viva a sardinha! 14 maio / 15 julho

Сomentários

Transcrição

viva a sardinha! 14 maio / 15 julho
guia das
festas
VIVA A SARDINHA!
14 MAIO / 15 JULHO
WWW.FESTASDELISBOA.COM
Lisboetas! “A Revolução
aproxima-se…! Tomaremos de
assalto os vossos bairros, as vossas
casas as vossas vidas…! Um tempo
novo se anuncia com as Festas 2010.”
É em tom de manifesto que abrimos este vasto
programa das Festas de Lisboa, recordando que
há cem anos também a cidade saiu à rua em busca
de mudança e utopia. E porque a criatividade,
a imaginação e o sonho são a matéria-prima de todas
as utopias, é em Festa, na mais lisboeta de todas
as Festas, que queremos celebrar a República.
Diversas, múltiplas, extravagantes serão as
experiências que vos proporemos ao longo dos
próximos dois meses. Desejamos que elas vos
transportem para outras vivências, criando novos
trilhos, novos percursos, novos sentidos. É pela
emoção da partilha, pelo acolher tolerante de todas
as diferenças, que a Festa representa o tempo
propício de todas as renovações e de todos os futuros.
Mais uma vez a sardinha, símbolo de viagem e
abundância, se desdobra em diferentes narrativas,
que são em si próprias pequenos mundos, abertos
ao mais atento e curioso do olhares.
“Às Festas…. Às Festas! Pelo vermelho do excesso
e pelo verde da vida”…….. (Fim de manifesto!)
O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA EGEAC
3
ÍNDICE
7
LOUNGE
18 48
SARDINHAS
O TEATRO DAS
COMPRAS
8 28 49
MUNDO
MIX
ARRAIAIS
POPULARES
VOZES DE FAZER
PARAR O TRÂNSITO!
ARRAIAL PRIDE
9 30 50
MICRO BAILES
FESTA
DO FADO
COM’PAÇO
10 34 51
ANDAR
EM FESTA
MARCHAS
POPULARES
CINECONCHAS
15 35 52
FESTIVAL
DA MÁSCARA
IBÉRICA
CASAMENTOS DE
SANTO ANTÓNIO
CONCERTO DE
ENCERRAMENTO
16 37 53
BERLIN-MOSCOW
CASAS REGIONAIS
EM LISBOA
OUTRAS
CENAS
ACONTECE AINDA
EM LISBOA
5
LOUNGE FESTAS DE LISBOA
LOUNGE
FESTAS DE LISBOA
14
Maio a 16 Julho
Cinema São Jorge
domingo a terça, das 15h às 21h,
quinta a sábado das 15h à 1h
Concertos, Espectáculos e DJ’s às 23h30 / Entrada livre
As Festas de Lisboa inauguram em 2010 um novo espaço. Um espaço
de encontro, de partilha, de cruzamento, de passagem, de informação,
que está sempre aberto para receber os amigos. Aqui, mais do que
encontrar toda a informação das Festas, pode vivê-las de perto, dançar,
ouvir música, ver espectáculos, beber um copo e descontrair.
14 Maio | sexta, 23h30
11 Junho | sexta, 23h30
Dj Ride
Peltzer
15 Maio | sábado, 23h30
16 Junho | quarta, 19h
Dj Dedy Dread
Quarteto de Clarinetes
20 Maio | quinta, 23h30
17 Junho | quinta, 23h30
Ricardo Parreira
Marco Rodrigues
21 Maio | sexta, 23h30
18 Junho | sexta, 23h30
Alexandre Diniz Quarteto
Gazua
22 Maio | sábado, 23h30
19 Junho | sábado, 23h30
Dj Rocky Marsiano
Dj X-Acto
27 Maio | quinta, 23h30
22 Junho | terça, 19h00
Freddy Locks
Coral Paradoxal
28 Maio | sexta, 23h30
24 Junho | quinta, 23h30
Uni_Form
Bling Projekt
4 Junho | sexta, 23h30
25 Junho | sexta, 23h30
Dead Combo
Terminal Lx
5 Junho | sábado, 23h30
26 Junho | sábado, 23h30
Dj Nery
Dj Stereossauro
10 Junho | quinta, 23h30
30 Junho | quarta, 19h00
Djimi
Com’Paço
7
LOUNGE FESTAS DE LISBOA / MUNDO MIX
1 Julho | quinta, 23h30
8 Julho | quinta, 23h30
The Supervisor
A.M.O.R.
2 Julho | sexta, 23h30
9 Julho | sexta, 23h30
Os Lábios
Volcano Skin + The Watchout Sprouts
3 Julho | sábado, 23h30
10 Julho | sábado, 23h30
Dj Sr. Alfaiate
Dj Mr_Mute
6 Julho | terça, 19h
16 Julho | sexta, 23h30
Coral Paradoxal
Zig Zag Warriors (Miguel Quintão e Zé Pedro)
7 Julho | quarta, 19h
Teatro Musical
MUNDO MIX
14
a 16 Maio | sexta a domingo, 12h às 23h
Castelo de São Jorge
Acesso normal ao Castelo de São Jorge (entrada livre para residentes em Lisboa)
Bilhetes à venda na bilheteira do Castelo São Jorge (t: 21 880 06 20) / Para todas as idades
Este movimento de vanguarda, com características alternativas ligadas
à cultura urbana, apresenta novos talentos, ideias e tendências nas
áreas das artes, música, moda e design. Oferecendo a oportunidade aos
artistas seleccionados de promover, comercializar e viabilizar as suas
criações, actua como plataforma de divulgação e pretende facilitar
a entrada no mercado de novas marcas, produtos e artistas.
Este ano o Mundo Mix marca a abertura das Festas de Lisboa 2010 e leva
ao Castelo de São Jorge ainda mais novidades, exposições, concertos,
workshops e performances.
PARCEIRO Cosmic Chilli
8
MICRO BAILES
MICRO BAILES
16
e 29 Maio, 4 e 30 Junho
Vários horários, diversos locais
Entrada livre / Para todas as idades
Micro bailes que incluem uma caminhada até ao sítio onde ficam.
Pequenos deslocamentos para a janela da D. Rosa, para ao pé do senhor
que vai a passar, paragem em frente à mercearia do Sr. Augusto que até
tem um pequeno largo... Levar pessoas atrás, trazer pessoas na
movimentação. Encantar quem vai a passar e deixar encantado
quem se propôs a vir.
PARCEIRO c.e.m.
16 Maio | domingo, 9h às 22h
Começa no Martim Moniz com
Helena Madeira e o coro de adufes do c.e.m – centro em movimento que se
deslocam-se até ao Beco da Guia onde tocam dois guitarristas e se canta o fado
29 Maio | sábado, 17h às 19h
Começa nas escadinhas de São Cristóvão com Nuno Gelpi e amigos que vão
tocando até à Rua da Vitória na Baixa Pombalina onde fazem a instalação
"Olaricas" com Karaoke e música
4 Junho | sexta, 20h às 22h30
Começa no Miradouro da Graça desce as Escadinhas do Caracol da Graça /
Rua dos Lagares / Calçada de Santo André / Rua da Amendoeira / Rua do Marquês
de Ponte de Lima / Largo da Achada / Escadinhas São Cristóvão /
Rua dos Fanqueiros – Percussão e Gaitas
30 Junho | sexta, 18h às 20h
Baile no Largo das Olarias (parque infantil da Rua das Olarias) com duas
concertinas
9
ANDAR EM FESTA
ANDAR EM FESTA
19
Maio a 11 Julho
As Festas de Lisboa nos transportes públicos
Fado, teatro e jazz, no eléctrico, no metro, nos autocarros, nos
comboios e nos ascensores. Andar em Festa, um convite à surpresa.
TEATRO A METRO
Flor de um dia
19
a 23 Maio | quarta a domingo, 16h e 19h
Estações do Metro
Acesso normal para viagem de metro / Para todas as idades
António de Sousa, jovem realizador de cinema, amante da
cinematografia francesa da década de 1960, desloca-se acompanhado
da sua reduzida equipa de filmagem, por diferentes paisagens e lugares,
com o objectivo de filmar as cenas para a sua obra-prima. Mas realizar
a ficção não é tão simples. À medida que a filmagem decorre as
implacáveis dificuldades técnicas aparecem uma e outra vez.
TEXTO E ENCENAÇÃO Martin Joab INTERPRETAÇÃO Paulo Patraquim, Pedro Saavedra, Carolina
Marcolla, Pedro Leitão e Luciano Burgos PRODUÇÃO Escena Subterrânea/Teatro em Branco
PARCEIRO Metropolitano de Lisboa
19 Maio | quarta
16h | Linha Vermelha, Alameda –
S. Sebastião (carruagem)
19h | Linha Vermelha, Oriente (átrio)
20 Maio | quinta
16h | Linha Azul, Baixa Chiado –
Praça de Espanha (carruagem)
19h | Linha Azul, Baixa Chiado
(átrio)
21 Maio | sexta
16h | Linha Verde, Cais do Sodré –
Alameda (carruagem)
19h | Linha Verde, Cais do Sodré
(átrio)
10
22 Maio
| sábado
16h | Linha Amarela, Marquês
de Pombal – Campo Grande
(carruagem)
19h | Linha Amarela, Rato (átrio)
23 Maio
| domingo
16h | Linha Azul, Baixa Chiado –
Jardim Zoológico (carruagem)
19h | Linha Verde, Alameda (átrio)
ANDAR EM FESTA
OMNIBUS
Venda Implacável
26
a 30 Maio | quarta a domingo, 16h e 19h
Autocarros 35, 60, 718, 727, 758
Acesso normal para viagem de autocarro / Para todas as idades
Ao longo do percurso entram no autocarro diferentes vendedores
ambulantes que pretendem vender os seus produtos. Para cativar
os passageiros e concretizar a venda, oferecem objectos cada vez mais
insólitos, que parecem ter sido retirados de algum catálogo de objectos
inúteis. No frenesim da venda, a conquista por mais clientes,
cria situações absurdas e repletas de humor.
TEXTO E ENCENAÇÃO Martin Joab INTERPRETAÇÃO Pedro Saavedra, Rita Rodrigues, Pedro Leitão,
Luciano Burgos e Sofia Cabrita PRODUÇÃO Escena Subterrânea/Teatro em Branco
PARCEIRO CARRIS
26 Maio
29 Maio | sábado
Cais do Sodré – Sete Rios
19h | Carreira 758
Sete Rios – Cais do Sodré
16h | Carreira 60
Martim Moniz – Largo da Ajuda
19h | Carreira 60
Martim Moniz – Olaias
| quarta
16h | Carreira 758
| quinta
16h | Carreira 35
27 Maio
| domingo
16h | Carreira 727
30 Maio
Areeiro – Cais do Sodré
19h | Carreira 35
Cais do Sodré – Areeiro
Saldanha – Restelo
19h | Carreira 727
Restelo – Saldanha
28 Maio
| sexta
16h | Carreira 718
Beato – Amoreiras
19h | Carreira 718
Amoreiras – Beato
11
ANDAR EM FESTA
FADO NOS ELÉCTRICOS
2 a 6, 9 a 11, 13, 16
a
20 Junho | 16h e 19h
Eléctrico 28
Acesso normal para viagem de eléctrico / Para todas as idades
Artistas interpretam o fado mais tradicional e castiço junto das gentes
que deambulam pela cidade e que nela moram. Com o eléctrico 28,
o Fado ganha um novo palco que desliza do Martim Moniz aos Prazeres,
passando pela Graça, Alfama, Bica e Bairro Alto.
PARCEIRO CARRIS
ART’A_BORDO A Boda
23
a 27 Junho| quarta a domingo, 16h e 19h
Comboios da Linha de Cascais
Acesso normal para viagem de comboio / Para todas as idades
Esta é a história de um casal que se conheceu no comboio há alguns anos
atrás. Em homenagem a esse encontro, decidem celebrar o casamento
nesse meio de transporte. Ao longo do percurso, e nas diferentes paragens,
vão entrando os convidados, familiares, amigos e, inclusive, o padre que
os irá casar. Mas à medida que a festa avança, surgem também histórias
ocultas e diferentes situações que colocarão à prova tão ansiada união.
TEXTO Martin Joab INTERPRETAÇÃO Sofia Cabrita, Rita Rodrigues, Pedro Leitão e Pedro Saavedra
ENCENAÇÃO Luciano Burgos PRODUÇÃO Escena Subterrânea/Teatro em Branco
PARCEIRO Caminhos de Ferro Portugueses
23 Junho | quarta
16h | Cais do Sodré – Oeiras
19h | Oeiras – Cais do Sodré
24 Junho | quinta
16h | Alcântara – Carcavelos
19h | Carcavelos – Alcântara
25 Junho | sexta
16h | Belém – Cascais
19h | Cascais – Belém
12
26 Junho | sábado
16h | Cais do Sodré – Carcavelos
19h | Carcavelos – Cais do Sodré
27 Junho | domingo
16h | Algés – Cascais
19h | Cascais – Algés
ANDAR EM FESTA
JAZZ ÀS ONZE
30 Junho, 1 a 4,
7
a 11 Julho | 11h e 23h
Ascensores de Lisboa
Acesso normal para viagem de ascensor / Para todas as idades
Este projecto transporta os acordes do Jazz nos ascensores emblemáticos
da cidade, classificados em 2002 como monumentos nacionais
PARCEIROS CARRIS e Hot Club de Portugal
30 Junho | quarta, 11h
Ascensor do Lavra
7 Julho | quarta, 11h
Ascensor do Lavra
André Santos GUITARRA
Margarida Campelo VOZ
Daniel Vieira SAXOFONE
João Custódio CONTRABAIXO
André Silva GUITARRA
André Ferreira CONTRABAIXO
Marta Olias SAXOFONE
Tiago Franco GUITARRA
1 Julho | quinta, 23h
Ascensor da Glória
8 Julho | quinta, 23h
Ascensor da Bica
Bruno Soares GUITARRA
Ricardo Toscano SAXOFONE
Francisco Brito CONTRABAIXO
André Santos GUITARRA
André Murraças SAXOFONE
André Rosinha CONTRABAIXO
Pedro Felgar BATERIA
Tiago Machado GUITARRA
2 Julho | sexta, 23h
Ascensor da Bica
9 Julho | sexta, 23h
Ascensor da Glória
André Rosinha CONTRABAIXO
André Murraças SAXOFONE
Pedro Felgar BATERIA
Tiago Machado GUITARRA
3 Julho | sábado, 23h
Ascensor da Glória
Nuno Marinho GUITARRA
André Mota PERCUSSÃO
André Ferreira CONTRABAIXO
Marta Olias SAXOFONE
4 Julho | domingo, 11h
Ascensor de Santa Justa
Ensemble Luiz Villas-Boas 2010:
Joana Alegre VOZ
Ricardo Toscano SAXOFONE
Nuno Marinho GUITARRA
Miguel Amorim PIANO
André Rosinha CONTRABAIXO
Pedro Madeira BATERIA
Nuno Melo GUITARRA
Francisco Brito CONTRABAIXO
Tiago Machado GUITARRA
André Rosinha CONTRABAIXO
10 Julho | sábado, 23h
Ascensor da Bica
Ricardo Toscano SAXOFONE
Francisco Brito CONTRABAIXO
Pedro Madeira BATERIA
André Santos GUITARRA
11 Julho | domingo, 11h
Ascensor de Santa Justa
Ensemble Luiz Villas-Boas 2009:
André Murraças SAXOFONE
Íris Godinho PIANO
Tiago Machado GUITARRA
Francisco Brito CONTRABAIXO
Vasco Furtado BATERIA
13
FESTIVAL DA MÁSCARA IBÉRICA
FESTIVAL DA
MÁSCARA IBÉRICA
20
a 23 Maio | quinta a domingo
Praça do Rossio
DESFILE DA MÁSCARA IBÉRICA
22 Maio | sábado, 16h30
Entrada livre / Para todas as idades
O Festival da Máscara Ibérica tem um particular relevo nas Festas de
Lisboa. A dimensão adquirida nas quatro edições anteriores possibilitou
a sedimentação desta iniciativa no panorama cultural da cidade e
revelou ser um evento que associa um enorme impacto na população
local com uma forte componente turística.
