plano diretor - Jornaldebarreiros.com.br

Сomentários

Transcrição

plano diretor - Jornaldebarreiros.com.br
Zona Azul, mais uma vez em discussão
Página 10
Homeopatia
perde
Dr. Grimm
Página 16
IPTU tem
reajuste
de 6.58%
São José - Ano 23 - nº 265 - Dezembro 2014
Página 5
DAnIEl PEREIRA - SECOM/PMSJ
PLANO DIRETOR
A cidade que queremos?
Apesar dos constantes apelos aos segmentos organizados da sociedade josefense,
para que participe das reuniões setoriais do processo de reelaboração do plano
diretor de São josé, a fraca presença aos eventos tem preocupado a equipe técnica
da Granfpolis. A reunião no Kobrasol, (foto), foi marcada pela decepção. Página 10
Adeliana ressalta o que fez em dois anos
Página 7
A orientação necessária para você proteger
o seu patrimônio. Quem conhece, indica.
2 - Opinião
Rápidas
Ficamos devendo
JDB - Dezembro 2014
g
Imagem
Notas & Registros
Participar é preciso
Ficou na intenção;
ouvir a população josefense, sobre a avaliação
que faz do governo de
Adeliana Dal Pont nos
dois anos de gestão.
Tivemos problemas para
conseguir uma equipe para percorrer o
município nesta consulta popular. Assim sendo temos apenas a avaliação da
mandatária do município, na página 7,
mostrando na sua visão as conquistas que
São José teve em seu governo.
30 dias
Nesta semana, o Hospital da Unimed
Grande Florianópolis completou um mês
de funcionamento. Neste período, foram
mais de 200 atendimentos, 100 cirurgias
e 130 internações. Destaque para a taxa
média de ocupação da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Adulta: 90%,
de 10 de novembro a 10 de dezembro.
Eleição da Mesa
Se um dos 12 vereadores que podem
concorrer à presidência do legislativo josefense, já considerar a eleição garantida,
desconhece a história da Casa, ou não passa
de um sonhador. Os interesses em jogo,
principalmente para o bem estar do executivo, exige bons jogadores para mexer
as pedras no tabuleiro. Digamos que não
é para raposa de rabo curto. Neri Osvaldo
Amaral e Orvino Coelho de Ávila, (principalmente), estes sim, com certeza,“velhas
raposas”.
Desejo
A equipe que faz o Jornal de Barreiros
agradece a seus leitores pelo prestígio.
Aos anunciantes assíduos pela confiança
em ser o veículo de propagação de suas
mensagens. A todos, o desejo de Boas
Festas e coragem para enfrentar os desafios em 2015.
Ano Novo, endereço eletrônico
novo: www.jornaldebarreiros.com.br
e-mail [email protected]
EXPEDIENTE
Os Juízes do Tribunal Regional
Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC),
por unanimidade, condenaram o deputado estadual reeleito Valmir Comin
ao pagamento de multa no valor de
R$ 5.320,50, sob a acusação de que
ele teria utilizado verba da Assembléia
Legislativa catarinense para produzir
material de campanha para as eleições
de 2014. Da decisão, publicada dia 10
de dezembro, no acórdão 30333, cabe
recurso ao Tribunal Superior Eleitoral
(TSE).
Do leitor
O registro fotográfico de Daniel Pereira mostra muito bem as metas a serem
alcançadas em cada reunião pela a equipe que trabalha no processo de
reelaboração do Plano Diretor Participativo de São José. Mas, retrata também,
em primeiro plano as cadeiras vazias e no fundo poucos populares a participar
timidamente do evento. Fica então o desejo de que a população sinta que é o
momento de dar a sua participação para que o novo Plano Diretor reflita o
desejo da maioria.
Por Celso Vicenzi *
NOVO RAMO
O jornalismo brasileiro concorre, cada vez mais, com as farmácias de manipulação.
MÁXIMO E MÍNIMO
Jornalista, hoje em dia, precisa ser multimídia e multitarefa, mas continua com mini salário.
NAS REDES
Spam na caixa de e-mails: “Aumente aquilo que você mais queria que fosse grande”.
Seria a conta bancária, mas parece que não se trata disso.
TEM DE TUDO
Juízes envolvidos com tráfico, com venda de sentenças, com preferências partidárias. É,
a Justiça é cega, mas a gente precisa abrir o olho.
DIFERENÇA
No Vale-Tudo, ao contrário da política brasileira, é preciso seguir um mínimo de regras.
LAVANDERIA
O Brasil nunca foi uma Brastemp, mas lava dinheiro como poucos.
CGC/MF: 83.196.527/0001-60
Inscrição Municipal: 33773-B
Editor: Orestes de Araújo
Reg. Prof. 725 DRT/SC
Redação: Ivani Borges
Reg. Prof. 3849 DRT/RS
Editoração: Consenso Editora Gráfica
Secretaria: Grasiela Maria
Impressão: Diário Catarinense
Tiragem: 6.000 exemplares
O jornal não se responsabiliza
pelos conceitos emitidos em
artigos assinados.
Fone: 3246-1604
Rua: Santo Antônio, 250
E-mail: [email protected]
Condenação
ALGO QUE SE MOVE
Prefeitura da Capital diz que projetos para melhorar a mobilidade urbana estão andando.
Pelo menos tem alguma coisa andando, porque o trânsito tá devagar quase parando.
DE NOVO
Para os consumidores impulsivos é sempre assim: ano novo, (dí)vida nova!
O TEMPO PASSA
Não dá para escapar: a cada Ano-Novo ficamos mais velhos.
DÚVIDA
Comecei a preparar o Imposto de Renda. Estou em dúvida se preciso declarar minha
família, meus amigos e amigas como meus maiores patrimônios.
* Jornalista, autor de “Gol é Orgasmo”, editora Unisul, à venda nas livrarias e pelo site www.livrariasaraiva.com.br
Aconteceu dia 11 de dezembro no
Salão Paroquial da Igreja São Francisco de Assis e Santa Rita de Cassia,
o Evento Comunitário para discutir o
Plano Diretor.
PASMEM!!!!!
Num bairro com mais de 15 mil
moradores, compareceram neste evento somente 21 pessoas. Ésimplesmente
uma vergonha.
Reclamação da comunidade
100000. Participação 00000000.
Att,
Paulo Vitorino
Julgamento
O Tribunal de Contas do Estado
de Santa Catarina - TCE julgou não
procedente o recurso do Observatório Social, que comunicou supostas
irregularidades no edital do Pregão
Presencial nº008/2014, lançado pela
Câmara Municipal de São José para
aquisição de equipamentos de informática, de acordo com a relatora
Sabrina Iocken os preços condizem
com o mercado para as características
do hardware solicitada.
Aposentadoria
O servidor Jamil Paulo Elias se
aposentou no dia 1º de dezembro, após
32 anos de serviços prestados à Câmara de São José. Quando entrou na
Casa, em 1982, trabalhou nos setores
financeiro, patrimônio e contábil. Em
1997 assumiu o Recursos Humanos.
Natural de Angelina e morador há
mais de 30 anos em São José, Jamil
se aposenta com sentimento de dever
cumprido. O presidente do legislativo, Sanderson de Jesus,diz que Jamil
sempre desempenhou suas funções
aliando profissionalismo e amizade
com os servidores. “Temos muito que
agradecer sua dedicação pelo trabalho,
pela amizade, pelo carinho”.
JDB - Dezembro 2014
Eleição para presidência
deixa a Câmara em suspense
A Câmara de Vereadores de São
José deverá escolher dia 17 ou 22 de
dezembro (a data ainda está indefinida), a nova Mesa Diretora para o
biênio 2015 – 2016. A expectativa
fica por conta do nome a ser escolhido pelo grupo que é denominado G7,
e que deve representar a vontade da
prefeita Adeliana Dal Pont. É a maior
interessada em manter boas relações
com o legislativo, já que nos próximos
dois anos deve deslanchar em busca
do propósito político de se reeleger
para mais quatro anos no comando do
executivo josefense.
Para compor o grupo, já retornaram ao legislativo os vereadores
que ocupavam cargos no executivo:
Michel Schlemper (PMDB) na SUSP
e Meri Hang, na Educação. Clonny
Capistrano (PMDB), que atualmente
desempenha a função de secretário regional da Grande Florianópolis, deverá
também retornar. Deixaram de ocupar
o Plenário, os suplentes Mari Vieira,
Telmo Vieira (PMDB) e possivelmente
Moacir da Silva (PMDB).
