93.780
78.516
69.683
36.130
163.480
25.089
3.408.388
5
-
-
36.933
34.299
16
7
185.633
210.221
296.203
201.543
213.288
212.527
17
6
23
8.778
247.013
1.212.251
592.188
11.606.895
8.778
236.239
38.092
429.988
469.984
11.040.183
8.778
15.215
405.628
2.084.354
810.919
146.506
8.778
17.299
388.714
370.497
850.297
644.912
130.678
2.850.166
25.324
6.734
16.734.982
2.942.384
26.664
6.342
15.408.875
8.279.197
2.385.932
383.654
9.414.262
24.469.124
8.404.502
2.641.978
351.435
9.426.120
23.695.324
17.418.603
16.105.379
29.178.740
27.103.712
5
23
7
6
10
8
9
10
11
12
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
6
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Balanços patrimoniais
em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais - R$)
Nota
Passivos
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Imposto de renda e contribuição
social
Outros tributos a pagar
Dividendos a pagar
Pagáveis a partes relacionadas
Outras contas a pagar
13
23
14
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
385.365
898
19.534
266.006
8.843
2.528
19.451
1.147.344
949
1.545.339
94.756
856.334
13.803
971.170
101.115
-
21.134
42.988
27.626
22.747
15.106
409.167
18.612
200.600
12.437
1.669.152
40.633
136.135
15.756
129.093
106.848
300.435
20.347
122.449
131.930
871.429
2.240.784
3.219.208
2.545.209
13
-
-
7.852.483
6.541.268
18
2.106.730
1.926.888
2.106.730
1.926.888
23
15
17
7
25
143.763
165.411
271.566
4.791.309
131
64.291
2.160
253.372
1.888.535
139
756.008
165.411
691.966
317.746
319.632
334.565
644.401
301.764
16
521.229
804.311
1.482.922
1.542.676
111.701
106.623
443.272
498.036
Passivo não circulante
8.111.840
5.046.319
13.816.538
12.109.230
Total do passivo
8.983.269
7.287.103
17.035.746
14.654.439
3.822.725
(58.694)
955.285
70.346
3.653.252
(7.580)
3.632.231
(58.694)
950.694
175.298
4.118.747
-
3.822.725
(58.694)
955.285
70.346
3.653.252
(7.580)
3.632.231
(58.694)
950.694
175.298
4.118.747
-
8.435.334
-
8.818.276
-
8.435.334
3.707.660
8.818.276
3.630.997
8.435.334
8.818.276
12.142.994
12.449.273
17.418.603
16.105.379
29.178.740
27.103.712
15
7
Passivo circulante
Empréstimos e financiamentos
Obrigações com acionistas
preferencialistas em subsidiárias
Instrumentos financeiros derivativos
Outros tributos a pagar
Provisão para demandas judiciais
Pagáveis a partes relacionadas
Pensão e benefícios pós-emprego
Imposto de renda e contribuição
social diferidos
Outras contas a pagar
Patrimônio líquido
Capital social
Ações em tesouraria
Reserva de capital
Ajustes de avaliação patrimonial
Reservas de lucros
Prejuízo acumulados
Patrimônio líquido atribuível aos:
Acionistas controladores
Acionistas não controladores
Total do patrimônio líquido
Total do passivo e patrimônio líquido
19
8
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
7
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações de resultados e outros resultados abrangentes
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)
Nota
Despesas gerais e administrativas
Outras despesas operacionais,
aaalíquidas
Despesas operacionais
Resultado financeiro
Despesas financeiras
Receitas financeiras
Variação cambial
Derivativos
(91.225)
(25.141)
(75.383)
(12.588)
(42.663)
(126.613)
(217.838)
(18.500)
(43.641)
(150.334)
(225.717)
(42.663)
(217.838)
(43.641)
(225.717)
8
348.739
748.759
79.034
355.479
9
(27.229)
321.510
(92.218)
656.541
91.433
170.467
338.830
694.309
(114.404)
58.608
(1.130.449)
757.549
(428.696)
(350.152)
117.656
(1.706.861)
1.209.992
(729.365)
(98.409)
13.314
(298.747)
154.348
(229.494)
(354.343)
83.940
(131.844)
30.351
(371.896)
(149.849)
(290.662)
(102.668)
96.696
136.506
136.506
283.082
283.082
89.517
89.517
3.422
205.942
209.364
(13.343)
(7.580)
(13.151)
306.060
-
-
28.384
69.442
(13.343)
(7.580)
15.233
375.502
22
21
(Prejuízo) lucro antes do imposto de
renda e contribuição social
Imposto de renda e contribuição
social
Corrente
Diferidos
(Prejuízo) lucro líquido das
aaoperações em continuidade
Lucro líquido das operações
aadescontinuadas
(Prejuízo) lucro líquido do período
8
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(30.075)
Prejuízo antes do resultado da
aaequivalência patrimonial e do
aaresultado financeiro
Resultado de equivalência
aapatrimonial
Equivalência patrimonial em
aaaassociadas
Equivalência patrimonial das
aaacontroladas em conjunto
01/07/2015 a
30/09/2015
Controladora
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
16
2.3
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações de resultados e outros resultados abrangentes
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)
Outros resultados abrangentes
Itens que não serão reclassificados
para o resultado:
Perdas atuariais de plano de
aaabenefícios definido
Tributos diferidos
-
-
1.827
(621)
1.206
923
(314)
609
Diferenças cambiais de conversão
aaade operações no exterior - CTA
(38.674)
(65.361)
(4.634)
(16.659)
Perda com hedge de fluxo de caixa
aaaem controladas em conjunto
(96.944)
(40.789)
(41.833)
(83.214)
515
(135.103)
1.198
(104.952)
65
14.201
(32.201)
927
27.978
(70.968)
Outros resultados abrangentes,
aalíquidos de imposto de renda
aae contribuição social
(135.103)
(104.952)
(30.995)
(70.359)
Resultado abrangente total
(148.446)
(112.532)
(15.762)
305.143
(R$0,03)
-
(R$0,02)
-
(R$0,03)
R$0,07
R$0,75
R$0,18
(R$0,03)
(R$0,02)
R$0,04
R$0,93
(R$0,03)
-
(R$0,02)
-
(R$0,03)
R$0,07
R$0,74
R$0,17
(R$0,03)
(R$0,02)
R$0,04
R$0,91
Itens que podem ser reclassificados
aaapara o resultado:
Variação líquida no valor justo de
aaativos financeiros disponíveis para
aaavenda
Tributos diferidos
(Prejuízo) lucro básico por ação
Operações continuadas
Operações descontinuadas
(Prejuízo) lucro diluído por ação
Operações continuadas
Operações descontinuadas
20
20
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
9
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações de resultados e outros resultados abrangentes
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)
Nota
Receita operacional líquida
Custos dos produtos vendidos e dos
aaaserviços prestados
Lucro bruto
Despesas de vendas
Despesas gerais e administrativas
Outras despesas operacionais,
aaalíquidas
Despesas operacionais
Resultado financeiro
Despesas financeiras
Receitas financeiras
Variação cambial
Derivativos
(4.475.042)
1.841.735
(1.488.800)
612.150
(4.302.578)
1.803.132
(231.060)
(143.793)
(671.419)
(427.269)
(229.667)
(133.887)
(660.572)
(392.089)
(12.413)
(387.266)
(113.187)
(1.211.875)
(5.509)
(369.063)
(102.990)
(1.155.651)
252.631
629.860
243.087
647.481
8
419
(2.740)
(3.369)
(2.702)
9
28.767
29.186
276.812
274.072
79.168
75.799
464.633
461.931
(270.170)
140.838
(180.793)
105.999
(204.126)
(829.683)
279.002
(641.767)
442.847
(749.601)
(248.536)
44.908
(209.636)
116.513
(296.751)
(704.344)
143.825
(108.077)
58.433
(610.163)
77.691
154.331
22.135
499.249
(11.393)
(6.662)
(18.055)
(118.882)
148.923
30.041
(38.792)
74.022
35.230
(92.061)
113.223
21.162
59.636
184.372
57.365
520.411
-
-
38.324
92.698
59.636
184.372
95.689
613.109
22
21
Lucro antes do imposto de
renda e contribuição social
Imposto de renda e contribuição
aaasocial
Corrente
Diferidos
Lucro líquido das operações em
aaacontinuidade
Lucro líquido das operações
aaadescontinuadas
Lucro líquido do período
10
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
6.105.710
(1.619.341)
639.897
Lucro antes do resultado da
aaaequivalência patrimonial e do
aaaresultado financeiro líquido
Resultado de equivalência
aaapatrimonial
Equivalência patrimonial em
aaaassociadas
Equivalência patrimonial das
aaacontroladas em conjunto
01/07/2015 a
30/09/2015
2.259.238
Consolidado
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
6.316.777
2.100.950
16
2.3
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações de resultados e outros resultados abrangentes
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto resultado por ação)
Outros resultados abrangentes
Itens que não serão reclassificados
aaapara o resultado:
Perdas atuariais de plano de
aaabenefícios definido
Tributos diferidos
-
-
3.027
(1.029)
1.998
1.611
(548)
1.063
Diferenças cambiais de conversão
aaade operações no exterior - CTA
(38.674)
(65.361)
(4.634)
(16.658)
Perda com hedge de fluxo de
aaacaixa em controladas em conjunto
(97.338)
(40.459)
(41.833)
(83.214)
4.132
(504)
(132.384)
7.561
(2.901)
(101.160)
65
14.201
(32.201)
2.411
27.472
(69.989)
(132.384)
(101.160)
(30.203)
(68.926)
Resultado abrangente total
(72.748)
83.212
65.486
544.183
(Prejuízo) lucro atribuído aos:
Acionistas controladores (incluindo
aaaoperações descontinuadas)
Acionistas não controladores
(13.344)
72.980
(7.580)
191.952
15.234
80.455
375.502
237.607
(148.447)
75.699
(112.532)
195.744
(15.762)
81.248
305.143
239.040
Itens que podem ser reclassificados
aaapara o resultado:
Variação líquida no valor justo de
aaaativos financeiros disponíveis
aaapara venda
Tributos diferidos
Outros resultados abrangentes,
líquidos de imposto de renda
e contribuição social
Resultado abrangente atribuível aos:
Acionistas controladores
Acionistas não controladores
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
11
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações das mutações do patrimônio líquido
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$)
Reservas de Lucros
4.691.822
-
(104.337)
-
856.910
-
Ajuste de
avaliação
patrimonial
221.351
-
-
-
-
(54.921)
-
-
-
-
-
(54.921)
-
(54.921)
-
-
-
(16.659)
-
-
-
-
-
(16.659)
-
(16.659)
-
-
-
609
-
-
-
-
-
609
454
1.063
-
-
-
612
-
-
-
-
-
612
979
1.591
-
45.643
-
7.689
(70.359)
-
-
(63.645)
-
(30.744)
-
-
375.502
-
305.143
45.643
(94.389)
7.689
239.040
(79.850)
-
544.183
45.643
(174.239)
7.689
-
45.643
7.689
-
-
(63.645)
(30.744)
-
-
(41.057)
(79.850)
(120.907)
-
-
(35.814)
-
-
-
-
-
-
(35.814)
-
(35.814)
-
-
(1.316)
-
-
-
-
-
-
(1.316)
3.514
2.198
4.691.822
(58.694)
(37.130)
827.469
150.992
237.030
2.353.968
217.574
1.168.151
375.502
(37.130)
9.963.814
3.514
3.941.216
(33.616)
13.905.030
Capital
social
Saldo em 1° de janeiro de 2014
Lucro do período
Perda de hedge de fluxo de caixa em
controladas em conjunto
Diferenças cambiais de conversão de
operações no exterior - CTA
Perdas atuariais em plano de benefício
definido, líquido de imposto
Variação líquida no valor justo de ativos
financeiros disponíveis para venda, líquido
de imposto
Total dos resultados abrangentes do
período
Exercício de plano de opções de ações
Dividendos
Opção outorgadas reconhecidas
Total de contribuições ou distribuições
aos acionistas da Cosan, reconhecidos
diretamente no patrimônio líquido
Custo com emissão de ações preferenciais
em controlada
Aquisição de participação de acionistas não
controladores
Total de contribuições ou distribuições
aos acionistas da Cosan, reconhecidos
diretamente no patrimônio líquido
Saldo em 30 de setembro de 2014
Ações em
tesouraria
Reservas de
capital
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
12
Reserva
estatutária
Legal
237.030
-
2.417.613
-
Lucros a
realizar
Retenção
de lucros
Prejuízo
acumulados
248.318
-
1.168.151
-
375.502
9.736.858
375.502
Participação de
acionistas não
controladores
3.778.512
237.607
Total do
patrimônio
líquido
13.515.370
613.109
Total
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações das mutações do patrimônio líquido
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$)
Reservas de lucros
Saldo em 1° de janeiro de 2015
Lucro (Prejuízo) do período
Ganho de hedge de fluxo de caixa em
controladas em conjunto
Diferenças cambiais de conversão de
operações no exterior - CTA
Variação líquida no valor justo de ativos
financeiros disponíveis para venda, líquido de
imposto
Total dos resultados abrangentes do
período
Aumento de capital
Efeito da distribuição de dividendos para não
controladores
Dividendos
Opção outorgadas reconhecidas
Total de contribuições ou distribuições aos
acionistas da Cosan, reconhecidos
diretamente no patrimônio líquido
Aquisição de participação de acionistas não
controladores
Total das transações com acionistas da
Cosan, reconhecida diretamente no
patrimônio líquido
3.632.231
-
(58.694)
-
950.694
-
Outros
componentes do
patrimônio
líquido
175.298
-
-
-
-
(40.789)
-
-
-
-
-
(40.789)
-
(40.789)
-
-
-
(65.361)
-
-
-
-
-
(65.361)
-
(65.361)
-
-
-
1.198
-
-
-
-
-
1.198
3.792
4.990
Saldo em 30 de Setembro de 2015
Capital
social
Ações em
tesouraria
Reservas de
capital
Lucros a
realizar
Retenção de
lucros
Prejuízos
acumulados
251.631
-
2.481.391
-
217.574
-
1.168.151
-
(7.580)
Participação de
acionistas não
controladores
Total do
patrimônio
líquido
8.818.276
(7.580)
3.630.997
191.952
12.449.273
184.372
Total
-
-
-
(104.952)
-
-
-
-
(7.580)
(112.532)
195.744
83.212
190.494
-
-
-
-
(190.494)
-
-
-
-
-
-
-
-
(3.144)
-
-
-
-
-
-
(3.144)
3.144
-
-
-
8.228
-
-
(34.093)
-
(46.553)
-
(194.355)
-
-
(275.001)
8.228
(124.655)
-
(399.656)
8.228
190.494
-
5.084
-
-
(224.587)
(46.553)
(194.355)
-
(269.917)
(121.511)
(391.428)
-
-
(493)
-
-
-
-
-
-
(493)
2.430
1.937
-
-
(493)
-
-
-
-
-
-
(493)
2.430
1.937
3.822.725
(58.694)
955.285
70.346
251.631
2.256.804
171.021
973.796
(7.580)
8.435.334
3.707.660
12.142.994
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias.
13
Reserva
estatutária
Legal
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações dos fluxos de caixa
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Controladora
01/01/2015 a
30/09/2015
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(290.662)
96.696
2.987
(748.759)
92.218
8.229
29.747
750.748
4.607
(150.885)
2.495
(355.479)
(338.830)
7.689
29.867
349.391
34.560
(173.611)
(174.281)
(1.638)
(11.626)
(3.089)
(11.646)
17.225
(185.055)
(65.000)
31.088
(40.131)
(798)
(9.848)
(9.279)
(58.208)
71.757
(80.419)
(335.940)
(254.030)
(43.691)
196.339
34.425
(2.038)
(3.372)
1.937
183.600
(111.124)
293.923
315.010
(2.628)
2.194
497.375
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Captações de empréstimos e financiamentos
Amortização de juros s/ empréstimos e financiamentos
Partes relacionadas
Instrumentos financeiros derivativos
Dividendos pagos
Ações em tesouraria
Opções de ações exercidas
Caixa líquido utilizado nas atividades de financiamento
(3.975)
(12.642)
105.597
(272.331)
(183.351)
550.000
(491.619)
(164.555)
(99.352)
(148.537)
45.643
(308.420)
Decréscimo líquido em caixa e equivalentes de caixa
Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício
Caixa e equivalentes de caixa no final do exercício
(335.691)
376.004
40.313
(65.075)
256.091
191.016
Nota
Fluxo de caixa das atividades operacionais
(Prejuízo) lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para:
Depreciação e amortização
Equivalência patrimonial em controladas e associadas
Equivalência patrimonial em controladas em conjunto
Opção de ações outorgadas
Provisão para demandas judiciais
Juros, variações monetárias e cambiais, líquidos
Outros
11 / 12
8
9
22
Variação em:
Títulos e valores mobiliários
Impostos a recuperar
Partes relacionadas
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Provisão para demandas judiciais
Impostos a pagar
Outros ativos e passivos, líquidos
Caixa líquido utilizado nas
atividades operacionais
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Aporte de capital em controladas e coligadas
Dividendos recebidos de controladas e associadas
Dividendos recebidos de controladas em conjunto
Adições ao imobilizado e intangível
Partes relacionadas
Subscrição de minoritários
Caixa líquido gerado nas atividades de investimento
11 / 12
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
14
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações dos fluxos de caixa
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Consolidado
Nota
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para:
Depreciação e amortização
Equivalência patrimonial em controladas e associadas
Equivalência patrimonial em controladas em conjunto
Ganho apurada nas alienações de ativo não circulante
Opção de ações outorgadas
Mudança no valor justo de propriedades para investimento
Provisão para demandas judiciais
Juros, variações monetárias e cambiais, líquidos
Outros
11 / 12
8
9
22
10
22
Variação em:
Contas a receber de clientes
Títulos e valores mobiliários
Operações descontinuadas
Estoques
Impostos a recuperar
Partes relacionadas
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Provisão para demandas judiciais
Impostos a pagar
Outros ativos e passivos, líquidos
Caixa líquido gerado nas atividades operacionais
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Aporte de capital em controladas e coligadas
Dividendos recebidos de controladas e associadas
Dividendos recebidos de controladas em conjunto
Adições ao imobilizado e intangível
Partes relacionadas
Caixa recebido na venda de ativos imobilizado, intangível e
aaainvestimentos
Operação descontinuada
Caixa líquido utilizado nas atividades de investimento
11 / 12
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Captações de empréstimos e financiamentos
Amortização de empréstimos e financiamentos
Amortização de juros s/ empréstimos e financiamentos
Captação por meio de ações preferenciais
Partes relacionadas
Instrumentos financeiros derivativos
Operação descontinuada
Dividendos pagos
Opções de ações exercidas
Caixa líquido utilizado nas atividades de financiamento
Aumento (decréscimo) líquido em caixa e equivalentes de caixa
Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício
Efeito da variação cambial sobre o saldo de caixa e equivalentes de caixa
Caixa e equivalentes de caixa no final do exercício
Informação suplementar
Imposto de renda e contribuição social pagos
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
15
01/01/2015 a
30/09/2015
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
154.330
499.249
420.778
2.740
(276.812)
2.762
8.228
(23.162)
32.301
897.302
60.037
1.278.504
433.543
2.702
(464.633)
7.387
7.689
(63.729)
39.735
664.894
66.567
1.193.404
(13.705)
(45.512)
(32.571)
(30.382)
(36.733)
505.529
(43.641)
(7.303)
(32.839)
(88.593)
174.250
1.452.754
(61.908)
(104.433)
52.394
(13.939)
51.258
(62.338)
96.886
(28.305)
10.059
(151.014)
(2.580)
(213.920)
979.484
(34.644)
1.150
206.425
(452.685)
8.281
(18.883)
1.938
315.010
(572.842)
-
5.155
(266.318)
1.178
(183.280)
(456.879)
515.039
(763.536)
(451.423)
(3.807)
190.847
(404.230)
(917.110)
859.870
(2.551.834)
(592.887)
1.946.736
(73.396)
(270.103)
(54.690)
45.643
(690.661)
269.326
1.540.192
55.482
1.865.000
(168.056)
1.474.553
1.306.497
48.845
62.320
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações dos valores adicionados
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Controladora
Receitas
Outras receitas operacionais, líquidas
Insumos adquiridos de terceiros
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros
Valor adicionado bruto
Retenções
Depreciação e amortização
Valor adicionado líquido produzido
Valor adicionado recebido em transferência
Equivalência patrimonial em controladas e associadas
Equivalência patrimonial em controladas em conjunto
Receitas financeiras
Valor adicionado total a distribuir
Distribuição do valor adicionado
Pessoal e encargos
Impostos, taxas e contribuições
Despesas financeiras
Aluguéis e arrendamentos
(Prejuízo) lucros retidos com operações continuadas
01/01/2015 a
30/09/2015
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
6.727
6.727
-
(168.664)
(168.664)
(164.936)
(164.936)
(161.937)
(164.936)
(2.987)
(2.987)
(2.495)
(2.495)
(164.924)
(167.431)
748.759
(92.217)
1.327.648
1.984.190
356.041
338.830
114.291
809.162
1.819.266
641.731
41.963
(274.939)
2.057.013
2.809
(7.580)
1.819.266
40.547
(194.836)
486.187
3.211
306.622
641.731
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
16
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Demonstrações dos valores adicionados
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Consolidado
Receitas
Vendas de produtos e serviços
Outras receitas operacionais, líquidas
Provisão para créditos de liquidação duvidosa
Insumos adquiridos de terceiros
Custos dos produtos vendidos e serviços prestados
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros
Valor adicionado bruto
Retenções
Depreciação e amortização
Valor adicionado líquido produzido
Valor adicionado recebido em transferência
Equivalência patrimonial em controladas e associadas
Equivalência patrimonial em controladas em conjunto
Receitas financeiras
Valor adicionado total a distribuir
Distribuição do valor adicionado
Pessoal e encargos
Impostos, taxas e contribuições
Despesas financeiras
Aluguéis e arrendamentos
Participação dos acionistas não-controladores
(Prejuízo) lucros retidos com operações continuadas
01/01/2015 a
30/09/2015
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
7.849.461
49.512
(14.839)
7.884.134
7.254.034
448.025
(18.953)
7.683.106
(5.209.126)
(481.071)
(5.690.197)
(985.343)
(4.433.795)
(5.419.138)
2.193.937
2.263.968
(420.778)
(420.778)
(433.543)
(433.543)
1.773.159
1.830.425
(2.740)
276.812
721.849
995.921
(2.702)
464.633
226.485
688.416
2.769.080
2.518.841
270.988
821.737
1.471.450
20.534
191.951
(7.580)
2.769.080
280.201
856.675
836.647
24.905
214.353
306.060
2.518.841
As notas explicativas são parte integrante destas demonstrações financeiras intermediárias
17
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
1
Contexto Operacional
A Cosan S.A. Indústria e Comércio (“Cosan” ou “a Companhia”) é uma companhia de capital
aberto com suas ações negociadas no Novo Mercado da BM&FBOVESPA – Bolsa de Valores,
Mercadorias e Futuros, sob a sigla CSAN3, e tem sua sede na cidade de São Paulo, Brasil. A
Companhia é controlada pela Cosan Limited, que detém 62,51% do seu capital social.
A Cosan, por meio de suas controladas, atua principalmente nos seguintes segmentos de negócio:
(i) distribuição de gás natural canalizado em parte do Estado de São Paulo por meio de sua
controlada Companhia de Gás de São Paulo – COMGÁS (“COMGÁS”); (ii) compra, venda e
arrendamento de terras agrícolas por meio de suas controladas Radar Propriedades Agrícolas S.A.
(“Radar”) e Radar II Propriedades Agrícolas S.A. (“Radar II”); (iii) produção e distribuição de
lubrificantes licenciados sob a Marca Mobil no Brasil, Bolívia, Uruguai e Paraguai, além de
mercado europeu e asiático com a Marca Comma (“Lubrificantes”); e (iv) demais investimentos,
além das estruturas corporativas da Companhia (“Cosan outros negócios”). Em 01 de outubro de
2014, o segmento “Rumo” foi cindido para a Cosan Logística S/A, veja nota 2.3.
A Companhia também possui participação indireta em duas companhias controladas em conjunto
(“joint ventures” ou “JVs”): (i) Raízen Combustíveis S.A. (“Raízen Combustíveis”), no negócio
de distribuição de combustíveis, e (ii) Raízen Energia S.A. (“Raízen Energia”), no negócio de
produção e comercio de açúcar, etanol e cogeração de energia, principalmente, produzida a partir
do bagaço de cana de açúcar. A Cosan e a Royal Dutch Shell (“Shell”) compartilham o controle
das duas entidades, em que cada uma detém 50% do controle econômico.
18
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
2
Apresentação das demonstrações financeiras intermediárias e principais
políticas contábeis
2.1
Base de preparação
Declaração de conformidade
As demonstrações financeiras intermediárias individuais e consolidadas foram preparadas de
acordo com o pronunciamento técnico CPC 21 – Demonstração Intermediária e com a norma
internacional de contabilidade IAS 34 – Interim Financial Reporting, emitida pelo International
Accounting Standards Board (IASB), e apresentadas de forma condizente com as normas
expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, aplicáveis à elaboração das Informações
Trimestrais - ITR.
