Vila do Bispo - Mobilidade Sustentável

Сomentários

Transcrição

Vila do Bispo - Mobilidade Sustentável
Workshop
PROJECTO “MOBILIDADE SUSTENTÁVEL”
Caso de estudo:
Município de Vila do Bispo
Fase I: Caracterização e Diagnóstico
Fase II: Objectivos e Conceitos de Intervenção
Instituto Superior Técnico, 12 de Fevereiro de 2008
departamento de transportes
transportation department
METODOLOGIA DE ANÁLISE
INVESTIGAÇÃO PRÉVIA
LNEC:
Kolbenstvedt, M. e Arsenio,
E. (2005)
valuing CULtural heritage:
building new values for
residents and TOURism (em
2006 - a new mobility
CULture for residents and
TOURism)
departamento de transportes
transportation department
MOBILIDADE: CONCEITO
MULTIDIMENSIONAL QUE NECESSITA DE
UMA ABORDAGEM INTEGRADORA
ACESSIBILIDADES
HERANÇA CULTURAL
departamento de transportes
transportation department
MOBILIDADE: CONCEITO INCLUSIVO
H1: a mobilidade suave/verde como um
produto turístico diferenciador e factor
de competividade
departamento de transportes
transportation department
MOBILIDADE: CONCEITO
MULTIDIMENSIONAL
H1: a mobilidade suave/verde como um
produto turístico diferenciador e factor
de competividade
H2: espaço público - rede de percursos
culturais a caracterizar
departamento de transportes
transportation department
MOBILIDADE: CONCEITO
MULTIDIMENSIONAL
H1: a mobilidade suave/verde como um
produto turístico diferenciador e factor
de competividade
H2: espaço público - rede de percursos
culturais a tipificar
H3:
H3: procura/oferta transportes
multimodal : objectivo - inclusão social
departamento de transportes
transportation department
Estrutura
1. Caracterização do Município
2. Caracterização das Deslocações Pendulares
3. Acessibilidades ao Município
4. Rede de Transportes Colectivos
5. Rede Pedonal
6. Diagnóstico e Linhas de acção
departamento de transportes
transportation department
1. Caracterização do Município
Pertence:
•Região do Algarve
•Distrito de Faro
Fronteiras:
•Município de Lagos
•Município de Aljezur
•Oceano Atlântico
•Mar Mediterrâneo
Superfície – 179,0 km2
•60% PNSACV
•98% Rede Natura 2000
Localização Geográfica
departamento de transportes
8
transportation department
1. Caracterização do Município
Dinâmicas Territoriais e Populacionais
Densidade Populacional (hab/km2)
departamento de transportes
9
transportation department
1. Caracterização do Município
Estrutura Etária e População Activa
População residente segundo os estratos etários
departamento de transportes
10
transportation department
1. Caracterização do Município
Turismo
Número de hóspedes nos Estabelecimentos Hoteleiros
Evolução do número de Estabelecimentos Hoteleiros
departamento de transportes
11
transportation department
1. Caracterização do Município
Usos do Solo, Herança Cultural e Identidade
Património
Imaterial
departamento de transportes
12
transportation department
2. Caracterização das Deslocações Pendulares
2001
1991
Deslocações para o local de trabalho ou estudo
Modos de transporte utilizados nas deslocações pendulares
departamento de transportes
13
transportation department
3. Acessibilidades ao Município de Vila do Bispo
Acessibilidades Inter-municipais
Infra--estruturas Rodoviárias
Infra
•EN268 – Liga Vila do Bispo a
Aljezur
•EN125 – Liga Vila do Bispo a
Lagos
Infra-estruturas Ferroviárias
Infra•Apenas em Lagos
Infra-estruturas Aeroportuárias
Infra•Apenas em Faro
Distância
Tempo
Principais vias percorridas
Lagos
Aljezur
Faro
Lisboa
23,6 km
34,4 km
110 km
320 km
27 minutos
30 minutos
1 hora e 20 minutos
3 horas e 10 minutos
EN125
EN268
A22 e EN125
A2, A22 e EN125
Porto
600 km
5 horas e 30 minutos
A1, A13, A2, A22 e EN125
Custo total
(estimado)
2,15 €
3,13 €
10,01 €
46,17 €
90,30 €
departamento de transportes
14
transportation department
3. Acessibilidades ao Município de Vila do Bispo
Sinistralidade Rodoviária
departamento de transportes
15
transportation department
3. Acessibilidades ao Município de Vila do Bispo
Contagens de Tráfego
Localização dos postos de contagem de tráfego
Panorama da EN268
departamento de transportes
16
transportation department
4. Rede de Transportes Colectivos
Duração total – aproximadamente 50 minutos
Preço do bilhete:
•3,05
3,05€
€ - só ida
•6,10
6,10€
€ - ida e volta
Percurso do transporte rodoviário colectivo da EVA S.A.
departamento de transportes
17
transportation department
5. Rede Pedonal
Centro Urbano de Vila do Bispo
departamento de transportes
18
transportation department
5. Rede Pedonal
Estado de
Rua
conservação do
passeio
Largura do
passeio
Mobiliário
urbano versus
efeito barreira
Existência de
passadeiras
Rebaixamento
de lancis nas
passadeiras
Estacionamento
ilegal