Scarlet Silva
A atual Mesa Diretora, sob a presidência do vereador Sanderson de Jesus concentrou
esforços para zerar a pauta
Quem será o escolhido
Na cotação para a presidência, aparecem os nomes de Orvino Coelho de
Ávila (PSD), atual líder do governo e
outro veterano, o vereador Neri Amaral
(PMDB). Para Amaral, “o momento é
de conversação, para se chegar a um
consenso”. Se Orvino for o escolhido,
será o vereador que mais vezes chegou
à presidência. Pois por duas vezes já
ocupou o cargo. Está atualmente empatado com os ex-vereadores Adi Xavier
de Castro e Carlos Acelino Pereira.
Na verdade, só um vereador não
pode concorrer, segundo o Regimento
Interno, o atual presidente Sanderson
de Jesus PMDB). Portanto, 12 nomes
estão na disputa. Entre eles, o de duas
mulheres, Meri Hang (PSD) e Sandra
Martins (PSDB). Caso uma delas seja
eleita, seria a segunda vez que uma
mulher preside o legislativo josefense,
a primeira foi Albertina Krummel Maciel. Há quem diga, que se a decisão da
escolha do candidato fosse da chefe do
executivo, as duas levariam uma grande
vantagem sobre os demais candidatos.
Essa preferência é notada pela lista de
nomes que compõem a administração
de Adeliana Dal Pont.
POLÍTICA - 3
Novo presidente já
tem uma missão
O presidente eleito para o próximo biênio já tem
um compromisso, o de justificar ao Tribunal de Contas
do Estado (TCE), a razão do número de comissionados
na folha de pagamento da Câmara. É que o plenário do
TCE, em sessão no dia 10 de dezembro, determinou que
a Câmara de São José, na pessoa do atual gestor e do
que vier a sucedê-lo, que, no prazo de um ano, “reduza
e/ou substitua por cargos de provimento efetivo os
cargos de provimento em comissão, em observância da
regra constitucional do concurso público como forma
de ingresso na Administração Pública”, a fim de que
“o número de servidores comissionados não exceda o
quantitativo existente de servidores ocupantes de cargo
de provimento efetivo”.
O presidente do legislativo de São José, Sanderson
de Jesus (PMDB), mesmo antes de saber da determinação do TCE, no balanço feito ao JDB, sobre sua gestão,
disse que a reestruturação administrativa talvez seja um
dos pontos mais necessários para a Câmara. Diz que
encaminhou à Udesc, que tem a expertise na questão,
pedido de estudo sobre o número ideal de funcionários
para a Câmara funcionar. “Queremos saber que reestruturação deve haver na Casa”. Considera que deva
ser criado um departamento jurídico, para gerenciar
o ordenamento das leis que entram e as suprimidas.
Também diz que é preciso um departamento legislativo que irá auxiliar o vereador, informando se a matéria
a ser proposta é constitucional, se já existe no Estado
ou no âmbito federal. E se segue os padrões de texto.
Também acredita que deva haver uma coordenação
de fiscalização com expertise. “Precisaríamos de um
contador, um engenheiro, e alguém na área da saúde,
para auxiliar no que é demando para o vereador”.
4 - GERAL
JDB - Dezembro 2014
Sanderson destaca gestão
Um grande salto na transparência é o legado que o vereador Sanderson de Jesus (PMDB)
se orgulha em deixar neste período que esteve à frente do legislativo de São José.
oa/jdb
“Tentei da melhor forma contribuir com a Casa, o
que é nossa função. Estou satisfeito com os avanços na
gestão administrativa e legislativa. E o legislativo ainda
trouxe para a pauta o executivo. Embora independentes,
os poderes legislativo e executivo conversam, trabalham juntos”, acrescentou. Informa que será feita nova
devolução de recursos à Prefeitura representando quase
R$ 9 milhões somando os anos 2013 e 2014. Tivemos
o compromisso de usar o que é necessário. É um momento novo. Espero que tenha continuidade”, observa.
Portal com Diário Oficial
“Construímos um portal de transparência dentro
dos requisitos da legislação. Traz o salário dos vereadores e dos servidores, todos os contratos, as despesas,
até com o consumo de água”, informou Sanderson.
Ressalta que dentro da transparência, implantou o
Diário Oficial, que a Câmara não tinha. Cita ainda
o portal de compras eletrônico, dando condições a
empresas de todo o Brasil de participarem. Também
as Sessões da Câmara estão sendo gravadas e fazem
parte do portal.
TV Própria
O presidente informa que está tratando com o Ministério das Comunicações desde o ano passado para
ter um canal de TV próprio. Seria o Canal da Cidadania
e o Canal Legislativo, com 24 horas de programação.
Outra ação é a contratação de uma empresa especializada para a implantação do serviço de outsourcing de
impressão e fotocópias, com aluguel de equipamentos
como impressoras. Diz que a contratação deste serviço
vai representar economia e otimização do trabalho da
Casa.
Projetos encaminhados
Ainda na gestão administrativa ressalta Sanderson
o ordenamento jurídico que queria ter entregado. “Há
em torno de 5 mil leis no município. Conversamos com
a Assembleia Legislativa e a UFSC e não conseguimos
fechar num preço. E diz que a reestruturação administrativa talvez seja um dos pontos mais necessários
para a Câmara. Diz que encaminhou à Udesc, que
tem a expertise na questão, pedido de estudo sobre o
número ideal de funcionários para a Câmara funcionar.
“Queremos saber que reestruturação deve haver na
Casa”. Considera que deva ser criado um departamento
jurídico, para gerenciar o ordenamento das leis que
entram e as suprimidas.
O presidente Sanderson destaca a união entre os membros da Mesa Diretora, entre eles, o vice Geraldo Swiech, através
de proveitosos diálogos
Legislativo
Quanto ao trabalho desenvolvido este ano, o presidente do legislativo cita as contas de 14 ex-prefeitos do
município, que foram colocadas em pauta, deliberadas
e votadas e que estavam na gaveta. “A Câmara ficou
mais leve”, comenta.
Também aponta a aprovação da lei de exigência da
ficha limpa tanto para os vereadores, secretários municipais e os servidores do município e comissionados.
O voto aberto no legislativo foi outra deliberação dos
vereadores. “É a primeira Câmara municipal da Grande
Florianópolis a aprovar o voto aberto e já na eleição da
Mesa Diretora da próxima legislatura ele vai ocorrer”.
Igualmente Sanderson ressalta a importância da
Agenda Positiva que tratou de assuntos relevantes para a
comunidade. Entre os assuntos tratados está o armamento da guarda municipal, da Avenida Presidente Kennedy,
cessão do uso da Avenida Beira-mar, Policlínica de Barreiros, São José Previdência, Hospital Oncológico e o
Jardim Botânico. “Com esta agenda positiva as questões
ficaram claras. Foi um avanço grande”.
O vereador destaca ainda projetos importantes aprovados como a igualdade racial, bolsa atleta, cadastro
de pessoas desaparecidas, Plano de Educação, eleição
para diretores de escolas. “E ainda tratamos de questões
emblemáticas como a tentativa de instalação da estrutura de Segurança na Fazenda do Max”, acrescenta.
Agradecimento
Sanderson de Jesus destacou que o a sua atuação
na presidência contou com a participação do Tribunal,
Ongs e vereadores. “A Mesa Diretora foi parceira,
assim como os vereadores e secretários Michel Schlemper e Méri Hang. Pensamos juntos eu e o vice-presidente Geraldo Swiech. Agradeço aos servidores
da Casa que se dedicaram, e aos vereadores com suas
divergências. Eles tem um legado. Procuramos estabelecer a participação da sociedade. Estabelecemos
um canal com o cidadão. E serei parceiro de quem
assumir a presidência da Casa, para que possa fazer
melhor, independente da sigla partidária e de projetos
políticos”, assegurou.
GERAL - 5
jdb - Dezembro 2014
FOTOS OA/JDB
EM SÃO JOSÉ
IPTU tem reajuste de 6.58%
O percentual de reajuste do IPTU em São José para 2015 já
está definido. O secretário da Receita, Francisco Medeiros, informa
que será de 6,58%, o equivalente ao IPCA de novembro de 2013 a
outubro de 2014. A primeira parcela vence dia 12 de fevereiro e o
contribuinte que quiser pagar em parcela única, poderá dividir em
dois pagamentos, sendo o seguinte no dia 12 de março. Quem optar
pela parcela única terá 30% de desconto e se estiver em dia com seu
tributo, terá mais 10% de abatimento.