PARCEIRO Progestur
20 Maio | quinta
Todos os dias
14h | Inauguração da Mostra das Regiões
14h às 15h e 17h às 18h | Animação com
Gastronomia de Zamora no Hotel Tivoli e
de Cáceres na Casa do Leão. Na Mostra das
Regiões: Produtos Regionais, Animação,
Artesãos, Música e Promoção Turística.
o grupo “The Mummers” da Irlanda
19h | Projecto Artístico “Manel dança Maria”
pela Artelier – Companhia de Teatro de Rua
21 Maio | sexta
Grupos para o Desfile
10h às 20h | Mostra das Regiões
10h às 12h | Máscara Kids
Portugal Caretos de Lazarim, Caretos
de Podence, Os Caretos de Varge, Caretos
de Vila Boa de Ousilhão, Caretos da Lagoa,
Chocalheiro da Bemposta, Velho de Vale
de Porco, Entrudo de Góis, Festa do
Santo Menino de Tó Espanha Los Boteitos
de Viana do Bolo (Galiza), Los Toros e
Guirrios de Velilla de La Reina (León),
Los Diabos de Rio Frio de Aliste (Zamora),
El Zangarron de Sanzoles (Zamora), La Vaca
Vayona de Almeida (Zamora), La Vijanera
de Silió (Cantábria), Lo Sidros e la comedia
de Valdesoto (Asturias), Los Reises de
Valledor (Asturias) Irlanda The Mummers
Desfile da Máscara Ibérica
Mostra das Regiões – Entidades
16h30 | Percurso: Praça do Município,
Cantábria, Palencia, Zamora, Cáceres,
Mogadouro, Açores, AASE – Associação
de Artesãos da Serra da Estrela,
ADXTUR – Aldeias de Xisto, ADRACES,
Macedo de Cavaleiros
Dia de Cáceres
10h às 20h | Mostra das Regiões
10h às 12h e 15h às 17h | Máscara Kids / Ateliers
11h às 12h e 17h às 18h | Animação com o
grupo “The Mummers” da Irlanda
11h às 12h e 16h às 17h | Prova Produtos
Regionais Mogadouro
22h | Concerto “Cerandeo”, Cáceres
22 Maio | sábado
Dia de Zamora
Rua Augusta e Rossio
22h | Concerto “Xera”, Astúrias
23 Maio | domingo
10h às 19h | Mostra das Regiões
10h às 12h e 15h às 17h | Máscara Kids / Ateliers
11h30 | Banda de Gaitas de Viana do Bolo
16h às 17h | Concerto “Tanira”, Portugal
17h30 às 18h30 | Concerto
“Roncos do diabo”, Portugal
10 a 23 Maio
Exposição
“Desfile da Máscara Ibérica”
Armazéns do Chiado
15
BERLIN – MOSCOW / CASAS REGIONAIS EM LISBOA
BERLIN – MOSCOW
23
a 26 Maio
domingo e terça, 21h e segunda e quarta, 19h
Tenda no Terreiro das Missas (Belém)
12€ (normal) 5€ (menores de 30 e maiores de 65) 6€ (profissionais de espectáculo) /
Bilhetes à venda no local / M/12
Após ter apresentado “Bonanza” na última edição do Alkantara Festival,
Berlin regressa com uma nova instalação cinematográfica sobre uma
cidade. Albergada numa construção muito peculiar – algures entre
uma tenda de circo, uma cúpula de uma igreja russa ortodoxa e um
satélite que se despenhou – um quarteto de cordas, um piano e sete
cenas em movimento dão voz aos habitantes de Moscovo e ao retrato
sombrio que pintam da cidade.
PARCEIRO Alkantara Festival
CASAS REGIONAIS
EM LISBOA
28
a 30 Maio | sexta a domingo
Praça do Rossio
Entrada livre / Para todas as idades
Em colaboração com a Associação das Casas Regionais em Lisboa
tem lugar a 2ª edição de um evento dedicado à gastronomia, artesanato,
dança e música popular.
28 Maio | sexta, 21h
Concerto de Concertinas
16
CASAS REGIONAIS EM LISBOA
29 Maio | sábado
10h | Abertura Stands
14h30 | Arruada com os Bombos de Dornelas
do Zêzere – Casa Concelho Pampilhosa da Serra
15h | A ACRL com as Regiões de Turismo
(Centro de Portugal, Lisboa e Vale do Tejo,
Porto e Norte Portugal)
16h30 | Grupo de Bombos de Dornelas do
Zêzere – Casa Concelho Pampilhosa da Serra
17h | Rancho Folclórico Os Serranos da
Cercicaper – Casa Concelho Castanheira de Pêra
17h30 | Rancho Folclórico Dornelas do Zêzere
– Casa Concelho Pampilhosa da Serra
18h | Rancho Folclórico de Penacova
– Casa Concelho de Penacova
18h30 | Rancho Folclórico As Capuchas
de S. João do Monte – Caramulo –
Casa Concelho de Tondela
19h | Rancho Infantil de Gondarém
– Casa Cerveirense
21h | Tuna Mouronhense
– Casa Concelho de Tábua
21h45 | Rancho Folclórico e Etnográfico
da Casa do Povo de Maçãs de D. Maria
– Casa Concelho Alvaiázere
22h15 | Grupo Cavaquinhos da Casa
Concelho Arcos de Valdevez
22h45 | Rancho da Ribeira de Celavisa
– Casa Comarca Arganil
23h15 | Rancho Folclórico da Casa
do Concelho de Ponte de Lima
30 Maio | domingo
10h | Abertura Stands
14h30 | Banda Filarmónica Frazoeirense –
Casa Concelho Ferreira do Zêzere
15h15 | Rancho Folclórico e Etnográfico da
Casa Concelho de Castro D’Aire em Lisboa
15h45 | Grupo de Cantares do Zêzere – Casa
Concelho Ferreira do Zêzere
16h15 | Rancho Folclórico e Etnográfico
Os Moleiros da Povoa – Casa Concelho de Tomar
Casas Regionais Participantes
Casa Regional de Ferreira do Zêzere
Grupo de Cantares do Zêzere
Banda Filarmónica Frazoeirense
Casa Concelho de Arcos de Valdevez
Rancho Folclórico da Casa Arcos de Valdevez
Grupo Cavaquinhos Casa Arcos de Valdevez
Casa Comarca de Arganil
Rancho Folclórico da Ribeira de Celavisa
Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva
Casa Concelho de Ponte de Lima
Grupo Cavaquinhos da Casa de Ponte de Lima
Rancho Folclórico da Casa de Ponte de Lima
Casa dos Tabuenses
Tuna Mouronhense
Casa Concelho de Tomar
Rancho Folclórico e Etnográfico Os Moleiros
da Póvoa
Casa Concelho de Tondela
Rancho Folclórico As Capuchas de S. João
do Monte – Caramulo
Casa Concelho de Penacova
Rancho Folclórico de Penacova
Casa Courense
Liga dos Amigos de Valença
Casa Concelho de Castro D’Aire
Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa Castro
D’Aire em Lisboa
Casa Concelho de Castanheira de Pêra
Rancho Folclórico “Os Serranos” da Cercicaper
Rancho Folclórico Os Neveiros do Coentral
Casa Concelho de Alvaiázere
Rancho Folclórico e Etnográfico da Casa do
Povo de Maçãs de D. Maria
Casa Concelho da Pampilhosa da Serra
Rancho Folclórico da Casa Pampilhosa da Serra
Rancho Folclórico de Dornelas do Zêzere
Grupo de Bombos de Dornelas do Zêzere
Casa Cerveirense
Rancho Infantil de Gondarém – V. Nova
de Cerveira
16h45 | Grupo de Danças e Cantares de Soito
da Ruiva – Casa Comarca de Arganil
17h15 | Rancho Folclórico “Os Neveiros do
Coentral” – Casa Concelho Castanheira Pêra
17h45 | Grupo Cavaquinhos da Casa
Concelho de Ponte de Lima
18h15 | Rancho Folclórico da Casa Concelho
Pampilhosa da Serra
18h45 | Rancho Folclórico da Casa Concelho
de Arcos de Valdevez
17
SARDINHAS
André
da Loba
18
SARDINHAS
Bernardo
Carvalho
19
SARDINHAS
Madalena
Matoso
20
SARDINHAS
Yara
Kono
21
SARDINHAS
José
Feitor
22
SARDINHAS
Madalena
Matoso
23
SARDINHAS
João
Fazenda
24
SARDINHAS
Tiago
Albuquerque
25
SARDINHAS
André
da Loba
26
SARDINHAS
Yara
Kono
27
ARRAIAIS POPULARES
ARRAIAIS
POPULARES
Junho
Entrada livre / Para todas as idades
Nos arraiais populares de Lisboa não faltam a sardinha assada,
o caldo verde, o pão com chouriço, os manjericos, a cerveja, o vinho
tinto, muita música e muita animação. A festa dura toda a noite e,
um pouco por toda a cidade, os arraiais cativam o público nacional
e estrangeiro nas freguesias mais típicas de Lisboa. A tradição
perdura durante todo o mês de Junho.
Ajuda
Campolide
2, 4, 5, 6, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 20,
23, 24, 25, 26 e 27 Junho
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17, 18, 19, 20, 23,
24, 25, 26, 27 e 30 Junho
Sociedade de Recreio Ajuda Clube
Largo da Paz
Santana Futebol Clube
Ringue Desportivo, Calçada dos
Sete Moinhos
Alcântara
2, 4, 5, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 23, 24,
25, 26 e 27 Junho
Academia de Santo Amaro
Rua Academia Recreativa de Santo
Amaro
Campo Grande
Carnide
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 12, 13, 16, 17, 18, 19,
20, 23, 24, 25, 26, 27 e 30 Junho
Associação Grupo os 16
do Bairro Padre Cruz
Rua Professor Almeida Silva / Bairro
Padre Cruz
2, 4, 5, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Centro Cultural e Recreativo
dos Coruchéus
Parque Infantil nas traseiras das Ruas:
Florbela Espanca; Fernando Pessoa;
Alberto de Oliveira
2, 3, 4, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19,
25 e 26 Junho
2, 3, 4 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19,
23, 24, 25 e 26 Junho
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17,
18, 19, 20, 23, 24, 25, 26 e 27 Junho
Grupo Desportivo e Cultural Fonsecas
e Calçada
Rua Mem de Sá, Polidesportivo
do Grupo Desportivo
Lisboa Clube Rio de Janeiro
Largo da Misericórdia
Carnide Clube
Rua Neves Costa / Largo do Coreto
Encarnação
Nossa Senhora
de Fátima
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17, 18, 19, 20, 23,
24, 25, 26, 27 e 30 Junho
Grupo Excursionista “Os Económicos”
Parque de Estacionamento
na Rua Filipe da Mata
28
ARRAIAIS POPULARES
Prazeres
2, 4, 5, 9, 11, 12, 18, 19, 25 e 26 Junho
Grupo Dramático Escolar
‘Os Combatentes’
Rua do Possolo, 19
Pena
2, 4, 5, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Grupo Desportivo da Pena
Beco de São Luis da Pena, 9
Santa Catarina
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19,
20, 25, 26, 27 e 30 Junho
Corpo Nacional de Escutas
Agrupamento 48 de Santa Catarina
Espaço do Olival, Calçada do Combro,
Igreja de Santa Catarina
Santa Engrácia
2, 5, 9, 12, 13, 18, 19 e 26 Junho
Centro Cultural Popular de Santa
Engrácia
Calçada dos Barbadinhos, 49
Santa Maria de Belém
2, 4, 5, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Clube Sportivo de Pedrouços
Largo Luis Alves Miguel
Santa Maria dos Olivais
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 18,
19, 20, 23, 24, 25, 26 e 27 Junho
São Cristóvão
e São Lourenço
2, 4, 5, 6, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Associação Renovar Mouraria
Largo da Rosa
São Miguel
2, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19,
23, 24, 25, 26 e 27 Junho
Associação Recreativa Amigos
de São Miguel
Largo e Escadinhas de S. Miguel,
Largo de S. Rafael e Rua da Adiça
2, 5, 9, 12, 13, 19 e 26 Junho
Centro Cultural Dr. Magalhães Lima
Largo do Salvador
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17,
18, 19, 20, 23, 24, 25, 26, 27 e 30 Junho
Grupo Sportivo Adicense
Rua Norberto Araújo
e Calçada da Figueira
São Paulo
2, 3, 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 13, 16, 17, 18, 19, 20, 23,
24, 25, 26, 27 e 30 Junho
Grupo Desportivo Zip Zip
Largo de Santo Antoninho,
Rua dos Cordoeiros
2, 3, 4, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
ADCEO
Bairro da Encarnação, Rua Quinta de
Santa Maria e Rua Circular Norte
Marítimo Lisboa Clube
Calçada da Bica Grande, Beco dos
Aciprestes, Travessa da Bica Pequena,
Travessa do Cabral
2, 4, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19, 25, 26 e 30 Junho
São Vicente de Fora
Grupo Musical o Probrezinho
Rua de Chibuto
Santos-o-Velho
2, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Sociedade de Instrução e Beneficência
“A Voz do Operário”
Rua da Voz do Operário, 9
2, 4, 5, 9, 10, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Vendedores de Jornais Futebol Clube
Rua das Trinas
4, 5, 9, 11, 12, 13, 18, 19, 25 e 26 Junho
Grupo dos Nove
Mercado Municipal de Santa Clara
29
FESTA DO FADO
FESTA DO FADO
3 a 27 Junho
A Festa do Fado tem-se afirmado como um dos projectos mais
representativos das Festas de Lisboa, criando raízes e uma regularidade
que tem possibilitado uma adesão crescente de público nacional e
estrangeiro. Levar o fado a um público menos habituado a estas lides,
mas também rasgar horizontes ao público tradicional de fado,
apresentando projectos emergentes e de parceria com outras áreas
musicais, são os objectivos da Festa do Fado. Em 2010, na sua 7ª edição,
para além dos concertos habituais apresentados na Praça de Armas do
Castelo de São Jorge, e da extensão ao Museu do Fado, a Festa do Fado
inclui ainda: as Noites de Fado no Chapitô e na Fábrica Braço de Prata,
e os fins de tarde ao Domingo na Igreja de Santo Estêvão.