Essas informações trimestrais foram elaboradas seguindo a base de preparação e políticas
contábeis consistentes com aquelas adotadas na elaboração das demonstrações financeiras de 31
de dezembro de 2014 e devem ser lidas em conjunto. As informações de notas explicativas que
não sofreram alterações significativas em comparação a 31 de dezembro de 2014 não foram
apresentadas integralmente nestas informações trimestrais.
A emissão das demonstrações financeiras intermediárias foi autorizada pela administração em 10
de novembro 2015.
2.2
Base de consolidação
As demonstrações financeiras intermediárias consolidadas incluem as informações financeiras da
controladora, Cosan, e suas controladas. As controladas estão listadas a seguir:
19
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Controladas
_Águas da Ponte Alta S.A.
_Bioinvestments Negócios e Participações S.A.
_Comma Oil Chemicals
_Companhia de Gás de São Paulo - COMGÁS
_Cosan Biomassa S.A.
_Cosan Cayman II Limited
_Cosan Global Limited
_Cosan Investimentos e Participações S.A.
_Cosan Lubes Investments Limited
_Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A.
_Cosan Luxembourg S.A.
_Cosan Overseas Limited
_Cosan Paraguay S.A.
_Cosan US, Inc.
_Nova Agrícola Ponte Alta S.A.
_Nova Amaralina S.A. Propriedades Agrícolas
_Nova Santa Barbara Agrícola S.A.
_Pasadena Empreendimentos e Participações S.A.
_Proud Participações S.A.
_Radar II Propriedades Agrícolas S.A.
_Radar Propriedades Agrícolas S.A.
_Terras da Ponte Alta S.A.
_Vale da Ponte Alta S.A.
Zip Lube S.A.
2.3
30/09/2015
31/12/2014
65,00%
65,00%
100,00%
61,33%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
29,50%
29,50%
29,50%
100,00%
65,00%
65,00%
29,50%
29,50%
65,00%
100,00%
65,00%
65,00%
100,00%
60,69%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
29,50%
29,50%
29,50%
100,00%
65,00%
65,00%
29,50%
29,50%
65,00%
100,00%
Operação Descontinuada – Cisão Cosan Logística S.A.
Em 1º de outubro de 2014 mediante Assembleia Geral Extraordinária (AGE) foi deliberada e
aprovada a cisão parcial da Companhia, e incorporação pela Cosan Logística da parcela cindida
que corresponde às suas atividades de logística.
Para fins de comparabilidade as informações contábeis relativas ao trimestre findo em 30 de
setembro de 2014 estão sendo reapresentadas para refletir e divulgar os efeitos da operação
descontinuada.
20
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Demonstrações dos resultados - Período de três meses findo em 30/09/2014:
Lucro bruto
Resultado operacional
Resultado de equivalência patrimonial
Resultado financeiro
Imposto de renda e contribuição social
Lucro do período de operações em continuidade
Lucro líquido proveniente de operações
descontinuadas
Lucro líquido atribuível à Cosan
Resultado operacional
Resultado de equivalência patrimonial
Resultado financeiro
Imposto de renda e contribuição social
Lucro do período de operações em continuidade
Lucro líquido proveniente de operações
descontinuadas
Lucro líquido atribuível à Cosan
Publicado
Consolidado
Operação
descontinuada
692.784
303.843
75.799
(299.813)
15.860
95.689
-
80.634
60.756
(3.061)
(19.371)
38.324
(38.324)
612.150
243.087
75.799
(296.752)
35.231
57.365
38.324
15.233
-
15.233
Publicado
Controladora
Operação
descontinuada
(43.641)
198.851
(229.494)
89.517
15.233
-
28.384
28.384
(28.384)
(43.641)
170.467
(229.494)
89.517
(13.151)
28.384
15.233
-
15.233
Ajustado
Ajustado
Demonstrações dos resultados - Período de nove meses findo em 30/09/2014:
Lucro bruto
Resultado operacional
Resultado de equivalência patrimonial
Resultado financeiro
Imposto de renda e contribuição social
Lucro do período de operações em continuidade
Lucro líquido proveniente de operações
descontinuadas
Lucro líquido atribuível à Cosan
21
Publicado
Consolidado
Operação
descontinuada
2.030.081
810.336
461.931
(633.273)
(25.885)
613.109
-
226.949
162.855
(23.110)
(47.047)
92.698
(92.698)
1.803.132
647.481
461.931
(610.163)
21.162
520.412
92.698
613.109
-
613.109
Ajustado
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Resultado operacional
Resultado de equivalência patrimonial
Resultado financeiro
Imposto de renda e contribuição social
Lucro do período de operações em continuidade
Lucro líquido proveniente de operações
descontinuadas
Lucro líquido atribuível à Cosan
Publicado
Controladora
Operação
descontinuada
(225.717)
763.751
(371.896)
209.364
375.502
-
69.442
69.442
(69.442)
(225.717)
694.309
(371.896)
209.364
306.060
69.442
375.502
-
375.502
Ajustado
Demonstração fluxo de caixa - Período de três meses findos em 30/09/2014:
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para reconciliar o lucro
Variação nos ativos e passivos
Operação descontinuada
Caixa líquido gerado nas atividades operacionais
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Dividendos recebidos de controladas em conjunto
Adições ao imobilizado e intangível
Outras atividades de investimento
Operação descontinuada
Caixa líquido utilizado nas atividades de
investimento
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Captações de empréstimos e financiamentos
Amortização de empréstimos e financiamentos
Amortização de juros sobre empréstimos
Captação por meio de ações preferenciais
Dividendos pagos
Outras atividades de financiamento
Operação descontinuada
Caixa líquido utilizado nas atividades de
financiamento
Decréscimo líquido em caixa e equivalente de caixa
22
Publicado
Consolidado
Operação
descontinuada
79.829
454.643
(82.295)
452.177
57.695
40.391
(54.496)
(43.590)
-
22.134
414.252
(27.799)
43.590
452.177
118.010
(297.312)
(5.834)
-
(85.551)
85.551
118.010
(211.761)
(5.834)
(85.551)
(185.136)
-
(185.136)
120.839
(189.263)
(132.620)
(53.264)
(31.250)
3.618
-
80.024
(27.798)
(10.870)
(125.000)
83.644
40.815
(161.465)
(121.750)
(53.264)
93.750
3.618
(83.644)
(281.940)
-
(281.940)
(14.899)
-
(14.899)
Ajustado
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Publicado
Controladora
Operação
descontinuada
(74.284)
48.166
29.878
3.760
28.384
(28.384)
-
(102.668)
76.550
29.878
3.760
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Dividendos recebidos de controladas e associadas
Aporte de capital em controladas e coligadas
Outras atividades de investimento
Caixa líquido gerado nas atividades de
investimento
211.760
(68.706)
(375)
142.679
-
211.760
(68.706)
(375)
142.679
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Partes relacionadas
Outras atividades de financiamento
Caixa líquido utilizado nas atividades de
financiamento
(41.055)
(12.406)
(53.461)
-
(41.055)
(12.406)
(53.461)
92.978
-
92.978
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para reconciliar o lucro
Variação nos ativos e passivos
Caixa líquido gerado nas atividades operacionais
Aumento líquido em caixa e equivalente de caixa
23
Ajustado
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Demonstração fluxo de caixa - Período de nove meses findos em 30/09/2014:
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para reconciliar o lucro
Variação nos ativos e passivos
Operação descontinuada
Caixa líquido gerado nas atividades operacionais
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Dividendos recebidos de controladas em conjunto
Adições ao imobilizado e intangível
Outras atividades de investimento
Operação descontinuada
Caixa líquido utilizado nas atividades de
investimento
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Captações de empréstimos e financiamentos
Amortização de empréstimos e financiamentos
Amortização de juros sobre empréstimos
Captação por meio de ações preferenciais
Dividendos pagos
Outras atividades de financiamento
Operação descontinuada
Caixa líquido utilizado nas atividades de
financiamento
Decréscimo líquido em caixa e equivalente de caixa
24
Publicado
Consolidado
Operação
descontinuada
638.994
801.241
(460.752)
979.483
139.745
107.087
(194.438)
(52.394)
-
499.249
694.154
(266.314)
52.394
979.483
315.010
(756.122)
(15.767)
-
(183.280)
183.280
315.010
(572.842)
(15.767)
(183.280)
(456.879)
-
(456.879)
947.446
(2.628.674)
(623.726)
1.946.736
(304.690)
(27.753)
-
87.576
(76.840)
(30.839)
(250.000)
270.103
859.870
(2.551.834)
(592.887)
1.946.736
(54.690)
(27.753)
(270.103)
(690.661)
-
(690.661)
(168.057)
-
(168.057)
Ajustado
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Publicado
Fluxo de caixa das atividades operacionais
Lucro antes do imposto de renda e contribuição social
Ajustes para reconciliar o lucro
Variação nos ativos e passivos
Caixa líquido utilizado nas atividades operacionais
Fluxo de caixa de atividades de investimento
Aporte de capital em controladas e coligadas
Dividendos recebidos de controladas e associadas
Dividendos recebidos de controladas em conjunto
Outras atividades de investimento
Caixa líquido gerado nas atividades de
investimento
Fluxo de caixa de atividades de financiamento
Captações de empréstimos e financiamentos
Amortização de empréstimos e financiamentos
Amortização de juros sobre empréstimos
Partes relacionadas
Dividendos pagos
Outras atividades de financiamento
Caixa líquido utilizado nas atividades de
financiamento
Decréscimo líquido em caixa e equivalente de caixa
25
Controladora
Operação
descontinuada
Ajustado
166.138
(339.749)
(80.419)
(254.030)
69.442
(69.442)
-
96.696
(270.307)
(80.419)
(254.030)
(111.124)
293.923
315.010
(434)
-
(111.124)
293.923
315.010
(434)
497.375
-
497.375
550.000
(243.480)
(248.139)
(164.555)
(148.537)
(53.709)
-
550.000
(243.480)
(248.139)
(164.555)
(148.537)
(53.709)
(308.420)
-
(308.420)
(65.075)
-
(65.075)
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
2.4
Normas novas e interpretações de normas que ainda não estão em vigor
As seguintes novas normas e interpretações de normas foram emitidas pelo IASB, mas não estão
em vigor para o exercício de 2015. A adoção antecipada de normas, embora encorajada pelo
IASB, não é permitida, no Brasil, pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC).
IFRS 9 - "Instrumentos Financeiros" aborda a classificação, a mensuração e o reconhecimento de
ativos e passivos financeiros. A versão completa do IFRS 9 foi publicada em julho de 2014, com
vigência para 1º de janeiro de 2018. A administração está avaliando os impactos de sua adoção.
IFRS 15 - "Receita de Contratos com Clientes" - Essa nova norma traz os princípios que uma
entidade aplicará para determinar a mensuração da receita e quando ela é reconhecida. Ela entra
em vigor em 1º de janeiro de 2018 e substitui a IAS 11 - "Contratos de Construção", IAS 18 "Receitas" e correspondentes interpretações. A administração está avaliando os impactos de sua
adoção.
Não há outras normas IFRS ou interpretações IFRIC que não entraram em vigor e que se espera
que tenha um impacto significativo sobre a Companhia.
26
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
3
Informação por segmento
a)
Informação por segmento (consolidado)
As informações sobre segmentos são baseadas em informações utilizadas pela
Administração para avaliar o desempenho dos segmentos operacionais e tomar as
decisões relacionadas à aplicação dos recursos financeiros. A Cosan avalia o desempenho
de seus segmentos operacionais com base na medida de EBITDA1. A reconciliação do
EBITDA para o lucro (prejuízo) do período é apresentada a seguir.
Segmentos operacionais
(i) Raízen Energia: produção e a comercialização de uma variedade de produtos derivados
de cana-de-açúcar, incluindo açúcar bruto (denominado VHP), etanol combustível, anidro
e hidratado. Esse segmento também contém as atividades relacionadas à cogeração de
energia a partir do bagaço da cana-de-açúcar, além de participações em empresas de
pesquisas e desenvolvimentos de novas tecnologias.
(ii) Raízen Combustíveis: distribuição e comercialização de combustíveis, principalmente por
meio da rede de postos sob a marca “Shell” no Brasil.
(iii) COMGÁS: distribuição de gás natural canalizado em parte do território do Estado de São
Paulo (aproximadamente 180 municípios, inclusive a região da Grande São Paulo) para
consumidores dos setores industrial, residencial, comercial, automotivo, termogeração e
cogeração.
(iv) Radar: gestão, compra, venda e arrendamento de terras agrícolas.
(v) Lubrificantes: produção e distribuição de lubrificantes sob a marca Mobil no Brasil,
Bolívia, Uruguai e Paraguai, além do mercado Europeu e Asiático com a marca Comma.
(vi) Cosan outros negócios: Demais investimentos, além das estruturas corporativas da
Companhia. O segmento de outros negócios inclui subsidiárias com o objetivo da
captação de recursos financeiros para o grupo.
Os segmentos Raízen Energia e Raízen Combustíveis são investimentos contabilizados pelo
método de equivalência patrimonial e não consolidados nas demonstrações financeiras da
Companhia, conforme Pronunciamento Técnico CPC19 (R2) – Negócios em conjunto / IFRS11 –
Joint arrangements. No entanto, a administração da Companhia analisa as informações por
segmento de 100% dos resultados desses segmentos. Apresentamos a reconciliação destes
segmentos à informação financeira da Companhia na coluna "Desconsolidação controladas em
conjunto".
A seguir estão apresentadas as informações do resultado e dos ativos por segmento, que foram
mensuradas de acordo com as mesmas práticas contábeis utilizadas na preparação das
informações consolidadas:
1
Sigla em inglês na qual representa o lucro antes do juro, imposto, depreciação e amortização
27
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/07/2015 a 30/09/2015
Raízen
Energia
Resultado do período:
Receita operacional líquida
__Mercado interno
__Mercado externo
Lucro bruto
Despesas de vendas
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais,
líquidas
Resultado Financeiro
__Despesas financeiras
__Receitas financeiras
__Variação cambial
__Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial em
associadas
Resultado de equivalência patrimonial de
controladas em conjunto
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido do período
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização
EBITDA
Adições ao imobilizado e intangível
(caixa)
Reconciliação EBITDA
Lucro (prejuízo) líquido do período
Impostos de renda e contribuição social
Resultado financeiro
Depreciação e amortização
EBITDA
28
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
Lubrificantes
Outros
negócios
Desconsolidação
controladas em
conjunto
Eliminações
entre segmentos
Consolidado
2.637.476
1.098.525
1.538.951
441.839
(188.350)
(137.341)
15.638.868
15.638.868
753.937
(305.979)
(91.255)
1.743.099
1.743.099
501.674
(156.465)
(78.338)
31.886
31.886
21.173
(8.030)
484.226
388.613
95.613
117.115
(74.595)
(18.482)
27
27
(65)
(38.943)
(18.276.344)
(16.737.393)
(1.538.951)
(1.195.776)
494.329
228.596
-
2.259.238
2.163.625
95.613
639.897
(231.060)
(143.793)
(5.433)
(462.881)
(262.380)
181.857
(622.213)
239.855
88.042
(94.575)
(45.428)
39.412
(169.696)
81.137
(671)
889
(58.366)
105.055
349.574
(395.374)
23
3.198
(266)
3.464
-
385
(13.555)
(1.532)
1.993
(17.435)
3.419
(12.150)
(194.658)
(214.931)
35.251
(512.932)
497.954
(82.609)
557.456
307.808
(221.269)
791.909
(320.992)
4.925
(4.925)
-
(12.413)
(204.126)
(270.170)
140.838
(180.793)
105.999
(14.802)
3.505
-
-
(2.416)
118.901
11.297
(116.066)
419
161.011
(205.957)
(84.041)
269.634
(94.867)
172.222
(3.508)
12.856
(4.484)
3.968
28.767
84.804
(13.344)
(76.970)
(63.677)
(116.066)
28.767
(18.055)
59.636
509.827
605.740
144.802
593.052
120.865
387.065
102
13.268
20.140
42.147
1.147
97.657
(654.629)
(1.198.792)
(116.066)
142.254
424.071
230.362
208.571
136.639
663
15.222
6.996
(438.933)
-
159.520
(205.957)
(161.011)
462.881
509.827
605.740
269.634
84.041
94.575
144.802
593.052
172.222
94.867
(889)
120.865
387.065
12.856
3.508
(3.198)
102
13.268
3.968
4.484
13.555
20.140
42.147
(13.344)
(84.804)
194.658
1.147
97.657
(63.677)
76.970
(557.456)
(654.629)
(1.198.792)
(116.066)
(116.066)
59.636
18.055
204.126
142.254
424.071
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/01/2015 a 30/09/2015
Raízen
Energia
Resultado do período:
Receita operacional líquida
__Mercado interno
__Mercado externo
Lucro bruto
Despesas de vendas
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais,
líquidas
Resultado Financeiro
__Despesas financeiras
__Receitas financeiras
__Variação cambial
__Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial em
associadas
Resultado de equivalência patrimonial de
controladas em conjunto
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido do período
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização
EBITDA
Adições ao imobilizado, intangível e
ativos biológicos (caixa)
Reconciliação EBITDA
Lucro (prejuízo) líquido do período
Impostos de renda e contribuição social
Resultado financeiro
Depreciação e amortização
EBITDA
29
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
Lubrificantes
Outros
negócios
Desconsolidação
controladas em
conjunto
Eliminações
entre segmentos
Consolidado
7.364.398
3.054.921
4.309.477
1.070.155
(425.510)
(399.167)
44.494.263
44.494.263
2.214.742
(903.002)
(288.757)
4.948.174
4.948.174
1.461.154
(461.640)
(238.794)
80.419
80.419
62.437
(22.225)
1.288.157
1.032.784
255.373
318.210
(209.779)
(52.014)
27
27
(66)
(1)
(114.236)
(51.858.661)
(47.549.184)
(4.309.477)
(3.284.897)
1.328.512
687.924
-
6.316.777
6.061.404
255.373
1.841.735
(671.420)
(427.269)
9.324
(690.226)
(662.354)
482.055
(1.082.392)
572.465
231.602
(115.901)
(131.457)
118.641
(314.386)
211.301
(4.540)
(131.363)
(255.045)
184.279
153.124
(213.721)
20.807
6.870
(1.015)
7.885
-
758
(22.552)
(23.021)
3.348
(11.860)
8.981
(130.212)
(602.557)
(563.527)
96.415
(783.031)
647.586
(240.926)
806.127
793.811
(600.696)
1.396.778
(783.766)
12.925
(12.925)
-
(113.187)
(749.602)
(829.683)
279.002
(641.767)
442.846
(32.214)
10.617
-
-
(9.507)
281.962
21.597
(275.195)
(2.740)
242.477
(225.161)
(346.139)
803.162
(226.842)
397.975
(10.328)
57.561
(13.507)
11.610
276.812
280.718
(7.580)
103.662
(578.001)
(275.195)
276.812
30.041
184.371
1.473.871
1.696.459
431.832
1.697.034
360.017
1.116.197
594
61.613
56.988
104.657
3.180
317.439
(1.905.703)
(3.393.493)
(275.195)
420.779
1.324.711
1.459.134
573.423
382.659
1.604
31.904
40.115
(2.032.557)
-
456.282
(225.161)
(242.477)
690.226
1.473.871
1.696.459
803.162
346.139
115.901
431.832
1.697.034
397.975
226.842
131.363
360.017
1.116.197
57.561
10.328
(6.870)
594
61.613
11.610
13.507
22.552
56.988
104.657
(7.580)
(280.718)
602.557
3.180
317.439
(578.001)
(103.662)
(806.127)
(1.905.703)
(3.393.493)
(275.195)
(275.195)
184.371
(30.041)
749.602
420.779
1.324.711
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/07/2014 a 30/09/2014 (Reapresentado)
Lubrificantes
Outros
negócios
Desconsolidação
controladas em
conjunto
Eliminações
entre
segmentos
Consolidado
Operações
descontinuadas
27.350
27.350
20.420
(8.880)
429.850
354.266
75.584
96.895
(64.528)
(17.687)
(32.146)
(16.665.208)
(15.421.170)
(1.244.038)
(1.085.838)
445.886
232.834
-
2.100.950
2.025.366
75.584
612.149
(229.668)
(133.887)
261.300
218.047
43.253
80.635
(20.894)
(5.999)
(48.122)
(75.395)
27.222
(80.876)
80.927
18.754
1.600
(215)
1.815
-
416
(7.950)
27.393
1.705
(46.006)
8.958
(18.678)
(242.280)
(203.462)
17.308
(82.754)
26.628
(107.159)
280.874
167.161
(129.785)
334.896
(91.398)
3.142
(3.142)
-
(5.507)
(296.752)
(248.537)
44.908
(209.636)
116.513
1.015
(3.061)
(9.819)
6.468
290
-
3.887
-
-
(1.498)
122.119
8.985
(123.990)
(3.369)
-
63.139
(29.859)
(121.209)
196.207
(66.295)
134.104
(3.571)
28.323
(1.954)
3.694
79.168
107.051
15.234
58.070
(166.348)
(123.990)
79.168
35.231
57.365
(19.371)
38.324
529.517
630.539
141.936
546.206
128.877
377.398
243
30.537
17.263
30.861
891
151.354
(671.453)
(1.176.745)
(123.990)
147.274
466.160
25.650
86.406
387.417
195.740
171.684
192
15.627
24.258
(583.157)
-
211.761
85.551
(29.859)
(63.139)
194.020
529.517
630.539
196.207
121.209
86.854
141.936
546.206
134.104
66.295
48.122
128.877
377.398
28.323
3.571
(1.600)
243
30.537
3.694
1.954
7.950
17.263
30.861
15.234
(107.051)
242.280
891
151.354
(166.348)
(58.070)
(280.874)
(671.453)
(1.176.745)
(123.990)
(123.990)
57.365
(35.231)
296.752
147.274
466.160
38.324
19.371
3.061
25.650
86.406
Raízen
Energia
Resultado do período:
Receita operacional líquida
__Mercado interno
__Mercado externo
Lucro bruto
Despesas de vendas
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais,
líquidas
Resultado Financeiro
__Despesas financeiras
__Receitas financeiras
__Variação cambial
__Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial em
associadas
Resultado de equivalência patrimonial de
controladas em conjunto
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido do período
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização
EBITDA
Adições ao imobilizado e intangível
(caixa)
Reconciliação EBITDA
Lucro (prejuízo) líquido do período
Impostos de renda e contribuição social
Resultado financeiro
Depreciação e amortização
EBITDA
30
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
2.331.340
1.087.302
1.244.038
373.908
(146.015)
(137.330)
14.333.868
14.333.868
711.930
(299.871)
(95.504)
1.643.750
1.643.750
494.834
(165.140)
(75.174)
23.331
(194.020)
(128.453)
106.535
(266.774)
94.672
83.828
(86.854)
(38.708)
23.250
(68.122)
(3.274)
(12.872)
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/01/2014 a 30/09/2014 (Reapresentado)
Lubrificantes
Outros
negócios
Desconsolidação
controladas em
conjunto
126.092
126.092
70.771
(25.727)
1.202.065
985.275
216.790
263.965
(186.680)
(51.479)
33
33
34
(96.544)
(47.652.125)
(43.913.926)
(3.738.199)
(3.191.477)
1.311.818
695.147
-
6.105.710
5.888.920
216.790
1.803.131
(660.572)
(392.089)
659.715
553.735
105.980
226.950
(63.632)
(13.926)
(151.875)
(217.555)
65.707
(48.716)
48.689
63.620
6.891
(779)
7.670
-
588
39.240
62.603
3.282
(20.089)
(6.556)
(153.268)
(504.420)
(557.858)
76.410
(39.272)
16.300
(344.248)
194.811
472.628
(322.087)
151.936
(107.666)
9.244
(9.244)
-
(102.986)
(610.164)
(704.345)
143.825
(108.077)
58.433
(464)
(23.110)
(52.284)
28.602
572
-
11.219
-
-
(4.837)
414.606
17.584
(412.471)
(2.702)
-
(14.237)
288.536
(327.571)
686.021
(208.270)
402.059
(11.410)
104.145
(9.619)
51.178
464.633
250.462
375.503
341.808
(974.557)
(412.471)
464.633
21.163
520.414
(47.048)
92.695
1.423.933
1.842.798
403.244
1.495.555
376.708
1.138.912
727
109.391
53.611
75.168
2.497
631.958
(1.827.177)
(3.338.353)
(412.471)
433.543
1.542.958
70.378
233.231
1.963.115
602.330
491.750
447
30.545
50.100
(2.565.445)
-
572.842
183.280
288.536
14.237
116.092
1.423.933
1.842.798
