Clique aqui para iniciar o

Сomentários

Transcrição

Clique aqui para iniciar o
AS CIGARRAS PODEM, AGORA, MORRER PELO SEU CANTO
J.B. Matiello e Rodrigo N. Paiva- Engs Agrs Fundação Procafé
Conta um dito popular que as cigarras cantam até morrer, o que não é verdade. O canto só
é executado pelos machos, com o objetivo de atrair as fêmeas para o acasalamento.
A cigarra macho possui, na parte inferior do abdome, o órgão cimbálico, feito de músculos
que, quando se contraem, fazem vibrar uma bolsa de ar, assim produzindo o canto característico
do inseto. As fêmeas também possuem órgãos cimbálicos, porém atrofiados.
Durante o seu ciclo de vida, a cigarra passa a maior parte no solo, com suas fases jovens
alimentando-se da seiva das raízes do cafeeiro e de outras plantas arbóreas. A partir de setembro
outubro, quando o clima esquenta e começa a chuva de verão, as cigarras emergem e se
transformam em adultos, voam, cantam e se acasalam, a fêmea novamente fazendo a postura nas
plantas, para dar inicio a um novo ciclo. Cada espécie tem um canto diferenciado.
Agora, com o desenvolvimento de nova tecnologia, as cigarras podem, sim, morrer através
do seu canto, por meio do uso de uma armadilha sonora, que atrai as cigarras pela imitação do seu
canto, isto visando seu controle, para reduzir os prejuízos que causam nas lavouras.
Trata-se de um equipamento chamado de Ecospray (fabricado pela empresa Idéiawww.maquideia.com.br), composto por uma base que sustenta uma bandeja coletora e tendo em
sua parte central duas espécies de buzinas, por onde o som é emitido, contendo, ainda, uma coluna
central, de cor amarela, em cima da qual existem 2 bicos laterais, que pulverizam um inseticida
(piretróide), este para matar as cigarras atraídas pelo dispositivo sonoro. A bandeja inferior
recolhe a calda aplicada que é reciclada para novas aplicações, sem deixar o produto contaminar o
ambiente. A maquina pode ser carregada em uma carreta de trator ou de outro veículo utilitário e
passa a transitar, lentamente, nos carreadores do cafezal, atraindo as cigarras que se encontram
num raio de até uns 150 m. O rendimento é elevado, podendo cobrir, num dia de trabalho, mais de
100 ha de lavoura. O dispositivo funciona através de uma bateria elétrica que pode ser a do
próprio trator.
O som emitido nesse equipamento pode atrair tanto fêmeas como machos, sendo que em
30 minutos operando, já foi possível eliminar cerca de 4000 insetos, numero esse dependente da
população existente na área.
O controle funciona através da quebra do ciclo de vida das cigarras. Menos adultos, menos
acasalamentos, menos postura e menos ninfas para atacarem as plantas. Atua, assim, de forma
preventiva, diferentemente do controle químico tradicional, onde são usados inseticidas de solo,
visando matar as ninfas que vivem junto às raízes do cafeeiro.
O processo é ecológico e econômico.
Fundação Procafé
Alameda do Café, 1000 – Varginha, MG – CEP: 37026-400
35 – 3214 1411
www.fundacaoprocafe.com.br
Equipamento armadilha sonora de cigarras, instalada sobre veículo utilitário, em demonstração na dia de
campo na Faz Exp do Procafé de Varginha, vendo-se cigarras voando ao redor e sobre a coluna amarela.
Equipamento instalado sobre carreta do trator, vendo-se, acima o dispositivo de som e de pulverização e, na
parte baixa, a bandeja coletora das cigarras mortas e do líquido pulverizado.
Fundação Procafé
Alameda do Café, 1000 – Varginha, MG – CEP: 37026-400
35 – 3214 1411
www.fundacaoprocafe.com.br
Grande numero de cigarras mortas no fundo da bandeja da armadilha
Fundação Procafé
Alameda do Café, 1000 – Varginha, MG – CEP: 37026-400
35 – 3214 1411
www.fundacaoprocafe.com.br

Documentos relacionados

dos Arquivos - Bem Vindos à Controlar Ambiental

dos Arquivos - Bem Vindos à Controlar Ambiental de café que as cigarras causam maiores vermes ou grãos. Enquanto jovens, elas sugam a seiva das plantas pela raiz e injetam danos. Em Minas Gerais, o ataque das cigarras aos cafezais é mais frequen...

Leia mais

Folha 327 - Recomposição da saia de cafeeiros

Folha 327 - Recomposição da saia de cafeeiros terminal ainda herbáceo, para que elas cresçam mais sua ramagem produtiva. Uma vez assim podados, os ramos ladrões deixam de tombar pro meio da rua e, mais, deixarão de embatumar a planta em sua pa...

Leia mais

renovar mais, nossos cafezais

renovar mais, nossos cafezais hermaphroditus) (veja foto), uma espécie de gato herbívoro, que habita as florestas da região. As sementes, que não são digeridas, ficam nas fezes e são aproveitadas. Existe lá, hoje em dia, a cria...

Leia mais