Projecto desenvolvido em parceria com a H.M. Música
PÔR-DO-FADO
3, 10, 17 e 24 Junho
quintas, 19h
Museu do Fado
5€ (preço único), Bilhetes à venda no Museu
do Fado (t: 21 882 34 70), M/3
Quatro concertos, quatro reportórios
é o mote para este conjunto de
instrumentais ao final da tarde, onde
a guitarra portuguesa é a protagonista.
A carta-branca foi entregue a José
Manuel Neto, um dos mais importantes
guitarristas da actualidade. Todas as
quintas José Manuel Neto traz um
convidado especial.
3 Junho
Camané
10 Junho
Aldina Duarte
17 Junho
Maria Amélia Proença
24 Junho
Rao Kyao
30
FADO
NO CASTELO
sextas e sábados, 22h
Castelo de São Jorge
12,5€ (preço único), Bilhetes à venda na
ticketline e bilheteira do Castelo de São Jorge
(t: 21 880 06 20), M/ 3
4 Junho | sexta, 22h
CRISTINA BRANCO
convida JOÃO PAULO
ESTEVES DA SILVA
e CARLOS BICA
“O Fado, João Paulo Esteves da Silva e
Carlos Bica. Não seria mais a propósito
e tenho a certeza que, mais cedo ou
mais tarde, o Fado havia de nos juntar!
Afinal, no passado (sempre presente)
já trabalhámos juntos: O Bica mais
recentemente compôs o “Longe do Sul”
e o João tocou no meu segundo disco
Post-scriptum, como que antevendo a
entrada, anos mais tarde, do piano na
minha música! Juntos, assim, é que
nunca tinha acontecido. O mentor desta
graça foi o Robert Shumman. Se eles
compõem há tanto e comungam do
mesmo respeito que eu tenho pela
FESTA DO FADO
música tradicional – e que aprendi com
o Ricardo (Dias) –, porque não aproximar
tudo isto de uma forma consciente e
sensata e simplesmente participar nesta
grande Festa da Música, do senhor Fado,
e deixar a imaginação apreender e
crescer, porque isso nos deixa felizes?
E felizardos somos todos por poder
escutá-los.” Cristina Branco
5 Junho | sábado, 22h
A NAIFA convida
CELESTE RODRIGUES
Especialmente para esta noite, na
Praça de Armas do Castelo de São
Jorge, A Naifa convida uma das mais
importantes referências de sempre do
fado, Celeste Rodrigues, no ano em que
a fadista comemora 65 anos de carreira,
dedicados a espalhar a sua arte pelos
quatro cantos do mundo e a fazer da
sua voz e da sua alma uma referência
intemporal para uma série de gerações
na História do Fado.
11 Junho | sexta, 22h
PEDRO MOUTINHO &
TIAGO BETTENCOURT
Pedro Moutinho, um dos intérpretes
mais representativos da nova geração
do fado, Prémio Revelação da Casa da
Imprensa com Primeiro Fado, Prémio
Amália Rodrigues para o melhor disco
do ano com Encontro e aclamado pela
crítica com Um Copo de Sol, convida
Tiago Bettencourt, um dos melhores
compositores da actualidade, para um
encontro em palco de dois géneros
musicais que, apesar de diferentes, se
cruzam pela cumplicidade das palavras,
pela força que estas imprimem na
forma de estar na música e na vida.
18 Junho | sexta, 22h
PAULO DE CARVALHO
convida ANA SOFIA
VARELA
Paulo de Carvalho, “a voz” que marcou
a nossa História com E Depois do
Adeus, um dos mais conceituados
compositores da história da música
portuguesa, convida para esta noite
Ana Sofia Varela, uma das mais
emblemáticas fadistas da geração
que surgiu nos últimos 20 anos.
O seu último álbum, “Fados de Amor
e Pecado”, tem sido considerado pela
crítica especializada como um marco
na História do Fado na última década.
19 Junho | sábado, 22h
João Ferreira Rosa,
Maria da Fé, Beatriz
da Conceição e Maria
da Nazaré convidam
ARGENTINA SANTOS
João Ferreira Rosa, Beatriz da
Conceição, Maria da Fé e Maria
da Nazaré, fazem parte de uma
das gerações mais importantes da
História do Fado. Contam já com
aproximadamente 50 anos de carreira e
são, nos dias de hoje, vistos como umas
das mais importantes testemunhas da
história da Canção de Lisboa. Foram
e ainda continuam a ser referências
para a maior parte dos fadistas que
têm surgido nos últimos anos.
Juntos convidam uma das mais antigas
vozes do Fado da actualidade: Argentina
Santos, que está a comemorar 60 anos
de carreira e que receberá em Julho de
2010 a medalha da Cidade de Lisboa.
25 Junho | sexta, 22h
RICARDO PARREIRA
convida cantores
de Coimbra: PROF.
MACHADO SOARES,
DR. LUÍS GÓIS e
ANTÓNIO ATAÍDE
“Cancionário” é o novo trabalho
discográfico e espectáculo do guitarrista
Ricardo Parreira. Depois do seu disco de
estreia “Nas Veias de uma Guitarra –
Tributo a Fernando Alvim”, prossegue
agora numa nova viagem: um trabalho
com base no Fado, ainda que mais
dedicado à música tradicional e popular
portuguesa. Machado Soares
e Luís Góis dispensam apresentações.
31
FESTA DO FADO
São as mais importantes referências
do Fado de Coimbra da actualidade.
Cada um com uma carreira de
aproximadamente 50 anos,
percorreram o mundo inteiro em
representação da Música Portuguesa.
António Ataíde, uma das mais
brilhantes vozes da nova geração,
integrou uma série de projectos
relacionados com a canção de Coimbra
e tem vindo a fazer um dos percursos
mais dignos pelo mundo fora.
Esta é a primeira vez que o Fado de
Coimbra é convidado a participar na
Festa do Fado, concluindo assim uma
viagem aos caminhos da Música
Portuguesa, que vai desde a música
tradicional e popular e onde se cruza
o Fado de Coimbra e Lisboa numa
noite com vista sobre o Tejo e a Cidade.
26 Junho | sábado, 22h
KÁTIA GUERREIRO
& MARISA LIZ
Com dez anos de carreira, Kátia
Guerreiro é hoje uma intérprete
consagrada e reconhecida como
uma notável Embaixadora da Música
Portuguesa. Como corolário da
excelência do seu trabalho recebeu,
em Fevereiro de 2006, o prémio
Personalidade Feminina 2005, disputado
pelos nomes mais importantes do
panorama musical português. O
público que a elegeu considerou-a
“uma das mais bonitas vozes da
actualidade, aliada a uma invulgar
capacidade vocal”.
Marisa Liz é, segundo alguns dos
mais importantes comentadores,
uma das mais prestigiadas e
consideradas intérpretes da nova
geração da cena World/Pop
Portuguesa. Nasceu em Lisboa e,
desde muito nova, abraçou grandes
projectos musicais dos quais
se destacam, “XL Fame”, “Donna
Maria” e “Tributo a Carlos Paião”.
Na noite de encerramento da Festa
do Fado juntam-se o Fado e a World
Pop para um concerto onde mais
32
uma vez o que conta é a
cumplicidade das palavras e acima
de tudo das palavras cantadas
em português.
NOITES
DE FADO
Fábrica Braço de Prata
5, 12, 19 e 26 Junho
sábados, 22h
8€ (preço único), Bilhetes à venda na Fábrica
Braço de Prata, Rua da Fábrica do Material
de Guerra, nº1 (Poço do Bispo), M/ 16
Três músicos e um fadista, que faz
as honras da casa, convidam outros
fadistas espontâneos a cantar ou a
tocar. Vale tudo, até um instrumentista
de outra área se pode atrever a entrar
na “Jam Session Fadista” que
a noite propõe.
Hélder Moutinho VOZ E ANFITRIÃO
Ricardo Parreira GUITARRA PORTUGUESA
Marco Oliveira VIOLA DE FADO
Yami BAIXO
NO ADRO
DA IGREJA
RODRIGO
Miradouro
de Santo Estêvão
6, 20 e 27 Junho | domingos, 19h
Entrada livre / M/3
Na igreja de Santo Estêvão | Junto ao cruzeiro
do adro | Houve em tempos guitarradas…
Mal que batiam trindades | Reunia
a fadistagem
Rodrigo não é apenas sinónimo de
tradição e popularidade no panorama
do Fado, é também um testemunho
vivo de todos os percursos que este
género musical teve ao longo da sua
existência. É esta a imagem com que
FESTA DO FADO
ficamos quando estamos em frente
de um homem com 68 anos de idade,
simples e directo, exactamente como
esta canção que, ao longo dos tempos
se tornou num dos expoentes máximos
da cultura do nosso país.
NOITES
DE FADO
Fernando Silva GUITARRA PORTUGUESA
Jaime Santos VIOLA DE FADO
António Moliças VIOLA BAIXO
Às terças no Bartô (Bar do Chapitô),
Ricardo Rocha (guitarra), Marco
Oliveira (viola) e João Penedo
(contrabaixo) acompanham as mais
diversas vozes do Fado Tradicional.
Noites de tertúlia onde o Fado acontece.
8, 15 e 22 Junho | terças, 23h
Chapitô
Entrada livre / M/16
FADO CELESTE
Documentário sobre
a vida e obra de
CELESTE RODRIGUES,
de Diogo Varela
7 Junho | segunda, 22h
Cinema São Jorge Sala 1
Entrada livre (limitada ao número de lugares
da sala e mediante levantamento de bilhete)
Estreia em cinema / M/12
“O que me centra neste filme é a
imensa memória viva que Celeste
Rodrigues possui. O poder falar sobre
a canção de Lisboa por uma voz
octogenária, que nos dá uma história
de vida em cada palavra que canta,
em cada história que conta. Com ela
conseguimos perceber a força que os
poetas empregam em cada frase em
cada silêncio. Fadista a quem as
palavras não guardam segredos pelo
muito que já as viveu. Ouvir as suas
histórias e ver a alegria com que ainda
continua a cantar aos 87 anos é algo
que tinha que ficar registado para as
gerações vindouras. Neste filme
percorremos os 65 anos de carreira
da decana das fadistas que connosco
partilha a riqueza de se poder viver
uma vida inteira a fazer o que se ama.”
Diogo Varela
O FADO E
A REPÚBLICA
Junho (até Agosto) | terça
a domingo, 10h às 18h; segunda
a sábado, 14h às 20h
Museu do Fado
e Sociedade Nacional
de Belas Artes
Entrada livre / Para todas as idades
Propondo uma perspectiva de leitura
transdisciplinar em torno do contexto
do Fado na República esta exposição
sugere uma viagem aos contextos de
criação e recepção crítica da canção
urbana de Lisboa, nos alvores do Séc.
XX, com início no Museu do Fado e
estendendo-se até aos salões da Galeria
de Arte Moderna da Sociedade Nacional
de Belas Artes. Partindo do impacto da
obra O Fado (1910) de José Malhoa – o
primeiro Presidente da SNBA – serão
percorridas as suas citações nas artes
plásticas, desde o início do séc. XX até
aos nossos dias, bem como noutros
domínios de criação artística,
nomeadamente no teatro e no cinema.
Paralelamente, em exposição encontrarse-ão testemunhos diversificados:
documentação impressa, fonogramas
e instrumentos musicais alusivos ao
contexto do Fado Republicano.
33
MARCHAS POPULARES
MARCHAS
POPULARES
4 a 6 Junho | sexta a domingo, 21h
Pavilhão Atlântico
12 / 13 Junho | sábado/domingo, 21h
Avenida da Liberdade
Sob o mote das Comemorações do Centenário da República, as
Marchas de Lisboa 2010, evento de excepção da cultura popular da
cidade, consagram os vencedores de 2009, Alfama e Castelo (ex-aequo)
e assinalam o regresso da Penha de França e de Benfica. A abrir o desfile
na Avenida e como agrupamentos convidados apresentam-se a Marcha
Popular de São João das Lampas/Sintra e o agrupamento do Carnaval
de Barranquilla das Festas Populares da Colômbia.
Exibição
Pavilhão Atlântico
6€ / Para todas as idades
4 Junho
5 Junho
6 Junho
Marcha Infantil, Lumiar,
Baixa, Bairro Alto, Olivais,
Beato e Alfama
Marcha dos Mercados,
Graça,Carnide, Alto do Pina,
Alcântara, Mouraria,
Madragoa e Castelo
Penha de França, Benfica,
São Vicente, Bela Flor,
Santa Engrácia, Bica
e Marvila
Desfile
Avenida da Liberdade
Entrada livre / Para todas as idades
Marcha de S. João
das Lampas (Sintra)
Agrupamento
do Carnaval de
Barranquilla das
(Festas Populares
da Colômbia)
Marcha Infantil
Marcha dos Mercados
Lumiar
Beato
Carnide
Bairro Alto
Madragoa
Santa Engrácia
Benfica
São Vicente
Marvila
Baixa
Castelo
Olivais
Bica
Bela Flor
Graça
Alfama
Alto do Pina
Alcântara
Penha de França
Mouraria
O Metropolitano de Lisboa, na madrugada de 13 de Junho, compromete-se a fazer o prolongamento
das Linhas Verde e Azul, assegurando um serviço extraordinário de circulação de comboios até às 02h30.
A CP, também na madrugada de 13 de Junho, terá comboios especiais nas seguintes linhas: Rossio – Sintra:
cerca das 2h30, cerca das 3h30 e cerca das 4h30 ; Cais do Sodré – Cascais: cerca das 2h30, cerca das 3h30
e cerca das 4h30 (Para confirmação de horários exactos agradecemos a consulta ao site CP www.cp.pt ou o contacto
ao call-center – 808 208 208 – ou nos postos de atendimento CP nas estações a partir de 1 de Junho.)
34
CASAMENTOS DE SANTO ANTÓNIO
CASAMENTOS DE
SANTO ANTÓNIO
12
Junho | sábado
Museu da Cidade e Sé Catedral de Lisboa
Entrada livre / Para todas as idades
Santo António é vulgarmente considerado como um santo
casamenteiro, pois, segundo a lenda, era um excelente conciliador de
casais. Em 1958, com o objectivo de possibilitar o casamento a casais com
maiores dificuldades financeiras, o Diário Popular patrocina o nascimento
desta iniciativa, e ficam unidos pelo matrimónio os primeiros 26 casais
na Igreja de Santo António. Após diversos anos de interrupção,
a tradição foi retomada em 1997, pela Câmara Municipal de Lisboa,
passando a admitir-se, também, casamentos civis. Os Casamentos
de Santo António constituem uma marca incontornável na tradição
popular de Lisboa, contribuindo, em cada ano, para firmar a identidade
cultural da cidade. Este ano são 16 casais que celebram matrimónio
nos Casamentos de Santo António 2010.