686.021
327.571
78.719
403.244
1.495.555
402.059
208.270
151.875
376.708
1.138.912
104.145
11.410
(6.891)
727
109.391
51.178
9.619
(39.240)
53.611
75.168
375.503
(250.462)
504.420
2.497
631.958
(974.557)
(341.808)
(194.811)
(1.827.177)
(3.338.353)
(412.471)
(412.471)
520.414
(21.163)
610.164
433.543
1.542.958
92.695
47.048
23.110
70.378
233.231
Raízen
Energia
Resultado do período:
Receita operacional líquida
__Mercado interno
__Mercado externo
Lucro bruto
Despesas de vendas
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais,
líquidas
Resultado Financeiro
__Despesas financeiras
__Receitas financeiras
__Variação cambial
__Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial em
associadas
Resultado de equivalência patrimonial de
controladas em conjunto
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido do período
Outras informações selecionadas:
Depreciação e amortização
EBITDA
Adições ao imobilizado, intangível e
ativos biológicos (caixa)
Reconciliação EBITDA
Lucro (prejuízo) líquido do período
Impostos de renda e contribuição social
Resultado financeiro
Depreciação e amortização
EBITDA
31
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
6.622.468
2.884.269
3.738.199
1.191.299
(426.930)
(398.691)
41.029.657
41.029.657
2.000.178
(884.888)
(296.456)
4.777.520
4.777.520
1.468.361
(473.892)
(218.339)
81.990
(116.092)
(370.615)
252.247
(136.828)
139.104
262.258
(78.719)
(102.013)
69.840
(15.108)
(31.438)
(28.803)
Eliminações
entre
segmentos
Consolidado
Operações
descontinuadas
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Itens do balanço patrimonial:
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Contas a receber de clientes
Instrumentos financeiros e derivativos
Estoques
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos em associadas
Investimentos em controladas em
conjunto
Ativos Biológicos
Propriedades para investimentos
Imobilizado
Intangíveis
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outras contas a pagar circulante
Outras contas a pagar não circulante
Ativo total (líquido de passivos)
alocado por segmento
Ativo total
32
30 de setembro de 2015
Eliminações
entre
Consolidado
segmentos
1.865.000
214.890
862.131
2.547.253
392.141
(8.326)
912.555
(9.887)
1.775.219
(5.686.900)
146.506
3.428.097
466.101
1.514.030
2.293.958
1.139.953
3.468.753
216.019
220.788
1.486.432
128.365
1.359.823
795.769
1.199.922
262.304
1.476.126
592.888
603.405
131.953
153.635
293.565
-
1.179
214.890
23.853
298.077
20.800
-
90.765
245.149
26.973
257.975
45.061
(144.410)
10.729
296.930
241
1.916.875
2.213
424.108
1.615.151
5.822.677
Desconsolidação
controladas em
conjunto
(3.648.885)
(1.952.533)
(1.642.395)
(3.653.781)
(1.935.722)
(4.668.675)
(478.323)
1.903.554
9.792.568
3.275.569
(12.018.295)
(447.966)
(990.963)
(304.474)
(770.582)
(1.349.470)
2.411.818
4.344.146
(2.012.818)
(90.917)
(701.011)
(68.869)
(1.094.392)
(3.074.107)
8.611.843
(3.253.671)
(1.347.481)
(50.980)
(117.516)
(1.132.629)
2.385.932
1.744
1.749
(669)
(6.302)
(20.432)
(100.202)
227.199
793.495
(459.945)
(949)
(192.231)
(15.811)
(125.596)
(145.603)
8.279.197
154.711
7.175
(5.286.211)
(756.008)
(4.958)
(21.663)
(185.489)
(3.829.613)
(1.903.554)
(12.204.386)
(7.619.715)
14.031.113
538.883
1.691.974
373.343
1.864.974
4.423.577
18.213
-
8.279.197
2.385.932
383.654
9.414.262
(8.999.827)
(756.957)
(1.545.339)
(94.756)
(430.820)
(5.208.047)
11.616.852
27.498.602
5.167.253
12.209.367
5.961.138
11.863.415
2.820.619
2.948.224
612.801
1.552.936
8.435.336
18.519.277
(16.784.105)
(39.707.969)
(5.686.900)
(5.705.112)
12.142.994
29.178.740
Raízen
Energia
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
Lubrificantes
Outros
negócios
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Itens do balanço patrimonial:
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Contas a receber de clientes
Instrumentos financeiros e derivativos
Estoques
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos em associadas
Investimentos em controladas em
conjunto
Ativos Biológicos
Propriedades para investimentos
Imobilizado
Intangíveis
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outras contas a pagar circulante
Outras contas a pagar não circulante
Ativo total (líquido de passivos)
alocado por segmento
Ativo total
33
31 de dezembro de 2014
Eliminações
entre
Consolidado
segmentos
1.540.192
149.735
822.424
880.365
347.903
(19.750)
518.065
(6.610)
1.890.315
(5.669.053)
130.678
2.643.950
620.300
542.102
2.315.907
2.228.121
1.986.145
209.205
173.470
1.920.778
28.378
1.128.771
493.252
2.365.613
256.729
973.708
605.483
335.058
125.406
137.360
256.077
-
6.011
149.735
22.214
31.052
15.538
-
39.810
194.486
(721)
222.486
26.416
(184.670)
16.032
520.663
241
546.028
11
342.987
1.809.980
5.783.699
Desconsolidação
controladas em
conjunto
(2.817.420)
(2.541.078)
(570.480)
(3.444.678)
(2.721.373)
(4.351.758)
(465.934)
1.828.304
9.848.969
3.288.709
(10.377.585)
(359.408)
(636.619)
(252.219)
(776.208)
(2.687.911)
2.464.316
4.267.514
(1.557.782)
(188.556)
(529.990)
(66.799)
(1.896.387)
(2.263.528)
8.595.251
(3.133.347)
(4.960)
(848.770)
(58.955)
(118.021)
(992.028)
2.641.978
11.288
173
(790)
(5.336)
(20.783)
(93.552)
221.466
824.277
(261.166)
(118.784)
(15.437)
(100.853)
(193.082)
8.404.503
118.681
6.419
(4.003.089)
(328.474)
(2.826)
(21.387)
(389.492)
(3.969.669)
(1.828.304)
(12.313.285)
(7.556.223)
11.935.367
547.964
1.166.609
319.018
2.672.595
4.951.439
26.361
-
8.404.503
2.641.978
351.435
9.426.120
(7.397.602)
(333.434)
(971.170)
(101.115)
(602.788)
(5.248.331)
10.421.762
25.511.712
6.595.779
13.098.821
5.872.262
11.028.343
2.757.528
2.877.989
670.260
1.359.582
8.818.275
17.533.212
(17.017.541)
(38.610.533)
(5.669.052)
(5.695.413)
12.449.273
27.103.712
Raízen
Energia
Raízen
Combustíveis
COMGÁS
Radar
Lubrificantes
Outros
negócios
-
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
(b)
Abertura da receita líquida de vendas, por segmento:
Raízen Energia
Etanol
Açúcar
Cogeração
Outros
Raízen Combustíveis
Combustível
COMGÁS
Industrial
Residencial
Termogeração
Cogeração
Automotivo
Comercial
Receita de construção
Outros
Radar
Venda de propriedades
Arrendamento de terras
Outros
Lubrificantes
Produto acabado
Óleo básico
Outros
Outros negócios
Desconsolidação de
controladas em conjunto
Total
34
01/07/2015 a
30/09/2015
01/01/2015 a
30/09/2015
01/07/2014 a
30/09/2014
Reapresentado
01/01/2014 a
30/09/2014
Reapresentado
1.128.511
1.200.640
203.002
105.323
2.637.476
3.695.498
3.073.937
387.740
207.223
7.364.398
951.990
1.075.130
230.582
73.638
2.331.340
3.152.586
2.883.405
432.834
153.643
6.622.468
15.638.868
15.638.868
44.494.263
44.494.263
14.333.868
14.333.868
41.029.657
41.029.657
1.098.456
202.404
129.043
64.982
50.262
77.706
109.959
10.287
1.743.099
3.175.412
504.608
379.188
203.082
145.313
211.108
303.683
25.780
4.948.174
1.039.188
193.576
95.438
59.124
51.290
68.257
126.237
10.640
1.643.750
3.100.765
475.842
286.867
187.132
148.044
187.728
361.341
29.801
4.777.520
11.829
16.730
3.327
31.886
20.145
50.235
10.039
80.419
11.080
14.427
1.843
27.350
74.340
46.235
5.517
126.092
403.214
76.870
4.142
484.226
1.105.607
171.028
11.522
1.288.157
342.973
71.471
15.406
429.850
997.460
181.662
22.943
1.202.065
27
27
-
33
(18.276.344)
(51.858.661)
(16.665.208)
(47.652.125)
2.259.238
6.316.777
2.100.950
6.105.710
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
4
Caixa e equivalentes de caixa
Caixa e depósitos bancários
Aplicações financeiras
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
1.128
265
39.185
375.739
40.313
376.004
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
141.604
121.342
1.723.396
1.418.850
1.865.000
1.540.192
As aplicações financeiras são compostas como abaixo:
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
Aplicações em fundos exclusivos
Operações compromissadas(i)
Certificado de depósitos bancários - CDB(ii)
Outras aplicações financeiras
Aplicações em bancos
Certificado de depósitos bancários - CDB(ii)
Operações compromissadas(i)
Outras aplicações financeiras
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
31.187
7.958
41
39.185
311.315
64.424
375.739
826.953
207.904
1.062
1.035.919
360.237
74.547
434.784
-
-
171.899
513.128
2.450
687.477
222.570
717.472
44.024
984.066
39.185
375.739
1.723.396
1.418.850
(i) Referem-se a compras de ativos, principalmente títulos públicos, com o compromisso de recompra a uma taxa
previamente estabelecida pelas partes, geralmente com prazo de um dia.
(ii) Referem-se, principalmente, a Certificados de Depósitos Bancários - CDBs, emitidos por instituições financeiras
brasileiras com vencimentos originais de 90 dias ou menos ou para os quais não há penalidades ou outras restrições
para resgate antecipado.
5
Contas a receber de clientes
Mercado interno
Mercado externo
Provisão para créditos de liquidação duvidosa
Circulante
Não circulante
35
Consolidado
30/09/2015
919.430
20.913
(41.279)
899.064
862.131
36.933
31/12/2014
862.221
20.615
(26.113)
856.723
822.424
34.299
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
6
Outros contas a receber
Ativo financeiro Exxon Mobil (a)
Recebível pela venda de operações
descontinuadas (b)
Circulante
Não Circulante
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
-
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
332.405
76.445
76.445
107.775
107.775
76.445
76.445
107.775
440.180
76.445
-
69.683
38.092
76.445
-
69.683
370.497
(a)
A subsidiária Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A foi comunicada pela Receita Federal
Brasileira, em 1º de setembro de 2015, sobre a exclusão dos parcelamentos tributários em decorrência dos
depósitos efetuados anteriormente. Desta forma, o contas a receber foi compensado com o seu saldo no
mesmo valor de tributos a pagar, referente à recobrança de débitos tributários incluídos no programa
especial de parcelamento de débitos federais (“Refis IV”) de responsabilidade da ExxonMobil Brasil
Holdings BV (“ExxonMobil”), antiga proprietária da marca ExxonMobil no Brasil.
(b)
Saldo a receber remanescente da alienação da Cosan Alimentos. O valor será recebido em
novembro de 2015 e a parcela é atualizada mensalmente pelos índices CDI ou SELIC.
36
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
7
Partes Relacionadas
a)
Resumo dos saldos do balanço com partes relacionadas:
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
Ativo circulante
Operações comerciais
Cosan Limited
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A.
Radar Propriedades Agricolas S.A.
Cosan Logistica S.A
ALL América Latina Logística S.A
Raízen Energia S.A.
Raízen Combustíveis S.A.
Aguassanta Participações S.A.
Rumo Logística Operador Multimodal
Outros
Operações societárias / contratuais
Raízen Energia S.A.
Operações financeiras
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A
Raízen Combustíveis S.A.
Cosan Biomassa S.A
Cosan Limited
Ativo não circulante
Operações comerciais
Tellus Brasil Participações S.A.
Novvi LLC
Outros
Ações preferenciais
Raízen Energia S.A.
Raízen Combustíveis S.A.
Operações financeiras
Rezende Barbosa
37
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
999
6.318
653
165
14.357
269
6.344
5.049
726
34.880
668
3.146
835
9.838
153
6.340
3.342
930
25.252
999
165
4.609
19.855
274
6.344
5.414
4.174
41.834
668
13.281
2.433
6.340
3.705
500
26.927
13.028
13.028
3.388
3.388
13.028
13.028
3.388
3.388
4
4
47.912
773
773
29.413
1.165
29.885
31.050
85.912
1.319
19.753
21.072
51.387
5.333
5.542
10.875
5.115
5.115
10.562
16.023
172
26.757
7.418
7.418
89.763
89.763
104.984
15.126
120.110
89.763
89.763
104.984
15.126
120.110
84.995
84.995
185.633
84.996
84.996
210.221
85.023
85.023
201.543
84.999
84.999
212.527
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
Passivo circulante
Operações comerciais
Raízen Energia S.A.
Adiantamento de serviços portuários
Despesas compartilhadas
Cosan Biomassa S.A.
Radar Propriedades Agricolas S.A.
Rumo Logistica Operador Multimodal S.A.
Cosan Lubrificantes e Especialidades
Raízen Combustíveis S.A.
Outros
Operações societárias / contratuais
Raízen Combustíveis S.A.
Raízen Energia S.A.
Operações financeiras
Cosan Overseas Limited
Cosan Luxembourg S.A.
Raízen Energia S.A.
Shell Brazil Holding B.V.
Outros
Passivo não circulante
Operações financeiras
Cosan Overseas Limited
Cosan Luxembourg S.A.
38
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
43.257
43.257
216.982
516
1.554
217
3.884
105
266.515
11.038
11.038
142.569
2.245
1.486
217
530
773
158.858
46.412
46.412
1.586
4.097
109
52.204
14.264
16
14.248
1.572
1.238
119
17.193
7.810
66.294
74.104
11.402
85.220
96.622
7.810
66.294
74.104
11.402
90.012
101.414
15.170
53.378
68.548
409.167
1.351.838
61.812
22
1.413.672
1.669.152
2.785
2.785
129.093
3.820
22
3.842
122.449
2.000.355
2.790.954
4.791.309
1.888.535
1.888.535
-
-
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
b) Resumo das transações com partes relacionadas:
01/07/2015 a
30/09/2015
Receita (Despesa) compartilhada
Aguassanta Participações S.A.
Cosan Biomassa S.A.
Radar Propriedades Agrícolas S.A.
Cosan Logística S.A.
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A
Raízen Energia S.A.
Resultado financeiro
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A
Cosan Limited
Cosan Luxemburgo S.A
Raízen Energia S.A.
Outros
Compra de produtos / insumos
Raízen Energia S.A.
Raízen Combustíveis S.A.
Arrendamento de terras
Raízen Energia S.A.
Receita (Despesa) compartilhada
Aguassanta Participações S.A.
Cosan Logística S.A.
Raízen Energia S.A.
Resultado financeiro
Usina Santa Luiza
Cosan Limited
Cosan Logísitica S.A
Raízen Energia S.A.
Outros
39
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
114
179
888
3.908
2.033
(876)
6.246
331
552
2.925
6.621
7.514
(2.858)
15.085
115
427
725
2.440
3.233
(538)
6.402
339
1.248
2.118
7.221
9.552
(3.573)
16.905
219
(628.102)
680
103
(627.100)
28
331
(971.979)
1.910
289
(969.421)
20
62
(228.288)
679
54
(227.473)
752
27
(189.297)
1.902
180
(186.436)
Consolidado
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
01/07/2015 a
30/09/2015
Receita operacional
Raízen Energia S.A.
Cosan Logistica S.A
Raízen Combustíveis S.A.
Controladora
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
5.976
11.476
3.776
21.228
13.974
20.546
11.270
45.790
5.964
5.964
9.737
9.737
(1.563)
(119)
(1.682)
(1.630)
(119)
(1.749)
(61)
(61)
(66)
(354)
(420)
14.352
14.352
43.631
43.631
14.300
14.300
39.950
39.950
114
3.908
(9.323)
(5.301)
331
6.621
(28.121)
(21.169)
115
(8.836)
(8.721)
339
2.581
(14.207)
(11.287)
(17)
238
508
680
(33)
1.376
(17)
350
508
1.910
(130)
2.621
(61)
62
679
680
(136)
27
1.902
1.793
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
c) Remuneração da administração
As remunerações fixas e variáveis das pessoas chave, incluindo diretores e membros do conselho,
estão registradas no resultado do exercício do consolidado, como segue:
Remuneração regular
Reconhecimento de opções de ações
Bônus e outras remunerações
variáveis
40
01/07/2015 a
30/09/2015
4.226
2.742
01/01/2015 a
30/09/2015
20.010
8.228
01/07/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
5.120
2.563
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
17.015
7.689
83
7.051
10.511
38.749
7.683
14.803
39.507
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
8
Investimentos em associadas
a) Controladora
Número de
ações da
investida
Controladas
Companhia de Gás de São Paulo –
“COMGÁS”
Cosan Biomassa
Cosan Global
Cosan Investimentos e Participações S.A.
Cosan Lubrificantes e Especialidades S.A.
Cosan Luxembourg S.A.
Radar II Propriedades Agrícolas S.A.
Radar Propriedades Agrícolas S.A.
Outros
Associadas
Tellus Brasil Participações S.A
Janus Brasil Participações S.A.
Total
41
Ações da
investidora
Percentual
de
participação
Saldo em 31
de dezembro
de 2014
Resultado de
equivalência
Ajuste de
avaliação
patrimonial
Dividendos
declarados
Aumento /
redução de
capital
Outros
Saldo em 30
de setembro
de 2015
Resultado de
equivalência 30
de setembro 2014
(Reapresentado)
124.009.308
149.289.282
1
3.778.868.643
290.441
500.000
830.690.258
21.148.989
-
75.261.249
149.289.282
1
3.778.868.643
290.437
500.000
539.979.397
4.001.167
-
61,33%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
100,00%
65,00%
18,92%
-
3.760.508
131.643
60.875
5.528.606
194.888
12.542
627.245
611.039
5.268
242.987
(6.194)
131.044
322.439
(180.073)
222.262
10.905
9.204
(12.638)
(40.871)
640
584
1.045
(65.920)
(187.587)
-
89.569
11.029
105
(1.944)
(337)
3.813.964
215.018
202.948
5.810.174
15.455
234.804
638.734
621.288
(73.522)
243.313
(7.352)
9.403
91.840
17.105
(34.851)
38.327
10.208
(16.220)
65.957.282
1.364.827
33.638.214
689.685
51,00%
51,00%
94.506
13.063
8.235
588
(429)
-
-
17.402
(5.333)
-
96.979
31.053
3.706
-
11.040.183
748.759
(104.951)
(187.587)
118.105
(7.614)
11.606.895
355.479
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
b) Consolidado
Tellus Brasil
Participações S.A.
Novvi Limited Liabilitie
Company
Janus Brasil
Participações S.A.
Rota 4 Participações
S.A.
Vertical UK LLP
Outros investimentos
Total
Número de
ações da
investida
65.957.282
Ações da
investidora
33.638.214
200.002
100.001
-
-
-
-
-
-
Outros
Saldo em 30
de setembro
de 2015
Resultado de
equivalência 30
de setembro 2014
(Reapresentado)
-
(5.333)
96.411
3.706
-
-
-
9.059
(4.997)
-
-
17.402
-
31.053
-
2.767
6.372
(597)
5
17.407
719
(4.614)
5
8.313
1.666
146.506
474
(1.885)
(2.702)
Percentual de
participação
Saldo em 31
de dezembro
de 2014
Resultado
de
equivalência
Ajuste de
avaliação
patrimonial
Dividendos
declarados
Aumento
de capital
51,00%
94.506
8.264
(429)
(597)
50,00%
14.522
(9.497)
4.034
51,00%
13.063
588
100,00%
50,00%
-
7.072
1.515
130.678
(1.526)
(568)
(2.740)
c) Minoritários:
Companhia de Gás de São Paulo "COMGÁS"
Eliminação participação Radar II na
Radar
Radar II Propriedades Agrícolas S.A.
Radar Propriedades Agrícolas S.A.
Total
42
Número de
ações da
investida
Ações dos não
controladores
Participação
dos não
controladores
Saldo em 31 de
dezembro de
2014
Resultado de
não
controladores
Ajuste de
avaliação
patrimonial
Dividendos
declarados
Outros
Saldo em 30
de setembro
de 2015
124.009.308
48.748.059
38,67%
2.111.578
154.500
-
(121.511)
2.430
2.146.997
-
(498.944)
-
-
-
-
(498.944)
35,00%
81,08%
337.743
1.680.620
3.630.997
5.919
31.533
191.952
214
3.578
3.792
(121.511)
2.430
343.876
1.715.731
3.707.660
830.690.258
21.148.989
290.710.861
17.147.822
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
9
Investimentos em controladas em conjunto
Os investimentos nas controladas em conjunto apresentaram as seguintes movimentações
no período:
Número de ações da investida
Quotas da investidora
Percentual de participação
Resultado de equivalência em 30 de setembro de 2014
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Resultado de equivalência
Saldo em 30 de setembro de 2015
Raízen Combustíveis
S.A.
3.303.168.484
1.651.584.242
50%
208.503
1.094.202
(32.582)
1.061.620
Controladora
Raízen Energia
S.A.
5.902.595.634
2.951.297.817
50%
130.327
1.848.182
(59.636)
1.788.546
Número de ações da investida
Quotas da investidora
Percentual de participação
Resultado de equivalência em 30 de setembro de 2014
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Resultado de equivalência
Ajuste de avaliação patrimonial
Dividendos
Juros sobre capital próprio
Saldo em 30 de setembro de 2015
Raízen Combustíveis
S.A.
3.303.168.484
1.651.584.242
50%
312.387
3.218.466
388.396
(343.246)
(18.000)
3.245.616
Consolidado
Raízen Energia
S.A.
5.902.595.634
2.951.297.817
50%
152.246
5.186.036
(111.584)
(40.871)
5.033.581
Total
338.830
2.942.384
(92.218)
2.850.166
Total
464.633
8.404.502
276.812
(40.871)
(343.246)
(18.000)
8.279.197
Os balanços patrimoniais e demonstrações dos resultados do exercício das controladas em
conjunto estão apresentados na nota explicativa de informação por segmentos (Nota 3).
Os fluxos de caixa e outros resultados abrangentes das controladas em conjunto Raízen Energia e
Raízen Combustíveis para o exercício findo em 30 de setembro de 2015 e 2014 estão
apresentados abaixo:
43
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Raízen Energia S.A.
01/01/2015 a
01/01/2014 a
30/09/2015
30/09/2014
Fluxo de caixa
Atividade operacional
Atividade de investimento
Atividade de financiamento
Caixa gerado no período
Outros resultados abrangentes
10
2.780.323
(1.423.512)
(528.612)
1.819.761
(1.942.062)
623.565
1.584.184
(426.622)
(1.110.224)
501.581
123.902
(755.488)
828.199
501.264
47.318
(130.005)
(306.906)
155.269
803.162
686.172
Ativos disponíveis para venda e propriedades para investimentos
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Ganho (perda) na variação do valor justo
Transferências (i)
Baixa (ii)
Saldo em 30 de setembro de 2015
(i)
(ii)
Raízen Combustíveis S.A.
01/01/2015 a
01/01/2014 a
30/09/2015
30/09/2014
Propriedades para
investimentos
2.641.978
25.597
(273.708)
(7.935)
Ativo disponível
para venda
25.089
(2.435)
282.687
(16.046)
Total
2.667.067
23.162
8.979
(23.981)
2.385.932
289.295
2.675.227
Referem-se a transferências do Imobilizado para Propriedades para investimentos.
Reclassificado para propriedades para investimento devido desacordos comerciais durante as
negociações, referente a terrenos, benfeitorias e edifícios.
As propriedades para investimento incluem propriedades agrícolas localizadas nas regiões
Sudeste, Centro-oeste e Nordeste do Brasil, que são arrendadas para terceiros e controladas em
conjunto. Os arrendamentos possuem prazo médio de 18 anos para a cultura de cana-de-açúcar e
10 anos para grãos.
44
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
11
Imobilizado
Terrenos,
edifícios e
benfeitorias
Consolidado
Máquinas,
Obras em
equipamentos e
andamento
instalações
Controladora
Outros
ativos
Total
Total
Valor de custo:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Adições
Baixas
Transferências (i)
Saldo em 30 de setembro de 2015
171.129
(3.940)
167.189
76.022
(60)
16.893
92.855
156.508
63.520
(45.931)
174.097
32.240
(204)
6.439
38.475
435.899
63.520
(264)
(26.539)
472.616
33.378
2.046
(8)
(1.661)
33.755
Valor de depreciação:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Adições
Baixas
Transferências (i)
Saldo em 30 de setembro de 2015
(35.409)
(3.756)
7.448
(31.717)
(34.825)
(4.812)
36
257
(39.344)
-
(14.230)
(3.697)
2
24
(17.901)
(84.464)
(12.265)
38
7.729
(88.962)
(6.714)
(1.719)
2
(8.431)
Saldo em 31 de dezembro de 2014
135.720
41.197
Saldo em 30 de setembro de 2015
135.472
53.511
(i) Referem-se a transferências para o Intangível e Ativo disponível para venda.