O secretário da Receita alerta que o contribuinte que optar pela
parcela única em dois pagamentos, não pode se esquecer de quitar no
segundo vencimento que é dia 12 de março, senão perderá o desconto. Francisco Medeiros informa que há uma projeção de arrecadação
em 2015, entre R$ 115 a 120 milhões, somando o IPTU e a Taxa de
Lixo. Informa que a inadimplência hoje está em uma média de 20%.
“É um pouco menor que nos outros anos e que vinha numa faixa de
22%. Nos últimos dois anos baixamos este percentual”.
A última parcela do IPTU de 2014 será paga em 12 de dezembro e de acordo com o secretário, até o dia 31 de outubro já havia
sido arrecadado R$ 52,123 milhões, incluindo a Taxa de Lixo. A
previsão era arrecadar em torno de R$ 80 milhões, sem contar o
desconto dado ao contribuinte de 30% mais 10%. Acredita que vá
fechar o ano em R$ 60 milhões.
Desejo Feliz Natal
e próspero Ano Novo
repleto de saúde, amor,
paz e realizações
à empreendedora e
trabalhadora população
de São José.
Francisco Medeiros credita a redução da inadimplência ao
trabalho mais eficiente na cobrança e ao advento da Lei de Responsabilidade Fiscal em que os municípios tiveram que se adequar.
“Está refletindo esta exigência do momento, a complexidade das
atividades e o aumento das responsabilidades do município. Ele
precisa ser eficiente na sua arrecadação”. Também atribui à confiança da comunidade na atual administração.
“O que leva a sociedade a ter confiança é exatamente quando
ela vê algum retorno do seu imposto. E esta administração está
efetivamente preocupada em resolver os problemas essenciais e a
partir daí tem alguma resposta”. Isso nos dá credibilidade à gestão.
Adeliana é uma guerreira, sua gestão tem espírito de mudança e tem
demonstrado uma certa visão de fora para dentro e não de dentro
para fora. Estamos aqui refletindo isso. Explicamos ao munícipe
a necessidade de contribuir e depois vamos cobrar”, acrescenta.
O secretário acredita que o ano de 2014 deverá fechar com uma
inadimplência de 15%.
Isentos do Imposto
A primeira parcela
vence dia 12 de
fevereiro e o
contribuinte que
quiser pagar em
parcela única, poderá
dividir em dois
pagamentos, sendo o
seguinte no dia 12 de
março. Quem optar
pela parcela única terá
30% de desconto e se
estiver em dia com seu
tributo, terá mais 10%
de abatimento.
Feliz 2015!!
FERNANDO SOUZA
Secretário de Desenvolvimento
Econômico, Ciência e Tecnologia
Natal 2015 120x150 mm.indd 1
Confiança
09/12/14 21:08
Podem pedir isenção do IPTU aposentados, pensionistas
e beneficiários de auxílio doença a mais de um ano, ou ainda
pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, que não recebam
nenhum benefício previdenciário; que sejam proprietários de
um único imóvel no município e que se enquadrem na faixa de
renda familiar.
Aqueles que se enquadram nos requisitos da Lei n° 4530/2007
para conseguir o benefício devem comparecer ao Centro de Atendimento ao Cidadão (Avenida Acioni Souza Filho, número 403
– Beira Mar de São José) com a documentação necessária. Para
requerer a isenção do IPTU, o munícipe deve entrar com processo
até o dia 12 de fevereiro. Informações no site da prefeitura: www.
pmsj.sc.gobv.br
Atualização cadastral
Medeiros informa que a Secretaria da Receita listou em torno
de 120 mil contribuintes e que passa de 100 mil imóveis. “O fato
novo é que vai haver atualização cadastral. Vai lançar em torno
de 70 mil atualizações cadastrais e em torno de 15 mil imóveis
sofrerão alteração”, explica. Ressalta que são aqueles imóveis
que constam com determinada metragem, mas foram transformados, passando de um piso para dois e no térreo utilizado para
comércio. O trabalho é realizado pela Geomais, que tem convênio
com a Prefeitura desde 2010. O secretário afirma que até 15 de
dezembro obrigatoriamente terá os dados concluídos. O controle
é por geogerenciamento e acredita Medeiros que em dois anos o
sistema estará implantado.
6 - GERAL
jdb - Dezembro 2014
Flashes
de Raul Sartori*
Iniciativa popular
Cupido
Finalmente, o Legislativo estadual decide aperfeiçoar o mecanismo de iniciativa popular de leis, previsto na Constituição de SC.
Projeto do deputado Neodi Saretta (PT) prevê que a subscrição de
eleitores a proposições de iniciativa popular poderá ser feita por
meio eletrônico, com a certificação da autenticidade da assinatura
digital. Hoje são necessárias mais de 50 mil assinaturas, colhidas
em papel, o que na prática quase inviabiliza proposições.
O PT de SC iniciou um
namoro com o governador
Raimundo Colombo. As
intenções são diversas. Um
namoro não correspondido
até agora, porque o alvo está
se fazendo de difícil.
Prioridades
Tango
Saneamento
Todo prefeito tem pavor de saneamento, porque é obra cara e
ninguém vê. Em suma, não dá voto. Por isso nunca é prioridade. A
novidade é que o governo do Estado decidiu assumi-lo. Inicialmente, 100 municípios com até 17 mil habitantes serão estimulados a
implantar rede de coleta e tratamento de esgoto. Os recursos são
do banco alemão Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW). Para
lembrar: SC está atrás do Piauí em saneamento básico.
O trade turístico de SC estima
em 420 mil os argentinos que
virão ao Estado na temporada
de Verão 2014-15, apesar da
crise econômica que atravessa
o país vizinho. O número é
praticamente o mesmo da
temporada passada. Até agora
estão confirmados 410 voos
charter (alugados) de várias
cidades argentinas, até o
aeroporto Hercílio Luz, de
Florianópolis. Mas mais de
70%$ se deslocará por via
rodoviária.
Ministro
Fim
Dizem os potins políticos que o Movimento Sem Terra (MST)
está em plena campanha para que o deputado federal Pedro
Uczai (PT-SC), da tendência Mensagem, seja escolhido pela
presidente Dilma para o cargo de ministro do Desenvolvimento
Agrário. Professor universitário há mais de 20 anos, Uczai tem
três faculdades, mestrado e sete livros publicados.
Verdadeiro ícone da indústria
têxtil nacional, a Sulfabril, de
Blumenau, está agonizando.
Em processo falimentar desde 1999 e com dívidas de R$
100 milhões, no leilão da
última fábrica, semana passada, não apareceu nenhum
interessado. O lance mínimo
foi de R$ 45 milhões, a metade do valor estimado.
Na reformulação das 36 secretarias regionais, um dos propósitos do governador Raimundo
Colombo é que além de maior
integração com as comunida-
des de sua abrangência, prestem mais serviços, em especial
de cultura e turismo. São duas
áreas que foram muito descuidadas nos últimos quatro anos
Nada a esconder?
A Assembleia Legislativa devolverá aproximadamente R$ 30 milhões aos cofres do Estado como sobra do duodécimo. Perguntar
não ofende: no valor já está ou não computado algo escondido,
que o distinto contribuinte não precisa saber, com pagamento
indevido de “bonificação natalina”, como em 2013?
Doença invisível
O prefeito de Romelândia, no oeste catarinense, Elísio da Fonseca,
morreu há duas semanas. Estava há meses afastado do cargo. A
doença que o vitimou foi depressão profunda.
Ficam na prisão
Foi em “prol do interesse
social” que na 1ª Câmara Criminal do TJ-SC negou-se, por
unanimidade, pedido de revogação de prisão preventiva a
cinco envolvidos na “Operação
Ave de Rapina”, desencadeada
pela Polícia Federal em Florianópolis. No mais foram consideradas as eloquentes provas
materiais dos delitos do bando
de corruptos detidos. Ótimo.
Realidade
A casa caiu
Certamente alguém vai se escandalizar com a frase, nua e crua, dita
na CPI da Petrobras pelo delator do
“petrolão”, Paulo Roberto Costa:
“O que acontecia na Petrobras,
acontece no Brasil inteiro!”. O
exemplo fresquinho, manesinho,
está nas operações da Polícia Federal no Legislativo de Florianópolis.