Parceiro: Câmara Municipal de Lisboa
12h
Casamento Civil
Museu da Cidade
14h
Casamento Católico
Sé Catedral de Lisboa
e ainda
Desfile dos carros antigos, Copo de Água e desfile
na Avenida da Liberdade na noite das Marchas Populares
35
OUTRAS CENAS
OUTRAS CENAS
16 a 20 Junho | quarta a domingo
Outras Cenas resulta da criação, em 2009, de um novo conceito
de programação das Festas de Lisboa. Originalidade, diversidade,
oportunidade de descoberta, espaços de encontro, constituiram
as bases do desafio lançado a diversos agentes culturais da Cidade.
Em 2010, à dimensão ESPAÇO acrescentou-se, na procura de uma maior
visibilidade e coerência, a dimensão TEMPO. Assim, de 16 a 20 de Junho,
todos os parceiros Outras Cenas reunem esforços no sentido de voltar a
oferecer aos lisboetas uma programação alternativa que conjuga uma
diversidade de momentos, de sentidos, de linguagens, de lugares.
Assim se espera construir, com TEMPO e com ESPAÇO, uma outra
experiência de Cidade.
(1)
ALKANTARA
FESTIVAL 2010
THE COLD TURKEY
SESSIONS
17 a 20 Junho
quinta a domingo, 18h às 20h
Espaço Alkantara
ORGANIZAÇÃO alkantara associação cultural
Cold Turkey: expressão que descreve
as acções de uma pessoa que abandona
hábitos ou vícios subitamente. Uma
semana depois do fim do festival, o
Alkantara organiza, ao fim da tarde,
quatro sessões em que faz a retrospectiva,
com saudades ou alívio, sobre o percurso
do festival. No ambiente relaxado do
início de verão oferece uma plataforma
para reflexão e conversa, tanto para
espectadores como para artistas.
As artes performativas são por definição
efémeras. O que resta de todas as
perguntas fulcrais postas na mesa em
quase três semanas de festival, dentro
dum vasto oceano de outras informações
(e um campeonato mundial de futebol)?
www.alkantarafestival.pt
(2)
CASA DA
AMÉRICA LATINA
A CIDADE DE LISBOA
EM LUIZ RUFFATO
Estive em Lisboa
e lembrei de você
18 Junho | sexta, 19h
Casa da América Latina
Entrada livre / M/12
ORGANIZAÇÃO Casa da América Latina APOIOS
Centro de Estudos Comparatistas e Instituto
de Estudos Ibéricos e ibero-americanos da
Universidade Nova de Lisboa ADAPTAÇÃO Isabel
Branco e Rita Simões INTERPRETAÇÃO Jorge Cabral
Leitura encenada que convida o
público a vivenciar uma cidade a
partir de uma determinada narrativa
literária. E, porque estamos nas
Festas de Lisboa, vamos redescobrir
a nossa cidade por Luiz Ruffato, um
dos nomes de destaque da literatura
contemporânea brasileira.
De Cataguases para Lisboa é um
pulinho, como descobre Serginho,
imigrante brasileiro que procura
concretizar os seus sonhos em Portugal.
Mais difícil é a integração na cidade.
37
OUTRAS CENAS
Depressa estabelece novas relações
em Lisboa, com portugueses e outros
imigrantes de várias nacionalidades e,
aos poucos, vai assimilando o ambiente,
os hábitos e o próprio léxico local.
Estive em Lisboa e Lembrei de Você traça
um divertido retrato da imigração
e de uma Lisboa menos glamourosa,
mas muito real. Esta sessão faz parte
do ciclo A Europa na Narrativa
Latino-Americana, programa da
CAL que já apresentou Paris de Júlio
Cortázar, Espanha de Alejo Carpentier,
Nápoles de Gabriel García Marquez,
Istambul de Luís Sepúlveda e Budapeste
de Chico Buarque.
(3)
CASA DA
AMÉRICA LATINA
ARRAIAL
LATINO-AMERICANO
Ritmos, objectos e sabores
da América Latina
19 e 20 Junho
sábado, 14h à 01h
domingo, 10h às 18h30
Casa da América Latina e largo Dr. José
Figueiredo (Rua das Janelas Verdes)
Entrada livre / M/3
ORGANIZAÇÃO Casa da América Latina APOIOS
Embaixadas dos países latino-americanos,
Escola de Dança Projecto Latino
Em homenagem às festas e tradições
populares, a Casa da América Latina
organiza um arraial na cidade de
Lisboa com as culturas dos países
latino-americanos.
www.casamericalatina.pt
38
(4)
CASSEFAZ
LISBOA: O QUE
O TURISTA DEVE VER
A partir da obra de
Fernando Pessoa
Instalação / espectáculo
/ percurso audio
17 a 20 Junho
quinta a domingo, 10h às 18h
Rossio, Rotunda Marquês de Pombal, Saldanha,
Chiado, Miradouro de São Pedro de Alcântara
Entrada livre / Para toda a família
ORGANIZAÇÃO cassefazProduz APOIOS Livros
Horizonte CONCEITO, DRAMATURGIA, ESPAÇO
CÉNICO E CONCEPÇÃO SONORA André Murraças
TRADUÇÃO DO TEXTO DE FERNANDO PESSOA DE
INGLÊS PARA PORTUGUÊS Maria Amélia Santos
Gomes EDIÇÃO Livros Horizonte
Grupo Cassefaz é uma estrutura financiada
pelo MC/DGARTES
Lisboa: O Que o Turista Deve Ver é um
espectáculo construído a partir do texto
homónimo de Fernando Pessoa, onde
o poeta se transforma num cicerone
que passeia o leitor por Lisboa - aquela
que o turista e todos nós devemos ver.
O espectáculo transpõe esse texto para
a rua, adaptando-o teatralmente como
um espectáculo-percurso que recorre
ao som e à imagem, e onde o público
confrontará a descrição do autor
com as imagens actuais da cidade.
O projecto procura esse contraste
entre o passado e o presente.
Durante uma semana existirão 5 postos
de recolha montados em 5 diferentes
locais de Lisboa: Rossio, Rotunda
Marquês de Pombal, Saldanha, Chiado
e Miradouro de São Pedro de Alcântara.
Cada posto entregará ao espectador um
discman com uma faixa áudio com o
texto de Pessoa referente àquele local,
acompanhado de um trabalho sonoro.
O discman é entregue a troco de um
bilhete de identidade do espectador –
devolvido no final. O espectador tem
depois o tempo que desejar para
passear ou sentar-se, munido do
discman. O espectador pode ainda
OUTRAS CENAS
escolher o seu percurso para fazer ao
longo da semana, decidindo quais os
postos que quer ver, em que locais e
por que ordem. No total serão 5 postos
em 5 locais que no seu conjunto
completam o texto de Pessoa sobre
aquilo que não deve passar
despercebido na nossa cidade.
http://lisboaturista.blogspot.com/
(6)
GOETHE INSTITUT
PORTUGAL, INSTITUTO
FRANCO-PORTUGUÊS
E MUSICBOX
FESTIVAL SILÊNCIO!
17 a 20 Junho
quinta a domingo
(5)
CULTURGEST
JOSÉ MIGUEL WISNIK
E CONVIDADOS
18 Junho | sexta, 21h30
Grande auditório da Culturgest
18€ / 5€ (jovens até aos 30 anos) / M/12
ORGANIZAÇÃO Culturgest VOZ E PIANO José Miguel
Wisnik VOZ Celso Sim VIOLÃO Arthur Nestrovski
TECLADO, SANFONA E PIANO Marcelo Jeneci
VIOLÃO DE SETE CORDAS, BAIXO Swami Junior
PERCUSSÃO Sérgio Reze
Professor universitário, escritor,
pianista, compositor e cantor, autor
de livros, de canções e de bandas
sonoras para teatro, cinema e dança,
José Miguel Wisnik é um artista
que dialoga com a melhor tradição
da canção brasileira.
Depois de um concerto memorável
em 2007, Wisnik volta à Culturgest,
com outra formação, num espectáculo
que confirmará a excelência e a beleza
da sua música.
Goethe Institut Portugal, Instituto
Franco-Português e MusicBox
CO-PRODUÇÃO CTL/MusicBox, 101 Noites,
IFP e GIP APOIO MC/DGARTES,
Fundo Franco-Alemão para países terceiros,
Culture France
OFestival Silêncio! é um evento que
cruza a palavra com as novas tendências
artísticas e expressões urbanas. Pelo
segundo ano consecutivo, este festival
alternativo de música, arte e literatura irá
transformar Lisboa na capital da palavra
criando um palco multidisciplinar e de
fusão. O Festival Silêncio! trará a Lisboa
espectáculos de spoken word e depoetry
slam, conferências, debates, workshops,
instalações, lançamentos, leituras
encenadas, poesia sonora e mostras
de vídeo poetry, inserindo-se num
movimento que tem adquirido nos
últimos anos uma nova dimensão na
arte urbana contemporânea invadindo
os palcos de inúmeras capitais.
www.festivalsilencio.com
39
OUTRAS CENAS
(7)
MARIA MATOS
TEATRO MUNICIPAL
AOARLIVRE
Oficinas / espectáculos
para toda a família
19 Junho | sábado, 15h às 20h
Jardim das Estacas (junto ao Teatro Maria Matos)
Entrada livre / Para toda a família
ORGANIZAÇÃO Maria Matos Teatro Municipal
APOIO Junta de Freguesia de Alvalade
Estamos no início do Verão e por
gostarmos muito do sol e do calor
regressamos para uma nova edição
do aoarlivre. Convidamos todos a
ocuparem connosco os jardins do
Bairro das Estacas, onde a relva cheira
a fresco e apetece sentar e deitar.
Estendemos uma manta do Teatro até
à rua e preparámos uma tarde inteira
a pensar nos mais novos, nas suas
famílias e nos nossos vizinhos, com
espectáculos, performances, oficinas,
música e dança que irão, mais uma
vez, habitar o nosso bairro.
Meninos venham
à janela | 15h às 20h
MONITORES David Verísimo E Leonor Clara
Pega-se numa fachada de um prédio
do Bairro das Estacas cortam-se
orifícios nas janelas e inventam-se
habitantes. Através de brinquedos
construídos em papel, faz-se com que
estes habitantes troquem de casa.
Agora é tempo de ver as personagens
a moverem-se no nosso prédio
de andar em andar e brincar.
Agri-cultura | 15h às 20h
MONITORAS Inês Barahona E Maria João Castelo
Um jardim ganha vida durante um dia.
Nele, há zonas para cultivar, recantos
para piqueniques, passeios e até
banquinhos para namorar… As
crianças que nos visitarem podem
plantar uma horta de boas ideias e
povoar o jardim com sonhos, que
qualquer pessoa poderá visitar.
Impressões
do bairro | 15h às 20h
MONITORAS Patrícia Maya E Viviana Henriques
Um novo bairro
vai nascendo | 15h às 20h
MONITORES Guida Casella e António Coelho
No nosso jardim nasce um novo
bairro. Um cenário vai crescendo
sobre o relvado, com os edifícios,
as ruas e as praças inventadas e
construídas pelas crianças. Esta
escultura será fotografada, para
recordar todas as histórias criadas
e no futuro, quem sabe, criar outras
novas... a partir destas.
Os tabuleiros da cozinha e outros
utensílios, saem ao jardim para dar
voz em tom de mil cores, a todos
os visitantes do bairro! Com tintas
e materiais naturais, criamos
impressões do bairro e partilhamos
os nossos sonhos num grande estendal
de jardim, onde nada é de ninguém
e tudo é para todos!
Barraquinha
dos contos | 15h às 20h
MONITORAS Patrícia Maya E Viviana Henriques
CONCEPÇÃO Luís Correia Carmelo
Uma barraquinha com histórias
para todos: para clientes pequenos,
histórias grandes; para clientes que
se acham grandes, histórias curtas e
filosóficas; para um cliente solitário,
histórias intimistas; e para muitos
clientes, histórias divertidas
e espampanantes.
40
OUTRAS CENAS
Ourspace – Um sonho
de jardim | 15h às 20h
CONCEPÇÃO Manfred Niehus
Uma proposta da Comunidade de Pais
Vizinhos do Teatro
Os jardins podem ter casas nas árvores
e tendas de índio no chão, ou então,
ser um local que convida ao jogo da
macaca e ao passeio de bicicleta.
Inventa o jardim ideal para ti, criando
sinais para incentivar ou permitir
certas actividades ou espaços.
Estudo
de públicos | 15h às 20h
CONCEPÇÃO Cristiana Rocha FOTOGRAFIA
Paulo Pimenta PRODUÇÃO EXECUTIVA
Núcleo de Experimentação Coreográfica
Acção desenvolvida no âmbito do projecto
“Apresentação Pública” apoiado pelo
Ministério da Cultura/DGArtes
Como é que imaginas uma cidade? Que
cor escolherias para um jardim? Todos
serão convidados a responder a estas
e outras perguntas para criarmos, em
conjunto, uma cartografia de respostas
que serão depois estendidas ao sol.
Cadeiras
suspensas | 15h às 20h
CRIAÇÃO Hugo Nóbrega INTERPRETAÇÃO Ricardo
Soares, Márcia Cardoso E João Paulo Reis
Três personagens retiradas de um
bairro lisboeta metem conversa com
quem passa. Sentados em lugares
inusitados prometem conversas,
num jogo divertido entre intérpretes
e público.
Paredes
elásticas | 15h às 20h
CRIAÇÃO Hugo Nóbrega INTERPRETAÇÃO
Andreia Coelho, Bruno Henriques,
Joana Colaço E Bruno Vidal
Estas paredes têm ouvidos e pés e…
mexem-se! Deixam passar ou
simplesmente condicionam o espaço
de quem passeia. Uma performance
visual feita de silêncios. Num jogo
possível entre uma parede e um
público.
Riquete do Topete | 16h
Joana Providência e
alunos da Academia
Contemporânea do
Espectáculo
AUTOR Charles Perrault ADAPTAÇÃO Gabriela
Poças DIRECÇÃO Joana Providência – Academia
Contemporânea do Espectáculo
INTERPRETAÇÃO Alunos do 2.º ano do Curso
de Interpretação CRIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE
MARIONETAS FIGURINOS E ADEREÇOS Alunos do
2.º ano do Curso de Cenografia, Figurinos e
Adereços COORDENAÇÃO MARIONETAS Cristóvão
Neto COORDENAÇÃO FIGURINOS Carolina Sousa
COORDENAÇÃO ADEREÇOS Catarina Barros
APOIO EXECUÇÃO DE GUARDA-ROUPA Glória
Costa SONOPLASTIA Alunos do 2.º ano do Curso
de Som, Luz e Efeitos Cénicos COORDENADOR
DE SOM Luís Aly PRODUÇÃO Glória Cheio
Uma história sobre a beleza,
a inteligência e a generosidade.
Um espectáculo feito de bonecos
gigantes manipulados por actores,
com metade do seu tamanho.
Rini e Bastollini | 17h
Música
MÚSICOS Rini Luyks E Luís Bastos
Um dueto composto por um acordeão
e um clarinete, que vão encher o
jardim de músicas de várias bandas
sonoras de filmes.