156.508
174.097
18.010
20.574
351.435
383.654
26.664
25.324
45
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
12
Intangível
Consolidado
Direito de
Concessão
COMGÁS
Ágio
Benfeitorias em
concessões públicas e
licença de operação
Marcas e
Patentes
Controladora
Relacionamentos
com clientes
Outros
Total
Total
Valor de custo:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Adições
Baixas
Transferências (i)
Saldo em 30 de setembro de 2015
603.505
603.505
8.790.010
310.278
(8.225)
131
9.092.194
(5.414)
(5.414)
252.474
252.474
862.324
62.970
(5.949)
14
919.359
223.294
19.513
9.672
252.479
10.726.193
392.761
(14.174)
9.817
11.114.597
9.513
(1)
1.661
11.173
Valor de amortização:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Adições
Baixas
Transferências (i)
Saldo em 30 de setembro de 2015
-
(636.730)
(243.561)
5.541
(874.750)
5.414
5.414
(136.962)
(17.120)
(154.082)
(425.282)
(116.674)
2.861
(539.095)
(106.513)
(31.323)
14
(137.822)
(1.300.073)
(408.678)
8.402
14
(1.700.335)
(3.171)
(1.268)
(4.439)
Saldo em 31 de dezembro de 2014
603.505
8.153.280
115.512
437.042
Saldo em 30 de setembro de 2015
603.505
8.217.444
98.392
380.264
(i) Referem-se a transferências do imobilizado para o intangível e transferências do ativo intangível para propriedades para investimento
116.781
114.657
9.426.120
9.414.262
6.342
6.734
Capitalização de custos de empréstimos
A capitalização de custos de empréstimos para o período findo em 30 de setembro de 2015 foi de R$ 14.766 (R$ 15.787 para o período de findo em 30 de
setembro de 2014). A taxa média ponderada dos encargos financeiros da dívida, utilizada para capitalização de juros sobre o saldo de obras em
andamento, foi de 11,26% a.a para o período findo em de 30 de setembro de 2015 (9,04% a.a para o período findo em 30 de setembro de 2014).
46
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Ativo intangível (exceto ágio)
Taxa anual de
amortização
30/09/2015
31/12/2014
Concessão ativo intangível COMGÁS (a)
Durante o prazo
de concessão
8.217.444
8.153.280
Marcas e patentes:
Mobil
Comma
10,00%
-
74.188
24.204
98.392
91.308
24.204
115.512
Relacionamentos com clientes:
Comgás
Lubrificantes
20,00%
6,00%
327.315
52.949
380.264
375.118
61.924
437.042
Outros:
Licença de software
Outros
20,00%
15,00%
88.271
26.386
114.657
8.810.757
81.408
35.373
116.781
8.822.615
Total
(a) Refere-se ao ativo intangível de concessão do serviço público de distribuição de gás, que
representa o direito de cobrar dos usuários pelo fornecimento de gás e é composto por: (i)
direitos de concessão reconhecidos na combinação de negócios e (ii) ativos de concessão.
Análise de perda ao valor recuperável para unidades geradores de caixa contendo ágio
Durante o período findo em 30 de setembro de 2015 não foram identificados indicadores de
impairment que viessem requerer a revisão do último teste de impairment.
47
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
13
Empréstimos, financiamentos e debêntures
Encargos financeiros
Taxa
anual de
Indexador
juros(i)
Descrição
Controladora
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
30/09/2015
31/12/2014
Vencimento
-
-
1.889.802
855.433
2.011.523
202.656
305.816
849.295
1.352.796
874.494
1.344.760
834.565
274.000
288.209
mar/2023
mar/2018
out/2020
out/2020
out/2018
-
-
867.125
691.463
-
-
328.285
144.088
224.047
165.032
-
-
440.613
466.494
385.365
385.365
266.006
266.006
469.703
179
47.142
8.411.661
266.006
29.338
224
7.559
6.818.987
-
-
460.385
447.386
-
-
127.781
588.166
131.229
578.615
Total
385.365
266.006
8.999.827
7.397.602
Circulante
Não circulante
385.365
-
266.006
-
1.147.344
7.852.483
856.334
6.541.268
Empréstimos e Financiamentos
Senior Notes Due 2023
Senior Notes Due 2018
Bonus perpétuos
BNDES
BNDES
BNDES
EIB
Empréstimos no exterior
Finep
Resolução 4131
Resolução 4131
Resolução 4131
Finame
Outros
Debêntures
Debêntures não
conversíveis
Debêntures não
conversíveis
i)
US$
Pré-fixado
US$
TJLP
Selic
TJ462
US$ +
Libor
GBP +
Libor
Pré-fixado
US$ +
Libor
US$ +
Libor
US$
Pré-fixado
5,00%
9,50%
8,25%
8,60%
10,70%
7,94%
8,70%
4,27%
5,00%
10,58%
1,67%
1,20%
5,50%
-
Taxa fixada
+ IPCA
15,16%
CDI
15,26%
Em 30 de setembro de 2015, exceto quando de outra forma indicada.
Cláusulas Restritivas (“covenants”)
A Companhia e suas controladas estão sujeitas a determinadas cláusulas restritivas existentes nos
contratos de empréstimos e financiamentos, com base em determinados indicadores financeiros e
não financeiros. Para o período findo em 30 de setembro de 2015, a Companhia e suas
controladas não apresentam indicações de não atendimento das cláusulas restritivas.
48
set/2021
dez/2019
nov/2020
mar/2018
nov/2015
jan/2016
set/2018
-
set/2020
set/2019
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
14
Fornecedores
Fornecedores de gás
Depósitos judiciais (i)
Fornecedores de materiais e
serviços
(i)
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
-
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
1.551.302
1.043.998
(294.976)
(294.976)
898
2.528
289.013
222.148
898
2.528
1.545.339
971.170
Em 25 de fevereiro de 2014 a controlada Comgás obteve liminar movida contra a PETROBRAS, que
garantiu à Companhia o direito de prestar caução mensal do valor controverso devido à PETROBRAS,
correspondente à diferença de preços entre (i) o preço praticado no Contrato de Fornecimento de Gás TCQ
firmado entre Comgás e Petrobrás e (ii) o preço praticado no Contrato de Fornecimento Firme firmado
entre Petrobrás e Gás Brasiliano Distribuidora S.A., considerando a obrigação de isonomia assumida
perante o Grupo Petrobras junto à Agência Reguladora Estadual - ARSESP. Inicialmente, a caução foi
prestada mediante depósitos bancários que, posteriormente, após liminar concedida pelo STJ, em 6 de
novembro de 2014, foram substituídos por carta de fiança emitida por instituição financeira de primeira
linha.
Dessa forma, os valores controversos apurados a partir do fornecimento de gás de janeiro a setembro de
2014, foram garantidos em juízo mediante depósito judicial e os valores controversos apurados a partir do
fornecimento de gás de outubro de 2014 a setembro de 2015 passaram a ser garantidos mediante fiança
bancária. Em 30 de setembro de 2015 o valor garantido em deposito judicial é de R$ 294.976 e o valor
garantido por meio de Fiança é de R$ 528.028.
15
Outros tributos a pagar
ICMS
INSS
PIS
COFINS
Parcelamento de débitos – Refis (a)
ITBI
Outros
Circulante
Não Circulante
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
7
564
667
46
1.802
276
8.298
186.894
191.396
371
597
188.158
202.760
22.747
165.411
200.600
2.160
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
79.054
66.752
815
1.052
2.530
2.121
12.330
16.784
186.894
523.801
8.963
10.960
24.490
301.546
635.000
136.135
165.411
300.435
334.565
(a)
A parcela de R$350.301 referente ao parcelamento de débitos federais de
responsabilidade da ExxonMobil Brasil Holdings BV (“ExxonMobil”), antiga proprietária da
marca ExxonMobil no Brasil., foi compensado neste período com o seu respectivo saldo de
recobrança, conforme comentado no nota 6.
49
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
16
Imposto de renda e contribuição social
a) Reconciliação da despesa de imposto de renda e da contribuição social
01/07/2015 a
30/09/2015
(Prejuízo) lucro antes do imposto
de renda e contribuição social
Imposto de renda e contribuição
social a taxa nominal (34%)
Ajustes para cálculo da taxa efetiva
Equivalência patrimonial
Diferenças permanentes (doações, brindes, etc.)
Plano de opções de ações
Resultado de empresas no exterior
Outros
Imposto de renda e contribuição social
corrente
Imposto de renda e contribuição social
diferido
50
Controladora
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(149.849)
(290.662)
(102.668)
97.258
50.949
98.825
34.907
(33.068)
109.314
(85)
(932)
(22.037)
(703)
223.224
(476)
(2.797)
(33.587)
(2.107)
57.958
193
(872)
(2.664)
(5)
236.255
(49)
(2.614)
11.042
(2.202)
136.506
283.082
89.517
209.364
-
-
-
3.422
136.506
283.082
89.517
205.942
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/07/2015 a
30/09/2015
Lucro antes do imposto
de renda e contribuição social
Imposto de renda e contribuição
social a taxa nominal (34%)
Ajustes para cálculo da taxa efetiva
Equivalência patrimonial
Diferenças permanentes (doações, brindes, etc.)
Plano de opções de ações
Juros sobre capital próprio
Prejuízo fiscal e base negativa não reconhecidos
Resultado de empresas no exterior
Diferença na base de cálculo
entre lucro real e presumido
Demandas judiciais relacionadas à IR/CS
Outros
Imposto de renda e contribuição social correntes
Imposto de renda e contribuição social diferidos
Consolidado
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
77.691
154.331
22.135
499.249
(26.415)
(52.473)
(7.526)
(169.744)
9.923
(5.273)
(932)
(12.818)
1.723
93.185
(19.026)
(2.797)
(18.938)
1.586
25.772
99
(871)
(1.085)
157.057
(3.155)
(2.614)
(6.970)
(2.490)
14.723
17.271
9.140
7.612
2.005
12.611
8.046
28.652
(991)
(18.055)
(1.378)
30.041
1.655
35.230
13.839
(1.025)
21.162
(11.393)
(6.662)
(118.882)
148.923
(38.792)
74.022
(92.061)
113.223
b) Composição do imposto de renda e contribuição social diferidos ativos e passivos
Controladora
30/09/2015
IRPJ
CSLL
Total
725.187
736.611
2.491.512
(64.185)
176.987
181.297
622.878
(16.046)
44.224
66.295
224.236
(5.777)
15.921
181.297
66.295
847.114
(21.823)
60.145
136.247
50.077
269.164
(21.823)
67.291
20.902
14.076
(1.467.308)
(35.653)
(95.225)
(3.338.342)
(36.086)
-
5.226
3.519
(366.827)
(8.913)
(23.806)
(834.586)
9.021
(384.013)
1.881
1.267
(132.058)
(3.209)
(8.570)
(300.451)
3.249
(137.216)
7.107
4.786
(498.885)
(12.122)
(32.376)
(1.135.037)
12.270
(521.229)
7.982
5.255
(123.390)
(18.772)
1.227
(1.135.037)
(42.532)
(804.311)
Descrição
Base
Prejuízos fiscais
Base negativa de contribuição social
Variação cambial - Empréstimos e financiamentos
Ágio fiscal amortizado
Provisões para contingências
Provisões para créditos de liquidação duvidosa e
perdas
Provisões de participações no resultado
Resultado não realizado com derivativos
Resultado não realizado venda investimentos
Outras diferenças temporárias
Efeitos na formação da Raízen
Combinação de negócios - Outros efeitos
Outros
Total de tributos diferidos
51
31/12/2014
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Descrição
Base
Prejuízos fiscais
Base negativa de contribuição social
Variação cambial - Empréstimos e financiamentos
Ágio fiscal amortizado
Provisões para contingências
Provisões para créditos de liquidação duvidosa e
perdas
Provisões de participações no resultado
Resultado não realizado com derivativos
Resultado não realizado venda investimentos
Outras diferenças temporárias
Revisão de vida útil
Efeitos na formação da Raízen
Propriedades para investimento
Bens destinados a venda
Intangível – Contrato de concessão
Conta corrente regulatória
Ganhos ou perdas com passivo atuarial
Combinação de negócios - Imobilizado
Combinação de negócios - Intangível
Combinação de negócios - Outros efeitos
Outros
Total
Consolidado
30/09/2015
IRPJ
CSLL
31/12/2014
Total
1.464.984
1.483.625
2.874.126
484.129
322.772
366.246
718.531
121.032
80.693
133.526
258.671
43.572
29.049
366.246
133.526
977.202
164.604
109.742
318.595
116.372
303.488
289.705
179.166
172.877
18.898
(1.543.825)
(35.653)
316.567
(300.056)
(3.338.342)
(1.778.250)
(242.596)
49.405
242.654
267.067
(3.737.093)
(188.444)
(385.737)
43.219
4.725
(385.956)
(8.913)
79.142
(75.014)
(834.586)
(35.565)
(4.852)
12.351
60.664
67.629
(934.273)
(47.111)
(96.434)
(868.472)
15.559
1.701
(138.944)
(3.209)
28.491
(27.005)
(300.451)
(19.205)
(2.620)
4.446
21.839
24.347
(336.338)
(16.960)
(34.716)
(318.247)
58.778
6.426
(524.900)
(12.122)
107.633
(102.019)
(1.135.037)
(54.770)
(7.472)
16.797
82.503
91.976
(1.270.611)
(64.071)
(131.150)
(1.186.719)
45.784
7.898
(126.352)
(18.772)
26.073
(1.135.036)
(74.801)
(773)
15.057
82.503
87.595
(9.438)
(1.305.599)
(24.513)
(106.340)
(1.329.388)
Tributos diferidos - Ativos
Tributos diferidos - Passivos
296.203
(1.482.922)
213.288
(1.542.676)
Total de tributos diferidos líquidos
(1.186.719)
(1.329.388)
c) Movimentação dos impostos diferidos (líquidos)
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Tributos diferidos reconhecidos no resultado do período(i)
Outros resultados abrangentes
Outros
Saldo em 30 de setembro de 2015
(i)
Controladora
(804.311)
283.082
-
Consolidado
(1.329.388)
148.923
(2.955)
(3.299)
(521.229)
(1.186.719)
Imposto de renda e contribuição social diferidos decorrente da revisão das apurações de exercícios anteriores, com a
aplicação da taxa de vida útil prevista na legislação do imposto de renda. O saldo será amortizado pelo prazo restante
da concessão conforme artigo 69 da Lei 12.973/14.
52
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
17
Provisão para demandas judiciais
Tributária
Cíveis e Ambientais
Trabalhistas
Provisão para demandas judiciais
Controladora
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
30/09/2015
73.626
72.614
369.032
63.108
48.081
157.010
134.832
132.677
165.924
271.566
253.372
691.966
31/12/2014
341.213
139.256
163.932
644.401
Os depósitos judiciais em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014, são como segue:
Tributária
Cíveis e ambientais
Trabalhistas
Depósitos Judiciais
Controladora
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
30/09/2015
31/12/2014
207.898
199.927
349.121
314.320
13.524
12.766
18.029
28.124
25.591
23.546
38.478
46.270
247.013
236.239
405.628
388.714
Movimentação da provisão:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Provisionado no período
Baixas por reversão / pagamento
Atualização monetária
Saldo em 30 de setembro de 2015
Tributária
72.614
2.096
(7.154)
6.070
73.626
Controladora
Cíveis
Trabalhistas
48.081
132.677
6.637
23.206
(6.114)
(39.098)
14.504
18.047
63.108
134.832
Total
253.372
31.939
(52.366)
38.621
271.566
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Provisionado no período
Baixas por reversão / pagamento
Reclassificação
Atualização monetária
Saldo em 30 de setembro de 2015
Tributária
341.213
9.508
(4.178)
7.318
15.171
369.032
Consolidado
Cíveis
Trabalhistas
139.256
163.932
10.643
31.432
(16.840)
(46.652)
(7.318)
31.269
17.212
157.010
165.924
Total
644.401
51.583
(67.670)
63.652
691.966
53
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
a)
Tributárias
As principais demandas judiciais tributárias em 30 de setembro de 2015 e em 31 de
dezembro de 2014, são como seguem:
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
Compensação com
FINSOCIAL
INSS
Crédito de ICMS
PIS e COFINS
IPI
IRPJ e CSLL
Outros
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
-
-
251.491
241.739
47.643
21.208
1.085
329
3.361
73.626
44.332
22.931
873
1.027
329
3.122
72.614
56.471
24.328
3.830
1.085
329
31.498
369.032
46.660
24.231
4.704
1.027
329
22.523
341.213
b) Cíveis e trabalhistas
A Companhia e suas controladas são partes em ações cíveis referentes a (i) indenização por
danos materiais e morais, (ii) ações cíveis públicas para abstenção de queima de palha de canade-açúcar e (iii) execuções de natureza ambiental.
A Companhia e suas controladas são partes em ações trabalhistas por ex-empregados e
empregados de prestadores de serviços que questionam, entre outros, o pagamento de horas
extras, adicional noturno e de periculosidade, reintegração de emprego, indenização por acidente
de trabalho e devolução de descontos efetuados em folha de pagamento, tais como contribuição
confederativa, imposto sindical e outros.
Contingências - Demandas judiciais consideradas como de perda possível, portanto não
provisionadas
a) Tributárias
Controladora
30/09/2015
31/12/2014
ICMS- Imposto sobre
circulação de mercadorias
IRRF
IRPJ/CSLL
INSS
IPI - Imposto sobre
produtos industrializados
PIS e COFINS
Compensações com
crédito de IPI - IN 67/98
Outros
54
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
1.321.221
2.997
315.743
533.450
1.252.291
1.161
296.356
500.126
1.656.227
713.672
783.990
568.917
1.572.934
656.087
750.500
529.763
419.908
666.145
385.306
609.154
479.941
691.474
441.707
680.065
122.284
529.122
3.910.869
118.865
471.326
3.634.585
122.284
738.468
5.754.973
118.865
632.090
5.382.011
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
b) Cíveis e trabalhistas
Controladora
Cíveis
Trabalhistas
18
Consolidado
30/09/2015
31/12/2014
30/09/2015
31/12/2014
481.254
337.726
818.980
392.870
326.298
719.168
1.044.434
358.238
1.402.672
1.100.612
347.615
1.448.227
Obrigações com acionistas preferencialista em subsidiárias
Em 27 de junho de 2014, a Companhia contribuiu todas suas ações ordinárias de emissão da
Raízen Energia S.A. e da Raízen Combustíveis S.A. e dívidas, líquidas de recursos financeiros,
em montante de R$ 1.979.519, representada por debêntures e linha de capital de giro, para a
controlada Cosan Investimentos e Participações S.A.
Além disso, em 27 de junho de 2014, a Companhia celebrou Acordo de Investimentos e Outros
Pactos com o Fundo de Investimento em Participações Multisetorial Plus II (“FIP Multisetorial
Plus II”), e com o Razac Fundo de Investimento em Participações (“FIP Razac”). Com isso, o FIP
Multisetorial Plus II e o FIP Razac subscreveram ações preferenciais, sem direito de voto, de
emissão da Cosan Investimentos e Participações S.A., pelo valor de R$ 2.000.000, classificado
como passivo financeiro nas demonstrações financeiras da Companhia.
O passivo financeiro será mensurado levando em consideração o saldo do valor do aporte inicial
acrescido da atualização CDI deduzido dos dividendos pagos (também atualizados por CDI). A
Companhia terá a obrigação de realizar o pagamento aos Investidores caso eles exerçam a opção
de venda do investimento em 2021.
55
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
19
Patrimônio Líquido
a. Capital Social
O capital subscrito e inteiramente integralizado em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de
2014 é representado por 407.214.353 ações ordinárias nominativas, escriturais e sem valor
nominal.
Em 30 de abril de 2015 foi aprovado por meio de ata da assembleia geral, o aumento de capital
no valor de R$ 190.494 sem emissão de novas ações, mediante a conversão de parte do saldo
existente na conta de reserva estatutária.
b. Ações em tesouraria
Em 30 de setembro de 2015, a Companhia possuía 1.357.539 ações em tesouraria, cujo preço de
mercado era de R$ 20,13 (R$ 28,85 em 31 de dezembro de 2014).
c. Ajustes de avaliação patrimonial
Efeito de conversão moeda estrangeira em subsidiária - CTA
Perda com hedge accounting de controladas em conjunto
Ganho com propriedade para investimento
Ganho com plano de pensão
Valor justo de instrumentos disponíveis para venda
Total
Atribuído a:
Acionistas controladores
Acionistas não controladores
31/12/2014
(23.593)
(10.686)
190.735
23.467
22.572
202.495
Resultado
abrangente
(65.361)
(40.789)
–
–
4.990
(101.160)
30/09/2015
(88.954)
(51.475)
190.735
23.467
27.562
101.335
175.298
27.197
(104.952)
3.792
70.346
30.989
Efeito de conversão moeda estrangeira em subsidiária - CTA
Ganho / (Perda) com hedge accounting de controladas em conjunto
Ganho com propriedade para investimento
Ganho (perda) com plano de pensão
Valor justo de instrumentos financeiros disponíveis para venda
Total
(240)
43.385
190.735
(7.546)
16.126
242.460
Resultado
abrangente
(16.659)
(54.921)
–
1.063
1.591
(68.926)
Atribuído a:
Acionistas controladores
Acionistas não controladores
221.351
21.109
(70.359)
1.433
31/12/2013
56
30/09/2014
(16.899)
(11.536)
190.735
(6.483)
17.717
173.534
150.992
22.542
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
20
Lucro por ação
Básico
Numerador
(Prejuízo) lucro do período de operações
continuadas
Lucro do período de operações
descontinuadas
Denominador
Média ponderada do número de ações
ordinárias em circulação
(Prejuízo) lucro básico por ação ordinária operações continuadas
Lucro diluído por ação ordinária - operações
descontinuadas
01/07/2015 a
30/09/2015
01/01/2015 a
30/09/2015
01/07/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(13.343)
(7.580)
(13.151)
306.622
-
-
28.384
69.442
405.856.814
405.856.814
405.856.814
405.856.814
(R$0,03)
(R$0,02)
(R$0,03)
R$0,75
(R$0,03)
(R$0,02)
R$0,07
R$0,04
R$0,18
R$0,93
01/07/2015 a
30/09/2015
01/01/2015 a
30/09/2015
01/07/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(13.343)
(7.580)
(13.151)
306.622
-
-
28.384
69.442
405.856.814
19.908
405.876.722
405.856.814
471.220
406.328.034
405.856.814
5.096.737
410.953.551
405.856.814
5.096.737
410.953.551
(R$0,03)
(R$0,02)
(R$0,03)
R$0,74
(R$0,03)
(R$0,02)
R$0,07
R$0,04
R$0,17
R$0,91
Diluído
Numerador
(Prejuízo) lucro do período de operações
continuadas
Lucro do período de operações
descontinuadas
Denominador
Média ponderada do número de ações
ordinárias em circulação
Potencial incremento nas ações ordinárias
Denominador para lucro diluído por ação
(Prejuízo) lucro diluído por ação ordinária operações continuadas
Lucro diluído por ação ordinária - operações
descontinuadas
57
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
21
Resultado financeiro líquido
01/07/2015 a
30/09/2015
Despesas financeiras
Juros sobre empréstimos
Juros sobre outras operações
Tributos sobre receita financeira
Despesas bancárias
Receitas financeiras
Juros
Variação monetária
Outras receita financeiras
Rendimentos de aplicações
financeiras
Variação cambial, líquida(i)
Resultado dos derivativos, líquido
Derivativos de taxa de câmbio e
juros
Controladora
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(40.278)
(69.102)
(1.020)
(4.004)
(114.404)
(125.031)
(210.526)
(1.020)
(13.575)
(350.152)
(40.840)
(51.819)
(5.750)
(98.409)
(200.899)
(111.187)
(42.257)
(354.343)
44.863
5.598
143
77.605
14.975
142
6.960
3.708
-
63.541
11.938
-
8.004
58.608
24.934
117.656
2.646
13.314
8.461
83.940
(1.130.449)
(1.706.861)
(298.747)
(131.844)
757.549
757.549
1.209.992
1.209.992
154.348
154.348
30.351
30.351
(428.696)
(729.365)
(229.494)
(371.896)
(i) Inclui ganhos/(perdas) de variações cambiais sobre ativos e passivos denominados em moeda
estrangeira.