“Quem vai para a cadeia é
tolo”. Funcionários da Câmara
de Florianópolis ouviram esta
frase muitas vezes, sempre em
tom de pilheria, do vereador
Marcos Aurélio Espindola
(Badeko), que continua preso,
na Polícia Federal, por corrupção. Quem é o tolo, agora?
Arma
Permanece o impasse nas
várias cidades de SC que
tem Guarda Municipal. A
população quer que ela tenha poder de polícia, mas
desarmada. (Mais notas em
www.raulsartori.com.br)
Injustiça
Imperdoável isso. Candidata em concurso público
de agente penitenciário,
aprovada há quase quatro
anos, mas não chamada,
descobriu que o Estado
passou a chamar novos
candidatos, através de
editais em seus próprios
órgãos de comunicação,
que poucos leem. O lugar
dela foi ocupado por outro
remanescente, com colocação pior. O TJ-SC determinou que fosse admitida
imediatamente.
*jornalista - [email protected] - www.raulsartori.com.br
Campanha:
Apoio:
Valorizando o que realmente importa
(48) 4009-5500
www.aemflocdl.com.br
Adeliana avalia gestão
GERAL - 7
jdb - Dezembro 2014
Por Adeliana Dal Pont
Nestes dois anos estamos empenhados em trabalhar em obras e
projetos para que a cidade inaugure
um novo tempo e se prepare para o
futuro. Neste contexto, iniciamos o
processo de reelaboração do Plano
Diretor Participativo de São José,
que era uma necessidade, já que a
lei atual é de 1985. O Plano está
sendo construído em parceria com
a Associação de Municípios da
Grande Florianópolis (GRANFPOLIS) e nossa intenção é garantir e estimular a participação da
sociedade para chegarmos a um
projeto que atenda as necessidades
da cidade e o planejamento futuro.
Já enviamos para a Câmara de Vereadores o projeto para a revisão
do Código de Obras, que é um
conjunto de normas que visam
controlar, ordenar e regular o espaço urbano. Ainda participamos
efetivamente das discussões do
PLAMUS (Plano de Mobilidade
Urbanas Sustentável da Grande
Florianópolis), debatendo questões
como o crescimento do município
e a mobilidade urbana na região.
Conseguimos realizar algumas
obras que a cidade aguardava há
bastante tempo. Um exemplo foi
a assinatura da cessão de uso da
Beira-Mar de São José, recuperada pelo Município. Finalizamos
as obras da pista de caminhada,
que garantiu mais conforto e
segurança. Dentro do projeto de
revitalização, ainda foi feita a
modernização do sistema de iluminação - agora com lâmpadas de
LED. Iniciamos a pavimentação
da Estrada do Alto Forquilhas, a
construção da ponte Mathias Schel,
além de encaminhar projeto para
asfaltar vias na Colônia Santana e
Sertão do Maruim. Lançamos um
pacote de obras de pavimentação e
já recuperamos ruas em Barreiros,
Campinas, Jardim Zanellato, José
Nitro, Distrito Industrial e Jardim
Cidade de Florianópolis.
GlAICOn COvRE
Na Educação estamos trabalhando forte para atender a demanda na Educação Infantil. Já foram
entregues três novos CEIs (Kobrasol, Lisboa e Nossa Senhora do
Rosário) e ampliadas três creches
(APAM, Ana Sperandio e Antônio
de Quadros). Este ano entregamos
a nova sede do CEI Nossa Senhora
de Fátima, em Forquilhinha, que
foi totalmente reformado e ampliado, com atendimento de crianças
de quatro meses a seis anos. Estamos em fase de conclusão de outras
três unidades e, até o final de 2015,
pretendemos abrir mais 1,1 mil
vagas. Também já está adiantada
a reforma do Colégio Municipal
Maria Luiza de Melo, a maior
escola da nossa rede, que garantirá
melhores condições para o ensino.
Já na Saúde, estamos trabalhando
para entregar as Policlínicas de
Barreiros e de Forquilhinha para a
comunidade, além de finalizar as
obras de construção das unidades
de saúde de Potecas e Vista Bela.
Marcos Souza, avalia o ano, e conclama a
classe empresarial a lutar com entusiasmo
AI/AEMFlO-CDlSJ
Por Marcos Souza
O ano de 2014 foi de alerta,
com o cenário político e econômico histórico e delicado e, por
que não dizer, de decepção para
a classe produtiva. Escândalos
de corrupção na gestão pública
foram frequentes. O mensalão, a
Petrobrás, o ínfimo crescimento
do PIB, o baixo investimento em
infraestrutura, a Copa do mundo
mais cara de todos os tempos,
gastos excessivos com a máquina
pública e a falta de independência
entre os poderes constituídos são
alguns das ocorrências deste ano
que chega ao fim.
Apesar de todos os acontecimentos, somos persistentes e
vencedores. Continuaremos defendendo os interesses da classe
produtiva e tendo o apoio da
sociedade que quer evoluir. Admitimos que nada é possível se não
houver a participação conjunta
de nossos colaboradores e muitas
parcerias.
Nossa missão como gestores
empresariais e líderes é trabalhar
para gerar cada vez mais trabalho
e renda para que as famílias vivam
com dignidade, contribuindo com
impostos para construção de uma
sociedade cada vez mais justa.
FONE/FAX:
Conclamamos à classe empresarial que continue lutando com
persistência e entusiasmo para
cobrar que o novo governo realize
as reformas necessárias e prometidas em campanha para que um dia
concretizemos o sonho de ter uma
política livre de maus políticos.
Marcos Souza é o presidente da AEMFLO e CdL-Sj
3240-1122
3240-1405
8 - GERAL
jdb - Dezembro 2014
AI/AEFlO-CDlSJ
Diversão gratuita
para as crianças no
Natal do Shopping
Itaguaçu
Festa da Aemflo e CDL-SJ
reuniu mais de 700 pessoas
Após mais um ano de muito
trabalho e dedicação, empresários da Região Metropolitana
de Florianópolis celebraram as
conquistas e vitórias de 2014 na
tradicional festa de confraternização de fim de ano da AEMFLO
e CDL-SJ. A comemoração, que
reuniu mais de 700 pessoas ocorreu dia 28 de novembro no Centro
de Eventos Petry, em Biguaçu.
A animação tomou conta dos
convidados que se divertiram ao
som da banda Kauana até a ma-
drugada. O menu trouxe seleções
de carnes, saladas e massas, além
das bebidas que harmonizaram
os sabores. Na sobremesa foram
servidos doces finos e bolo com
sorvete. A festa também contou
com um Drink Bar que oferecia
coquetéis tropicais. Um espaço
especial de fotos divertidas, permitiu aos convidados registrar os
momentos de alegria e levar para
casa essa lembrança. Ao fim da
festa, cada casal foi presenteado
com um espumante personali-
zado em alusão aos 30 anos da
AEMFLO e 15 anos da CDL-SJ.
Para o presidente das entidades, Marcos Souza, a festa é o
momento em que empresários e
familiares se reúnem para celebrar mais um ano de superação,
de união e de reunir forças para
os próximos desafios. “Mais
uma vez a festa superou todas as
expectativas, o que nos encoraja
a seguir por esse caminho e ter
a convicção de que todo esforço
vale a pena”, declara.
Além de encantar a todos, o Natal do
Shopping Itaguaçu que tem o tema
Faça um Amigo, também é opção de
lazer para a garotada, com várias
atividades totalmente gratuitas.
Papai Noel
João Prim, de 60 anos, está fazendo sua estreia como Papai
Noel do Shopping Itaguaçu. Ele usa barba desde os 20 anos e
uma década depois ela já estava naturalmente branquinha. Em
Jaraguá do Sul, onde residiu por 35 anos, assumia a roupa vermelha do bom velhinho há nove anos, sempre como voluntário.
Prim conta que a maior recompensa deste trabalho é a alegria
das crianças e explica que procura aproveitar esses momentos
para semear um mundo melhor. “Meu objetivo é mostrar para
as crianças que o Natal está além do material, independente de
sua religião. Digo sempre a elas que precisam cultivar bons
valores. Um deles é a amizade, como está escrito na poltrona
que fica atrás do Papai Noel”, conta.