A casa | 18h30
Aldara Bizarro
A partir dos 5 anos
CONCEPÇÃO, DIRECÇÃO E COREOGRAFIA Aldara
Bizarro INTERPRETAÇÃO Constanza Givone e
Albana Hall COLABORAÇÃO Ulla Janatuinen VÍDEO
João Pinto MÚSICA Paulo Curado CENOGRAFIA
Patrícia Colunas DESENHO DE LUZ Carlos Ramos
FOTOGRAFIA António Rebolo COORDENAÇÃO E
PRODUÇÃO Andrea Sozzi e Rita Vieira PRODUÇÃO
Jangada de Pedra CO-PRODUÇÃO Teatro Maria
Matos e Artemrede e a Oficina/Centro Cultural
Vila Flor e Teatro Municipal de Faro (A Jangada
de Pedra é uma estrutura financiada pelo
ministério da Cultura/DGArtes)
Um espectáculo de dança que gira
em torno da casa ideal de cada um.
A casa convida-nos a revisitar os
diferentes espaços que construímos
41
OUTRAS CENAS
e nos constroem, transportando-nos
simultaneamente para os lotes de
terreno da utopia: “Na minha casa
ideal, a cozinha tem braços
automáticos”; “No meu bairro,
a cozinha é de todos, um enorme
comedouro popular”.
A casa é o resultado do trabalho
exploratório de O colhe – histórias,
uma recolha de entrevistas no Teatro
Maria Matos e no Bairro das Estacas.
A partir de várias questões como
“Onde te sentes mais confortável
em casa?” ou “Gostas do teu bairro?”,
construímos A casa.
(8)
MARIA MATOS
TEATRO MUNICIPAL
DOMINI PÚBLIC
Roger Bernat
19 e 20 junho
sábado, 21h30
domingo, 17h30 e 21h30
Rua Antero de Figueiredo (levantamento
bilhetes e auscultadores na bilheteira
do Teatro Maria Matos) 12€ / 5€
(para menores de 30 anos) / M/12
APRESENTAÇÃO Maria Matos Teatro Municipal
La Mekànica/APAP, Teatre Lliure, Centro
Párraga e Eléctrica Produccions APOIOS
Generalitat de Catalunya/Entitat Autónoma
de Difusió Cultural – Department de Cultura
i Mitjans de Comunicació e Comunidade da
União Europeia – Direcção-Geral de Educação
e Cultural/programa cultural 2007-2013.
APOIO À APRESENTAÇÃO EM LISBOA Junta de
Freguesia de Alvalade
ESTUDANTES COLABORADORES Adriana Bertran,
Aleix Fauró, Anna Roca, Sònia Espinosa,
Tonina Ferrer e Maria Salguero MÚSICA Mozart,
Borodin, Mahler, Smetana, Williams, Grieg
e Lole y Manuel SELECÇÃO MUSICAL, VERSÕES
E EDITOR AUDIO Juan Cristóbal Saavedra Vial
FIGURINOS Bàrbara Glaenzel e Dominique
Bernat FOTOGRAFIA E DIRECÇÃO TÉCNICA
Txalo Toloza TÉCNICO DIGITAL Aleksei Hescht
GRÁFICOS Marie-Klara González PRODUÇÃO
Alicia Roselló AGRADECIMENTOS Víctor Molina
e Mia Esteve
42
Domini Públic é um jogo social em
tamanho real onde o espectador é mais
do que um peão. Roger Bernat junta um
grupo de pessoas – o público – numa
praça. Quem são? De onde vêm? O que
os une? O que os divide? Através de
auscultadores recebem uma série de
perguntas e instruções, algumas mais
inocentes que outras. Consoante os
movimentos simples dos participantes,
pequenos grupos começam a formar-se.
Estas micro-comunidades expõem
padrões e hábitos sociais subjacentes.
O encenador convida o espectador a ter
um papel central na sua criação, sem,
no entanto, requerer que se exponha
como indivíduo. Escolha um canal
(A: Português | B: Castelhano).
Siga as instruções…
19 junho
Conversa após o espectáculo
OUTRAS CENAS
(9)
MUSEU DA
MARIONETA
KING PAI
de Caroline Bergeron
com João Calixto
18 e 19 Junho
sexta e sábado, 23h e 0h
1h no total (12 espectadores vão passar, à vez,
5 minutos com o King Pai dentro da tenda)
Museu da Marioneta – no exterior em frente ao CAMa
Entrada livre / Adultos e adolescentes
ORGANIZAÇÃO Museu da Marioneta
Já teve vontade de ser embalado? Já
foi à procura de um ombro acolhedor?
Neste caso, senhores e senhoras, KING
PAI será uma atracção à sua medida!
Uma verdadeira explosão de ternura!
Um fogo de artificio emocional! Um
gêiser de amor incondicional! Uma
oportunidade única de recuar no tempo…
(10)
MUSEU DO FADO
ACORDEM AS
GUITARRAS
16 a 18 Junho
quarta a sexta, 11h às 18h
3€ / Para todas as idades
Os alunos da Escola do Museu
surpreendem o visitante pelo circuito
expositivo em pequenas actuações
(11)
SÃO LUIZ TEATRO
MUNICIPAL E
METROPOLITANA
FESTIVAL CHOPIN
16 a 19 Junho
quarta a sábado
São Luiz Teatro Municipal; 10€ a 20€ nos
concertos da Sala Principal (com os habituais
descontos do SLTM; desconto de 40% na
compra de bilhetes para os 3 concertos de
António Rosado, não acumulável com outros
descontos) / Entrada livre nos concertos
do Jardim de Inverno / M/3
CO-PRODUÇÃO SLTM / Metropolitana
APOIOS Caixa Geral de Depósitos, Câmara
Municipal de Lisboa, Embaixada da Polónia
em Portugal e Antena 2
A Metropolitana e o São Luiz evocam
a vida e a obra de Frédéric Chopin
em 2010, ano do bicentenário do
nascimento de um dos compositores
mais amados da história da música.
E para a celebração foi desenhado um
festival de características inéditas no
país, com diferentes abordagens
ao repertório do homenageado.
O programa tem em António Rosado,
Mário Laginha e na Orquestra
Metropolitana de Lisboa os seus
protagonistas centrais, dando assim
espaço para apresentações que passam
da leitura mais tradicional e romântica
até à liberdade do jazz. Mas, para além
dos concertos em Lisboa, este evento
espalhará a sua influência em termos
nacionais, abrindo novas perspectivas a
jovens pianistas portugueses. O Festival
Chopin dará lugar a um concurso para
novos valores, que se apresentarão em
concerto no Jardim de Inverno bem
como nos seus locais de origem, levando
a todo o país a música do autor polaco.
43
OUTRAS CENAS
António Rosado
Mário Laginha Trio
Sala Principal
António Rosado PIANO
Sala Principal
PIANO Mário Laginha CONTRABAIXO Bernardo
Moreira BATERIA Alexandre Frazão
16 Junho | quarta, 21h
Integral das baladas e scherzos
de Frédéric Chopin
António Rosado e
Orquestra Metropolitana
de Lisboa
17 Junho | quinta, 21h
Sala Principal
PIANO António Rosado
19 Junho | sábado, 21h
Composições de Mário Laginha
inspiradas na música de Chopin.
Jam Chopin
19 Junho | sábado
Jardim de Inverno
Entrada livre
DIRECÇÃO MUSICAL ORQUESTRA METROPOLITANA
DE LISBOA Jean-Sebastien Bereau
Venha tocar Chopin connosco a seguir
ao concerto do Mário Laginha Trio.
Frédéric Chopin: Les sylphides,
música do bailado [arranjos
de Alexander Glazunov]
Concurso Jovens
Pianistas 2010
Concerto para piano n.º 1, op. 11
quarta a sábado, 18h30
António Rosado
e Orquestra
Metropolitana de Lisboa
18 Junho | sexta, 21h
Sala Principal
PIANO António Rosado
DIRECÇÃO MUSICAL ORQUESTRA METROPOLITANA
DE LISBOA Jean-Sebastien Bereau
Frédéric Chopin: Marcha Fúnebre
[arranjo de G. Schmidt]
Suite Chopin
[arranjo de Mily Balakirev]
Concerto para piano n.º 2, op. 21
44
16 a 19 Junho
Jardim de Inverno
Entrada livre
Recitais dos finalistas do concurso.
OUTRAS CENAS
(12)
TEATRO
DA GARAGEM
IN-TEATRO
CAMINO REAL
19 e 20 Junho
sábado e domingo, 21h30
Teatro Taborda – Sala Principal
10€ / M/16
PRODUÇÃO Teatro da Garagem APOIOS Câmara
Municipal de Lisboa, EGEAC EEM, Clube
Nacional de Natação (CNN) e CTT
MÚSICA (COMPOSIÇÃO E INTERPRETAÇÃO) Daniel
Cervantes DESENHO DE LUZ Miguel Cruz
CENÁRIOS E FIGURINOS Sérgio Loureiro
INTERPRETAÇÃO Ana Palma, Emanuel Arada,
Fernando Nobre, Joana Jorge, Maria João
Vicente, Miguel Damião e Miguel Mendes
DIRECÇÃO DE PRODUÇÃO Maria João Vicente
PRODUÇÃO EXECUTIVA João Belo e Teresa
Azevedo Gomes TÉCNICA DE PALCO E OPERAÇÃO
TÉCNICA Cláudia Ferreira FOTOGRAFIA Marisa
Cardoso TEXTO Tennessee Williams TRADUÇÃO
David Antunes e Sara Eckerson ENCENAÇÃO
E CONCEPÇÃO PLÁSTICA Carlos J. Pessoa
DRAMATURGIA David Antunes
Camino Real é uma peça sobre um
lugar tentacular com uma atmosfera
surreal e poética, sem uma narrativa
definida. A Camino Real chegam
personagens vindas não se sabe muito
bem de onde e às quais, no destino que
encontram, parece apenas restar a
sobrevivência, a decadência, o sonho
e o encontro fortuito com a sedução
doente e a morte que deambula pelas
ruas a assobiar. Partir deste lugar de
feitiço e enredo é privilégio de muito
poucos e uma empresa ameaçada pelo
longínquo e pelo desconhecido.
Camino Real é uma peça alegórica
sobre o carnaval inebriante do poder e
da morte, mas também sobre o ímpeto
da fuga e o desejo de viver, nem que
seja através da poesia.
(13)
TEATRO
DA GARAGEM
O TEATRO NO JARDIM
BRINCADEIRAS
E TEATRICES
Oficinas / actividades
para toda a família
19 e 20 Junho
sábado e domingo., 11h
Teatro Taborda – jardim
Entrada livre / M/4
CO-PRODUÇÃO/PARCERIA Teatro da Garagem
e Santa Casa da Misericórdia do Socorro
(o Teatro da Garagem é uma estrutura apoiada
pelo MC/DGARTES) APOIOS Clube Nacional
de Natação (CNN) e CTT
INTERPRETAÇÃO Ana Palma, Fernando Nobre,
Joana Jorge, Maria João Vicente e Miguel
Mendes
O Teatro da Garagem propõe em
Brincadeiras e Teatrices um encontro
entre várias gerações, um espaço
aberto à família. Nos vários espaços
do Teatro Taborda, ir-se-ão trocar e
partilhar conhecimentos. Histórias,
culinária, bordados, jogos
tradicionais… são algumas das
propostas para as manhãs das
Outras Cenas são Festas de Lisboa.
45
OUTRAS CENAS
(14)
(15)
sábado e domingo
sexta e sábado, 21h30
domingo, 16h
TEATRO
DA GARAGEM
TEATRO TEEN
CLUBE DE TEATRO
JOVEM
19 e 20 Junho
Teatro Taborda – Sala de Ensaios
preço 10€ / M/12
PRODUÇÃO Teatro da Garagem APOIOS Clube
Nacional de Natação (CNN) e CTT
ORIENTAÇÃO Joana Jorge INTERPRETAÇÃO André
Vidigal, António Guerreiro, Gastão Guerreiro,
Inês Pereira, Joana Monteiro, Laura Carreira,
Maria Janeiro da Silva, Mariana Guarda,
Mariana Magalhães, Marta Inácio, Martim
Guerreiro, Murilo Camargo, Pedro Inácio,
Pedro Pinheiro, Ricardo Pinheiro, Rita Negrão,
Teresa Azevedo Gomes, Tomás Lucas
e Vincent Dohner
O Serviço Educativo do Teatro da
Garagem engloba três Clubes de
Teatro: Júnior (4-12 anos), Jovem
(13-18 anos) e Sénior. Os clubes são
orientados por actores da companhia
e têm como objectivo suscitar o gosto
pelo teatro, pelas práticas artísticas
e pela experimentação das diversas
áreas que constituem e constroem o
espectáculo teatral: o texto, o cenário,
os figurinos, a luz, a música e a
interpretação. Neste dia o Clube
de Teatro Jovem irá levar a cena a sua
apresentação final, após seis meses
de aprendizagem.
46
TEATRO NACIONAL
D.MARIA II
A DOR
de Marguerite Duras
18 a 20 Junho
Sala Garrett
Plateia 16€ / 1.º balcão 10€ / 2.º balcão 7,5€
descontos: plateia 10€ / 1º balcão 7€ / 2º balcão
5€ (aplicáveis a jovens até aos 25 anos /
seniores + 65 anos / grupos + 15pax)
classificação etária a classificar pela cce
ENCENAÇÃO Patrice Chéreau e Thierry Thieû
Niang INTERPRETAÇÃO Dominique Blanc
PRODUÇÃO Les Visiteurs du Soir
IDIOMA francês, legendado em português
Marguerite Duras viveu a última
Guerra como uma mulher cujo marido
foi deportado como resistente, mas
também como escritora. Lúcida,
atónita, desesperada por vezes,
manteve durante este período um
diário e escreveu textos inspirados
em tudo quanto via e vivia e nas
pessoas que foi conhecendo. Foram
estas histórias e excertos do seu
diário que Marguerite Duras reuniu
e entitulou A Dor.
Esta peça é um relato autobiográfico
interpretado por Dominique Blanc,
o diário da ausência, da ausência
carregada de ameaças, do medo atroz
e esmagador, da vergonha da vida
enquanto aguarda o retorno de Robert
Antelme, seu marido, deportado para
um campo de concentração alemão.
Em Abril de 1945, na Primavera da
libertação, ela não sabe se ele está vivo
ou morto. Vagueando por uma cidade
ainda atordoada, sem telefone, sem
comer e sem dormir, ela espera pelo
mais pequeno sinal de esperança.
Mas a guerra continua dentro dela,
ao mesmo tempo que a alegria da
libertação sai à rua.
