Catálogo Número SS-150 Para utilização em diagnóstico In Vitro

Сomentários

Transcrição

Catálogo Número SS-150 Para utilização em diagnóstico In Vitro
Catálogo Número SS-150
CONTROLOS DO SÚOR PARA TESTE DE FIBROSE QUÍSTICA EMBALADOS EM
RECIPIENTES DE VIDRO
Para utilização em diagnóstico In Vitro
NÍVEL 2
NÍVEL 1
Normal
Análise/ Instrumentos
Normal
Alto/Equívoco
Cloretos
Clorímetro1
Electrodo ISE
Beckman Synchron
Ortho Vitros
Electrodo Orion para
Cloretos da pele
Schales & Schales Titration 2
Sódio
Fotómetro de Chama3
Electrodo ISE
Beckman Synchron
Ortho Vitros
Conductividade
Analizador da Fibrose
Quística Avançada
Wescor® Sweat-Chek TM
3100 e 3120
NÍVEL 3
Anormal
Osmolaridade
Osmómetro a Pressão de
Vapor Wescor® Modelo 5520
ponto de congelação
avançado
1
Valores calculados utilizando os dados do Buchler Digital Chloridometer (Buchler Instruments,
Kansas City MO 64132)
Digital Labconco Chloridometer (Labconco Corporation, Kansas City MO 64132) (Chiron
Diagnostic Corporation, Norwood 02062)
2
Amostras não diluídas
3
Valores calculados utilizando os dados do Corning Flame Photometer (Chiron Diagnostic
Corporation) e o IL Flame Photometer (Instrumentation Laboratories, Lexington MA 02173)
Advanced Instruments, Inc, Norwood MA 02062
Beckman Coulter Inc, Brea CA 92621, Synchron ®
Orion Research Inc, Beverly MA 01915
Ortho-Clinical Diagnostics , Johnson & Johnson Co, Rochester NY 14650 Vitros TM
Finalidade de utilização
Os Controlos do Suor Wescor para realização de testes de Fibrose Quística
são controlos de ensaio que constituem um valor para a validação das
medições da conductividade, osmolaridade, sódio ou cloretos das amostras
dos doentes
Descrição do produto
Os Controlos do Suor Wescor para realização de testes de Fibrose Quística
são líquidos, prontos para utilizar, e não requerem ser reconstituídos nem
diluídos. São apresentados em três níveis diferentes , os quais representam
concentrações electrolíticas normais, normais altas/equivocadas e
anormais. Cada caixa contem 36 ampolas, 12x0,75=75 ml de cada nível.
Estão formulados numa matriz aquosa que simula o suor humanoB com
adição de preservativos, incluindo 0,05% de azida sódica.
Advertências e Precauções
Os Controlos do Suor Wescor para realização de testes de Fibrose Quística
não contem nenhuma fonte de material humano. Não são requeridas outras
precauções especiais diferentes para a manipulação do produto que as de
rotina, utilizadas no laboratório. Descartar de forma adequada. A azida
sódica pode formar azidas metálicas com chumbo e apresenta risco de
explosão
1-
1234567-
Conservação e Estabilidade
Os Controlos de Suor devem ser conservado à temperatura ambiente
Cada ampola contem 0,75ml de solução. Este volume permite atenuar
convenientemente a concentração por evaporação durante poucas horas
após a abertura da ampola. As ampolas são elaboradas com a intenção de
serem utilizadas somente uma vez.
Instruções de Utilização
Inverter as ampolas cuidadosamente para assegurar a homogeneidade
do produto.
Antes de abrir, golpear o pescoço da ampola ou bater a base da ampola
contra uma superfície forte para eliminar a solução que está no pescoço da
mesma .
Colocar a ampola no organizador na posição indicada para abrir as
ampolas.
Colocar a manga de segurança sobre o pescoço da ampola.
Sujeitar o organizador das ampolas contra o contador, agarrar o
pescoço da ampola firmemente colocando-o entre os dedos polgar e
indicador, e parti-lo.
Colher as amostra directamente da ampola, utilizando um tubo novo
para colocar o Sweat-Chek fresco, pontas novas para micropipetação ou
outros instrumentos, de modo a evitar a contaminação cruzada.
Tratar os controlos como se fossem a amostra do doente de acordo com
os requerimentos do fabricante sobre os métodos de teste para cada tipo de
análise: Cloreto, Sódio, Conductividade, Osmolaridade.
Valores Esperados
Os valores esperados foram estabelecidos dos dados de cada laboratório e
entre laboratórios, utilizando os instrumentos dos fabricantes mencionados.
Utilizar os materiais de controlo tendo o conhecimento que as
concentrações dos componentes são uma parte integral dos procedimentos
de diagnóstico. A monitorização dos valores de controlo, estabelecidos
como parâmetros intralaboratório asseguram a exactidão e precisão dos
métodos de teste. Cada laboratório deve estabelecer os seus próprios
padrões de controlo da qualidade para os métodos de teste utilizados.
Limitações
Qualquer alteração futura realizada pelo fabricante de um método de teste
poderá originar valores diferentes dos primeiramente referidos. As
limitações dos métodos de teste são incluídas na informação fornecida pelo
fabricante do instrumento.
Bibliografia

Documentos relacionados

Analisadores de Suor para Diagnóstico de Fibrose Cística.

Analisadores de Suor para Diagnóstico de Fibrose Cística. Analisadores de Suor para Diagnóstico de Fibrose Cística. A Fibrose Cística é atualmente a mais comum das doenças genéticas. Quando diagnosticada e tratada precocemente pode aumentar significativam...

Leia mais