Caminho de Luz

Сomentários

Transcrição

Caminho de Luz
Mensagens
“A desesperança e o desespero apagam
toda a chama de luz que brota a cada dia em
nossos corações.
Ter fé é a melhor maneira de semear o amor
para colher suas benesses.
Se sois muitos críticos , a chama se extingue.
Crê mais e questiona menos. Crer é sinal de resignação. A luz de Deus se acenderá em cada um
de nós com doses diárias de fé. Amem sempre!”
Seu Irmão José
“Cada um de nós sofre com intensidade as conseqüências dos erros passados.
Precisamos saber aceitar sem duvidar da Justiça
Divina. Deus é misericordioso. Aceitar com fé seu sofrimento é a melhor maneira de fazê-lo desaparecer.
A nossa frente existe um horizonte infinito de boas
possibilidades. Você tem o livre arbítrio. Aprenda a
usá-lo para não propagar sofrimento ao seu futuro.
Pense nisso. Siga em Paz!”
*Mensagens psicografadas por Marilyn B. Laureano na Fraternidade Espírita Mensageiros da Luz de Ibiporã
Livro dos Espíritos
Questão 934 - Por que a perda das pessoas queridas
nos causa um desgosto tanto mais legítimo quanto
irreparável e independente de nossa vontade?
Resposta – Esse motivo de desgosto atinge tanto o
rico quanto o pobre: é uma prova ou uma expiação, é
a lei comum. Mas é uma consolação poder se comunicar com os amigos pelos meios que tendes, enquanto esperais outros mais diretos e mais acessíveis aos
vossos sentidos.
Questão - 935 - O que pensar das pessoas que vêem as
comunicações dos Espíritos como uma profanação?
Resposta - Não pode haver nisso profanação quando
há recolhimento e quando a evocação é feita com respeito e dignidade. O que prova isso é que os Espíritos
que se afeiçoam a vós vêm com prazer, ficam felizes
com vossa lembrança e por se comunicarem convosco.
Haveria profanação se fizessem disso uma leviandade.
Questão - 936 Como as dores inconsoláveis dos encarnados afetam os Espíritos que partiram?
Resposta – O Espírito é sensível à lembrança e aos
lamentos daqueles que amou, mas uma dor incessante
e irracional o afeta dolorosamente, porque vê nessa
dor excessiva uma falta de fé no futuro e de confiança em Deus e um obstáculo ao adiantamento dos que
choram e, talvez, ao reencontro entre todos.
Caminho de Luz
4
Atividades da Fraternidade
Segundas-feiras
*Almoço com Reflexão do
Evangelho e Passe
Horário: 09:00 às 11:00 hs
*Aula de Violão
Horário: 14:00 às 15:00 hs
*Estudo do Evangelho
Horário: 15:00 às 16:00 hs
Terças-feiras
*Grupo de Gestantes
Horário: 15:30 às 17:00 hs
*Estudo sobre André Luiz “Os Mensageiros”
Horário: 20:00 às 21:00 hs
Quartas-feiras
*Almoço com Reflexão do
Evangelho e Passe
Horário: 09:00 às 11:00 hs
*Palestra aberta ao público com passe
Horário: 20:15 às 21:30 hs
Quinta-feiras
*Aula de Violão
Horário: 14:00 às 15:00 hs
Curso Preparatório sobre Espiritismo
Horário: 20:00 às 21:30 hs
Sexta-feiras
*Almoço com Reflexão do
Evangelho e Passe
Horário: 09:00 às 11:00 hs
*Estudo sobre as obras de André Luiz
Horário: 20:00 às 21:00 hs
*Estudo sobre Espiritismo
Horário: 20:00 às 21:30 hs
Domingo
Evangelização e Passe - (Todo Domingo)
Horário: 9:00 às 10:00 hs
2º Domingo de cada mês
*Atendimento do Manôlo
(Espiritual)
Caminho de Luz
Ediçao 22 - Março/2008
Fraternidade Espírita Mensageiros da Luz
Rua Pe.Vitoriano Valente, 2319 - Centro
Ibiporã - PR - Fone: 3158 3825
Email: [email protected]
Informativo da Fraternidade Espírita Mensageiros da Luz de Ibiporã
Ano III - Edição 22 - Março/2008
“Aquele que sabe limitar seus desejos e vê sem inveja o que está acima de
si, poupa-se a muitas decepções desta vida”
- Allan Kardec
Luz no Caminho
Por que o Esperanto?
Se a missão do Espiritismo é ajudar na reforma moral e no progresso espiritual de toda
a humanidade, podemos concluir que foi necessário o Esperanto para que todos os seres
humanos pudessem se comunicar através de
um idioma simples, interligando corações e
mentes.
O Esperanto encerra um nobre ideal de
paz e fraternidade universal, sintonizandose com o Ideal dos Espíritos Superiores que
tem trazido a Terra diversos convites ao progresso e a paz. Que tal conhecer este convite
do Esperanto um pouco mais? Confira uma
matéria especial nas páginas internas deste
informativo.
Também agradecemos a todos que partici-