58
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
01/07/2015 a
30/09/2015
Despesas financeiras
Juros sobre empréstimos
Juros sobre outras operações (ii)
Variação monetária
Tributos sobre receitas
financeiras
Despesas bancárias
Receitas financeiras
Juros
Variação monetária
Outras receitas financeiras
Rendimentos de aplicações
financeiras
Variação cambial, líquida(i)
Resultado dos derivativos,
líquido
SWAP de juros
Derivativos de taxa de câmbio
e juros
Consolidado
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(112.577)
(91.719)
(43.549)
(413.227)
(254.862)
(102.127)
(162.428)
(56.236)
(15.222)
(519.126)
(62.274)
(45.762)
(6.318)
(16.007)
(270.170)
(6.319)
(53.148)
(829.683)
(14.650)
(248.536)
(77.182)
(704.344)
69.773
5.601
143
100.879
14.893
141
13.391
3.807
-
63.179
9.792
-
65.321
140.838
163.089
279.002
27.710
44.908
70.854
143.825
(180.793)
(641.767)
(209.636)
(108.077)
(44.176)
(44.175)
-
-
150.175
105.999
487.022
442.847
116.513
116.513
58.433
58.433
(204.126)
(749.601)
(296.751)
(610.163)
(i) Inclui ganhos/(perdas) de variações cambiais sobre ativos e passivos denominados em moeda estrangeira.
(ii) No ano de 2015 foram contabilizados os juros sobre crédito de imposto de renda e contribuição social no valor
de R$ 51.756, devido à mudança de estimativa para fins fiscais decorrente da revisão de suas bases de cálculo,
exercícios de 2009 e 2010, aplicando a taxa de vida útil prevista na IN 162/98 para seus ativos pertencentes à rede
de distribuição de gás.
59
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
22
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Impostos parcelados - REFIS
Efeito líquido das demandas
judiciais
Custos com operações
societárias (i)
Ganhos e perdas com
reestruturação societárias
Outros
01/07/2015 a
30/09/2015
-
Controladora
01/07/2014 a
01/01/2015 a
30/09/2014
30/09/2015
(Reapresentado)
(5.059)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(5.059)
(14.074)
(29.747)
(10.026)
(29.867)
(59)
(101.423)
-
(115.390)
1.545
(12.588)
4.557
(126.613)
(20)
(3.395)
(18.500)
4.459
(4.477)
(150.334)
(i) Valor relacionado à custos incorridos pela Companhia com os advogados, consultores de negócios e outros serviços
relacionados para certas reorganizações societárias e aquisições em potencial.
Impostos parcelados - REFIS
Efeito líquido das demandas judiciais
Resultado na venda de ativo não circulante
Custos com operações societárias (i)
Ganhos e perdas com reestruturação societárias
Ganho de valor justo das propriedades
para investimentos
Outros
01/07/2015 a
30/09/2015
(14.431)
(103)
(59)
-
01/01/2015 a
30/09/2015
(32.301)
(2.762)
(101.423)
-
Consolidado
01/07/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(5.059)
(13.910)
(2.579)
(8.822)
(20)
2.180
(12.413)
23.162
137
(113.187)
18.745
6.136
(5.509)
01/01/2014 a
30/09/2014
(Reapresentado)
(5.059)
(39.735)
(7.385)
(124.212)
4.459
63.728
5.214
(102.990)
(i) Valor relacionado à custos incorridos pela Companhia com os advogados, consultores de negócios e outros serviços relacionados para certas
reorganizações societárias e aquisições em potencial.
60
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
23
Instrumentos financeiros
Os valores contábeis dos ativos e passivos financeiros são como segue:
Ativos
Valor justo por meio do resultado
Títulos e valores mobiliários
Instrumentos financeiros derivativos
Empréstimos e recebíveis
Caixa e equivalentes de caixa
Contas a receber de clientes
Partes relacionadas
Dividendos a receber
Outras contas a receber
Total
Passivos
Passivo pelo custo amortizado
Empréstimos, financiamentos e debêntures
Fornecedores
Partes relacionadas
Contraprestação contingente - Earn out
Dividendos a pagar
REFIS
Obrigações com acionistas preferencialistas
Valor justo por meio do resultado
Empréstimos, financiamentos e debêntures
Plano de pensão e benefício pós emprego
Instrumentos financeiros derivativos
Total
30/09/2015
31/12/2014
214.890
2.547.253
2.762.143
149.735
880.366
1.030.101
1.865.000
899.064
287.455
212.938
76.445
3.340.902
1.540.192
856.723
263.914
36.130
440.180
3.137.139
6.103.045
4.167.240
4.243.069
1.545.339
129.093
133.197
15.756
186.894
2.106.730
8.360.078
3.825.552
971.170
122.449
186.649
20.347
523.801
1.926.888
7.576.856
4.756.758
317.746
756.957
5.831.461
3.572.050
301.764
333.435
4.207.249
14.191.539
11.784.105
Durante o período, não houve reclassificação entre categorias, do valor justo por meio do
resultado, empréstimos e recebíveis e passivos ao custo amortizado apresentado acima.
Estrutura de gerenciamento de risco
Em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014, os valores justos relacionados às
transações envolvendo instrumentos financeiros derivativos para proteger a exposição ao risco da
Companhia estavam utilizando dados observáveis, como preços cotados em mercados ativos ou
fluxos descontados com base em curvas de mercado e estão apresentados a seguir:
61
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Nocional
30/09/2015
31/12/2014
Derivativos de taxa de câmbio
Contratos a Termo
Opções
Valor justo
30/09/2015
31/12/2014
Resultado(i)
1.808.948
1.808.948
178.127
2.202.425
2.380.552
294.470
294.470
21.250
(8.842)
12.408
301.936
217.992
519.928
679.074
2.163.882
2.842.956
221.560
2.368.971
2.590.531
(69.994)
1.565.820
1.495.826
(40.328)
574.851
534.523
(82.570)
472.819
390.249
Total de instrumentos contratados pela Companhia
1.790.296
546.931
910.177
Ativos
Passivos
2.547.253
(756.957)
880.366
(333.435)
Risco de taxa de câmbio e juros
Contratos de Swap (juros)
Contratos de Swap (juros e câmbio)
(*) Estes saldos equivalem ao valor de nocional em Dólar convertidos para R$ pela taxa do Dólar do dia da contratação.
(i) A Companhia apresenta nas demonstrações dos resultados do período o efeito líquido do
Senior Notes 2023 designado em hedge accounting. Portanto, o montante de R$ 467.332
é contabilizado como despesa financeira.
Risco de crédito
Na controlada COMGÁS não há concentração de crédito em grandes consumidores em volume
superior a 10% das vendas, portanto o risco de crédito é atenuado pela venda a uma base de
clientes pulverizada.
O risco de crédito é administrado por normas específicas de aceitação de clientes, análise de
crédito e estabelecimento de limites de exposição por cliente, inclusive, quando aplicável,
exigência de carta de crédito de bancos de primeira linha e captação de garantias reais sobre
créditos concedidos. A Administração considera que o risco de crédito está substancialmente
coberto pela provisão para crédito de liquidação duvidosa.
A Companhia e suas controladas podem operar derivativos de taxa de câmbio e de juros na
BM&F Bovespa e também através de contratos de balcão, registrados na CETIP ou mesmo no
mercado internacional, com diversos bancos, respeitando os limites estabelecidos na Política de
Tesouraria para cada banco.
O risco de crédito sobre caixa e equivalente de caixa, depósitos bancários em instituições
financeiras nacionais e estrangeiras são determinados por instrumentos de rating amplamente
aceitos pelo mercado.
O valor contábil dos ativos financeiros representa a exposição máxima do crédito. A exposição
máxima do risco do crédito na data das demonstrações financeiras foi:
62
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Valor contábil
30/09/2015
1.865.000
214.890
899.064
2.547.253
287.455
76.445
212.938
6.103.045
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Contas a receber de clientes
Instrumentos financeiros derivativos
Recebíveis de partes relacionadas
Outras contas a receber
Dividendos a receber
31/12/2014
1.540.192
149.735
856.723
880.366
263.914
440.180
36.130
4.167.240
a) Perdas por redução ao valor recuperável
A Companhia testa anualmente seus ativos financeiros não classificados como ativos
financeiros ao valor justo por meio do resultado, incluindo investimentos contabilizados
pelo método da equivalência patrimonial, para determinar se há evidência objetiva de
perda por redução ao valor recuperável.
b) Garantias
A política da Cosan é fornecer garantias financeiras unicamente às subsidiárias. (Nota
13).
Risco de liquidez
Risco de liquidez é o risco em que a Companhia e suas controladas encontrem dificuldades em
cumprir com as obrigações associadas com seus passivos financeiros que são liquidados com
pagamentos à vista ou com outro ativo financeiro. A abordagem da Companhia e suas controladas
na administração de liquidez é de garantir, o máximo possível, que sempre haja um nível de
liquidez suficiente para cumprir com as obrigações vincendas, sob condições normais e de
estresse, sem causar perdas inaceitáveis ou com risco de prejudicar a reputação da Companhia e
suas controladas.
Os passivos financeiros não derivativos da Companhia classificados por data de vencimento (com
base nos fluxos de caixa não descontados contratados) são os seguintes:
Empréstimos,
financiamentos e debêntures
Fornecedores
REFIS
63
30/09/2015
31/12/2014
Até 1 ano
De 1 a 2
anos
De 3 a 5
anos
Acima de
5 anos
Total
Total
(1.556.852)
(1.126.794)
(6.354.859)
(7.697.804)
(16.736.309)
(13.639.709)
(1.545.339)
(22.386)
(3.124.577)
(21.484)
(1.148.278)
(42.968)
(6.397.827)
(100.056)
(7.797.860)
(1.545.339)
(186.894)
(18.468.542)
(893.087)
(523.801)
(15.056.597)
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Risco de mercado
Risco de mercado é o risco que alterações nos preços de mercado – tais como as taxas de câmbio
e taxas de juros – irão afetar os ganhos da Companhia ou o valor de suas participações em
instrumentos financeiros. O objetivo do gerenciamento de risco de mercado é gerenciar e
controlar as exposições a riscos de mercados, dentro de parâmetros aceitáveis, e ao mesmo tempo
otimizar o retorno.
A Companhia utilize derivativos para gerenciar riscos de mercado. Todas essas operações são
conduzidas dentro das orientações estabelecidas pelo Comitê de Gerenciamento de Risco.
Geralmente, a Companhia busca aplicar contabilidade de hedge para gerenciar a volatilidade no
resultado.
a) Risco cambial
Em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014, a Companhia e suas controladas
apresentavam a seguinte exposição líquida à variação cambial em ativos e passivos
denominados em Dólar (USD) e Reais (BRL):
Caixa e equivalentes de caixa
Empréstimos, financiamentos e
debêntures
Contraprestação contingente Earn out
Intrumentos financeiros
derivativos
Exposição cambial, líquida
30/09/2015
R$
USD
107.962
27.175
31/12/2014
R$
USD
40.782
15.354
(5.922.961)
(1.490.841)
(4.150.856)
(1.562.705)
(48.476)
(12.202)
(47.340)
(17.822)
6.013.335
1.513.588
4.606.216
1.842.486
149.860
37.720
448.802
277.313
(*) Estes saldos equivalem ao valor de nocional em Dólar convertidos para R$ pela taxa do Dólar de 30 de setembro de 2015.
i.
Análise de sensibilidade sobre as mudanças nas taxas de câmbio
O cenário provável foi definido com base nas taxas de mercado Dólar EUA em
30 de setembro de 2015, que determina o valor justo dos derivativos naquela
data. Cenários estressados (efeitos positivos e negativos, antes dos impostos)
foram definidos com base em impactos adversos de 25% e de 50% nas taxas de
câmbio Dólar EUA usados no cenário provável.
Com base nos instrumentos financeiros denominados em dólares norteamericanos, levantados em 30 de setembro de 2015, a Companhia realizou uma
análise de sensibilidade com aumento e diminuição das taxas de câmbio
(R$/US$) de 25% e 50%. O cenário provável considera projeções da Companhia
para as taxas de câmbio no vencimento das operações para empresas com moeda
64
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
funcional real (positivos e negativos, antes dos impostos), como segue:
Análise de sensibilidade das taxas de câmbio (R$/USS)
30 de setembro de 2015
30/09/2015
3,9729
Provável
3,9729
25%
4,9661
50%
5,9594
-25%
2,9797
Cenários
-50%
1,9865
Considerando o cenário acima, os ganhos e perdas seriam afetados da seguinte
forma:
Instrumento
Caixa e equivalentes de caixa
Derivativos de taxa de
câmbio
Derivativos de taxa de juros e
câmbio
Empréstimos, financiamentos
e debêntures
Contraprestação contingente
- Earn out
Fator de risco
Baixa do USD
Provável
107.962
25%
26.991
50%
53.982
-25%
(26.991)
Cenários
-50%
(53.982)
Baixa do USD
Baixa do USD
e alta do CDI
1.808.948
519.475
1.038.951
(519.475)
(1.038.951)
2.163.882
951.120
1.902.239
(951.120)
(1.902.239)
Alta do USD
(5.922.961)
(1.480.740)
(2.961.480)
1.480.740
2.961.480
Alta do USD
(48.476)
12.119
24.238
(12.119)
(24.238)
(1.890.645)
28.965
57.930
(28.965)
(57.930)
Impactos no resultado do período
b) Risco de taxa de juros
A Companhia e suas controladas monitoram as flutuações das taxas de juros variáveis
atreladas a algumas dívidas, principalmente aquelas vinculadas ao risco de LIBOR, e
utiliza-se de instrumentos derivativos com o objetivo de minimizar estes riscos.
i.
Análise de sensibilidade sobre as mudanças nas taxas de juros
A análise de sensibilidade sobre as taxas de juros dos empréstimos,
financiamentos e debêntures com aumento e redução de 25% e 50%, estão
apresentados a seguir:
Exposição taxa de juros
Empréstimos, financiamentos e debêntures
Derivativos de taxa de juros
Impactos no resultado do período
Saldo
25%
50%
-25%
(8.895.588)
(69.994)
(187.297)
(29.004)
158.293
(374.594)
(51.117)
323.477
(187.297)
36.897
(150.400)
(*) Estes saldos equivalem ao valor de nocional em Dólar convertidos para R$ pela taxa do Dólar de 30 de setembro de 2015.
65
30/09/2015
-50%
(374.594)
85.978
(288.616)
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
i)
Os índices de CDI e TJLP considerados foram: 12,58% e 6,50%, respectivamente, e
foram obtidos através de informações disponibilizadas pelo mercado.
Valor justo dos instrumentos financeiros
Os valores contábeis e os valores justos dos ativos e passivos financeiros são como segue:
Valor contábil
30/09/2015
31/12/2014
Valor justo(i)
30/09/2015
31/12/2014
Ativos
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Contas a receber de clientes
Instrumentos financeiros derivativos
Partes relacionadas
Outras contas a receber
Dividendos a receber
1.865.000
214.890
899.064
2.547.253
287.455
76.455
212.938
1.540.192
149.735
856.723
880.366
263.914
440.180
36.130
1.865.000
214.890
899.064
2.547.253
287.455
76.455
212.938
1.540.192
149.735
856.723
880.366
263.914
440.180
36.130
Total
6.103.055
4.167.240
6.103.055
4.167.240
8.999.827
756.957
1.545.339
129.093
7.397.602
333.435
971.170
122.449
7.909.798
756.957
1.545.339
129.093
7.182.340
333.435
971.170
122.449
2.106.730
186.894
133.197
15.756
1.926.888
523.801
186.649
20.347
2.106.730
186.894
133.197
15.756
1.926.888
523.801
186.649
20.347
13.873.793
11.482.341
12.783.764
11.267.079
Passivo
Empréstimos, financiamentos e debêntures
Instrumentos financeiros derivativos
Fornecedores
Pagáveis a partes relacionadas
Obrigações com acionistas
preferencialistas
REFIS
Contraprestação contingente - Earn out
Dividendos a pagar
Total
Hedge accounting – Valor justo
Atualmente, a Companhia adotou o hedge de valor justo para algumas de suas operações de modo
que tanto os instrumentos de hedge e os itens cobertos são contabilizados pelo valor justo por
meio do resultado. Operações e efeitos contábeis dessa adoção são os seguintes:
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Amortização dos juros
Despesas financeiras - valor justo
Saldo em 30 de setembro de 2015
66
Empréstimos
1.352.796
(88.646)
654.249
1.918.399
Sênior Notes 2023
Derivativos
(183.086)
(71.017)
(477.913)
(732.016)
Total
1.169.710
(159.663)
176.337
1.186.384
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
24
Hierarquia do valor justo
A seguir valor justo dos instrumentos financeiros da Companhia classificados por nível:
Ativos e passivos mensurados ao valor justo
Saldo em 30 de setembro de 2015
Caixa e equivalentes de caixa
Ativos financeiros derivativos
Passivos financeiros derivativos
Empréstimos e financiamentos
Títulos e valores mobiliários
Ativos disponíveis para venda
Propriedades para investimentos
Total
Saldo em 31 de dezembro de 2014
Ativos financeiros derivativos
Passivos financeiros derivativos
Contraprestação contingente - Earn out
Títulos e valores mobiliários
Ativos disponíveis para venda
Propriedades para investimentos
Total
25
67
Nível 2
Total
141.604
141.604
1.723.396
2.547.253
(756.957)
(4.756.758)
214.890
289.295
2.385.932
1.647.051
1.865.000
2.547.253
(756.957)
(4.756.758)
214.890
289.295
2.385.932
1.788.655
-
880.366
(333.435)
186.649
149.735
25.089
2.641.978
3.550.382
880.366
(333.435)
186.649
149.735
25.089
2.641.978
3.550.382
Pensão e benefício pós-emprego
Futura
Futura II
COMGÁS
Total
Nível 1
30/09/2015
26.125
171
291.450
31/12/2014
23.048
154
278.562
317.746
301.764
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
Fundo de Pensão
Benefício definido
A controlada Cosan Lubrificantes e Especialidade (“CLE”) patrocina a Futura – Entidade de
Previdência Complementar (“Futura”), antiga Previd Exxon - Sociedade de Previdência Privada,
que tem como objetivo principal a suplementação de benefícios, dentro de certos limites
estabelecidos no regulamento do Plano de Aposentadoria. Este plano foi alterado para prever o
sua liquidação, aprovado pela autoridade competente em 05 de maio de 2011. Durante o período
de três e nove meses findo em 30 de setembro de 2015, os valores de contribuições da
patrocinadora para o plano totalizaram R$ 722 e R$ 2.601, respectivamente, (R$ 2.360 e R$
7.005 para o período de três e nove meses findos em 30 de setembro de 2014, respectivamente).
Contribuição definida
A partir de 1º de setembro de 2011, a Companhia e suas controladas passaram a patrocinar o
Plano de Aposentadoria Futura, administrado pela Futura II – Entidade de Previdência
Complementar (“Futura II”), extensivo a todos os seus funcionários. A Companhia e suas
controladas não possuem obrigações legais ou construtivas para contribuições extraordinárias
adicionais, caso o plano não tenha ativos suficientes para pagamento de todos os benefícios ou
eventual ocorrência de déficit. Durante o período de três e nove meses findo em 30 de setembro
de 2015, os valores de contribuição das patrocinadoras para o plano totalizaram R$ 382 e R$
1.191, respectivamente, (R$ 701 e R$ 1.710 para o período de três e nove meses findos em 30 de
setembro de 2014, respectivamente).
A controlada COMGÁS oferece plano de suplementação de aposentadoria, concedida por meio
de um plano de contribuição definida, mediante um Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL).
Durante o período de três e nove meses findo em 30 de setembro de 2015, os valores de
contribuições das patrocinadoras para o plano totalizaram R$ 8.770 e R$ 26.309,
respectivamente, (R$ 8.186 e R$ 24.559 para o período de três e nove meses findos em 30 de
setembro de 2014, respectivamente).
68
Cosan S.A. Indústria e Comércio
Notas explicativas às demonstrações financeiras intermediárias
Para o período de 9 meses findos em 30 de setembro de 2015 e 31 de dezembro de 2014
(Em milhares de Reais – R$, exceto se de outra forma indicado)
26
Pagamento baseado em ações
Em 29 de julho de 2011, em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária, foram aprovadas
Diretrizes de Elaboração e Estruturação de Plano de Opção de Compra de Ações por parte de
executivos e empregados da Companhia, autorizando a emissão de até 5% das ações do capital
social da Companhia para atendimento ao plano. O plano de opção de compra de ações foi
elaborado para obter e reter os serviços prestados por executivos e empregados de alto
nível, oferecendo-lhes a oportunidade de se tornarem acionistas da Companhia.
Em 18 de agosto de 2011, o Conselho de Administração aprovou a outorga de opção de compra
de ações, no montante de até 12.000.000 ações ordinárias a serem emitidas ou adquiridas pela
Companhia, referentes a 2,41% do capital social da época. Nesta mesma data os executivos
elegíveis foram informados dos principais termos e condições do acordo de remuneração com
base em ações.
Em 31 de agosto de 2015, foram outorgadas 759.000 opções de compra de ações, com período de
aquisição de direito (vesting period) de 5 anos. O período de exercício dessas opções termina em
31 de agosto de 2022.
De acordo com o valor médio de mercado das ações durante um período de 30 dias, terminando
na emissão, o preço de exercício definido foi de R$ 19,96 por ação, sem qualquer desconto.
O saldo de opções em 30 de setembro de 2015 é de 9.671.000 (8.512.000 para o período de nove
meses findos em 30 de setembro de 2014) com o preço de exercício médio ponderado de R$
27,84 (R$ 25,22 para o período de nove meses findos em 30 de setembro de 2014).
69
COSAN S/A
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
Relatório de Resultados 3T15
São Paulo, 11 de novembro de 2015 – A COSAN S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO (BM&FBovespa: CSAN3) anuncia
hoje seu resultado referente ao terceiro trimestre (julho, agosto e setembro) de 2015 (3T15) . O resultado é apresentado
de forma consolidada, de acordo com as regras contábeis adotadas no Brasil e internacionais (IFRS).
Destaques do 3T15
Cosan atinge EBITDA ajustado proforma de R$ 1.090 milhões (+11%). Consumo de caixa livre proforma
(FCFE), incluindo 50% da Raízen, foi de R$ 268 milhões e a dívida líquida/EBITDA proforma atingiu 3,0x
A Raízen Combustíveis apresentou crescimento 1% no volume total vendido (+5% no ciclo Otto) quando
comparado ao 3T14, sustentando um crescimento de 7% no EBITDA Ajustado, que alcançou R$ 573 milhões
A Raízen Energia reportou um EBITDA ajustado de R$ 837 milhões, 20% maior que no 3T14, impulsionado
pelo maior volume de vendas
O EBITDA normalizado da Comgás cresceu 6%, atingindo R$ 380 milhões, reflexo principalmente de melhoria
do mix de vendas, maior controle de despesas e reajuste tarifário
Sum ário das Inform ações Financeiras - Cosan Proform a¹
R$ MM
Receita Líquida
Lucro Bruto
EBITDA
EBITDA Ajustado²
Lucro (Prejuízo) Líquido
3T15
(Jul-Set)
11.440,6
1.229,1
991,8
1.090,4
(13,3)
3T14
(Jul-Set)
10.022,3
1.155,1
974,9
982,9
15,2
Var. %
3T15 x 3T14
14,2%
6,4%
1,7%
10,9%
n/a
2T15
(Abr-Jun)
10.105,5
1.125,6
873,9
815,5
49,4
Var. %
3T15 x 2T15
13,2%
9,2%
13,5%
33,7%
n/a
CAPEX
379,0
503,3
-24,7%
398,7
-4,9%
Caixa Livre para os Acionistas³
(135,7)
(8,3)
n/a
377,2
n/a
Dívida Líquida⁴
11.462,5
10.858,2
5,6%
10.748,8
6,6%
Alavancagem (Dívida Líquida/EBITDA LTM)
3,0
3,0
2,7%
2,9
6,2%
Dividendos Distribuidos
150,0
n/a
125,0
20,0%
Nota 1: Considera a consolidação de 50% dos resultados da Raízen Combustíveis e Raízen Energia.
Nota 2: EBITDA Ajustado exclui os efeitos pontuais incorridos nos trimestres, detalhados na página 4 deste relatório.
Nota 3: Geração (Consumo) de Caixa Livre Proforma para acionistas, antes de Dividendos (Free Cash Flow to Equity), conforme detalhado na página 11
deste relatório.
Nota 4: Inclui as obrigações com acionistas preferencialistas em subsidiárias.
Teleconferência de Resultados
Português - 10h00 (horário de Brasília)
12 de novembro de 2015 (quinta-feira)
Tel: + 55 11 3193 1001
+ 55 11 2820 4001
Código: COSAN
Inglês - 14h00 (horário de Brasília)
12 de novembro de 2015 (quinta-feira)
Tel (BR): + 55 11 3193 1001
+ 55 11 2820 4001
Tel (EUA): +1 786 924 6977
Código: COSAN
70 de 90
Relações com Investidores
E-mail: [email protected]
Telefone: +55 11 3897-9797
Website: ri.cosan.com.br
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
A. Resultado Cosan Consolidado
Unidades de Negócio
As unidades de negócio e a participação da Cosan em cada segmento reportável estão assim organizadas:
Raízen Combustíveis (50%)
Distribuição de Combustíveis
Raízen Energia (50%)
Açúcar, Etanol e Cogeração
Comgás (61,3%)
Distribuição de Gás Natural
Lubrificantes (100%)
Lubrificantes, Óleos Básicos e Especialidades
Radar (37,7%)
Gestão de Propriedades Agrícolas
Outros Negócios (100%)
Estrutura Corporativa e Outros Investimentos
Sumário Executivo do 3T15
Os desafios resultantes da queda da atividade econômica no Brasil desde o início do ano se mantiveram no
terceiro trimestre de 2015. A volatilidade na cotação do dólar americano e nos preços de açúcar, etanol e petróleo
também marcou o período. Mesmo assim, nossos negócios seguem performando dentro das expectativas para o ano,
em linha com o guidance divulgado ao mercado.
