Inovação garante novos negócios

Сomentários

Transcrição

Inovação garante novos negócios
construção
Inovação
garante novos
negócios
nas para atender à demanda futura.” Rodrigo lembra
que o dólar baixo fez com que as empresas brasileiras
locassem máquinas em outros países, principalmente nos EUA. “Estamos sendo penalizados porque não
conseguimos acompanhar o preço. Esperamos que
as autoridades governamentais tomem providências,
pois quem perde somos todos nós”, diz.
Segurança e comodidade
A segurança do trabalhador dentro da máquina não
foi esquecida no desenvolvimento dos sideboons. “As
exigências de trabalho hoje estão muito voltadas para
o bem-estar do operador e, por isso, desenvolvemos
uma capota Rolps. Trata-se de um equipamento antitombamento que existe originalmente nos tratores da
Caterpillar”, afirma Rodrigo. O Rolps é uma estrutura
de aço que garante proteção em caso de tombamento.
Ele minimiza os riscos de acidentes com o operador
da máquina. “Nós desenvolvemos esse item para o
sideboom com todas as exigências documentais.”
O conforto também foi pensado. As cabines contam com ar-condicionado, vidros temperados, cinto de
segurança, luz interna, limpador de para-brisa frontal
e sanfona de vedação das alavancas, entre outros
itens. Uma alternativa mais econômica, conforme outro sócio da empresa, Manoel da Cunha Araújo, é o
Rolps cap. Também desenvolvido pela Imbra, é uma
capota que tem ventilador de teto, grade de proteção traseira, teto térmico para proteção solar e outros
equipamentos. “Esses são produtos exclusivos da
Imbra. É o nosso diferencial em relação aos outros
fabricantes ”, explica Manoel. n
Empresa campo-grandense cria kit para
assentamento de tubos em obras de dutos
P
ioneirismo e tecnologia são os fatores que
tornaram a Imbra Indústria, Locação e Transporte de Máquinas Pesadas, com sede em
Campo Grande/MS, a maior fabricante brasileira de
sideboons, equipamento usado no assentamento de
tubos em obras de dutos como gasodutos, aquedutos, oleodutos, minerodutos e outros.
A Imbra surgiu em 1997, com a obra da passagem
do Gasoduto Brasil-Bolívia (Gasbol) por Mato Grosso
do Sul. A experiência em trabalhar na instalação e
em outras obras que surgiram com o tempo garantiu aos sócios a constatação de que faltava uma
ferramenta específica para o manejo dos tubos no
Brasil, sendo que as existentes na época eram todas
importadas dos Estados Unidos. Os sideboons são
tratores de esteiras da Caterpillar que passam por
um rigoroso processo de reconstrução para adequar
suas características técnicas às necessidades das
obras com dutos. Nesse processo, são agregados ao
equipamento lança, contrapesos, guincho, moitão e
patescas. “Resolvemos fabricar esse equipamento
aqui, pois vimos uma oportunidade de negócio. Hoje
temos quatro modelos: 561 (montado sobre o modelo
D6), 572 (D7), 583 (D8) e 594 (D9)”, conta o sócio proprietário Rodrigo de Paula Britto.
Hoje, a frota da empresa conta com 70 máquinas,
sendo 100% da Caterpillar. “Já temos outros 30 tratores da marca que serão adaptados para ganhar o
sideboom”, afirma Rodrigo. “Trabalhar com a Caterpillar é uma tradição nossa há 50 anos; meu pai já
usava os equipamentos da CAT.”
Meio século depois, a empresa acumula no currículo obras em diversos Estados brasileiros e até em
outros países. Segundo Britto, o cenário para o equipamento no país é excelente: “Investimos fortemente
no sideboom porque a perspectiva para os próximos
anos é boa. No Brasil, ainda faltam muitas obras de
dutos para serem feitas”. Atualmente, a empresa
8
n
elo
imbra: (67) 3387-8008
www.imbramaquinas.com.br
aguarda a concretização de alguns projetos. Durante
esse período, as máquinas serão revisadas, e todas
as peças de reposição serão compradas na Sotreq,
para garantir a originalidade e qualidade do produto.
Uma equipe de manutenção da fabricante acompanha os equipamentos locados na obra, garantindo
que o trabalho seja executado corretamente, além
de substituir peças, motores e outros componentes
que venham a quebrar. “Sempre que iniciamos um
contrato, nós colocamos máquinas de reserva no
canteiro de obras. Elas ficam lá até o fim dos trabalhos. Isso garante a troca imediata em caso de
problema. Máquina da Imbra não para. O nosso propósito é a satisfação do cliente”, diz Rodrigo.
Segundo ele, a empresa participará de grandes
obras no ano que vem. Entre elas estão a instalação
de um alcoolduto, um mineroduto e um gasoduto.
“Este ano, nosso interesse é revisar todas as máqui-
inovadoreS
Ao lado, os sócios
Rodrigo (à esquerda)
e Manoel no pátio
da empresa.
O equipamento
é essencial para
obras de dutos
2011 n
9