param para que o nosso mês espírita acontecesse com sucesso em mais um aniversário de
nossa Fraternidade.
Continuamos pedindo a colaboração de
todos os trabalhadores da Casa e a quem tem
vontade de ajudar para nos auxiliar nas nossas diversas tarefas de bem ao próximo.
Comunicamos também que os estudos da
Doutrina Espírita já recomeçaram neste ano,
confira dias e horários na coluna de Atividades da Fraternidade na última página deste
informativo. Para maiores informações, envie-nos um email : [email protected]
com ou compareça as reuniões de quarta-feira e informe-se.
Muita Paz, Conhecimento e Boa Leitura!
Programação de Palestras:
Minutos de Sabedoria
“Todos nós somos iguais perante o Pai
que habita dentro de cada um de nós.
Vivendo o Pai em nosso íntimo, pouca
importância dá ao nosso exterior - se somos
brancos ou negros, pobres ou ricos, desta
ou daquela religião.
Diante de Deus não contam as diferenças
externas: só o interior importa. – se somos
bons ou maus, generosos ou avarentos,
amorosos ou egoístas.
Pense nestas Verdades!”
C. Torres Pastorino*
*Mensagem extraída do livro “Minutos de Sabedoria”
Março
Caminho de Luz
05/03 - Paulo Antonio da Cruz (Ibiporã)
12/03 - Dr. Claudinei Leite (Londrina)
19/03 - Geraldo Saviani (Londrina)
26/03 - Antonio Saviani (Londrina)
(Programação sujeita a alterações)
No dia 13 de Abril a Fraternidade Espírita recebe o músico Vanzan para uma apresentação especial. Imperdível!
Mais detalhes na próxima edição.
Próximo Atendimento
do Manôlo:
Dia 09/03
2
Caminho de Luz
Esperanto: Uma Linguagem Universal
Por toda a história da
humanidade sobre a Terra
houve muitas tentativas de
se adotar um idioma comum
a todas as raças. Durante o
Império Romano, por exemplo, o Latim foi imposto aos
povos subjugados e se degenerou com a fala regional
produzindo o Português, o
Espanhol, o Francês, o Italiano, etc. Outras línguas, ao
contato com idiomas diferentes, também se modificaram
e não tiveram êxito em sua
universalidade.
O Espiritismo possui entre
seus objetivos o de ajudar na
reforma moral e no progresso espiritual de toda humanidade e para isso ele precisa
de um bom veículo de comunicação, que seja simples e
que possa ser entendido por
todas as culturas do planeta.
Allan Kardec já dizia que
no dia que todo ser humano entender e for entendido
pelo seu próximo com um
só idioma, a comunicação
com o mundo espiritual vai
ser facilitada. Partindo deste
preceito, o Espiritismo busca
divulgar uma nova linguagem
chamada “Esperanto” que
tem o objetivo de facilitar a
comunicação entre todos os
povos do planeta e o mundo
espiritual.
O Espírito Waldomiro Lorens relata no livro “O Esperanto como Revelação”, psicografado por Chico Xavier,
que “Verificando as imensas
dificuldades para o intercâmbio de tribos e povos desencarnados, Especialistas Espirituais de fonética, etimologia
Zamenhof - O criador
da língua universal
e onomatopéia, empreenderam a formação de um idioma internacional para entendimento rápido nas regiões
espaciais vizinhas do Globo,
multiplicando, em vão tentames e experiências, até que
um dos grandes missionários
da Luz, consagrado à concórdia, tomou a si o exame e
a solução do problema”.
Esse espírito elevado era
Lázaro Luís Zamenhof que
antes mesmo de encarnar na
Terra, pesquisou os mecanismos das associações vocabulares da fala humana com
as características de cada
povo e as suas maneiras peculiares de expressão.
Foi criado então em 1887
o Esperanto, pelo então já
encarnado médico e lingüista
polonês Lázaro, ou na grafia
original de seu nome Ludwig
Lazar Zamenhof. Nessa época, na Polônia, conviviam na
mesma cidade colônias judias, russas e alemãs, além
dos poloneses. Zamenhof,
de origem judia, morava na
cidade de Bialystok, onde observava muitos inconvenientes decorrentes das várias
línguas faladas no mesmo lo-
cal. Para ele, a futura língua
internacional não podia ser
artificial e sim formada dos
elementos já gerados pelas
línguas nacionais existentes.
A língua que criou é uma
mistura do Latim, do Grego
e de numerosas línguas modernas e possui um acervo
léxico com o máximo de universalidade e uma gramática
simplificada que possui somente 16 regras e nenhuma
exceção.
A facilidade do Esperanto
reside em três aspectos: na