Corais
Como já é tradicional, o Shopping Itaguaçu realiza uma
programação musical. Corais de escolas e entidades da Grande Florianópolis fazem apresentações sempre às 19h30min. A
programação, que iniciou na Chegada do Papai Noel, segue nos
dias 10 (Coral do Colégio Gardner), 12 (Coral Juvenil Vozes
do Futuro), 17 (Coro Vozes do Divino) e 19 (Coral do Colégio
Santa Catarina) de dezembro.
E neste ano há prêmios em dobro para quem fizer suas
compras de Natal nas lojas do Shopping Itaguaçu. A campanha
Natal dos Prêmios vai garantir o verão do felizardo que ganhar
o veículo Mini Cooper S Countryman e o jet ski Sea-Doo Spark
ofertados pelo empreendimento. Até o dia 29 de dezembro,
cada R$ 250 em compras no Shopping Itaguaçu, dão direito
a um cupom. O sorteio será realizado no dia 30 de dezembro.
GERAL - 9
jdb - Dezembro 2014
DAnIEl PEREIRA - SECOM/PMSJ
Feira do
Livro de
Florianópolis
estará aberta
até 23 de
dezembro
Promovida pela Câmara Catarinense do Livro, a 29ª Feira
do Livro de Florianópolis, prossegue até o dia 23 de dezembro,
no Largo da Alfândega, das 9
às 20 horas (aos domingos, das
13h30min ás 19 horas), com
entrada gratuita. São 385 m²,
15 expositores e mais de 30 mil
títulos. Livros para todos os
gostos e com ótimos preços. O
melhor presente para este Natal.
Além das mais de 60 sessões de autógrafos e lançamentos de livro, no “Espaço
dos escritores”, a Feira, tem o
“Espaço Kids” com contação de
histórias realizadas por Rodrigo
Calistro, diariamente.
Na 29ª Feira do Livro de
Florianópolis estarão presentes
os seguintes expositores: Clássica Cultural, de Palhoça/SC;
Federação Espírita Catarinense,
de Florianópolis/SC; Editora da
UFSC, de Florianópolis/SC;
Unil ivros, de Criciúma/SC;
Livraria Cosmos, de São Paulo/
SP; CirandARTE, de Florianópolis/SC; Editora Vozes, de
Florianópolis/SC; Top Livros,
de Balneário Camboriú/SC;
Livros e Cia., de São José/SC;
Editora Épsilon, de Erechim/
RS; Editora Papa-Livro, de São
José/SC; Instituto Ousar, de São
José/SC; Escola da Fazenda,
de Florianópolis/SC; Livraria
Serrana, de Lages/SC; Mundo
das Letras, de São Paulo/SP;
Mágico, Franco do Vale, de
Criciúma/SC.
Uma programação especial já vem acontecendo, iniciada com o Auto de Natal -Folias de Zé e apresentações de teatro, visita do Papai Noel nas
comunidades e a Feira da Freguesia especial
São José iluminada
para celebrar o Natal
A cidade de São José já está toda iluminada para entrar no clima de Natal. Esse
ano, além das tradicionais luminárias nos
postes, a Prefeitura buscou valorizar a decoração dos espaços públicos e a interação
com os cidadãos. Por isso, diversas regiões
da cidade receberam um toque especial para
inspirar os moradores à confraternização e
união, sentimentos próprios deste tempo.
Neste sentido, a decoração foi espalhada por diversas áreas de lazer nas comunidades do Kobrasol, Forquilhinha, Bela
Vista, Picadas do Sul, Barreiros, Flor de
Nápolis, Campinas, Floresta, Loteamento
Ceniro Martins e Centro Histórico. “Nosso
objetivo é resgatar a interação das pessoas
durante a época do Natal. Resgatar, também, a ocupação dos espaços públicos
pelas famílias”, explica o secretário de
Projetos Especiais, Rodrigo de Andrade.
A sede da administração municipal
também recebeu uma decoração e iluminação durante este mês. Além disso, estão
igualmente enfeitados o pórtico, a sede
da Fundação de Esporte e Lazer, o Museu
Municipal, a Casa de Cultura, a Biblioteca
Municipal e a Câmara de Vereadores.
Nos bairros de Forquilhinha, Jardim
Cidade de Florianópolis e Centro Histórico foram montados ainda os tradicionais
presépios com as figuras conhecidas de
José, Maria e o Menino Jesus. Já a Avenida Beira-Mar de São José recebeu uma
iluminação temática nos postes do canteiro
central.
A prefeita Adeliana Dal Pont acredita
que a decoração espalhada pelas várias
regiões do município ajuda a incentivar o
espírito de fé e renovação. “Levar o clima
de Natal para os bairros é alegrar a vida das
pessoas, é criar o clima de uma São José
melhor a cada ano”, considerou.
10 - geral
JDB - Dezembro 2014
OA/JDB
Atividades do Plano
Diretor continuam
Este é um dos pontos mais polêmicos: as vagas no recuo sobre as calçadas, que existe
principalmente no Kobrasol
Zona Azul, mais uma
vez em discussão
A proposta de implantação de estacionamento
rotativo, popularmente conhecido como Zona Azul,
em São José, foi discutida
em uma audiência pública,
na noite de 2 de dezembro.
Representantes do setor
empresarial, comerciantes
e moradores conheceram
os detalhes do projeto e debateram as sugestões com
a equipe do Departamento
de Trânsito. O presidente
da Câmara de Vereadores,
Sanderson de Jesus, também participou da reunião.
O presidente da Aemflo/
CDL, Marcos Antonio Cardozo de Souza, afirmou
que a entidade fez duas
pesquisas entre os associados e a maioria aprovou a
proposta de instalação de
estacionamento rotativo.
“Acho que a proposta é
viável, mas precisa ser
mais discutida”, sugeriu.
Souza propôs a realização de encontros setoriais
para discutir a proposta,
começando pelos bairros
Campinas e Kobrasol. A
secretária de Segurança,
Andréa Pacheco, aprovou a
sugestão e novos encontros
com a comunidade serão
agendados.
A engenheira de tráfego
Eliara Porto apresentou a
proposta elaborada pela
empresa VIA 11 – Engenharia de Segurança
Viária, levando em consideração as condições do
trânsito e a frota de veículos do município. Para ser
viável economicamente, o
sistema deve operar com
cerca de cinco mil vagas.
A implantação seria feita
por etapas, começando
pelos bairros Kobrasol e
Campinas. Na sequência,
o sistema seria instalado
no entorno da sede dos
Correios (bairro Nossa
Senhora do Rosário), na
Avenida Leoberto Leal
(Barreiros), em Forquilhinha e no Centro Histórico.
Polêmica
Um dos pontos mais
polêmicos é com relação
às vagas de recuo, sobre
a calçada. É considerado
recuo regular quando o
espaço total entre a vaga e
o meio fio é de sete metros
– 5,5 metros para a vaga
de estacionamento mais
1,5 metro de calçada. O
problema é que muitas vagas de recuo têm menos de
cinco metros, sendo que o
veículo estacionado acaba
avançando sobre o passeio.
“Principalmente na Avenida Lédio João Martins há
muitos problemas de conflito entre carros e pedestres, além das dificuldades
para deficientes físicos e
deficientes visuais. Com o
projeto de estacionamento
rotativo, nosso objetivo é
regularizar a questão dos
recuos e da acessibilidade”,
assinala Eliara.
O presidente da Câmara
de Vereadores, Sanderson de Jesus, concordou
que a questão é polêmica,
principalmente no que se
refere aos recuos, mas lembrou que a discussão destes
pontos pode avançar no
Legislativo, que atualmente
está analisando o projeto do
novo Código de Obras do
Município.
As informações sobre o
estudo para a implantação
do estacionamento rotativo
estão no site: http://www.
pmsj.sc.gov.br/zonaazul.
Na noite de 8 de dezembro, as entidades de representação municipal, e que não
estão limitadas a qualquer região exclusiva da cidade, se reuniram para debater
o Plano Diretor Participativo de São José. O objetivo foi fazer uma leitura sobre
a cidade. Dia 15 de dezembro, os grupos Técnico Supervisor (GTS) e Técnico
Intersetorial (GTI) se reunirão na Secretaria de Serviços Públicos (Susp), para
avaliar os encontros comunitários, realizados até o momento, e definir qual a data
para um novo encontro nas regiões da Fazenda Santo Antônio (área 4) e Kobrasol
(área 5) que teve pequeno grupo na reunião.