O TEATRO DAS COMPRAS
II EDIÇÃO – O TEATRO
DAS COMPRAS
17
Junho a 3 Julho
13 Lojas da Baixa
MARATONA
18, 19 de Junho e 2, 3 de Julho | sextas e sábados até às 23h
Entrada Livre / Para todas as idades
APOIOS MUDE, Junta de Freguesia de S. Nicolau, Associação de Comerciantes da Baixa Pombalina
CRIADORES E INTÉRPRETES Ainhoa Vidal, Catarina Requeijo, Cláudia Dias, Graeme Pulleyn, Joaquim
Horta, Luís Godinho, Marta Silva, Miguel Fragata, Luís Castro, Patrick Murys, e Suzana Branco,
Ana Cloe, Martinho Silva MÚSICOS Pedro Salvador (guitarras), Emanuel Soares (acordeão), Patrícia
Alves Pereira (Concertina), Donatello Nuvolari (acordeão) DIRECÇÃO ARTÍSTICA Giacomo Scalisi
Histórias, memórias e segredos
Treze lojas da Baixa de Lisboa, pelo segundo ano consecutivo, são
o palco de uma vida singular no período das Festas de Lisboa. Actores,
bailarinos, cantores e músicos contam histórias secretas de uma livraria,
de um hospital de bonecas, de uma drogaria, de uma loja de sementes,
de uma leitaria, de uma ourivesaria, de uma chapelaria e de outras
novas lojas. Histórias que ligam o passado e o presente contando
os últimos 100 anos da vida da baixa pombalina, que é também a
História da cidade de Lisboa, espreitada através de várias montras.
Entre 17 de Junho e 3 de Julho, durante os dias de semana e no horário
de abertura, as treze lojas escolhidas são, por breves instantes
pequenos-grandes teatros. Vendedores de verdade e vendedores
de sonhos transformam o nosso dia-a-dia, a partir de conversas,
compras e encontros que abrem a porta a mundos secretos…
Nos dias 18 e 19 de Junho – 2 e 3 de Julho uma maratona que começa
na sexta-feira e se estende pela noite, durando até sábado, dá a
possibilidade de ver todas as lojas como um grande e único espectáculo.
Lojas participantes:
Mercearia Nova Açoreana
Conserveira de Lisboa
Ourivesaria Sarmento
Chapelaria Azevedo
48
Leitaria Camponeza
Livraria Rodrigues
Casa Macário (Chás/cafés)
Drogaria S. Pereira Leão
E.E. De Sousa e Silva (Carimbos)
Pita Camiseiros Alfaiates
Tricots Brancal
Soares e Rebelo (Sementes)
Hospital de Bonecas
VOZES DE FAZER PARAR O TRÂNSITO / ARRAIAL PRIDE
VOZES DE FAZER
PARAR O TRÂNSITO!
CORAL PARADOXAL
22 Junho, 3, 6 e 11 Julho
Entrada livre / Para todas as idades
No caos do trânsito, inesperadamente um corredor de músicos
abre alas numa qualquer passadeira de Lisboa, envolvendo peões e
automobilistas, num ambiente sonoro de grande envolvência musical.
A criação, escolha do repertório e direcção artística deste evento
é do maestro do Coral Paradoxal, Luis Bragança Gil.
PARCEIRO Coral Paradoxal
22 Junho | terça, 19h
Lounge Festas de Lisboa, Cinema São Jorge
3 Julho | sábado, 19h
Circuito: Cinema São Jorge – Avenida – Restauradores – Rossio
6 Julho | terça, 19h
Lounge Festas de Lisboa, Cinema São Jorge
11 Julho | domingo, a partir das 19h
Circuito: Largo Camões – Brasileira – Rua Garrett – Rua do Carmo –
Rua do Ouro – Rua Augusta – Rossio – Restauradores/Estação do Rossio
ARRAIAL PRIDE
26
Junho | sábado
Praça do Comércio
Organizado pela Associação Ilga-Portugal, o Arraial Pride é o maior
acontecimento de LGBT de Portugal e vai animar a Praça do Comércio.
Integrado nos circuitos do EuroPride e WordlPride, é um evento que
promove Lisboa e a cultura LGBT. Uma iniciativa aberta a todos, no
coração de uma Lisboa sem preconceitos que sabe integrar e respeitar
todas as pessoas, reconhecendo os seus direitos e a sua cidadania plena.
Esta festa conta com stands da responsabilidade de várias associações
e colectivos bem como de dezenas de estabelecimentos LGBT ou LGBT –
friendly (bares, discotecas e restaurantes). Uma festa de acesso gratuito
49
ARRAIAL PRIDE / COM’PAÇO
com uma programação diversa: Noivas do Arraial, Queer Games,
Wellcome Center, Arraialito, Gay Village e Expo Arraial.
Bandas, dj’s, happenings, performances, tango livre, e muita
animação promovem a festa até de madrugada.
Mais informações: [email protected]
COM’PAÇO
III FESTIVAL DE BANDAS DE LISBOA
28 Junho a 4 Julho
Entrada livre / Para todas as idades
O COM’PAÇO tem por objectivo promover e dinamizar o trabalho das
Bandas e a sua música. A terceira edição apresenta concertos, desfiles
e actuações de bandas que, vindas de todo o país, animam a zona da
Baixa-Chiado/Rossio. Depois do sucesso do Workshop realizado em
2009, o Festival decidiu manter a aposta na formação de jovens músicos
e foi lançado um desafio às bandas: participarem no Workshop de 2010
com o propósito de constituírem a Banda de Jovens Músicos COM’PAÇO
10, que realiza o concerto de encerramento da iniciativa.
A novidade desta edição é a participação de orquestras ligeiras nacionais
cujo contributo enriquece e diversifica a programação.
APOIOS Russo Música, Lda / Majestic Percussion
PARCEIRO Falsete, Actividades Pedagógicas, Lda.
Bandas participantes:
Banda Filarmónica da Associação para o Desenvolvimento Social e Cultural de Marvila (Lisboa),
Banda de Música de Sanguinhedo (Vila Real), Banda Recreativa União Pinheirense
(Albergaria-a-Velha), Sociedade Filarmónica Euterpe Meiaviense (Torres Novas), Sociedade
Filarmónica Maceirense (Leiria), Sociedade Filarmónica Silvense (Silves), Sociedade Filarmónica
União Assaforense (Sintra), Sociedade Filarmónica União e Capricho Olivalense (Lisboa), Sociedade
Recreativa Filarmónica 1.º de Janeiro (Castro Verde), União Filarmónica de A-da-Gorda (Óbidos)
Orquestras participantes::
Big Band da Nazaré, Orquestra José Santos Rosa
28 Junho a 3 Julho | segunda a sábado
INATEL – OEIRAS
17h | Workshop para Jovens Músicos COM’PAÇO 10
2 Julho | sexta
ROSSIO
18h | Concerto pela Orquestra José Santos Rosa
50
COM’PAÇO / CINECONCHAS
3 Julho | sábado
ROSSIO
18h | Concerto pela Big Band da Nazaré
4 Julho | domingo
ROSSIO, RUA AUGUSTA, JARDIM DE
S. PEDRO DE ALCÂNTARA, CORETO DO
JARDIM DA ESTRELA, PARQUE DAS CONCHAS
11h/12h | Concertos
Pelas bandas participantes no festival
4 Julho | domingo
RUA AUGUSTA
17h30 | Desfile das 10 bandas
Da Praça do Município até ao Rossio
4 Julho | domingo
ROSSIO
18h | Actuação conjunta das 10 bandas
Sob a direcção do Maestro Délio Gonçalves
18h30 | Concerto de encerramento
Pela Banda de Jovens Músicos COM’PAÇO 10, sob a direcção do Maestro Délio
Gonçalves. Convidados: Rita Biscoito (voz); João Campos (voz); José Miranda (piano).
CINECONCHAS
Julho
| quintas, sextas e sábados, 21h45
Parque das Conchas
Com o Patrocínio da Olá
Entrada livre / Para todas as idades
Pelo terceiro ano consecutivo é possível assistir a várias sessões
de cinema ao ar livre num dos renovados espaços verdes de Lisboa,
o Parque das Conchas.
PARCEIROS Centro Social de Musgueira e Associação Viver na Alta de Lisboa BI-Cívico
1 Julho
Quem
quer ser
Bilionário?
Danny Boyle
2 Julho
Vertigo
8 Julho
Crepúsculo
Alfred Hitchcock
Catherine Hardwicke
3 Julho
Bem-vindo ao
Norte
9 Julho
Amadeus
Milos Forman
Dany Boon
51
CINECONCHAS / CONCERTO DE ENCERRAMENTO
10 Julho
A Princesa
e o Sapo
17 Julho
New York I
Love you
22 Julho
U ltimato
Ron Clements
Fatih Akin, Yvan Attal,
Allen Hughes, Shunji
Iwai, Wen Jiang, Joshua
Marston, Mira Nair,
Brett Ratner, Randall
Balsmeyer, Shekhar
Kapur, Natalie Portman
23 Julho
O Segredo dos
Punhais
Voadores
15 Julho
Volver
Pedro Almodóvar
16 Julho
Invictus
Clint Eastwood
Paul Greengrass
Yimou Zhang
24 Julho
Up-Altamente
Pete Docter
CONCERTO DE ENCERRAMENTO
DAS FESTAS DE LISBOA
A REPÚBLICA
É UMA MULHER
15 Julho | quinta, 22h
Local a designar
Entrada livre / M/3
A luta pelos ideais que preconizaram uma sociedade mais justa, livre
e igualitária, com mais educação e direitos de cidadania, mobilizou
muitas mulheres que se organizaram, conspiraram e entregaram a sua
vida à causa comum. Com uma acção sobretudo de cariz intelectual,
escreveram para jornais da época, lançaram várias publicações,
produziram livros e manifestos e fundaram organizações como
a Liga Republicana das Mulheres Portuguesas.
Carolina Beatriz Ângelo, médica, Ana de Castro Osório, escritora,
Maria Veleda, escritora, e Adelaide Cabete, professora e médica,
personificaram, no início do Séc. XX, uma visão avançada e
progressista da nossa sociedade, que só havia de ser materializada em
pleno, passados sessenta e quatro anos, depois do 25 de Abril de 1974.
A República é uma Mulher é um espectáculo idealizado exclusivamente
para as Comemorações do Centenário que reúne três grandes
mulheres representativas das culturas de expressão lusófona:
Carminho (Portugal), Lura (Cabo Verde) e Mart’Nália (Brasil)
e participação especial de Carlos do Carmo.
52
ACONTECE AINDA EM LISBOA
Acontece ainda em Lisboa
Por tradição os meses de Maio, Junho e Julho são
períodos de grande produção cultural; o clima, a luz
e a disponibilidade para a festa assim o propiciam.
Para além do vastíssimo programa já apresentado,
outros eventos acontecem ainda e são também
Festas de Lisboa.
FIMFA Lx10
FESTIVAL INTERNACIONAL
DE MARIONETAS
E FORMAS ANIMADAS
até
30 Maio
Museu da Marioneta, Teatro Maria Matos, Teatro
Nacional D. Maria II, CCB, Museu do Oriente,
Cinema São Jorge, CAMa – Centro de Artes
da Marioneta, ruas e praças da Cidade
ORGANIZAÇÃO A Tarumba – Teatro de Marionetas (estrutura financiada pelo Ministério da
Cultura/DGArtes CO-PRODUÇÃO CML/Egeac, Museu da Marioneta, Teatro Maria Matos,
Teatro Nacional D. Maria II, CCB PARCERIAS Cinema São Jorge, Museu Do Oriente
O Grande Palco da Arte das Marionetas festeja 10 anos! De 6 a 30 de
Maio de 2010, Lisboa é de novo o grande ponto de encontro do teatro
de marionetas e formas animadas. Nesta edição comemorativa foram
convidadas vinte e sete companhias, provenientes de treze países,
Alemanha, Argentina, Bélgica, Espanha, Estados Unidos da América,
França, Finlândia, Holanda, Japão, Reino Unido, República Checa,
Taiwan e, é claro, Portugal. Na programação da edição de 2010, estão
presentes algumas das companhias ou marionetistas que marcaram
o público e a crítica das várias edições do FIMFA, um pequeno “best of”,
para além de apresentar, como de costume, projectos inéditos e
absolutamente experimentais. Todos os anos o FIMFA abraça Lisboa,
revelando o outro lado do espelho…
www.fimfalx.blogspot.com
53
ACONTECE AINDA EM LISBOA
LISBOA À BEIRA TEJO
até 30 Junho
Padrão dos Descobrimentos
e Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa
Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília, 1400-038 Lisboa
Horário: segunda a domingo das 10h às 19h (Maio a Setembro)
Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa Rua da Palma, 246, 1100-394 Lisboa
Horário: terça a sexta das 10h às 18h30. 1º e 3º sábado de cada mês: das 10h às 17h
A exposição “Lisboa à beira Tejo”, uma parceria EGEAC e Arquivo
Municipal de Lisboa/Arquivo Fotográfico dá a conhecer a relação da
cidade com o rio num manancial constante de surpresas que alimentam
a diferença lisboeta.
A atracção pelos aspectos peculiares dessa coabitação criativa ganhou
especial enfoque com a disseminação da fotografia, na segunda metade
do século XIX, prendendo ao sabor do acaso a pluralidade de facetas que
fizeram o dia-a-dia desse universo ribeirinho em mutação permanente.
Profissionais ou amadores, inúmeros fotógrafos se deixaram contagiar
por essa realidade palpitante, onde se misturam gentes e barcos num
cenário que se foi desdobrando em novidades constantes: docas novas,
guindastes, comboios, avenidas ou edifícios.
A exposição e a publicação que a completa reúnem uma selecção do
vasto espólio guardado, procurando que o visitante percorra em roteiro
imaginário o percurso da margem do rio desde a foz do Trancão à antiga
praia de Pedrouços.