Cosan S/A: O EBITDA ajustado proforma atingiu R$ 1.090 milhões, 11% superior ao resultado apresentado no
mesmo período do ano passado. O EBITDA proforma atingiu R$ 992 milhões, 2% superior ao 3T14. Neste trimestre,
a Cosan reportou um prejuízo de R$ 13 milhões. O aumento do lucro líquido da Raízen Combustíveis e da Comgás foi
compensado pelo resultado sazonalmente fraco da Raizen Energia. O terceiro trimestre do ano (segundo da safra
2015/16) é tipicamente marcado por um consumo de caixa na Raízen Energia, em função da estratégia de formação de
estoques, resultando em um consumo de caixa livre para o acionista (FCFE) proforma da Cosan de R$ 136 milhões no
3T15. No acumulado do ano (9M15), a Cosan gerou R$ 1.190 milhões refletindo o foco no desempenho operacional e
adequação dos níveis de CAPEX das unidades de negócio.
Raízen Combustíveis: O EBITDA ajustado, excluindo efeitos de venda de ativos, cresceu 7% comparado ao 3T14
(+9% na comparação dos números reportados). As vendas continuam sofrendo com a desaceleração econômica do
país, principalmente no diesel. Ainda assim, nossos volumes vendidos cresceram acima da média de mercado (-3%,
base ANP). No ciclo Otto (gasolina+etanol) as vendas cresceram 5% comparadas ao 3T14, principalmente no varejo,
pela aceleração na conversão de postos e maturação dos postos embandeirados nos últimos anos. As vendas de diesel
caíram 1% na mesma comparação, enquanto o mercado brasileiro caiu 6%, em virtude de novos contratos firmados no
período e maior demanda dos consumidores do agronegócio. A evolução da margem unitária de etanol e maior
participação deste produto no mix de vendas contribuíram para o crescimento do EBITDA no trimestre.
Raízen Energia: O EBITDA ajustado, excluindo os efeitos da variação do ativo biológico e de hedge accounting,
somou R$ 837 milhões, 20% superior ao 3T14. Os resultados do trimestre (segundo da safra 2015/16) foram
impulsionados pela aceleração da moagem, apesar das chuvas atípicas no período, resultando em um aumento dos
volumes de vendas de açúcar (+18%) e etanol (+11%). O nível de produtividade agrícola no trimestre – medido em
toneladas de ATR por hectare – também apresentou melhora, atingindo 12,3 tons ATR/ha (versus 10,3 tons ATR/ha no
3T14). Os custos unitários caixa ficaram acima do reportado no 3T14, reflexo ainda do atraso na moagem de cana,
principalmente própria, resultando num maior volume de cana moída de fornecedores, cujo preço do ATR divulgado
pelo CONSECANA aumentou. O CAPEX no 3T15 foi 41% menor na comparação com o 3T14, principalmente em
função do plano de adequação dos investimentos no segmento de açúcar e etanol e alinhado com o guidance.
Comgás: O EBITDA Normalizado pelo o efeito do conta corrente regulatório foi de R$ 380 milhões, 6% superior
quando comparado ao mesmo trimestre do ano anterior. As vendas de gás natural seguem sofrendo com a
desaceleração econômica, notadamente o segmento industrial. O menor consumo de água no Estado de São Paulo,
aliado às temperaturas anormalmente altas, teve impacto negativo no consumo unitário residencial. Excluindo
termogeração, os volumes vendidos encolheram 6% na comparação com o 3T14. Em contrapartida, foram conectadas
23 indústrias, 335 clientes comerciais e 30 mil clientes residências no trimestre. A melhora no EBITDA deve-se
principalmente ao melhor mix de vendas e ajustes das tarifas, aliado ao controle de despesas.
71 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
Lubrificantes: O EBITDA do 3T15 segue apresentando melhora (37%) quando comparado ao mesmo período do
ano anterior, tendo atingido R$ 42 milhões. A melhora do mix de produtos vendidos e os resultados das operações
internacionais suportaram a melhora da margem e do EBITDA.
Radar: O EBITDA da Radar atingiu R$ 13 milhões no 3T15, período em que houve menor volume de vendas de
terras. Adicionalmente, não houve variação nos índices de mercado que ajustam o portfólio de terras próprias. A
Radar encerrou o 3T15 com 278,6 mil hectares de terras próprias e de terceiros sob gestão com valor de mercado de R$
5,3 bilhões.
Apresentamos a seguir tabelas com as principais métricas operacionais e financeiras dos negócios. Em nosso
site de RI (ri.cosan.com.br), na Central de Resultados, está disponível o histórico das informações apresentadas . A
partir da página 13 deste relatório, apresentamos todas as informações financeiras e operacionais de cada segmento.
Métricas Operacionais e Financeiras
Raízen Combustíveis
3 T 15
3 T 14
( J ul- S e t )
( J ul- S e t )
Vo lume Ciclo Otto (Gaso lina+Etano l) ('000 m³)
2.899
2.750
Vo lume Diesel ('000 m³)
2.927
2.959
EB ITDA A justado ⁵ (R$ /m³)
87,9
83,2
EB IT A justado ⁵ (R$ /m³)
65,2
60,5
No ta 5: Exclui efeito s po ntuais, co nfo rme detalhado na página 4 deste relató rio .
V a r. %
2 T 15
3 T 15 x 3 T 14
( A br- J un)
5,4%
2.819
-1,1%
2.653
5,7%
82,9
7,6%
58,3
V a r. %
3 T 15 x 2 T 15
2,8%
10,3%
6,0%
11,7%
As vendas do ciclo Otto cresceram 5,4% enquanto
o volume de Diesel recuou 1,1%, na comparação
com o 3T14. Mesmo com a maior participação de
etanol no mix, as margens estão em linha com as
expectativas, suportando crescimento do EBITDA
absoluto.
Raízen Energia
3 T 15
3 T 14
( J ul- S e t )
( J ul- S e t )
Cana M o ída ('000 to n)
24.251
24.475
A TR M édio (kg /to n)
136,4
139,9
A TR/ha
12,3
10,3
M ix A çúcar x Etano l
57% x 43%
57% x 43%
EB ITDA A justado ⁶ (R $ M M )
837,0
696,9
EB IT A justado ⁶/ATR ve ndido (R $ /to n)
132,5
112,5
No ta 6: Exclui efeito s po ntuais, co nfo rme detalhado na página 4 deste relató rio .
Apesar das chuvas atípicas no período, a moagem
foi retomada no trimestre, acelerando as vendas
de açúcar e etanol, com melhores preços. O EBIT
Ajustado apresentou uma evolução de 89,7%
refletindo os aumentos nos preços de venda e
volumes de açúcar e etanol.
V a r. %
3 T 15 x 3 T 14
-0,9%
-2,5%
19,6%
n/a
20,1%
17,8%
Comgás
Vo lume To tal Vendido ('000 m³) - Ex termo geração
EBITDA No rmalizado ⁷ (R$ MM)
EBITDA IFRS (R$ M M )
No ta 7: Inclui efeito do Co nta Co rrente Regulato rio .
3 T 15
( J ul- Se t )
1.084.848
380,3
387,1
3 T 14
( J ul- Se t )
1.150.251
357,6
377,4
Va r. %
2 T 15
3 T 15 x 3 T 14
( A br- J un)
-5,7%
1.103.979
6,3%
384,5
2,6%
473,5
Va r. %
3 T 15 x 2 T 15
-1,7%
-1,1%
-18,3%
O EBITDA normalizado apresentou crescimento
em função de melhor mix de vendas, apesar da
queda nos volumes industriais e menor volume
unitário residencial.
3T 15
( Jul- Set )
89,3
42,1
3T 14
( Jul- Set )
88,5
30,9
Var. %
2T 15
3T 15 x 3T 14
( A br- Jun)
1,0%
80,2
36,6%
39,1
Var. %
3T 15 x 2T 15
11,4%
7,9%
A evolução do EBITDA reflete melhor mix de
vendas
e
performance
dos
negócios
internacionais.
Lubrificantes
Volume Total Vendido ('000 m³)
EBITDA (R$ M M )
72 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
EBITDA e Lucro Líquido Ajustados
Abaixo, apresentamos uma descrição de ajustes por linha de negócio, seguindo os seguintes critérios:
Raízen Combustíveis: (i) efeitos de venda de ativos e (ii) ganhos/perdas pontuais quando aplicável.
Raízen Energia: (i) variação do ativo biológico; (ii) impactos de hedge accounting e (iii) ganhos/perdas pontuais quando
aplicável.
Comgás: (i) efeito do conta corrente regulatório.
Outros negócios: (i) efeitos pontuais relevantes e não recorrentes.
EBITDA Ajustado
R$ MM
EBITDA Proform a
Raízen Com bustíveis (50%)
Venda de Ativos
Raízen Energia (50%)
Variação do Ativo Biológico
Hedge Accounting
Com gás - Conta Corrente Regulatório
EBITDA Ajustado
3T15
(Jul-Set)
991,8
(10,2)
(10,2)
115,6
(12,8)
128,5
(6,8)
1.090,4
3T14
(Jul-Set)
974,9
(5,5)
(5,5)
33,2
32,3
0,9
(19,8)
982,9
Var. %
3T15 x 3T14
1,7%
n/a
n/a
n/a
n/a
n/a
n/a
10,9%
2T15
(Abr-Jun)
873,9
(3,3)
(3,3)
34,0
(17,9)
51,9
(89,0)
815,5
Var. %
3T15 x 2T15
13,5%
n/a
n/a
n/a
n/a
n/a
n/a
33,7%
Lucro Líquido Ajustado
R$ MM
Lucro Líquido Proform a
Raízen Com bustíveis (50%)
Venda de Ativos
Raízen Energia (50%)
Variação do Ativo Biológico
Com gás - Conta Corrente Regulatório
Lucro Líquido Ajustado
B. Resultado por Unidade de Negócio
B.1 Raízen Combustíveis
O mercado brasileiro de distribuição de combustíveis segue impactado pela queda da atividade
econômica/industrial. Assim, as vendas totais de diesel caíram 6,2% (base ANP) na comparação com 3T14. Esta
redução reflete a menor demanda pelo produto, dada a desaceleração na atividade de transporte rodoviário. Já as
vendas do ciclo Otto (gasolina + etanol) demonstraram mais uma vez maior resiliência, crescendo 3,3% na comparação
com o mesmo período do ano anterior. Na comparação para gasolina equivalente, i.e., ajustando o volume vendido de
etanol pela eficiência energética, não houve crescimento.
O volume de vendas da Raizen Combustíveis cresceu 5,4% no ciclo Otto e caiu 1,1% no diesel, comparado ao
3T14. O crescimento do volume vendido no ciclo Otto segue sustentado pela crescente demanda por etanol, cujas
vendas cresceram 59,0% no 3T15. O volume vendido de diesel no trimestre foi 1,1% abaixo do reportado no mesmo
período do ano anterior, impactado principalmente pela menor demanda, parcialmente compensado por novos contratos
firmados no trimestre no segmento B2B. Vale ressaltar que, desde o trimestre passado, os volumes reportados seguem
a metodologia do Sindicom, que exclui os volumes vendidos para outras distribuidoras.
Volum es Vendidos
''000 m³
Volum e total⁸
Etanol
Gasolina
Diesel
Aviação
Outros Produtos
3T15
(Jul-Set)
6.512
937
1.962
2.927
604
83
3T14
(Jul-Set)
6.432
589
2.161
2.959
610
113
Var. %
3T15 x 3T14
1,2%
59,0%
-9,2%
-1,1%
-1,0%
-27,2%
2T15
(Abr-Jun)
6.123
864
1.955
2.653
571
80
Var. %
3T15 x 2T15
6,3%
8,4%
0,3%
10,3%
5,8%
3,3%
No ta 8: Exclui vendas para o utras distribuido ras, co nfo rme meto do lo gia SINDICOM .
A receita líquida da Raízen Combustíveis atingiu R$ 15,6 bilhões no 3T15, 9,1% maior na comparação com o
3T14. Esta evolução reflete aumentos de preço (novembro 2014) e tributação (aumento da CIDE em fevereiro 2015) no
diesel e na gasolina, e o crescimento do volume vendido. No segmento aviação, cujos preços são atrelados à paridade
internacional e ao dólar, houve decréscimo de receita entre períodos pelo menor preço do produto. Na comparação com
o 2T15, a receita líquida da Raízen Combustíveis cresceu 5,7%, principalmente pelos maiores volumes vendidos e
preços médios.
O custo dos produtos vendidos totalizou R$14,9 bilhões neste trimestre, com incremento de 9,3% em função do
aumento dos preços de diesel e gasolina. Na comparação com o 2T15, o custo dos produtos vendidos subiu 5,3%,
devido ao maior volume de vendas.
As despesas com vendas, gerais e administrativas foram 0,5% superiores na comparação com o 3T14,
totalizando R$ 397,2 milhões. As despesas com vendas aumentaram 2,0% entre períodos, reflexo principalmente do
maior volume vendido de etanol no período. Já as despesas gerais e administrativas caíram 4,4% refletindo os
contínuos esforços em redução de custos além de sazonalidade de despesas no trimestre. As outras receitas
(despesas), ajustadas pela venda de ativos, recuaram 7,3% na comparação entre períodos, devido a redução de
receitas de aluguéis e arrendamentos, reflexo da menor quantidade de postos próprios.
O EBITDA Ajustado da Raízen Combustíveis totalizou R$ 572,6 milhões no 3T15 expandindo 7,0% em relação ao
3T14. O EBITDA reportado, que inclui venda de ativos, cresceu 8,6% em relação ao 3T14. A evolução da margem
unitária do etanol e o aumento expressivo do volume vendido (59,0% versus o 3T14) contribuíram para o crescimento
do EBITDA no trimestre. Quando comparado ao 2T15, o EBITDA ajustado foi 12,8% maior, em função principalmente
de um volume de vendas superior e da manutenção do mix de produtos. Cabe ressaltar que o EBIT ajustado, que inclui
73 de 90
3T15
(Jul-Se
(1
(
(
(1
(
(1
(16
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
a depreciação e amortização de parte dos investimentos feitos em renovação e expansão da rede de revendedores,
cresceu 8,9% entre períodos, alcançando R$ 424,3 milhões.
EBITDA
R$ MM
EBITDA
Venda de Ativos
EBITDA Ajustado
EBIT
EBIT Ajustado
3T15
(Jul-Set)
593,1
(20,4)
572,6
444,7
424,3
3T14
(Jul-Set)
546,2
(10,9)
535,3
400,4
389,5
Var. %
3T15 x 3T14
8,6%
87,2%
7,0%
11,1%
8,9%
2T15
(Abr-Jun)
514,5
(6,6)
507,8
363,7
357,1
Var. %
3T15 x 2T15
15,3%
n/a
12,8%
22,3%
18,8%
Os investimentos da Raízen Combustíveis totalizaram R$ 208,6 milhões no trimestre, em linha com o plano anual
focado na expansão da rede de distribuição. A rede de postos revendedores Shell encerrou o trimestre com 5.560
postos.
74 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
B.2 Raízen Energia
Ressaltamos que a análise das informações da Raízen Energia deve considerar o ano-safra que tem início em abril e se encerra em
março do ano seguinte. Nesta divulgação apresentaremos o desempenho da Raízen Energia referente ao terceiro trimestre de 2015,
que representa o segundo trimestre da safra 2015/16. Adicionalmente, à partir deste trimestre, a Receita Líquida de Açúcar da Raízen
Energia inclui o efeito de Hedge Accounting, conforme detalhado na tabela específica de Receita Líquida desta seção.
O resultado do 3T15 foi marcado por volumes atípicos de chuvas em julho e setembro, impactando a moagem
no trimestre, que foi 0,9% inferior a marca do 3T14. As 23 usinas em atividade moeram 24,3 milhões de toneladas de
cana-de-açúcar, montante similar ao mesmo período da safra anterior. A produtividade agrícola permaneceu em níveis
elevados com TCH de 90,5 ton/ha, acima dos 73,8 ton/ha da safra anterior. O ATR médio atingiu 136,4 kg/ton no 3T15
versus 139,9 kg/ton no 3T14. A combinação desses dois indicadores compõe a produtividade do canavial, que foi de
12,3 toneladas de ATR por hectare, índice 19,6% superior ao observado no 3T14.
A receita líquida ajustada pelo hedge accounting da Raízen Energia foi 24,1% superior quando comparada ao
3T14, totalizando R$ 2,9 bilhões. O crescimento da receita é reflexo do aumento dos volumes vendidos de açúcar e
etanol, bem como de maiores preços médios dos produtos.
Açúcar: A receita líquida ajustada pelo hedge accounting⁹ atingiu R$ 1,5 bilhão no 3T15, 35,3% acima do mesmo período do ano
anterior, refletindo o aumento dos volumes vendidos (+17,6%), próprios e de revenda. O preço médio⁹ também apresentou uma
melhora de 15,1% em relação ao 3T14 atingindo R$ 1.065/ton.
Etanol: A receita líquida cresceu 18,5% comparada ao 3T14, atingindo R$ 1,1 bilhão. A maior competitividade do etanol no
mercado brasileiro refletiu em crescimento de 10,6% nas vendas, principalmente nos volumes de revenda e trading. O preço
médio do etanol foi de R$ 1.490/m³, 7,2% superior na comparação com o 3T14, em virtude do aumento da demanda e
competitividade do produto no mercado doméstico, bem como maior volume exportado no período.
Cogeração: A receita líquida apresentou uma redução de 12,0% atingindo R$ 203,0 milhões. O volume vendido aumentou
15,5% no 3T15, dada maior disponibilidade de biomassa no trimestre, porem o preço médio de venda foi 23,8% inferior ao 3T14
(R$ 197/MWh no 3T15), dada a queda expressiva do preço spot (-68,7%). Ao longo da safra, cerca de 80% do volume de
energia é vendido com base em contratos de longo prazo indexados pela inflação.
Com posição das Vendas
R$ MM
Receita Líquida Ajustada⁹
3T15
(Jul-Set)
3T14
(Jul-Set)
2.894,4
1.457,6
241,4
1.216,2
1.128,5
548,8
579,7
203,0
105,3
(256,9)
2.637,5
Venda de Açúcar
Mercado Interno
Mercado Externo
Venda de Etanol
Mercado Interno
Mercado Externo
Cogeração de Energia
Outros Produtos e Serviços
Hedge Accounting
Receita Líquida
Var. %
3T15 x 3T14
2.333,1
1.076,9
254,8
822,1
952,0
528,3
423,7
230,6
73,6
(1,8)
2.331,3
24,1%
35,3%
-5,3%
47,9%
18,5%
3,9%
36,8%
-12,0%
43,0%
n/a
13,1%
No ta 9: Receita Líquida de A çúcar M E ajustada po r Hedge A cco unting (3T15: + R$ 256,9 milhõ es; 3T14: + R$ 1,8 milhõ es)
Os volumes próprios de açúcar, que possuem maior margem, cresceram 15,8%, e os de revenda 45,2%. Já os
volumes próprios de etanol recuaram 4,9% no trimestre, enquanto os de revenda e trading expandiram 32,9%,
reflexo de nossa estratégia de concentrar as vendas de volumes próprios nos trimestres subsequentes. Vale
ressaltar que as operações de revenda e trading tem por objetivo principal gerar escala para os nossos negócios. Seus
resultados, entretanto, são marginais quando comparados ao resultado das vendas dos produtos próprios.
Açúcar
Etanol
Volume Vendido („000 m³)
Volume Vendido („000 ton)
1.368,5
1.163,5
1.163,5
71,3
1.368,5
103,6
757,6
685,2
344,5
279,7
872,9
3T14
371,6
413,1
405,6
385,9
3T15
3T14
1.264,9
405,5
Mercado Interno
279,6
1.096,9
1.092,2
290,7
757,6
685,2
271,6
3T15
3T14
Mercado Externo
Próprio
3T14
3T15
Revenda
Mercado Interno
Estoque de Açúcar
'000 ton
R$ MM
R$/ton
30/09/2015
1.398,0
1.075,1
769,0
Mercado Externo
Próprio
3T15
Revenda e Trading
Estoque de Etanol
30/09/2014
1.580,0
1.168,8
739,8
Var. %
-11,5%
-8,0%
4,0%
'000 m ³
R$ MM
R$/m ³
30/09/2015
921,0
1.062,7
1.153,8
30/09/2014
1.082,0
1.268,6
1.172,5
Var. %
-14,9%
-16,2%
-1,6%
Os custos de produtos vendidos cresceram 12,2% no trimestre, em função dos maiores volumes de venda e
revenda de etanol, açúcar e cogeração. Os volumes de terceiros vendidos possuem um custo maior que o de
75 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
produção própria, resultando, proporcionalmente, em maiores custos e menor margem. Adicionalmente, neste trimestre
houve um aumento no volume de compra de cana de fornecedores e do custo do Consecana (+3,4%), que atingiu R$
0,4793 por kg/ATR.
Os custos caixa unitários de produção foram negativamente impactados pelo maior custo na compra de cana
de fornecedores e pelo atraso na moagem em comparação ao ano passado, com maior impacto nas usinas mais
voltadas à produção de etanol. Este efeito deverá ser atenuado ao final da safra. Os custos de produção de açúcar
e etanol são predominantemente custos de natureza fixa. O comportamento dos custos unitários refletem, portanto,
nossos esforços contínuos para a melhora na gestão de gastos agrícolas e industriais. Para melhor comparabilidade, o
cálculo do custo caixa unitário apresentado abaixo reflete apenas as vendas de produto próprio, isto é, exclui os custos
e volumes relacionados a atividades de trading e revenda.
Custo dos Produtos Vendidos
R$ MM
Custo dos produtos vendidos
Açúcar
Etanol
Revenda e Trading
Cogeração de Energia
Outros
Custos Médios (Caixa) Unitários¹⁰
Açúcar (R$/ton)
Etanol (R$/m³)
3T15
(Jul-Set)
(2.195,6)
(947,0)
(483,8)
(618,2)
(97,0)
(49,6)
3T14
(Jul-Set)
(1.957,4)
(811,5)
(475,0)
(470,0)
(68,6)
(132,4)
Var. %
3T15 x 3T14
12,2%
16,7%
1,9%
31,5%
41,4%
-62,5%
(511,0)
(874,9)
(489,5)
(745,1)
4,4%
17,4%
No ta 10: Custo caixa de vo lumes pró prio s, exclui depreciaçõ es e amo rtizaçõ es de plantio , trato cultural, agríco la (máquinas e equipamento s),
industrial e manutenção de entressafra.
As despesas com vendas, gerais e administrativas totalizaram R$ 325,7 milhões no 3T15, um aumento de 14,9%
na comparação com o mesmo período do ano anterior. O aumento se deve principalmente aos maiores gastos com
frete, em função dos maiores volumes vendidos.
O EBITDA ajustado, excluídos os efeitos de ativo biológico e hedge accounting, totalizou R$ 837,0 milhões,
19,1% superior ao resultado do 3T14, devido aos maiores preços médios de açúcar e etanol e maior proporção
dos volumes próprios vendidos de açúcar (com maior margem unitária). O EBIT ajustado, que inclui a depreciação
e amortização dos investimentos em ativo biológico, foi de R$ 342,0 milhões.
EBITDA e EBIT
R$ MM
EBITDA
Variação do ativo biologico
Hedge Accounting
EBITDA Ajustado
Margem EBITDA Ajustado (%)
EBIT
EBIT Ajustado
3T15
(Jul-Set)
605,7
(25,6)
256,9
837,0
31,7%
110,7
342,0
3T14
(Jul-Set)
630,5
64,6
1,8
696,9
29,9%
113,9
180,3
Var. %
3T15 x 3T14
-3,9%
n/a
n/a
20,1%
1,8 p.p
-2,8%
89,7%
A posição de volumes e preços de açúcar fixados com tradings ou via instrumentos financeiros derivativos, em Dólar
Americano e convertido para Reais, até 30 setembro de 2015, respectivamente, são resumidas como segue:
Sum ário das Operações de Hedge em 30/09/2015¹¹
Açúcar
Volume (mil tons)
Preço Médio (¢R$/lb)
Preço Médio (¢US$/lb)
2015/16
3.051,5
44,2
14,2
2016/17
957,8
52,6
12,9
No ta 11: Co bertura de hedge leva em co nsideração o s ano s-safra co m término em 31/03/2016 e 31/03/2017.
Os investimentos totalizaram R$ 230,4 milhões no 3T15, uma redução de 40,5% em relação ao 3T14 e em linha
com o guidance para a safra. Essa redução é explicada pela sazonalidade, em virtude do atraso da moagem, além da
adequação dos níveis de investimento em renovação dos canaviais e da redução dos aportes em projetos diversos,
ambos alinhados com o guidance para a safra 2015/16.
