LOUIS BRAILLE

Сomentários

Transcrição

LOUIS BRAILLE
LOUIS BRAILLE
Educador Cego
No ano de 1819 um oficial do exército francês, Charles Barbier, procurou o recém-criado
Institute Nationale des Jeunes Aveugles, em Paris, com uma novidade: um processo de
escrita codificada e expressa por pontos salientes numa folha de papel. Em sua idéia, era
possível reproduzir 36 sons básicos da língua francesa, uma vez que o sistema estivera
sendo utilizado com sucesso por anos seguidos pelo exército francês na transmissão de
mensagens durante a noite, nos campos de batalha, sem chamar a atenção dos inimigos
entrincheirados nas proximidades.
Alguns anos mais tarde, um jovem educador cego, Louis
Braille, baseado na idéia apresentada por Barbier e na
experiência
acumulada
com
a
utilização
continuada
daqueles pontinhos em relevo, desenvolveu um sistema
seu, já pelo ano de 1825, também de pontinhos em relevo,
que podiam não apenas ser lidos, mas também produzidos
com facilidade pelos cegos com instrumentos bastante
simples. Na combinação de apenas 6 pontinhos em relevo,
Lous Braille garantia 96 símbolos para letras comuns e
acentuadas,
números,
pontuação
e
outros
mais.
A adoção do sistema em toda a França ocorreu apenas no ano de 1854, dois anos após a
morte de Louis Braille. E um ano após essa auspiciosa tomada de posição, o Governo
Imperial Brasileiro fez aquela que seria a primeira encomenda internacional. As primeiras
regletes, punções, chapas para escrita e os primeiros livros de pontos combinados em
relevo, chamados de “Escripta pelo Méthodo Braille” chegaram ao Brasil em 1856, tendo
sido uma doação pessoal do Imperador Dom Pedro II ao novo Instituto Imperial dos Meninos
Cegos do Rio de Janeiro (hoje, Instituto Benjamin Constant).

Documentos relacionados

Louis Braille

Louis Braille Com 10 anos de idade, Louis ganhou uma bolsa do Institut Royal dês Jeunes Aveugles de Paris (Instituto Real de Jovens Cegos de Paris). Em 1821, quando Louis Braille tinha somente 12 anos, Charles B...

Leia mais

HISTÓRIA DO SISTEMA BRAILLE

HISTÓRIA DO SISTEMA BRAILLE Antes desse histórico invento, registraram-se inúmeras tentativas, em diferentes países, no sentido de encontrar-se um meio que proporcionasse às pessoas cegas condições de ler e escrever. Dentre e...

Leia mais