FESTIVAL DE MONÓLOGOS
CABEÇAS FALANTES
Maio, Junho e Julho
quinta a sábado, às 21h30, domingo às 16h
Clube Estefânia (espaço Escola de Mulheres)
R. Alexandre Braga, n.º 24 A – 1150-004 Lisboa Informações e reservas: 915039568
10€ (normal) 7,5€ (menores de 25 e maiores de 65) / M/ 16
Bilhetes à venda na bilheteira do teatro, Ticketline e CTT
54
ACONTECE AINDA EM LISBOA
Product – O Argumento
até 31 Maio
TEXTO Mark Revenhill
TRADUÇÃO, DRAMATURGIA
E ENCENAÇÃO Isabel Medina
CENOGRAFIA Rui Alexandre
FIGURINOS (VESTIDO POR DIELMAR) Hugo Sequeira
FIGURINOS (VESTIDA POR RUI ALEXANDRE) Olívia
DESENHO DE LUZ E ASSISTÊNCIA
DE ENCENAÇÃO Inês Pombo
MÚSICA João Bengala
FOTOGRAFIA Manuela Jorge
INTERPRETAÇÃO Hugo Sequeira
Vai Vem
24 a 27 Junho
(A PARTIR DE) Samuel Beckett
ENCENAÇÃO José Wallenstein
TRADUÇÃO Mariana Wallenstein
MÚSICA Tomás Wallenstein, Manuel Palha,
Francisco Ferreira, Domingos Coimbra e
Salvador Seabra
VÍDEO António Jorge Gonçalves
DESENHO DE LUZ Jorge Ribeiro
PRODUÇÃO André Luz
INTERPRETAÇÃO Sandra Celas
Óscar e a senhora
cor de rosa
1 a 4 Julho
TEXTO Eric-Emmanuel Schmitt
TRADUÇÃO Ivone de Moura e Lídia Franco
ENCENAÇÃO Marcia Haufrecht
CENOGRAFIA E ADEREÇOS Ana Vaz
TÉCNICA VOCAL Maria João Serrão
INTERPRETAÇÃO Lídia Franco
“Memória de
Branca Dias”
8 a 11 Julho
TEXTO Miguel Real
ENCENAÇÃO Filomena Oliveira
INTERPRETAÇÃO Rosário Gonzaga
Carta com resposta
12 a 18 Julho
TEXTO Inês Pedrosa
ENCENAÇÃO Hélder Gamboa
INTERPRETAÇÃO Ângela Pinto e Hélder Gamboa
OUT JAZZ 2010
Junho e Julho (até Setembro)
Entrada livre
Em Maio o Jazz regressa aos espaços verdes da cidade com a quarta edição
do Festival Out Jazz. Durante 5 meses o jazz invade 5 jardins da capital
promovendo um ambiente de harmonia entre a natureza e as notas
musicais. Todos os domingos de Maio a Setembro, das 17h até ao cair do sol,
grupos de Jazz e um Dj vão difundir as notas de sofisticação e de liberdade
entre folhas, puffs e o sol de alguns dos jardins mais especiais de Lisboa.
www.ncs.pt/outjazz
16, 23, 30 Maio | domingos, 17h
Jardim da Estrela
6, 13, 20, 27 Junho | domingos, 17h
Jardim do Campo Grande
4, 11, 18, 25 Julho | domingos, 17h
Parque Eduardo VII
Agosto e Setembro, na Torre de Belém e Tapada das Necessidades
55
ACONTECE AINDA EM LISBOA
CASA DA ACHADA
15 Maio a 15 Julho
50 Anos de pintura e desenho (1943-1993)
segunda, quinta e sexta, das 15h às 20h
sábado e domingo, das 11h às 18h
Casa da Achada, Largo da Achada, Lisboa
Visitas guiadas
13 Junho e 10 Julho | domingo e sábado, 16h
Além de 37 obras de Mário Dionísio, de várias fases, a exposição inclui
obras de vários artistas que por eles lhe foram oferecidas e que constam,
assim, do seu espólio: Abel Salazar, Álvaro Cunhal, António Cunhal,
Avelino Cunhal, Cândido Portinari, Carlos de Oliveira, Carlos Scliar,
Germano Santo, José Júlio, Júlio Pomar, Júlio Resende, Manuel Ribeiro
de Pavia, Maria Helena Vieira da Silva e Raul Perez.
Ciclo “A Paleta e o Mundo”
15 Maio a 15 Julho
17 Maio a 12 Julho | segundas, 18h30
Leitura de A Paleta e o Mundo com projecção dos quadros referidos no texto
e comentários: capítulos sobre a pintura da primeira metade do século XX.
15 Maio | sábado, 15h
Sessão coordenada por Vítor Silva Tavares sobre o 8º capítulo da introdução de
A Paleta e o Mundo, «A beleza é difícil» – questões de ontem, questões de hoje.
26 Junho | sábado, 15h
Sessão coordenada por Pedro Rodrigues sobre o 9º capítulo da introdução de
A Paleta e o Mundo, «Conteúdo e Forma» – questões de ontem, questões de hoje.
56
ACONTECE AINDA EM LISBOA
CICLO FILMES PROIBIDOS
ANTES DO 25 DE ABRIL
17 Maio a 15 Junho | 21h30
Cada filme, legendado em português, é apresentado e comentado
17 Maio segunda
7 Junho segunda
La Vie est à Nous
Irma La Douce
J. Becker, J. B. Brunius,
H. Cartier-Bresson, J.-P. Le Chanois,
M.Lime, P. Unik, A. Zwoboda, J.
Renoir., 1936, 66 min.
Billy Wilder, 1963, 147 min.
24 Maio segunda
21 Junho segunda
A Guerra acabou
Alain Resnais, 1966, 121 min.
31 Maio segunda
Terra em transe
Glauber Rocha, 1967, 108 min.
14 Junho segunda
Dr. Strangelove
Stanley Kubrik, 1964, 95 min.
Jules e Jim
François Truffaut, 1962, 105 min.
28 Junho segunda
Flores de Papel
Guru Dutt, 1959, 148 min.
MÁRIO DIONÍSIO, UM ESCRITOR
Sessões sobre livros de Mário Dionísio
22 Maio | sábado, 16h
17 Junho | quinta, 18h
Leitura de Ao Sul do Equador por Jorge
Silva Melo. Ao Sul do Equador é um
conto de Mário Dionísio publicado
em A morte é para os Outros (1987)
Leitura de poemas de Mário Dionísio
por Manuel Cintra.
Manuel Cintra escolhe e lê poemas de
Mário Dionísio publicados em Poesia
Incompleta (reedição dos livros
publicados entre 1941 e 1967), Le feu
qui dort (1967) e Terceira Idade (1982)
CINEMA AO AR LIVRE
Ciclo: Assim começaram 13 grandes
realizadores
5 Julho | segunda, 21h30
12 Julho | segunda, 21h30
Citizen Kane
Aniki-Bobó
Orson Welles, 1941, 119 min
Manuel de Oliveira, 1942, 68 min
A programação deste ciclo prolonga-se até Setembro
57
ACONTECE AINDA EM LISBOA
OFICINAS
Oficina de Leitura
Oficina de Fotografia
domingos, 15h30 às 17h30
domingos, 15h30 às 17h30
Aventuras de
João Sem Medo
de José Gomes
Ferreira
Orientada por Catarina Alves
e Vera Correia.
Com orientação de
Filomena Marona Beja
21 Junho a 2 Julho
A partir dos 10 anos / Máximo de participantes: 10
Orientada por Saguenail
16 e 23 Maio
6, 13, 20 Junho
A partir dos 8 anos
Oficina de Vídeo
todos os dias, 3 horas por dia
Dos 11 aos 14 anos / Máximo de participantes: 10
LEITURA FURIOSA
30 Maio | domingo, 15h
7.ª edição da LEITURA FURIOSA em Lisboa, em parceria com a Associação Cardan
de Amiens (França). Simultânea à que se realiza em Amiens, Porto e Kinshasa.
Durante 3 dias escritores convivem com pequenos grupos de gente «zangada com
a leitura» (sem-abrigo, refugiados, idosos que frequentam Centros de Dia, alunos
de vários graus de ensino, desempregados…). Cada escritor põe os «zangados com
a leitura» em contacto com a literatura, escrevendo, a partir do encontro, um texto
que é ilustrado, publicado, lido por actores, e também em contacto com locais onde
há livros – livrarias, bibliotecas.
Sessão pública final – leitura por actores e não-actores dos textos produzidos
na véspera em Lisboa, Amiens e Kinshasa. Serão também cantadas canções a partir
de alguns textos.
PEQUENO É BOM
5 Junho e 3 Julho | sábados, 15h30 às 19h
Encontros da edição independente. Mostra e venda de fanzines. Debates. Vídeos.
Organizados mensalmente por Chili com Carne no jardim da Casa da Achada.
LIVROS DAS NOSSAS VIDAS
11 Junho | sexta, 18h
1.ª sessão de uma série com periodicidade mensal. Apresentação de um livro
referido num depoimento de Mário Dionísio sobre Os livros da minha vida.
Miguel Castro Caldas fala de A Mãe de Máximo Gorki.
58
ACONTECE AINDA EM LISBOA
ITINERÁRIOS – 2
19 Junho | sábado, 16h
Conversa com Cláudio Torres. Um percurso: de Tondela a Praga, de Praga
a Lisboa, de Lisboa a Mértola – a História, a Arqueologia, a Política, o Desenho.
II FEIRA DA ACHADA
10 Julho | sábado, 10h às 19h
Feira de livros usados, obras de arte CDs, discos em vinil, objectos com marcas
de época. Animada por leituras, canções, jogos, fotografias à la minute.
Para angariação de fundos para a Casa da Achada-Centro Mário Dionísio.
DIANA PIEDADE
22
Maio | sábado, 22h
Cinema São Jorge, Sala 1
1ª plateia: 12,50€, 2ª plateia: 12,50€, balcão: 10€ (lugares marcados)
Bilhetes à venda na Ticket Line e Cinema São Jorge / M/6 anos
Diana Piedade, finalista do Ídolos edição de 2010, faz neste espetáculo,
uma viagem pela história do Rock, Blues, Soul e Funk dos últimos
50 anos. Podemos ouvir desde Jimi Hendrix a Janis Joplin, passando
por Nikka Costa e Pj Harvey. Entre outros nomes que a marcaram e
influenciaram, Diana Piedade é acompanhada em palco, pelos seus
músicos de sempre, que nesta tour se intitulam Les Misérables.
Esta banda é formada por Ivo Perpétuo na guitarra, Vasco Moura
no baixo, Hugo Palma na bateria e Carlos Maria nas teclas.
59
ACONTECE AINDA EM LISBOA
SANTO ANTÓNIO
Exposição ‘Culto, Cultura e... Arte’
27
Maio a 4 Julho
todos os dias, terça a domingo, 11h às 20h
Espaço Arte da Terra
Rua de Augusto Rosa
O culto de Santo António tem, desde sempre, influenciado o mundo
artístico de uma forma inquestionável. Neste início de século, a Arte
da Terra, como espaço dedicado à cultura portuguesa, tem promovido
o alargamento do tema a diversos sectores artísticos. A exposição
reúne cerca de uma centena de escultores e artesãos de todo o país.
Diferentes gerações e correntes artísticas, integram a mostra: cerâmica,
ferro, madeira, tecido, cortiça, arame, tela, são alguns dos materiais
utilizados pelos artistas portugueses que apresentam perto de um
milhar de peças únicas, onde tradição e modernidade se conjugam
de forma única. www.aartedaterra.pt
PONTOS NEGROS
28
Maio | sexta, 21h30
Cinema São Jorge, Sala 1
7,50€ (preço único) Bilhetes à venda na Ticketline e Cinema São Jorge / M/6
Concerto de apresentação do novo disco “Pequeno-Almoço Continental”.
A palavra "ousadia" continua a fazer parte do vocabulário dos Pontos
Negros. Em Maio é lançado o novo disco da banda, com o nome de
“Pequeno-almoço Continental”, sucessor de “Magnífico Material Inútil”
editado em 2008. O concerto no dia 28 Maio em Lisboa no Cinema
São Jorge, marca a apresentação oficial do segundo disco de originais,
de uma das bandas mais desconcertantes da actualidade.
O descaramento “ponto-negrino” está de volta com este
“Pequeno-Almoço Continental”... reforçado!
60
ACONTECE AINDA EM LISBOA
CINE’ ECO [EXTENSÃO]
31
Maio a 5 Junho
Cinema São Jorge e Fórum FNAC Chiado
Entrada livre
No âmbito da comemoração do Ano Internacional da Biodiversidade,
a Extensão do Cine’ Eco – Festival Internacional de Cinema e Vídeo
de Ambiente da Serra da Estrela – alarga a sua programação
ao Fórum FNAC Chiado, com a exibição de obras de vídeo e com
a realização de uma tertúlia sobre o tema da Biodiversidade.
Cinema São Jorge
31 Maio | segunda
19h15 | Em Nome da Terra
(Prémio “Polis”) de Rita Saldanha,
Portugal, 2008, 55’
Com presença da Realizadora
e do Arq. Ribeiro Telles
21h30 | Dying in Abundance
Morrer na Abundância. (Prémio
“Educação Ambiental”) de Yorgos
Avgeropoulos, Grécia, 2008, 54’,
Leg. Inglês
1 Junho | terça
19h15 | C ’est pas Grave
Não é Grave (Prémio “Camacho Costa”)
de Yacine Sersar, França, 2008, 10’, V.O.
Francês, Leg. Inglês
19h15 | A Árvore da Música
(Prémio “Vida Natural”; Menção
Honrosa) de Otavio Juliano, Brasil,
2009, 78’
21h30 | Free
Swim
Nadar Livremente (Prémio Especial) de
Jennifer Galvin, E.U.A. / Bahamas,
2009, 50’, Leg. Inglês
2 Junho | quarta
19h15 | El Regalo
de la Pachamama
A Dádiva de Pachamama. (Prémio
“Antropologia Ambiental”) de
Toshitumi Matsushita, Bolívia/Japão,
2008, 102’, Leg. Inglês
21h30 | Peripheria
Periferia (Prémio “Animação”)
de Barelli Marcel, Suíça, 2009, 8’
Espírito de Porco (Prémio Especial)
de Chico Faganello e Dauro Veras,
Brasil, 2009, 51’
3 Junho | quinta
19h15 | Um Rio Invisível
(Prémio “Água”) de Renata Druck,
Brasil, 2008, 24’
19h15 | Os Últimos Moinhos
(Menção Honrosa) de Luís António
da Silva, Portugal, 2008/2009, 53’
21h30 | Arrakis
(Prémio Especial; Menção Honrosa)
de Andrea Di Nardo, Itália, 2008, 23’,
Leg. Inglês
21h30 | Direitos
dos Animais
Acção e Meio-Ambiente
(Prémio “Ambiente da Lusofonia”)
de Pedro Barbosa, Brasil, 2009, 31’
61
ACONTECE AINDA EM LISBOA
04 Junho | sexta
19h15 | Gimme
a Hug
Dá-me um Abraço (Prémio “Vídeo
Não Profissional”) de Geert Droppers,
Holanda, 2008, 14’, Leg. Português
19h15 | Kalunga
(Menção Honrosa) de Luiz Elias, Pedro
Nabuco e Sylvestre Campe, Brasil,
2009, 77’
21h30 | Wa
Quan
Viver com Vergonha (Prémio
“Valorização de Resíduos”) de Huaqing
Jin, China, 2008, 20’, Leg. Inglês
21h30 | Vietato
Respirare
É Proibido Respirar (Menção Honrosa)
de Ricky Farina, Pierto Menditto e
Diego Fabricio, Itália, 2008
30’, Leg. Inglês
5 Junho | sábado
19h15 | Pare, Escute, Olhe
(Grande Prémio Ambiente; Grande
Prémio da Lusofonia; Grande Prémio
da Juventude) de Jorge Pelicano,
Portugal, 2009, 90’
21h30 | Condomínio
da Terra
– Organizar a
Vizinhança Global
(Menção Honrosa) de Quercus –
Ass. Nacional de Conservação da
Natureza,Portugal, 2009, 5’
21h30 | Milho
(Prémio “Cine Eco em Movimento”)
de José Barahona, Portugal, 2008, 54’
Fórum FNAC Chiado
31 Maio | segunda
20h | Jaglavak,
Prince des Insects
Jaglavak, Príncipe dos Insectos
(Cine’ Eco 2008 - Prémio “Vida
Natural”) de Jerôme Raynaud, França,
2007, 52’, V.O. Inglês
1 Junho | terça
20h | A Sense of Wonder
Um Sentimento Maravilhoso
(Cine’ Eco 2008 - Prémio “Camacho
Costa”) de Christopher Monger, E.U.A.,
2008, 54’, V.O. Inglês
2 Junho | quarta
20h | Der Prater
– Ein Wilde Geschichte
O Estádio Verde
(Cine’ Eco 2008 - Prémio “Pólis”) de
Manfred Corrine, Áustria, 2007, 52’,
V.O. Inglês
62
3 Junho | quinta
20h | Milho
(Cine’ Eco 2009 - Prémio “Cine Eco
em Movimento”) de José Barahona,
Portugal, 2008, 54’
4 Junho | sexta
Árvore da Música
20h | A
(Cine’ Eco 2009 - Prémio “Vida
Natural”; Menção Honrosa) de Otavio
Juliano, Brasil, 2009, 78’
5 Junho | sábado
17h | C ’est pas Grave
Não é Grave. (Cine’ Eco 2009 - Prémio
“Camacho Costa”) de Yacine Sersar,
França, 2008, 10’, V.O. Francês,
Leg. Inglês
17h10 | Tertúlia sobre Biodiversidade
Investigadores da Universidade
de Lisboa, a designar
ACONTECE AINDA EM LISBOA
CHIADO NA MODA 2010
1 a 6 Junho | terça a domingo
Chiado
ORGANIZAÇÃO Junta de Freguesia dos Mártires, Câmara Municipal de Lisboa e Karacter
A 3.ª edição do Chiado na Moda pretende dinamizar culturalmente
esta zona nobre da Cidade de Lisboa e explorar o potencial da marca
“Chiado”. As ruas do Chiado serão inundadas com festas de várias
correntes artísticas, performances/instalações de dança, música e moda
levadas a cabo pelos agentes culturais e de moda ali existentes.