76 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
CAPEX
R$ MM
CAPEX Total
CAPEX Manutenção
Ativos Biológicos
Manutenção de Entressafra
CAPEX Operacional
SSMA e Sustaining
Mecanização
Industrial
CAPEX de Projetos
Cogeração e Expansão
Outros Projetos
3T15
(Jul-Set)
230,4
182,7
174,5
8,3
15,4
9,8
5,2
0,4
32,2
17,8
14,4
3T14
(Jul-Set)
387,4
231,5
223,2
8,3
16,8
8,4
7,2
1,2
139,1
90,2
48,9
Var. %
3T15 x 3T14
-40,5%
-21,1%
-21,8%
-0,9%
-8,2%
16,5%
-27,4%
-65,6%
-76,8%
-80,2%
-70,6%
B.3 Comgás
A queda da atividade industrial no país segue impactando negativamente os volumes de venda de gás natural; a
queda das vendas no segmento industrial foi de 5,7% frente ao 3T14. O destaque positivo do 3T15 foi novamente o
segmento comercial onde mantivemos a quantidade de novas conexões (1.180 novos clientes nos últimos 12 meses)
gerando um crescimento de 4,6% no volume vendido. No mercado residencial, a adição de 110 mil novos clientes nos
últimos 12 meses fez com que a queda do volume absoluto (-3,5%), em relação ao 3T14, fosse menos acentuada que a
do consumo unitário residencial (-8%) em função do menor consumo de água no Estado de São Paulo e das
temperaturas atipicamente mais altas no período.
Volum es Vendidos
000 m³
Venda de Gás Total
Venda de Gás - sem term o
Residencial
Comercial
Industrial
Cogeração
Automotivo
Term ogeração
3T15
(Jul-Set)
1.307.027
1.084.848
61.663
33.686
870.440
70.834
48.226
222.179
3T14
(Jul-Set)
1.369.371
1.150.251
63.903
32.192
923.453
74.910
55.793
219.120
Var. %
3T15 x 3T14
-4,6%
-5,7%
-3,5%
4,6%
-5,7%
-5,4%
-13,6%
1,4%
2T15
(Abr-Jun)
1.359.250
1.103.979
57.307
32.536
886.374
76.947
50.815
255.271
Var. %
3T15 x 2T15
-3,8%
-1,7%
7,6%
3,5%
-1,8%
-7,9%
-5,1%
-13,0%
A receita líquida da Comgás atingiu R$ 1,7 bilhão no 3T15, 6,0% maior na comparação com o 3T14. Os aumentos
nas tarifas de vendas (em Dezembro/14 e Maio/15) aprovados pela ARSESP, e o melhor mix de vendas, suportaram o
crescimento da receita líquida da Comgás apesar do menor volume vendido.
Os custos de gás e transporte, excluído o custo de construção, cresceram 10,6% apesar da queda nas vendas,
refletindo o aumento do custo unitário médio do gás comprado nesse trimestre, quando comparado ao mesmo
período do ano passado. O custo do gás boliviano em dólares apresentou redução, uma vez que o preço do petróleo
caiu na comparação entre períodos. No entanto, a variação cambial em conjunto com os recentes aumentos no custo do
gás nacional, fizeram com que o custo médio ficasse maior nesse trimestre.
As despesas com vendas, gerais e administrativas totalizaram R$ 234,8 milhões no 3T15, impactado pela redução
de 13,5% nas despesas com vendas, em virtude da menor provisão para devedores duvidosos (PDD) e menores gastos
com marketing e promoções no trimestre.
O EBITDA, normalizado pela conta corrente regulatória, totalizou R$ 380,3 milhões no 3T15, aumentando 6,3%
em relação ao 3T14. Os ajustes das tarifas, combinados com o melhor mix de vendas e o controle das despesas foram
os principais responsáveis pelo crescimento no período. O EBITDA IFRS apresentou crescimento de 2,6%, totalizando
R$ 387,1 milhões no trimestre. Em função da desvalorização cambial, não houve recuperação da conta corrente
regulatória no período, que encerrou o trimestre com saldo R$ 211 milhões, similar ao saldo do 2T15.
EBITDA
R$ MM
EBITDA Normalizado
Margem EBITDA Normalizado (%)
EBITDA IFRS
Margem EBITDA (%)
3T15
(Jul-Set)
380,3
22,3%
387,1
22,7%
3T14
(Jul-Set)
357,6
21,8%
377,4
23,0%
Var. %
3T15 x 3T14
6,3%
0,5 p.p
2,6%
-0,3 p.p.
2T15
(Abr-Jun)
384,5
23,0%
473,5
28,3%
Var. %
3T15 x 2T15
-1,1%
-0,7 p.p.
-18,3%
-5,6 p.p.
Os investimentos da Comgás totalizaram R$ 136,6 milhões no 3T15, em linha com o plano de investimentos
aprovado pela Companhia. O total investido foi 20,3% inferior na comparação com 3T14, sendo 73,0% do
investimento destinado à expansão da rede de distribuição de gás. Foram adicionados 305 quilômetros de rede, 29,4%
inferior que o 3T14.
A Comgás aguarda as informações da ARSESP sobre as próximas etapas do processo de revisão tarifária do
ciclo 2014-2019. O relatório de resultados completo da Comgás encontra-se disponível no site: ri.comgas.com.br.
77 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
Apresentamos também na página 21 deste relatório, a reconciliação contábil da visão Cosan para visão Comgás do
EBITDA e Lucro Líquido.
B.4 Lubrificantes
A queda da atividade econômica impacta diretamente a demanda brasileira de lubrificantes por conta da atividade
industrial e pela redução em transportes em geral. Entretanto, a receita líquida de Lubrificantes atingiu R$ 484,2 milhões
no período, 12,6% maior na comparação com o 3T14.
O EBITDA do 3T15 apresentou um crescimento de 36,6% quando comparado ao 3T14, ainda que o volume
vendido tenha crescido apenas 1%, atingindo 89,3 mil m³. Esse efeito ocorreu principalmente: (i) pela melhora do mix
de produtos, (ii) pelo foco na gestão de despesas e (iii) pelo melhor resultado das operações internacionais; ainda que os
custos de matéria prima tenham sido negativamente afetados pela desvalorização do Real.
EBITDA
R$ MM
EBITDA
Margem EBITDA (%)
3T15
(Jul-Set)
42,1
8,7%
3T14
(Jul-Set)
30,9
7,2%
Var. %
3T15 x 3T14
36,6%
1,5 p.p
2T15
(Abr-Jun)
39,1
9,2%
Var. %
3T15 x 2T15
7,9%
-0,5 p.p.
B.5 Radar
A Radar encerrou o 3T15 com 278,6 mil hectares de terras próprias e de terceiros sob gestão, conforme informações
abaixo:
Localização
Terras Próprias
São Paulo
Maranhão
Mato Grosso
Bahia
Terras de Terceiros Adm inistradas
Total Terras Próprias e Terceiros
Cultura
Cana-de-Açúcar
Grãos
Grãos
Grãos
%
100%
64%
18%
12%
7%
-
Área
(hectares)
Área
(acres)
104.863
67.022
18.383
12.302
7.155
173.703
278.566
Valor de Mercado
(R$ MM)
259.117
165.612
45.425
30.399
17.681
429.222
688.339
2.675
2.222
158
222
74
2.614
5.290
No 3T15, a receita líquida foi de R$ 31,9 milhões, 16,6,% superior ao 3T14, impactada por maior receita de venda de
propriedades no trimestre. Não houve resultado de outras receitas operacionais, que refletem o ganho (não caixa) com a
avaliação do portfolio próprio da Radar neste trimestre. O EBITDA do 3T15 foi de R$ 13,3 milhões.
B.6 Outros Negócios
Os resultados do segmento Outros Negócios representa a estrutura corporativa da Cosan, além de efeitos pelas
contingências oriundas dos negócios contribuídos à Raízen anteriores a sua formação, bem como outros investimentos.
Despesas e EBITDA
R$ MM
Despesas Gerais e Adm inistrativas
Outras Receitas/(Despesas) Operacionais
EBITDA Ajustado
(+) Resultado de Equivalência
EBITDA
3T15
(Jul-Set)
(38,9)
(12,1)
(50,0)
147,7
97,7
3T14
(Jul-Set)
(32,1)
(18,7)
(49,9)
196,6
146,7
Var. %
3T15 x 3T14
21,1%
-35,0%
0,2%
-24,9%
-33,4%
2T15
(Abr-Jun)
(44,4)
(6,8)
(50,1)
221,8
171,7
Var. %
3T15 x 2T15
-12,2%
78,7%
-0,2%
-33,4%
-43,1%
As despesas gerais e administrativas da Cosan, compostas por serviços de consultorias diversas, despesas
com pessoal (salários, encargos e indenizações), foram de R$ 38,9 milhões no 3T15, 21,1% superior ao 3T14.
78 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
C. Demais Linhas do Resultado Consolidado
Resultado Financeiro
Resultado Financeiro
R$ MM
Custo total da dívida
Rendimentos de Aplicações Financeiras
(=) Sub-total: Juros da Dívida Líquida
Outros Encargos e Variações Monetárias
Despesas Bancárias, Fees e Outros
(=) Financeiras, Líquidas
3T15
(Jul-Set)
(261,8)
65,3
(196,5)
2,0
(9,6)
(204,1)
3T14
(Jul-Set)
(269,4)
27,7
(241,8)
(44,9)
(10,1)
(296,8)
Var.
3T15 x 3T14
-2,8%
n/a
-18,7%
n/a
-4,6%
-31,2%
2T15
(Abr-Jun)
(219,3)
54,2
(165,2)
(80,4)
(15,2)
(260,8)
Var.
3T15 x 2T15
19,4%
20,6%
19,0%
n/a
-36,8%
-21,7%
As despesas financeiras líquidas atingiram R$ 204,1 milhões no 3T15, redução de 2,8% quando comparado ao
3T14. No custo total da dívida (que inclui despesas com juros, variação cambial e resultados de derivativos) houve uma
variação de R$ 73,8 milhões, devido à contratação do hedge do principal do Bônus Perpétuo em 2015. Este efeito foi
compensado pelo aumento do CDI (R$ 66,2 milhões) entre os períodos. Os rendimentos de aplicações financeiras
cresceram R$ 37,6 milhões devido maior volume de caixa, quando comparado ao 3T14. O aumento em outros
encargos e variações monetárias deve-se principalmente ao reconhecimento de R$ 51,8 milhões de atualização
(SELIC) sobre crédito tributário da Comgás.
Imposto de Renda e Contribuição Social
Segue abaixo composição das despesas com IR/CS por unidade de negócio.
Im posto de Renda e Contribuição Social
3T15
Lucro Operacional antes do IR/CS
Alíquota Nominal de IR/CS (%)
Despesa Teórica IR/CS
Diferenças Permanentes não tributáveis /
Equivalência Patrimonial
Diferença de base lucro real e presumido
Outros
Despesa Efetiva de IR/CS
Alíquota Efetiva de IR/CS (%)
Despesas (Receita) com IR/CS
Corrente
Alíquota Efetiva - Imposto Corrente (%)
Diferido
Com gás
Lubrificantes
267,1
-34,0%
(90,8)
8,5
-34,0%
(2,9)
(0,6)
(2,2)
(3,5)
(94,9)
-35,5%
(94,9)
(6,1)
-2,3%
(88,7)
0,6
(4,5)
-53,1%
(4,5)
(0,7)
-8,8%
(3,7)
Radar 5
16,4
-34,0%
(5,6)
2,0
0,1
(3,5)
-21,4%
(3,5)
(2,9)
-17,6%
(0,6)
Outros
Negócios
(98,1)
-34,0%
33,4
46,9
4,5
84,8
-86,4%
84,8
(1,6)
1,7%
86,4
Ajustes e
Consolidado
Elim inações
Contábil
(116,1)
77,7
-34,0%
-34,0%
39,5
(26,4)
(39,5)
0,0%
0,0%
4,6
2,0
1,7
(18,1)
-23,2%
(18,1)
(11,4)
-14,7%
(6,7)
Lucro Líquido
A Cosan apresentou prejuízo de R$ 13,3 milhões no 3T15, inferior ao 3T14 (lucro líquido de R$ 15,2 milhões)
reflexo do menor resultado de equivalência patrimonial dos resultados da Raízen Energia, já explicados neste
relatório, parcialmente compensado pelo melhores resultados operacionais e financeiros das outras unidades de
negócio.
79 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
D. Reconciliação do Fluxo de Caixa
Apresentamos abaixo as informações necessárias para reconciliação da geração (consumo) de caixa liquido para o
acionista (FCFE) em base contábil (“Cosan S/A”). A partir deste trimestre, reportaremos a mesma reconciliação em
base proforma (“Consolidado Proforma”) que leva em consideração as informações de 50% da Raízen.
3T15
Dem onstração de Fluxo de Caixa - 3T15
(R$ MM)
EBITDA
Efeitos não caixa no EBITDA
Variação de Ativos e Passivos
Resultado financeiro operacional
Fluxo de Caixa Operacional
CAPEX
Outros
Fluxo de Caixa de Investim ento
Captação de dívida
Amortização de principal
Amortização de juros
Derivativos
Outros
Fluxo de Caixa de Financiam ento
Caixa livre para os acionistas (FCFE)
Dividendos pagos
Cosan S.A
Comgas
Outros
Dividendos recebidos¹²
Dividendos Líquidos
Impacto da variação cambial nos saldos de caixa e equivalente de caixa
Caixa líquido gerado (consum ido) no período
Radar
Com gás
13,3
(3,5)
8,9
2,8
21,5
(0,7)
(5,4)
(6,1)
387,1
19,4
156,6
46,9
609,9
(136,6)
1,9
(134,7)
-
3T14
Outros
Negócios
Lubrificantes
42,1
3,1
(81,9)
0,4
(36,2)
(13,1)
(0,2)
(13,2)
Elim inações
97,7
(119,2)
(17,7)
14,4
(24,8)
(7,0)
10,1
3,1
(116,1)
116,1
(0,0)
(5,3)
(5,3)
-
-
83,5
-
15,4
-
(274,8)
(85,7)
53,2
1,8
(305,6)
169,6
-
15,4
169,6
(46,8)
(0,5)
6,5
(11,8)
30,9
(18,6)
15,9
(2,7)
(6,2)
(133,0)
(33,6)
9,6
(163,1)
(184,9)
(148,5)
(148,5)
(148,5)
10,8
(322,6)
Cosan S/A
424,1
15,8
66,0
64,4
570,3
(157,3)
1,1
(156,3)
5,3
5,3
(0,0)
-
Raízen
590,7
(32,1)
(635,2)
98,8
22,3
(217,6)
27,3
(190,3)
Consolidado
Proform a
Elim inações
(23,0)
23,0
-
Consolidado
Proform a
991,8
6,8
(569,2)
163,3
592,6
(375,0)
28,4
(346,6)
974,9
45,6
(666,1)
311,7
674,4
(486,2)
19,2
(467,0)
83,5
261,2
-
344,8
371,1
(327,9)
(219,2)
26,1
4,9
(432,5)
(18,4)
(148,5)
(148,5)
(148,5)
26,7
(140,2)
(149,3)
(55,3)
(6,1)
50,5
(117,5)
(1,5)
(1,5)
1,0
(0,5)
(117,8)
-
(477,1)
(274,5)
26,1
(1,2)
(381,8)
(135,7)
(150,1)
(148,5)
(1,5)
1,0
(149,0)
26,7
(258,1)
(239,6)
(209,2)
(37,1)
(100,9)
(215,7)
(8,3)
(23,4)
(23,4)
96,8
73,4
1,4
66,5
Nota12: Dividendos recebidos da Rumo Logística no total de R$ 96,8 milhões no 3T14, anteriores à cisão ocorrida em 1º de outubro de 2014.
Reconciliação Raízen
Dem onstração de Fluxo de Caixa - 3T15
(Em m ilhões de Reais)
Fluxo de Caixa Operacional
Fluxo de Caixa de Investimento
Fluxo de Caixa de Financiamento
Caixa livre para os acionistas (FCFE)
Caixa líquido gerado (consum ido) no período
Raízen
Raízen
Energia (50%) Com bustíveis
(145,5)
(109,6)
93,8
(161,3)
(161,7)
(50%)
167,8
(80,7)
(43,2)
43,9
43,8
E. Empréstimos e Financiamentos
A alavancagem proforma total da Cosan S/A (incluindo as obrigações com acionistas preferencialistas) foi de
3,0x Dívida Líquida/EBITDA, considerando o EBITDA proforma dos últimos 12 meses de R$ 3,8 bilhões.
Ao final do 3T15, a dívida bruta consolidada proforma da Cosan (excluindo PESA) foi de R$ 13,3 bilhões,
aumento explicado por (i) captações de R$ 345 milhões pulverizadas entre os negócios, (ii) pagamentos de principal e
juros (com impacto caixa) no montante de R$ 726 milhões.
As disponibilidades de caixa e equivalentes de caixa somaram R$ 3,9 bilhões ao final do 3T15 comparado com
R$ 4,1 bilhões de 2T15. O endividamento líquido bancário proforma no trimestre foi de R$ 9,4 bilhões (excluí as
obrigações com acionistas preferencialistas) resultando em uma alavancagem de 2,5x Dívida Liquida/EBITDA. As
obrigações com acionistas preferencialistas representavam R$ 2,1 bilhões ao final de 3T15.
Radar
Saldo inicial de dívida líquida Proform a
Caixa e Equivalente de Caixa e TVM
Endividam ento Bruto
Com gás
(192,6)
192,6
-
1.569,5
1.306,5
2.876,0
Lubrificantes
234,5
93,5
328,0
Outros
Negócios
3.494,7
619,5
4.114,2
Consolidado
5.106,1
2.212,1
7.318,2
Raízen
Energia
Raízen
Com bustíveis
2.912,5
1.875,7
4.788,2
680,1
66,6
746,7
Consolidado
Proform a
8.698,6
4.154,4
12.853,0
Itens com im pacto caixa
Captação
Amortização de principal
Amortização de juros
Derivativos
-
(307,3)
(274,8)
(85,7)
53,2
42,7
83,5
(46,8)
(0,5)
6,5
(172,8)
(6,2)
(133,0)
(33,6)
(437,4)
83,5
(327,9)
(219,2)
26,1
(89,5)
111,4
(148,8)
(52,1)
-
146,2
149,8
(0,4)
(3,2)
-
(380,8)
344,8
(477,1)
(274,5)
26,1
Itens sem im pacto caixa
Provisão de juros (accrual)
Variação monetária e ajuste de MTM dívida
Variação cambial líquida de derivativos
-
81,6
51,3
(151,4)
181,6
66,6
3,7
(9,6)
72,4
184,0
393,6
24,1
(233,8)
332,1
448,7
(136,9)
20,3
401,1
88,0
16,0
297,1
54,7
4,6
(117,0)
167,1
787,8
541,3
(237,9)
484,4
Saldo final de endividam ento bruto
Caixa e Equivalente de Caixa e TVM
Saldo final de dívida líquida Proform a
Obrigações com acionistas preferencialistas em subsidiárias
Dívida bancária líquida proform a e obrigações de
acionistas preferencialistas em subsidiárias
216,1
(216,1)
(216,1)
2.650,3
1.476,1
1.174,1
1.174,1
437,2
90,8
346,4
4.125,3
296,9
3.828,4
7.212,8
2.079,9
5.132,9
-
2.106,7
2.106,7
346,4
5.935,1
7.239,7
80 de 90
5.099,7
1.714,0
3.385,7
3.385,7
947,5
110,4
837,2
13.260,1
3.904,3
9.355,8
-
2.106,7
837,2
11.462,5
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
F. Guidance
Essa seção contém o guidance por faixa de variação de alguns parâmetros chave nos resultados consolidados da Cosan
para 2015. Além disso, as demais partes deste Relatório de Resultados também podem conter projeções. Tais projeções
e guidance são apenas estimativas e indicativas, não sendo garantia de quaisquer resultados futuros.
Este guidance leva em consideração as operações da Cosan S/A que incluem Comgás, Lubrificantes, Radar e Outros
Negócios, bem como as operações da Raízen Combustíveis e Raízen Energia.
O EBITDA consolidado da Cosan é apresentado em base proforma incluindo 50% dos resultados da Raízen
Combustíveis e Raízen Energia. Conforme mencionado anteriormente, o resultado da Raízen deixou de ser consolidado
proporcionalmente na Cosan sendo reportado apenas na linha “Resultado de Equivalência Patrimonial”.
Cosan S/A
Consolidado
Raízen
Combustíveis
Comgás
Lubrificantes
Radar
Raízen Energia
Resultado
2014
(jan-dez/14)
Guidance
2015
(jan-dez/15)
39.083
3.763
42.000 ≤ ∆ ≤ 45.000
4.000 ≤ ∆ ≤ 4.300
EBITDA (R$ MM)
CAPEX (R$ MM)
2.153
795
2.300 ≤ ∆ ≤ 2.500
750 ≤ ∆ ≤ 850
Total de Clientes ('000)
Volume Total de Gás Vendido, excluindo Termogeração ('000 m³)
EBITDA Normalizado (R$ MM)
EBITDA IFRS (R$ MM)
CAPEX (R$ MM)
1.461
4.520
1.303
1.435
661
1.530 ≤ ∆
4.100 ≤ ∆
1.350 ≤ ∆
1.500 ≤ ∆
500 ≤ ∆
Receita Líquida Proforma (R$ MM)
EBITDA Proforma (R$ MM)
≤ 1.580
≤ 4.500
≤ 1.450
≤ 1.700
≤ 560
Volume Total Vendido (milhões de litros)
EBITDA (R$MM)
320
103
260 ≤ ∆ ≤ 300
120 ≤ ∆ ≤ 160
EBITDA (R$MM)
193
130 ≤ ∆ ≤ 140
Resultado
Safra 2014/15
(abr/14-mar/15)
Guidance
Safra 2015/16
(abr/15-mar/16)
57.079
4.081
2.063
2.202
2.534
2.329
57.000 ≤ ∆ ≤ 60.000
4.200 ≤ ∆ ≤ 4.400
1.900 ≤ ∆ ≤ 2.100
2.100 ≤ ∆ ≤ 2.300
2.600 ≤ ∆ ≤ 2.800
1.600 ≤ ∆ ≤ 1.800
Volume de Cana Moída ('000 ton)
Volume de Açúcar Produzido ('000 ton)
Volume de Etanol Produzido ('000 m³)
Volume de Energia Vendida (milhares de MWh)
EBITDA (R$ MM)
CAPEX (R$ MM)
Aviso Legal
Este documento contém declarações e informações prospectivas. Tais declarações e informações prospectivas são, unicamente,
previsões e não garantias do desempenho futuro. Advertimos a todos os stakeholders que as referidas declarações e informações
prospectivas estão e estarão, conforme o caso, sujeitas a riscos, incertezas e fatores relativos às operações e aos ambientes de
negócios da Cosan e suas controladas, em virtude dos quais os resultados reais de tais sociedades podem diferir de maneira relevante
de resultados futuros expressos ou implícitos nas declarações e informações prospectivas.
