Participação dos industrializados nas exportações do MA foi maior

Сomentários

Transcrição

Participação dos industrializados nas exportações do MA foi maior
Notícias FIEMA - MA
31/01/2014 - 13:10
Participação dos industrializados nas
exportações do MA foi maior em 2013
Os dados da balança comercial maranhense mostram que, no ano passado, foram
exportados US$ 1,53 bilhão, o que equivale à 65,5% da pauta de exportação do
estado
Da Redação
São Luís - A participação dos produtos industrializados
na pauta de exportação do Maranhão cresceu em 2013 e
voltou aos patamares registrados em 2008, antes da crise
mundial gerada pela bolha imobiliária norte-americana.
Os dados da balança comercial maranhense, divulgados
pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio
Exterior (MDIC), mostram que, no ano passado, foram
exportados US$ 1,53 bilhão, o que equivale à 65,5% da
pauta de exportação do estado. A maior parte deste
volume vem dos embarques de ligas de alumínio, ouro,
O alumínio foi um dos principais produtos
ferro-gusa, entre outros produtos produzidos no estado.
de exportação do estado em 2013
Ainda de acordo com o MDIC, no ano passado as
exportações maranhenses tiveram uma queda de 22,57%,
caindo de US$ 3 bilhões para US$ 2,3 bilhões, fato que se justifica pela parada nas
exportações de pelotas, que os últimos 12 anos sempre figurava entre os cinco principais
produtos de exportação do estado.
“Apesar das exportações terem recuado em 2013, o volume de industrializados exportados
mostra que o estado está exportando melhor, porque está lidando com produtos que tem valor
agregado em seu processo produtivo”, comentou o coordenador do Centro Internacional de
Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Vinicius Muniz.
Os dados do MDIC, mostraram que o Maranhão seguiu a tendência da região Nordeste em
2013, quando e quase todos os estados apresentaram recuo na mesma proporção nos
embarques de mercadorias.
Por isso, o estado continua ocupando a segunda posição no ranking nordestino, com um
volume de US$ 300 milhões a mais do que Pernambuco, o terceiro colocado do ranking e que
viu sua pauta de exportação crescer 50,9% em 2013.
Brasil
Ao se levar em conta a Balança Comercial brasileira em 2013, o que mais chamou a atenção foi
Divulgação
o crescimento do valor agregado das exportações nacionais pela expansão do volume de
vendas de produtos manufaturados, o que indica que o Maranhão seguiu esta tendência.
Segundo o MDIC, três fatores contribuíram para isso: aumento do volume diário de embarques
de produtos manufaturados, que marcou uma alta de 15,3%, e a retração de produtos básicos,
que caiu 9,7% e, dos embarques de produtos semimanufaturados, que registrou queda de 4,7%.
O volume de produtos manufaturados exportados chegou a US$ 93 bilhões, o que representa
38,4% dos US$ 242,1 bilhões embarcados para outros países, o que demonstra uma ligeira
retração de 0,16% na comparação com 2012.
Internacionalização
Para dar suporte aos empresários industriais que tem a expectativa de ampliar suas
exportações em 2014, a Fiema tem ações para promover negócios internacionais no estado.
A entidade empresarial, seguindo orientação da Confederação Nacional da Indústria (CNI),
criou o Centro Internacional de Negócios (CIN), que dá consultoria, organiza cursos e fornece
serviços para empresários que pretendem exportar seus produtos ou trabalhar com um padrão
de qualidade internacional.
A atuação do CIN é uma das estratégias adotadas pela Fiema para promover a competitividade
da indústria maranhense, pelo fomento a internacionalização das empresas industriais
maranhenses.
“Ao fomentar a internacionalização das indústrias maranhenses a Fiema dá competitividade ao
setor, pelo incentivo à adoção de ações de inovação, designer de negócios e gestão. Estamos
seguindo esta linha, porque acreditamos que se as empresas locais estiverem em condições de
disputar espaço no mercado internacional, com certeza terão produtos com qualidade também
para disputar o mercado local e regional.”, explicou o superintendente da Fiema, Albertino Leal.
O CIN da Fiema funciona no 4º andar da Casa da Indústria Albano Franco, sede da entidade,
localizada no Retorno da Cohama. Maiores informações também podem ser obtidas pelo
telefone (98) 3212-1896.
http://www.fiema.org.br/
FIEMA

Documentos relacionados

em PDF

em PDF FIEMA foi muito importante. “A gente que é importador é muito importante e válido, a FIEMA está de parabéns pelo evento, muito organizado e frequentado por pessoas gabaritadas que sabem o que falam...

Leia mais

Diversos artistas já aderiram a Campanha Carinho

Diversos artistas já aderiram a Campanha Carinho O projeto tem como madrinha Xuxa Meneguel. Muitos artistas já aderiram e fizeram o gesto símbolo da campanha: o abraço. Entre eles Reynaldo Gianecchini,Nivea Stelmann, Larissa Maciel, Jayme Mataraz...

Leia mais

em PDF

em PDF O evento é fruto da iniciativa da Associação Brasileira de Abertura do evento teve participação do Pavimentação (ABPv), com apoio da Fiema, Sindicato da Coral São João, cantando o Hino Indústria da...

Leia mais

publicação no jornal

publicação no jornal mudança em lei trabalhista No Dia Nacional de Luta, a manifestação foi realizada ontem, em frente à sede da Fiema; entidades lutam por emprego e garantia de direitos dos trabalhadores Flora Dolores

Leia mais