Três dias serão dedicados a desfiles de moda, onde jovens criadores, lojas
comerciais e criadores consagrados revelarão as suas colecções de Verão
2010, com a participação especial do Teatro Nacional de São Carlos
e da Companhia Nacional de Bailado.
Realizar-se-ão várias exposições, destacando-se uma apresentação
de carros antigos a acontecer na Rua Garrett e Rua do Carmo,
bem como um desfile de Atrelagem de Tradição
PROGRESSIVE/
STAND-UP COMEDY
5,
19 e 26 Junho | sábados, 22h
Cinema São Jorge, sala 2
10€ / Bilhetes à venda no Cinema São Jorge / M/16
O Progressive/stand-up comedy é um espectáculo que depende muito do
público, da geologia e das condições climatéricas. Por exemplo, se for
realizado em cima de uma placa tectónica com o sol a pique e o público
nu corre muito melhor. Infelizmente, nunca tais condições se reuniram.
Ricardo Vilão apresenta-nos Progressive – uma hora e tal de stand-up
comedy.
63
ACONTECE AINDA EM LISBOA
CONCURSO
‘HÁ FADO NA
MOURARIA’
19
Maio | quarta
Museu do Fado
ORGANIZAÇÃO: Associação Renovar a Mouraria
Inscrições: de 13 de Junho a 30 de Setembro / Mais informações, regulamento e ficha
de inscrição em: www.renovaramouraria.pt / www.museudofado.egeac.pt / www.egeac.pt
Novas vozes e poemas, futuros clássicos do Fado! A Associação Renovar
a Mouraria convida talentos poéticos e fadistas escondidos em tascas
e vielas, castiços ou renovadores, a revelarem ao mundo o seu valor
e a darem novos fados ao Fado. Para concorrer basta trazer uma letra
original e ser fadista amador. Além dos prémios pecuniários para
os grandes vencedores, todos os finalistas irão gravar o seu fado
no audiolivro Há Fado na Mouraria, a lançar em 2011.
PARCEIROS Museu do Fado, EGEAC, Teatro da Trindade e Teatro da Garagem
64
ACONTECE AINDA EM LISBOA
TERRAKOTA
10 ANOS DE CARREIRA
9
Junho | quarta
Cinema São Jorge
Os Terrakota são uma banda oriunda de Lisboa e foram ao longo da
última década um dos propulsores da música mestiça em Portugal.
Em 2010, o grupo celebra 10 anos de carreira, coincidindo este período
com a gravação do quarto disco de originais que se iniciou na Índia.
Para celebrar, a banda apresenta um concerto especial e um
documentário sobre o seu trabalho.
sala 3, 22h30
sala 1, 23h30
Documentário
Concerto
Entrada livre / M/12
12€ / Bilhetes à venda no Cinema S. Jorge /M/6
NÚCLEO 2CV
18
a 20 Junho | sexta a domingo
Lisboa Camping & Bungalows
O N2cvL comemora 10 anos de existência e convida-o a celebrar esta
importante data. Entre os dias 18 e 20 de Junho no Lisboa Camping
& Bungalows encontra:
I
I
I
I
I
Passeios organizados por Lisboa, Cascais e Sintra, em 2cv
com road-book ou em autocarro.
Espectáculos
Diversos jogos, animações, concursos 2cv e a estreia
da “F1 à Portuguesa”
Tradicional desfile de Domingo, por Lisboa com batedores
de Polícia
Prémios para os vários concursos
Para mais informações: www.n2cvl.com
65
ACONTECE AINDA EM LISBOA
SEMANA DE
MACAU EM LISBOA
18
a 23 Junho | sexta a quarta
Diversos locais
Entrada livre
Macau marca presença nas Festas de Lisboa e leva a diversos pontos da
capital a cultura e tradições de Macau. Na praça central do C.C. Colombo
e envolvido pelos históricos edifícios das Ruínas de S. Paulo e do Templo
de A-Má, que fazem parte do Centro Histórico de Macau classificado
Património Mundial pela UNESCO, o visitante pode assistir a concertos
pela Orquestra Tradicional Chinesa de Macau, bem como ter contacto
com a gastronomia e com calígrafo, adivinhos e perfilista, dar um
passeio de “riquecho”, assistir a demonstrações da Dança do Dragão e
do Leão e de artes marciais, recriando um pouco a atmosfera e ambiente
macaense. Estas demonstrações repetem-se na zona nobre de Lisboa,
no Rossio e na Rua Augusta.
18 Junho | sexta, 11h às 11h30 e 14h às 14h30
Actuação de Dança do Dragão; Artes Marciais
19 a 23 Junho | sábado a quarta, 11h às 11h30, 14h às 14h30 e 18h às 18h30
Actuação de Dança de Dragão; Artes Marciais
…AND THEN AGAIN…
A PARTIR DE 23 Junho (até setembro)
Museu da Cidade
Terça a Domingo: 10h-13h / 14h-18h. Encerra às 2.ª feiras e aos feriados
Entrada livre / Para todas as idades
Exposição colectiva de 30 artistas contemporâneos britânicos
e portugueses: Um olhar actual sobre a disciplina da gravura
…And Then Again… é a primeira exposição a nível nacional que tem
como intuito basilar proporcionar a discussão entre as origens da
disciplina da gravura e o seu enorme potencial artístico em constante
desenvolvimento. Embora o denominador comum em …And then
66
ACONTECE AINDA EM LISBOA
Again… seja a pesquisa sobre a gravura contemporânea, tivemos a
preocupação de reunir um espectro alargado das possibilidades deste
campo artístico, oferecendo ao visitante uma exposição dinâmica
e surpreendente, numa ruptura com as práticas convencionais.
Os suportes e técnicas utilizados são os mais variados, desde a
exploração das linguagens tradicionais sempre inseridas no contexto
artístico contemporâneo até à performance.
Artistas: Adam James, Adam Knight, Ana Fonseca, Andrea Jespersen, Anne-Marie
LeQuesne, Barton Hargreaves, Bob Matthews, Bronwen Sleigh, Carlos Noronha
Feio, Cristina Ataíde, Dick Jewell, Edd Perman, Francisco Lobo, George Charman,
Graça Pereira Coutinho, Jane Ward, Jessie Brennan, Jo Stockham, José Carlos
Teixeira, Liz Collini, Mark Hampson, Mónica de Miranda, Nuno Vicente, Orlando
Franco, Paula Roush, Pedro Valdez Cardoso, Richard Healy, Rui Horta Pereira,
Susanne Themlitz e Tom Smith.
22 Junho | terça, 22h
Festa de inauguração
e DJ OPENING PROJECT
Patrocinado pela VINHA DA DEFESA
Patrocinador ITALIAN MOTOR VILLAGE
FESTA DA
INTERCULTURALIDADE
25
e 26 Junho | sexta, 20h às 24h
e sábado, 12h às 24h
Praça da Figueira
Conselho Municipal para a Interculturalidade e a Cidadania
Dois dias de artesanato, gastronomia, música, dança e teatro.
67
ACONTECE AINDA EM LISBOA
RÁDIO ZERO
1Vários
a3
Julho | quinta a sábado
espaços da cidade
O RadiaLx afirma-se como um festival de arte rádio, consolidando-se
em bienal na sua terceira edição, em 2010. Parte da exploração do meio
de radiodifusão, e aproveitando o mote “Novas e esquecidas formas
de fazer rádio”, propõe dar-lhe usos e ramificações que não se
encontram nos modelos tradicionais de rádio.
O RadiaLx 2010, para além de um programa de performances e
conferências, terá um especial foco na emissão temporária em FM
durante os três dias do festival, cobrindo quase toda a cidade, sendo
parte importante destas emissões os retratos da cidade, especialmente
interessantes dada a deslocação da data do festival de forma a coincidir
com as Festas de Lisboa.
PROGRAMA:
I
I
I
I
I
I
I
I
I
emissão em FM para a cidade de Lisboa, com uma grelha de
programas de 72 horas exclusivamente concebida para o festival
conferências sobre rádio no Goethe Institut
música ao vivo para um filme mudo na Cinemateca Portuguesa
performances na Lx Factory
relato bilingue e ao vivo de um jogo de futebol do Campeonato
do Mundo, no jardim do Goethe Institut
oficinas de criação em rádio no Instituto Superior Técnico
emissões de rádio móveis a partir de transportes públicos
e espaços da cidade
exposição sobre rádio na galeria Lumiar Cité,
na Alta de Lisboa, em cooperação com a escola Maumaus
emissão em directo cruzada com o Com'Paço
(programa sujeito a ajustamentos)
68
ACONTECE AINDA EM LISBOA
(THS)INKING
SURVIVAL KIT DE
MIGUEL AZGUIME
CONCERTO PELO SOND’AR-TE
ELECTRIC ENSEMBLE
3
Julho | sábado, 22h
São Luiz Teatro Municipal
Jardim de Inverno / M/12
INTERPRETAÇÃO Sond'Ar-te Electric Ensemble COM Jean-Sébastien Béreau (maestro)
VOZ Frances M. Lynch PERCUSSÃO Pedro Carneiro FLAUTA Monika Streitová CLARINETE Nuno Pinto
PIANO Ana Telles VIOLINO Suzanna Lidegra VIOLONCELO Filipe Quaresma DIRECTOR ARTÍSTICO &
ELECTRÓNICA Miguel Azguime PROJECÇÃO SONORA & CRIAÇÃO VÍDEO Paula Azguime ANIMAÇÃO 3D
Perseu Mandillo DIRECÇÃO DE CENA Violeta Barradas EXECUÇÃO TÉCNICA Miso Studio
CO-PRODUÇÃO egeac / sond'ar-te electric ensemble / miso music portugal / miso studio / city of london
festival APOIO caixa geral de depósitos, ébano&marfim
O Sond'Ar-te Electric Ensemble é grupo residente da Câmara Municipal de Cascais
www.sondarte.com & www.misoensemble.com
“(ThS)inking Survival Kit" para flauta, clarinete, violino, violoncelo, piano,
percussão, voz, vídeo e electrónica resulta de uma encomenda do City of
London Festival com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian
em co-produção com a EGEAC e “responde à sua maneira própria”
às temáticas subjacentes do COLF, mais exactamente a biodiversidade
e as mudanças climáticas, incluindo a questão da eustasia (termo usado
para designar a variação global relativa do nível do mar). (...)”
PROGRAMA DO CONCERTO:
O silência e as pedras *
Luís Tinoco
Lâminas Líquidas (percussão solo)
João Pedro Oliveira
O farfalhar das folhas
Flo Menezes
(ThS)inking Survival Kit **
Miguel Azguime
*
Encomenda Miso Music Portugal ** Encomenda do City of London Festival 2010
com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian
www.teatrosaoluiz.pt
69
Patrocinador Principal
Patrocinadores
Apoios
Media Partners
Jornal Oficial
Televisão Oficial
FICHA TÉCNICA
CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
MIGUEL HONRADO
LUCINDA LOPES
PAULO BRAGA
SECRETARIADO
DO CONSELHO
DE ADMINISTRAÇÃO
ISABEL ALVES
TERESA RODRIGUES
DIRECÇÃO DE
GESTÃO CULTURAL
PEDRO MOREIRA
GESTORAS DE PROJECTO
ARMANDA PARREIRA
MARGARIDA EIRAS ANTUNES
PAULA NUNES
TÉCNICAS DE CONTEÚDOS
FERNANDA MARIA RODRIGUES
PATRÍCIA ALBUQUERQUE
SEOMARA MARTINS
SARA CRUZ
DIVISÃO DE MECENATO
E PATROCÍNIOS
JOÃO GABRIEL ISIDORO
DIRECÇÃO DE COMUNICAÇÃO
E IMAGEM
RITA CASTEL-BRANCO
NÁDIA SALES GRADE
PAULO ALMEIDA
SUSANA REPOLHO CORREIA
ASSESSORIA PARA SISTEMAS
DE INFORMAÇÃO
NUNO REIS
DIRECÇÃO DE GESTÃO FINANCEIRA
TERESA SANTOS
BRUNO GONÇALVES
CARMENCITA SILVESTRE
MÁRIO JOÃO
ROSA ALVES
SOFIA FONSECA
CENTRAL DE COMPRAS
ANTÓNIO MACHADO
PAULO FONSECA
GABINETE DE APOIO JURÍDICO
ANA SENHA
JOAQUIM NUNES
LEONOR GOMES
PAULA GOMES
TERESA SÁ ESTEVES
DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS
E SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS
MARIA DA FÉ DE CARVALHO
ALEXANDRA GUERREIRO
ANTÓNIO MOURA
ANA REGUINO
ANTÓNIA LIMÃO
CIDÁLIA QUARESMA
ELÍSIA TEIXEIRA
MANUEL SANTOS
MARIA MELO
RUI MACEDO
GABINETE DE ESTRATÉGIA
COMERCIAL
MANUELA BATALHA
CATARINA RIBEIRO
FÁTIMA CAMPOS
HELENA SEIXAS
MARGARIDA DIAS
GABINETE DE PROJECTOS
INSTITUCIONAIS
E RELAÇÕES INTERNACIONAIS
HELENA COSTA
JOÃO SENHA
GABINETE DE PROJECTOS E OBRAS
DE REABILITAÇÃO E MANUTENÇÃO
JAIME LOFF
SOFIA ROSA
CATARINA MACEDO
FERNANDO RODRIGUES
SOFIA BÁRBARA
SONIA ARROYO
CONTACTOS
A Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC manifestam o seu
agradecimento a todas as individualidades e agentes culturais
que participam nas Festas de Lisboa
70
EGEAC
PALÁCIO MARQUÊS DE TANCOS
CALÇADA MARQUÊS DE TANCOS, N.º 2
T. 21 882 00 90
[email protected]
410 000 EXEMPLARES
DISTRIBUIÇÃO GRATUITA
silva!designers
FESTAS DE LISBOA ‘10