De acordo com o coordenador técnico, Edson Cattoni, é a participação da
sociedade, em todas as etapas do processo, que garantirá que o documento represente as demandas reais da cidade. “Queremos que o maior número de pessoas
possa contribuir nesta etapa de reelaboração do documento”, afirmou o arquiteto.
Mais reuniões em 2015
A previsão é que, após se reunir com todas as comunidades do município
e fazer um levantamento técnico, as próximas reuniões sejam marcadas no
início do próximo ano.
O presidente do Conselho Comunitário da Colônia Santana, Jair Santilho Costa, avaliou a reunião em sua região, como produtiva e bastante
prática. “Esta é a primeira vez que a nossa comunidade participa de um
Plano Diretor.”, afirmou.
O secretário municipal de Serviços Públicos, Michel Schlemper destaca
que todas as demandas apresentadas pelos moradores serão encaminhadas.
Fotos Daniel Pereira - Secom/PMSJ
O arquiteto Cattoni (em pé, de camisa preta) ressalta a importância da
participação da comunidade
Quantidade
com qualidade
www.cantinazabot.com.br
Fone: 3240-0436
Av. Leoberto Leal - 157 - Barreiros
VARiEdAdES - 11
jdb - Dezembro 2014
DIvulGAçãO
Molecagens
Vernáculas
O jornalista e escritor Sérgio
da Costa Ramos, lançou dia
9 de dezembro seu novo
livro Molecagens Vernáculas: Crônicas de um país
crônico. A nova obra tem
na capa criação do artista
Juarez Machado. O selo é da
editora da Unisul. Sérgio escreve diariamente no Diário
Catarinese, e em sua coluna
há muita poesia e ao mesmo
tempo severas críticas.
ACM 77 anos
Exposição
Até 30 de janeiro estará aberta a exposição
Coletivo Multicor: Intercâmbio de Imagens, que reúne o trabalho de 55 fotógrafos.
São imagens que seguem à risca técnicas
fotográficas quanto abstrações estéticas.
A visitação é de segunda à sexta-feira, das
14 às19 horas, na Sala Mutações, no 3º
piso do Museu da Escola Catarinense, na
Rua Saldanha Marinho, 196, no Centro de
Florianópolis.
A festa de Fim de Ano dos funcionários da Câmara
de São José reuniu o pessoal da TV Câmara.
Da esquerda para direita, em pé: Bruna Coelho,
Scarlet Silva, Acácio Costa, Hélio Correa.
Da esquerda para a direita, sentados: Filipe Cruz,
Rodrigo Keké, Júnior Gonçalves.
A jornalista Lena Obst reuniu em um livro os 77 anos
de história da Associação
Catarinense de Medicina
(ACM). Lena entrevistou
todos os ex-presidentes
vivos e resgatou os fatos vividos em cada década desde
1937, ano da fundação da
entidade.
ÁlBuM DE FAMÍlIA
Inauguração
Inaugurado em Florianópolis, no início
de dezembro, o Centro Cultural Fabiano
Silveira, um espaço que vai reunir arte,
gastronomia e dança - de salão e balé. A
estreia contou, entre outras atrações, com
show de Derico (sexteto do Jô).
FOTO FABRÍCIO SOuZA
Antônio Airton de Oliveira, funcionário da Câmara de São José, comemorou 28 anos de casado no
dia 29 de novembro. Na foto, com a esposa Marilza (de Azul), e as filhas Amanda, com o canudo
na formatura em Contabilidade, e a Juliana, que cursa Farmácia na UFSC. Parabéns ao casal.
12 - geral
JDB - Dezembro 2014
O Espelho
Em que espelho ficou perdida a minha face?
Cecília Meireles.
Fazer o que com
o menino que vem?
Por: Pe. Alceoni Berkenbrok
De Marcos Meira*
No Centro de uma cidade qualquer, um homem chafurda na
lixeira. Mexe e remexe o lixo – a procura. De quê? Um homem
na lixeira. Não é homem. É bicho. Quase um rato. As mãos nuas.
Os pés nus. O corpo sujo. A alma ainda é cândida? O homem olha
em volta. Cidade vazia. Noite de Natal. O homem está só – sempre
esteve só. Não quer pensar na solidão. Volta ao seu mundo – o
lixo. O tempo passa. A vida mingua. O homem tem sede e fome.
Quer um cigarro. Mas não tem cigarro. Quer uma cachaça. Mas
não tem cachaça. Há apenas lixo. Onde os homens? Em casa – a
família, o jantar, a troca de presentes... A vida não é supérflua. O
homem sente dor – corpo maltratado. Não desiste. Procurar é preciso. A vida? Amputada – riso triste. No meio do lixo, o homem.
No centro do homem, Deus? O homem continua a sua saga – a
fatalidade? Quase desiste. Não desiste. Vasculha. Eterna busca – a
vida. No meio do lixo, um espelho. O seu presente de Natal? O
homem sorri – quase vira criança. Pensa em gritar – a felicidade.
Mas não grita – a voz oca. O homem abandona a lixeira. Olha
em volta. Prédios, muitos prédios. Pessoas felizes? Senta-se no
meio-fio. Limpa o espelho – quase um carinho. O homem é doce.
Onde a desigualdade social? Quer se olhar no espelho. Reluta.
Treme. Cadê a coragem? Ajeita o cabelo. Alisa a barba. Cospe no
chão. Olha-se no espelho. O reflexo – a consciência de si. Quase
não se reconhece. É o que vê – a essência? Ou é o que os outros
veem – a aparência? O homem desvia o olhar. E o que mira? A
cidade morta. Almas mortas. Luzes acesas – o Natal. Volta a se
olhar no espelho. E o que vê? Uma criança. Uma árvore de Natal.
Uma família. Presentes pobres... Seu olhar preso ao espelho – o
passado. Lágrimas e risos – o delírio. Baixa a cabeça – pensamento
vagabundo. Pediu uma moedinha. A mulher não deu. Pediu pra
lavar o carro. O homem não deixou. O roubo – única opção? O
homem escolhe – o destino. Passeia os olhos pela noite. Ruas
desertas. Cidade solitária. Onde a solidariedade? O homem teme
o sonho – a vida? Volta a se olhar no espelho. E não vê a criança
refletida. E não vê o homem refletido. Não mais existe? A realidade
é nebulosa. O homem quebra o espelho – a fúria. Estilhaços de uma
vida. Cacos perdidos na calçada. O homem se ergue. Leva o saco
às costas. Esboça um sorriso. Não parece o Papai Noel? O homem
caminha – passos tontos. Onde a saída?O homem atravessa a rua.
Senta-se no banco da praça. O relógio da igreja – meia-noite. Os
sinos badalam. Uma pessoa passa. Outra pessoa passa... O homem
chora. E ninguém lhe deseja feliz Natal.
*Escritor. Membro da Academia Josefense de letras
Há um aniversariante especial neste mês de
dezembro. Interessante que é um aniversariante
não mais “presente” fisicamente Nele mesmo,
mas “presente” em todas as pessoas de Boa
Vontade; presente em todos os que não tem
presentes costumeiramente na vida, isto é, os
mais pobres.
Ele veio fazem mais de 2000 anos. Fez
história. Foi amado e cuidado com uma criança
bem vinda. Cresceu. Esteve entre pessoas cultas
e sábias. Gostava muito de estar com sua mãe
Maria e seu pai adotivo, José. Mas, se sentia
bem mesmo era estar com os amigos, que Ele
chamou de Discípulos, fazendo o bem e promovendo a vida e a dignidade de tantas pessoas.
O Menino cresceu em graça, estatura e sabedoria. E que Jovem Sábio. Que Jovem Belo,
no sentido mais profundo e completo da Beleza:
caráter, simplicidade, bondade...
Pois Este mesmo Menino que é lembrado
não só historicamente falando, mas, sobretudo
presencialmente falando, está querendo continuar “nascendo” no meio de toda a humanidade
nestes dias.
E ele vai nascer! E o que fazer com o Menino
que vem?
Ele vem novamente para abrir
mentes e corações. Ele vem para lembrar a todo homem e mulher que há
um laço que une a todos: O AMOR!
Fazer o que com o Menino que
vem para mostrar aos deserdados da
terra que eles não estão sozinhos. Ele
vem para apontar para as mesas que
estão cheias de pão que o pão concentrado embolora.