Rua Santa
Maria do
-
+
--
-
--
--
+
+
-
+
--
-
+
--
++
--
NA
+
-
--
--
--
NA
+
+
--
--
--
NA
NA
++
++
--
--
NA
--
Cabo
Rua Ribeira
do Poço
Rua Capitão
Matoso
Rua 1º de
Maio
Rua Leonor
Batista
Rua D.
Fernando
Coutinho
Matriz de Avaliação da Rede Pedonal
Escala Qualitativa
++
Satisfaz muito
+
Razoável/Suficiente
-
Insuficiente
--
Muito Insuficiente
departamento de transportes
19
transportation department
6. Diagnóstico e Considerações Finais
Riscos Fracos
Pontos
Oportunidades
Fortes
•Aposta e desenvolvimento
•Aumento
das deslocações de
Património
•Fracas
formas
pendulares
de
acessibilidades
turismo
vastíssimo
recorrendo
sustentáveis
eao
aotransporte
Município
que
diversificado:
•Transporte
em
individual
modospor
de
colectivo
falta
mobilidade
de não
soluções
satisfaz
de as
•PNSACV Colectivo
necessidades
sustentáveis
Transporte
da procura
adequadas
•Praiassinalização
•Fraca
•Integração
•Diminuição
do
progressiva
património
para acesso
doexistente
número
aos
•14turistas
vários
em
de
redes
imóveis
locais
de
em
classificados
emobilidade
detrimento
patrimónioque
pelo
de outras
IPPAR
•Oferta gastronómica
•Envelhecimento
recorram
regiões
doa Algarve
modosdasuaves
população
•Quebra
•Risco
deda
acidentes
capacidade
envolvendo
de
alojamento
peões
e ciclistas
turística
devido à
•Degradaçãode
inexistência
decondições
algum património
e/ou infraestruturas adequadas que permitirem
a sua circulação de uma forma
segura
departamento de transportes
20
transportation department
Paragem de autocarro em Vila do Bispo
departamento de transportes
transportation department
Paragem de autocarro em Vila do Bispo
departamento de transportes
transportation department
Paragem não sinalizada de autocarro em Vila do Bispo
departamento de transportes
transportation department
Barreira à circulação de peões em passeios na Rua Santa Maria do Cabo
departamento de transportes
transportation department
Inexistência de rebaixamento do passeio para acesso às passadeiras
na intersecção da Rua Santa Maria do Cabo com a Rua da Ribeira do
Poço
departamento de transportes
transportation department
Passeio exíguo e barreiras
arquitectónicas nas ruas do centro
histórico
departamento de transportes
transportation department
Estacionamento ilegal em passeios
na Rua D. Fernando Coutinho
departamento de transportes
transportation department
Rebaixamento do passeio para acesso de viaturas ao campo de jogos
mas não na passadeira
departamento de transportes
transportation department
LINHAS DE ACÇÃO
L1: Rede de percursos
pedonais/cicláveis legível dimensões herança cultural capacidade de carga do
território - equilíbrio
ambiental
PROJECTO
DE
DEMONSTRAÇÃO
23
departamento de transportes
transportation department
DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS –
redes de mobilidade in/out
EQUIPAMENTOS
PATRIMÓNIO
RESTAURANTES
24
departamento de transportes
transportation department
ESTUDO PRÉVIO DE PROPOSTAS
EQUIPA CM VILA BISPO - LNEC
Fonte: CM Vila do Bispo
PERCURSO V. B. –
TORRE DE ASPA
**4 km
departamento de transportes
transportation department
DESENVOLVIMENTO DE PROPOSTAS
P1: PROJECTO CULTOURCULTOURWALK – LNEC : critérios para
o desenho/implementação de
redes
? VALOR ECONÓMICO
DOS PERCURSOS CULTURAIS
VU+VNU – Residentes/Turismo
? Origen x – Destino y ?
? Walk – Bus?
? Walk – Bicicleta?
departamento de transportes
transportation department
Pontos Fortes
Património vastíssimo e
diversificado:
•PNSACV
•Praias
•14 imóveis classificados pelo IPPAR
•Oferta gastronómica
departamento de transportes
transportation department
Pontos Fracos
•Fracas acessibilidades ao Município
•Transporte colectivo não satisfaz as
necessidades da procura
•Fraca sinalização para acesso aos
vários locais e património
•Envelhecimento da população
•Quebra da capacidade de
alojamento turística
•Degradação de algum património
departamento de transportes
transportation department
Oportunidades
•Aposta e desenvolvimento de
formas de turismo sustentáveis que
em modos de mobilidade
sustentáveis
•Integração do património existente
em redes de mobilidade que
recorram a modos suaves
departamento de transportes
transportation department
Riscos
•Aumento das deslocações
pendulares recorrendo ao transporte
individual por falta de soluções de
Transporte Colectivo adequadas
•Diminuição progressiva do número
de turistas em detrimento de outras
regiões do Algarve
•Risco de acidentes envolvendo
peões e ciclistas devido à
inexistência de condições e/ou infraestruturas adequadas que permitirem
a sua circulação de uma forma
segura
departamento de transportes
transportation department

Documentos relacionados