pronúncia, na gramática e no
vocabulário. O alfabeto é fonético, ou seja, a cada letra
corresponde um único som.
São 28 letras, portanto, 28
sons, sendo que a acentuação tônica das palavras recai
sempre na penúltima silaba.
A gramática é simples e
regular, não apresentando
exceções. Todo substantivo
termina pela letra “o” e todo
adjetivo pela letra “a”. O plural se faz regularmente pelo
acréscimo de uma letra. O
advérbio derivado termina
pela letra “e”. Só há uma
única conjugação verbal e
os verbos, no infinitivo, terminam em “i”, no presente, em
“as”, no passado, em “is”, no
futuro, em “os”, no condicional , em “us” e, no imperativo,
em “u”. Isso em todas as pessoas, pois o pronome é quem
irá indicar a pessoa em que o
verbo se encontra.
Além disso, existe um sistema de prefixos e sufixos, de
significados constantes, que,
acrescidos aos radicais, diminuem o tempo de aprendiza-
Caminho de Luz
3
gunda língua de cada nação.
Atualmente existem mais de
50.000 obras escritas nesta
linguagem internacional que
já foi reconhecida mundialmente pela ONU – Organização das Nações Unidas - que
também incentivou os países
membros a ampliar a divulga-
do do idioma. Essas características tornam o Esperanto
uma língua simples, exata e
extremamente útil para as relações internacionais.
O objetivo do Esperanto,
segundo seu criador, não é
o de substituir os idiomas nacionais mas sim o de ser a se-
ção e o ensino do idioma.
Para saber mais acesse:
Esperanto na internet:
www.bezerramenezes.org.br/esperanto/esperanto.htm
Curso Online de Esperanto:
www.aleph.com.br/kce/cer.htm
Página Oficial do Esperanto:
www.esperanto.org.br
A ESTRELA VERDE
O símbolo mundial do Esperanto
é uma estrela verde de cinco pontas, onde se vê um E maiúsculo
branco no centro - abreviatura da
palavra Esperanto.
As cinco pontas da estrela representam os cinco continentes. A estrela em si representa a projeção do
homem no Universo.
Portanto, as duas cores que simbolizam o Esperanto são o verde e o
LA ESPERO
branco. O verde é toda a natureza, a
esperança, a vida, o alimento, o sustento. O branco representa a pureza,
a paz que deve reinar na Terra.
O Esperanto é um convite ao
amor e à união. É também uma
ponte, um caminho, um facilitador
da compreensão recíproca entre
todos os povos, capaz de possibilitar um relacionamento fraterno em
busca da paz mundial.
A ESPERANÇA
En la mondon venis nova sento,
Tra la mondo iras forta voko;
Per flugiloj de facila vento
Nun de loko flugu gi al loko.
Ao mundo chegou um sentimento novo,
Através do mundo passa um forte apelo;
Nas asas de vento propício
Voe ele agora de lugar em lugar.
Ne al glavo sangon soifanta
Gi la homan tiras familion:
Al la mond’ eterne militanta
Gi promesas sanktan harmonion.
Não ao gládio sedento de sangue
Ele arrasta a família humana:
Ao mundo eternamente em guerra
Promete ele santa harmonia.
Sub la sankta signo de l’ espero
Kolektigas pacaj batalantoj,
Kaj rapide kreskas la afero
Per laboro de la esperantoj.
Sob o sagrado signo da esperança
Reúnem-se pacíficos batalhadores,
E rapidamente cresce a causa
Mediante o trabalho dos esperantistas.
Forte staras muroj de miljaroj
Inter la popoloj dividitaj;
Sed dissaltos la obstinaj baroj,
Per la sankta amo disbatitaj.
Fortemente se erguem muros de milênios
Entre os povos divididos;
Mas saltarão para todos os lados as obstinadas
barreiras, / Arrasadas pelo santo amor.
Sur neutrala lingva fundamento,
Komprenante unu la alian,
La popoloj faros en konsento
Unu grandan rondon familian.
Sobre fundamento lingüístico neutro,
Compreendendo-se uns aos outros,
Os povos farão, em acordo,
Um (só) grande círculo familiar.
Nia diligenta kolegaro
En laboro paca ne lacigos,
Gis la bela songo de l’ homaro
Por eterna ben’ efektivigos.
L. Zamenhof
A nossa diligente legião de colegas
Não se cansará no trabalho pacífico,
Até que o belo sonho da Humanidade
Realize-se para eterna bênção.
Traduzido por Francisco V. Lorenz

Documentos relacionados

Apresentação 1 - Aprender Para quê

Apresentação 1 - Aprender Para quê En la mondon venis nova sento, tra la mondo iras forta voko; per flugiloj de facila vento nun de loko flugu ĝi al loko. Ne al glavo sangon soifanta ĝi la homan tiras familion: al la mond' eterne mi...

Leia mais