Fazer o que com o Menino que vem
para fortalecer os laços de bondade e
que chama a todos ao Diálogo. Diálogo entre Igrejas e Religiões.
O que fazer com o Menino que
vem e quer ser abraçado para que este abraço
transforme e leve a esta mesma ação em tantas
situações de solidão.
O que fazer com este Menino? Com certeza
a resposta estará bem perto de cada qual que
decidir acolhê-lo de modo particular, comunitário e social.
O Menino vem? O que fazer com Ele?
Que a presença constante Dele ensine, Ele
mesmo como mestre que é, o que Melhor fazer
com a sua presença transformadora que se faz
presente para toda as Criaturas!
ESTADO DE SANTA CATARINA / PODER JUDICIÁRIO
Comarca - São José / Vara da infância e da Juventude e Anexos
Rua Domingos, André Zanini, 380, Proximidades do Shopping Itaguaçu, Barreiros - CEP 88117-200,
Fone: 48, São José-SC - E-mail: [email protected]
Juiz de Direito: Ana Cristina Borba Alves
Chefe de Cartório: Ivoni Leal Schaefer
EDITAL DE INTERDIÇÃO - Art. 1184, do CPC
PRAZO DO EDITAL: 30 DIAS
Interdição nº 0000816-24.2012.8.24.0064
Requerente lnteressado: Olivia Maria Bernardino da Silva e outro, Gilson Bernardino da Silva
Interdito(a)(s): Gilson Bernardino da Silva, Rua Doralice Ramos Pinho, 685, Jardim Cidade de Florianópolis - CEP 88 111310, São José-SC, nascido em 04/01/1953, Solteiro, brasileiro(a), natural de Rio de Janeiro-RJ, pai Ernani Gomes da Silva,
mãe Isaura Bernardino da Silva. Outros dados: CNasc: 088625 01 55 1953 1 00011 102 0006206 73.
Doença, Mental Diagnosticada: F 20 (CID 10). Data da Sentença: 07/07/2014. Curadora Nomeada: Olívia Maria Bernardino
da Silva. Por intermédio do presente, os que virem ou dele conhecimento tiverem, ficam cientes de que, neste Juízo de
Direito, tramitaram regularmente os autos do processo epigrafado, até sentença final, sendo decretada a medida postulada,
conforme transcrito na parte superior deste edital, e nomeada a curadora, a qual, aceitando a incumbência, prestou o devido
compromisso e está no exercício do cargo. E, para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, foi expedido
o presente edital, o qual será afixado no local de costume e publicado 3 vezes, com intervalo de 10 dias na forma da lei.
São José (SC), 19 de agosto de 2014.
Foto: Reprodução/Home For Hope
geral - 13
JDB - Dezembro 2014
Divulgação
Por: Ivânia Silveira
A hipertemia, ou aumento excessivo da
temperatura corporal, pode provocar desmaios
e convulsões e até matar. O veterinário Marcelo
Quinzani, do Hospital Veterinário Pet Care de
São Paulo, informa que como os gatos e cães
não transpiram, a respiração é a única forma de
controle da temperatura do corpo. No verão,
porém,o ar quente e úmido prejudica esse mecanismo. Resultado: o animal ofega na tentativa
de intensificar a troca de calor. “O risco é ainda
maior para animais obesos, para cachorros com
pelagem densa, como bernese e husky siberiano,
e para as raças braquicefálicas – aquelas de
fucinho curto -, como os cães boxer, buldogue
e pug e os gatos persas, que já respiram com
dificuldade em condições normais”, informa
o veterinário.
Raças
Skye Terrier
Essa raça existe há aproximadamente
400 anos e é exatamente igual ao tipo visto
atualmente. Sua pelagem provou ter uma
grande resistência e tem sido um ponto de
destaque para todos os seguidores desse
animal de trabalho e caça. O cão levou
esse nome devido ao dirigente das ilhas do
Noroeste da Escócia, onde foi desenvolvido.
É o único Terrier pertencente às ilhas do
Noroeste, já que os terriers não são comuns
a toda Escócia.
Graças à natureza das alusões do Dr.
Caius, um afamado físico da corte, o Kkye
ficou conhecido nas cidades da Inglaterra,
especialmente no palácio real. Os reis e as
rainhas sempre ditaram a moda no PIS e,
assim que adotaram um exemplar na corte,
em meados do século 16, todos os nobres
também decidiram ter seu. Não demorou
muito para que se popularizasse em todo
o país.
Popularidade
Todos que conhecem bem a raça sabem
que ela não tem rival em seus domínios e
onde quer que haja pedras, tocas, cavernas
e pedreiras para explorar ou águas a transpor
seus serviços são imbatíveis. Dócil e companheiro, ele é dotado de um estilo, elegância
e dignidade que fez com que conquistasse
diversos lares no mundo todo. Inteligente
e perspicaz.
Pelagem
Dupla, com subpelo denso, curto, macio
e lanoso. O pelo é longo, duro, reto, repartido ao longo da linha superior, caindo para
os lados em longas franjas. Na cabeça pode
ser mais curta e macia, vedando os olhos,
ou claro, fulvo e baio, sendo todos com
pontos pretos.
Fonte: Anuário de Cães – 2008
Porque Amamos os Animais
“Não me chame de “cachorro”... Não
mereço tão alto qualificativo... Não
sou tão fiel nem tão leal.... Só sou um
ser humano”.
Aldous Huxley, escritor inglês
O Calor é perigoso
para os pets
A marca sueca criou totens com fotos de
cachorros abandonados que passaram a fazer
parte da decoração de cada ambiente da loja
Famosa loja de móveis sugere
adoção de cachorros
“para a casa ficar completa”
Marca sueca usa design inteligente para incentivar
o encontro de um novo lar para cães abandonados
Mobiliar a casa é uma delícia, principalmente, se junto à lista de itens de decoração,
vier um amigo de quatro patas para completar
a família. Esta é a proposta de uma famosa
loja de móveis, na Suécia, que utilizou o design inteligente para incentivar o encontro de
um novo lar para cães abandonados.
Na campanha ‘Home For Hope’, foram
usadas fotos de cães de rua, que depois foram
transformadas em um totem de papelão com
direito a pose em tamanho real. Assim, todos
os mostruários da Ikea possuem bichinhos de
mentira, mas que existem de verdade e estão
à procura de uma nova casa.
Além disto, cada recorte possui uma
etiqueta com um código QR, que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares
que têm câmera fotográfica. Dessa forma, é
possível saber informações mais completas
sobre o animal, como o abrigo em que ele se
encontra, sua raça, seu tamanho e sua idade.
A ideia de exibir os animais de estimação
dentro da loja começou em Cingapura, como
uma colaboração entre a Ikea e os abrigos
“Animal Lovers League Shelter” e “Save Our
Street”. Juntos, formaram o projeto chamado ‘Home For Hope’. Desde o lançamento
do trabalho, outros varejistas de móveis,
incluindo Foundry e Grafunkt, ofereceram
seus showrooms para ajudar a causa.
Ainda que o objetivo do ‘Hope For Hope’
seja encontrar uma família para cada cãozinho, a iniciativa também visa sensibilizar as
pessoas para uma questão muito importante:
o abandono. Ao resgatar animais da rua ou
de abrigos, você não somente fornece uma
nova casa pronta para dar cuidados e carinho,
mas também contribui para a redução das
práticas desumanas das fábricas de filhotes.
Faça sua parte!
Fonte: PEA - Projeto Esperança Animal – São Paulo
Em casa
Nada de deixar o animal no quintal constantemente ensolarado ou fechado no apartamento
abafado. Sombra (em ambientes arejados) e
água fresca são questões de sobrevivência para
cães e gatos. Troque a água do bebedouro várias vezes ao dia e certifique-se de que o pote
não fique exposto ao sol em nenhum momento
– afinal, quem gosta de água morna? Vale até
acrescentar umas pedrinhas de gelo ao bebedouro. Para os gatos, que preferem água corrente,
um bebedouro eletrônico podem estimulá-los a
ingerir mais líquido ao longo do dia.
Dica dos especialistas: borrifar água no
dorso ou nas patinhas ajuda a resfriar o animal.
Se ele ficar ofegante, enrole-o em uma toalha
molhada com água fria e deixe-o por um tempinho em frente ao ar-condicionado ou ventilador.