81 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G. Demonstrações Financeiras
G.1 Cosan S/A Consolidado Contábil
Indicadores
R$ MM
EBITDA
CAPEX
3T15
(Jul-Set)
424,1
159,5
3T14
(Jul-Set)
466,2
211,8
Var.%
3T15 x 3T14
-9,0%
-24,7%
9M 15
(Jan-Set)
1.324,7
456,3
9M 14
(Jan-Set)
1.543,0
572,8
Var.%
9M 15 x 9M 14
-14,1%
-20,3%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Custo dos produtos vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais, gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Participação de não controladores
Operações descontinuadas
Lucro (prejuízo) líquido
3T15
(Jul-Set)
2.259,2
(1.619,3)
639,9
(374,9)
(12,4)
140,8
(270,2)
(180,8)
106,0
29,2
(18,1)
(73,0)
0,0
(13,3)
3T14
(Jul-Set)
2.101,0
(1.488,8)
612,2
(363,6)
(5,5)
44,9
(248,5)
(209,6)
116,5
75,8
35,2
(80,0)
37,8
15,2
Var.%
3T15 x 3T14
7,5%
8,8%
4,5%
3%
n/a
n/a
9%
-14%
-9%
-61%
n/a
-9%
-100%
n/a
9M 15
(Jan-Set)
6.316,8
(4.475,0)
1.841,7
(1.098,7)
(113,2)
279,0
(829,7)
(641,8)
442,8
274,1
30,0
(192,0)
0,0
(7,6)
9M 14
(Jan-Set)
6.105,7
(4.302,6)
1.803,2
(1.052,7)
(103,0)
143,8
(704,3)
(108,1)
58,4
461,9
21,2
(237,5)
92,6
375,5
Var.%
9M 15 x 9M 14
3,5%
4,0%
2,1%
4%
10%
94%
18%
n/a
n/a
-41%
42%
-19%
-100%
n/a
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Propriedades para investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
3T15
30/09/2015
1.865
215
872
392
2.547
903
1.775
8.426
2.386
384
9.414
29.179
2T15
30/06/2015
2.021
191
829
332
1.527
401
2.019
8.654
2.643
373
9.410
28.400
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
(9.000)
(757)
(1.545)
(95)
(431)
(5.208)
(12.143)
(29.179)
(8.222)
(622)
(1.314)
(78)
(355)
(5.446)
(12.363)
(28.400)
82 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.2 Raízen Combustiveis
Volum es Vendidos
000 m ³
Volum e Total
Etanol
Gasolina
Diesel
Aviação
Outros
3T15
(Jul-Set)
6.512
937
1.962
2.927
604
83
3T14
(Jul-Set)
6.432
589
2.161
2.959
610
113
Var.%
3T15 x 3T14
1,2%
59,0%
-9,2%
-1,1%
-1,0%
-27,2%
9M 15
(Jan-Set)
18.580
2.576
5.937
8.031
1.786
249
9M 14
(Jan-Set)
18.325
1.738
6.293
8.147
1.798
349
Var.%
9M 15 x 9M 14
1,4%
48,2%
-5,6%
-1,4%
-0,6%
-28,7%
2.899
2.750
5,4%
8.513
8.031
6,0%
Indicadores
R$ MM
EBITDA
EBITDA Ajustado
Margem EBITDA Ajustado (R$/m³)
EBIT
EBIT Ajustado
CAPEX
3T15
(Jul-Set)
593,1
572,6
87,9
444,7
424,3
208,6
3T14
(Jul-Set)
546,2
535,3
83,2
400,4
389,5
195,7
Var.%
3T15 x 3T14
8,6%
7,0%
5,7%
11,1%
8,9%
6,6%
9M 15
(Jan-Set)
1.697,0
1.621,6
87,3
1.254,6
1.179,1
573,4
9M 14
(Jan-Set)
1.495,6
1.458,1
79,6
1.081,1
1.043,7
602,3
Var.%
9M 15 x 9M 14
13,5%
11,2%
9,7%
16,0%
13,0%
-4,8%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Etanol
Gasolina
Diesel
Aviação
Outros
Custo dos Produtos Vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Participação de não controladores
Lucro líquido
3T15
(Jul-Set)
15.638,9
1.327,0
5.706,9
7.355,0
1.125,5
124,5
(14.884,9)
753,9
(306,0)
(91,3)
88,0
39,4
(45,4)
(169,7)
81,1
3,5
(84,0)
(6,1)
263,5
(397,2)
3T14
(Jul-Set)
14.333,9
831,7
5.557,1
6.512,8
1.271,3
160,9
(13.621,9)
711,9
(299,9)
(95,5)
83,8
23,3
(38,7)
(68,1)
(3,3)
3,9
(121,2)
(7,1)
189,1
(395,4)
Var.%
3T15 x 3T14
9,1%
59,6%
2,7%
12,9%
-11,5%
-22,6%
9,3%
5,9%
2,0%
-4,4%
5,0%
69,5%
17,4%
n/a
n/a
-9,8%
-30,7%
-13,5%
39,3%
0,5%
9M 15
(Jan-Set)
44.494,3
3.733,7
17.119,4
20.095,7
3.173,9
371,6
(42.279,5)
2.214,7
(903,0)
(288,8)
231,6
118,6
(131,5)
(314,4)
211,3
10,6
(346,1)
(25,2)
778,0
(1.191,8)
9M 14
(Jan-Set)
41.029,7
2.566,9
16.234,0
17.910,9
3.837,6
480,2
(39.029,5)
2.000,2
(884,9)
(296,5)
262,3
69,8
(102,0)
(15,1)
(31,4)
11,2
(327,6)
(22,0)
664,1
(1.181,3)
Var.%
9M 15 x 9M 14
8,4%
45,5%
5,5%
12,2%
-17,3%
-22,6%
8,3%
10,7%
2,0%
-2,6%
-11,7%
69,9%
28,9%
n/a
n/a
-5,4%
5,7%
14,7%
17,2%
0,9%
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
3T15
30/09/2015
221
1.486
1.360
128
796
1.200
262
2.412
4.344
12.209
2T15
30/06/2015
133
1.465
1.452
8
627
2.661
262
2.433
4.286
13.327
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
(1.933)
(91)
(701)
(69)
(1.094)
(3.154)
(5.167)
(12.209)
(1.460)
(42)
(755)
(115)
(1.433)
(2.784)
(6.738)
(13.327)
Ciclo Otto
83 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.3 Raízen Energia
Dados Operacionais
Cana Moída
Cana moída própria ('000 ton)
Cana moída terceiros ('000 ton)
ATR Cana (kg/ton)
TCH (Toneladas por hectare)
ATR/ha
Nível de Mecanização (%)
Produção
Açúcar ('000 ton)
Etanol ('000 m ³)
Etanol Anidro
Etanol Hidratado
Volum es Vendidos
Açúcar ('000 ton)
Etanol ('000 m ³)
Cogeração de energia (MWh)
3T15
(Jul-Set)
24.251
10.579
13.672
136,4
90,5
12,3
97%
3T14
Var.%
(Jul-Set)
3T15 x 3T14
24.475
-0,9%
11.405
-7,2%
13.070
4,6%
139,9
-2,5%
73,8
22,6%
10,3
19,6%
96%
1,1 p.p
9M 15
(Jan-Set)
43.490
20.599
22.891
130,3
90,3
11,8
97%
9M 14
Var.%
(Jan-Set)
9M 15 x 9M 14
45.413
-4,2%
23.773
-13,3%
21.641
5,8%
132,7
-1,8%
76,6
17,9%
10,2
15,8%
97%
0,7 p.p
1.807
868
369
498
1.881
903
407
496
-3,9%
-3,9%
-9,2%
0,5%
3.048
1.482
604
878
3.234
1.608
720
888
-5,7%
-7,9%
-16,2%
-1,1%
1.369
758
1.031
1.164
685
892
17,6%
10,6%
15,5%
3.353
2.607
1.769
3.128
2.097
1.647
7,2%
24,3%
7,4%
Indicadores
R$ MM
EBITDA
EBITDA Ajustado
EBIT
EBIT Ajustado
CAPEX
CAPEX Manutenção
CAPEX Operacional
CAPEX de Projetos
3T15
(Jul-Set)
605,7
837,0
110,7
342,0
230,4
182,7
15,4
32,2
3T14
Var.%
(Jul-Set)
3T15 x 3T14
630,5
-3,9%
696,9
20,1%
113,9
-2,8%
180,3
89,7%
387,4
-40,5%
231,5
-21,1%
16,8
-8,2%
139,1
-76,8%
9M 15
(Jan-Set)
1.696,5
2.014,2
254,8
572,5
1.459,1
1.007,1
128,4
323,6
9M 14
Var.%
(Jan-Set)
9M 15 x 9M 14
1.842,8
-7,9%
1.843,1
9,3%
447,7
-43,1%
447,9
27,8%
1.963,1
-25,7%
1.124,4
-10,4%
276,1
-53,5%
562,6
-42,5%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Venda de Açúcar
Venda de Etanol
Cogeração de Energia
Outros Produtos e Serviços
Custo dos produtos vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido
3T15
(Jul-Set)
2.637,5
1.200,6
1.128,5
203,0
105,3
(2.195,6)
441,8
(188,4)
(137,3)
(5,4)
181,9
(262,4)
(622,2)
239,9
(14,8)
161,0
(206,0)
3T14
Var.%
(Jul-Set)
3T15 x 3T14
2.331,3
13,1%
1.075,1
11,7%
952,0
18,5%
230,6
-12,0%
73,6
43,0%
(1.957,4)
12,2%
373,9
18,2%
(146,0)
29,0%
(137,3)
0,0%
23,3
n/a
106,5
70,7%
(128,5)
n/a
(266,8)
n/a
94,7
n/a
(12,9)
15,0%
63,1
n/a
(29,9)
n/a
9M 15
(Jan-Set)
7.364,4
3.073,9
3.695,5
387,7
207,2
(6.294,2)
1.070,2
(425,5)
(399,2)
9,3
482,1
(662,4)
(1.082,4)
572,5
(32,2)
242,5
(225,2)
9M 14
Var.%
(Jan-Set)
9M 15 x 9M 14
6.622,5
11,2%
2.883,4
6,6%
3.152,6
17,2%
432,8
-10,4%
153,6
34,9%
(5.431,2)
15,9%
1.191,3
-10,2%
(426,9)
-0,3%
(398,7)
0,1%
82,0
-88,6%
252,2
91,1%
(370,6)
78,7%
(136,8)
n/a
139,1
n/a
(28,8)
11,8%
(14,2)
n/a
288,5
n/a
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Ativos Biológicos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
3T15
30/09/2015
3.428
466
2.294
1.514
1.140
3.469
216
1.904
9.793
3.276
27.499
2T15
30/06/2015
3.751
438
1.373
752
1.565
2.836
231
2.003
10.172
3.278
26.399
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
(12.018)
(448)
(991)
(304)
(771)
(1.349)
(11.617)
(27.499)
(10.786)
(123)
(690)
(398)
(1.108)
(2.779)
(10.515)
(26.399)
84 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.4 Comgás
Volum es de vendas
000 m ³
Vendas de Gás
Vendas de Gás - Sem Term ogeração
Residencial
Comercial
Industrial
Cogeração
Automotivo
Term ogeração
3T15
(Jul-Set)
1.307.027
1.084.848
61.663
33.686
870.440
70.834
48.226
222.179
3T14
(Jul-Set)
1.369.371
1.150.251
63.903
32.192
923.453
74.910
55.793
219.120
Var.%
3T15 x 3T14
-4,6%
-5,7%
-3,5%
4,6%
-5,7%
-5,4%
-13,6%
1,4%
9M 15
(Jan-Set)
3.968.667
3.265.897
157.277
94.895
2.649.147
218.372
146.205
702.770
9M 14
(Jan-Set)
4.081.835
3.403.939
159.115
90.001
2.762.187
227.888
164.748
677.897
Var.%
9M 15 x 9M 14
-2,8%
-4,1%
-1,2%
5,4%
-4,1%
-4,2%
-11,3%
3,7%
Indicadores
R$ MM
EBITDA IFRS
EBITDA Norm alizado
CAPEX
3T15
(Jul-Set)
387,1
380,3
136,6
3T14
(Jul-Set)
377,4
357,6
171,7
Var.%
3T15 x 3T14
2,6%
6,3%
-20,4%
9M 15
(Jan-Set)
1.116,2
1.063,8
382,7
9M 14
(Jan-Set)
1.138,9
979,6
491,7
Var.%
9M 15 x 9M 14
-2,0%
8,6%
-22,2%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Venda de Gás
Residencial
Comercial
Industrial
Cogeração
Automotivo
Termogeração
Construção - ICPC 01
Outros
Custo dos produtos vendidos
Gás Natural
Construção - ICPC 01
Lucro bruto
Despesas comerciais, gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Imposto de renda e contribuição social
Lucro líquido
3T15
(Jul-Set)
1.743,1
1.622,9
202,4
77,7
1.098,5
65,0
50,3
129,0
110,0
10,3
(1.241,4)
(1.131,5)
(110,0)
501,7
(234,8)
(0,7)
105,1
(58,4)
349,6
(395,4)
(94,9)
172,2
3T14
(Jul-Set)
1.643,7
1.506,9
193,6
68,3
1.039,2
59,1
51,3
95,4
126,2
10,6
(1.148,9)
(1.022,7)
(126,2)
494,8
(240,3)
(6,0)
27,2
(75,4)
(80,9)
80,9
(66,3)
134,1
Var.%
3T15 x 3T14
6,0%
7,7%
4,6%
13,8%
5,7%
9,9%
-2,0%
35,2%
-12,9%
-3,3%
8,1%
10,6%
-12,9%
1,4%
-2,3%
-88,8%
n/a
-22,6%
n/a
n/a
43,1%
28,4%
9M 15
(Jan-Set)
4.948,2
4.618,7
504,6
211,1
3.175,4
203,1
145,3
379,2
303,7
25,8
(3.487,0)
(3.183,3)
(303,7)
1.461,2
(700,4)
(4,5)
184,3
(255,0)
153,1
(213,7)
(226,8)
398,0
9M 14
(Jan-Set)
4.777,5
4.386,4
475,8
187,7
3.100,8
187,1
148,0
286,9
361,3
29,8
(3.309,2)
(2.947,8)
(361,3)
1.468,4
(692,2)
(13,9)
65,7
(217,6)
(48,7)
48,7
(208,3)
402,1
Var.%
9M 15 x 9M 14
3,6%
5,3%
6,0%
12,5%
2,4%
8,5%
-1,8%
32,2%
-16,0%
-13,5%
5,4%
8,0%
-16,0%
-0,5%
1,2%
-67,4%
n/a
17,2%
n/a
n/a
8,9%
-1,0%
3T15
30/09/2015
1.476
593
132
603
154
294
8.612
11.863
2T15
30/06/2015
1.307
633
131
488
84
253
8.598
11.494
(3.254)
(1.347)
(51)
(118)
(1.133)
(5.961)
(11.863)
(3.364)
(1.156)
(40)
(104)
(1.041)
(5.789)
(11.494)
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Intangível
Ativo Total
Empréstimos e financiamentos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
85 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.5 Lubrificantes
Volum es de Vendas
000 m ³
Volum e Total
3T15
(Jul-Set)
89,3
3T14
(Jul-Set)
88,5
Var.%
3T15 x 3T14
1,0%
9M 15
(Jan-Set)
240,7
9M 14
(Jan-Set)
244,3
Var.%
9M 15 x 9M 14
-1,5%
Indicadores
R$ MM
EBITDA
3T15
(Jul-Set)
42,1
3T14
(Jul-Set)
30,9
Var.%
3T15 x 3T14
36,6%
9M 15
(Jan-Set)
104,7
9M 14
(Jan-Set)
75,2
Var.%
9M 15 x 9M 14
39,2%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Custo dos produtos vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais, gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido
3T15
(Jul-Set)
484,2
(367,1)
117,1
(93,1)
0,4
2,0
(1,5)
(17,4)
3,4
(2,4)
(4,5)
4,0
3T14
(Jul-Set)
429,9
(333,0)
96,9
(82,2)
0,4
0,0
(2,4)
(24,9)
12,3
(1,5)
0,4
(0,9)
Var.%
3T15 x 3T14
12,6%
10,3%
20,9%
13,2%
-7,4%
n/a
-35,9%
-30,0%
-72,2%
61,3%
n/a
n/a
9M 15
(Jan-Set)
1.288,2
(969,9)
318,2
(261,8)
0,8
3,3
(23,0)
(11,9)
9,0
(9,5)
(13,5)
11,6
9M 14
(Jan-Set)
1.202,1
(938,1)
264,0
(238,2)
0,6
1,6
32,8
1,0
(3,2)
(4,8)
(7,2)
46,5
Var.%
9M 15 x 9M 14
7,2%
3,4%
20,5%
9,9%
29,6%
n/a
n/a
n/a
n/a
96,6%
86,8%
-75,1%
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
3T15
30/09/2015
2T15
30/06/2015
91
245
258
27
45
(144)
11
227
793
1.553
93
180
201
13
41
(209)
11
222
804
1.356
(460)
(1)
(192)
(16)
(126)
(146)
(613)
(1.553)
(341)
1
(153)
(16)
(95)
(153)
(599)
(1.356)
86 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.6 Radar
Localização
Terras Próprias
São Paulo
Maranhão
Mato Grosso
Bahia
Terras de Terceiros Adm inistradas
Total Terras Próprias e Terceiros
Cultura
Cana-de-Açúcar
Grãos
Grãos
Grãos
Área
(hectares)
%
100%
64%
18%
12%
7%
-
Área
(acres)
104.863
67.022
18.383
12.302
7.155
173.703
278.566
259.117
165.612
45.425
30.399
17.681
429.222
688.339
Valor de Mercado
(R$ MM)
2.675
2.222
158
222
74
2.614
5.290
Indicadores
R$ MM
EBITDA
3T15
(Jul-Set)
13,3
3T14
(Jul-Set)
30,5
Var.%
3T15 x 3T14
-56,6%
9M 15
(Jan-Set)
61,6
9M 14
(Jan-Set)
109,4
Var.%
9M 15 x 9M 14
-43,7%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Venda de propriedades
Arrendamento de Terras
Outros
Custo dos Produtos Vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais, gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Imposto de renda e contribuição social
Lucro líquido
3T15
(Jul-Set)
31,9
11,8
16,7
3,3
(10,7)
21,2
(8,0)
0,0
3,5
(0,3)
(3,5)
12,9
3T14
(Jul-Set)
27,3
11,1
14,4
1,8
(6,9)
20,4
(8,9)
18,8
1,8
(0,2)
(3,6)
28,3
Var.%
3T15 x 3T14
16,6%
6,8%
16,0%
80,7%
54,6%
3,7%
-9,6%
-99,9%
90,9%
23,7%
-1,8%
-54,6%
9M 15
(Jan-Set)
80,4
20,1
50,2
10,0
(18,0)
62,4
(22,2)
20,8
7,9
(1,0)
(10,3)
57,6
9M 14
(Jan-Set)
126,1
74,3
46,2
5,5
(55,3)
70,8
(25,7)
63,6
7,7
(0,8)
(11,4)
104,1
Var.%
9M 15 x 9M 14
-36,2%
-72,9%
8,7%
82,0%
-67,5%
-11,8%
-13,6%
-67,3%
2,8%
30,2%
-9,5%
-44,7%
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Títulos e valores mobiliários
Duplicatas a receber de clientes
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Propriedades para investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
3T15
30/09/2015
2T15
30/06/2015
1
215
24
298
21
2.386
2
2
2.948
1
191
15
55
20
2.643
2
1
2.928
(1)
(6)
(20)
(100)
(2.821)
(2.948)
(1)
(5)
(18)
(99)
(2.806)
(2.928)
87 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
G.7 Outros Negócios
Indicadores
R$ MM
EBITDA
3T15
(Jul-Set)
97,7
3T14
(Jul-Set)
146,7
Var.%
3T15 x 3T14
-33,4%
9M 15
(Jan-Set)
317,4
9M 14
(Jan-Set)
627,3
Var.%
9M 15 x 9M 14
-49,4%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Lucro bruto
Despesas gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Lucro (prejuízo) líquido
3T15
(Jul-Set)
3T14
(Jul-Set)
Var.%
3T15 x 3T14
n/a
n/a
21,1%
-35,0%
85,7%
23,8%
n/a
n/a
-24,9%
-19,0%
n/a
9M 15
(Jan-Set)
9M 14
(Jan-Set)
Var.%
9M 15 x 9M 14
-50,3%
n/a
18,3%
-15,1%
23,5%
6,7%
n/a
n/a
-36,1%
13,2%
n/a
0,0
(0,1)
(38,9)
(12,1)
35,3
(214,9)
(512,9)
498,0
147,7
84,8
(13,3)
0,0
0,0
(32,1)
(18,7)
19,0
(173,7)
(103,8)
23,3
196,6
104,7
15,2
Balanço Patrim onial
R$ MM
Caixa e equivalentes de caixa
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
3T15
30/09/2015
297
10
2
1.917
414
1.615
14.102
155
7
18.519
2T15
30/06/2015
619
0
0
1.025
228
1.963
14.206
149
7
18.199
Empréstimos e financiamentos
Instrumentos financeiros e derivativos
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
(5.286)
(756)
(5)
(22)
(185)
(3.830)
(8.435)
(18.519)
(4.516)
(623)
(4)
(16)
(154)
(4.154)
(8.732)
(18.199)
88 de 90
0,0
(0,1)
(114,2)
(130,2)
96,4
(563,5)
(783,0)
647,6
558,8
280,7
(7,6)
0,1
0,1
(96,5)
(153,3)
78,1
(528,1)
(60,4)
13,0
874,6
248,1
375,5
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
H. Demonstrações Financeiras incluindo Raízen
H.1 Cosan S/A Consolidado Proforma, incluindo Raízen
Indicadores
R$ MM
EBITDA
EBITDA Ajustado
CAPEX
3T15
(Jul-Set)
991,8
1.090,4
379,0
3T14
(Jul-Set)
974,9
982,9
503,3
Var.%
3T15 x 3T14
1,7%
10,9%
-24,7%
9M 15
(Jan-Set)
2.742,1
2.912,2
1.472,5
9M 14
(Jan-Set)
2.735,8
2.672,5
1.855,6
Var.%
9M 15 x 9M 14
0,2%
9,0%
-20,6%
Dem onstração do Resultado do Exercício
R$ MM
Receita operacional líquida
Custo dos produtos vendidos
Lucro bruto
Despesas comerciais, gerais e administrativas
Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas
Receitas financeiras
Despesas financeiras
Variação cambial
Derivativos
Resultado de equivalência patrimonial
Imposto de renda e contribuição social
Participação de não controladores
Operações descontinuadas
Lucro (prejuízo) líquido
3T15
(Jul-Set)
11.440,6
(10.211,5)
1.229,1
(736,3)
28,9
235,5
(408,1)
(576,7)
266,5
0,5
23,4
(76,0)
(0,0)
(13,3)
3T14
(Jul-Set)
10.022,3
(8.867,2)
1.155,1
(702,9)
48,1
153,2
(375,5)
(377,1)
162,2
(8,3)
6,2
(83,5)
37,8
15,2
Var.%
3T15 x 3T14
14,2%
15,2%
6,4%
4,8%
-39,9%
53,7%
8,7%
52,9%
64,3%
n/a
n/a
-9,0%
n/a
n/a
9M 15
(Jan-Set)
31.492,2
(28.016,7)
3.475,5
(2.106,9)
7,3
635,1
(1.282,4)
(1.340,2)
834,7
(7,4)
(18,8)
(204,5)
0,0
(7,6)
9M 14
(Jan-Set)
28.813,0
(25.414,1)
3.398,9
(2.056,1)
69,1
348,3
(984,1)
(184,0)
112,3
(23,2)
(149,7)
(248,5)
92,6
375,5
Var.%
9M 15 x 9M 14
9,3%
10,2%
2,3%
2,5%
-89,5%
82,4%
30,3%
n/a
n/a
-68,0%
-87,4%
-17,7%
-100,0%
n/a
Balanço Patrim onial
R$ MM
Títulos e valores mobiliários
Duplicatas a receber de clientes
Estoques
Instrumentos financeiros e derivativos - LP
Outros ativos circulantes
Outros ativos não circulantes
Investimentos
Propriedades para investimentos
Ativos Biológicos
Imobilizado
Intangível
Ativo Total
3T15
30/09/2015
215
1.848
2.210
2.568
1.425
3.313
366
2.386
952
6.477
13.224
39.475
2T15
30/06/2015
191
1.780
1.745
1.530
907
3.403
358
2.643
1.002
6.666
13.192
37.758
Empréstimos e financiamentos -LP
Instrumentos financeiros e derivativos - LP
Fornecedores
Ordenados e salários a pagar
Outros passivos circulantes
Outros passivos não circulantes
Patrim ônio líquido
Passivo Total
(14.068)
(846)
(2.391)
(281)
(918)
(6.660)
(12.222)
(39.475)
(12.538)
(526)
(2.037)
(334)
(1.037)
(6.864)
(12.437)
(37.758)
89 de 90
Cosan S/A - Relatório de Resultados
3º Trimestre do Exercício Social de 2015
I. Demonstrações Financeiras, visão Cosan
I.1 Reconciliação dos resultados de visão Raízen Combustíveis para visão Cosan
Conciliação do Resultado
R$ MM
EBITDA - Visão Raízen Com bustíveis
Baixa de valor justo dos ativos
EBITDA - Visão Cosan
Lucro Líquido - Visão Raízen Com bustíveis
Depreciação e Amortização
Baixa de valor justo dos ativos
Imposto de renda (34%)
Lucro Líquido - Visão Cosan
3T15
(Jul-Set)
600,1
(7,0)
593,1
3T14
(Jul-Set)
571,0
(24,8)
546,2
279,9
(17,8)
(7,0)
8,4
263,5
217,3
(18,0)
(24,8)
14,5
189,1
I.2 Reconciliação dos resultados de visão Raízen Energia para visão Cosan
Conciliação do Resultado
R$ MM
EBITDA - Visão Raízen Energia
Baixa de valor justo dos ativos
EBITDA - Visão Cosan
Lucro Líquido - Visão Raízen Energia
Depreciação e Amortização
Baixa de valor justo dos ativos
Despesas Financeiras
Imposto de renda (34%)
Lucro Líquido - Visão Cosan
3T15
(Jul-Set)
611,9
(6,1)
605,7
3T14
(Jul-Set)
636,7
(6,2)
630,5
(167,9)
(49,5)
(6,1)
(2,0)
19,6
(206,0)
5,2
(44,7)
(6,2)
(2,2)
18,0
(29,9)
I.3 Reconciliação dos resultados de visão Comgás para visão Cosan
Conciliação do Resultado
R$ MM
Lucro Líquido - Visão Com gás
Ajustes de amortização
Imposto de renda e contribuição social diferido
Lucro Líquido - Visão Cosan
3T15
(Jul-Set)
192,3
(30,5)
10,4
172,2
3T14
(Jul-Set)
154,2
(30,5)
10,4
134,1
90 de 90