No carro
Cachorros são loucos por passeios de
carro. O problema é que essa excitação também atrapalha o processo de resfriamento do
corpo. Portanto, nos dias muito quentes, o ar-condicionado deve permanecer ligado durante
todo o trajeto – e, de preferência, evite viagens
longas durante o dia. Outra recomendação dos
veterinários: nunca, em hipótese alguma, deixe
o bicho preso no carro, nem com uma fresta do
vidro aberta e sob uma árvore. Mesmo na sombra, a temperatura no interior do veículo sobe
rapidamente, e o animal pode desmaiar ou até
morrer em meia hora.
Atenção
Se o animal mostrar-se inquieto, permanecer
com a respiração ofegante e apresentar língua
levemente arroxeada, mesmo após as tentativas
caseiras de resfriá-lo, leve-o imediatamente ao
veterinário, mantendo-o em frente à saída do
ar-condicionado. “Em condições normais, a
temperatura corporal não ultrapassa 39,5 graus.
Se ela chegar a 40 graus, porém, só a respiração
poderá ser insuficiente para resfriar o animal.
Nesse caso, ele talvez precise de aplicação
de soro refrigerado na veia ou até necessite
se sedado e entubado”, explica o veterinário
Marcelo Quinzani.
Fonte: Guia Veja
14 - pUbLiCidAdE
jdb - Dezembro 2014
Novo sistema de climatização e
acústica é inaugurado no CATI
Com a casa cheia, a prefeita
Adeliana Dal Pont comemorou a
inauguração das obras de reforma
do Centro de Atenção à Terceira
Idade (CATI), em São José. O
espaço, que atende cerca de 5 mil
idosos, além de todo revitalizado,
recebeu novo forro e um moderno
sistema de climatização. Para descerrar a placa, dia 3 de dezembro,
estavam presentes a secretaria de
Assistência Social, Norma Warmeling, o chefe de Gabinete, Lédio
Coelho, o vereador Orvino Coelho
de Ávila e o deputado estadual
Gelson Merisio.
Para a prefeita Adeliana, essas
obras são uma forma bastante
concreta de atender à terceira
idade. “Meu compromisso é que
o CATI seja um espaço só para
as atividades com os idosos. Mas,
não poderia deixar a infraestrutura
como estava, pois quero que eles
se sintam confortáveis e bem acolhidos aqui”, destacou.
A secretária de Assistência
Social, Norma Warmling, também
comemorou as novidades. “Depois
de ficar fechado para a reforma,
estamos muito contentes em estar
DAnIEl PEREIRA - SECOM/PMSJ
Idosos encerram o ano com festa na casa reformada
de volta em um ambiente mais adequado”, constatou. Ela aproveitou
para agradecer os coordenadores,
voluntários e colaboradores que
se dedicaram durante o ano para
atender os idosos.
A próxima melhoria para o
CATI, já anunciada pela prefeita
Adeliana, é a construção de uma
piscina aquecida, para que os
idosos possam fazer atividades
físicas com uma estrutura adequa-
da. “As obras já estão em fase de
conclusão e devemos inaugurar
até fevereiro do próximo ano”,
reforçou.
geral - 15
JDB - Dezembro 2014
SDR Grande Florianópolis assina convênios
com o município de Antônio Carlos
Dois convênios, que somam R$ 151.630 mil, foram assinados
dia 9 de dezembro entre o Governo do Estado, representado pela
Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis
(SDR), e a Prefeitura de Antônio Carlos, para investimentos nas
áreas da agricultura e esporte. Realizado na sede da Secretaria, o
ato teve a participação do secretário regional Clonny Capistrano
e do prefeito Antônio Paulo Remor.
Foi assinado convênio para a aquisição de um trator agrícola
no valor de R$ 88 mil, sendo R$ 39,9 mil do Governo do Estado
e R$ 48 mil de contrapartida do município. Com o equipamento
será possível auxiliar na manutenção das estradas que escoam
as produções da região e que contornam as propriedades rurais.
A atividade predominante de Antônio Carlos, distante 36 quilômetros da capital, é a agricultura familiar de hortifrutigranjeiros.
O segundo convênio, no valor de R$ 63,6 mil, visa à construção e manutenção do Centro Esportivo de Antônio Carlos. A
participação do Estado é de R$ 59,9 mil, com contrapartida do
município de R$ 3,6 mil. A prefeitura pretende oferecer o local
para a prática de vôlei, xadrez, vôlei de areia, tênis de mesa,
futebol de campo e de areia, futsal e badminton.
Para o secretário Clonny Capistrano, a parceria entre o
Estado e Antônio Carlos tem sido importante para seu desenvolvimento. “Com os dois convênios assinados hoje, estamos
contribuindo para melhorar o esporte e a agricultura da região,
proporcionando melhor qualidade de vida e geração de trabalho
e renda”, destacou.
SDR Divulgação
Secretário Clonny Capistrano e prefeito Paulo Remor assinam convênio para beneficiar área agrícola e de esporte
QUANDO TODOS COOPERAM, O VERÃO FICA MELHOR.
Nesta época do ano o consumo de água triplica, por isso cada um deve fazer a sua parte.
O Governo de Santa Catarina e a Casan estão
investindo mais de R$ 1,7 bilhão em obras
para melhorar o abastecimento
de água e a rede de esgoto.
Além de não desperdiçar, você pode aumentar
o armazenamento da sua casa, ampliando
a caixa d’água ou a cisterna.
16 - GERAL
Adeptos da homeopatia
perdem Ernest Grimm
Referência na medicina homeopática
no Brasil, o médico Ernest Grimm, que
morou quase 30 anos em São José, faleceu
no dia 27 de novembro, em São Bernardo
Campo, interior de São Paulo, aos 89 anos.
Ele lutava contra uma doença renal e estava internado desde agosto. Em dezembro
de 2001, Grimm concedeu entrevista ao
Jornal de Barreiros quando lançava o livro
A homeopatia e você. Fora convidado a
escrever a obra pelo presidente da Editora
Plus Saber , Cesar Luiz Pasold, seu amigo.
Nascido em Tõrva, na Estônia, no dia 5
de maio de 1925, por muitos anos manteve
seu consultório em São José, sempre com
a agenda cheia.
Da terra natal a família mudou-se para
a Alemanha, fugindo da perseguição política. Depois de lutar na 2ª Guerra Mundial,
Grimm se casou com Henriette e decidiu
vir para o Brasil em 1949. Em 1959 tornou-se cidadão brasileiro. Sem falar uma só
palavra em português, dedicou-se a estudar, e acrescentou mais uma língua no seu
currículo de poliglota. Oito idiomas fazia
parte de sua comunicação com o mundo,
através do rádio amador, no sótão da casa
onde morava na pequena rua Hilário Viéira,
em São José. Quando chegou, começo dos
anos 1960 veio para Florianópolis e montou um estúdio fotográfico. Foi o primeiro
a fazer revelações de dia positivo à cor na
Capital.
A enfermidade do filho o levou a se
formar em Medicina pela Universidade
Federal de Santa Catarina (UFSC) em
1971 e optou pela Homeopatia em 1975.
Esta decisão foi após ter recebido em seu
consultório de clínica geral, uma paciente
do Rio de Janeiro apresentando uma crise
asmática. Grimm conta que ela disse estar
acostumada a ser tratada com Homeopatia. “Se esta área da Medicina é tão eficaz
para tratar uma crise asmática, vale a pena
JDB - Dezembro 2014
Grimm e Henriette
estudá-la”, considerou. Em Santa Cataria
não havia naquela época algum médico
homeopata. Adquiriu livros sobre o assunto
e passou a clinicar. Inclusive apresentou
trabalho no Congresso Internacional de
Homeopatia no Rio de Janeiro e foi um
dos fundadores da Associação Médica
de Homeopatia Brasileira e Associação
Médica de Homeopatia de Santa Catarina.
Ministrou na UFSC dois cursos extracurriculares sobre Introdução à Homeopatia.
E disse com orgulho na entrevista ao JDB
que “vários alunos meus hoje são médicos
e farmacêuticos homeopatas”.
Sua fama como médico homeopata
correu o País.

Documentos relacionados

Instituto de Cardiologia terá sede própria em SJ

Instituto de Cardiologia terá sede própria em SJ para que Barreiros se transformasse em distrito. Quando então os partidários da UDN, que na época tinham o correligionário Heriberto Hülse como governador, pediram seu passe para que a intenção se ...

Leia mais